SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO    GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIO    PROPOSTA DAS ...
SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO       GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE OR...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO: ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLARCOMPONENTE...
ANO: 1º                                                         UNIDADE: 2OBJETIVO: Analisar a trajetória histórica do “Si...
2.      Documentos Legais da Escola       Leitura e discussão dos documentos legais da escola:              Projeto Políti...
SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO       GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE OR...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS                                  CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GE...
ANO: 1º                                                            UNIDADE: 3OBJETIVO:Compreender os fatos históricos acon...
___________. Desafios modernos da educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001GADOTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. S...
SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO       GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE OR...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS                                      CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – Organização ...
Diferenciar sentimentos, emoções e valores.                     Refletir sobre, sentimentos, emoções e valores e como este...
•   GOULART, J. B. PIAGET: Experiências básicas para a utilização pelo professor.    Petrópolis: Vozes 1983.•   LA TAILLE,...
SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO       GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE OR...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS                                        CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃ...
Identificar transtorno do déficit de atenção com hiperatividade              Compreender os distúrbios de linguagem e suas...
SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO       GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE OR...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS                                  CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GE...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS   Reflexão sobre os fundamentos filosóficos das relações entre:   •   Educação e Traba...
SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO       GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE OR...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS                                 CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GES...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASCompreensão das práticas sociais cotidianas como práticas educativas;Construção dos con...
SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO       GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE OR...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS                                 CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GES...
Educação Escolar Indígena. Conhecer as concepções do Ensino Aprendizagem especifica daorganização dos professores Indígena...
SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO       GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE OR...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS                                 CURSO NORMAL MÉDIO      NÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO...
ANO 3º                                                                     4ª UNIDADEOBJETIVO: Planejar e elaborar situaçõ...
SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO       GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE OR...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS                                 CURSO NORMAL MÉDIO       NÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃ...
Reconhecimento dos diferentes espaços da Educação Infantil: Creches e pré-escolas       em diferentes              concepç...
REFERÊNCIAS ABRAMOWICZ, A e WAJSKOP, G. Creches: atividades para crianças de zero a 6 anos. São Paulo: Moderna. 1995 BARRE...
______________Por uma política de formação do profissional de Educação Infantil. Brasília:MEC/SEF/COEDI.1994 _____________...
SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO                  GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIO   ...
ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS                                     CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E...
•   Intervenção para a pessoa surda (introdução ao estudo de LIBRAS, o papel do intérprete e         do instrutor);     • ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Otm normal médio organização e gestão da educação escolar

8,730

Published on

3 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
8,730
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
112
Comments
3
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Otm normal médio organização e gestão da educação escolar"

  1. 1. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIO PROPOSTA DAS ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO: ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTES CURRICULARES POLÍTICA EDUCACIONAL E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE ENSINO HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO PSICOLOGIA I PSICOLOGIA II FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO INDÍGENA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO DE PORTADORES DE DEFICIÊNCIA RECIFE, NOV/2009
  2. 2. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTE CURRICULARPOLÍTICA EDUCACIONAL E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE ENSINO RECIFE, NOV/2009
  3. 3. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO: ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLARCOMPONENTE CURRICULAR: POLÍTICA EDUCACIONAL E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DEENSINOEMENTA: Estudo crítico do Sistema Educacional Brasileiro. Dos determinantes histórico-normativos,nos diversos níveis e modalidades de ensino, considerando os aspectos administrativos,pedagógicos e financeiros. As políticas públicas de Educação no Brasil. Análise das condições deefetivação das finalidades das etapas da Educação Básica: Educação Infantil, Ensino Fundamentale Ensino Médio.OBJETO DE ESTUDO: “O Sistema Educacional Brasileiro”, a Organização e Estrutura da EducaçãoBásica.ANO: 1º UNIDADE : 1OBJETIVOS: Compreender a Estrutura a Organização e a Legislação da Educação Básica noBrasil; Refletir sobre as condições reais para a efetivação das finalidades de cada uma dasetapas da Educação Básica. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS 1. A Legislação do Ensino Compreensão da legislação do Ensino, a partir do conhecimento dos itens abaixo: Constituição Federal. Leis de Diretrizes e Bases da Educação (4024/61; 5692/71; 9394/96). Plano Nacional da Educação Plano Decenal da Educação Plano de Desenvolvimento da Educação 2. A estrutura e a Organização da Educação Básica Análise da estrutura administrativa e organizativa da Educação; 3. As Diretrizes Curriculares Conhecimento das Diretrizes Curriculares Nacionais e suas especificidades sobre: Educação Infantil; Ensino Fundamental: Ensino Médio; Educação de Jovens e Adultos; Educação Indígena; Educação do Campo; Educação Especial; Educação Profissional.
  4. 4. ANO: 1º UNIDADE: 2OBJETIVO: Analisar a trajetória histórica do “Sistema Educacional Brasileiro” e a Estrutura eOrganização da Educação Básica;Compreender a organização da Educação Nacional e identificar as incumbências específicas daUnião, dos Estados e Municípios neta organização. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS1. “O Sistema Educacional Brasileiro”Compreensão da noção do “sistema educacional brasileiro” e da estrutura e organização do ensino;Conhecimento do panorama histórico da educação brasileira de acordo com as constituições(Federal e Estadual) e a Lei 9394/96;Análise da Evolução da Instituição Escolar;Reflexão sobre a Educação Básica no Brasil: Educação Infantil; Ensino Fundamental; Ensino MédioConhecimento dos planos e políticas de Educação no Brasil e as condições de implementaçãodestes: Plano Nacional da Educação; Plano Decenal da Educação; Plano de Desenvolvimento daEducaçãoDiscussão sobre a viabilização da implementação das políticas da Educação Básica no Brasil apartir do Plano Nacional da Educação;Conhecimento da responsabilidade que nutrem a União, o Estado e o Município sobre a Educação;Discussão sobre a viabilização da implementação das políticas da Educação Básica no Brasil.ANO: 1º UNIDADE 3OBJETIVOS:Analisar os princípios educacionais e os processos financeiros que viabilizam a implementação dasPolíticas públicas da Educação Básica. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICASConhecimento da estrutura dos Financiamentos da Educação atual;Conhecimento do FUNDEF; O que é? Finalidades? Importância?Conhecimento do FUNDEB; O que é? Finalidades? Importância?ANO: 1º UNIDADE 4OBJETIVO: Compreender a Gestão Educacional e a profissão do professor no contextoeducacional brasileiro. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS1. Gestão da Escola Conhecimento das relações que a escola estabelece com a comunidade e outros órgãos do colegiado e a importância deste fato para a construção da escola democrática.
