Clipping 12 a 18.12
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Clipping 12 a 18.12

on

  • 906 views

 

Statistics

Views

Total Views
906
Views on SlideShare
902
Embed Views
4

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 4

http://www.florespi.org.br 4

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Clipping 12 a 18.12 Clipping 12 a 18.12 Presentation Transcript

  • Calendário de Eventos DEZEMBRO 2011 Clipping de Notícias Socioambientais 12 a 18de dezembro de 2011Observação: Aqui você encontra os principais EVENTOS e NOTÍCIAS relacionadas aos temas ÁGUA e FLORESTAS, no município de Piracicaba (SP), interior de SP e Brasil.
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 12/12/2011 - Veículo: Ambiente BrasiçEstudo mostra que Belo Monte é mais barata e menos poluente que alternativas degeração de energiaUsina Hidrelétrica de Belo Monte, que está qualquer nova unidade geradora de energia bilhões, o que é inferior ao custo ambientalsendo construída no Rio Xingu (PA) vai trazer causa impacto ambiental, e temos que que uma térmica a gás naturalmenos impactos ambientais do que a analisar o custo-benefício em relação às ocasionaria, que seria de mais de R$ 24utilização de alternativas com energias outras fontes de energia. Nesse estudo fica bilhões. “Ou seja, a opção térmica possui umfósseis e os custos serão menores do que claro que a hidrelétrica é a que apresenta o impacto ambiental quase oito vezes maioroutras fontes renováveis. A conclusão está melhor custo-benefício em relação às outras que o custo de mitigação ambiental de Belono estudo Análise Comparativa entre Belo fontes”, disse Castro à Agência Brasil. Monte”.Monte e Empreendimentos Alternativos: Os estudiosos apontam que o Brasil tem um Belo Monte é uma das principais obras doImpactos Ambientais e Competitividade grande potencial de fontes alternativas e Programa de Aceleração do CrescimentoEconômica, elaborado pelo Grupo de Estudos renováveis de energia elétrica: (PAC) e deve ser concluída até 2015. Comdo Setor Elétrico (Gesel) da Universidade eólica, biomassa e solar, mas a prioridade a potência instalada de 11,2 milFederal do Rio de Janeiro (UFRJ). essas fontes implicaria perda de megawatts, será a maior hidrelétricaNa análise, os professores Nivalde José de competitividade da economia brasileira, em totalmente brasileira (Itaipu, que tem 14 milCastro, André Luis da Silva Leite e Guilherme função do diferencial de custos em relação à megawatts de potência, é binacional) e aDantas avaliam quais seriam as fontes hidreletricidade. Também poderia haver terceira maior do mundoalternativas a Belo Monte para o problemas de garantia e segurança deatendimento da demanda crescente por suprimento em razão da sazonalidade e daenergia e os impactos ambientais dessas intermitência dessas fontes alternativas.fontes. Segundo eles, caso Belo Monte não “Desta forma, em um cenário em que nãoviesse a ser construída, seria necessária a fosse construída a usina de Belo Monte, aimplementação de fontes alternativas que construção de usinas termoelétricas seriasuprissem a demanda, que teriam impactos obrigatória de forma a manter o equilíbrio eambientais maiores ou que não teriam segurança entre a carga e a oferta de energia.consistência suficiente, em termos de A questão que se coloca é quais seriam ossegurança energética, para atender ao impactos ambientais das alternativas fósseiscrescimento da necessidade por energia e a comparação deles com os impactoselétrica projetada para os próximos anos no ambientais de Belo Monte”, avalia o estudo.Brasil. A análise aponta também que os custos de“Belo Monte é uma obra eficiente, que tem mitigação dos impactos socioambientais daque ser feita. O Brasil precisa de energia e Usina de Belo Monte são de cerca de R$ 3,3
