Aula 13

2,693
-1

Published on

Published in: Business, Economy & Finance
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,693
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 13

  1. 1. a Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Des Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Ano lectivo ’07/08 de Rio Maior|Gestão do Desporto | Escola Superior d Gestão do Desporto I Aula13 (27 Mai’08) Ano lectivo ’07/08
  2. 2. Fases e entregáveis 1 Relatórios Entregáveis e Fase Data prevista Revisões Periódicas Revisão Periódica 1 11 Mar.’08 Definição do 1 conceito Relatório e apresentação 08 Abr.’08 Definição do conceito Revisão Periódica 2.1 22 Abr.’08 Definição do 2 Revisão Periódica 2.2 06 Mai.’08 serviço Relatório Definição do serviço 27 Mai.’08 Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  3. 3. Sumário 2 _Financiamento do Projecto _As fontes de financiamento _Crédito bancário _Capital de risco _A importância do Plano de Negócio Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  4. 4. Com que então quer desenvolver o seu próprio emprego! 3 Quer ser Empreendedor Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  5. 5. Alguns conceitos importantes 4 Empresa _Conjunto de recursos de capital, humanos e tecnológicos organizados com vista ao exercício de uma determinada actividade económica com fins lucrativos Empresa privada _Empresas cujo capital é detido maioritariamente por agentes económicos privados, e cujo objectivo final de actividade é a realização de lucros Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  6. 6. Alguns conceitos importantes 5 Sociedade _Em termos económicos, é um contrato em que se reúnem uma ou mais entidades para o exercício uma determinada actividade com fins lucrativos Sociedade unipessoal _ Sociedade constituída por um único sócio Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  7. 7. Alguns conceitos importantes 6 Capital Social _São os fundos fornecidos pelos sócios ou accionistas da sociedade para o desempenho da sua actividade. Estes recursos financeiros são, normalmente em dinheiro. _O capital social tem carácter de permanência na empresa Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  8. 8. Alguns conceitos importantes 7 Resultado líquido _Denominação utilizada para designar os lucros ou os prejuízos (caso seja negativo) de uma empresa, num determinado período de tempo, geralmente o exercício económico que, em regra, coincide com o ano civil. _O resultado líquido corresponde ao lucro obtido pela empresa já após a dedução dos impostos que sobre ele incidem Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  9. 9. Alguns conceitos importantes 8 Capital _Recurso financeiro necessário ao investimento _O capital pode ser: _Próprio - quando pertence à entidade investidora _Alheio - quando esta se financia junto de um terceiro No último caso existe, quase sempre, um custo implícito: (ie: juros a pagar pelo financiamento) Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  10. 10. Financiamento do Projecto 9 As fontes de financiamento Capital próprio Privadas Públicas _”O meu/nosso dinheiro” _Crédito bancário _Subsídios vários _Amigos _Capital de Risco _Programas de apoio vários _Familiares _Publicidade _Patrocínio _Donativo /Mecenato _Receita (vendas) Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  11. 11. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Crédito Bancário 10 _Empréstimos (Financiamento a Médio e Longo Prazo) _Leasing ou locação financeira _Conta Corrente _Garantia bancária _Cash advance Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  12. 12. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Crédito Bancário 11 Empréstimos (Financiamento a Médio e Longo Prazo) O que é? Vantagens Linha de crédito destinada ao Opção de financiamento flexível que investimento em capital fixo, por prazo se ajusta às necessidades da Empresa e plano de reembolso adequado à Adequação dos planos de amortização natureza do investimento à libertação de meios do investimento, com possibilidade de estabelecer um período de carência Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  13. 13. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Crédito Bancário 12 Leasing ou locação financeira O que é? O que financia? Operação de financiamento através da Mobiliário e imobiliário qual uma das partes (a Locadora) cede a Veículos ligeiros e pesados de outra (Locatário/Cliente) o direito de passageiros ou mercadorias utilização de um determinado bem móvel Máquinas de diversos tipos ou imóvel, durante um período de tempo pré-determinado, obtendo como Material informático contrapartida o pagamento de uma renda Apetrechamento desportivo Equipamento médico O Locatário tem a opção de compra do bem no final do contrato, mediante o Lojas e estabelecimentos comerciais pagamento do Valor Residual (definido Escritórios contratualmente) … Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  14. 14. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Crédito Bancário 13 Conta Corrente O que é? Vantagens É um crédito por conta no qual o Flexibilidade na utilização e liquidação Banco disponibiliza, através de conta dos fundos paralela (conta caucionada), Encargos financeiros sobre o valor e determinada importância, dentro de período correspondentes à utilização um limite de tempo acordado e efectuada mediante certa remuneração Montantes Prazos Definidos caso a caso Definidos caso a caso Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  15. 15. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Crédito Bancário 14 Garantias Bancárias O que é? Vantagens A garantia bancária é um documento Substituição dos depósitos necessários emitido pelo Banco, consubstanciado para assegurar determinado contracto, numa operação de crédito por desenvolver um negócio ou obter assinatura, pela qual o Banco se fundos, constituindo assim um constitui garante perante terceiros importante auxílio de tesouraria (Beneficiário) de obrigações assumidos pelo seu Cliente (Ordenador), e honra Instrumento facilitador e acelerador esses compromissos no caso do seu das exportações/importações, perante incumprimento as exigências dos fornecedores e/ou importadores estrangeiros Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  16. 16. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Crédito Bancário 15 Cartões de Crédito (Cash-Advance) O que é? Vantagens Transferência de dinheiro, até ao Possibilita de imediato o dinheiro que limite do saldo disponível no cartão de precisa para uma despesa inesperada crédito, para a conta à ordem, vendo aumentar de imediato o saldo disponível na sua conta (não carece de aprovação de crédito) Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  17. 17. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Capital de Risco 16 Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  18. 18. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Capital de Risco 16 _O Capital de Risco pode ser definido como uma forma de investimento que preconiza o sucesso empresarial e o lucro _É uma das principais fontes de financiamento para jovens empresas, “start-up’s” e investimentos de risco com elevado potencial de rentabilização _O Capital de Risco assume integralmente os desafios do mercado, ao não ser recompensado pelos juros do capital investido mas sim pelo sucesso da empresa financiada _É a única forma de financiamento que assume o sucesso do negócio como o sucesso do seu próprio investimento
  19. 19. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Capital de Risco 17 Sociedades de Capital de Risco e os Business Angels _São investidores que financiam projectos “vencedores”, normalmente contra uma participação minoritária na respectiva empresa _São, ou devem ser, tudo menos um parceiro silencioso. Intervêm na gestão da empresa, implementando soluções profissionais, desenvolvendo estratégias de eficiência na produção e distribuição, marketing e promoção com o objectivo de valorizar o investimento financeiro efectuado. _Os seus resultados estão directamente dependentes dos lucro obtidos Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  20. 20. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Capital de Risco 18 _O Capital de Risco é um investimento de curto ou médio prazo no capital da empresa, por natureza, é um investimento temporário _Mecanismos de desivestimento: _Venda da participação aos seus antigos titulares, tanto de forma espontânea como pré-negociada logo no momento do investimento (Contratos-promessa) _Venda da participação a terceiros, quer a investidores tradicionais como a outros investidores de Capital de Risco Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  21. 21. Financiamento do Projecto As fontes de financiamento – Apoio públicos 19 i.e. _Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) _Sistema de Incentivos à Inovação (SI Inovação) _Instituto do Emprego e da Formação Profissional _Apoios à contratação – Programa de estimulo à oferta de emprego _Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI) _Programas de apoio às PME Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  22. 22. 20 Quando se pensa em angariar financiadores um Plano de Negócio precisa-se Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  23. 23. Plano de Negócios 21 _Um Plano de Negócios é um Plano base, essencial para a estruturação e defesa de uma nova ideia de negócios _Um Plano de Negócios deverá incluir um sumário, um objectivo, a identificação dos factores-chave para o projecto ser bem sucedido e análises de mercado e análises financeiras que sustentem devidamente a ideia que se pretende desenvolver Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  24. 24. Plano de Negócios 22 Um Plano de Negócios será difícil de avaliar Simples e/ou implementar a Objectivo Plano Acções Resultados menos que cumpra Realista alguns requisitos na Completo sua “construção” Afinação Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I
  25. 25. Plano de Negócio – Uma estrutura possível 23 1. Sumário Executivo (máximo 1-2 páginas) 2. A História da Empresa e/ou dos Promotores 3. Mercado Subjacente (Clientes e Concorrência) 4. A Equipa de projecto 5. O Projecto /Produto /Ideia (Estratégia de Desenvolvimento) 6. Estratégia Comercial (Política de: Preço, Distribuição, Publicidade) 7. Projecções Financeiras (Vendas; Cash Flow; Break-Even) 8. Sistemas de Gestão e Controlo do Negócios 9. Investimento Necessário Escola Superior de Desporto de Rio Maior|Gestão do Desporto I

×