  5. 5. 2. Documentos Legais da Escola Leitura e discussão dos documentos legais da escola: Projeto Político Pedagógico Proposta Pedagógica Regimento Escolar3. Profissão Professor Reflexão sobre:As condições de trabalho do professor; A legislação específica; As modalidades de ensino; As instituiçõesREFERÊNCIASARELARO, L. G. O Ensino Fundamental no Brasil: avanços, perplexidades e tendências. Educaçãoe Sociedade Vol. 26 nº 92 Campinas 2005BRANDÃO, Carlos da Fonseca. (2003). LDB: passo a passo. São Paulo: Avercamp, 190p.BRASIL. Legislação: Constituição Federal, de 05 de outubro de 1988; Lei nº 9.394, de 20 dedezembro de 1996: Lei de Diretizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN); e Plano Nacional deEducação (PNE) e/ou Plano Decenal de Educação (PDE) e/ou Plano de Desenvolvimento daEducação (PDE).BREZINSKI, Iria org. 1997 LDB interpretada: diversos olhares se entrecruzam. São Paulo: Cortez.COSTA, Messias. (2002). A educação nas constituições do Brasil: dados e direções. Rio de Janeiro:DP&A editora, p. 132.DAVIES, Nicholas. (2000). Verbas de Educação: o legal verso o real. Niteroi: Eduff.DIDONET, Vital. (2000). Plano Nacional de Educação – PNE. Brasília: Ed. Plano.OLIVEIRA, Romualdo Portela de & ADRIÃO, Theresa (orgs.). (2002). Organização do ensino dnoBrasil: níveis e modalidades na Constituição Federal e na LDB. São Paulo: Xamã.ROCHA, Maria Zélia Borba. (1996). “Politica e Educação: os bastidores da LDB” in: Ensaio:Avaliação e políticas Públicas em Educação (vol.4, nº 12, p. 265-88). Rio de Janeiro: FundaçãoCesgranrio.SAVIANI, Dermeval. (2007). Da nova LDB ao FUNDEB: por uma outra política educacional. SãoPaulo: Ed. Autores Associados, p. 336.VIEIRA, Sofia Lerche. (2001). Estrutura e Funcionamento da Educação Básica. Fortaleza: DemócritoRocha/UECE.CARNEIRO, Moacir Alves. LDB fácil: leitura crítico – compreensiva artigo a artigo. Petrópolis: Vozes,2000.DEMO, Pedro. A nova LDB: ranços e avanços. Campinas: Papirus, 1997.SAVIANI, Demerval. A nova lei de Educação: LDB tragetória, limites e perspectivas. Campinas:Autores Associados, 1999.
  6. 6. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTES CURRICULARES HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO RECIFE, NOV/2009
  7. 7. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLARCOMPONENTE CURRICULAR: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃOEMENTA; A História da Educação Brasileira: Fases; Concepções, Objetivos; Inter- relações e Importância. Construção da Interpretação da História que auxilie a formação do educador crítico e reflexivo.OBJETO DE ESTUDO: Compreensão da realidade Educacional Brasileira através da História daEducação.ANO: 1º UNIDADE: 1OBJETIVOS: Compreender as concepções sobre a História da Educação.Identificar o pensamento pedagógico contido nos períodos históricos brasileiro. ORIENTAÇÕES TEÓRICO - METODOLÓGICAS1. Concepção sobre História da Educação Compreensão sobre as concepções da História da Educação;2. O Pensamento Pedagógico Identificação do pensamento pedagógico existente na: • Concepção primitiva • Sociedade grego- Romana • Educação medieval • Educação nacional • Educação DemocráticaANO: 1º UNIDADE: 2OBJETIVOS: Analisar as influências políticas e econômicas na Educação Brasileira durante operíodo Brasil ColôniaORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS 1. Brasil Colônia Estudo sobre o contexto histórico, político e econômico neste período; (discussão, debates, síntese, trabalho em grupo etc.) Conhecimento do desenvolvimento do processo educacional; Análise da organização da educação formal: Domínio jesuítico Reforma pombalina A contra-reforma
  8. 8. ANO: 1º UNIDADE: 3OBJETIVO:Compreender os fatos históricos acontecidos no Brasil Império e Brasil República que interferiram naorganização da Educação Brasileira.ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASBrasil ImpérioReconhecimento das causas e conseqüências da crise do Império;Compreensão das conseqüências da Abolição da Escravidão, no cenário sócio-econômico, político esua interferência na Educação Brasileira.Brasil República Discussão sobre a Educação no Brasil República: Reforma Francisco Campos e Capanema; O Escolanovismo (difusão, influência); Manifesto dos Pioneiros; LDB – 1ª Lei 4024/61ANO: 1º UNIDADE: 4OBJETIVO:Analisar os fatos históricos a partir do golpe militar de1964 e suas repercussões no contexto daEducação atual.ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS 1. Educação Brasileira e golpe militar Compreensão da mudança do modelo nacional desenvolvimentista e concepção de capital humano; Conhecimento da Reforma do Ensino de 1° e 2° graus e seus fundamentos filosóficos; e sua repercussão no contexto educacional. 2. Educação nos anos 1980 e 1990 Conhecimento; Do debate educacional neste período; Limites e perspectivas educacionais; LDB 9394/96 limites e perspectivas.REFERÊNCIASAMORI. Antônio. A nova LDB: análise e aplicações. São Paulo: Portifolium, 1997ARANHA, Maria Lúcia de. História da Educação. 2ª ed. São Paulo, Moderna, 1997.BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. São Paulo. Brasiliense (s.d)CARR, E. H. Que é história? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982DEMO, Pedro. A nova LDB: ranços e avanços. 2ª ed. Campinas, SP: Papirus, 2002.
