Aquicultura no Ceará: cenário atual e
oportunidades para zootecnistas

Prof. Thiago Andrade, CRMV-CE 0176 ZP
Zootecnista, ...
Programação
1.Produção atual



Volume e valor da produção
Polos de produção

2.Cadeia produtiva





Reprodução/lar...
Objetivos:
- Situar a aquicultura no Estado do Ceará;
- Dar noções da atuação profissional e possibilidades em
aquicultura...
MPA, 2011

4
Sidonio, 2011

5
PRODUÇÃO DE TILÁPIA (2011)
Porto do
Pecém Pólo

1º produtor e exportador do Brasil
7 pólos em 55 municípios

Pentecoste

P...
Produção de pescado (t) da aquicultura
continental por Unidade da Federação - 2011
BRASIL

544.490,0

NORDESTE 134.292,6
C...
“A criação de tilápia feita no Açude Castanhão
responde por 50% de toda a produção do tipo de
pescado no Estado. Os piscic...
PRODUÇÃO DE CAMARÃO (2011)
Pólo
Coreaú

Pólo Acaraú
Pólo Mundaú Curú
Porto do Pecém
Porto do Mucuripe

2º produtor naciona...
Produção de pescado (t) da aquicultura
marinha por Unidades da Federação - 2011
BRASIL

84.214,3

Camarões 65.670,6

77,98...
"Em 2013, praticamente 50% de toda a produção
nacional será oriunda do território cearense"
Diário do Nordeste, 20.07.2013...
2. Cadeia Produtiva

Pereira e Gameiro, 2007

12
2. Cadeia Produtiva
●

Reprodução de tilápias





Protocolos de acasalamento
Coletas de ovos, larvas e pós-larvas
Cla...
2. Cadeia Produtiva
●

Larvicultura de camarões marinhos




Sistemas fechados
Incubação
Alimentação

14
2. Cadeia Produtiva
●

GENÉTICA – Resende, 2010
●
●

Os recursos humanos disponíveis são mínimos
A metodologia é a mesma u...
2. Cadeia Produtiva
●

Os peixes são modelos excelentes para programas de melhoramento
genético. – Hilsdorf, 2013
●

●

●
...
2. Cadeia Produtiva
●

Engorda
●
●
●
●

Planejamento produtivo
Gerenciamento
Preparação do ambiente
Acompanhamento do cult...
2. Cadeia Produtiva
●

Insumos
●
●
●
●
●

Fertilizantes/Corretivos;
Oxigênio;
Telas;
Cordas, etc.
RAÇÃO
–

Conversão
alime...
2. Cadeia Produtiva
●

Processamento e Comercialização




Captação de clientes
Controle de qualidade
Conservação/Proce...
3. Mercados promissores
●
●
●
●

Camarão em água doce
Piscicultura marinha
Pirarucu e outras espécies
Peixes ornamentais

...
3. Mercados promissores
●

Camarão em água doce



Litopenaeus vannamei
Macrobrachrium rosembergii

21
3. Mercados promissores
●

Piscicultura marinha


Beijupirá/Cobia

22
3. Mercados promissores
●

Piscicultura marinha


Garoupa

23
24
3. Mercados Promissores
●

Peixes nativos
●
●
●

Pirarucu
Estabelecimento da cadeia produtiva
Protocolo de reprodução/
Req...
3. Mercados Promissores
●

Peixes nativos
●
●

Pintado/Cachara (surubim)
Há mercado internacional

26
3. Mercados Promissores
●

Peixes Nativos
●

Tambaqui/Pacu/Pirapitinga

27
3. Mercados Promissores
●

Peixes ornamentais
●
●
●

Diversas espécies nativas e exóticas
Mercado crescente: desenvolvimen...
4. Atuação Profissional
●
●

Zootecnia: começo e fim (graduação)
Possibilidades
●
●
●

●

Responsabilidade técnica
Represe...
30
aquiculturanoceara.blogspot.com.br
thiagoandrade@zootecnista.com.br
facebook.com/fishfarmer.fisher (Thiago Silva)

31
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Vii sezoo

934
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
934
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Vii sezoo

  1. 1. Aquicultura no Ceará: cenário atual e oportunidades para zootecnistas Prof. Thiago Andrade, CRMV-CE 0176 ZP Zootecnista, Professor de Aquicultura CENTEC/SEDUC, EEEP J. I. Nocrato - Guaiúba-CE aquiculturanoceara.blogspot.com
  2. 2. Programação 1.Produção atual   Volume e valor da produção Polos de produção 2.Cadeia produtiva     Reprodução/larvicultura Engorda Insumos Processamento/Comercialização 3.Mercados promissores     Camarão em água doce Piscicultura marinha Pirarucu e outras espécies Peixes ornamentais 4.Atuação profissional    Responsabilidade técnica Representação comercial Sanidade 2
  3. 3. Objetivos: - Situar a aquicultura no Estado do Ceará; - Dar noções da atuação profissional e possibilidades em aquicultura; - Apontar perspectivas da aquicultura no Ceará; e - Desmitificar “peixe não é animal” 3
  4. 4. MPA, 2011 4
  5. 5. Sidonio, 2011 5
  6. 6. PRODUÇÃO DE TILÁPIA (2011) Porto do Pecém Pólo 1º produtor e exportador do Brasil 7 pólos em 55 municípios Pentecoste Porto do Mucuripe Pólo Sobral Pólo Fortaleza 60 açudes produtores 25 projetos comunitários 676 Produtores 21,3 mil toneladas Produzidas Potencial de produção: 200 mil toneladas/ano Potencial de exportação: U$ 100 milhões Fonte: Adece Pólo Anabuiú Pólo Castanhão Pólo Orós 6
  7. 7. Produção de pescado (t) da aquicultura continental por Unidade da Federação - 2011 BRASIL 544.490,0 NORDESTE 134.292,6 Ceará 36.066,3 24,66% 6,62% MPA, 2013 7
  8. 8. “A criação de tilápia feita no Açude Castanhão responde por 50% de toda a produção do tipo de pescado no Estado. Os piscicultores atuam em apenas 40% do parque aquícola do local” Diário do Nordeste, 13.09.2013 SEMANA DO PEIXE: Tilápia é fonte de renda em Jaguaribara 8
  9. 9. PRODUÇÃO DE CAMARÃO (2011) Pólo Coreaú Pólo Acaraú Pólo Mundaú Curú Porto do Pecém Porto do Mucuripe 2º produtor nacional Pólos: 5 em 24 municípios Fortaleza Pólo Aracati Produtores: 180 Área: 5,7 mil hectares Produção: 31,7 mil toneladas/ano Área/produtor (média): 36,31 ha Produtividade média: 5,5 t/ha/ano Ciclos: 2,6/ano Pólo Baixo Jaguaribe Fonte: Adece 9
  10. 10. Produção de pescado (t) da aquicultura marinha por Unidades da Federação - 2011 BRASIL 84.214,3 Camarões 65.670,6 77,98% Moluscos 18.541,7 22,02% NORDESTE 65.211,4 77,44% Ceará 29.095,4 34,55% MPA, 2013 10
  11. 11. "Em 2013, praticamente 50% de toda a produção nacional será oriunda do território cearense" Diário do Nordeste, 20.07.2013 Em 2013 camarão deve gerar R$ 600 mi no CE 11
  12. 12. 2. Cadeia Produtiva Pereira e Gameiro, 2007 12
  13. 13. 2. Cadeia Produtiva ● Reprodução de tilápias     Protocolos de acasalamento Coletas de ovos, larvas e pós-larvas Classificação Masculinização 13
  14. 14. 2. Cadeia Produtiva ● Larvicultura de camarões marinhos    Sistemas fechados Incubação Alimentação 14
  15. 15. 2. Cadeia Produtiva ● GENÉTICA – Resende, 2010 ● ● Os recursos humanos disponíveis são mínimos A metodologia é a mesma utilizada para outras espécies animais e logicamente com adaptações aos organismos aquáticos – Há possibilidade de inclusão imediata de profissionais oriundos do cursos de zootecnia 15
  16. 16. 2. Cadeia Produtiva ● Os peixes são modelos excelentes para programas de melhoramento genético. – Hilsdorf, 2013 ● ● ● ● Fertilização externa: permite a manipulação dos gametas para realizar sistemas de acasalamento dirigido e manipulação cromossômica; Alta fecundidade: número grande de descendentes que permite programas de seleção mais intensa e a realização de testes de desempenho com diferentes grupos genéticos; Possibilitam a produção de híbridos: metodologia utilizada desde os anos 1970 com tilápias e, atualmente, com diferentes espécies de peixes nativos no Brasil. A variabilidade genética possibilita ganhos genéticos de até 17% por geração 16
  17. 17. 2. Cadeia Produtiva ● Engorda ● ● ● ● Planejamento produtivo Gerenciamento Preparação do ambiente Acompanhamento do cultivo – – – ● Biometrias Intervenções Classificações Programação de saídas 17
  18. 18. 2. Cadeia Produtiva ● Insumos ● ● ● ● ● Fertilizantes/Corretivos; Oxigênio; Telas; Cordas, etc. RAÇÃO – Conversão alimentar 18
  19. 19. 2. Cadeia Produtiva ● Processamento e Comercialização    Captação de clientes Controle de qualidade Conservação/Processamento 19
  20. 20. 3. Mercados promissores ● ● ● ● Camarão em água doce Piscicultura marinha Pirarucu e outras espécies Peixes ornamentais 20
  21. 21. 3. Mercados promissores ● Camarão em água doce   Litopenaeus vannamei Macrobrachrium rosembergii 21
  22. 22. 3. Mercados promissores ● Piscicultura marinha  Beijupirá/Cobia 22
  23. 23. 3. Mercados promissores ● Piscicultura marinha  Garoupa 23
  24. 24. 24
  25. 25. 3. Mercados Promissores ● Peixes nativos ● ● ● Pirarucu Estabelecimento da cadeia produtiva Protocolo de reprodução/ Requerimentos nutricionais 25
  26. 26. 3. Mercados Promissores ● Peixes nativos ● ● Pintado/Cachara (surubim) Há mercado internacional 26
  27. 27. 3. Mercados Promissores ● Peixes Nativos ● Tambaqui/Pacu/Pirapitinga 27
  28. 28. 3. Mercados Promissores ● Peixes ornamentais ● ● ● Diversas espécies nativas e exóticas Mercado crescente: desenvolvimento econômico Desenvolvimento de novas linhagens: melhoramento genético 28
  29. 29. 4. Atuação Profissional ● ● Zootecnia: começo e fim (graduação) Possibilidades ● ● ● ● Responsabilidade técnica Representação comercial Consultorias: sanidade, planejamento/gerenciamento Empreendedorismo 29
  30. 30. 30
  31. 31. aquiculturanoceara.blogspot.com.br thiagoandrade@zootecnista.com.br facebook.com/fishfarmer.fisher (Thiago Silva) 31
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×