• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Logistica e Sistemas de Automação
 

Logistica e Sistemas de Automação

on

  • 4,506 views

Aula do Prof. Francisco Olivar mostrando as principais ferramentas de um ERP de gestão de venda e logistica de uma rede de supermercados

Aula do Prof. Francisco Olivar mostrando as principais ferramentas de um ERP de gestão de venda e logistica de uma rede de supermercados

Statistics

Views

Total Views
4,506
Views on SlideShare
4,506
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
82
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Muito bom!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Logistica e Sistemas de Automação Logistica e Sistemas de Automação Presentation Transcript

    • Logística e Sistemas de Automação Estudo de Caso: CR Supermercados Por: Francisco Olivar Junior http://sistemadeautomacao.blogspot.com
      • Mostrar toda estrutura física e lógica de uma rede de supermercados;
      • Identificar os recursos tecnológicos utilizados em todo processo logístico;
      • Mostrar de forma geral o funcionamento básico de todas as operações (Entrada/Processamento/Saída);
      • Mostrar os principais processos envolvidos;
      • Identificar as principais formas de segurança de informação;
      • Ver os módulos de um sistema de automação
      • Obrigações Fiscais
      • Comentar sobre as tendências tecnológicas no segmento de varejo;
    • CR Supermercados
      • Rede de supermercados com 6 lojas e um CD.
      • Pátio tecnológico com mais de 100 computadores
      • Logística com mais de 500 funcionários
      • Banco de Dados Distribuído.
      • Plataforma de Servidores Linux e BD Oracle
      • ERP - Sistema de Automação
    • Layout Físico das Lojas
    • Estrutura do CPD NoBreak Servidores Switch Roteador Modem
    • Composição de um PDV Computador PINPAD ECF Leitor Cod.Barras Gaveta
    • Descrição dos Equipamentos
      • Computador (CPU, Monitor, Teclado e Mouse)
      • ECF (Emissor de Cupom Fiscal) – Impressora Fiscal
      • PINPAD –Leitor de Cartão de TEF (Transferência Eletrônica de Fundos)
      • Leitor de Cod.Barras
      • Gaveta
    • ERP - Sistema de Automação
      • ERP ( Enterprise Resource Planning ) ou SIGE ( Sistemas Integrados de Gestão Empresarial , no Brasil) são sistemas de informação que integram todos os dados e processos de uma organização em um único sistema. A integração pode ser vista sob a perspectiva funcional (sistemas de: finanças, contabilidade, recursos humanos, fabricação, marketing, vendas, compras, etc) e sob a perspectiva sistêmica (sistema de processamento de transações, sistemas de informações gerenciais, sistemas de apoio a decisão, etc).
    • ERP - Sistema de Automação
      • Os ERP’s de Automação de supermercados geralmente são divididos em dois módulos:
      • Retaguarda
      • Frente de Caixa
    • Retaguarda – Módulos do Sistema
      • No Módulo de Retaguarda é que estão presente os processos básicos de cadastro, movimentação de estoque e financeiro, com as principais opções:
        • Cadastro
        • Negociação
        • Preços
        • Estoque
        • Orçamento
        • Financeiro
        • Consultas e Relatórios
        • Ferramentas
    • Frente de Caixa - Características
      • - Deve ser homologado para trabalha com ECF
      • - Ter a opção de TEF (Discado ou Dedicado)
      • - Módulo de Venda
      • - Opções de Cupom Fiscal
      • - Opções de TEF
    • Logística
    • Visão Geral do Sistema Financeiro Fluxo de Caixa Venda Contas a Receber Contas a Pagar Precificação Entrada de NF Compra
    • Compras Negociação Análise de Novos produtos Cadastro de Produto
    • Análise de Preços Alteração dos Preços de Venda REPLICAÇÃO NO FINAL DA TARDE