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 13/12/2011 - Veículo: EP PiracicabaFalha no serviço de esgoto permite lançamento de poluentes no rio Um estudo realizado desse tipo de substância pode pela Universidade do Estado de São causar, entre outras coisas, a Paulo (USP) em Piracicaba apontou diminuição da oxigenação na que o sistema de tratamento de água, causando problemas esgoto na cidade é deficiente e irreparáveis de poluição, segundo os elimina apenas parte dos resíduos estudiosos da USP. químicos domésticos antes de Uma das soluções apontadas pelo devolver a água ao Rio Piracicaba. estudo é o investimento do Poder Com isso, os estudiosos encontraram Público em estações de tratamento de no Piracicaba substâncias esgoto mais avançadas. Mas químicas em quantidade até 30 vezes enquanto isso não ocorre, a superior ao limite recomendado. população pode ajudar evitando jogar Durante um ano, os pesquisadores da contaminantes, como óleo de USP cumpriram a rotina de todos os cozinha, no esgoto, e optando pelo dias coletarem amostras no Rio uso de detergentes biodegradáveis. Piracicaba para analisar a qualidade A reportagem cobrou da Prefeitura de da água. Elementos como o Piracicaba soluções para os problemas sulfato, presente em detergentes e indicados neste estudo, mas não sabão, e o fosfato, eliminado obteve resposta do setor de naturalmente pelo corpo humano, são comunicação do Executivo. alguns dos que não são tratados na estação do Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae), que acaba lançando estas substâncias diretamente no rio. Em um litro de água, os pesquisadores encontraram quase um miligrama de fosfato, quando o recomendado pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente é de 0,03 miligramas. O acúmulo
  • Notícias - Dezembro 2011Data: 13/12/2011 - Veículo: Jornal de Piracicaba
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 14/12/2011 - Veículo: Ambiente BrasilCódigo Florestal só será votado em março de 2012, diz líder do governoO projeto que altera o Código Florestal só a chamada “PEC da Música”, que isenta deserá votado na Câmara em março de impostos a produção de CDs e DVDs com2012, afirmou nesta terça-feira (13) o líder do obras de artistas brasileiros.governa Câmara, Cândido Vaccarezza (PT- Também será colocada em votação nestaSP), após reunião no gabinete do presidente terça (13) projeto que transfere da União parada Casa, Marco Maia (PT-RS). o Distrito Federal a responsabilidade deSegundo o deputado, a proposta será organizar e manter a Defensoria Pública docolocada em pauta nos dias 6 e 7 de março. A Distrito Federal.ministra de Relações Institucionais, Ideli Já o projeto que cria Fundo de PrevidênciaSalvatti havia afirmado nesta terça (12) que Complementar do Servidor Público da Uniãoexistia “um sentimento de ampla maioria” de (Funpresp) será colocado em votação nestaque o texto da nova legislação ambiental quarta (14), segundo Vaccarezza.brasileira poderia ser aprovado ainda neste O Funpresp prevê para o funcionalismoano. público aposentadoria até o teto do INSS, que“Queremos um grande acordo para a votação atualmente é de R$ 3,6 mil. Para receberdo Código Florestal. O texto aprovado no mais, o servidor deverá contribuir para oSenado ainda precisa de ajustes”, disse fundo, que lhe pagará uma aposentadoriaVaccarezza ao justificar a decisão de deixar a extra a partir de 35 anos de contribuição. Avotação da proposta para o ano que vem. finalidade do projeto é reduzir o deficit daSegundo o deputado Ronaldo Caiado (DEM- Previdência.GO), que também participou da reunião com Segundo Vaccarezza, os relatores do projetoMarco Maia, a Câmara precisa de tempo para proporão aporte de 8,5% da União sobre ofazer ajustes ao projeto aprovado no Senado. salário que exceder o teto de benefícios do“Não temos pressa de pautar o projeto. Tem Regime Geral da Previdência Social (RGPS).que ser cada um no seu quadrado, o Senadono dele e nós no nosso. Quem pauta aCâmara são os deputados, não ossenadores”, afirmou.Propostas – Na reunião de líderes, ficoudefinido que a Câmara votará nesta terça (13)
  • Notícias - Dezembro 2011Data: 14/12/2011 - Veículo: Jornal de Piracicaba
