• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
269
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
5
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide
  • Além da boca, podem estar nas porções inferiores do TGI, dor pode ser de moderada a severa, as ulceras podem favorecer o surgimento de infecções e a disfagia pode exigir o suporte nutricional
  • Alguns quimioterápicos são eliminados pela saliva, como fluorouracil e favorece a ação sobre o epitélio Fatores como a leucopenia por longos períodos , xerostomia e alteração da flora bacteriana oral aumentam a possibilidade de ocorrência
  • A diarréia aguda e severa leva: • Desidratação • Desequilíbrio hidroeletrolítico • Principalmente hipocalemia Defenoxilato é um opióide sintético OPIÓIDES: mecanismos • Diminui o esvaziamento gástico – Reduz a taxa de quimo apresentado ao intestino – Diminuição do peristaltismo intestinal aumenta o tempo para a absorção maisa eficaz de água • A diminuição do peristaltismo decorre: – Da diminuida liberaçào de acetilcolina pela fbras colinérgicas pós ganglionares do tubo GI – Reduz o trânsito no intestino delgado e grosso • Promove um nítido aumento da absorção de eletrólitos e água
  • Existem duas vias de estimulação do centro do vômito: Zona do gatilho: recebe estímulos periféricos provenientes do aparelho vestibular e de substâncias como medicamentos com poder emetogênico Em estímulos originados na faringe, no trato gastrointestinal e nas áreas do cortex relacionadas a visão e ao olfato. Com base nisso que foram desenvolvidos os medicamentos com ação nessas diferentes zonas de ação Região quimioreceptora do bulbo encefálico, com função de detectar a presença de substância estranhas ao organismo e liberar estímulos aferentes para o centro do vômito na medula. Esta, por sua vez, libera estímulos eferentes a várias regiões do organismo, desencadeando o mecanismo de êmese. A estimulação direta do trato gastrointestinal tb pode desencadear a êmese, como no caso da radioterapia ou cirurgia. O mecanismo de memória e aprendizado tb podem desencadear e ajudam a explicar a episódios de êmese antecipatória, que ocorrem antes de receber a dose de quimio, em ciclos subsequentes do tto. Os farmacos para prevenção e tto de N/V agem nesses receptores e são classificados de acordo com o principal receptor que eles atuam.
  • Antagonistas de receptores da dopamina: atua melhor em náusea já instalada: usar metoclopramida. No tardio Antagonista da serotonina atua melhor como preventivo, antes do início da quimio. Os efeitos extrapiramidais podem surgir mesmo em doses terapeuticas. Cuidado com crianças e jovens Benzodiazepínicos: atuam melhor no antecipatório
  • Os inibidores da serotonina são considerados os mais eficazes. Introduzidos no mercado a +/- 20 anos. Bem absorvidos por VO, diferem entre si devido a afinidade ao receptor e meia vida. Apresentam poucos EA. Cinetose: náusea do movimento no transporte
  • Com base no Percentual de pacientes que apresentam êmese

Transcript

  • 1. Manejo dos eventos adversos no TGI Farmª Mayde Seadi Torriani 1º FORUM GOIANO DE ONCOLOGIA Setembro 2012
  • 2. Evento AdversoEvento Adverso (EA) .É qualquer ocorrência médicadesfavorável ao paciente e que não temnecessariamente relação causal com o tratamento.Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)
  • 3. Eventos AdversosOs principais eventos adversos do tratamento quimioterápico são: hematológicos gastrointestinais cardiotoxicidade hepatotoxicidade toxicidade pulmonar neurotoxicidade disfunção reprodutiva toxicidade vesical e renal alterações metabólicas reações alérgicas e anafilaxia
  • 4. Eventos Adversoshttp://www.inca.gov.br
  • 5. Eventos gastrointestinais pós quimioterapia Mucosite / estomatite 40% dos pacientes desenvolvem mucosite Diarreia e constipação 75% dos pacientes apresentam diarréia Náuseas e vômitos 30% dos fármacos causam êmese
  • 6. Mucosite e estomatite Inflamação na mucosa do TGI Ulcerações Graduação da Mucosite CTCAE Grau Descrição 1 indolor, eritema ou irritação moderada 2 eritema com dor, úlceras que permitem alimentação 3 eritema com dor, úlceras que não permitem alimentação, requer hidratação EV 4 Requer suporte parenteral ou enteralCommon Terminology Criteria for Adverse Events v4.0 (CTCAE). Publish Date: May 28, 2009.in: http://evs.nci.nih.gov/ftp1/CTCAE/CTCAE_4.03_2010-06-14_QuickReference_5x7.pdf
  • 7. Mucosite e estomatiteSurge cerca de 1 semana após a quimioSensação de queimaçãoEvolui para úlceras em 5 diasAgentes associados: fluorouracil doxorrubicina metotrexato daunoblastina bleomicina ciclofosfamida vincristina radioterapia
  • 8. Mucosite e estomatiteMedidas básicas de prevençãoHigiene bucal com colutórios isentos de álcool (chá de malva)Uso de escova de dentes macia ou somente bochechoEvitar consumo de alimentos doces ou ácidosPrevenção com uso de água gelada ou gelo
  • 9. Mucosite e estomatiteTratamentoAlívio da dor: analgésicos tópicos e sistêmicosProteção mecânica da mucosa: hidróxido de alumínio e sucralfatoAntifúngicos de ação local: bochecho com nistatinaLaserterapia
  • 10. Mucosite e estomatiteOrientações aos pacientesAntes das refeições, providenciar alívio da dorEvitar os alimentos irritantes, picantes, ácidos (frutas e sucos delaranja, limão, maracujá), secos (biscoitos, granolas) e durosEvitar o sal e o açúcar em excesso para não provocar dorPreferir preparações mais pastosas ou liquidificadas como sopas,cremes, vitamina de frutas, iogurte, sorvete, pudim
  • 11. Mucosite e estomatiteOrientações aos pacientesEvitar alimentos e bebidas muito frias ou muito quentesManter cuidados frequentes com a higiene oralEvitar bebidas alcoólicas, cafeína e o fumoSolicitar orientação da nutricionista. Os suplementos nutricionais sãoimportantes alternativasUsar saliva artificial nos casos de xerostomia.
