Fernanda Adriela Bauer
Rozemar Grunewald
Escola estadual técnica São João Batista
Introdução
O consumo de energia é um processo vital para a vida do ser humano.
Diversas fontes fornecem a energia necessár...
Através da fotossíntese, as plantas capturam energia do sol e
transformam em energia química. Esta energia pode ser
conver...
Como é obtida?
A biomassa é utilizada na produção de energia a partir de processos como a
combustão de material orgânico q...
Como é transformada? (processo)
Combustão direta: é a queima da biomassa em fornos, caldeiras ou fogões. O
problema deste ...
Pirólise: é a combustão da biomassa (geralmente lenha) praticamente sem a
presença de oxigênio, o que faz com ela se trans...
Custos
Na Europa e Japão as Prefeituras pagam às empresas que recebem os
RSU cerca de R$ 250,00 ou mais por tonelada de li...
Onde é mais utilizado no mundo e no Brasil?
O grande problema para a adoção destas usinas em paises em
desenvolvimento é o...
Na cidade de Bilbao, na Espanha, foi construída
uma usina WTE de alta eficiência, consorciando gás natural e lixo, mas
com...
Quais os impactos ambientais?
A alternativa que tem se mostrado mais acertada no mundo, permitindo a
disposição final adeq...
Conclusão
Este projeto teve por objetivo trazer mais esclarecimento acerca de uma fonte de
energia pouco conhecida, como e...
Bibliografia
www.infoescola.com (acessado em 17/11/12)
www.wtert.com.br (acessado em 17/11/12)
Obrigada pela atenção.
Biomassa do lixo
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Biomassa do lixo

346
-1

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
346
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Biomassa do lixo