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 15/12/2011 - Veículo: Agência BrasilVotar Código Florestal na Câmara só em 2012 é ‘prudente’, diz Aldo RebeloO ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que multas vale até 11 de abril de 2012.relatou o projeto do Código Florestal na De acordo com líderes do governo e daCâmara antes de entrar no oposição, o projeto que altera o Códigoministério, afirmou nesta quarta-feira (14) Florestal – aprovado no último dia 5 noque os deputados adotaram uma “posição Senado – só deverá ser votado na Câmaraprudente” ao deixar a votação do projeto dos Deputados em 2012. A proposta foipara 2012. Rebelo deu entrevista após aprovada na Câmara em maio, mas como foiparticipar da comemoração do ano modificada no Senado, deverá passar porinternacional do cooperativismo, em nova análise dos deputados.Brasília. Ao ser perguntado a respeito do textoConforme Aldo Rebelo, não havia muito elaborado e aprovado no Senado, o ministrotempo para o texto ser votado este ano e afirmou que não comentaria as alteraçõesaté março (data marcada para a votação) feitas, mas se disse satisfeito“ainda dá para realizar algum ajuste que porque, segundo ele, “conservou mais decorresponda a melhor proposta”. 90% do que foi discutido e do que foi“Até lá [2012], a agricultura está protegida aprovado na Câmara”.por um decreto da presidente Dilma, e creioque assim a situação fica bemencaminhada”, afirmou o ministro.A presidente da República, DilmaRousseff, assinou nesta semana um decretoque prorroga por mais quatro meses asuspensão de multas aplicadas aproprietário rurais que descumprem a atuallei ambiental por desmatamento. Aintenção do governo é esperar a votação doCódigo Florestal na Câmara, que podeconceder anistia a parte dos produtores quedevastaram suas terras. A suspensão das
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 15/12/2011 - Veículo: Agência Brasil Manifestantes protestam contra texto do novo Código FlorestalEstudantes e representantes de protesto contra o novo texto do Códigoorganizações não governamentais de 17 Florestal. O abaixo-assinado foi entregueestados, entre elas a SOS Mata à Presidência da República. Segundo osAtlântica, protestaram hoje (15) contra o organizadores do protesto, mais de 3texto do novo Código Florestal, aprovado milhões de pessoas apoiam o movimento.no Senado e à espera de discussão e Paralelamente, ocorre um protesto porvotação na Câmara. Sem acordo entre os meio das redes sociais na internet, nodeputados, não houve definição de quem qual blogueiros, jornalistas e diversasserá o relator na Câmara. personalidades manifestam apoio àA coordenadora da Rede das Águas da campanha contra a alteração do CódigoFundação SOS Mata Atlântica, Malu Florestal. No Twitter, a indicação éRibeiro, disse que o texto muda os procurar no Google a frase-chave “asprincípios constitucionais sobre a árvores depois do Código Florestal”. Aoconservação das florestas, do meio buscar a frase e clicar em “imagens”, osambiente e da qualidade de internautas encontrarão diversas fotos devida, ameaçando a segurança ambiental florestas desmatadas.no país.“Esse manifesto pretende chamar aatenção do governo e mostrar para oBrasil que todas as conquistas dasociedade, do ponto de vistaambiental, estão em xeque a partir dasmudanças do código”, disse Malu Ribeiro.“A alteração do Código Florestal é só aponta do iceberg da desestruturação detodo o sistema nacional de meioambiente, da Lei da Mata Atlântica, da leisobre o sistema nacional deconservação”.Os manifestantes reuniram mais de1,2 milhão de assinaturas de pessoasque dizem apoiar o movimento de
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 15/12/2011 - Veículo: MMAConselho aprova prioridades do Plano Nacional de Recursos HídricosO Conselho Nacional de Recursos Hídricos um Plano Nacional de Recursos Hídricos queaprovou nessa quarta-feira (14/12) a revisão foi elaborado de forma participativado Plano Nacional de Recursos Hídricos com envolvendo mais de 7 mil pessoas que atuam22 prioridades para o quadriênio 2012-2015. na gestão hídrica no País. O plano brasileiro éÉ a primeira atualização do plano, lançado em destacado internacionalmente por considerar2006, para fundamentar e orientar a a água em vários aspectos, comoimplementação da Política Nacional de sociais, ambientais, culturais, éticos, técnicos,Recursos