Your SlideShare is downloading. ×
Educação ambiental
Educação ambiental
Educação ambiental
Educação ambiental
Educação ambiental
Educação ambiental
Educação ambiental
Educação ambiental
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Educação ambiental

5,150

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
5,150
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
72
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Analise as afirmações abaixo: I – O conceito de Educação Ambiental é invariável, não estando sujeito a interpretações, de acordo com cada contexto. II – Para muitos, a Educação Ambiental restringe-se em trabalhar assuntos relacionados à natureza: lixo, preservação, paisagens naturais, animais, etc. Dentro deste enfoque, a Educação Ambiental assume um caráter basicamente naturalista. III – Atualmente, a Educação Ambiental assume um caráter mais realista, embasado na busca de um equilíbrio entre o homem e o ambiente, com vista à construção de um futuro pensado e vivido numa lógica de desenvolvimento e progresso (pensamento positivista). Neste contexto, a Educação Ambiental é ferramenta de educação para o desenvolvimento sustentável (apesar de polêmico o conceito de desenvolvimento sustentável, tendo em vista ser o próprio "desenvolvimento" o causador de tantos danos sócio-ambientais). Com relação às afirmações acima podemos afirmar C As questões II e III estão corretas Analise as afirmações abaixo: I – Educação Ambiental foi definida como uma dimensão dada ao conteúdo e à prática da Educação, orientada para a solução dos problemas concretos do meio ambiente, através de enfoques interdisciplinares e de uma participação ativa e responsável de cada indivíduo e da coletividade. II – A definição oficial de educação ambiental, do Ministério do Meio Ambiente: “Educação ambiental é um processo permanente, no qual os indivíduos e a comunidade tomam consciência do seu meio ambiente e adquirem conhecimentos, valores, habilidades, experiências e determinação que os tornam aptos a agir – individual e coletivamente – e resolver problemas ambientais presentes e futuros”. III – O CONAMA - Conselho Nacional do Meio Ambiente – não possui uma definição especifica para a Educação Ambiental, pois não a entende como um processo de formação e informação orientado para o desenvolvimento da consciência critica sobre as questões ambientais, e de atividades que levem à participação das comunidades na preservação do equilíbrio ambiental. Com relação às afirmações acima podemos afirmar A- As questões I e II estão corretas Analise as afirmações abaixo: I – Pedagogia tradicional - Relação Ser Humano e Natureza se caracteriza: a) - O ser humano é dono e senhor (dominador) da Natureza; b) - A Natureza passa a ser propriedade privada de alguns homens. II – Pedagogia tradicional – Relação Sociedade e Cultura se caracteriza: a) - Visão burguesa e individualista, objetivando a perpetuação das relações estabelecidas na Sociedade e na Cultura; b) Separação da concepção de "Sociedade" e de "Cultura" da concepção de "Natureza". III – Pedagogia tradicional – A Metodologia se caracteriza: a) - Aula expositiva e demonstrações feitas pelo professor; b) - Exercícios de memorização por parte do aluno; c) - Motivação extrínseca que depende do professor; d) - “Um método para ensinar tudo a todos Com relação às afirmações acima podemos afirmar D-As questões I, II e III estão corretas Analise as afirmações abaixo:
  • 2. I – A educação ambiental na vertente ecológico-preservacionista – A Relação Sociedade e Cultura se caracteriza: a) - A história do homem não pode ser separada da “história da Ecologia”; b) - Interpreta a sociedade e a cultura dentro da visão da Sócio-biologia, efetuando graves reducionismos; c) - Analisa a sociedade com métodos extraídos da Biologia; d) - Visão individualista da sociedade que prescinde de análise histórica; e) - Não considera os aspectos políticos e econômicos derivados do estilo dominante (capitalismo) como causadores da degradação ambiental; f) - A culpabilidade é socializada, porém os benefícios da exploração da natureza são privatizados; g) - Postula uma volta às comunidades “naturais e primitivas”, idealizando-as como se elas fossem sociedades “harmônicas e sem conflitos”. Incentiva uma saída da sociedade de consumo e “voltar a viver” em contato com a “natureza”; h) - Postula uma defesa do “verde pelo verde”. O pensamento verde fica a meio caminho entre a perspectiva transformadora, ou seja, de mudança por meio da ação consciente da sociedade, e a perspectiva de mudança por meio das mudanças dos comportamentos individuais; i) - A ideologia dos ecologistas se caracteriza por um verdadeiro retorno ao Sagrado, na nostalgia de uma aliança mística cujas origens remontam ao Renascimento, e que é autorizado por uma quase identificação da ordem biológica com a ordem social II – A educação ambiental na vertente ecológico-preservacionista – A Relação Professor/Aluno se caracteriza: a) - Tende a ser uma relação horizontal, amistosa e de educação