Your SlideShare is downloading. ×
Lei de Resíduos Sólidos
Lei de Resíduos Sólidos
Lei de Resíduos Sólidos
Lei de Resíduos Sólidos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Lei de Resíduos Sólidos

2,415

Published on

Com a aprovação da Leia da Política Nacional de Resíduos Sólidos, indústria e varejo se tornam responsáveis pela logística reversa, ou seja, terão de receber de volta produtos e embalagens descartados …

Com a aprovação da Leia da Política Nacional de Resíduos Sólidos, indústria e varejo se tornam responsáveis pela logística reversa, ou seja, terão de receber de volta produtos e embalagens descartados pelos consumidores. Entenda o que muda para o setor de supermercados.

Published in: Business, News & Politics
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,415
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
53
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 113 Loja Supermercado moderno • julho 2011 resíduos sólidos Descarte depende da sua loja Com a aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, o setor é um dos responsáveis pelo descarte de produtos e embalagens que não interessam mais ao consumidor. Entenda melhor a lei e conheça alternativas para cumpri-la. Por Fernando Salles | salles@lund.com.br QUais ProDUTos esTÃo inCLUÍDos Vale para agrotóxicos e seus resíduos e embalagens; pilhas e baterias; pneus; óleos lubrificantes, seus resíduos e QUe Lei É embalagens; lâmpadas; eletroeletrônicos e componentes; e todas as embalagens plásticas, metálicas ou de vidro essa A Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos institui uma série de medidas para garantir o tratamento ambientalmente enTenda correto do lixo em todo o Brasil. Impõe ao poder público, por a políTica exemplo, a substituição dos lixões por aterros sanitários, locais nacional preparados para evitar a de reSíduoS contaminação do solo e dos lençóis freáticos SólidoS CoMo afeTa os sUPerMerCaDos No artigo 33, obriga a implantação de sistemas de logística reversa, com o retorno dos produtos após o uso pelo consumidor. Essa responsabilidade deve ser compartilhada entre fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes
  • 2. 114 | Loja | Supermercado moderno • julho 2011 reSíduoS SólidoS U ma lei que ficou cerca de centiva apenas o descarte correto, duas décadas parada no mas também a redução da quan- Congresso deve trazer mu- tidade de resíduos gerados. “Mui- danças na operação da sua tos produtos contam com mais loja e na relação com forne- de uma embalagem ou excesso de cedores. Sancionada pelo material. Um dos caminhos pode presidente Lula no final de ser discutir com o fornecedor uma 2010, a Política Nacional de Resíduos Sólidos impõe, redução na quantidade de plástico em um de seus artigos, a implantação de sistemas de ou papelão”, exemplifica. logística reversa a fabricantes, importadores, distri- Algumas iniciativas já reali- buidores e comerciantes, o que inclui o autosserviço. zadas pelo varejo dão razão a ele. Na prática, a legislação responsabiliza os mem- Uma delas vem do Walmart Brasil. bros da cadeia por todo o ciclo de vida dos produtos. Felipe Antunes, gerente de susten- Ou seja, o supermercado deve estar preparado para tabilidade, conta que alguns itens receber de volta produtos e embalagens que o clien- de marca própria são produzidos te descartar. Essa responsabilidade com menos material nas emba- Muitos produtos independe dos serviços públicos lagens. É o caso do achocolatado têm mais de uma de coleta e deve ser compartilha- Bompreço, cuja redução é de 30%. embalagem ou usam daregra valeintegrantes dabaterias, A com os para pilhas e cadeia. Na bandeira Pão de Açúcar, os clientes são incentivados a fazer excesso de material. eletroeletrônicos e componentes, reciclagem antes mesmo de con- Como a lei incentiva lâmpadas, pneus, agrotóxicos, óle- sumir: 67 lojas contam com caixas os lubrificantes, além de embala- verdes nas quais os clientes podem a diminuição dos gens de plástico, metal e vidro. descartar o excesso de embalagem resíduos gerados, O governo formou dois grupos logo após a compra. Com a inicia-convém discutir com os interministeriais para comandar tiva, a empresa já arrecadou 1,3 as tratativas com os envolvidos fabricantes como usar na distribuição, como indústria e achocolatado bompreço, marca própria do Walmart, é vendido em menos matéria-prima. varejo. Dessas discussões devem embalagem confeccionada com 30% surgir direcionamentos para que menos material a logística reversa torne-se realidade. Até agosto de 2012, deve ser apresentado um plano de implemen- tação. Já o prazo para ser colocado em prática é de diuvlgação quatro anos após a sanção da lei – dezembro de 2014. Menos eMbalageM Solução além do descarte Seja qual for a mecânica adotada pela cadeia de dis- tribuição, uma coisa é certa: o autosserviço terá de realizar diversas adequações. Vicente Manzione Fi- lho, sócio da Gestão Origami, consultoria especia- lizada em sustentabilidade, lembra que a lei não in-
  • 3. 116 | Loja | Supermercado moderno • julho 2011 reSíduoS SólidoS milhão de embalagens, encaminhadas tos produtos podem ser matéria-prima para a para cooperativas de reciclagem. Parte fabricação de outros. E uma solução para di- desse material é aproveitado na con- luir custos da implantação da logística reversa fecção de embalagens cartonadas da pode ser vender parte do material coletado. A marca exclusiva Taeq. iniciativa ajuda a evitar repasses nos preços, Antecipar-se às exigências, como um dos riscos para o consumidor. fazem os dois gigantes do autosservi- ço, é a melhor alternativa para o setor, Pão de açúcar acredita Estanislau Freitas Jr., coorde- 42 mil toneladas de recicláveis nador de comunicação do Instituto Akatu, ONG que estimula o consu- O Grupo Pão de Açúcar conta com duas em- mo consciente. “O ideal é o varejo se presas parceiras na implementação da gestão integrada de resíduos, o que inclui separação de recicláveis, lixo orgâni- co e rejeitos. A separação é feita nas próprias lojas, onde plástico e papelão são prensados e encaminhados para a venda na forma de fardos. Já o lixo orgânico é encaminhado para reapro- veitamento como compostagem ou ração animal. Aquilo que não pode ser reaproveitado (rejeito) vai direto para os aterros sanitários. Atualmente, a empresa conta com 228 postos de entrega voluntária de material reciclável. Esses pontos já re- joão de freitaSdisponibilizar ceberam 42 mil toneladas de plástico,postos de entregade resíduos é uma vidro, papel, metal e óleo de cozinhadas sugestões da usado. Em 31 lojas, é feita também alei para viabilizara logística adiantar e implantar processos desde coleta de celulares, baterias e acessórios. Até oreversa. clientes já. Além de boas para a sociedade, es- final deste ano, o trabalho deve ser estendido acostumam aderir. sas ações são muito bem vistas pelo 160 lojas. Mais avançada ainda está a coleta de público e podem ajudar no marketing pilhas e baterias comuns, disponível em todas as da empresa. Com o avanço nas dis- filiais da empresa. A maior parte desse trabalho cussões a respeito do descarte de re- é feita em parceria com fornecedores. síduos, quem não se adaptar logo vai perder o freguês”, avalia. WalMart Outra ação realizada com suces- 40 cooperativas beneficiadas so é a coleta de materiais recicláveis. Segundo Manzione Filho, da Gestão Adequação à lei também já é feita pelo Wal- Origami, as exigências legais tendem mart. Lá, o processo de coleta, tratamento e a aumentar a escala do que se faz destinação de resíduos é considerado um dos hoje. Ele lembra que resíduos de cer- pilares do programa de sustentabilidade. Des-
  • 4. 118 | Loja | Supermercado moderno • julho 2011 reSíduoS SólidoS levar a iniciativa às lojas onde há viabilidade de implantação. Mas o Carrefour oferece também um serviço que deve se tornar mais comum a partir da implantação da lei. Trata-se do programa Descarte Sustentável, pelo qual os clientes podem descartar de modo ambientalmente correto aparelhos eletrôni- cos, como TVs, monitores, notebooks, etc. O projeto é uma parceria com a Descarte Certo. Lúcio Di Domenico, presidente da empresa, expli- ca que, no ato da compra de um eletroeletrônico, é no Pão de açúcar, caixas verdes oferecida ao consumidor a possibilidade de solici- incentivam o tar o descarte do equipamento antigo. Quem con-descarte correto de embalagens antes corda inclui o valor do serviço no pagamento (em do consumo. torno de R$ 130), do mesmo modo que as garantias joão de freitaS Material é estendidas. Feito isso, o consumidor acessa o site reaproveitado em embalagens da da Descarte Certo e define o dia em que o aparelho marca taeq. antigo poderá ser retirado pela equipe de coleta. Outra opção é a venda da coleta para ser realiza- de 2006, a empresa conta com da apenas no momento em que o consumidor deci- estações de reciclagem. Hoje são dir se desfazer do produto que está comprando, com cerca de 300 em todo o Brasil. Os prazo máximo de 14 anos. Esse serviço sai por cerca produtos oriundos do descarte de R$ 20. A empresa já vendeu perto de 10 mil ga- são recebidos por aproximada- rantias de descarte, mas acredita que em breve a prá- mente 40 cooperativas. tica estará mais difundida no varejo e entre os con- sumidores. “Em dois ou três anos, o setor já venderá todos os eletroeletrônicos com o serviço embarcado. custos da implantação da logística Com ele, a logística reversa fica garantida”, acredita. reversa podem ser diluídos com a Caso se confirme a previsão otimista de di Do- menico, o varejo estará livre dos custos logísticos venda do material coletado nas lojas envolvidos no processo. “Cerca de 80% do custo do desmanche de um produto eletrônico é logística”, Algumas lojas da rede estão afirma. Com a consolidação da cultura do descar- aptas a receber lâmpadas fluores- te consciente, uma alternativa é, no momento da centes, que exigem cuidados espe- entrega do produto, a equipe já levar o aparelho ciais por conter mercúrio. velho. A discussão sobre como implementar a lo- gística reversa está só no começo. O melhor é não descarte de eletrônicos perder tempo e buscar, com fornecedores e parcei- Serviço embutido na compra ros, alternativas viáveis para a sua empresa. Sm Mai s i nforM ações: Outro gigante, o Carrefour, man- Carrefour: www.carrefour.com.br tém 104 estações de coleta – em Descarte Certo: www.descartecerto.com.br Gestão origami: www.gestaoorigami.com.br 2009 eram só 15. Neste momento, Grupo Pão de açúcar: www.grupopaodeacucar.com.br instituto akatu: www.akatu.org.br a empresa negocia parceria para Walmart: www.walmart.com.br

×