Hídricos e a atuação do Sistema econômicos, entre outros, diz o gerente doNacional de Gerenciamento dos Recursos MMA. O documento traz informações sobreHídricos (Singreh). disponibilidade e qualidade das águas noO processo da primeira revisão do Plano país, até o ano de 2020, além de indicarobjetiva avaliar os avanços e desafios dos meios para que os vários usos do recursoprimeiros 5 anos de sua implementação natural possam ser atendidos de forma(2006-2010), com adequações e correções satisfatória.necessárias para o planejamento nacional da O documento, que irá orientar agestão dos recursos hídricos. O documento implementação do Plano nos próximosPNRH - Prioridades 2012-2015, aprovado por quatro anos, foi elaborado por um grupo deunanimidade pelos conselheiros, serviu de trabalho formado por gestores e técnicos dabase para a elaboração do Plano Plurianual do Secretaria de Recursos Hídricos e AmbienteGoverno Federal do próximo Urbano do MMA e da Agência Nacional dequadriênio, definindo uma agenda transversal Águas (ANA), a partir das propostas dasda água. consultas públicas nas 12 RegiõesA decisão do CNRH, de acordo com o gerente Hidrográficas brasileiras, ocorridas em 2010, ede Políticas e Planejamento do Ministério do das recomendações da Câmara Técnica doMeio Ambiente, Franklin de Paula Jr, integra a Plano Nacional de Recursos Hídricosagenda positiva do Brasil para ser (CTPNRH).apresentada na Rio+20, prevista para opróximo ano, pelo cumprimento da meta nº26 da Conferência Rio+10, realizada emJoanesburgo, em 2002.O Brasil foi o primeiro país das Américas a ter
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 16/12/2011 - Veículo: MMAMendes Ribeiro diz que período até votação do Código Florestal na Câmara servirá para acalmarânimosO ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro país em data ainda a ser definida, emFilho, disse hoje (15) que considera que a fevereiro ou março.votação do novo Código Florestal na Mendes Ribeiro disse também que emCâmara dos Deputados, adiada para o 2012 o ministério investirá muito eminício de março de 2012, está bem defesa sanitária. Ele disse queencaminhada e espera que até lá alguns concentrará esforços para que todo oânimos se acalmem. território brasileiro esteja protegido da“Que tenhamos esse período de paz para febre aftosa com vacinação até o fim doacalmar quem está agitado”, disse próximo ano.ele, após participar de entrevista aoprograma Bom Dia, Ministro, produzidopela Secretaria de Comunicação Socialda Presidência da República, em parceriacom a EBC Serviços.Na entrevista, ele avaliou que a propostado novo Código Florestal não éperfeita, mas era um desafio e tinha queser feito. “Não quero que as pessoasfaçam discursos radicais a favor do meioambiente nem a favor da agricultura.Quero discursos calcados no bom-senso, na agricultura sustentável.”Em relação a um dos maiores problemasque enfrentou no Ministério daAgricultura desde que assumiu seucomando, o embargo às exportações decarnes brasileiras para a Rússia, MendesRibeiro disse que ainda há dificuldadesnas negociações. Para tentar resolvê-las, e “conversar sobre uma agenda parao futuro”, o ministro disse que viajará ao
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 16/12/2011 - Veículo: Ambiente BrasilONGs buscam no exterior apoio para veto de Dilma a Código FlorestalAs organizações ambientais do Brasil têm fatos, segundo a ONG, seriam consequências de todos no Brasil e no mundo.buscado apoio no exterior para pedir à da aprovação da nova lei. “É fundamental que a presidente cumprapresidente Dilma Rousseff que vete as Segundo Tatiana de Carvalho, coordenadora com sua palavra e vete os dispositivos quealterações feitas no Código da campanha do Código Florestal no concedam anistia a crimes ambientais e queFlorestal, aprovado no Senado no último dia Greenpeace, cerca de 50 mil pessoas de fora promovam desmatamentos”, afirma.6 e que será apresentado novamente à do país assinaram uma petição virtual que Governo – Em várias ocasiões, Dilma temCâmara dos Deputados no próximo ano. será enviada ao governo federal. “Elas (as reafirmado que