    • Replicação de Dados Como o ERP trabalha com plataforma de BD Oracle em ambiente distribuído é possível programar horários no próprio BD para replicar as tabelas distintas que foram atualizadas para as demais filiais, EX: Preços CDCR HIPERCR Script job_replica_preco at_time(18:00) do Exec .snapshot(prduto_venda) end; Replicação
    • Precificação (Nas Filiais) OBS: Processo feito com a loja fechada Impressão do Relatório de Preços Alterados Impressão das Etiquetas Alteração nas Gôndolas
    • Precificação (Nas Filiais) Atualiza Preço PDV Retaguarda PDV
    • Entrada de NF (Filiais) Recebimento Conferência Entrada no Sistema Contas a Pagar Reposição (PEPS)
    • Rotina das Lojas (abertura) Abertura dos PDV´s Carga de Tabelas Entrada de Operador Abertura da Loja Carga nas Balanças Atualizar Preço PDV Mandar carga para os PDV´s Testar Balanças
    • Rotina das Lojas (fechamento) Venda Fechamento PDV Fechamento Financeiro
    • Características e Ferramentas do Sistema
    • Características do Sistema Sistema com as Regras de Negócio definidas no Banco de Dados
    • Características do Sistema
      • Vantagens:
      • Enxuga o Código fonte do executável, deixando o tamanho do arquivo
      • .exe bem menor;
      • O Processamento das Procedures e Funções são executadas
      • pelo servidor que geralmente é uma máquina bem mais rápida que
      • O desktop;
      • Como as procedures e funções estão no banco de dados Isso facilita o
      • suporte, pois podem ser modificadas pelo cliente ou pelo suporte
      • quando necessário;
    • Obrigações com o Fisco
    • Obrigações com o Fisco
      • Processo de Lacre das ECF’s
      • Arquivos Binários de ECF Térmicas
      • SPED
    • SPED  
      • Sistema Público de Escrituração Digital
      • O Que é?
      • Trata-se de um novo sistema de envio de informações contábeis e fiscais, agora repassadas para o poder público via meio eletrônico digital, substituindo, portanto todos os livros e notas fiscais impressos em papel.
    • SPED  
      • Engloba 3 grandes projetos:
        • Escrituração Contábil Digital ECD
        • Escrituração Fiscal Digital EFD
        • Nota Fiscal Eletrônica NF-e
    • Fluxo das Informações para SPED   Fornecedor COMPRA (ENTRADA) Negocia Entrada de NF Entidade Produto Estoque Doc.Financeiro Contas a Pagar CNPJ,CPF, IE,RG, Nome, Endereço Completo NCM, Descrição Fiscal, Alíquota ICMS CFOP Modelo, Serie Cliente VENDA (SAIDA) Compra Cupom Fiscal Contas a Receber CFOP Modelo, Serie NF de Venda NF Mapa Fiscal Plano Contas Ag.Bancária
    • NF-e É um documento (XML) emitido e armazenado eletronicamente, de existência apenas digital, com o intuito de documentar uma operação de circulação de mercadorias ou prestação de serviços ocorrida entre as partes, cuja validade jurídica é garantida pela assinatura digital do emitente e recepção, pelo fisco, antes da ocorrência do Fato Gerador.
    • Segurança de Dados
    • Servidores Stand-By
      • São servidores sincronizados em um curto espaço de tempo, garantindo assim o backup quase que instantâneo do servidor em produção.
      Produção Stand-By Oracle Oracle Atualiza
    • PDV´s Off-Line Oracle Base OFF Base OFF Base OFF Base OFF
    • Virtualização
      • Em computação, virtualização é uma forma de esconder as características físicas de uma plataforma computacional dos utilizadores, mostrando outro hardware virtual, emulando um ou mais ambientes isolados.
    • Virtualização - Características
      • Gerenciamento centralizado
      • Instalações simplificadas
      • Facilidade para a execução de backups
      • Suporte e manutenção simplificados
      • Acesso controlado a dados sensíveis e à propriedade intelectual mantendo-os seguros dentro do data center da empresa
