Your SlideShare is downloading. ×
Resumo Fenerc - 2011 Serra Talhada.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Resumo Fenerc - 2011 Serra Talhada.

593
views

Published on

Published in: Business, Technology

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
593
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃOMEL DE ABELHA, CARNE DE BODE, FILÉ DE PEIXE E IOGURTE NA ALIMENTAÇÃOESCOLAR DE SERRA TALHADA – EXPERIÊNCIA DO SEMI-ÁRIDO PERNAMBUCANO,FORTALECENDO A AGRICULTURA FAMILIAR Nilvânia Plácida Nunes de Oliveira Nutricionista da Secretaria Municipal de Educação Ana Maria de Lima Nascimento Diretora de Apoio ao Aluno Israel Alves da Silveira Secretário Municipal de Educação1 - INTRODUÇÃO Uma das diretrizes do Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE é oemprego da alimentação saudável e adequada que compreenda alimentos variados,seguros, que respeitem a cultura, as tradições e os hábitos saudáveis. Busca-se, assim, acontribuição para o crescimento e desenvolvimento dos alunos, para melhoria dorendimento escolar conforme faixa etária, sexo, atividade física e estado de saúde.Acrescenta-se, ainda, o apoio ao desenvolvimento sustentável com incentivos paraaquisição de gêneros diversificados, preferencialmente produzidos em âmbito local e pelaagricultura familiar. A agricultura familiar ganhou reforços com a Lei n ° 11.947/2009, de 16 de junho de2009, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, que dispõe sobre oatendimento da alimentação escolar e do Programa Dinheiro Direto na Escola aos alunos daeducação básica, determinando que no mínimo 30% da merenda escolar seja adquiridaatravés da compra de produtos da agricultura familiar. 1 Com esse amparo legal, tornou-se fortalecido o campo das iniciativas, em âmbitomunicipal, no sentido da promoção de incentivos aos produtores da agricultura familiar,principalmente no que tange às organizações das cadeias produtivas, à agregação devalores aos produtos e à fixação do homem do campo no seu habitat de origem. Asorganizações das cadeias produtivas do campo, em Associações e Cooperativas, com oprograma de compra direta ao produtor, contribuíram não só para melhoria da renda dosprodutores rurais de minifúndio, como inverteram a ordem das relações comerciais, centradana figura do intermediário, dando uma nova roupagem ao cenário tão conhecido, conformedescreve Jorge Werthein (1981, p. 328):
  • 2. “O maior valor da produção e da exploração mais intensiva da terra se dá no minifúndio. Esta produção, em sua maior parte, orienta-se para subsistência e, quando se dirige ao mercado, as práticas de comercialização são extremamente ineficientes. Isto determina o fato do produtor ser vítima de intermediários que 2 sobre ele exercem seu forte poder econômico, reduzindo assim suas rendas”. Nessa perspectiva de alteração do cenário apresentado por Werthein, mostrar asações desenvolvidas no Município de Serra Talhada é um dos objetivos deste trabalho,confirmando que uma sociedade organizada, com a oportunidade de mercado, pode gerartrabalho e renda no seu campo de ação e promover a garantia da realização profissional,gerando qualidade de vida e serviços para as comunidades rurais locais. Esse trabalho mostrará, ainda, que a aplicação da Lei n ° 11.947/2009 está gerandofrutos em termos de renda e trabalho para as comunidades locais, possibilitando novoshorizontes, favorecendo uma alimentação saudável e mais natural com alimentos dequalidade e com responsabilidade social, sobretudo pelo aspecto de que no município deSerra Talhada, além de garantir a compra direta da Agricultura Familiar, com aquisição demelão, melancia, tomate, cebolinha, coentro, banana, mamão, alface, pimentão, cenoura,leite pasteurizado e batata doce, consegue-se produção, compra e fornecimento anualcontínuo para alimentação escolar, de itens alimentares como carne de frango, mel deabelha, carne de bode, filé de peixe e iogurte, tudo de origem das associações ecooperativas dos produtores rurais locais.2 - METODOLOGIA O processo de elaboração desse trabalho teve três eixos norteadores: alimentaçãoescolar e nutrição; cadeia