pelo exemplo combinada com elementos de relação vertical na qual o professor, como interpretador de teorias, impõe visões geralmente reducionistas; b) - Prioriza a formação nos aspectos éticos e estéticos e as mudanças de comportamento das pessoas III – A educação ambiental na vertente ecológico-preservacionista – A Avaliação se caracteriza: a) – não possuir uma necessidade de avaliar o aluno; b) – Não leva em consideração a mudança de comportamento, em relação à preservação da natureza; c) - Memorização dos conhecimentos; d) Reconhecimento de atitudes afetivas e incorporação de valores morais Com relação às afirmações acima podemos afirmar A-As questões I e II estão corretas Analise as afirmações abaixo: I – A educação ambiental na vertente socioambiental - perspectiva crítica – A Relação Ser Humano e Natureza se caracteriza: a) - Reintegra o homem na natureza, como espécie biológica com características específicas; b) - O homem, para sua subsistência, se apropria da natureza e tem conhecimento dos mecanismos dessa apropriação; c) - Ênfase nas inter-relações dinâmicas, historicamente construídas, de intercâmbio e transformação entre as sociedades humanas e os ecossistemas; d) - O Meio Ambiente se gera e constrói no processo histórico das inter-relações entre sociedade e natureza; e) - Postula uma compreensão dessas inter-relações mediadas pelos estilos de desenvolvimento; f) - Trabalha sobre o conceito de desenvolvimento sustentável como eixo central, acrescentando os indicadores de desenvolvimento humano. II – A educação ambiental na vertente socioambiental - perspectiva crítica – A Educação se caracteriza: a) - Privilegia os aspectos formais e não formais da educação, considerando que ambos se complementam; b) - Postula uma educação para a preservação e conservação da natureza, no marco da análise econômico-social e histórica, dos problemas ambientais (contextualização espacial e temporal); c) - Visa à plena realização do homem, em todos os aspectos, à sua sobrevivência e à melhoria da qualidade de vida; d) - Orientada para a compreensão e solução de problemas sócio-ambientais; e) Educação com caráter interdisciplinar, capaz de responder com eficácia às necessidades sociais; f) Educação de caráter permanente orientada para o futuro, com a preocupação de construir valores e conhecimentos para a tomada de decisões adequada à preservação do ambiente e da própria sociedade humana; g) - Em síntese, visa à formação de um cidadão democrático, crítico e participativo III – A educação ambiental na vertente socioambiental - perspectiva crítica – A Escola se caracteriza: a) - É considerada como uma instituição social pública, de caráter dinâmico e histórico; b) - Considera que, como instituição social ela é contraditória, conflitante, e pode aparecer como um importante espaço de luta para a oposição aos processos de homogeneização cultural; c) - Importante para a formação do homem do futuro e no desvelamento das ideologias da sociedade dominante e seu estilo de desenvolvimento; d) - Permite o acesso e a apropriação do conhecimento historicamente acumulado como instrumento de emancipação; e) - Não se limita ao espaço isolado de sala de aula, mas que deve servir efetivamente na comunidade como agente de compreensão e procura de soluções aos problemas ambientais concretos (possibilidade de solução, no nível escolar) e de identificação das potencialidades para o desenvolvimento sustentável Com relação às afirmações acima podemos afirmar D-As questões I, II e III estão corretas
  • 3. Analise as afirmações abaixo sobre o Histórico da Educação Ambiental: I – Em 1869, Ernest Haeckel propõe o vocábulo “ecologia” para os estudos das relações entre espécies e seu ambiente. Três anos depois, é criado o primeiro Parque Nacional do mundo, o de Yellowstone, nos Estados Unidos. Desde então, e principalmente após a 2ª Grande Guerra quando do crescimento desenfreado da produção industrial e do conseqüente acirramento da degradação do meio ambiente, começaram a surgir problemas de dimensões globais, que rompiam fronteiras e extrapolavam a regionalidade, como a poluição de rios e mananciais internacionais, a chuva ácida, o buraco na camada de ozônio, o efeito estufa, as ilhas de calor nos grandes centros urbanos, entre outros. II – A preocupação com o meio ambiente jamais denotou a importância de uma reflexão mais profunda e a necessidade de um trabalho conjunto entre as nações, concentrando recursos financeiros e tecnológicos para a solução dessas questões e/ou para minimização dos impactos desses fenômenos no meio ambiente. III – diversas atitudes passam a ser tomadas, principalmente nos países do hemisfério norte. Algumas delas são emblemáticas, tais como a fundação em 1947, na Suíça, a UICN – União Internacional para a Conservação da Natureza, a mais antiga instituição ambientalista de que se tem registro. No entanto, ainda não se relaciona diretamente as alternativas de solução aos problemas ambientais a mudança de comportamento e a questão educacional. Só em 1965, foi