      • Independência de Hardware
      • Disponibilização de novos desktops reduzida para alguns minutos
      • Migração de desktops para novo hardware de forma transparente
      • Fácil recuperação de sistema em caso de falha
      • Compatibilidade total com as aplicações
      • Economia de espaço físico para o cliente
    • Firewall
      • Firewall é o nome dado ao dispositivo de uma rede de computadores que tem por objetivo aplicar uma política de segurança a um determinado ponto de controle da rede.
    • Proxy Proxy é um servidor que atende a requisições repassando os dados do cliente à frente. Um usuário cliente conecta-se a um servidor proxy, requisitando algum serviço, como um arquivo, conexão, website, ou outro recurso disponível em outro servidor. Um servidor proxy pode, opcionalmente, alterar a requisição do cliente ou a resposta do servidor e, algumas vezes, pode disponibilizar este recurso sem nem mesmo se conectar ao servidor especificado. Pode também atuar como um servidor que armazena dados em forma de cache em rede de computadores. Nele também é possível configurar bloqueios a sites irrestritos, bloquear acesso em horários específicos e ter relatórios gerencias de acesso.
    • Anti-vírus Corporativo São sistemas de antivírus que utilizam um módulo cliente e outro servidor em uma rede corporativa, somente o servidor atualiza-se via internet, os demais atualizam-se pelo servidor local;
    • Medidas de Contingência
      • Servidor de TEF StandBy
      • Servidor de BD StandBy
      • Servidor de BD Reserva
      • Roteadores Reserva
      • Computador retaguarda reserva
      • Computador PDV Reserva
    • Tendências Tecnológicas
    • Tendências Tecnológicas
      • Etiquetas RFID
      • Carrinho Virtual
      • Supermercado 2.0
      • Meio de Pagamento por Celular
    • Etiquetas RFID
      • Etiquetas RFID (Radio Frequency Identification) – São etiquetas com a tecnologia de radio frequência, que armazenam informações em uma memória.
      • As informações armazenadas pode ser: ID.Produto, Data_Entrada , N.Palete, Data_Validade e outros.
    • Componentes Antena Tag’s Transceiver Leitores
    • Como Funciona? 1. O tag entra no campo de rádio freqüência. 2. O sinal de rádio freqüência energiza o tag. 3. O tag transmite seu ID + dados. 4. A leitora captura os dados. 5. A leitora envia dados ao computador. 6. O computador determina as ações. 7. O computador envia dados pela leitora para gravar no tag.
    • Aplicações no Varejo
      • Processo de Suprimentos/ Compras
      • Produção
      • Estoque/ Armazenagem
      • Distribuição/ Vendas
      • Logística Reversa
      • Gerenciamento de ativos, acesso e pessoas
      • Rastreabilidade de objetos(containers, palets, cargas), veículos, pessoas e animais;
      • Movimentação de materiais e montagem.
      • Controle de pedágios
      • Serviços postais.
      • Gerenciamento de armazéns.
      • Gerenciamento de desperdícios.
      • Automação de processos de manufatura.
      Outras Aplicações
    • Cod.Barra X RFID
    • Sistema baseado na tecnologia de Identificação por Radiofreqüência (RFID) e outras de comunicação sem-fio relacionadas, visa estabelecer um padrão único para implementação de Identificação por Radiofreqüência a ser utilizado em produtos e documentos fiscais em circulação pelo país, prevê, ainda, a estruturação de serviços de rastreamento e verificação de autenticidade
      • www.brasil-id.org.br
      Projeto Brasil-ID
    • Carrinho Virtual Para funcionar todos os produtos devem ter a etiqueta RFID para que o carrinho reconheça cada produto que vai sendo colocado no carrinho;
    • Pagamento por SMS (Celular)
    • Pagamento por SMS (Celular)
    • OBRIGADO!! Meio de Pagamento por Celular)