AIDS: fique ligado!
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

AIDS: fique ligado!

on

  • 2,290 views

Cartilha de prevenção

Cartilha de prevenção

Statistics

Views

Total Views
2,290
Views on SlideShare
2,290
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
21
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

AIDS: fique ligado! AIDS: fique ligado! Document Transcript

  • Dia Mundial de Combate a AidsAIDS: fique ligado! Cartilha de prevenção 11ª Ação de Saúde
  • 2
  • 3
  • Dia Mundial de Combate a AIDS Este é um projeto integrado de utilidade pública doComplexo Educacional FMU realizado há 11 anos. Naedição deste ano, o trabalho desenvolvido terá comofoco o Dia Mundial de Combate a AIDS. Nesse evento, oscursos da área da Saúde da FMU realizarão atendimentogratuito à comunidade paulistana por meio de açõesde orientação, conscientização e enfrentamento dediferentes problemas de saúde que afetam a populaçãobrasileira e, em especial, a AIDS. Será um dia de grande atividade nos Campi SantoAmaro e Liberdade em que alunos e professores doscursos da área da Saúde, coordenados pelo InstitutoMetropolitano da Saúde – IMS/FMU, realizarão otrabalho de orientação e atendimento interdisciplinar àpopulação de São Paulo.
  • Realização: Prof. Dr. Edevaldo Alves da Silva Presidente do Complexo Educacional FMU Dra. Labibi Elias Alves da Silva Reitora Prof. Arthur Sperandéo de Macedo Vice-reitor Executivo Prof. Dr. Arthur Roquete de Macedo Vice-reitor Acadêmico, Presidente do IMS e coordenador acadêmico da 11ª Ação de Saúde Prof. Dr. Angelo Palmisano Pró-reitor Acadêmico Prof. Dr. Luiz Felipe Quel Pró-reitor Acadêmico Adjunto Prof. Ms. Marcus Vinicius Gava Diretor do Núcleo de Ciências Biológicas e da Saúde Prof. Dr. David Everson UipDiretor técnico do Instituto de Infectologia Emílio Ribas e coordenador científico da 11ª Ação de Saúde Equipe acadêmica: Profa. Arlete Stucchi Profa. Maria Lucy Tedesco Profa. Ana Cláudia Balda Profa. Marisa Porta Profa. Bernadete Azevedo Prof. Mauricio Goulart Profa. Bellkiss Romano Prof. Raul Jaime Brado Profa. Elaine Escobar Profa. Terezinha Dalossi Gennari Prof. Flávio Delmanto Profa. Vera Mollo Prof. Luciano Sencovici Expediente: Wilson Diniz Diretor de Marketing Denise Corrêa Coordenadora de Comunicação Diego Pimentel Criação e Diagramação Patricia Paulozi Ilustração 6
  • Missão da FMU Promover a formação filosófica, científica,tecnológica, cultural e humanística dos seus alunos, soba segura orientação de seus professores, pesquisadores eespecialistas de alto nível; pesquisar, produzir e difundirnovos conhecimentos; e prestar serviços de diversasnaturezas em prol da melhoria das condições de vida dacomunidade. A qualidade de suas ações acadêmicas estáfundamentada em nobres valores e ideais que exaltama liberdade, a democracia, o comportamento ético, aresponsabilidade social, o espírito de solidariedade, orespeito às diferenças individuais, a prática da cidadania,o rigor científico e o profundo comprometimento com osproblemas da realidade brasileira.Prof. Dr. Edevaldo Alves da SilvaPresidente do Complexo Educacional FMU7
  • 11ª Ação de Saúde Cartilha de Prevenção a AIDS Autor: Prof. Dr. Jean Carlo Gorinchrteyn Médico do Instituto de Infectologia Emílio Ribas e Mestre em Doenças Infecciosas Este material foi elaborado pelo Dr. Jean Gorinchrteyn com a colaboração dos coordenadores dos cursos do Núcleo de Ciências Biológicas e da Saúde do Complexo Educacional FMU, tendo como principal objetivo orientar a população em geral e, em especial, os jovens sobre o problema da AIDS que vem afligindo a sociedade por décadas. O texto aqui exposto aborda de forma clara, objetiva e didática as questões mais importantes sobre a AIDS e sua prevenção. Esta é uma das contribuições do Complexo Educacional FMU em parceria com o Instituto de Infectologia Emílio Ribas para a sociedade brasileira, pois acreditamos que o conhecimento é uma das melhores formas de prevenção. Colaboradores: Profa. Bernadete Azevedo (Coordenadora do Curso de Nutrição) Profa. Elaine Cristina Escobar (Coordenadora do Curso de Odontologia) Prof. Luciano Sencovici (Coordenador do Curso de Fisioterapia) Profa. Maria Lucy Fraga Tedesco (Coordenadora do Curso de Fonoaudiologia) Profa. Terezinha Dalossi Gennari (Coordenadora do Curso de Enfermagem) Profa. Marisa Porta Miche Wirschfeld (Coordenadora do Curso de Farmácia) Profa. Vera Maria de Hollanda Mollo (Coordenadora do Curso de Biomedicina) Profa. Arlete Stucchi (Coordenadora do Curso de Ciências Biológicas) Prof. Marcus Vinicius Gava (Diretor do Núcleo de Ciências Biológicas e da Saúde) 8
  • 11ª Ação de Saúde AIDS: fique ligado!Você sabe o que é AIDS? A AIDS é uma doença causada por um vírus chamado HIV, quepromove a diminuição dos anticorpos responsáveis pelas defesas docorpo frente às doenças. A diminuição das defesas pode contribuir para o aparecimentode doenças oportunistas que se aproveitam dessa situação para semanifestarem. 9
  • 11ª Ação de Saúde Conheça um pouco mais: Foi em 1982 que surgiram os primeiros relatos de homens que faziam sexo com outros homens e que começaram a ficar doentes, com sinais significativos de alterações de sua imunidade. No ano de 1984 foi descoberto o HIV e novos casos surgiram, incluindo homens heterossexuais, mulheres, crianças (contaminadas durante a gestação), usuários de drogas e pessoas que receberam sangue contaminado. Deixou- se de considerar grupos específicos de risco, uma vez que todas as pessoas poderiam se contaminar com esse vírus. Nessa época foram descobertos os primeiros medicamentos, entre eles o AZT (Zidovudina). Em 1997, surgiram novos remédios que passaram a compor o tratamento: o chamado coquetel, que transformou a AIDS em uma doença crônica, o que permitiu com que as pessoas contaminadas vivessem mais. 10
  • 11ª Ação de SaúdeComo se pega o HIV ? O HIV está presente no sangue,no esperma, no líquido da vaginae no leite materno. Pessoas que fazem sexosem preservativo ou quecompartilham agulhas e seringaspodem se contaminar. A mãe portadora do vírus pode contaminar seu bebê durante a gravidez se não fizer uso dos medicamentos para o HIV. O aleitamento materno é contraindicado em mulheres com HIV. 11
  • 11ª Ação de Saúde Como o HIV age no corpo? O HIV após entrar no corpo vai para o sangue. Para continuar vivo, o vírus precisa de um local onde possa se multiplicar. Assim, procura abrigo dentro de uma célula conhecida como linfócito CD4 que produz as defesas contra as doenças (anticorpos). Com a grande produção de novos vírus dentro dos linfócitos CD4, esses se rompem e outras células vizinhas são contaminadas. A medida que os linfócitos CD4 se rompem, as defesas do corpo diminuem. Essa diminuição é lenta, cerca de 05 a 10 anos, resultando no aparecimento de doenças oportunistas. Nessa fase dizemos que a pessoa tem AIDS, que é a sigla da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. 12
  • 11ª Ação de SaúdeFique sabendo: As pessoas podem ter o HIV sem desenvolverem a doença, pois asdefesas do corpo não estão tão baixas, por isso não ficam doentes. Nesse caso, chamamos essa pessoa de portador assintomático, poisnão apresenta sintomas. Essa fase é muito perigosa para a transmissãodo vírus, porque com a aparência saudável e desconhecendo estarcontaminado, pode colocar outras pessoas em risco.Lembre-se da diferença: HIV • Algumas pessoas podem ter o HIV no seu corpo sem que os anticorpos estejam muito baixos, assim não ocorrerá o surgimento de doenças oportunistas. • Esse paciente é chamado de portador assintomático, uma vez que não apresenta nenhum sintoma. • HIV são as iniciais de Vírus da Imunodeficiência Adquirida. AIDS • Essa fase ocorre após muitos anos da contaminação. • Os anticorpos ficam muito baixos, surgindo as doenças oportunistas. • AIDS são as iniciais de Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. 13
