• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Sustentar cemig final
 

Sustentar cemig final

on

  • 669 views

 

Statistics

Views

Total Views
669
Views on SlideShare
669
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
14
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Sustentar cemig final Sustentar cemig final Presentation Transcript

    • EFICIENCIA ENERGÉTICA E SUSTENTABILIDADE Rodolfo de Souza Monteiro
    • Sustentabilidade Um conceito"O desenvolvimento sustentável é aquele que atende às necessidades dopresente sem comprometer a possibilidade de as gerações futurasatenderem às suas próprias necessidades". (extraído do relatório "Nosso Futuro Comum", 1987)
    • Sustentabilidade
    • Sustentabilidade População no Mundo1 Bilhão em 18042 Bilhões em 1927 (123 anos depois)3 Bilhões em 1960 (33 anos depois)4 Bilhões em 1974 (14 anos depois)5 Bilhões em 1987 (13 anos depois)6 Bilhões em 1999 (12 anos depois)7,7 Bilhões em 2020 (Previsão)
    • SustentabilidadeHoje o mundo já consome 50% amais dos recursos que a Terraconsegue renovar.
    • SustentabilidadeSe toda a humanidade consumissecomo nos países ricos, seriamnecessários 4 planetas para suprir todoesse consumo. Nº de Planetas Caminhada Ecológica da Humanidade 1.4 1.2 1.2 1.0 0.9 1.0 0.7 0.8 0.5 0.6 0.4 0.2 0 1960 1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000
    • O papel das empresas
    • O papel das empresas Fonte: BM&FBOVESPA
    • O papel das empresasNum mundo em que as expectativas da sociedade com relação às empresas sãocrescentes, os recursos naturais se tornam cada vez mais escassos e as mudançasclimáticas globais ameaçam os mecanismos de suporte à vida humana e à atividadeeconômica, a sustentabilidade corporativa ganha cada vez mais status de vantagemcompetitiva.Setores tradicionais procuram inserir o tripé da sustentabilidade na estratégia egestão, e novos modelos de negócios emergem, proporcionando soluções quevisem ao equilíbrio entre o capital natural (como o uso de tecnologias limpas) e odesenvolvimento do capital humano.
    • O papel das empresasAlgumas das maiores marcas globais levantaram suas bandeiras em nome dasustentabilidade. Apesar da economia mundial instável, algumas empresas iniciaramseus esforços sobre o tema e outras até dobraram seus investimentos nesta área.Esse movimento confirma a já ultrapassada percepção de que a sustentabilidadenão é um conceito válido apenas em períodos de bonança e, sim, uma causafundamental para a perenidade das organizações.
    • O papel das empresas Ontem Hoje Interdependência = SustentabilidadeEmpresa Todo Individuo Meioambiente Fonte: Lew, Lara
    • O papel das empresas Tudo se liga a tudo Cliente GovernoFuncionários Sociedade Empresa Sindicato Acionistas ImprensaComunidade Fornecedores Meio ambiente
    • O papel das empresas “podemos fazer mais “Eu, empresa, juntos para “Eu, individuo, acredito que todo mundo posso provocar fazendo minha crescer” um movimento, parte não exigir das ajudarei empresas uma somente no consciência meu lucro” mais ampla” sustentabilidadeempresa Clientes Fonte: Lew, Lara
    • A Sustentabilidade pela Eficiência Energética
    • Eficiência Energética O desperdício no Brasil é, aproximadamente, 18% da energia gerada. Isso significa que estamos jogando no lixo a produção de, aproximadamente, 3 CEMIG, por ano! Para cada 1% ponto de crescimento do PIB, a oferta de energia tem de crescer 1,2% pontos!