  9. 9. ___________. Desafios modernos da educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001GADOTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Editora Ática, 1995.__________. A educação contra a educação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982GHIRALDELLI, Paulo, Jr. História da Educação. São Paulo: Cortez, 2004.LIMA, Simone Valéria P. História da Educação – Ajudando na prática. Uma vivência em sala deaula. Recife: Bagaço, 2005.MANACORDA, MÁRIO Alighiero. História da Educação. São Paulo, Cortez, 1989._____________ História da Educação – Da Antigüidade aos nossos dias. São Paulo: Cortez,1997ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da Educação no Brasil. 28ª ed. Petrópolis, EditoraVozes. 2003.
  10. 10. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTES CURRICULARES PSICOLOGIA I RECIFE, NOV/2009
  11. 11. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – Organização e gestão da educação escolarComponente Curricular: PSICOLOGIA IEMENTA: Conceito de Psicologia e de Psicologia do Desenvolvimento. Concepções e Teorias do Desenvolvimento Humano. A Afetividade no Desenvolvimento Infantil. A Família, Escola. Os diferentes contextos de desenvolvimento da infância brasileira.OBJETO DE ESTUDO: O desenvolvimento humano e suas dimensões físico-motora, cognitiva,afetivo-emocional, ética e sócio-cultural.ANO: 1º UNIDADE: 1OBJETIVOS: Apreender o conceito de Psicologia e Psicologia do Desenvolvimento. Compreender as concepções do desenvolvimento humano. Identificar os fatores interferentes. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS • Apresentação do conceito de Psicologia e Psicologia do Desenvolvimento. • Estudo e discussão das concepções do desenvolvimento humano: inatista, ambientalista e interacionista. • Construção de quadro comparativo situando os fatores interferentes que predominam em cada concepção do desenvolvimento: hereditariedade, crescimento orgânico, maturação neurofisiológica, meio.ANO: 1º UNIDADE: 2OBJETIVO: Compreender as teorias do desenvolvimento humano. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS • Estudo e discussão das teorias do desenvolvimento humano: comportamentalistas –Skinner; humanistas – Carl Roger, Frederic Pearl; psicanalíticas – Freud, Winnicott; psicogenéticas – Piaget, Vygotsky, Wallon.ANO: 1º UNIDADE: 3OBJETIVOS: Compreender a importância da afetividade no desenvolvimento infantil. Identificar as relações entre afetividade, cognição e interação social nodesenvolvimento infantil.
  12. 12. Diferenciar sentimentos, emoções e valores. Refletir sobre, sentimentos, emoções e valores e como estes interferem nasrelações sócio-afetivas da criança. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS • Estudo dirigido de texto sobre a afetividade no desenvolvimento infantil (conceito, relações entre afetividade, cognição e interação social). • Dramatização de situações de conflito nas quais sejam identificados sentimentos, emoções e valores expressos pela criança. • Estudos de caso de situações vivenciadas nos diferentes contextos sociais (família, escola, grupo de amigos, igreja) que identifiquem como se dá o desenvolvimento da afetividade na criança e sua relação com a cognição e interação social. • Dinâmicas de grupo (técnicas lúdicas e interativas) que proporcionem uma auto-reflexão sobre emoções, sentimentos e valores.ANO: 1º UNIDADE: 4OBJETIVO: Compreender a influência da Família, da Escola e dos diferentes contextos de desenvolvimento da infância brasileira. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS • Pesquisa sobre a influência da família no desenvolvimento da criança, através de observação e ou entrevista que contemple aspectos tais como: composição familiar, condições sócio– econômicas, ambiente familiar e relações familiares. • Socialização dos resultados da pesquisa relacionando-os com as teorias de desenvolvimento humano estudadas. • Estudo sobre o papel da escola no desenvolvimento da criança. • Conhecimento e compreensão dos diferentes contextos nos quais ocorre o desenvolvimento da infância no Brasil através de pesquisa na internet e ou visitas in loco. • Analise da influência dos diferentes contextos no processo de desenvolvimento da infância brasileira. REFERENCIAS • BRUNET, O e LEZINE, I. - Desenvolvimento Psicológico da primeira infância. Porto Alegre: Artes Médicas 1981. • COLL, C et alli. Desenvolvimento Psicológico e educação Porto Alegre: artes Médicas, 1995. • FARIA. A. R de O pensamento e a linguagem da criança segundo Piaget. São Paulo Ática, 1989.
  13. 13. • GOULART, J. B. PIAGET: Experiências básicas para a utilização pelo professor. Petrópolis: Vozes 1983.• LA TAILLE, Yves – Piaget, Vygotsky, Wallon: Teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus, 1992.• MASINI, E.F.S. Ação da Psicologia na Escola. São Paulo Cortez e Moraes, 1978.• OLIVEIRA, M.K.; SOUZA, D.T.R.; REGO, T.C., orgs – Psicologia, educação e as temáticas da vida contemporânea – São Paulo: Moderna, 2002.• SEBER, Mª da Gloria. Construção da inteligência pela criança: atividades do período pré operatório Ed. Scipione1994.• VYGOTSKY, Le. S. A formação da mente. São Paulo Martins Fontes, 1984.
