PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA                            SECRETARIA DA EDUCAÇÃO                            DEPARTAMENTO ...
PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA                                  SECRETARIA DA EDUCAÇÃO                                  D...
PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA                               SECRETARIA DA EDUCAÇÃO                               DEPARTA...
PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA                                              SECRETARIA DA EDUCAÇÃO                       ...
PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA                                      SECRETARIA DA EDUCAÇÃO                               ...
PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA                                   SECRETARIA DA EDUCAÇÃO                                  ...
PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA                               SECRETARIA DA EDUCAÇÃO                               DEPARTA...
PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA                               SECRETARIA DA EDUCAÇÃO                               DEPARTA...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Resumo Fenerc - Itabuna

549

Published on

Published in: Health & Medicine
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
549
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Resumo Fenerc - Itabuna"

  1. 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA SETOR DE MERENDA ESCOLAR Proposta de Alimentação Saudável para as Creches do Município de Itabuna A alimentação de qualidade é um instrumento fundamental para a recuperação dehábitos alimentares saudáveis e para a promoção da segurança alimentar da população.Promover uma alimentação escolar de qualidade é trabalhar por uma melhor educaçãopública no país; bons níveis educacionais também são resultados de alunos bemalimentados. A Resolução FNDE/CD/nº 38 recomenda:Quanto aos objetivos:II - DOS OBJETIVOS E DOS USUÁRIOS DO PROGRAMAArt. 4º O PNAE tem por objetivo contribuir para o crescimento e o desenvolvimentobiopsicossocial, a aprendizagem, o rendimento escolar e a formação de práticas alimentaressaudáveis dos alunos, por meio de ações de educação alimentar e nutricional e da oferta derefeições que cubram as suas necessidades nutricionais durante o período letivo.Quanto às necessidades nutricionais:V – DAS AÇÕES DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NA ESCOLAArt. 15. Os cardápios da alimentação escolar deverão ser elaborados pelo nutricionistaresponsável, com utilização de gêneros alimentícios básicos, respeitando-se as referênciasnutricionais, os hábitos alimentares, a cultura alimentar da localidade, pautando-se nasustentabilidade e diversificação agrícola da região e na alimentação saudável e adequada.§ 2º Os cardápios deverão ser planejados, de modo a atender, em média, às necessidadesnutricionais estabelecidas na forma do disposto nos Anexo III desta Resolução, de modo asuprir:IV - quando em período integral, no mínimo, 70% (setenta por cento) das necessidadesnutricionais diárias dos alunos matriculados na educação básica, incluindo as localizadasem comunidades indígenas e em áreas remanescentes de quilombos.§ 3º Os cardápios deverão ser diferenciados para cada faixa etária dos estudantes e para osque necessitam de atenção específica, e deverão conter alimentos variados, seguros, querespeitem a cultura, tradições e hábitos alimentares saudáveis, contribuindo para ocrescimento e o desenvolvimento dos alunos e para a melhoria do rendimento escolar.§ 4º Os cardápios deverão oferecer, pelo menos, três porções de frutas e hortaliças porsemana (200g/aluno/semana) nas refeições ofertadas.Art. 16. Recomenda-se que, em média, a alimentação na escola tenha, no máximo:a) 10% (dez por cento) da energia total proveniente de açúcar simples adicionado;b) 15 a 30% (quinze a trinta por cento) da energia total proveniente de gorduras totais;c) 10% (dez por cento) da energia total proveniente de gordura saturada;d) 1% (um por cento) da energia total proveniente de gordura trans;e) 1g (um grama) de sal. Baseado nos objetivos do PNAE, na legislação vigente e nas RecomendaçõesDietéticas Diárias, foi elaborado um esquema nutricional denominado Cardápio Fácil,considerando a idade dos alunos, o horário, o clima, a temperatura e a variedade, tendocomo enfoque a realidade de cada Unidade. O esquema facilita tanto as ações da Responsável pela Unidade como a Merendeira.A Unidade Executora monta o cardápio do mês, usando o esquema como guia. Antes desua realização apresenta à Nutricionista que faz os devidos reajustes e complementos. Já amerendeira terá auxílio em dois momentos: preparo - tabelas referentes aos pratos comquantidades pré definidas; distribuição - medidas padronizadas que facilitarão a montagemdos pratos. Como resultado, os alunos terão uma alimentação mais completa, com a introduçãode alimentos reguladores (frutas, legumes e hortaliças) diariamente, contribuindo para amanutenção da saúde e nutrição.