    • Eficiência Energética Como ocorre o desperdício da energia ? Tecnológico Comportamental• Equipamentos obsoletos • Desconhecimento• Equipamentos mal dimensionados • Maus hábitos• Projetos mal feitos • Negligência Substituição de tecnologia Informação e Educação
    • Eficiência EnergéticaCada Watt conservado evita a inundação de uma áreaequivalente a 0,6 m² do reservatório de uma usina hidrelétrica.(1 árvore ocupa uma área de 6 m²)Impacto causado para alimentar um chuveiro de 4.000 W:4.000 x 0,6 = 2.400 m²(possibilitaria o plantio de 400 árvores na área não alagada)Impacto de uma simples substituição de uma lâmpada incandescente de 60 W por uma LFC de 15 W: 45 x 0,6 = 27 m²(possibilitaria o plantio de 4 árvores na área não alagada)A cada 1 kWh economizado, há uma redução de 0,6 kg na emissão deCO2, nas novas usinas termoelétricas acionadas por gás natural, com asubsequente redução da velocidade da acumulação deste gás efeitoestufa na atmosfera terrestre.
    • Eficiência Energética Como a energia é medida? Todo equipamento elétrico possui uma potência que pode estar apresentada em Watts – W Exemplos :  Chuveiro: 3.600 W  Geladeira: 200 W Supondo que esta geladeira funcione durante 10 horas por dia, o consumo de energia em 30 dias será: 200 W x 10 h x 30 dias = 60.000 Wh Então energia elétrica é medida em Wh. Isto é, o consumo deenergia depende da potência do equipamento e do tempo de seufuncionamento. OBS.: 1000 m = 1 km e 1000 g = 1 kg; 1000 Wh = 1 kWh A geladeira do exemplo acima consome 60kWh/Mês = 2 kWh/dia
    • Eficiência Energética Como reduzir o consumo de energia? Existem apenas 2 opções! Como energia = Potência x Tempo (Wh)  Diminuir a potência  Diminuir o tempo de funcionamento 1ª Opção Para diminuir a potência devemos usar equipamentos maiseficientes; 2ª Opção Para diminuir o tempo de funcionamento devemos atuar namudança de hábito e educação.
    • A Cemig e suas ações sustentáveis
    • A Cemig e suas ações de sustentabilidadeEnergia movimenta turbinas, abastece cidades, clareia estradas, alimenta máquinas,ilumina casas.Parece impossível imaginar o mundo sem energia. Mais impossível ainda é imaginar ofuturo dessa energia sem o uso racional.Esse é o desafio da sustentabilidade. Uma prova coletiva, onde cada um tem querepensar o seu modelo de atuação pelo bem comum.Desde sua fundação, quando nem se falava em sustentabilidade, a Cemig já assumiaesse compromisso.Mais que gerar, transmitir, distribuir e comercializar energia, a Cemig orienta suasações num horizonte de longo prazo, sem esquecer seus valores mais sólidos.Tudo faz parte de um círculo. Quanto mais nos desenvolvemos, mais precisamos deenergia. E quanto mais energia geramos, maior o nosso potencial de crescimento.Um círculo virtuoso, que começou com a origem da Cemig, permeia os nossos valorese orienta as nossas ações, dia após dia.
    • A Cemig e suas ações de sustentabilidade MissãoAtuar no setor de energia com rentabilidade,qualidade e responsabilidade social. VisãoA Cemig pretende estar, em 2020, entre os doismaiores grupos de energia do Brasil em valor demercado, com presença relevante nas Américase líder mundial em sustentabilidade dosetor.
    • A Cemig e suas ações de sustentabilidade VisãoA Cemig pretende estar, em 2020, entre os dois maiores grupos deenergia do Brasil em valor de mercado, com presença relevante nasAméricas e líder mundial em sustentabilidade do setor.
