Apresentacao andrea santos_final 14_30

554 views
491 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
554
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentacao andrea santos_final 14_30

  1. 1. Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas 3º Fórum Sobre Mudanças Climáticas: Novos Rumos “Mudanças Climáticas: É tempo de agir em prol de uma reestruturação global”. Andréa Souza Santos Sustentar 2011 Belo Horizonte, 24 de agosto
  2. 2. Objetivo do Painel Disponibilizar aos tomadores de decisão e à sociedade em geral informações técnico-científicas sobre mudança do clima. Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas
  3. 3. Portal do Painel Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas
  4. 4. Atividades Principais <ul><li>Proceder avaliação integrada e objetiva acerca do conhecimento técnico e científico produzido no Brasil ou no exterior, sobre causas, efeitos e projeções relacionadas às mudanças climáticas que tenham foco ou relevância para o País. </li></ul><ul><li>Elaborar e publicar periodicamente Relatórios de Avaliação Nacional, Relatórios Técnicos, Sumários para Tomadores de Decisão e Relatórios Especiais sobre temas específicos. </li></ul>Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas
  5. 5. PBMC - Estrutura Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas Plenária do PBMC Conselho Diretor Comitê Científico Grupo de Trabalho 1 Base Científica das Mudanças Climáticas Autores Principais, Autores Colaboradores e Revisores Grupo de Trabalho 2 Impactos, Vulnerabilidades e Adaptação Grupo de Trabalho 3 Mitigação das Mudanças Climáticas Força-Tarefa Metodologias de inventários de gases de efeito estufa UAT 1 UAT 2 UAT 3 UAT 4 Secretaria Executiva
  6. 6. Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas Mudanças Climáticas: É tempo de agir em prol de uma reestruturação global 3º Fórum Sobre Mudanças Climáticas: Novos Rumos
  7. 7. 3º Fórum sobre Mudanças Climáticas Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas <ul><li>Negociações internacionais sobre Clima - Avaliação; </li></ul><ul><li>Políticas Nacionais e subnacionais - Avaliação; </li></ul><ul><li>Pontos para Reflexões - Questões globais: Mudanças Climáticas, Economia Verde e Sustentabilidade - Perspectivas. </li></ul>Pontos a serem discutidos:
  8. 8. 3º Fórum sobre Mudanças Climáticas Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas Estabilizar a temperatura global média em 2 ° C
  9. 9. Negociações sobre Clima Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas <ul><li>COP 13 / CMP 3 – Bali – Decisão 1/CP.13 – Plano de Ação de Bali (Bali Action Plan) </li></ul>Acordado durante a COP 13, “lança um processo para possibilitar uma implementação completa, efetiva e sustentada da Convenção (UNFCCC) por meio de uma ação cooperativa de longo prazo agora, até e além de 2012 de modo a alcançar um resultado acordado e adotar uma decisão na COP-15” Divide-se em 5 blocos “building blocks”: Shared vision – (Eixo temático) bloco transversal, de longo prazo Mitigação (Eixo temático) Adaptação (Bloco de sustentação) Transferência de Tecnologia e Capacitação (Bloco de sustentação) Suporte Financeiro (Bloco de sustentação)
  10. 10. Negociações sobre Clima Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas <ul><li>COP 13 / CMP 3 – Bali – Decisão 1/CP.13 - Bali Action Plan </li></ul>Mapa do Caminho de Bali – Trilhos das Negociações no âmbito da Convenção e do Protocolo de Quioto - é uma espécie de pauta de negociação para a cooperação entre os Países com relação à realização de um novo acordo internacional para a elaboração de um futuro regime global de mudanças climáticas a partir de 2012 <ul><li>Ad Hoc Working Group on Further Commitments for Annex I Parties under the Kyoto Protocol ( AWG-KP ) </li></ul><ul><li>Ad Hoc Working Group on Long-term Cooperative Action under the Convention ( AWG-LCA ) </li></ul>
  11. 11. Negociações sobre Clima Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas <ul><li>COP 16 / CMP 6 – Cancun – Decisão 1/CP.16 – </li></ul><ul><li>Cancun Agreements </li></ul><ul><li>Os “Um conjunto de decisões tomadas pela comunidade internacional para enfrentar o desafio de longo prazo da mudança climática coletivamente e de forma abrangente ao longo do tempo e para tomar medidas concretas no presente para acelerar a resposta global”. </li></ul><ul><li>- Algumas sinalizações incluindo financiamento - Sinalização de 30 bilhões de dólares para o período de 2010-2012 (curto prazo)... União Européia, Japão e Estados Unidos prometeram contribuições que devem alcançar US$ 100 bilhões anuais em 2020 </li></ul><ul><li>- Green Climate Fund – Fundo Verde Climático – para financiar ações dos países em desenvolvimento </li></ul><ul><li>COP 15/ CMP 5 – Copenhague – Decisão 2/CP.15 – </li></ul><ul><li>Acordo de Copenhague </li></ul>