  2. 2. PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA SETOR DE MERENDA ESCOLAR ANEXO - CARDÁPIO FÁCIL Guia 1: Este auxiliará na elaboração do cardápio, destinado às Responsáveis pelas Unidades Executoras. DESJEJUM: Preparação da refeição: 3 x por semana: 1 porção amarela+1 porção vermelha; 2 x por semana: 1 porção marrom. GRUPO AMARELO Preparações Calorias (kcal) GRUPO MARROMBiscoito cream cracker 99 Preparações Calorias (kcal)Biscoito maisena / maria 96 Arroz doce 423Biscoito rosquinha de coco 137 Mingau de chocolate 418Bolo sabores 123 Mingau de maisena 361Cuscuz de milho 228 Mingau de milho 422Pão doce 67 Mingau de mucilon 295Pão farofa 69 Mingau de tapioca 446Pão francês 71 Mugunzá 210Pão tipo bisnaguinha 190 GRUPO VERMELHO Preparações Calorias (kcal) Achocolatado 191 Iogurte 147 Leite integral 92 Leite queimado 157 Vitamina de banana 161 ALMOÇO: Preparação da refeição: 3 x por semana: 1 porção amarela+1 porção vermelha+1 porção azul+1 porção verde; 2 x por semana: 1 porção marrom +1 porção verde. GRUPO AMARELO Preparações Calorias (kcal) GRUPO VERMELHO Preparações Calorias (kcal) Aipim cozido/refogado 108 Feijão Carioca 49 Arroz branco 100 Feijão Preto 55 Inhame cozido 122 Macarrão ao sugo 85 GRUPO AZUL GRUPO MARROM Preparações Calorias (kcal) Preparações Calorias (kcal)Almôndegas de carne ao molho 154 Arroz cachorro quente 309Carne moída c/ batata 119 Arroz colorido 303Carne moída com soja refogada 151 Macarrão c/ carne moída (soja) 357Carne ensopada com legumes 98 Macarrão c/ frango (soja) 332Frango ensopado 102 Macarrão c/ salsicha (soja) 324Frango assado desfiado 97 Macarrão c/ soja 334Isca de carne 116 Risoto de frango 218Ovo cozido 74
  3. 3. PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA SETOR DE MERENDA ESCOLAR GRUPO VERDE Preparações Calorias (kcal) Abóbora refogada 35 Abobrinha refogada 31 Alface com tomate 9 Batata refogada 26 Beterraba com cenoura ralada 26 Cenoura ralada com tomate 19 Cenoura refogada 24 Chuchu e cenoura refogado 30 Chuchu e vagem refogada 18 Chuchu refogado 23 Couve refogada 23 Pepino com tomate 5 Purê de abóbora 28 Purê de batata 49 Repolho com tomate 6 Repolho refogado 22 Vagem refogada 28LANCHE: JANTAR:Preparação da refeição: 1 porção verde Preparação da refeição: 1 porção marrom GRUPO VERDE GRUPO MARROM Preparações Calorias (kcal) Preparações Calorias (kcal) Banana 120 Baião de dois 243 Laranja 68 Canja de galinha 161 Maçã 81 Macarrão c/ carne moída (soja) 357 Mamão 92 Macarrão c/ frango (soja) 332 Melancia 293 Macarrão c/ salsicha (soja) 324 Suco de fruta 130 Macarrão c/ soja 334 Risoto de frango 218 Sopa de feijão com soja 251 Sopa de legumes com soja 146Guia 2: Este auxiliar na montagem dos patos, destinado às Merendeiras. DESJEJUM GRUPO AMARELO Preparações Medida Caseira Quantidade (g) Biscoito cream cracker 3 unidades 21 Biscoito maisena / maria 3 unidades 21 Biscoito rosquinha de coco 4 unidades 28 Bolo sabores 1 fatia pequena 30 Cuscuz de milho 1 pedaço pequeno 120