    • Disponível em: www.cemig.com.br A Cemig pauta o relacionamento com as partes interessadas pelos princípios: transparência, eqüidade e prestação de contas. Para total clareza quanto à conduçãoDimensão dos negócios, são bem definidos no Estatuto Social os papéis e responsabilidades das Assembléias Gerais, do Conselho de Administração, do Conselho Fiscal e da DiretoriaEconômica Executiva na formulação, aprovação, supervisão e execução de políticas, diretrizes e empreendimentos da Companhia. A Companhia busca o desenvolvimento sustentável pela associação equilibrada dos aspectos econômico-financeiros, ambientais e sociais em seus empreendimentos. empreendimentos A Cemig busca o equilíbrio entre a atuação socioambiental responsável com aDimensão eficiência de seus negócios em geração, transmissão e distribuição de energia elétrica,Ambiental promovendo soluções e novas tecnologias que minimizem os impactos de suas atividades e potencializem os seus benefícios junto a sociedade. A Cemig busca o equilíbrio entre as dimensões ambiental, econômica e social, socialDimensão incorporando-o a sua visão. A estratégia social da Cemig abrange a relação com a sociedade, o publico interno, os fornecedores e os consumidores, alem da Social responsabilidade frente aos seus produtos e serviços e o respeito e zelo pelos direitos humanos. A atuação da companhia busca integrar o desenvolvimento territorial e humanos humano, envolvendo múltiplas partes interessadas. interessadas
    • A Cemig e suas ações de sustentabilidadeA Cemig criou o Programa Energia Inteligente com o objetivo de incentivarboas práticas no uso da energia elétrica, sem contrapartida do cliente Prefeituras Conviver Energia do Bem Ecoeficientes Conviver Autoclaves PLAMGE Metropolitano Hospitais Prefeituras Conviver Interior Solar Hospitais Eficientes Conviver Solar Solar ILPI Cemig nas Escolas Conviver Rural Instituições e Creches Iluminação Hospitais Lei 9.991 - ANEEL
    • Energia Inteligente CLIENTES DE BAIXA RENDA Conviver Conviver Metropolitano Conviver Interior Conviver Solar Conviver Rural
    • Conviver Metropolitano Objetivo• Conscientizar as famílias de comunidades de baixa renda sobre a forma eficiente, segura e regular de utilização da energia elétrica e substituir equipamentos obsoletos (lâmpadas incandescentes, geladeiras e chuveiros) por novos equipamentos mais eficientes. • Mudança de hábitos de consumo. • Melhoria do relacionamento com as comunidades. • Realização de ações de sustentabilidade social, ambiental e econômica. Perene
    • Conviver Metropolitano Dados• Destinado a clientes de baixa renda;• 12 municípios na RMBH;• 250 mil famílias de baixa renda visitadas;• 650 mil lâmpadas substituídas;• 9 mil chuveiros substituídos;• 11 mil geladeiras substituídas;• R$ 32.000.000,00 investidos.
    • Conviver Metropolitano
    • PARCERIASProdabel - Telecentros Ação Global SEDES: Quero meu morro feliz
    • ConviverConviver Metropolitano Conviver Interior Conviver Solar Conviver Rural
    • Conviver Interior Dados• Destinado a clientes de baixa renda;• 95 municípios atendidos do interior do Estado;• 185 mil famílias de baixa renda visitadas;• 850 mil lâmpadas substituídas;• 15 mil chuveiros substituídos;• 16 mil geladeiras substituídas;• R$ 30.652.000,00 investidos.
    • CURIOSIDADESDona ConceiçãoMoradora da periferia de Montes ClarosDona Conceição ganhou em substituição a sua geladeira velha, uma nova geladeira de baixo consumo.Logo no primeiro mês o dinheiro economizado na conta de energia, possibilitará a reforma da sua casa, feita de “pneu”.
    • PRÓXIMA ETAPA:-32 Cidades de menor IDH da Região Norte-Aglomerados 5 grandes cidade do interior do Estado-Metas: - Licitação até jul/2012 - Implantação a partir de ago/2012
    • ConviverConviver Metropolitano Conviver Interior Conviver Solar Conviver Rural
    • Conviver SolarObjetivo: Instalar, até o final de 2012:•15.000 sistemas de aquecimento de água, em substituição a chuveiroselétricos nas moradias de conjuntos habitacionais da Companhia de Habitaçãodo Estado de Minas Gerais - COHAB-MG, com consumo provável médio de 150kWh/mês,•Reduzir a demanda de ponta e a conseqüente redução do consumo deenergia, que pode chegar até 40%.