  • 11ª Ação de Saúde Fique ligado: A AIDS é uma doença que não tem cura, mas possui tratamento. Há medicamentos para tratá-la que são distribuídos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde – SUS. Nem todas as pessoas com HIV precisam tomar as medicações (coquetel). As indicações para o início do tratamento serão dadas pelo médico, mas lembre-se que uma vez iniciado, deverá ser mantido por toda vida. Cuide-se: • Se você for fazer tatuagem ou as unhas em manicures, verifique sempre se os materiais utilizados são esterilizados. • Não compartilhe agulhas e seringas. 14
  • 11ª Ação de Saúde • Use sempre camisinha nas relações e não esqueça: sexo oral também é sexo e precisa de proteção. • Não compartilhe barbeadores, tesouras ou cortadores de unhas com pessoas portadoras do HIV.Lembre-se: • Beijo, aperto de mão, uso do mesmo talher ou copo não transmite o HIV. • Sentar no vaso sanitário não pega o HIV. • Não existe qualquer risco de transfusão de sangue com o vírus, uma vez que todo doador de sangue é testado para o HIV. • A mulher grávida contaminada pelo HIV pode dar a luz a um bebê saudável, caso receba tratamento para o HIV durante a gestação. 15
  • 11ª Ação de Saúde Como fazer o teste do HIV? O teste do HIV é realizado gratuitamente em unidades de saúde e centros de testagem e aconselhamento do SUS. Consulte o disque saúde 136, em caso de dúvida. O resultado é segredo e entregue diretamente para a pessoa. Se o mesmo for positivo, um novo exame deverá ser realizado para confirmação, pois algumas situações podem modificar os laudos, levando a resultados que chamamos de falso positivo, sem que a pessoa esteja contaminada. 16
  • 11ª Ação de SaúdeComo usar o preservativo, você sabe?Pode-se afirmar que a camisinha é impermeável tanto ao vírus da AIDSquanto às doenças sexualmente transmissíveis. Porém, deve-se teralguns cuidados no seu uso: • Abrir a embalagem com cuidado - nunca com os dentes ou outros objetos que possam danificá-la. Colocar a camisinha somente quando o pênis estiver ereto. • Apertar a ponta da camisinha para retirar todo o ar e depois desenrolar a camisinha até a base do pênis. • Se for preciso usar lubrificantes, utilizar somente aqueles à base de água, evitando vaselina e outros lubrificantes à base de óleo que podem romper o látex. • Após a ejaculação, retirar a camisinha com o pênis ainda ereto, fechando com a mão a abertura para evitar que o esperma vaze de dentro da camisinha. • Dar um nó no meio da camisinha para depois jogá-la no lixo. Nunca usar a camisinha mais de uma vez. • Utilizar somente um preservativo por vez, já que preservativos sobrepostos podem se romper com o atrito.Consulte outras informações sobre o tema AIDS:http://www.aids.gov.br/pagina/duvidas-frequentes 17
  • 11ª Ação de Saúde Declaração dos Direitos Fundamentais da Pessoa Portadora do Vírus da AIDS I - Todas as pessoas têm direito à informação clara, exata, sobre a AIDS. II – Os portadores do vírus têm direito à informações específicas sobre sua condição. III - Todo portador do vírus da AIDS tem direito à assistência e ao tratamento, dados sem qualquer restrição, garantindo sua melhor qualidade de vida. IV - Nenhum portador do vírus será submetido a isolamento, quarentena ou qualquer tipo de discriminação. V - Ninguém tem o direito de restringir a liberdade ou os direitos das pessoas pelo único motivo de serem portadoras do HIV/AIDS, qualquer que seja sua raça, nacionalidade, religião, sexo ou orientação sexual. VI - Todo portador do vírus da AIDS tem direito à participação em todos os aspectos da vida social. Toda ação que visar a recusar aos portadores do HIV/AIDS um emprego, um alojamento, uma assistência ou a privá- los disso, ou que tenda a restringi-los à participação em atividades coletivas, escolares e militares, deve ser considerada discriminatória e ser punida por lei. VII - Todas as pessoas têm direito de receber sangue e hemoderivados, órgãos ou tecidos que tenham sido rigorosamente testados para o HIV. VIII - Ninguém poderá fazer referência à doença de alguém, passada ou futura, ou ao resultado de seus testes para o HIV/AIDS, sem o 18
