Relatório de bioquimica

10,030 views
9,595 views

Published on

lembreete

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
10,030
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
54
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Relatório de bioquimica

  1. 1. FACULDADE DE SAÚDE, CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLÓGICAS DO PIAUÍ - NOVAFAPICURSO: ENFERMAGEM PERÍODO:2ºDISCPLINA: BIOQUÍMICAPROFESSORAS: REGINA MARIA SOUSA DE ARAÚJOALUNOS(A): Alanne Pinheiro Francisca Thais Flaviana Pereira Vânia Angêlica Verlene de Oliveira Veranice Sousa TERESINA PIAUÍ
  2. 2. AMINOÁCIDOSE PROTEÍNAS
  3. 3. Os aminoácidos formam a estrutura das proteínas e são essenciaispara o corpo humano. Os aminoácidos se unem através de ligaçõespeptídica, formando as proteínas. Para que as células possamproduzir sua proteínas, elas precisam de aminoácidos, que podemser obtidos a partir da alimentação ou serem fabricados pelo próprioorganismoAs proteínas são substancia orgânicas de alto peso molecularformada por um grande numero de aminoácidos ligados entre si pormeio de ligação peptídicas(CO-NH).
  4. 4. ESTRUTURA QUÍMICA GERAL Grupo CarboxílicoGrupo amino COOH H2N Ca H R Carbono - alfa Cadeia lateral
  5. 5. Reações de aminoácidos
  6. 6. Reação Millon - Tirosina1 ml de ovoalbumina + 5 gotas de millon. Aqueceu-se 5minutos. Observou-se o resultado.R - Como o reagente millon é específico, houve oaparecimento de um coágulo rosa (identificando queocorre uma reação positiva). Millon é específicosomente para tirosina, então como reagiu, significa quetem tirosina.
  7. 7. Reação do Biureto1. 1 ml de sol. de ovoalbumina 2% + 2 ml de biureto2. 1 ml de sol. de gelatina 1% +2 ml de biureto3. 1 ml de H2O +2 ml de biureto Tubos:1. Colocou -se 1 ml de sol. de ovoalbumina e acrescentou-se 2 ml de biureto2. Colocouse 1ml de sol. de gelatina e acrescentou-se 2 ml de biureto3. Colocou-se 1 ml de H2O(água) e acrescentou-se 2 ml de biureto
  8. 8. Depois das reações preparadas agitou-se e observou-se para obter o resultado. Resultado:1. Roxo: Possui proteína .2. Azul: Tem proteína, mas não tanto quanto a 1º reação.3. Azul: possui proteína pois em menor concentração.
  9. 9. Reação de NinhidrinaEsta reação é dada pela presença do amino grupolivre e possibilita inclusive a determinaçãoquantitativa do aminoácido.Preparou-se a seguinte série de tubos, contendo:a) 1 ml de sol. de ovoalbumina + 0,5 ml de sol. de ninhidrinab) 1 ml de H2O(água) + 0,5 ml de sol. de ninhidrinaAqueceu em banho maria por 2 minuto.Observou-se.
  10. 10. A ninhidrina reconhece o grupo aminas dando positivopara proteínas ,os peptídios, os aminoácidos, aminasprimarias e amônia. O tubo 1 foi o primeiro quereagiu, ficando de cor roxa. Então quer dizer que nessareação há aminoácido livre. O tubo 2 não reagiu porquenenhum reagente químico reage com a água.
  11. 11. Reação de precipitação de proteína ( precipitação com acido forte)colocou-se dois tubo de ensaio 2ml ovoalbumina em cada um: contendo1. 1 ml de acido acético 20%2. 1ml ácido clorídrico 20%
  12. 12. Agitou-se e misturou-se e conclui-se o aparecimento deum precipitado branco no tubo 2. Obs.: Na reação que apareceu o precipitado branco, houve desnaturação. O ovoalbumina é uma proteína: ocorre mudança de estado físico.
  13. 13. Precipitação com sais de metais pesadosColocou –se em três tubos de ensaio 2 gotas dehidroxido de sódio.(NaOH)1. 1ml de ovoalbumina2. 1ml de ovoalbumina +5 gotas de acetato dechumbo 10%3. 1ml de água +5 gotas de acetato de chumbo10%.Resultado:1. Não precipitou, ficou incolor.2. Houve precipitação ,ficou branco e depois amarelado3. Ficou branco e depois ficou transparente.
  14. 14. Precipitação por reação do grupo sulfidrila-Cistina e Cisteína.Colocou-se num tubo uma pequenaquantidade de cabelo+ 5 gotas de acetato dechumbo 5% + 2ml de solução e NaOH 5 %(hidróxido de sódio)Foi fervido durante 5 minutos .Observou-se. Houve a desnaturação da proteína. Porcausa da elevação de temperatura commetal pesado.
  15. 15. Refências:COOOER, Geoffrey M. A célula: Uma abordagem molecular. 2ed. Porto Alegre: Artmed editora,2001.73/79p.CAMPBELL,Mary K. Bioquímica. 3 ed. Porto Alegre: Artmededitora, 2000.Roteiro de praticas.
  16. 16. OBRIGADO!

×