  14. 14. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTES CURRICULARES PSICOLOGIA II RECIFE, NOV/2009
  15. 15. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLARCOMPONENTE CURRICULAR: PSICOLOGIA IIEMENTA: Conceito de Aprendizagem. Teorias da Aprendizagem: Comportamentalista,Humanista e Cognitivista. Motivação. O papel do professor, do aluno e processos deaprendizagem.OBJETO DE ESTUDO: O processo de aprendizagem.ANO: 2º UNIDADE: 1OBJETIVO: Diferenciar as teorias da aprendizagem: Comportamentalista, Humanista e Cognitivista.Identificar as influências das diferentes teorias da aprendizagem na formação dos professores. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS • Estudo das teorias de aprendizagem: Comportamentalista – Skinner; Humanista – Carl Roger; Cognitivista – Piaget, Vygotsky. • Júri simulado de cada teoria de aprendizagem estudada • Elaboração de quadro comparativo das teorias estudadas. • Discussão sobre a influência que as diferentes teorias exercem na formação dos professores. • Produção de texto argumentativo defendendo a teoria de aprendizagem com a qual se identifica.ANO: 2º UNIDADE: 2OBJETIVOS: Apreender o conceito de motivação Compreender a importância da motivação no processo de ensino aprendizagem. Identificar as variáveis que interferem na motivação (o ambiente, as forças internas doindivíduo, o objeto). Identificar as relações entre motivação e aprendizagem e repercussões na práticapedagógica. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS • Apresentação do conceito de motivação. • Estudo sobre motivação e sua importância no processo de ensino aprendizagem. • Estudo de caso sobre variáveis que interferem na motivação (o ambiente, as forças internas do indivíduo, o objeto). • Discussão sobre como criar centros de interesses e desenvolver atitudes de investigação como forma de desafiar a atenção do aluno.ANO: 2º UNIDADE: 3OBJETIVO: Compreender e diferenciar as dificuldades no processo de aquisição da leitura e daescrita
  16. 16. Identificar transtorno do déficit de atenção com hiperatividade Compreender os distúrbios de linguagem e suas conseqüências no processo daaprendizagem. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS • Discussão sobre as dificuldades no processo de apreensão da leitura e da escrita. • Estudo do transtorno do déficit de atenção com hiperatividade e orientação para o para professor agir nesse processo • Estudos e compreensão dos diferentes distúrbios de linguagem (dislexia, disgrafia, disortografia, dislalia, gagueira e discalculia) suas características, conseqüências e dificuldades no processo de aquisição da leitura e escrita • Pesquisa nas salas de aula do ensino fundamental nas turmas do 1° e 2° ano sobre Distúrbios de Linguagem, identificá-los e apresentar a orientação de ação para o professor mediar o distúrbio identificado. • Entrevistar psicopedagogos e ou fonoaudiólogos para compreender melhor o aluno que apresenta tais distúrbios e as dificuldades de superação.ANO: 2º UNIDADE: 4OBJETIVO: Analisar o papel do professor e o papel do aluno no processo de ensino aprendizagem em cada uma das teorias estudadas. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS • Análise de cada uma das teorias estudas, identificando o papel do professor e o papel do aluno e a metodologia no processo de ensino aprendizagem.REFERÊNCIASANTUNES, Celso. Novas Maneiras de ensinar, novas maneiras de aprender. Porto Alegre;Artemed 2002CAMPOS, D. M. S Psicologia da Aprendizagem. Petrópolis: Vozes, 2002.COELHO, M. T; JOSÉ, E. A. Problemas de aprendizagem. 3. ed. São Paulo: Ática, 1991.CORRÊA, Rosa M. Dificuldades no aprender: um outro modo de olhar. Campinas: Mercadode Letras, 2001. FOULIN, J. ; MOVCHON, S.. Psicologia da Educação. Porto Alegre - ARTEMED 2000.LA ROSA, Jorge (Org.) Psicologia e educação - O significado do aprender. Porto Alegre -EDIPCURS, 2006.MORAIS, A. M. P. Distúrbios da aprendizagem. uma abordagem psicopedagógica. 9. ed.São Paulo: Edicon, 2002.MOREIRA, Marco Antônio. Teorias da Aprendizagem. São Paulo - EPU, 1999PATTO, Maria Helena S. Introdução á Psicologia escolar. São Paulo - Casa do Psicólogo, 1997.WOOD, David. Como as crianças pensam e aprendem. São Paulo - Martins Fontes, 1996
  17. 17. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTES CURRICULARES FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO RECIFE, NOV/2009
  18. 18. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLARComponente Curricular: FILOSOFIA DA EDUCAÇÃOEMENTA: Compreensão filosófica dos fenômenos educacionais. Análise e reflexão sistemática, metódica, rigorosa e crítica sobre as várias dimensões em que se desdobram os processos educativos. Reflexão sobre à formação dos valores éticos sob os fundamentos antropológicos e epistemológicos.OBJETO DE ESTUDO: As concepções filosóficas que fundamentam a prática pedagógicaEMENTA: Compreensão filosófica dos fenômenos educacionais. Análise e reflexão sistemática, metódica, rigorosa e crítica sobre as várias dimensões em que se desdobram os processos educativos. Reflexão sobre à formação dos valores éticos sob os fundamentos antropológicos e epistemológicos.OBJETO DE ESTUDO: As concepções filosóficas que fundamentam a prática pedagógica.ANO: 4º UNIDADE: 1 ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASAnálise dos princípios que fundamentam o pensamento filosófico da educação;Reflexão sobre os princípios sócio-filosóficos da Educação;Compreensão da Educação enquanto mediadora da existência humana.ANO: 4º UNIDADE: 2OBJETIVOS: Analisar as concepções de educação, ideologia, poder e democracia e suas interrelações.Refletir sobre a filosofia no contexto da Educação Brasileira ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASReflexão sobre a filosofia no contexto educacional brasileiro;Discussão sobre os fundamentos filosóficos das relações entre: • Educação e Ideologia; • Educação e Poder; • Educação e DemocraciaANO: 4º UNIDADE: 3OBJETIVOS: Proporcionar o desenvolvimento de atitudes de reflexão relacionando as concepçõesentre Educação, trabalho, Cultura, Subjetividade e Cidadania
  19. 19. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS Reflexão sobre os fundamentos filosóficos das relações entre: • Educação e Trabalho; Educação e Cultura; • Educação e Subjetividade; Educação e Cidadania. • Promoção de debates, discussões, seminários, que possibilitem o posicionamento critico dos estudantes sobre a temática estudada.ANO: 4º 4ª UNIDADEOBJETIVO: Analisar as implicações éticas da educação na formação do educador. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASReflexão sobre a ética na educaçãoCompreensão das implicações da ética na formação do educadorPromoção de estudos de caso; Leituras, debates, seminários.REFERÊNCIASARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da Educação. São Paulo: Moderna,1996.CHAUÍ, Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 1999.LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1999.RODRIGUES, Neidson. Lições do príncipe e outras lições. São Paulo: Cortez, 1996.SAVIANI, Dermeval. Educação do senso comum a consciência filosófica. São Paulo: Cortez, 1985.SEVERINO, Filosofia da Educação São Paulo Cortez. São Paulo: FTD, 1994._________, Filosofia. São Paulo: Cortez, 1992.