vetará trechos que considereO Greenpeace e o WWF passaram a convocar pessoas) querem saber como ajudar e por prejudiciais ao país e se declarou contra ae a “provocar” pessoas de vários países em isso organizamos esse abaixo-assinado consolidação de áreas desmatadasdefesa da causa por meio do pedindo que sejam vetados pontos do ilegalmente e à anistia a desmatadores.ciberativismo, movimento ativista que utiliza projeto como a anistia para quem desmatou No último dia 12, a presidente assinou umprincipalmente a internet como forma de até 2008 e a redução das áreas de Reserva decreto que prorroga por mais quatro mesesdivulgação. Legal”, afirma. a suspensão de multas aplicadas aManifestações em frente a embaixadas Para ela, o assunto ganhou força proprietário rurais que descumprem a atualbrasileiras em diferentes nações já foram internacional e já há mobilização forte. “O lei ambiental por desmatamento.realizadas com por meio deste mais importante agora é manter o debate O decreto anterior que suspendia as multasmovimento, inclusive na Conferência do sobre o tema até a votação do projeto na havia vencido um dia antes, o que deixariaClima das Nações Unidas, realizada na África Câmara dos Deputados, no próximo milhares de produtores na ilegalidade. Ado Sul, onde a frase “desliga a ano”, explica. intenção do governo é esperar a votação domotosserra”, slogan de campanha contra o Alemanha – Nesta quarta-feira (14), um Código Florestal na Câmara, que podeCódigo Florestal do Greenpeace, foi grande telefone de emergência com a conceder anistia a parte dos produtores queprojetada na fachada de um hotel. mensagem “Veta, Dilma”, além de cartazes e devastaram suas terras. A suspensão dasOutro exemplo é a campanha realizada pelo uma bateria de escola de samba chamaram a multas vale até 11 de abril de 2012.Greenpeace Internacional contra a nova lei atenção de quem passava pelo centro de O projeto que altera o Código Florestal sóambiental brasileira, com a utilização de Berlim, na Alemanha. será votado na Câmara em março devídeo que mostra como as principais cidades Segundo Maria Cecília Wey de 2012, segundo o líder do govern nado mundo ficariam sem seus cartões-postais Brito, secretária-geral do WWF-Brasil, a Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP).e aponta a gravidade do desaparecimento da intenção do ato era despertar a atenção daAmazônia, com uma possível elevação do sociedade para o tema, consideradodesmate e das queimadas. Tais complexo, mas que ter repercussão na vida
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 16/12/2011 - Veículo: Jornal de Piracicaba Consumo sustentável será tema da Conferência Nacional de Meio AmbienteProdução e Consumo sustentabilidade. Desenvolvimento Sustentável -Sustentável, envolvendo a questão dos Ela lembrou que as iniciativas do Rio+20, em junho de 2012.resíduos sólidos, será o tema da MMA, nessa área, dialogam com oConferência Nacional de Meio Ministério da Educação (MEC), e, quandoAmbiente, que será realizada em 2013. O são levadas aos estados, passam peloanúncio foi feito pelo diretor de entendimento dos órgãos estaduaisEducação Ambiental do Ministério do ambientais, assim como com asMeio Ambiente, Nilo Diniz, durante o entidades vinculadas do ministérioEncontro Nacional de Gestores (Ibama, Ana, ICMBio e Jardim BotânicoEstaduais de Educação Ambiental, que do Rio de Janeiro).reúne em Brasília mais de 70 A diretora do MEC, Érikaprofissionais da área. O diretor disse que Pisaneschi, informou que, em 2012, ao assunto foi decidido pela ministra do Coordenação de Educação AmbientalMeio Ambiente, Izabella Teixeira. daquele ministério terá recursos daO encontro tem por objetivo promover o ordem de 60 milhões para investir emdiálogo entre os agentes de educação escolas que desenvolvem ações naambiental, sob a coordenação do Órgão construção de espaços educadoresGestor da Política Nacional de Educação sustentáveis. A IV Conferência InfantoAmbiental (MEC e MMA), além de buscar Juvenil pelo Meio Ambiente, a se realizaro fortalecimento das políticas estaduais em 2013, terá como tema a Escolade educação