  1. 1. Fernanda Adriela Bauer Rozemar Grunewald Escola estadual técnica São João Batista
  2. 2. Introdução O consumo de energia é um processo vital para a vida do ser humano. Diversas fontes fornecem a energia necessária para inúmeros processos, orgânicos ou não. Nos dias atuais, outra variável foi acrescentada nesta equação: A preservação ambiental. A maior parte da energia utilizada no mundo ainda é proveniente de fontes não renováveis, em sua maioria de origem fóssil, como o petróleo. Dentre as desvantagens da utilização da mesma, podemos destacar a sua esgotabilidade. Estas fontes de energia irão acabar um dia e é preciso desde já encontrar fontes renováveis para sua substituição, procurando também a diminuição dos impactos ambientais causados pela exploração de fontes não renováveis.
  3. 3. Através da fotossíntese, as plantas capturam energia do sol e transformam em energia química. Esta energia pode ser convertida em eletricidade, combustível ou calor. Qualquer matéria orgânica que possa ser transformada em energia mecânica, térmica ou elétrica é classificada como biomassa. EX: o bagaço da cana-de-açúcar, a lenha, o lixo urbano ou industrial, carvão, resíduos agrícolas, biogás, etc. O que é biomassa?
  4. 4. Como é obtida? A biomassa é utilizada na produção de energia a partir de processos como a combustão de material orgânico que se encontra presente num ecossistema, porém nem toda a produção primária passa a incrementar a biomassa vegetal do ecossistema. Parte dessa energia acumulada é empregada pelo ecossistema para sua própria manutenção.
  5. 5. Como é transformada? (processo) Combustão direta: é a queima da biomassa em fornos, caldeiras ou fogões. O problema deste tipo de combustão é a baixa eficiência, por causa da umidade da biomassa (que na lenha pode ser de 20% ou até mais, por exemplo) e da baixa densidade energética dos combustíveis envolvidos neste tipo de geração de energia. Gaseificação: conversão do combustível sólido em gás por meio de reações termoquímicas e em seguida utilização do gás obtido (que contém basicamente CO, H2, CH4, CO2 e N2) para obtenção da energia. Este método é bem mais eficiente que a combustão direta por utilizar um combustível mais puro, além de produzir emissões atmosféricas mais limpas.
  6. 6. Pirólise: é a combustão da biomassa (geralmente lenha) praticamente sem a presença de oxigênio, o que faz com ela se transforme em carvão que possui duas vezes mais densidade energética que a biomassa original. A desvantagem é que são necessárias cerca de 4 t de biomassa para produzir apenas 1 t de carvão. Digestão anaeróbia: também ocorre na ausência de ar, porém o processo de decomposição da biomassa é feito por bactérias (biológico) que ao decompor o material (processo que ocorre normalmente com a biomassa, porém nesse caso, é acelerado em um biodigestor), produz o biogás composto por metano e dióxido de carbono que tem um conteúdo energético em torno de 5.500 kcal/m³. É muito usado na conversão de lixo urbano (em aterros) e agrícola em combustível. Fermentação: outro processo biológico, mas aqui os microorganismos conhecidos como leveduras convertem os açúcares de plantas, como a cana de açúcar, em álcool (etanol e metanol). Transesterificação: processo químico que transforma óleos vegetais em glicerina e uma mistura de ésteres etílicos ou metílicos, conhecidos como biodiesel.
  7. 7. Custos Na Europa e Japão as Prefeituras pagam às empresas que recebem os RSU cerca de R$ 250,00 ou mais por tonelada de lixo, dando destinação final adequada. No Brasil, devido a baixa renda da população, não é possível pagar valores desta magnitude, sendo comum taxas de R$6,00 a tonelada, o que só viabiliza lixões ou aterros remediados No Brasil, em especial nas capitais, a população aceita pagar uma tarifa maior para a coleta domiciliar dos RSU. No entanto, em relação à disposição final, com raras exceções, as tarifas pagas pela população não permitem o tratamento adequado.
  8. 8. Onde é mais utilizado no mundo e no Brasil? O grande problema para a adoção destas usinas em paises em desenvolvimento é o seu alto custo. As mais modernas usinas lixo-energia (“Waste-to-Energy” ou WTE), incluindo a maior do mundo em Amsterdam processando 4.500 ton/dia de RSU, empregam caldeiras de níquel que devem ser trocadas a cada dois anos, ou até menos, tornando muito elevados os custos de capital e operação . Usina WTE de Amsterdam
  9. 9. Na cidade de Bilbao, na Espanha, foi construída uma usina WTE de alta eficiência, consorciando gás natural e lixo, mas com apenas 25% da energia elétrica produzida proveniente dos RSU, sendo o restante do gás natural, que por ser um combustível fóssil anula o impacto ambiental positivo resultante da queima do RSU. Outro aspecto negativo deste processo é a incerteza no custo do gás natural e na sua escassez no mercado.
  10. 10. Quais os impactos ambientais? A alternativa que tem se mostrado mais acertada no mundo, permitindo a disposição final adequada com pequeno impacto ambiental, é o tratamento térmico do lixo. Temperaturas elevadas associadas a um sofisticado sistema de limpeza dos gases da combustão satisfazem as normas ambientais mais exigentes, existindo atualmente cerca de 650 destas usinas em operação nos países desenvolvidos. Como a outra alternativa seria o aterro sanitário, que comprovadamente polui mais, a energia gerada nas usinas térmicas tem impacto ambiental positivo. Todas as outras formas de geração de energia elétrica tem impacto global no meio ambiente.
  11. 11. Conclusão Este projeto teve por objetivo trazer mais esclarecimento acerca de uma fonte de energia pouco conhecida, como ela funciona, e a sua importância para o desenvolvimento sustentavel, e a preservação do meio ambiente, por ser uma energia renovável. Ao desenvolver o mesmo, pudemos ter uma visão ampla sobre a formas de geração de energia por meio da biomassa e a importância de se investir nela, de forma que não traga consequências à natureza na finalidade de mantermos a harmonia com o ambiente.
  12. 12. Bibliografia www.infoescola.com (acessado em 17/11/12) www.wtert.com.br (acessado em 17/11/12)
  13. 13. Obrigada pela atenção.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×