  20. 20. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTES CURRICULARES SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO RECIFE, NOV/2009
  21. 21. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLARCOMPONENTE CURRICULAR: SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃOEMENTA : Análise dos fundamentos sócio-antropológico inerentes as relações existentes entre saber e poder. O conhecimento escolar e suas implicações na formação do professor da educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental. O papel da escola na construção dos princípios básicos do respeito, identidade, diversidade cultural, democracia e cidadania.OBJETO DE ESTUDO: O fenômeno educativo enquanto processo socialANO: 3º UNIDADE: 1OBJETIVO: Analisar a influência das organizações que compõem a sociedade na construção dopensamento sociológico da Educação. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS Análise dos princípios que fundamentam o pensamento sociológico da educação; Compreensão do conceito de Antropologia Reflexão sobre a relação existente entre saber e poder; Compreensão da organização econômica, família, religião, gênero, etniaANO: 3º UNIDADE: 2OBJETIVOS: Compreender a escola enquanto instituição social. Refletir sobre a Educação; Analisar a instituição Escola e o Controle Social ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS Reflexão sobre a função social da escola e o controle social; Compreensão da Educação como processo social; Percepção da instituição escola enquanto instrumento de mudança social;ANO: 3º 3ª UNIDADEOBJETIVO: Analisar as relações que permeiam o contexto educacional e as implicações naformação do professor ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASCompreensão do papel da escola na divisão do trabalho;Reflexão sobre as relações sociais e seus diversos contextos;Discussão sobre “O respeito à identidade e diversidade cultural;”Compreensão de contexto educacional e suas implicações na formação do professor.ANO: 3º 4ª UNIDADEOBJETIVOS; Compreender o papel da escola e do professor na construção dos princípios básicosdo respeito; Identidade; diversidade cultural; democracia e cidadania. Refletir sobre a prática educativa relacionando-a com as práticas sociais.
  22. 22. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASCompreensão das práticas sociais cotidianas como práticas educativas;Construção dos conceitos de respeito, identidade, diversidade cultural, democracia, e cidadaniaPromoção de discussões sobre o “papel da escola e do professor” com vistas a favorecer oposicionamento critico do estudante sobre a construção dos princípios básicos acima citados e ainfluência do professor nessa construçãoConhecimento dos conceitos de: Educação, Democracia e Cidadania.Debate sobre Educação, Democracia e Cidadania.REFERÊNCIASVILANOVA, Sebastião. Introdução a sociologia. São Paulo: Cortez, 1993FERREIRA, Nilda Neves. Cidadania: uma questão para educação. R. J.: Nova Fronteira, 1993.FLORESTAN, Fernandes. Comunidade e sociedade no Brasil. São Paulo: Editora Nacional, 1972.GONZAGA, Luis Mello. Antropologia Cultural. São Paulo: Editora Vozes, 1980.KRUPPA, Sônia M. P. Sociologia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994.MEKSENAS, Paulo. Sociologia da Educação. São Paulo: Editora Loyola, 1998.
  23. 23. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTES CURRICULARES EDUCAÇÃO INDÍGENA RECIFE, NOV/2009
  24. 24. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLARCOMPONENTE CURRICULAR: Educação IndígenaANO 4º 1ª UNIDADEEMENTA: Análise das relações sócio-antropológicas da Educação Escolar Indígena.Fundamentos Pedagógicos da Educação Intercultural dos Componentes Curriculares da EducaçãoIndígena. Função social da escola indígena. A avaliação na Escola Indígena. Estudo dosfundamentos legais da Educação Escolar Indígena.OBJETO DE ESTUDO: A Educação Escolar IndígenaOBJETIVO: Compreender as relações sócio- antropológicas da Educação Escolar Indígena. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASCompreensão dos Fundamentos sócio-antropológicos da Educação Escolar IndígenaConhecimento da identidade, etnia, valores éticos, culturais, específicos e diferenciados de cadapovo.ANO 4º 2ª UNIDADEOBJETIVO: Compreender os Fundamentos Pedagógicos da Educação Intercultural e dosComponentes Curriculares da Educação Escolar Indígena. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICASCompreensão dos Fundamentos Pedagógicos da Educação Intercultural;Reflexão sobre a concepção de educação: intercultural, comunitária, especifica e diferenciadaConhecimento dos Componentes Curriculares da Educação Escolar Indígena.Compreensão do Currículo x Cultura da Escola Indígena.ANO 4º 3ª UNIDADEOBJETIVO: Analisar os fundamentos legais da Educação Escolar Indígena. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICASConhecimento e reflexão sobre os Fundamentos legais da Educação Escolar Indígena.ANO 4º 4ª UNIDADEOBJETIVO: Compreender a Função social da escola indígena bem como a especificidade daAvaliação
  25. 25. Educação Escolar Indígena. Conhecer as concepções do Ensino Aprendizagem especifica daorganização dos professores Indígenas (COPIPE). ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICASAnálise do papel social da escola no contexto da Educação Escolar Indígena;Conhecimento das concepções do ensino/aprendizagem específica dos professores indígenas.Compreensão da Concepção de Avaliação na Educação Escolar Indígena.REFERÊNCIASGRUPIONI, Luis Donisete Benzi (Org.). As Leis E a Educação Escolar Indígena. Ministério deEducação, Secretaria de Educação Continuada, alfabetização e Diversidade. 2ª ed. Brasília:MEC/SECAD, 2005._________, Luis Donisete Benzi (Org.) Índios no Brasil. São Paulo: Global, 2000.Referencial Curricular Nacional Para as Escolas Indígenas. Ministério da Educação, Secretariade Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Brasília: MEC/SECAD, 2005Referenciais Para Formação de Professores Indígenas. Ministério de Educação, Secretaria deEducação Continuada, alfabetização e Diversidade. Brasília: MEC/SECAD, 2005.SACRISTAN. J. Ginemo. O CURRÍCULO: uma Reflexão sobre a prática.Porto Alegre: Artem,1998.SILVA. Aracy Lopes da e FERREIRA, Mariana Kawall Leal (Orgs.). Práticas Pedagógicas na EscolaIndígena. São Paulo: Global, 2001.______. Aracy Lopes da e GRUPIONI, Luis Donisete Benzi (Orgs.). A temática indígena na escola:novos subsídios para professores de 1º e 2º graus. Brasília: MEC/MARI/UNESCO, 1995.
