Your SlideShare is downloading. ×
0
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Técnicas e habilidades_funcionais_gerenciamento_do_projeto

1,323

Published on

Nesta apresentação, Francisco fala das principais habilidades funcionais utilizadas …

Nesta apresentação, Francisco fala das principais habilidades funcionais utilizadas
no Gerenciamento de Projetos, mais conhecidas como habilidades leves ou soft skills.

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,323
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
42
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 1 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS Francisco Iglesias Bretas é especialista em gerenciamento de projetos, planejamento e riscos. Foi nos últimos anos, responsável por mais de 20 Projetos de médio e grande porte no Brasil pela Microcity, nas áreas de TIC – Tecnologia da Informação e Comunicação, Infraestrutura e Telecomunicações, com um portfólio de investimentos gerenciado superior A 100 Milhões de reais. E-MAIL ..:: IGJUNIOR2007@YAHOO.COM.BRFRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 2. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 2 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS Conceitos de Brainstorming; Diagrama de Ishikawa; Matriz G.U.T; Plano de ações 5W1H; Habilidades necessárias e valorizadas ao Gerenciar Projetos. OBJETIVOSFRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 3. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 3 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS BRAISTORMING O QUE SIGNIFICA?FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 4. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 4 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS A técnica de brainstorming propõe que um grupo de pessoas se reúnam e se utilizem das diferenças em seus pensamentos e idéias para que possam chegar a um denominador comum eficaz e com qualidade, gerando idéias inovadoras que levem um projeto adiante. É recomendado que as pessoas envolvidas nesse método sejam de áreas e competências diferentes, pois suas experiências podem colaborar com a “chuva de idéias" que se forma ao longo do processo. Nenhuma idéia deve ser descartada ou julgada como errada ou absurda, ou seja, todas as idéias devem ser ouvidas e trazidas até o processo de brainwriting (Compilação ou anotação de todas as idéias ocorridas no processo de brainstorming), através de reunião com alguns participantes da sessão. A evolução destas idéias traz uma solução efetiva. Quando se necessita de respostas rápidas a questões relativamente simples, o brainstorming é uma das técnicas mais populares e eficazes.FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 5. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 5 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS Objetivos do Brainstorming: Encontrar os fatos Geração da idéia Encontrar a solução Primeiro, definimos o problema. Para isso, pode ser necessário subdividir o problema em várias partes. Esta técnica de brainstorming funciona para problemas que têm muitas soluções possíveis. Depois é necessário colher toda a informação que pode relacionar-se com o problema.FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 6. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 6 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS DIAGRAMA DE CAUSA E EFEITO ISHIKAWAFRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 7. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 7 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS “Captar a verdadeira qualidade aspirada pelo cliente e atender a finalidade de uso” KAORU ISHIKAWA Técnica criada por Ishikawa em 1943, é conhecida por vários nomes: diagrama causa-efeito, diagrama espinho de peixe, diagrama 4P, diagrama 6M. Pode ser facilmente aprendida e imediatamente posta em prática por pessoas de qualquer nível dentro da empresa. É aplicável quando precisamos identificar, explorar e ressaltar todas as causas possíveis de um problema ou situação específica.FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 8. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 8 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS Características: Pode ser usado individualmente Discussão em grupo Destaca as áreas mais significativas Este diagrama tem por objetivo, ilustrar claramente as várias causas que afetam um processo por classificação e relação das causas. Para cada efeito existem seguramente, inúmeras categorias de causas. Estas causas podem ser agrupadas sob seis categorias conhecidas como os 6M:FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 9. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 9 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS MÉTODO MÃO DE OBRA MATÉRIA PRIMA MEIO AMBIENTE MEDIÇÃO MÁQUINA Nas áreas administrativas, geralmente usa-se os 4P: Políticas, Procedimentos, Pessoal e Planta (arranjo físico). Estas categorias são apenas sugestões, é possível utilizar outras que ressaltem ou auxiliem as pessoas a pensarem de forma criativa.FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 10. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 1 0 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS COMO CONSTRUIR O DIAGRAMA?FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 11. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 11 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLSFRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 12. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 12 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS MATRIZ GUTFRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 13. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 13 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS A matriz GUT trata problemas com objetivo de priorizá-los. Leva em conta a gravidade, a urgência e a tendência de cada problema identificado: Gravidade: é o impacto do problema sobre coisas, pessoas, resultados, processos ou organizações e efeitos que surgirão a longo prazo, caso o problema não seja resolvido Urgência: é a relação com o tempo disponível ou necessário para resolver o problema Tendência: é o potencial de crescimento do problema, a avaliação da tendência de crescimento, redução ou desaparecimento do problemaFRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 14. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 14 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS A pontuação deverá ser de 1 a 5 para cada dimensão da matriz, permitindo classificar em ordem decrescente de pontos os problemas a serem atacados em melhorias de processo. Este tipo de análise deverá ser feita pelo grupo de melhoria com os colaboradores do processo, de forma a estabelecer a melhor priorização dos problemas. Após atribuída a pontuação, deve-se multiplicar G x U x T e achar o resultado, priorizando de acordo com os dados obtidos. Veja o exemplo no slide a seguir:FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 15. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 15 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS PROBLEMA G U T GXUXT ELEVAÇÃO DE CUSTOS 5 5 5 125 MÃO DE OBRA MAL ALOCADA 2 2 3 12 TREINAMENTO INADEQUADO DA EQUIPE 2 2 2 8 DIFICULDADE DE GERENCIAMENTO DO PROJETO 3 2 3 18 DIFICULDADE DE GERENCIAMENTO DE CONFLITO 3 3 3 27 GRAVIDADE URGÊNCIA TENDÊNCIA GXUXT ELEVAÇÃO DE CUSTOS AÇÃO IMEDIATA AGRAVAR RÁPIDO 125 DIFICULDADE DE GERENCIAMENTO DE CONFLITO AÇÃO RÁPIDA AUMENTAR 27 DIFICULDADE DE GERENCIAMENTO DO PROJETO DECIDIR COM FULANO ESTABILIZAR 18 MÃO DE OBRA MAL ALOCADA ACOMPANHAR AJUSTAR 12 TREINAMENTO INADEQUADO DA EQUIPE PODE ESPERAR ACOMODAR 8FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 16. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 16 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS PLANO DE AÇÕES 5W1HFRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 17. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 17 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS Uma vez que a situação foi analisada utilizando-se as ferramentas brainstorming, matriz GUT e Diagrama de Ishikawa, devemos montar um plano de ação para corrigir os problemas ou possibilidades de melhoria levantadas. O plano de ação 5W1H permite considerar todas as tarefas a serem executadas ou selecionadas de forma cuidadosa e objetiva, assegurando sua implementação de forma organizada. Cada ação deve ser especificada levando-se em consideração os seguintes itens:FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 18. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 18 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS WHAT? O que será feito para melhorar algum processo que esteja dando errado? WHY? Por que será feita tal melhoria? Qual será a meta pretendida com tal ação? WHO? Quem irá executar tal ação? Qual será a equipe que tomará a frente da ação? WHEN? Quando será feita tal ação? Em qual data estratégica irá começar a se desenvolver tal ação? WHERE? Onde será feita tal ação? Em qual área da empresa irá ocorrer a ação? HOW? Como será feita tal ação? Quais recursos serão necessários para que a mesma obtenha sucesso? Para o 5W2H incluir apenas HOW MUCH  Quanto custará fazer?FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 19. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 19 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS HABILIDADES NECESSÁRIAS E VALORIZADAS AO GERENCIAR PROJETOS NAS ORGANIZAÇÕESFRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 20. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 20 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS Fonte: PMSURVEY.ORG 2011 Edition. Project Management Institute Chapters.FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 21. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 21 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS RESPONSABILIDADES Definir claramente o escopo do Projeto GERENTE DE PROJETOS Conhecer bem os objetivos e necessidades do Projeto Saber delegar suas tarefas Conhecer os atributos individuais de cada membro envolvido no Projeto Liderar a equipe do Projeto Ser um facilitador Manter uma visão global Monitorar o progresso de sua equipeFRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 22. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS 22 HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS .:: O Perfil Profissional do Gerente de Projetos ::.FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS
  • 23. TÉCNICAS E HABILIDADES FUNCIONAIS HABILIDADES LEVES – SOFT SKILLS 1 5’ PM Podcast ..:: 7 Habilidades humanas (Soft Skills) para o Gerente de Projetos 2 CANTIDIO, Sandro ..:: Acessado em 16/06/2012 3 Brainstorming ..:: Wikipédia – A enciclopédia livre 4 ESALQ – USP ..:: Qualidade Total 5 PMSURVEY ..:: Habilidades mais valorizadas...FRANCISCO IGLESIAS BRETAS | GERENCIAMENTO DE PROJETOS

×