  12. 12. Negociações sobre Clima Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas <ul><li>COP 16 / CMP 6 – Cancun – Decisão 1/CP.16 – </li></ul><ul><li>Cancun Agreements – Objetivos principais: </li></ul><ul><li>- Estabelecer objetivos claros para a redução das emissões de gases de efeito estufa antrópicas geradas ao longo do tempo para manter o aumento da temperatura média global abaixo de dois graus; </li></ul><ul><li>Incentivar a participação de todos os países na redução das emissões de GEE, de acordo com suas responsabilidades diferenciadas e suas capacidades; </li></ul><ul><li>- Assegurar a transparência internacional das ações a serem tomadas pelos países e garantir que o progresso global em direção à meta de longo prazo seja revisto de forma oportuna; </li></ul>
  13. 13. Negociações sobre Clima Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas <ul><li>COP 16 / CMP 6 – Cancun – Decisão 1/CP.16 – </li></ul><ul><li>Cancun Agreements – Objetivos principais: </li></ul><ul><li>- Mobilizar o desenvolvimento e a transferência de tecnologia limpa para impulsionar os esforços para enfrentar a mudança climática, promover no lugar certo, na hora certa e de forma eficiente; </li></ul><ul><li>- Mobilizar e prover fundos em escalas de curto e longo prazo para permitir aos países em desenvolvimento tomarem medidas mais eficazes; </li></ul><ul><li>- Ajudar as pessoas particularmente mais vulneráveis ​​do mundo a se adaptarem aos impactos inevitáveis ​​da mudança climática; </li></ul><ul><li>- Proteger as florestas do mundo, que são um repositório importante de carbono; </li></ul>
  14. 14. Negociações sobre Clima Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas <ul><li>COP 16 / CMP 6 – Cancun – Decisão 1/CP.16 – </li></ul><ul><li>Cancun Agreements – Objetivos principais </li></ul><ul><li>- Reforçar a capacidade global, especialmente nos países em desenvolvimento, para enfrentar o desafio global; </li></ul><ul><li>- Criar instituições e sistemas eficazes que assegurem que os objetivos sejam implementados com sucesso. </li></ul><ul><li>COP 17 / CMP 7 – Durban (Nov. – Dez. 2011) ??? ( Pouca expectativa ) </li></ul><ul><li>Rio +20 – Rio de Janeiro – Junho de 2012 ??? ( Pouca expectativa ) – talvez sinalizações com foco na economia verde e de baixo carbono e alguma menção a clima. </li></ul>
  15. 15. Políticas Nacional e subnacionais Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas <ul><li>Política Nacional Sobre mudança do Clima – Lei N o 12.187/ 2009 - Redução entre 36,1% e 38,9% das emissões projetadas até 2020; </li></ul><ul><li>Planos Setoriais de Mitigação (Ações de Mitigação Nacionalmente Adequadas - NAMAs) e “Adaptação” – Apresentadas ao Apêndice II do Acordo de Copenhague e no Decreto de regulamentação da Política; </li></ul><ul><li>Decreto N o 7.360/ 2010 que regulamenta os arts. 6 o , 11 e 12 da Política – compromisso nacional voluntário e a implementação de ações que almejem reduzir entre 1.168 milhões de tCO 2 eq e 1.259 milhões de tCO 2 eq do total das emissões estimadas. </li></ul>
  16. 16. Políticas Nacional e subnacionais Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas <ul><li>Fundo Nacional sobre Mudança do Clima </li></ul><ul><li>O fundo é um dos principais instrumentos de promoção e financiamento de atividades vinculadas à Política Nacional sobre Mudança do Clima – MMA lançou edital para seleção de projetos... </li></ul><ul><li>Políticas subnacionais e municipais; </li></ul><ul><li>- Metas de redução de emissões: Cidade e Estado de São Paulo; Cidade e Estado do Rio de Janeiro... Adoção de metas... </li></ul>
  17. 17. Política Nacional Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas <ul><li>Ações de mitigação: </li></ul>Fonte: Brasil, 2009
  18. 18. Política Nacional Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas Fonte: MAPA, 2010
  19. 19. <ul><li>O que poderá acontecer com o adiamento de um acordo global? Já estamos em torno de 390 ppm... Maior frequência e intensidade de eventos extremos... Impactos em todos os setores, perda de vidas... Priorização de Adaptação! </li></ul><ul><li>Qual as vantagens e desvantagens de se começar a tomar medidas de crescimento com baixo carbono ( análise de custo-benefício)? Precisamos desviar a nossa curva de carbono em relação ao cenário Business as Usual (BAU) </li></ul><ul><li>Qual o caminho para o desenvolvimento de baixo carbono? É possível o Brasil ter uma economia verde? ( economia que seja ambientalmente sustentável e socialmente inclusiva e equitativa – O Brasil possui vantagens competitivas em relação aos demais países? ) </li></ul><ul><li>O Brasil foi pró-ativo em estabelecer metas de redução de emissões de GEE. O Brasil está fazendo a sua parte? O desafio é longo… </li></ul>Pontos para Reflexão Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas
  20. 21. Andréa Santos Secretária Executiva Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas [email_address]

×