Cap 4 fontes de financiamento

  • 9,317 views
Uploaded on

Material para a aula do dia 27/04 sobre Fontes de Financiamento. Baixem os slide e estejam com o material em aula. …

Material para a aula do dia 27/04 sobre Fontes de Financiamento. Baixem os slide e estejam com o material em aula.

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
9,317
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
137
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. CAPÍTULO 4 FONTES DE FINANCIAMENTO PARA O CAPITAL DE GIROCoordenação:Prof. Dr. Alberto Borges Matias Finanças Corporativas de Curto Prazo
  • 2. Objetivos• Apresentar as possibilidades de se financiar o capital de giro por meio: – das atividades operacionais da empresa – da obtenção de recursos financeiros de terceiros de curto prazo – de recursos de longo prazo.
  • 3. Fontes de Financiamento Ativo Circulante Passivo Circulante Caixa e Bancos Fornecedores Fontes Aplicações Financeiras Salários e Encargos Operacionais Contas a Receber Financiamentos Fontes Estoques Duplicatas Descontadas Financeiras
  • 4. Fontes Operacionais• Surgem a partir das operações da empresaFORNECEDORES IMPOSTOS E OBRIGAÇÕES SOCIAIS VENDAS SALÁRIOS ADIANTAMENTOS DE CLIENTES
  • 5. Fornecedores• Considerada a principal fonte de financiamento a curto prazo para a empresa.• Crédito estabelecido de acordo com o nível de atividades da empresa.• Considerar os termos de crédito.• Possibilidade de consignação e/ou parcerias• Termos de crédito – Prazos – Condições de pagamento – Descontos
  • 6. Impostos e Obrigações Sociais• Prazos para recolhimentos• Postergação : encargos inviabiliza atrasos curtos• Inadimplência: possibilidade de parcelamentos A pontualidade nos pagamentos dos impostos é de grande importância para as empresas, pois para a obtenção de recursos de terceiros faz-se necessário apresentar certidões negativas de débito junto ao INSS, Secretaria da Receita Estadual e Federal, FGTS, e outros órgãos
  • 7. Salários e Encargos• Atrasos no pagamento – Problemas de produtividade – Desmotivação• Encargos trabalhistas também são fontes de financiamento
  • 8. Adiantamentos de Clientes• Recebimento antecipado de valores por uma entrega futura do produto• Antecipação de pagamento – Mercados compradores – Produtos sob encomenda• Oferecimento de descontos
  • 9. Fontes Financeiras• Recursos obtidos junto a Instituições Financeiras – Bancos comerciais – Bancos múltiplos – Financeiras – Empresas de factoring – Bancos de investimento• Representam o endividamento da empresa• Empréstimos e financiamentos para fins específicos ou não
  • 10. Bancos Comerciais e Múltiplos• Hot money• Desconto de títulos• Cheque pré-datado• Conta garantida• Crédito rotativo• Empréstimo para Capital de Giro• Financiamento de tributos e obrigações sociais• Crédito rural• Vendor• Compror
  • 11. Bancos Comerciais e Múltiplos• Hot Money – Financiamento de curtíssimo prazo • Geralmente de um a dez dias – Contrato – Garantia • Nota promissória • Taxa de juros em relação ao CDI- Certificado de Depósito Interbancário
  • 12. Bancos Comerciais e Múltiplos• Desconto de Títulos – Antecipação do recebimento de títulos • Duplicatas • Notas promissórias • Cheques pré-datados – Cobrança dos juros feita no ato da concessão do empréstimo assim como o IOF- Imposto sobre Operações Financeiras
  • 13. Bancos Comerciais e Múltiplos• Cheque pré-datado – Muito utilizado em razão da praticidade – Não exige elaboração de contratos, nota promissória, carnês ou boleto de compensação• Conta Garantida – Representa um limite disponibilizado pelos bancos às empresas – Cobrir eventuais saldos devedores registrados nas contas correntes, possibilitando às empresas atender as necessidades urgentes de caixa
  • 14. Bancos Comerciais e Múltiplos• Crédito Rotativo – Operação de crédito simples – Concedida mediante contrato – Disponibiliza determinado limite destinado a atender às necessidades de caixa no dia-a-dia da empresa, mediante movimentação em conta corrente• Empréstimos para capital de giro – Operações de crédito destinadas a atender às necessidades de capital de giro das empresas – Contratos – Estabelece prazos, taxas, valores e garantias
  • 15. Bancos Comerciais e Múltiplos• Financiamentos de Tributos e Obrigações Sociais – Operação de crédito em que o banco proporciona à empresa a possibilidade de recolher pontualmente os valores referentes a impostos e obrigações sociais• Crédito Rural – Financiamento da atividade agrícola ou pecuária, custeando a produção e/ou a comercialização.