  26. 26. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTES CURRICULARES EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS RECIFE, NOV/2009
  27. 27. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLARCOMPONENTE CURRICULAR: EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOSEMENTA: Historicidade da EJA no Brasil. A especificidade das turmas de jovens e adultos.Elementos teóricos e metodológicos de processos educativos da Educação de Jovens e Adultos.Os sujeitos do processo educativo.Práticas pedagógicas e Interdisciplinaridade na Educação de Jovens e Adultos.OBJETO DE ESTUDO: As especificidades da Educação de Jovens e AdultosANO 3º 1ª UNIDADEOBJETIVO: Refletir sobre a história da EJA no Brasil. Analisar programas e campanhas criadospara erradicar o Analfabetismo. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICASConhecimento e discussão da história da EJA no Brasil;Compreensão e Análise das Campanhas para Alfabetização: Campanha Nacional de Alfabetização;Mobral; Fundação Educar; Alfabetização Solidária; Brasil AlfabetizadoANO 3º 2ª UNIDADEOBJETIVO: Compreender as características cognitivas, sociais e culturais dos jovens e adultoscomo fatores determinantes para a escolha dos processos de ensino-aprendizagem. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICASConhecimento da especificidade dos estudantes da EJA;Identificação dos fatores que interferem no processo de ensino – aprendizagem;Compreensão das características cognitivas, sociais e culturais como determinantes na escolha dosprocessos de ensino-aprendizagem.ANO 3º 3ª UNIDADEOBJETIVO: Aprofundar fundamentos teóricos metodológicos que permitam transitar comautonomia na prática da EJA. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICASDiscussão sobre as contribuições de Paulo Freire para a EJA.Reflexão sobre Educação de Adultos, Educação Popular e Educação de Jovens e Adultos;
  28. 28. ANO 3º 4ª UNIDADEOBJETIVO: Planejar e elaborar situações de ensino-aprendizagem utilizando a interdisciplinaridadecomo princípio de construção de saberes específicos sobre a EJA. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICASAplicação dos fundamentos pedagógicos, observando a especificidade da EJA no planejamento eelaboração de situações do ensino aprendizagem de: Matemática e Ciências; História e Geografia;Arte e Educação Física; num contexto de interdisciplinaridade.REFERÊNCIASBRASIL. Constituição Federal do Brasil, 1988______.Ministério da Educação e Cultura. Proposta Curricular para a Educação de Jovens eAdultos. Ensino Fundamental. 1º segmento, 1.999.______. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens eAdultos, 2000.DAVIES, Nicholas. Plano Nacional de Educação: muito discurso, nenhum recurso. In:FREIRE, A.M.A. Analfabetismo no Brasil: da ideologia da interdição do corpo a ideologianacionalista, ou de como deixar sem ler e escrever desde as Catarinas (Paraguaçu), Filipas,Madalenas, Anas, Genebras, Apolônias e Graças até os Severinos. São Paulo: Cortez, 2.001.FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz eTerra, 1997.______.Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.GENTILI.P. et all. Reinventar a escola pública: política educacional para um novo Brasil.Petrópolis: Vozes, 2003.PAIVA, V. P. Educação popular e educação de adultos. São Paulo: Loyola, 1987.RIBEIRO,V.M. et all. Educação de jovens e adultos: novos leitores, novas leituras. São Paulo:Ação Educativa, 2001SEVERINO, Antônio Joaquim. O conhecimento pedagógico e a interdisciplinaridade: o saber comointencionalização da prática. In: Fazenda, Ivani C. Arantes (org.). Didática e interdisciplinaridade.Campinas – SP: Papirus, 1998. p. 31-44. Anais do Encontro Latino Americano sobre a Educação deJovens e Adultos trabalhadores /Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais. -Brasília, 1994.SOUZA, J.F. Lei de diretrizes e bases da educação nacional e a educação de jovens e adultos.AEC nº 108 /1998.
  29. 29. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIOPROPOSTA DE ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTES CURRICULARES EDUCAÇÃO INFANTIL RECIFE, NOV/2009
  30. 30. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLARAnálise do Componente Curricular: EDUCAÇÃO INFANTILEMENTA: Estuda concepções de Educação Infantil, de criança e de infância; Analisa Políticas para a infância; a intencionalidade político-educativa no âmbito da educação pública municipal. Considera os sujeitos direta e/ou indiretamente envolvidos no processo educativo. Investiga a ação do professor na articulação teoria e prática. Reflete sobre as concepções teórico metodológicas específicas da Educação Infantil; seus espaços, fundamentos legais, organizacionais e sua práxis pedagógica.OBJETO DE ESTUDO: A criança no seu processo de socialização e desenvolvimento. ANO: 3º UNIDADE: 1OBJETIVO: Desenvolver a compreensão do conceito de criança como sujeito de direito naconstrução da sociedade, Compreender historicamente a função social da escola de Educação Infantil.Refletir sobre a criança, a família, e o professor como sujeitos que podem atuar no sentido de manterou transformar dialeticamente a realidade social. Conhecer os fundamentos legais que estruturam aEducação Infantil. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS Compreensão do conceito de criança e de Infância e suas relações com asociedade; Reconhecimento do Brincar como fenômeno sociocultural que exerce um papel mediador entre a criança e a realidade em um processo dialético Análise da família e da escola na contemporaneidade Compreensão da função social da escola de Educação Infantil no seu processohistórico Análise dos fundamentos legais no processo histórico da Educação Escolar dacriança; Percepção da criança como sujeito histórico social e cultural; Reflexão sobre a função social da educação infantil na construção de umasociedade democrática ANO:3º UNIDADE: 2OBJETIVO: Compreender o processo de aprendizagem e desenvolvimento da criança naEducação infantil e a função educativa nos seus espaços específicos. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS Conhecimento das contribuições de Montessori; Freinet; Decroly Claparède Piaget; Vygotsky; Wallon no processo de ensino aprendizagem da criança: Reconhecimento do papel da família no processo de aprendizagem edesenvolvimento da criança na escola de Educação Infantil Conhecimento do brincar enquanto momentos de aprendizagens significativas. Compreensão da especificidade do cuidar e educar no processo de ensino- aprendizagem.