  4. 4. PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA SETOR DE MERENDA ESCOLAR Pão doce ½ unidade 25 Pão farofa ½ unidade 25 Pão francês ½ unidade 25 Pão tipo bisnaguinha 2 unidades 60 GRUPO MARROM GRUPO VERMELHO Quantidade Preparações Medida Caseira Quantidade (ml) Preparações Medida Caseira (ml) Arroz doce 1 copo/1 prato 250 Achocolatado 1 copo 150 Mingau de 1 copo/1 prato 250 Iogurte 1 copo/saquinho 150 chocolate Mingau de maisena 1 copo/1 prato 250 Leite integral 1 copo 150 Mingau de milho 1 copo/1 prato 300 Leite queimado 1 copo 150 Mingau de mucilon 1 copo/1 prato 200 Vitamina de 1 copo 150 banana Mingau de tapioca 1 copo/1 prato 320 Mugunzá 1 copo/1 prato 200 ALMOÇO GRUPO AMARELO GRUPO VERMELHO Quantidade Preparações Medida Caseira Medida Quantidade (g) Preparações Aipim Caseira (g) 3 colheres de sopa 90 Feijão Carioca 1 concha 80 cozido/refogado Arroz branco 3 colheres de sopa 80 Feijão Preto 1 concha 80 Inhame cozido 3 colheres de sopa 105 Macarrão ao 1 escumadeira 100 sugo GRUPO AZUL GRUPO MARROM Quantidade Preparações Medida Caseira Quantidade (g) Preparações Medida Caseira (g)Almôndegas de 2 unidades 60 Arroz cachorrocarne ao molho 1 escumadeira 160 quenteCarne moída c/ 1 colher de arroz 60 Arroz colorido 1 escumadeira 160batataCarne moída com Macarrão c/ carne 2 colheres de sopa 50 2 colheres de arroz 160soja refogada moída (soja)Carne ensopada Macarrão c/ frango 1 colher de arroz 60 2 colheres de arroz 160com legumes (soja)Frango ensopado 1 colher de arroz 80 Macarrão c/ salsicha 2 colheres de arroz 140 (soja)Frango assado 4 colheres de sopa 80 Macarrão c/ soja 2 colheres de arroz 140desfiadoIsca de carne 2 colheres de sopa 60 Risoto de frango 2 colheres de arroz 120Ovo cozido 1 unidade 50 GRUPO VERDE Preparações Medida Caseira Quantidade (g) Abóbora refogada 1 colher de sopa 30 Abobrinha refogada 1 colher de sopa 30 Alface com tomate 2 colheres de sopa 40 Batata refogada 1 colher de sopa 30
  5. 5. PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA SETOR DE MERENDA ESCOLAR Beterraba com cenoura ralada 2 colheres de sopa 60 Cenoura ralada com tomate 2 colheres de sopa 60 Cenoura refogada 1 colher de sopa 25 Chuchu e cenoura refogado 2 colheres de sopa 50 Chuchu e vagem refogada 2 colheres de sopa 60 Chuchu refogado 1 colher de sopa 25 Couve refogada 1 colher de sopa 20 Pepino com tomate 2 colheres de sopa 33 Purê de abóbora 1 colher de sopa 45 Purê de batata 1 colher de sopa 45 Repolho com tomate 2 colheres de sopa 25 Repolho refogado 2 colheres de sopa 36 Vagem refogada 1 colher de sopa 35 LANCHE GRUPO VERDE Preparações Medida Caseira Quantidade (g) Banana 1 unidade 130 Laranja ½ unidade 55 Maçã ½ unidade 65 Mamão 1 fatia pequena 100 Melancia 1 fatia pequena 100 Suco de fruta 1 copo 180 JANTAR GRUPO MARROM Preparações Medida Caseira Quantidade (g) Baião de dois 2 colheres de servir 140 Canja de galinha 2 conchas 190 Macarrão c/ carne moída (soja) 2 colheres de arroz 160 Macarrão c/ frango (soja) 2 colheres de arroz 160 Macarrão c/ salsicha (soja) 2 colheres de arroz 140 Macarrão c/ soja 2 colheres de arroz 140 Risoto de frango 2 colheres de arroz 120 Sopa de feijão com soja 2 conchas 190 Sopa de legumes com soja 2 conchas 190 Tabelas: Abaixo estão algumas que auxiliarão no preparo das refeições no desjejum, almoço, lanche e jantar. DESJEJUMVITAMINA DE BANANA 1 aluno 20 alunos 50 alunos 100 alunos 150 alunos 200 alunos 250 alunos 300 alunos Banana da prata 60 1.200 3.000 6.000 9.000 12.000 15.000 18.000 Leite integral 150 3.000 7.500 15.000 22.500 30.000 37.500 45.000 Açúcar 20 400 1.000 2.000 3.000 4.000 5.000 6.000