    • CONVIVER SOLAR
    • ConviverConviver Metropolitano Conviver Interior Conviver Solar Conviver Rural
    • Conviver Rural Objetivos:•Substituir 1.044 sistemas de irrigação por sistemas mais eficientes e automatizados;• Redução no valor da fatura mensal de água e energia do pequeno produtor irrigante;• Redução do custo de produção dos produtos irrigados;• Aumento da taxa de utilização dos lotes agrícolas;• Aumento da produtividade e produção;• Aumento da renda do pequeno produtor irrigante;• Promoção do desenvolvimento econômico e social dos pequenos agricultoresfamiliares irrigantes;
    • CONVIVER RURAL - JAÍBA
    • CONVIVER RURAL - JAÍBA
    • CONVIVER RURAL - JAÍBA
    • Entidades Filantrópicas Energia do Bem Autoclaves Hospitais Beneficiados: 38 Solar Hospitais Solar ILPI Instituições e Creches Iluminação Hospitais
    • Autoclaves HospitaisObjetivo:Substituir autoclaves obsoletas eineficientes em hospitais da redepública por autoclaves de altorendimento e performance. Benefícios: • Maior segurança no processo de esterilização; c/ a redução de infecção hospitalar. • Adequação às normas do Ministério da Saúde e ANVISA para Centrais de Materiais de Esterilização – CME (barreiras sanitárias isoladas) • Capacidade 180 l p/ 250 l e ciclos de 2 horas p/ 30 minutos
    • Autoclaves HospitaisGanhos para a Unidade Hospitalar:•Disponibilização de pessoal para outras áreas;• Estabelecimento de novos hábitos de consumo;• Adequação às normas Ministério da Saúde/Anvisa;• Redução da quantidade e gravidade dos casos de Infecção Hospitalar;• Redução do número de diárias hospitalares;• Disponibilização de novos leitos;
    • Energia do BemAutoclaves Hospitais Solar Hospitais Beneficiados: 69 Solar ILPIInstituições e CrechesIluminação Hospitais
    • Solar HospitaisObjetivo:Instalação de sistemas de aquecimentosolar visando à substituição de chuveiroselétricos e a redução do consumo deenergia elétrica para banhos. Benefícios: • Reduzir os custos operacionais com economia estimada de até 75%. • Maior conforto nos banhos; • Redução de áreas alagadas e uso de energias renováveis.
    • SOLAR HOSPITAL
    • Energia do BemAutoclaves Hospitais Solar Hospitais Solar ILPI Beneficiados: 550Instituições e CrechesIluminação Hospitais
    • Solar ILPIObjetivo:Implantação de sistemas de aquecimentosolar visando a retirada de consumo deenergia elétrica para banhos do horário deponta.Todos os ILPI filantrópicos da Área deconcessão Benefícios: • Reduzir os custos operacionais com economia estimada de até 70%. • Maior conforto nos banhos. • Redução de áreas alagadas e uso de energias renováveis.
    • SOLAR ILPI
    • SOLAR ILPI
    • Energia do BemAutoclaves Hospitais Solar Hospitais Solar ILPIInstituições e Creches Beneficiados: 1.380Iluminação Hospitais
    • Instituições e Creches Objetivo: Orientar instituições sobre a formaeficiente, segura e regular de utilização daenergia elétrica e substituir equipamentosobsoletos (lâmpadas, geladeiras echuveiros) por novos equipamentos maiseficientes. Benefícios: • Reduzir os custos operacionais com economia de energia elétrica. • Melhor qualidade de vida dos beneficiários das instituições.
    • Instituições e CrechesMais de 1.300 instituições foram beneficiadas em 2010 e 2011.Na etapa que se iniciará em agosto, já estão cadastradas 186 entidades.
    • Energia do BemAutoclaves Hospitais Solar Hospitais Solar ILPIInstituições e CrechesIluminação Hospitais Beneficiados: 42
    • Iluminação HospitaisObjetivo:Substituir os sistemas de iluminaçãoineficientes em hospitais da rede pública porsistemas de alto rendimento, com lumináriasespelhadas, lâmpadas e reatores eletrônicoscom selo PROCEL. Benefícios: •Redução do valor da conta de energia elétrica e nos custos de manutenção; • Adequação às normas de iluminação e melhoria do serviço prestado; • Novos hábitos de consumo.
