2° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano

6,034 views
5,705 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
6,034
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

2° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano

  1. 1. COLÉGIO TIRADENTES DA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS-UBERABA “Juntos na construção de um ensino eficaz” Simulado de FÍSICA – 3°ANO NNNNotaotaotaota Aluno(a):__________________________________________________________________ Turma: ________ Professor(a): Thiago Miranda Data: ____/____/_____ 2º Etapa Valor: 12 pontos Uma carga elétrica puntiforme q foi deslocada, de A para B, no interior do campo elétrico uniforme da figura. No primeiro deslocamento, ela seguiu a trajetória 1, sobre a linha de força. No segundo deslocamento, ela seguiu a trajetória 2 e, no terceiro, a trajetória 3. Com relação ao trabalho da força elétrica sobre essa partícula, podemos afirmar que: a) foi menor no primeiro deslocamento. b) foi maior no segundo deslocamento. c) os valores da trajetória 1, da trajetória 2 e da trajetória 3 estão em ordem crescente. d) os valores da trajetória 3, da trajetória 2 e da trajetória 1 estão em ordem crescente e) em qualquer uma das trajetórias, o trabalho foi sempre o mesmo, pois o campo elétrico é conservativo. Uma partícula de carga elétrica q = 2,0 pC é deslocada através do segmento AB, perpendicular às linhas de força de um campo elétrico uniforme, de intensidade E = 3,0 N/C. Sabendo que o comprimento do segmento é de 3,0 cm, o trabalho da força elétrica sobre a partícula foi: a) nulo. b) 18 J c) 1,8 J d) 1,8 . 10 -14 J e) 1,8 . 10 -13 J (Mackenzie – SP) A intensidade do campo elétrico, num ponto situado a 3,0 mm de uma carga elétrica puntiforme Q = 2,7 µC no vácuo (ko = 9,0 . 10 9 Nm 2 /C 2 ), é: a) 2,7 . 10 3 N/C b) 8,1 . 10 3 N/C c) 2,7 . 10 6 N/C d) 8,1 . 10 6 N/C e) 2,7 . 10 9 N/C (UF – BA) Uma carga puntiforme Q cria um campo elétrico E num ponto situado a uma distância d. Para que a intensidade do campo seja quatro vezes maior, a distância à carga deve ser igual a: a) 1/4d b) 1/2d c) √2/2d d) √2d e) 2d O potencial elétrico de um ponto: a) é uma grandeza escalar e pode assumir valores positivos, negativos ou mesmo ser nulo. E A B q 0,8QUESTÃO 05 0,8QUESTÃO 04 0,8QUESTÃO 03 0,8QUESTÃO 02 0,8QUESTÃO 01
  2. 2. b) é uma grandeza escalar e pode assumir apenas valores positivos. c) é uma grandeza vetorial, isto é, tem módulo, direção e sentido. d) é uma grandeza vetorial relativa. (PUC – RS) Na figura ao lado estão representadas as linhas de forças de um campo elétrico E. As placas paralelas A e B, de potenciais indicados, respectivamente, estão distanciadas de 2,0 cm. A intensidade do campo elétrico entre as placas é de: a) 2,0 . 10 V/m b) 4,0 . 10 2 V/m c) 4,0 . 10 3 V/m d) 2,0 . 10 4 V/m e) 4,0 . 10 4 V/m Ao abandonarmos, em repouso, uma partícula eletrizada em uma região onde há um campo eletrostático isolado, podemos super que: I. Se ela for positiva, se deslocará para pontos de menor potencial. II. Se ela for negativa, se deslocará para pontos de maior potencial. III. Durante seu movimento espontâneo, sua energia potencial diminuirá. IV. Durante seu movimento espontâneo, sua energia cinética aumentará. Sobre as afirmativas acima, é correto dizer que: a) todas são verdadeiras. b) apenas I, II e IV são verdadeiras. c) apenas III e IV são verdadeiras. d) apenas I é verdadeira. e) nenhuma é verdadeira. Determine a energia potencial eletrostática de um sistema formado por apenas duas partículas eletrizadas com carga de + 1 µC e – 4 µC a 0,5 m uma da outra. O meio é o vácuo. É dado: ko = 9 . 10 9 unidades no SI. a) 3,6 . 10 -2 J b) 7,2 . 10 -2 J c) – 3.6 . 10 -2 J d) – 7,2 . 