ambiental. Sustentável, desde a etapa local, que jáA secretária de Articulação Institucional se inicia em 2012, até a fase nacional.e Cidadania Ambiental, Samyra Entre os temas debatidos noCrespo, destacou que os planos encontro, que segue até esta quarta-feiranacionais elaborados pelo Ministério do (134/12), no Hotel Carlton, estão aMeio Ambiente (MMA), como os de realização da IV Conferência NacionalProdução e Consumo Sustentável Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente; o VII(PPCS) e de Resíduos Sólidos Fórum de Educação Ambiental, a se(PNRS), têm diretrizes e ações dedicadas realizar em março, em Salvador (BA); e aà educação ambiental, dentro e fora da II Jornada Internacional de Educaçãoescola, por ser um princípio e um Ambiental, que acontece paralelamente àinstrumento estratégico para a Conferência das Nações Unidas sobre
  • Notícias - Dezembro 2011Data: 16/12/2011 - Veículo: Jornal de Piracicaba
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 17/12/2011 - Veículo: Ambiente BrasilReunião preparatória analisa propostas para a Rio+20 ambiental”, aponta Figueiredo.No próximo ano, líderes mundiaisestarão no Rio de Janeiro para umaconferência da Organização dasNações Unidas (ONU) que discutirátemas como o crescimento econômicoe a preservação ambiental.Nesta sexta-feira (16), em Nova York, foiconcluída mais uma rodada depreparativos para esseencontro, chamado Rio+20.Foram apresentadas por diferentespaíses, organizações nãogovernamentais e setores da sociedadecivil mais de 600 propostas para areunião. Os principais pontos de cadauma delas vão fazer parte de umprimeiro rascunho do documento queserá apresentado na Conferência dasONU sobre DesenvolvimentoSustentável.A reunião é conhecida como Rio+20porque ocorrerá exatamente 20 anosdepois da conferência sobre o meioambiente realizada na cidade, a Eco 92.O embaixador brasileiro Luiz AlbertoFigueiredo afirma que, até abril, todasas propostas serão consideradas. “ARio+20 vai lançar as bases para umdesenvolvimento que seja realmenteintegrador da parte econômica, social e
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 17/12/2011 - Veículo: Jornal de PiracicabaJustiça do Pará revoga liminar que suspendia obras de Belo MonteA Justiça Federal do Pará revogou nesta trânsito de embarcações pesqueiras, uma vezsexta-feira (16) a liminar concedida pela que “estão previstos mecanismos demesma instituição em setembro e que transposição, sejam provisórios, enquantodeterminava a paralisação parcial imediata da está em construção a obra, sejamobra da Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio definitivos, para quanto estiver em operaçãoXingu. Depois de concluída, a usina de Belo a UHE”.Monte será a segunda maior hidrelétrica do Ainda segundo o magistrado, a pesca depaís, atrás somente da binacional Itaipu. peixes ornamentais “não será afetada pois oA liminar que barrava as obras atendia a curso d’água não será alterado e não haverápedido da Associação dos Criadores e grande variação na vazão por segundo, semExportadores de Peixes Ornamentais de grandes influências, portanto, no habitat dasAltamira (Acepoat), cujos integrantes espécies ornamentais de pesca permitida.”trabalham na região da futura usina, e proibia Ele ressalta, porém, que os impactosa Norte Energia de fazer qualquer alteração ambientais só serão percebidos quando ano leito do Rio Xingu. A obra no rio ainda não construção for concluída, já que os estudoscomeçou. feitos sobre o tema são apenas previsões.Dentre as atividades que estavam proibidaspela Justiça no rio estão “implantação deporto, explosões, implantação debarragens, escavação de canais” ou qualquerobra que interfira no curso natural do RioXingu e possa afetar a população de peixesque ali vive. A multa diária fixada pela 9ªVara Ambiental em caso de descumprimentoera de R$ 200 mil.Sentença – De acordo a sentença proferidapelo juiz federal Carlos Eduardo CastroMartins, o mesmo que havia concedidoliminar proibindo a construção dahidrelétrica, não haverá impedimento do
