Your SlideShare is downloading. ×
Challengesposter
Challengesposter
Challengesposter
Challengesposter
Challengesposter
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Challengesposter

198

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
198
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. FORMAÇÃO DOS ESTUDANTES NA UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIORResumoNo âmbito da implementação da plataforma Moodle numa Instituição Privada de EnsinoSuperior (IPESup) tornou-se necessário dotar os estudantes de competências informáticasnomeadamente através de formação específica para o efeito. Este estudo apresenta osresultados preliminares de um estudo exploratório sobre a formação realizada aos estudantes esua relação com as competências solicitadas pelos professores durante o 1.º semestre de2010-11. Os resultados mostram coeficientes de correlação muito fortes entre as competênciasnecessárias e a quantidade de informação decorrente da formação e da avaliação daformação.Palavras-chave: Blended learning, Competências informáticas, Ensino Superior, Formação deEstudantes, Moodle.AbstractIn the implementation of Moodle at a private institution of Higher Education it is necessary toequip students with computer skills particularly through training for that specific purpose. Thisstudy presents the preliminary results of an exploratory survey involving the training carried outto students and their relationship with the competencies required by teachers during the 1stsemester of 2010-11. The results show very strong correlations between the skills required andthe amount of information resulting from training and training evaluation.Keywords: Blended Learning, Computer Skills, Higher Education, Student Training, Moodle.IntroduçãoO processo de ensino e aprendizagem centrado no estudante, na sua aquisição decompetências assim como nos resultados obtidos é uma tendência que se tem vindo a verificarentre os países de União Europeia (European Union, 2010) fomentada pelo Processo deBolonha e pela introdução de tecnologias em todos os graus de formação. Este processo temapresentado inúmeros desafios nomeadamente “ (…) to leverage the learning sciences andmodern technology to create engaging, relevant, and personalized learning experiences for alllearners that mirror students’ daily lives and the reality of their futures.” (Atkins et al., 2010, p. vi)Neste contexto as universidades desempenham um papel importante como lugar privilegiadopara aquisição das competências decisivas para o desenvolvimento do capital humano (Rogerset al., 2009).Tendo como pano de fundo a adequação às directivas do Processo de Bolonha, a IPESuprealizou a um forte investimento na educação online, iniciado em 2007 e consolidado em 2009(Lencastre & Monteiro, 2008). Este investimento não corresponde a uma reconversão completanuma Instituição de Ensino a Distância (EaD) mas sim na integração de alguns dos factoresmais relevantes da educação online na formação. Um desses factores foi a introdução daplataforma Moodle como elemento mediador e de apoio à leccionação.
  • 2. Num primeiro momento, a utilização da plataforma era opcional por parte dos professores e atipologia da sua utilização correspondia, em termos gerais, ao apoio às aulas presenciais. Numsegundo momento, em 2009, por decisão directiva, algumas das UCs, nomeadamente astransversais a vários cursos, associadas à filosofia institucional (core curriculum), passam a serleccionadas em regime de blended learning, com uma forte componente não presencial. Nessemesmo ano, algumas UCs do ensino pós-graduado passam também a ter uma componenteobrigatória em regime online. A essas 3 tipologias de uso poderiam corresponder diferenças deperspectiva dos professores mas um estudo sobre o perfil do e-professor não revelou 1diferenças significativas quanto à percepção da plataforma (Fidalgo, Paz & Santos 2011).As alterações provocadas pelo Processo de Bolonha trouxeram novos públicos para o EnsinoSuperior assim como desafios consideráveis a este nível. Verificou-se que, em 2010-11,aproximadamente 50% dos novos estudantes procediam do contingente dos maiores de 23.Embora se possa pensar que, vindos do mercado de trabalho, possuem mais competênciasinformáticas, nem sempre isso se verifica nem se traduz num maior conhecimento/utilização daplataforma. A passagem pelo ensino secundário, onde actualmente está amplamente difundidaa utilização da Moodle (Pedro, Soares, Matos, & Santos, 2008), seria garantia da aquisiçãodessas competências, mas tal não se verifica com os estudantes que vêm do mercado detrabalho, ou recomeçaram a estudar. Dados obtidos pelo inquérito inicial da formação revelamque 70% não tinham experiência de utilização antes dessa formação.Inserido num projecto de melhoria da qualidade da formação de docentes e estudantes, esteestudo exploratório tem como objectivos:  Obter a avaliação dos estudantes sobre a formação realizada;  Aferir as competências na utilização da Moodle que necessitaram de mais desenvolvimento após a formação;  Identificar as percepções iniciais sobre as mais-valias da educação online;  Reflectir sobre aspectos a melhorar em futuras formações a partir dos dados obtidos.Plano de formaçãoNo sentido de assegurar que os estudantes adquiriam competências para a utilização daplataforma Moodle e para a educação online, a IPESup elaborou um plano de formação emregime de Blended Learning denominado Formação Moodle, nível 1 e 2. Os destinatários destaacção de formação foram todos os estudantes do 1.