  • 12. Diarreia e constipaçãoDIARREIAPode manifestar-se em até 24h ouApós 24h da infusão – tardia (+ grave)Agentes associados: fluorouracil metotrexato Irinotecano imatinibe
  • 13. DiarreiaCommon Terminology Criteria for Adverse Events (CTCAE) Version 4.0Published: May 28, 2009 (v4.03: June 14, 2010)
  • 14. DiarreiaDiarreia grave perda de peso desidratação desequilíbrio eletrolítico hipocalemiaTratamento: Diarreia leve hidratação loperamida hidratação oral hospitalização
  • 15. ConstipaçãoPode manifestar-se a partir do inicio do usoAgentes associados: vincristina opiáceos antieméticos antagonistas da serotonina
  • 16. ConstipaçãoTratamento sintomático (hidratação, fibras, lubrificantes) laxantes orais laxantes osmóticos retirada de fecaloma
  • 17. Náuseas e vômitosSão intermediados pelo SNCNáusea: SC autônomoVômito: “centro de vômito” zona quimioreceptora do gatilho Contém receptores para: histamina serotonina dopamina opiáceos acetilcolina
  • 18. Potencial emetogênico dos quimioterápicos EV Quimioterápicos indutores de náuseas e vômitos (CINV)Alto (> 90% de risco) Intermediário (30-90%) Baixo (<30%)Carmustina Carboplatina 5-fluorouracilCiclofosfamida Citarabina BleomicinaCisplatina Daunomicina DocetaxelDacarbazina Doxorrubicina EtoposídeoDactinomicina Epirrubicina MetotrexatoEpirrubicina Idarrubicina Paclitaxel Ifosfamida Topotecano Irinotecano VincristinaASCO-Guideline 2007.Downloaded from: www.TheOncologist.alphamedpress.org by guest on August 28, 2012
  • 19. Potencial emetogênico dos quimioterápicos orais Alto risco (> 90% sem antiemético) Procarbazine Risco moderado (30-90%) Ciclofosfamida Etoposide Temozolamida Imatinibe Risco baixo (10-30%) Capecitabina Fludarabina Mínimo (<10%) Clorambucil HidroxiuréiaASCO-Guideline 2007.Downloaded from: www.TheOncologist.alphamedpress.org by guest on August 28, 2012
  • 20. Fatores adicionais com influência na êmeseDose (cisplatina >70 mg/m2 )Via de administração (oral )Velocidade de aplicação (push )Combinação de fármacos (CHOP, FAC )Emocionais (ansiedade  )
  • 21. Fatores adicionais com influência na êmeseIdade (jovens  )Sexo (mulheres  )Alcoolismo (  )Predisposição (viagens  )Condições orgânicas (desidratação, jejum, labirintite  )
  • 22. Mais efetivoCombinação de fármacos com diferentesmecanismos de açãoPrevenção efetiva sobre N / V agudo tardio antecipatório
  • 23. Episódios de êmeseAgudos em até 24h da infusão relacionados aos receptores de serotoninaTardios a partir da 24h da infusãoAntecipatórios prévia a infusão
  • 24. Fármacos antieméticosAntagonistas da dopamina: Fenotiazínicos: clorpromazina, prometazina Análogos das benzamidas: metoclopramida Butiferonas: haloperidol, droperidolAntagonistas do receptor 5-HT3 de serotonina: Ondansetrona, granisetrona, palonosetrona, dolasetrona Potencializados se associado a dexametasonaAntagonista do Receptor da neurocinina ApreptantoOutros: Esteroides: dexametasona Benzodiazepínicos: lorazepam e diazepam Anti-histamínicos: dimenidrinato
  • 25. Recomendações de Regimes Antieméticos ASCO 2007Potencial emetogêncio Tratamento recomendadoAlto risco (<90%) Antagonista do receptor 5-HT3 de serotonina: dia 1 ex: ondansetrona Dexametasona dias 1 - 4 Aprepitanto dias 1 - 125 mg (1h antes da quimio) + dias 2 e 3/ 80mgModerado (30 – 90%) Antagonista do receptor 5-HT3 de serotonina: dia 1 ex: ondansetrona Dexametasona dia 1 (opcional 2-3) Aprepitanto dias 1 – 3 (opcional dependendo do paciente / quimio)Baixo (10 – 30%) Dexametasona (dia 1)Mínimo (>10%) Conforme necessidade do pacienteASCO-Guideline 2007.Downloaded from: www.TheOncologist.alphamedpress.org by guest on August 28, 2012
  • 26. Princípios gerais para terapia antiemética satisfatóriaEscolha adequada do antiemético de acordo com potencial emético do protocoloConhecer pico e duração da N/V previsto para o protocoloConhecer a farmacocinética do antiemético para adequado aprazamentoPrescrever na posologia correta e não como “SN”Considerar benefícios das terapias alternativas (meditação, relaxamento)
  • 27. Educação em Saúde
  • 28. Obrigadamstorriani@gmail.com