ExpansãO Urbana
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

ExpansãO Urbana

  • 16,785 views
Uploaded on

processo de expansão urbana em Portugal

processo de expansão urbana em Portugal

More in: Travel , Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
16,785
On Slideshare
16,738
From Embeds
47
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
250
Comments
0
Likes
2

Embeds 47

http://www.slideshare.net 47

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. EXPANSÃO URBANA (crescimento da cidade em direcção à periferia, manifestando-se pela ocupação física do espaço anteriormente rural)
    • .
    • CRESCIMENTO POR FASES, MAIS OU MENOS SEQUENCIAIS NO TEMPO E NO ESPAÇO:
    • FASE CENTRÍPETA
      • URBANIZAÇÃO (até década de 60) 
    • FASE CENTRÍFUGA
      •  SUBURBANIZAÇÃO (a partir da década de 70)
      •  PERIURBANIZAÇÃO ( a partir da década de 80)
      •  RURBANIZAÇÃO (a partir da década de 90)
    • FASE CENTRÍPETA
      •  RE-URBANIZAÇÃO (a partir de fins da década de 90)
      •  As referências temporais referem-se aos períodos a partir dos quais as diferentes fases de expansão urbana começaram a ter maior expressão, sempre mais tardiamente que nos países mais desenvolvidos da Europa Ocidental
  • 2. URBANIZAÇÃO
    • CIDADES CONSTITUEM-SE IMPORTANTES PÓLOS DE ATRACÇÃO DA POPULAÇÃO RURAL E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS
    • EXPANSÃO DEMOGRÁFICA E FUNCIONAL CONVERGENTE PARA A CIDADE
    • COINCIDE, GROSSO MODO, COM O PROCESSO DE INDUSTRIALIZAÇÃO E DE MODERNIZAÇÃO DA AGRICULTURA, PROVOCANDO O ÊXODO RURAL
  • 3. SUBURBANIZAÇÃO
    • A EXPANSÃO FAZ-SE EM TODAS AS DIRECÇÕES, COMO UMA MANCHA DE ÓLEO E PRIVILEGIANDO OS EIXOS DOTADOS DE MAIOR ACESSIBILIDADE (EXPANSÃO TENTACULAR)
    • PROCESSO DE EXPANSÃO DEMOGRÁFICA E FUNCIONAL DIVERGENTE DA CIDADE EM DIRECÇÃO À PERIFERIA, LEVANDO À OCUPAÇÃO URBANA DOS SUBÚRBIOS
    • PRINCIPAIS FACTORES:
      •  DESENVOLVIMENTO DOS TRANSPORTES
      •  CONGESTIONAMENTO DO TRÁFEGO E POLUIÇÃO NO INTERIOR DA CIDADE
      •  EXISTÊNCIA DE ESPAÇO NA PERIFERIA
    • CIDADES-DORMITÓRIO  CIDADES-SATÉLITE  BACIAS DE EMPREGO
    • IMPACTOS SÓCIO- ECONÓMICOS E AMBIENTAIS
  • 4. PERIURBANIZAÇÃO
    •  LOCALIZADA PARA LÁ DA CINTURA SUBURBANA
    • MISTURA DE ESTRURAS URBANAS E RUARAIS  DIFÍCIL ESTABELECRER UMA SEPARAÇÃO NÍTIDA ENTRE CIDADE E CAMPO
    • PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS:
      •  IMPLANTAÇÃO DISPERSA DA HABITAÇÃO URBANA EM MEIO RURAL
      •  BAIXAS DENSIDADES MÉDIAS DE OCUPAÇÃO E ALTERAÇÃO CONSTANTE DA ESTRUTURA FUNDIÁRIA
      •  PROGRESSIVA INSTABILIDADE DA ACTIVIDADE AGRÍCOLA DEVIDO À URBANIZAÇÃO CRESCENTE
      •  ABANDONO PROGRESSIVO DA AGRICULTURA
      •  IMPLANTAÇÃO CRESCENTE DE UNIDADES INDUSTRIAIS E COMERCIAIS
  • 5. RURBANIZAÇÃO
    • A PROGRESSÃO URBANA FAZ-SE DE FORMA MAIS DIFUSA, SOBRE ÁREAS MUITO VASTAS, INSERINDO-SE AS RESIDÊNCIAS OU ALGUMAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS DE TIPO URBANO EM MEIO RURAL, NO QUAL SUBSISTE A AGRICULTURA / FLORESTA
    • FORMA MAIS DESCONCENTRADA DE CRESCIMENTO URBANO QUE NÃO ANULA A ACTIVIDADE AGRÍCOLA,EMBORA SEJÁ RESPONSÁVEL POR ALTERAÇÕES CULTURAIS E SOCIAIS NAS ÁREAS RURAIS.
    • PODE REFERIR-SE:
    •  A UM ESPAÇO QUE JÁ FOI CONSIDERADO RURAL E QUE COMPREENDE POVOAÇÕES QUE GANHARAM POPULAÇÃO, EMPREGOS, ACTIVIDADES E FUNÇÕES PRÓPRIAS DA CIDADE
    •  ÀS NOVAS GERAÇÕES DE POPULAÇÕES AUTÓCTONES QUE DESENVOLVEM MODOS DE VIDA E DE TRABALHO EM LUGARES URBANOS, PARA ONDE SE DESLOCAM DIARIAMENTE, MAS MANTENDO A RESIDÊNCIA E A LIGAÇÃO DIRECTA, QUOTIDIANA, COM AS SUAS ALDEIAS E OS ESPAÇOS QUE PRATICAM DESDE A INFÂNCIA E NÃO DESCURANDO AS TERRAS QUE HERDARAM, MESMO SE APENAS COM CULTIVOS DE FIM DE TARDE OU DE SEMANA, DE AUTOCONSUMO MAS TAMBÉM DE MERCADO, COMO VINHA OU POMARES
    •  A RESIDÊNCIAS DE CITADINOS, EM CASA INDIVIDUAIS (PRINCIPAIS OU SECUNDÁRIAS), COMO ALTERNATIVA ÀS CONDIÇÕES EXISTENTES NA CIDADE
  • 6. ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA
  • 7. ÁREA METROPOLITANA DE PORTO