  • 16. Bancos Comerciais e Múltiplos• CPR - Cédula de Produto Rural – Título que paga juros ao investidor e cujos recursos financiam o agricultor ou pecuarista – Funciona como uma venda antecipada da produção agropecuária – O produtor emite o papel e recebe o dinheiro do investidor, comprometendo-se a entregar mercadorias (CPR física) ou dinheiro (CPR financeira) na data combinada
  • 17. Bancos Comerciais e Múltiplos• Vendor – Alternativa de financiamento para vendas a prazo, tendo como característica a cessão do crédito 1. A empresa A vende à empresa B 2. O banco paga à empresa A à vista 3. A empresa A paga IOF sobre o valor recebido ao banco 4. A empresa B liquida a dívida junto ao banco.
  • 18. Bancos Comerciais e Múltiplos• Compror – A empresa compradora paga o fornecedor à vista e financia a compra a prazo através de crédito bancário – O banco dá crédito à empresa compradora mas com destinação específica - pagamento ao fornecedor 3. A empresa A fornece mercadorias à empresa B 4. O banco financia a compra da empresa B 5. A empresa B paga a vista à empresa A
  • 19. Factoring• Envolve a prestação cumulativa e contínua de serviços de assessoria creditícia, mercadológica, gestão de crédito, seleção de riscos, administração de contas a pagar e a receber, compra de direitos creditórios resultantes de vendas mercantis a prazo ou prestação de serviços• Há transferência do risco de crédito• Operações – Maturity – Adiantamento sobre títulos a serem emitidos – Factoring contra entrega de mercadorias – Trustee
  • 20. Factoring• Maturity – Valor só é creditado à empresa cedente do título na data fixada para o seu vencimento• Adiantamento sobre títulos a serem emitidos – Empresa emitente compromete-se a pagar a operação com duplicatas a serem ainda emitidas• Factoring contra entrega de mercadorias – Empresa de factoring paga ao fornecedor e recebe do comprador, após a venda das mercadorias.• Trustee – A empresa de factoring é responsável pela gestão do caixa da empresa.
  • 21. Financeiras• Instituições comerciais fornecedoras de empréstimos de curto prazo para aquisição de bens e serviços• Não é permitido manter depósitos• Operações: – CDC (Crédito Direto ao Consumidor) – CDCI (CDC com interveniência)
  • 22. Sistema de Crédito Rural• Financiamento da atividade agrícola ou pecuária, custeando a produção e/ou a comercialização – Custeio agrícola – Custeio pecuário – Desconto de Nota Promissória Rural e Duplicata Rural – Nota Promissória Rural – Duplicata Rural
  • 23. Contratos• Acordo de duas ou mais vontades• Conformidade da ordem jurídica• Destinado a estabelecer uma regulamentação de interesses entre as partes• Escopo de adquirir, modificar ou extinguir relações jurídicas de natureza patrimonial
  • 24. Contratos• Operações de empréstimos caracterizam-se por firmar em contrato condições definidas em negociação entre o emprestador e o tomador: – Valor da operação – Formas de cobrança – Custos da operação – Garantias – Encargos Tributários
  • 25. Garantias• São exigidas pelo emprestador de acordo com o risco da operação – Garantias Pessoais – Garantias Reais – Covenants• Garantias Pessoais – Aval – um terceiro, por sua oposição de assinatura, aceita ser coobrigado em relação às obrigações do avalizado – Fiança – o fiador responde com todo o seu patrimônio, podendo ter direito ao benefício de ordem, só terá seus bens executados após a execução dos bens do afiançado
  • 26. Garantias• Garantias Reais – Hipoteca - vinculação de um bem imóvel para garantir o pagamento de uma obrigação, assumida pelo proprietário ou terceiro – Penhor - vinculação de um bem móvel para garantir o pagamento de uma obrigação assumida pelo proprietário ou terceiro – Caução - vinculação de dinheiro, direitos ou títulos de crédito que ficam depositados na instituição financeira para garantir o pagamento de uma obrigação – Alienação fiduciária - incide sobre um bem móvel ou imóvel, transferindo sua propriedade enquanto durar a obrigação garantida
  • 27. Produtos e Serviços Especiais• Commercial Papers• ACC/ACE• Export Notes• Forfaiting• Securitização de Recebíveis• Sale Lease-back
  • 28. Produtos e Serviços Especiais• Commercial Paper – Título de valor mobiliário emitido por empresas de sociedade anônima – Destinado à oferta pública, para captação de recursos no mercado interno, para financiamento de capital de giro – Não é permitida emissão às instituições financeiras, as corretoras e distribuidoras de valores mobiliários e as empresas de leasing
  • 29. Produtos e Serviços Especiais• ACC - Adiantamento sobre Contratos de Câmbio• ACE – Adiantamento sobre Cambiais Entregues – Financiar capital de giro às empresas exportadoras para que possam produzir e comercializar os produtos objetos de exportação – ACC – refere-se ao financiamento da produção – ACE - quando a mercadoria já está embarcada
  • 30. Produtos e Serviços Especiais• Export Note – Alternativa de financiamento de capital de giro exclusiva a exportadores – Título emitido por uma empresa exportadora, lastreado obrigatoriamente num contrato de compra e venda – Contrato firmado entre o exportador nacional e empresas estrangeiras importadoras de seus produtos e serviços
  • 31. Produtos e Serviços Especiais• Forfaiting – Alternativa de financiamento de capital de giro – Cessão de crédito de uma empresa exportadora brasileira a um banco – A empresa exportadora vende a prazo e recebe à vista, uma vez que vende seus contratos e títulos de crédito, com vencimento futuro a uma instituição financeira – A vantagem da operação é a isenção de responsabilidade da empresa – O banco assume o risco
  • 32. Produtos e Serviços Especiais• Securitização de recebíveis – Tem como objetivo contratos que ainda vão gerar vendas e faturamentos futuros – Exemplos: • Contratos de locação • Faturas de cartão de crédito • Mensalidades escolares
  • 33. Produtos e Serviços Especiais• Sale lease-back – Operação caracterizada pela venda de um ativo imobilizado a uma empresa de leasing, contratando o arrendamento do mesmo bem – Utilizado como financiamento de capital de giro por empresas que queiram diminuir sua imobilização – A empresa viabiliza recursos de longo prazo (24 meses), continua utilizando o bem e tem opção de recompra ao final do contrato
  • 34. ReferênciasANDREZO, André Fernandes. Mercado Financeiro: aspectos históricos e conceituais- São Paulo: Ed. Pioneira, 1999.ASSAF NETO, Alexandre. Finanças Corporativas e valor. São Paulo: Atlas, 2003ASSAF NETO, Alexandre. Matemática financeira e suas aplicações. 2.ª ed. São Paulo: Atlas,2002.BRIGHAM, Eugene F. Administração Financeira:teoria e prática- São Paulo: Atlas, 2001.CAVALCANTI, Melissa Franchini - Contratos e Covenants –. Trabalho apresentado na disciplina Teoria da Administração Financeira – FEA/USP Ribeirão Preto 2002.DI AGUSTINI, Carlos Alberto Capital de Giro: análise das alternativas fontes de financiamento – 2.. 2ª ed.- São Paulo: Atlas, 1999.FORTUNA, Eduardo Mercado Financeiro: produtos e serviços- 15.. 15ª ed.Rio de Janeiro:Qualitymark Ed, 2002.GITMAN, Lawrence J. Princípios de Administração Financeira – essencial. 2ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.GITMAN, Lawrence J; MADURA, J. Administração Financeira: Uma abordagem Gerencial. São Paulo: Addison Wesley, 2003.GROPELLI, A.A. Administração Financeira 3.ª ed. São Paulo: Saraiva, 1998.HOJI, Masakazu Administração financeira: uma abordagem prática: matemática financeira aplicada, estratégias financeiras, análise, planejamento e controle financeiro. 3ª ed.- São Paulo: Atlas, 2001.LEMES JUNIOR, Antônio Barbosa. Administração financeira: princípios, fundamentos e práticas brasileiras. Rio de Janeiro : Campus, 2002.O ESTADÃO. Disponível para assinantes em http://www.estadao.com.br/ext/economia/financas/investimentos/acoes.htm. Acesso em 07/12/2003.RANGEL, Armênio de S.; SANTOS, José C. S.; BUENO, Rodrigo L.S. Matemática dos mercados financeiros à vista e a termo. São Paulo: Atlas, 2003.SAMPAIO, Rogério M.. de Castro. Direito Civil -– Contratos -. São Paulo: Atlas, 1999.