produtiva do semi-árido; e o fortalecimento da agricultura familiarpela compra direta aos produtores locais. No que tange à alimentação escolar e nutrição, convém elucidar que os aspectosnutricionais são imprescindíveis à preservação da saúde. Sabe-se que uma alimentaçãobalanceada provém de nutrientes essenciais ao crescimento, à reparação dos tecidos e àprodução de energia e saúde. Desde o inicio da infância até a idade escolar, umaalimentação inadequada pode ser responsável por atraso no crescimento e nodesenvolvimento físico e mental, alem do favorecimento de doenças ou carênciasnutricionais, gerando uma menor capacidade de aprendizagem e conseqüentementerendimento escolar insatisfatório. Alimentação saudável é aquela que atende todas asexigências do corpo, oferecendo nutrientes suficientes para formação da saúde do corpo.No entanto, deve ser variada, equilibrada, suficiente, acessível e segura para garantir todosos benefícios essências ao organismo. A busca pela qualidade por meio da alimentaçãosaudável reflete, além do seu valor nutricional, a preocupação com processos de produção econservação de alimentos que valorizem tudo o que for natural, fator este estimulado pelaconsciência ecológica. O padrão alimentar de uma população é fator essencial a serobservado quando da montagem de um cardápio alimentar que busque priorizar osalimentos saudáveis. O processo de elaboração da merenda escolar no Município de SerraTalhada inicia-se com o levantamento do número de alunos, faixa etária, número elocalização das escolas, dos turnos e quantidade de dias do período letivo anual. Após essafase, é feito o planejamento dos cardápios, um trabalho conjunto entre a nutricionista daSecretaria de Educação e o Conselho de Alimentação Escolar - CAE, considerando oshábitos alimentares dos alunos, disponibilidade dos produtos, recursos financeirosdisponíveis, aceitabilidade e qualidade dos produtos. De acordo com o levantamento deprodutos naturais disponíveis na região, é realizada uma Chamada Publica onde osparticipantes são agricultores e pecuaristas organizados em associações ou cooperativas.Para os processos de habilitação são solicitados documentos segundo Resolução nº38/2009 do FNDE, artigo 22, §2º e §3º. É feito, então, um contrato entre a PrefeituraMunicipal e as associações e cooperativas para o fornecimento dos alimentos.
  • 3. A cadeia produtiva do semi-árido, com especificidade para a Região do Sertão doAlto Pajeú, onde situa-se o município de Serra Talhada apresenta potenciais para o cultivode tubérculos (macaxeira, inhame e batata doce), hortaliças (abóbora, maxixe, jerimum,tomate, pimentão, coentro, alface), leguminosas (feijão, arroz, milho e derivados), farinha demandioca, frutas regionais (melancia, manga, acerola, mamão, banana, goiaba, coco , caju,pinha e umbu), lácteos (leite, iogurte, queijo e manteiga de vaca) e carnes (bovina, frango ecaprinos/ovinos). Vale destacar que a produção de carne de caprino tem alcançadodestaque no semi-árido, em função da fácil adaptação dos animais à vegetação da caatinga.A criação de abelha italiana (Apis mellifera L.) tem despertado os produtores rurais, de modoque as associações de apicultores, com o auxílio dos consultores do escritório SEBRAE,têm conseguido produção constante, graças à diversidade da flora da caatinga, quesurpreendentemente, apresenta período de flora distinto entre as espécies. No que se refereá produção de filé de peixe, vem conquistando espaço de mercado o peixe tilápia(Oreochromis niloticus) que tem sido muito procurado nos principais restaurantes da cidadee, com o aumento da produção, tornou-se possível a inserção do produto no cardápio damerenda escolar do município. Grande parcela produtiva desses alimentos são produzidosno regime de agricultura familiar, a principal responsável pela produção dos alimentosdisponibilizados para o consumo da população local. O fortalecimento da agricultura familiar pela compra direta aos produtoreslocais se dá exatamente á medida que pequenos e médios produtores rurais, comunidadestradicionais, assentamentos da reforma agrária e têm os seus principais