  6. 6. PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA SETOR DE MERENDA ESCOLAR ALMOÇO ARROZ BRANCO 1 aluno 20 alunos 50 alunos 100 alunos 150 alunos 200 alunos 250 alunos 300 alunos Arroz 40 800 2.000 4.000 6.000 8.000 10.000 12.000 Óleo 1 20 50 100 150 200 250 300 Sal 0,5 10 25 50 75 100 125 150 Alho 1 20 50 100 150 200 250 300 LANCHE FRUTAS 1 aluno 20 alunos 50 alunos 100 alunos 150 alunos 200 alunos 250 alunos 300 alunos Banana 130 2.600 6.500 13.000 19.500 26.000 32.500 39.000 Goiaba 85 1.700 4.250 8.500 12.750 17.000 21.250 25.500 Laranja 88 1.760 4.400 8.800 13.200 17.600 22.000 26.400 Maçã 65 1.300 3.250 6.500 9.750 13.000 16.250 19.500 Mamão 160 3.200 8.000 16.000 24.000 32.000 40.000 48.000 Melancia 195 3.900 9.750 19.500 29.250 39.000 48.750 58.500 JANTARCANJA DE GALINHA 1 aluno 20 alunos 50 alunos 100 alunos 150 alunos 200 alunos 250 alunos 300 alunos Arroz branco 20 400 1.000 2.000 3.000 4.000 5.000 6.000 Cebola 3 60 150 300 450 600 750 900 Cenoura 15 300 750 1.500 2.250 3.000 3.750 4.500 Frango 35 700 1.750 3.500 5.250 7.000 8.750 10.500 Óleo 1 20 50 100 150 200 250 300 Sal 0,5 10 25 50 75 100 125 150 Tomate 15 300 750 1.500 2.250 3.000 3.750 4.500 Josianne Tavares Nutricionista CRN 3238 5ª Região BIBLIOGRAFIA RESOLUÇÃO/FNDE/CD/No 38 DE 16 DE JULHO DE 2009 Dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE. RECOMENDAÇÕES DIETÉTICAS DIÁRIAS Recommended Dietary Allowances/National Research Council, 1989; Energia – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), 2001; Carboidrato, Proteína e Lipídio – Organização Mundial de Saúde (OMS), 2003; Vitaminas e Minerais – Referência da Ingestão Dietética (DRI)/Instituto de Medicina Americano (IOM), 1997 – 2000 – 2001. TABELAS DE COMPOSIÇÃO DE ALIMENTOS Araújo, M. O. D. Alimentos “per capita”. 2ª Ed. Natal: Universitária, 1995. Pinheiro, A. B. V. e col. Tabela para Avaliação de Consumo Alimentar em Medidas Caseiras. 4ª Ed. São Paulo: Atheneu, 2000; Philippi, S. T. Tabela de Composição de Alimentos: Suporte para decisão nutricional. 2ª Ed. São Paulo: Coronário, 2002;
  7. 7. PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA SETOR DE MERENDA ESCOLAR Proposta de Alimentação Saudável para as Creches do Município de Itabuna A alimentação de qualidade é um instrumento fundamental para a recuperação dehábitos alimentares saudáveis e para a promoção da segurança alimentar da população.Promover uma alimentação escolar de qualidade é trabalhar por uma melhor educaçãopública no país; bons níveis educacionais também são resultados de alunos bemalimentados.A Resolução FNDE/CD/nº 38 recomenda:Quanto aos objetivos:II - DOS OBJETIVOS E DOS USUÁRIOS DO PROGRAMAArt. 4º O PNAE tem por objetivo contribuir para o crescimento e o desenvolvimento biopsicossocial, aaprendizagem, o rendimento escolar e a formação de práticas alimentares saudáveis dos alunos, pormeio de ações de educação alimentar e nutricional e da oferta de refeições que cubram as suasnecessidades nutricionais durante o período letivo.Quanto às necessidades nutricionais:V – DAS AÇÕES DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NA ESCOLAArt. 