  31. 31. Reconhecimento dos diferentes espaços da Educação Infantil: Creches e pré-escolas em diferentes concepções. Identificação do perfil do professor no cuidar/educar na Educação InfantilANO: 3º 3ª UNIDADEOBJETIVO :Compreender a luz de teorias críticas do currículo a intencionalidade político-pedagógica quepermeia o Referencial Curricular Nacional e as DiretrizesCurriculares Nacionais para a EducaçãoInfantil na perspectiva de uma educação emancipatória. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASCompreensão das concepções de Educação: infantil e de criança;Identificação da concepção de currículo e ou ensino nas diferentes áreas do conhecimento daEducação Infantil;O conhecimento do currículo da Educação Infantil nas suas especificidades no âmbito oficial e legalIdentificação do perfil do Educador e seu papel na formulação e ressignificação das propostascurricularesCompreensão da Concepção da Avaliação e de Currículo, sua relação e especificidade naEducação InfantilANO: 3º 4ª UNIDADEOBJETIVO: Articular conteúdos constitutivos do ensinar e do aprender em formulações teórico-metodológicas que possibilitem uma prática voltada para a construção dos saberes docentesnecessários à formação integral da criança na Educação Infantil. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASConhecimento das exigências do saber-fazer docente (planejamento, organização do espaço, e arotina da sala de aula, o tempo, e avaliação);Ressignificação das orientações metodológicas para: utilização de critérios para seleção e organização de conteúdos. As questões do cotidiano na Educação Infantil (adaptação;hora do sono; banho; brincadeiras; recreio; mordidas; controle dos esfíncteres; regras; e disciplina) A construção de projetos de trabalhos em creches e pré-escolas. O trabalho com as crianças na sua relação com concepções de infância de criança e de escola. Análise das Propostas e experiências pedagógicas da rede pública, particular e de iniciativas não governamentais.
  32. 32. REFERÊNCIAS ABRAMOWICZ, A e WAJSKOP, G. Creches: atividades para crianças de zero a 6 anos. São Paulo: Moderna. 1995 BARRETO, A M. R. F. Situação atual da Educação Infantil no Brasil (p.23-34). In MEC/SEF/COEDI. Subsídios para credenciamento e funcionamento de instituições de educação infantil - Vol. II. Brasília: MEC/SEF/COEDI. BOBBIO, N. (1992) A era dos direitos. Rio de Janeiro: Campus. 1998 BRASIL Constituição Federal do Brasil. Brasília,1988 ________ Estatuto da Criança e do Adolescente. Lei Federal 8069 de 13 de julho de 1990. ________. Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional. Lei Federal 9394 de 20 de dezembro de 1996. _________ Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil - Vol. 1, 2 e 3. Brasília: MEC/SEF/COEDI. 1998 BROUGÈRE, G.A criança e a cultura lúdica. In: KISHIMOTO, T. M. (org.). O Brincar e suas teorias. São Paulo: Pioneira Thomson Learning,2002 p. 19 – 32, _________. Brinquedos e Companhia. São Paulo: Cortez, 2004 CARVALHO, A. M. A.; PONTES, F. A. R. Brincadeira é cultura. In: CARVALHO, A. M. A.; MAGALHÃES, C. M. C.; PONTES, F. A. R.; BICHARA, I. D. (Brincadeira e cultura: viajando pelo Brasil que brinca. São Paulo: Casa dos Psicólogos, 2003 v. 1, p. 15-32 CRAIDY, C.M. e KAERCHER, G. E. da S. - Educação infantil Pra que te quero? Editora: Artmed – Gênero Pedagogia Coleção “Cadernos de educação Infantil” – Editora Mediação FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa.2005 31ª ed. São Paulo: Paz e terra FREITAS, M. B. et all A importância dos Jogos, Recife: Secretaria de Educação Estadual de Pernambuco, 1997 ____ O brincar em foco: um estudo sobre as representações sociais de professoras que atuam em escolas de educação infantil. 2005 Dissertação. – Recife: 2005 _________ Liberdade e Autoridade a Pedagogia Freireana e o brincar na Educação Infantil. In GOMES, F e JOFILI, Z. (orgs.). O Lugar da Interdisciplinaridade no discurso de Paulo Freire, Recife, PE: Bagaço, 2008 p 221-245.HUIZINGA, J. (1980) Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 1980KISHIMOTO, T. M. O. Jogo e a educação infantil. In: KISHIMOTO, T. M. (org.). Jogo, Brinquedo,Brincadeira e a Educação. 5.ed. São Paulo: Cortez,2001 p. 13 – 43Desencontros em Educação Infantil. São Paulo: Cortez 2002 p.107-115KRAMER, S. Formação de Profissionais de Educação Infantil: questões e tensões. In: machado, M. l.de A. (org.) Encontros e Desencontros em infantil. São Paulo: Cortez, 2002._________ Da formação de profissionais da educação Infantil:contextos e histórias, In Profissionaisde educação infantil gestão e formação (org.) São Paulo: Ática, 2005KULMAN JR, M. Infância e Educação Infantil: Uma abordagem histórica. Porto Alegre:Mediação.1998_______________ (2000). Histórias da Educação Infantil Brasileira. Revista Brasileira deEducação.2000;nº 14 (especial): 5-18. MEC/SEF/COEDI______________Educação Infantil no Brasil - Situação atual. Brasília: MEC.1994