    • Iluminação HospitaisAntes Depois
    • PROJETOS PODER PÚBLICO MUNICIPAL Prefeituras Ecoeficientes PLAMGE Prefeituras Eficientes Cemig nas Escolas
    • PREFEITURAS ECOEFICIENTESObjetivo: através dos projetos, PLAMGE, Prefeituras Eficientes e Cemig nasEscolas – PROCEL, transferir o conhecimento sobre eficiência energética paraservidores municipais, tornando-os capazes de organizar, gerenciar, planejar oconsumo de energia elétrica sob responsabilidade do Município, além dedisseminar a cultura do uso eficiente para a sociedade.Público Alvo: 481 municípios do Estado (62%), avaliando-se IDH, Porte eAdimplência.Recursos: R$ 6.150.000,00 (15% dos recursos do PEE/Ano)
    • PROJETOS PODER PÚBLICO MUNICIPAL Ciclo 2011/2012 Prefeituras Ecoeficientes PLAMGE Prefeituras Eficientes Cemig nas Escolas
    • Prefeitura EficienteObjetivo: Sensibilizar servidores de 300 municípios para desenvolver ações deconservação e uso racional de energia.Metodologia: Treinar, em parceria e com material didático da Eletrobrás*,servidores municipais, sendo, 100 municípios de forma presencial e 200 namodalidade à distância.Investimento: R$ 150.000,00Produto Final:• Servidor treinado;• Redução de consumo na fatura da prefeitura municipal.
    • PROJETOS PODER PÚBLICO MUNICIPAL Ciclo 2011/2012 Prefeituras Ecoeficientes PLAMGE Prefeituras Eficientes Cemig nas Escolas
    • PLAMGE - Plano Municipal de Gestão EnergéticaObjetivo:•Qualificar servidores de 50 municípios para implantar Unidade de GestãoEnergética Municipal – UGEM;•Incentivar e acompanhar a elaboração e implantação de Projeto da equipe UGEM.Metodologia: Utilizar a expertise do Instituto Brasileiro de Apoio aos Municípios –IBAM, para treinar, acompanhar, implantar, realizar medição e verificação por meiode software, dar suporte técnico aos servidores.Investimento: R$ 4.000.000,00Produto Final:• Implementação, pelo município, do projeto de gestão energética elaborado pelaUGEM;• Subsídios para assinatura de contratos de performance com ESCO’s;• Redução de consumo na fatura da prefeitura municipal.
    • PLAMGE
    • PROJETOS PODER PÚBLICO MUNICIPAL E ESTADUAL Prefeituras Ecoeficientes PLAMGE Prefeituras Eficientes Cemig nas Escolas
    • Cemig nas Escolas - PROCELObjetivo:Capacitar no período de Setembro a Novembro/2011, professores de escolaspúblicas municipais para disseminar informações de combate ao desperdício deenergia.Metodologia: Distribuição kits para aplicação da metodologia Cemig nas Escolas.Investimento: R$ 2.000.000,00Produto Final:•Professores capacitados.•Alunos treinados.
    • Cemig nas Escolas - PROCELPúblico Alvo: 650 escolas municipais de 131 Prefeituras, sendo 119 noNorte (498 escolas), 12 no Sul (92 escolas) e Municípios da RegiãoMetropolitana (60 escolas). Critério de Escolha das Cidades:Colegiado Norte – municípios com menor IDH do Estado e maiornecessidade de projetos educacionais/ambientais;
    • CEMIG NAS ESCOLAS
    • CEMIG NAS ESCOLAS
    • GANHOS PRINCIPAIS DOS PROJETOS:InformaçãoConscientizaçãoAs substituições de equipamentos são omeio
    • Investimentos Economia Demanda Investimento Energia Evitada (MWh/ano) (kW)ConviverConviver • R$ 129.000.000,00 • 69.715 • 109.704EnergiaEnergia • R$ 66.000.000,00 • 29.243 • 23.302Do BemDo BemTOTALTOTAL • R$ 195.000.000,00 • 98.958 • 133.006
    • GANHOS DIRETOS DO PROGRAMA ENERGIA INTELIGENTES- Preservação do Meio Ambiente- Aumento da capital social das comunidades- Redução da quantidade de acidentes com a população- Melhoria da qualidade dos serviços prestados pelas instituições- Melhoria da qualidade de vida da população
    • GANHOS PARA O MEIO-AMBIENTE Quantidade de Potência reduzida (W) ÁrvoresSubsitituição de Chuveirospor outros eficientes 33.000.000 3.300.000Substituição de lãmpadas 67.500.000 6.750.000Instalação de sistema deAquecimento Solar 60.000.000 6.000.000TOTAL 160.500.000 16.050.000 Energia Economizada Redução de Emissão de (MWh/ano) Carbono (T) 98.958 60.000 10 W 1 ÁRVORE 1 kWh 0,6 kg de CO2*
    • Redução de Demanda A redução de demanda prevista por esta Usina Virtual de 133.000 kW, nos permite dizer que evitamos a construção de uma Usina equivalente 33 Usinas de Marmelo, 1a Usina construída em Minas Gerais. A energia conservada prevista poderia atender,Energia conservada Demanda retirada MWh/ano kW aproximadamente, 132.000 mil residências. Usina Marmelos Localização – Município Juiz de Fora Bacia Rio Paraibana Início de Operação 1915 Geração 4.000 kW Turbina Francis
    • Geração de Empregos
    • Contratos de desempenho
    • Contratos de Desempenho DEFINIÇÃOSão contratos que visam implementar ações de soluçõesenergéticas, de tal forma que o valor do investimentorealizado, possa ser recuperado através dos própriosresultados de economias obtidas pelo projeto.Exemplo: Otimização do uso de energéticos.