º ano dos diferentes cursos de 1.º ciclosendo a formação assegurada pela equipa da Unidade de Educação e Formação. Estadecorreu na 1.ª semana do ano académico, no âmbito da Semana de Indução, na qual 1 As três tipologias consistem na utilização da plataforma Moodle em regime de Blended Learning(na quase totalidade das UCs ou numa percentagem da sua carga horária) e como complemento às aulaspresencias.
  • 3. estavam previstas várias actividades de acolhimento/formação e tinha o seguinte plano deformação: Figura 1. Plano da formação Moodle níveis 1 e 2.Metodologia ParticipantesEntre as 117 respostas dos estudantes de dois campi da IPESup apenas foram analisados osdados referentes aos 90 estudantes que completaram a formação. Recolha de dadosApós a construção do questionário foi efectuada uma revisão do mesmo por 5 professores ecom base nessa revisão o instrumento foi finalizado e enviado para os participantes solicitandoa sua participação. A recolha de dados foi feita através deste questionário online constituído 2por 4 secções com questões fechadas (com respostas de sim/não e escalas tipo Likert ) e itensde resposta aberta (facultativas) e com um tempo estimado de resposta ente os 10 e 15minutos. AnáliseA análise foi quantitativa nomeadamente através de estatística descritiva e indutiva (utilizandoo software R versão 2.11.1), e qualitativa através de análise de conteúdo. ResultadosForam analisadas as correlações entre os Itens A, B e C com base nos dados da figura 2. 2 Com itens de 1 a 5, sendo 1 uma apreciação muito negativa e 5 muito positiva.
  • 4. Figura 2. Dados da análise de dispersão estatísticaOs coeficientes de correlação calculados apontam para uma correlação positiva muito forteentre o Item A e o Item B (.90) e com o Item C (.93).As respostas sobre as competências que os estudantes necessitaram de aperfeiçoar após aformação distribuíram-se do seguinte modo, salientando-se o saber participar activamente emfóruns de discussão, que não se resume a uma competência técnica: Figura 3. Competências que os estudantes necessitaram de aperfeiçoar.A análise qualitativa da questão aberta sobre as percepções de mais-valias da educação onlinee da plataforma Moodle mostram uma boa identificação das principais vantagens, o que é derealçar dada a falta de experiência anterior e é um factor que sublinha também o sucesso daformação realizada. Entre as principais são apontadas a facilitação da comunicação, epossibilidade de gestão do tempo de aprendizagem e a facilidade de distribuição de recursos,como se pode verificar na figura 4.
  • 5. Figura 4. Análise da questão aberta sobre percepções das mais-valias da educação online.Considerações finaisA análise realizada revela que a formação vai ao encontro das necessidades dos estudantes,tendo em conta os coeficientes de correlação positiva muito fortes e a classificação positivaefectuada pelos participantes relativamente à utilidade da formação Moodle recebida.Em futuras formações as sugestões serão devidamente acauteladas, estando em estudo aimplementação de um fórum de dúvidas permanente aberto a todos os estudantes dos campida IPESup e o reforço das competências que precisaram de ser mais desenvolvidasposteriormente.ReferênciasAtkins, D. E., Bennett, J., Brown, J. S., Chopra, A., Dede, C., Fishman, B., et al. (2010). Transforming American Education: Learning Powered by Technology. Learning (p. 114).European Union, C. O. (2010). 2010 joint progress report of the Council and the Commission on the implementation of the “Education and Training 2010 work programme.” Official Journal of the European Union, 1(117), 1-7. Acedido em http://eur-lex.europa.eu/LexUriServ/LexUriServ.do?uri=OJ:C:2010:117:0001:0007:EN:PDFRogers, P., Berg, G., Boettcher, J., Howard, C., Justice, L., & Schenk, K. (2009). Encyclopedia of Distance Learning. (J. Snavely, Ed.)Garden (2nd ed., p. 2439). Hershey • New York: IGI Global. doi: 10.4018/978-1-60566-198-8Fidalgo, P., Paz, J., & Santos, F. (2011). Moodle early use by teachers in Higher Education: an exploratory study [accepted]. Edmedia 2011 - World Conference on Educational Multimedia, Hypermedia & Telecommunications. Lisbon: AACE.Lencastre, J., & Monteiro, A. (2008). An On-line Project in a Higher Education Institution. EADTU Conference 2008. Acedido em Junho 15, 2010, de http://www.fpce.up.pt/ciie/publs/jalencastre/13_USBM_An online project.pdfPedro, N., Soares, F., Matos, J. F., & Santos, M. (2008). Utilização de Plataformas de Gestão de Aprendizagem em Contexto Escolar-Estudo Nacional. Outubro. Acedido em Fevereiro 22, 2011, de http://nonio.fc.ul.pt/actividades/sem_estudo_plat/programa_apresentacao_estudo.pdf

×