10 -2 J e) nula O valo do potencial elétrico num ponto P de uma região onde existe campo elétrico: a) é zero, se nesse ponto não houver nenhuma carga elétrica. b) depende do valor da carga de prova colocada nesse ponto. c) não depende do valor da carga de prova colocada no ponto, porém, se nenhuma carga de prova ali houver, ele valerá zero. d) não depende da carga de prova colocada nesse ponto. e) depende da carga elétrica de prova colocada nesse ponto e assume sempre valores positivos. A energia potencial elétrica de uma carga q, situada no ponto P de um campo elétrico, vale 40 J. Calcule o potencial elétrico no ponto P, quando q = 5 µC. a) 2 . 10 6 V b) 4 . 10 6 V c) 6 . 10 6 V d) 8 . 10 6 V e) 10 . 10 6 V 0 V 80 V 2,0 cm A B 0,8QUESTÃO 10 0,8QUESTÃO 09 0,8QUESTÃO 08 0,8QUESTÃO 07 0,8QUESTÃO 06
  3. 3. No campo elétrico produzido por uma carga pontual Q = 4.10 -7 C, calcule o potencial elétrico em um ponto P, situado a 2m de Q. O meio é o vácuo. a) 1800 V b) 2000 V c) 3600 V d) 1200 V e) 4800 V Na figura ao lado temos um triângulo retângulo ABC, de catetos 5,0 cm e 12 cm. Sobre o vértice A colocou-se uma carga Q1 = + 5 nC. Sobre B foi posta uma segunda carga Q2. Resultou em C um potencial nulo. Logo: a) Q2 = + 13 nC b) Q2 = - 13 nC c) Q2 = + 12 nC d) Q2 = - 12 nC e) Q2 = - 5,0 nC As cargas da figura abaixo estão alinhadas sobre uma reta. Dados: Q1 = 2 . 10 -3 C; Q2 = - 5 . 10 -3 C; Q3 = 6 . 10 -3 C. O potencial elétrico do ponto P, em volts, é: a) 90 . 10 6 b) – 18 . 10 6 c) 45 . 10 6 d) 18 . 10 6 e) nulo Determinar o trabalho realizado pela força elétrica para transportar uma carga q = 6.10 -6 C de um ponto A até um ponto B, cujos potenciais são, respectivamente, 60V e 40V. a) 0,6 . 10 -4 J b) 1,2 . 10 -3 J c) 0,6 . 10 -3 J d) 1,2 . 10 -4 J e) 1,8 . 10 -4 Determine o trabalho das forças de campo elétrico de uma carga puntiforme Q = 5 µC para transportar outra carga puntiforme q = 2 . 10 -2 µC de um ponto A a outro ponto B, distantes 1 m e 2 m da carga Q, repectivamente. Dado: ko = 9 . 10 9 unidades no SI. a) 4,5 . 10 -4 J b) 2,5 . 10 -4 J c) 3,5. 10 -4 J d) 5,5 . 10 -5 J A BC 5,0 cm 12,0 cm 0,8QUESTÃO 15 0,8QUESTÃO 14 0,8QUESTÃO 13 0,8QUESTÃO 12 0,8QUESTÃO 11
  4. 4. GABARITO (2ª avaliação de Física - Simulado - 3°ano) QUESTÃO 01 OPÇÃO E. QUESTÃO 02 OPÇÃO A. A força é perpendicular ao deslocamento portanto o trabalho é nulo. QUESTÃO 03 OPÇÃO E. E = 9 . 10 9 . 2,7 . 10 -6 = 9 . 2,7 . 10 3 = 2,7 . 10 9 N/C (3 .10 -3 ) 2 9 . 10 -6 QUESTÃO 04 OPÇÃO B. Sabemos que o campo é inversamente proporcional ao quadrado da distância, assim para que o campo aumente 4 vezes a distância deverá diminuir 2 vezes. QUESTÃO 05 OPÇÃO A. QUESTÃO 06 OPÇÃO C. U = E .d → 0 – 80 = |E| . 2 . 10 -2 → |E| = 80 = 40 . 10 2 = 4 . 10 3 V/m 2 . 10 -2 QUESTÃO 07 OPÇÃO A. QUESTÃO 08 OPÇÃO D. Ep = 9. 10 9 . 1 . 10 -6 . (- 4 ) .10 -6 = - 36 . 10 -3 = - 7,2 . 10 -2 J 5 . 10 -1 5 . 10 -1 QUESTÃO 09 OPÇÃO D. QUESTÃO 10 OPÇÃO D. V = E = 40 = 8 . 10 6 V q 5 . 10 -6 QUESTÃO 11 OPÇÃO A. V = k.Q = 9 . 10 9 . 4 . 10 -7 = 36 . 10 2 = 18 . 10 2 = 1,8 10 3 V = 1800 V d 2 2 QUESTÃO 12 OPÇÃO D. VR = V1 + V2 0 = V1 + V2 V2 = - V1 ko . Q2 = - ko . 5 . 10 -9 12 . 10 -2 5 . 10 -2 Q2 = - 12 . 10 -9 C Q2 = - 12 nC
  5. 5. QUESTÃO 13 OPÇÃO E. V1 = 9 . 10 9 . 2 . 10 -3 = 18 . 10 6 V 1 V2 = 9 . 10 9 . (- 5 . 10 -3 ) = - 45 . 10 6 V 1 V3 = 9 . 10 9 . 6 . 10 -3 = 27 . 10 6 V 2 VP = V1 + V2 + V3 = 18 . 10 6 + (- 45 . 10 6 ) + 27 . 10 6 = 0 V QUESTÃO 14 OPÇÃO D. T = q . U = 6 . 10 -6 . (60 – 40) = 6 . 10 -6 . 20 = 120 . 10 -6 = 1,2 . 10 -4 J QUESTÃO 15 OPÇÃO A. EpA = 9 . 10 9 . 5 . 10 -6 . 2 . 10 -2 . 10 -6 = 90 . 10 -5 J 1 EpB = 9 . 10 9 . 5 . 10 -6 . 2 . 10 -2 . 10 -6 = 45 . 10 -5 J 2 TAB = EpA - EpB = 90 . 10 -5 – 45 . 10 -5 = 45 . 10 -5 = 4,5 . 10 -4 J

×