  33. 33. ______________Por uma política de formação do profissional de Educação Infantil. Brasília:MEC/SEF/COEDI.1994 ________________ ______________Propostas pedagógicas e currículo emEducação Infantil. Brasília: MEC/SEF/COEDI.1994______________Critérios para uma política de atendimento com qualidade Nossa creche respeitacriança. Brasília,1996.______________Subsídio para credenciamento e funcionamento de instituições de Educação Infantil.Brasília: MEC/SEF/COEDI, 1998. LA TAILLE, Yves de. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus 1992 PIAGET, J. A formação do símbolo na criança: imitação, jogo e sonho, imagem e representação. Rio de Janeiro, Zahar,,1971. _______ O nascimento da inteligência na criança. Rio de Janeiro: Guanabara, 1987 ROSSETTI-FERREIRA, M. C. & AMORIM, K. S. (1996) Relações Afetivas na Família e na Creche durante o Processo de Inserção VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 4.ed. São Paulo:Martins Fontes,1991WAJSKOP, G. (2001)Brincar na Pré-escola. 5.ed. São Paulo: Cortez, v. 48, WALLON, Henri. (1989) As origens do pensamento na criança. São Paulo: Manole, 1989
  34. 34. SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DO ENSINO MÉDIO PROPOSTA DE ORIENTAÇÕES TEÓRICO-METÓDOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIO NÚCLEO DE FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR COMPONENTES CURRICULARES EDUCAÇÃO DE PORTADORES DE DEFICIÊNCIA1 RECIFE, NOV/20091 A Partir da LDEN nº(------------) o componente passou a ser conhecido por Educação Inclusiva ou Educação de Pessoascom Deficiência
  35. 35. ORIENTAÇÕES TEÓRICO METODOLÓGICAS CURSO NORMAL MÉDIONÚCLEO DE FORMAÇÃO – ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR 2Análise do Componente Curricular: EDUCAÇÃO DE PORTADORES DE DEFICIÊNCIAEMENTA: Estudo da Concepção de Educação Especial compreendendo os aspectos históricos, filosóficos, políticos; legais que orientam as ações pedagógicas no atendimento do aluno com necessidades educacionais especiais, bem como os Serviços da Educação Especial.OBJETO DE ESTUDO: As ações didático-pedagógicas e a singularidade no processo deensino-aprendizagem dos alunos com necessidades educacionais especiais.ANO: 3º UNIDADE: 1OBJETIVO: Compreender os aspectos históricos, filosóficos, políticos da Educação Especial. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASCompreensão dos aspectos históricos, filosóficos e políticos que fundamentam a EducaçãoEspecial;Conhecimento dos Paradigmas da Educação Especial.ANO: 3º UNIDADE:2OBJETIVO: Compreender os aspectos legais da Educação Especial. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS Compreensão dos aspectos legais que fundamentam a Educação Especial; • Declarações Internacionais: Salamanca, Guatemala e Convenções/2007; • CF/88; LDBNs 71, 96; • Planos Nacional e Estadual de Educação; • Diretrizes Curriculares da Educação Especial na Educação Básica • Parecer CNE/CBE 02/2001; Lei nº 10.436/02 (*Lei de LIBRAS); • Decreto nº 5626/05 (Regulamentação da Lei nº 10.346/02)ANO: 3º 3ª UNIDADEOBJETIVO: Compreender as orientações pedagógicas especificas no atendimento dos alunoscom necessidades Educacionais Especiais. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICASConhecimento e compreensão das orientações pedagógicas no acompanhamento dos alunos comnecessidades educacionais especiais:2 A Partir da LDEN nº(------------) o componente passou a ser conhecido por Educação Inclusiva ou Educação de Pessoascom Deficiência
  36. 36. • Intervenção para a pessoa surda (introdução ao estudo de LIBRAS, o papel do intérprete e do instrutor); • Intervenção para a pessoa cega e com baixa visão (orientação e mobilidade); Confecção de material em alto relevo; Código de Braille; Papel do Brailesta; • Intervenção para a pessoa portadora de deficiência mental; • Intervenção para a pessoa portadora de deficiência física (acessibilidade, adaptação de recursos) ; • Intervenção para a pessoa com altas habilidades. • Tecnologia Assistiva.ANO: 3º 4ª UNIDADEOBJETIVO: Conhecer e compreender os Serviços da Educação Especial. ORIENTAÇÕES TEÓRICO – METODOLÓGICAS Conhecimento e compreensão dos Serviços da Educação Especial: • CAS- Centro de Apoio ao Surdo; • CREEs – Centro de Reabilitação e Educação Especial; • SAEEs – Sala de Atendimento Educacional Especializado; Itinerância. • Classes Hospitalares.REFERÊNCIASCARVALHO, Edler Rosita. Educação inclusiva: com os pingos nos “is”. Porto Alegre: EditoraMediação, 2005.MAZZOTTA, M. J. S. Educação especial no Brasil: história e políticas públicas. São Paulo:Cortez, 1996.MARTINS, Lúcia de Araújo Ramos et all. Educação e inclusão social de pessoas comnecessidades especiais: desafios e perspectivas. João Pessoa: Editora Universitária, 2007------------------------------------------------- Inclusão: compartilhando saberes. R J: Vozes, 2006MITTER, Peter. Educação Inclusiva. Porto Alegre: Artmed, 2003.RODRIGUES, David. Inclusão e Educação: dez olhares sobre a educação inclusiva. São Paulo:Summus, 2006SASSAKI, Romeu. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. Rj: WVA Editora, 1999.SILVA, Shirley e VIZIM, Marli (org.). Educação Especial: múltiplas leituras e diferentessignificados. Campinas, S. Paulo: Mercado da Letras, 2001.------------------------------------------------. Políticas Públicas: educação tecnologias e pessoas comdeficiência. Campinas, S. Paulo: Mercado das Letras, 2003.SILVA, Tomas Tadeu. Identidade e Diferença: a perspectiva dos estudos culturais.SKLIAR, Carlos. Pedagogia Improvável da Diferença: e se o outro não estivesse aí? Rio deJaneiro: DP&A, 2003.

×