    • Resumo dos contratos já implantadosEm 2011 a CEMIG,, investiu o montante de R$ 34 milhões na implantação de projetos deeficiência energética em clientes da iniciativa privada, com Contratos de Desempenho.Público: Empresas180.000 MWh / ano 158.126160.000 Economia de energia - Acumulada140.000120.000 110.037 98.814100.000 83.479 80.000 Economia de energia - Incremental 60.000 48.089 40.000 23.437 20.000 15.335 11.223 0 acumulado 2009 2010 2011 2012 anual
    • MANUAL DE GERENCIAMENTO DE ENERGIA Autor: Leonardo Resende Rivetti
    • Reconhecimento do Programa Energia InteligentePrêmio Nacional de Conservação e Uso Racional de Energia A Cemig é a única concessionária vencedora do prêmio 06 vezes: 1995,1997, 2001, 2002/2003, 2005 e 2009.Somos Hexa!!
    • Reconhecimentos pelo Investimento em Sustentabilidade  Dow Jones Sustainability Index World  Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE – BOVESPA  Índice de Carbono Eficiente – BM&FBOVESPA e BNDES  Conselho Empresarial Brasileiro de Desenvolvimento Sustentável – CEBDS  Instituto Ethos de Responsabilidade Social  Fundo Ethical – Santander (Real ABN Amro Bank)  Oekom Research (Alemanha)  Carbon Disclosure Project – CDP  Sustainalytics (Rabobank – Holanda)  Foundation Guilé (Suiça)  Storebrand Scudder Environmental Value Fund (Noruega)  Fundos socialmente responsáveis e análise de risco de crédito – Bradesco, Itaú, BDMG, Banco do Brasil  Fundos de Previdência Privada: respostas a questionários 2007 e 2009- Líder Mundial em Sustentabilidade no Supersetor de Utilities
    • Reconhecimentos pelo Investimento em Sustentabilidade• Cemig classificada no Índice Dow Jones de Sustentabilidade – DJSI – World nos últimos 12 anos, sendo 2 vezes líder mundial entre as utilities.• Cemig classificada no Índice de Sustentabilidade Empresarial da BM&FBovespa pelo 7º ano consecutivo.• Membro do Índice Carbono Eficiente da BM&Fbovespa/BNDES• Cemig considerada pela segunda vez consecutiva como “Prime” pela Oekom Research.
    • Índice Dow Jones de Sustentabilidade 2009 - Líder Mundial em 2005 - Líder Mundial em Sustentabilidade noSustentabilidade no Setor Elétrico Supersetor de Utilities 2007 - Líder Mundial em Sustentabilidade no Supersetor de Utilities 2000
    • Reconhecimentos pelo Investimento em SustentabilidadeDJSI (2007/2008 e 2009/2010) - Líder Mundial em Sustentabilidade no Supersetor de “Utilities” USINA DE NOVA PONTE Best in Electricity Sector Corporate Governance Practices in Latin America
    • “Nós precisamosser a mudança quequeremos ver nomundo.” Mahatma Gandhi
    • Nós não herdamos a terrados nossos pais, nós a pedimos emprestada aos nossosfilhos.
    • OBRIGADO! Rodolfo de Souza Monteiro rodolfo@cemig.com.br