  • 11ª Ação de Saúdeconsentimento da pessoa envolvida. A privacidade do portador do vírusdeverá ser assegurada por todos os serviços médicos e assistenciais.IX - Ninguém será submetido aos testes de HIV/AIDS compulsoriamente,em caso algum. Os testes de AIDS deverão ser usados exclusivamentepara fins diagnósticos, controle de transfusões e transplantes, estudosepidemiológicos e nunca qualquer tipo de controle de pessoas oupopulações. Em todos os casos de testes, os interessados deverãoser informados. Os resultados deverão ser transmitidos por umprofissional competente.X - Todo portador do vírus tem direito a comunicar apenas às pessoasque deseja seu estado de saúde e o resultado dos seus testes.XI - Toda pessoa com HIV/AIDS tem direito à continuação de sua vidacivil, profissional, sexual e afetiva. Nenhuma ação poderá restringir seusdireitos completos à cidadania.Fonte: http://www.aids.gov.br 19
  • 11ª Ação de Saúde Serviços oferecidos pelos cursos à comunidade em geral Clínica de Odontologia Local: Avenida Santo Amaro, 1.239 Horário de Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h e das 19h às 22h. Principais Serviços: Cirurgia, Periodontia, Endodontia, Dentística, Prótese e Odontopediatria. Marcação: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pessoalmente portando documento. Clínica de Psicologia Local: Avenida Santo Amaro, 1.239 e na Rua Taguá, 337 Horário de Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos sábados, das 8h às 15h - Atendimentos nas unidades Santo Amaro e Liberdade. Principais Serviços: Atendimento a crianças, adolescentes, adultos, idosos, portadores de deficiências, casais e famílias. Marcação: Tel.: (11) 3040-3400 ramal 2316 / e-mail: triagem.psico@fmu.br Clínica de Fisioterapia Local: Avenida Santo Amaro, 1.239 Horário de Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h30 às 16h30. Principais Serviços: Ortopedia, Neurologia, Pediatria e Cardiologia. Marcação: Pessoalmente portando documento e encaminhamento médico. Clínica de Nutrição Local: Avenida Santo Amaro, 1.239 e na Rua Taguá, 337 Principais Serviços: Atendimento Individual e Atendimento em Grupo. Marcação: e-mail: ambulatório.nutricao@fmu.br 20
  • 11ª Ação de SaúdeClínica de FonoaudiologiaLocal: Avenida Santo Amaro, 1.239Horário de Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 7h40 às 11h50 e das18h às 20h20.Principais Serviços: Avaliação Audiológica, Avaliação Otoneurológica,Processamento Auditivo Central, Terapia Deficiente Auditivo, TerapiaFonoaudiológica, Reabilitação Vestibular.Marcação: Tel.: (11) 3040-3400 ramal 2360Clínica de MusicoterapiaLocal: Avenida Santo Amaro, 1.239Horário de Atendimento: de terça a quinta-feira, das 12h30 às 18h, e aossábados, das 9h às 13h.Principais Serviços: Transtorno de Desenvolvimento para Crianças, Trabalhocom 3ª Idade (Depressão, Alzheimer, Parkinson), Síndromes Genéticas(Síndrome de Down, Síndrome de Williams), Pacientes Neurológicos (AVC,Paralisia Cerebral) e Prevenção.Marcação: Tel.: (11) 3040-3400 ramal 2313Análises ClínicasLocal: Avenida Santo Amaro, 1.239Horário de Atendimento: de terça a sexta-feira, das 7h às 10h.Principais Serviços: Exames Hematológicos, Bioquímicos e Imunológicos,Exames Microbiológicos, Parasitológicos e Urinálise.Marcação: Comparecer com solicitação médica nos horários de atendimento.Hospital VeterinárioLocal: Rua Ministro Nelson Hungria, 541Horário de Atendimento: Segunda a Sexta, das 7h30 às 20h.Principais Serviços: Consulta, Raio–X, Ultrassom, Exames e Cirurgias.Marcação: Comparecer com o animal no horário de atendimento para triagem. 21
  • 11ª Ação de Saúde Cursos na Área da Saúde oferecidos pelo Complexo Educacional FMU Biomedicina Odontologia Ciências Biológicas Psicologia Educação Física Radiologia Enfermagem Farmácia Fisioterapia Fonoaudiologia Medicina Veterinária Musicoterapia Nutrição Estética e Cosmética 22
  • 11ª Ação de Saúde23
  • www.fmu.br (11) 3132-3000Realização: Apoio: