Your SlideShare is downloading. ×
Henrique ribeiro 09 15
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Henrique ribeiro 09 15

773
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
773
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
58
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 3º FÓRUM CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL
  • 2. Gestão de Resíduos da Construção CivilConstrução Civil e Impactos Ambientais Página 2 • No Brasil, a Construção Civil é responsável pelo consumo de aproximadamente (ANAB): • 40% dos recursos • 40% da naturais energia produzida Fonte: www..bp.blogspot.com Fonte: www.skf.com • 34% da água consumida • 55% de madeira Fonte: www. 2.bp.blogspot.com não certificada Fonte: www.cnpm.embrapa.br
  • 3. Gestão de Resíduos da Construção CivilConstrução Civil e Impactos Ambientais Página 3 ... E responde pela produção de: 67% da massa total de resíduos sólidos urbanos. Fonte: http://www.senai.fieb.org.br Fonte: http://www.senai.fieb.org.br http://www.metro.org.br/sebastiao/entulho Fonte: www. 27_MHG_rio_demolicao.com.br
  • 4. Gestão de Resíduos da Construção CivilConstrução Civil e Impactos Ambientais Página 4
  • 5. Gestão de Resíduos da Construção CivilConstrução Civil e Impactos Ambientais Página 5
  • 6. Gestão de Resíduos da Construção CivilAPRESENTAÇÃO - Ambiência Página 6
  • 7. Gestão de Resíduos da Construção CivilAPRESENTAÇÃO – Ambiência: Clientes Página 7
  • 8. Gestão de Resíduos da Construção CivilAPRESENTAÇÃO – Ambiência: Resultados Alcançados Página 8 Atualização: Março / 2012
  • 9. Gestão de Resíduos da Construção CivilAPRESENTAÇÃO – Ambiência: Resíduos Gerenciados Página 9 0,21% Entulho Madeira 22,79% Metal Recicláveis 32,66% Gesso 0,08% 3,54% Sacaria 0,03% Perigosos 1,51% 0,61% Domiciliar 2,88% 33,47% Ent.Cont. 2,23% Mix Rejeito 3 Total (m ) 19.353,24 Eficiência da Segregação (média): 73,67% Atualização: mar-12
  • 10. Gestão de Resíduos da Construção CivilAPRESENTAÇÃO - Metodologia Página 10 Vivível Ambiental Social Sustentável Justo Viável Econômico REDUZIR H I E R Reutiliza A R r Q U I Reciclar A
  • 11. Gestão de Resíduos da Construção CivilAPRESENTAÇÃO - Metodologia Página 11 SE CAP NSIB ITAÇÃO AC ILIZAÇ e ÃO
  • 12. Gestão de Resíduos da Construção CivilLegislação Página 12Relacionada Âmbito Federal Resolução CONAMA nº 307, de 5 de julho de 2002 - Estabelece diretrizes, critérios e procedimentos para a gestão dos resíduos da construção civil. E suas alterações: Resoluções CONAMA 348/04 e 431/11. Lei Nº 12.305, de 2 de Agosto de 2010 - Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Âmbito Estadual (Minas Gerais) Deliberação Normativa COPAM, Nº 07, de 29 de Setembro de 1981 - Fixa normas para disposição de resíduos sólidos. Lei Nº 14.128, de 19 de Dezembro de 2001 - Dispõe sobre a Política Estadual de Reciclagem de Materiais. Lei Nº 18.031, de 12 de Janeiro de 2009 - Dispõe sobre a Política Estadual de Resíduos Sólidos.
  • 13. Gestão de Resíduos da Construção CivilLegislação Página 13Relacionada Porque fazer GRCC ? Âmbito Municipal (Belo Horizonte) Lei Nº 2.968, de 3 de Agosto de 1978 - Aprova o Regulamento de Limpeza Urbana de Belo Horizonte. Lei Nº 8.616, de 14 de Julho de 2003 - Código de Posturas do Município de Belo Horizonte. Projeto de Lei 2028 / 2011 - Institui o Sistema de Gestão Sustentável de Resíduos da Construção Civil e Resíduos Volumosos - SGRCC e o Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos da Construção Civil e Resíduos Volumosos - PMRCC, e dá outras providências.
  • 14. Gestão de Resíduos da Construção CivilLegislação Página 14Relacionada
  • 15. Gestão de Resíduos da Construção CivilCONCEITUAÇÃO TEÓRICA – Classificação dos Resíduos Página 15 OUTRO S CLASS Tipo Residencia EA l Solo “Entulho Pilhas e para baterias agregado” Lâmpadas EPI’s Rejeito CLASSE CLASSE B D Madeira Metal Resíduos Plástico C perigosos Papel L Gesso A S S E C Sa car
  • 16. Gestão de Resíduos da Construção CivilGeração de Resíduos Página 16 Etapa da Obra Resíduo Serviços Gerais Instalação do Fechamento de Instalações Revestimento / Fundação Estrutura de administração canteiro alvenarias prediais Acabamento Classe A - P - G G M G Classe B P M M G G G G Classe C - P P P G - M Classe D - - - M - - M LEGENDA - Sem Geração M Média Geração P Pequena Geração G Grande Geração Fonte: SINDUSCON (modificado)
  • 17. Gestão de Resíduos da Construção CivilCusto Porque fazer GRCC ? Página 17 R$ 250,00 R$ 200,00 R$ 150,00 R$ 250,00 R$ 100,00 R$ 140,00 R$ 50,00 R$ 0,00 -R$ 4,50 -R$ 40,00 -R$ 50,00 SLU Sabará Valor Caçamba Valor Disposição Fonte: Lafaete Locações e Equipamentos
  • 18. Gestão de Resíduos da Construção CivilBenefícios Página 18 • Redução de Custos; • Melhoria da Imagem da empresa; Na visão do cliente • Atendimento à exigências Legais; • E ainda: • Melhoria da Organização do Canteiro e Acidente de Trabalho • Redução consumo de materiais e resíduos destinados; • Valorização aos colaboradores; • Redução dos impactos Ambientais; • Relação direta com outros princípios empresariais: 5S, PDCA, Gestão de Negócios.
  • 19. Gestão de Resíduos da Construção CivilFluxo Operacional Página 19... Geração Armaz. Armaz. Segregação Temporário Final Reutilização Reciclagem na Obra na Obra Destinação Final ... Reciclagem Aterros
  • 20. Gestão de Resíduos da Construção CivilPlanejamento – Não Geração Página 20 Formas metálicas Fonte: http://www6.ufrgs.br/ Escoras metálicas Estrutura metálica Construção à seco Fonte: www. http://images02.olx.com Fonte: http://mbctconstrucoes.com
  • 21. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Segregação Página 21
  • 22. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Segregação Página 22 Sacaria Pregos coletados por imã contaminada
  • 23. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Segregação Página 23 Papel / Papelão Papelão segregado e organizado Metal
  • 24. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Segregação Página 24 Plástico
  • 25. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Segregação Página 25 Classe B: Gesso Classe A: “Entulho para Agregado”
  • 26. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Transporte Interno Página 26 Carrinho de mão Jerico Minicarregadeira
  • 27. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Transporte Externo Página 27 Caminhão Poliguindaste – Caçamba Caminhão Basculante Utilitário - Metal Utilitário - recicláveis
  • 28. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Transporte Externo Página 28 Caminhão toco Contêiner Contêiner
  • 29. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Redução Página 29 Transporte/Armazenamento de Material
  • 30. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Redução Página 30 Qualidade do Material
  • 31. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Redução Página 31 Deficiência no Armazenamento
  • 32. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Redução Página 32 Padronização Processo Produtivo
  • 33. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Reutilização na Obra Página 33 Sacaria “Entulho para agregado” Metal Madeira EPI’s
  • 34. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Reciclagem na Obra Página 34 Reciclagem de Entulho para agregado Reutilização – Triturador de entulho Fonte: Queixada, 2011
  • 35. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Destinação Final Página 35Belo Horizonte e proximidades contam com interessantes alternativas para adestinação dos resíduos de construção civil: • URPV’s – Unidades de recebimento de pequenos volumes; • Usinas de reciclagem de entulho (Prefeitura de Belo Horizonte); • Áreas de triagem e transbordo; • Aterros de Inertes, Sanitário, Industrial; • Associações de catadores, depósitos e afins; • Empresas de co-processamento/incineração; • Indústrias Cimentícia/Cerâmica; • Bolsa Virtual de Resíduos. Página 35
  • 36. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Destinação Final Página 36 URPV’s – Unidades de Recebimento de Pequenos Volumes URPV Flávio Marques Lisboa Programa Carroceiros
  • 37. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Destinação Final Página 37 Usina de Reciclagem de entulho Brita Reciclada Produção de blocos de concreto
  • 38. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Destinação Final Página 38 Depósitos empresa parceiras Área de Triagem e Transbordo empresa parceira Aterro Sanitário – Belo Horizonte Fonte: epclabfisica.zip.net
  • 39. Gestão de Resíduos da Construção CivilProcessos Operacionais - Destinação Final Página 39 Processo de utilização de madeira como fonte energética
  • 40. Gestão de Resíduos da Construção CivilCapacitação e Sensibilização Página 40 Jogo Caminhos do Lixo
  • 41. Gestão de Resíduos da Construção CivilCapacitação e Sensibilização Página 41 Jogo Caminhos do Lixo
  • 42. Gestão de Resíduos da Construção CivilCapacitação e Sensibilização Página 42 Apresentação Teatral
  • 43. Gestão de Resíduos da Construção CivilCapacitação e Sensibilização Página 43 Apresentação Teatral
  • 44. Gestão de Resíduos da Construção CivilCapacitação e Sensibilização Página 44 Jogo “Corrida dos Resíduos”
  • 45. Gestão de Resíduos da Construção CivilCapacitação e Sensibilização Página 45 Jogo “Corrida dos Resíduos”
  • 46. Gestão de Resíduos da Construção CivilCapacitação e Sensibilização Página 46 Dinâmica dos Triângulos Jogo Corrida maluca Dinâmica dos Golfinhos
  • 47. Gestão de Resíduos da Construção CivilReferências Página 47
  • 48. ia.or g bie nc am ie n c ia s s itter /amb twambiencia ambiencia.org
  • 49. 3º FÓRUM CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL