Your SlideShare is downloading. ×
0
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Administração financeira
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Administração financeira

5,437

Published on

Treinamento Adminsitração Financeira

Treinamento Adminsitração Financeira

Published in: Economy & Finance, Technology
0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,437
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
505
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. TREINAMENTO GESTÃO FINANCEIRA Francine Manhabosco
  • 2. •GESTÃO FINANCEIRA •ORÇAMENTO •GERENCIAMENTO DE FLUXO DE CAIXA •DRE •ANÁLISE FINANCEIRA: INDICADORES ECONÔMICO- FINANCEIROS
  • 3. A administração financeira é uma ferramenta ou técnica utilizada para controlar da forma mais eficaz possível, no que diz respeito à concessão de credito para clientes, planejamento, analise de investimentos e, de meios viáveis para a obtenção de recursos para financiar operações e atividades da empresa, visando sempre o desenvolvimento, evitando gastos desnecessários, desperdícios, observando os melhores “caminhos” para a condução financeira da empresa.
  • 4. A administração financeira é de suma importância para toda e qualquer organização que busca maximizar a sua rentabilidade, evitar desperdícios financeiros e garantir uma posição de estabilidade perante o mercado.
  • 5. Lucratividade indica o percentual de ganho obtido sobre as vendas realizadas. A lucratividade esperada para micro e pequenas empresas é de 5% a 10% sobre as vendas. (SEBRAE, 2008) Rentabilidade indica o percentual de remuneração do capital investido na empresa. A rentabilidade esperada para micro e pequenas empresas é de 2% a 4% ao mês sobre investimento. (SEBRAE, 2008)
  • 6. O orçamento é a etapa do processo do planejamento estratégico em que se estima e determina a melhor relação entre resultados e despesas para atender às necessidades, características e objetivos da empresa no período esperado. O orçamento consiste na operacionalização do Planejamento Estratégico e auxiliará a empresa alcançar seus objetos e metas almejadas.
  • 7. Para Lunkes (2000), em um cenário de restrição generalizada de recursos, a definição prévia de despesas e investimentos evita dispêndios desordenados e sem critérios, assegurando, assim, o emprego mais eficiente desses recursos.
  • 8.  Controle eficiente  Manter a saúde financeira da empresa  Auxilio no alcance dos objetivos financeiros  Prevenir cortes de gastos traumáticos  Conhecimento global dos gastos  Projeção de receitas  Tomada de decisões embasada  Criação de histórico e gestão do conhecimento  Otimização dos recursos
  • 9. O fluxo de caixa consiste numa ferramenta que possibilita gerenciar o caixa da empresa. Nele está expressa toda a movimentação financeira, os recebimentos e todos os pagamentos de determinado período, indicando ao final o saldo gerado.
  • 10. Ciclo Operacional: inicia na aquisição da matéria-prima para produção e se finaliza no recebimento pela venda do produto final Ciclo financeiro: mede as movimentações de caixa. Abrange o período compreendido entre o desembolso inicial de caixa e o recebimento da venda do produto.
  • 11. A DRE – demonstração de resultado do exercício, utiliza o principio do regime de competência, ou seja, demonstra as movimentações totais que posteriormente serão traduzidas ao longo do tempo (fluxo de caixa). RECEITA OPERACIONAL BRUTA Vendas de Produtos Vendas de Mercadorias Prestação de Serviços (-) DEDUÇÕES DA RECEITA BRUTA Devoluções de Vendas Abatimentos Impostos e Contribuições Incidentes sobre Vendas = RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA (-) CUSTOS DAS VENDAS Custo dos Produtos Vendidos Custo das Mercadorias Custo dos Serviços Prestados = RESULTADO OPERACIONAL BRUTO (-) DESPESAS OPERACIONAIS Despesas Com Vendas Despesas Administrativas (-) DESPESAS FINANCEIRAS LÍQUIDAS Despesas Financeiras OUTRAS RECEITAS E DESPESAS (=) RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO
  • 12. •É importante para operacionalizar as metas elaboradas •Serve como base para tomada de decisões eficientes •É possível analisar o retorno monetário das ações tomadas •É importante para avaliar o desempenho da organização
  • 13. •Para obter maior eficiência organizacional e financeira •Para afetar positivamente o fluxo de caixa da empresa •Para ter saldos disponíveis a investimentos rentáveis no longo prazo •Para gerar maior retorno sobre capital próprio: satisfação aos acionistas e colaboradores
  • 14.  Índices de liquidez  Índices de atividade  Índices de endividamento  Índices de rentabilidade  Índices do mercado de ações
  • 15.  Índices de liquidez Testam o grau de solvência de uma empresa – geração de caixa suficiente para honrar compromissos o liquidez imediata o liquidez seca o liquidez corrente o liquidez geral
  • 16.  Índices de atividade Determinam a rapidez com que uma empresa pode gerar caixa se surgir a necessidade. o giro dos estoques totais o prazo médio de estocagem o prazo médio de recebimento o prazo médio de pagamento o além do ciclo operacional e financeiro
  • 17.  Índices de endividamento /estrutura de capital Indicam o grau de dependência da empresa com relação a capital de terceiros e o nível de imobilização do capital. o capital de terceiros sobre capital próprio o imobilização do capital próprio o endividamento geral o composição do endividamento.
  • 18.  Índices de rentabilidade Medem quanto estão rendendo os capitais investidos. São indicadores muito importantes, pois evidenciam o sucesso empresarial. o margem bruta o margem operacional o margem líquida o taxa de retorno sobre o capital próprio o taxa de retorno sobre o investimento
  • 19. DÚVIDAS?

×