produtos adquiridosa preço de mercado, sem a presença do intermediário (atravessador). Nos últimos anos, ofortalecimento da Agricultura Familiar passou a ser considerado um fator estratégico para odesenvolvimento sustentável do país, com programa de governo voltado para esse fim, oPrograma Nacional de Desenvolvimento da Agricultura Familiar – Pronaf. Em Serra Talhada,um dos eixos do programa é o incentivo às formas de organização da produção por meio deassociações e cooperativas, consideradas instrumentos para o fortalecimento dasolidariedade entre os pequenos produtores rurais mediante a dinamização da economiarural, formação e qualificação de empreendedores, acesso ao crédito e à acessória técnicae melhoria da infrainstrutura produtiva. 33 - RESULTADOS E DISCUSSÃO No Município de Serra Talhada as formas associativas e cooperativas deorganização da produção rural estão ganhando força e já é possível citar casos bemsucedidos na geração de emprego e renda. Entre esses casos, encontram-se as entidadesque fornecem os alimentos naturais para a merenda escolar municipal. Os produtos naturais são fornecidos por associação e cooperativas de produção ruraldo Município. O processo de escolha dos fornecedores envolve visitas para verificação dascondições técnicas da produção dos alimentos e regularidade jurídica das entidades. Sãoanalisados itens importantes, tais como: regularidade da produção, instalações físicas,padrões de higiene, critérios de preparo, condições de acesso e facilidade na distribuição. Foram selecionadas 4 (quatro) Associações de produtores rurais do nosso municípiopara mostrar os resultados obtidos com o projeto. Elas são fornecedoras de mel de abelha,iogurte, carne de bode e filé de peixe, produtos merecedores de destaque na cadeiaprodutiva, que têm garantido renda às famílias do campo, conforme mostra o quadro, aseguir, com as principais características da forma de organização e produção:
  • 4. Nome da Associação de Associação do Associação dos Associação de Associação apicultores de Vale São pescadores da produtores de Serra Talhada Domingos Fazenda IPA caprinos e ovinos Produto Mel de abelhas Iogurte Peixe( filé) Carne de bode Numero de 38 25 180(com 130 170 associados pescadores ) Zona urbana – 60 zona rural - 80 Valor dos produtos 9,00 reais (kg ) 0,90 centavos 10,00 reais ( Kg) 10,00 reais ( kg) (120 ml) Tempo de fundação 2 anos 10 anos 15 anos 5 anos Numero de ---- 215 ----- ---- fornecedores não associados Sede própria Sim Sim Não Sim Rendimento mensal 13.500,00 40.000,00 50.000,00 a 30.000,00 ( reais) 60.000,00 Produção mensal 1.500 litros 25.000 litros 12 toneladas 30.000 kg Incentivos Não Linha de credito Instituto Agronômico Linha de credito governamentais bancário de Pernambuco do Banco do BrasilMel de abelha Durante muitos séculos a humanidade não conheceu outro alimento edulcorante quenão fosse o mel de abelhas. Alimento natural, por excelência. Altamente energético, é ótimorestaurador do sistema nervoso, graças a sua riqueza em tiamina e riboflavina, além deoutras vitaminas. Portanto, a divulgação do mel de abelhas como alimento importante para oorganismo humano, através de um atual processo educativo, é de fundamental importânciana criação de novos consumidores, tendo em vista o atual momento em que as pessoasdespertam para a necessidade de consumirem cada vez mais os alimentos de origemnatural. Valor nutricional por 100 g do produto Calorias -----------317,68 kcal Glicídios------------79,17 g Proteínas-----------0,25 g Lipídios-------------- 0 g Cálcio----------------10 mg Ferro ----------------0,3 mg Potássio-------------99,0 mgFonte: Tabela do Programa DIETWIN.Iogurte Na fase escolar, as crianças requerem um alto percentual de cálcio, proteínas evitaminas do complexo B , importantes para o crescimento e desenvolvimento saudável.Produtos derivados do leite, como o iogurte, são alternativas viáveis a serem utilizadas vistoo seu percentual de aceitação e características muito próximas ao leite “in natura”.Trata –sede alimento completo , com propriedades nutricionais essenciais a serem inseridas nocardápio escolar.