15. Os cardápios da alimentação escolar deverão ser elaborados pelo nutricionista responsável,com utilização de gêneros alimentícios básicos, respeitando-se as referências nutricionais, os hábitosalimentares, a cultura alimentar da localidade, pautando-se na sustentabilidade e diversificaçãoagrícola da região e na alimentação saudável e adequada.§ 2º Os cardápios deverão ser planejados, de modo a atender, em média, às necessidadesnutricionais estabelecidas na forma do disposto nos Anexo III desta Resolução, de modo a suprir:IV - quando em período integral, no mínimo, 70% (setenta por cento) das necessidades nutricionaisdiárias dos alunos matriculados na educação básica, incluindo as localizadas em comunidadesindígenas e em áreas remanescentes de quilombos.§ 3º Os cardápios deverão ser diferenciados para cada faixa etária dos estudantes e para os quenecessitam de atenção específica, e deverão conter alimentos variados, seguros, que respeitem acultura, tradições e hábitos alimentares saudáveis, contribuindo para o crescimento e odesenvolvimento dos alunos e para a melhoria do rendimento escolar.§ 4º Os cardápios deverão oferecer, pelo menos, três porções de frutas e hortaliças por semana(200g/aluno/semana) nas refeições ofertadas.Art. 16. Recomenda-se que, em média, a alimentação na escola tenha, no máximo:a) 10% (dez por cento) da energia total proveniente de açúcar simples adicionado;b) 15 a 30% (quinze a trinta por cento) da energia total proveniente de gorduras totais;c) 10% (dez por cento) da energia total proveniente de gordura saturada;d) 1% (um por cento) da energia total proveniente de gordura trans;e) 1g (um grama) de sal. Baseado nos objetivos do PNAE, na legislação vigente e nas RecomendaçõesDietéticas Diárias, foi elaborado um esquema nutricional denominado Cardápio Fácil,considerando a idade dos alunos, o horário, o clima, a temperatura e a variedade, tendocomo enfoque a realidade de cada Unidade. O esquema facilita tanto as ações da Responsável pela Unidade como a Merendeira.A Unidade Executora monta o cardápio do mês, usando o esquema como guia. Antes desua realização apresenta à Nutricionista que faz os devidos reajustes e complementos. Já amerendeira terá auxílio em dois momentos: preparo - tabelas referentes aos pratos comquantidades pré definidas; distribuição - medidas padronizadas que facilitarão a montagemdos pratos. Como resultado, os alunos terão uma alimentação mais completa, com a introduçãode alimentos reguladores (frutas, legumes e hortaliças) diariamente, contribuindo para amanutenção da saúde e nutrição.
  8. 8. PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA SETOR DE MERENDA ESCOLARGuia 1: Este auxiliará na elaboração do cardápio, destinado às Responsáveis pelasUnidades Executoras.Guia 2: Este auxiliar na montagem dos patos, destinado às Merendeiras. Josianne Tavares - Nutricionista CRN 3238 5ª RegiãoRua São Benedito, 141 Bairro Santo Antônio Itabuna-BA Cep: 45602-265 jotakrebs2@gmail.com (73) 88091722

×