  • Notícias - Dezembro 2011 Data: 17/12/2011 - Veículo: Ambiente BrasilCOP 17 avançou pouco em ações de combate ao desmate, dizem ONGsA Conferência do Clima em Durban, na África negociadores. “Todas as análises dizem que pagamento de serviços ambientais, na Costado Sul, trouxe avanços insuficientes para precisamos reduzir logo as emissões Rica.frear o desmatamento das últimas grandes (provocadas) pelo desmatamento para As ações contra o desmatamento são críticasflorestas do planeta, avaliam limitar o aquecimento global a 2 ºC e para no Brasil e Indonésia, países que, emboraespecialistas, que pressionam para que a isto, a definição do REDD é tenham avançado, “concentram mais de 70%questão volte ao centro da luta contra as fundamental”, considerou. das emissões do desmatamento”; tambémmudanças climáticas. O desmate florestal representa cerca de 17% são necessários avanços na bacia doO mecanismo que prevê pagamentos para das emissões de gases de efeito Congo, em Malásia e Mianmar, e outrasmanter as florestas intactas chamado de estufa, causadores do aquecimento áreas da América Latina, destacou Verchot.Redd (Redução de Emissões por global, mais do que o volume emitido por Muitos países se anteciparam às definiçõesDesmatamento e Degradação) avançou todo o transporte no planeta. Estimativas do REDD para estar preparados quando opouco na COP 17. apontam que, anualmente, o planeta perde sistema tiver sido lançado, e há iniciativas deHouve algumas decisões para o futuro 70 mil km² de sua cobertura vegetal, onde grandes doadores, como a Noruega, oumercado de carbono, deixou claro que deve vivem mais de 1 bilhão de pessoas. através do Banco Mundial, mas as regras e ahaver financiamento público e estabeleceu Sem combate – Num momento em que os capacidade dos países em aplicá-lasque haverá regras para garantir a redução de cientistas denunciam um forte aumento dos demoram.emissões e salvaguardas de respeito aos índices de desmatamento na África, a vice-povos indígenas, locais e à biodiversidade. presidente de Desenvolvimento SustentávelMas faltou objetividade. do Banco Mundial, Rachel Kyte, deixou claro“Não houve avanços na definição de fontes o desafio: “as florestas não podem serde financiamento de longo prazo e sem isto preservadas se as pessoas tiverem fome”.não podemos falar em sustentabilidade do “É um pecado mundial que não tenhamosREDD”, lamentou, em declarações esta REDD. Combater o desmatamento é a opçãoquarta-feira, Louis Verchot, cientista do que dá mais resultados de curto prazo naCentro Internacional de Pesquisa Florestal redução das emissões na atmosfera, isto sem(CIFOR). contar a importância das florestas para a“O REDD foi ofuscado em Durban por chuva, a conservação da biodiversidade e aquestões mais amplas”, disse Bruce água”, disse Franz Tattenbach, presidente doCabarle, líder da iniciativa de Florestas e Instituto de DesenvolvimentoClima da ONG Fundo Mundial para a Sustentável, do Canadá, que nos anos 1990Natureza (WWF), que pediu pressa aos impulsionou o primeiro programa de
  • Notícias - Dezembro 2011Data: 17/12/2011 - Veículo: Jornal de Piracicaba
  • Notícias - Dezembro 2011Data: 18/12/2011 - Veículo: Jornal de Piracicaba
  • Você possui uma boa sugestão de EVENTO ou NOTÍCIA? Então, envie sua sugestão para o e-mail beatriz@florespi.org.br e ela poderá aparecer no nosso próximo calendário ou clipping.
  • O que é a Florespi? É uma ONG (Organização Não Governamental), fundada em 1988 e com qualificações de OSCIP e Utilidade Pública Municipal. Sua sede é em Piracicaba, mas sua atuação ocorre em todo Estado de SP.Por que a Florespi existe?Para contribuir com o desenvolvimento de sociedades sustentáveis, por meio da proteção, recuperação eampliação das florestas e dos recursos hídricos.Para alcançar esta missão, a Florespi atua nos seguintes 7 temas/programas: Recuperação de Áreas Degradadas Arborização Urbana e Áreas Verdes Licenciamento Geração de Renda Cursos, Oficinas e Eventos Políticas Públicas Gestão de ResíduosQuer saber mais sobre a Florespi?Acesse nosso site: www.florespi.org.brAcompanhe-nos no Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=100001591080573Acompanhe-nos no Twitter: http://twitter.com/florespi_oscip