  • 5. Composição nutricional do produto Net Gut Valor nutricional por 100 g do produto Calorias ------------82,24 kcal Glicídios------------14,99 g Proteínas-----------2,8 g Lipídios--------------108 mg Cálcio----------------86,6 mg Potássio-------------128, 6 mgCarne de bode Alimento rico em ferro, proteínas e vitaminas, encontrado amplamente no mercadolocal e muito apreciado na nossa região. A inserção deste no plano alimentar do município,vem a consolidar hábitos alimentares regionais e valorizar o alimento usado como referênciana região. Valor nutricional por 100 g do produto Calorias ------------173 kcal Glicídios------------0 g Proteínas-----------18,0 g Lipídios--------------11,3 g Gordura saturada –3,28 g Cálcio----------------10 mg Ferro ----------------2,6 mgFonte: Tabela do Programa DIETWIN.Filé de peixe tilápia O peixe é um alimento de excelente qualidade, com alto valor nutritivo, indispensávelpara o desenvolvimento físico e mental das crianças. Além de nutrir, proporciona umasaborosa merenda escolar, incentivando as questões culturais e hábitos alimentaresregionais. Utilizado há dois anos na nossa merenda escolar, com um trabalho pioneiro naregião utilizando o filé de peixe tilápia, alia- se seu potencial nutritivo e estimulando oconsumo do pescado , beneficiando um mercado de trabalho já existente.
  • 6. Valor nutricional por 100 g do produto Calorias ------------75 kcal Glicídios------------0 g Proteínas-----------16,6 g Lipídios--------------0,5 g Cálcio----------------20 mg Fósforo -------------100 mg Ferro ----------------0,7 mg Retinol -------------32mcg Vit.B1 ---------------150 mcg Vit.B2---------------100 mcg Vit. B3 -------------3200 mg Fonte: Tabela de composição de alimentos ( Franco, 1995).4 - CONCLUSÃO A experiência do município de Serra Talhada demonstra que as parcerias com asassociações e cooperativas de Agricultura Familiar têm trazido bons frutos aodesenvolvimento econômico e social do nosso Município, de um lado garantindo umaalimentação saudável às crianças que estão na escola, e por outro lado garantindo ummercado consumidor, com agregação de valores para os alimentos produzidos na região. Temos, todavia, desafios para a continuidade e a ampliação dos benefícios desteprograma. Nesse sentido, é importante o fortalecimento das formas solidárias deorganização da produção, o melhor aproveitamento dos recursos locais, estímulos à criaçãode redes produtivas, disseminação de sistemas de menor impacto ambiental, modernizaçãona fabricação e manejo dos produtos, valorização do produto local, redução de custos,introdução de técnicas e equipamentos mais eficientes, melhoria da produtividade e garantiada comercialização segura e rentável.5 - REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS1 - Resolução CD/ FNDE N °38, de 16 de Julho de 2009.2 – Werthein, Jorge. Bordenave, Juan Días. Educação Rural no Terceiro Mundo –Experiência e Novas Alternativas. Paz e Terra Educação, p. 328, Rio de Janeiro,1985.3 - Cartilha: O encontro da Agricultura Familiar com a alimentação escolar. Ministério doDesenvolvimento Agrário

×