utilizada pela primeira vez, a expressão “Educação Ambiental” (Environmental Education), durante a “Conferência de Educação”, da Universidade de Keele, na Grã-Bretanha. B-As questões I e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre o Clube de Roma e o Crescimento Zero: I – Em 1968, é fundado o Clube de Roma pelo industrial italiano Aurélio Peccei e pelo químico inglês Alexander King, que agregou 100 empresários, políticos, cientistas sociais, preocupados com as conseqüências do modelo de desenvolvimento predatório adotado pelos países ricos do ocidente e que rapidamente se espalhava por todo o globo terrestre. Em 1971, o Clube encomenda ao MIT – Instituto de Tecnologia de Massachussets, Estados Unidos - um estudo sobre a situação do Planeta. II – Como resultado da atividade do clube de Roma é publicado em 1969, um relatório que leva o nome de “Limites do Crescimento”, que recomenda crescimento zero da atividade econômica e da população, como forma de garantir a continuidade da existência da espécie humana do Planeta. Tal documento é duramente criticado, principalmente porque congelava desigualdades e não previa mudanças nos padrões de produção e consumo adotados pela sociedade, nem tampouco propunha uma redistribuição de riquezas entre os países e as diferentes camadas da população. III – O Clube de Roma se caracterizou por ser a última vez que um sério instituto de pesquisa, financiado por poderosos empresários do primeiro mundo, apontava a situação a que o Planeta estava exposto. Com relação às afirmações acima podemos afirmar A-As questões I e II estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre A Conferência de Estocolmo: I – Esta Conferência é considerada um fracasso, pois não possibilitou a assinatura do tratado de Quioto de redução de gases do efeito estufa. II – Na Conferência de Estocolmo foram propostos novos conceitos como o do Ecodesenvolvimento, uma nova visão das relações entre o meio ambiente e o desenvolvimento; gerados e criados novos importantes programas como o das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA); gerados documentos da relevância da Declaração sobre o Ambiente Humano, uma afirmação de princípios de comportamento e responsabilidade que deveriam governar as decisões relativas à área ambiental e o Plano de Ação Mundial, uma convocação à cooperação internacional para a busca de soluções para os problemas ambientais. III – A Conferência de Estocolmo também constituiu o Dia Mundial do Meio Ambiente, a ser comemorado no dia 05 de junho de cada ano. A partir dela, a atenção mundial foi direcionada para as questões ambientais, especialmente para a degradação ambiental e a poluição interfronteiras, popularizando o conceito da dispersão, de grande importância para evidenciar o fato de que a poluição não reconhece limites políticos ou geográficos e afeta países, regiões e pessoas para muito além do ponto em que foi gerada.
  • 4. Com relação às afirmações acima podemos afirmar C-As questões II e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre a Conferência de Tbilisi e o Nosso Futuro Comum: I – A Conferência de Tbilisi foi uma reunião internacional que de fato revolucionou a EA foi a Conferência Intergovernamental sobre Educação Ambiental, promovida pela UNESCO e realizada em Tbilisi, na Geórgia em 1977. Embora o evento fosse governamental, participantes não-oficiais se fizeram presentes, marcando posições e interferindo nas discussões. Conseguiram grandes avanços e estratégias e pressupostos pedagógicos foram adicionados aos seus documentos. II – A declaração final de Tbilisi estabelece os princípios orientadores da EA e remarca seu caráter interdisciplinar, crítico, ético e transformador. Anuncia que a EA deveria basear-se na ciência e na tecnologia para a tomada de consciência e adequada compreensão dos problemas ambientais, fomentando uma mudança de conduta quanto à utilização dos recursos ambientais. III – Em 1983, por decisão da Assembléia Geral da ONU, foi criada a Comissão Mundial de Meio Ambiente e Desenvolvimento – CMMAD. Presidida pela então primeira ministra da Noruega, GroHarlemBrundtland, tinha como objetivo analisar a interface entre a questão ambiental e o desenvolvimento e propor um plano de ações. Essa Comissão, chamada de Comissão Brundtland, circulou o mundo e encerrou seus trabalhos em 1987, com um relatório chamado “Nosso Futuro Comum”. E é nesse relatório que se encontra a definição de desenvolvimento sustentável mais aceita e difundida em todo o Planeta: “Desenvolvimento sustentável é aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade das gerações futuras satisfazerem suas próprias necessidades”. Com relação às afirmações acima podemos afirmar: D-As questões I, II e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre a Rio-92: I – A Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento (CNUMAD), oficialmente denominada de “Conferência de Cúpula da Terra” e informalmente de Eco-92 ou Rio-92, foi realizada no Rio de Janeiro entre 03 e 14 de junho de 1992, 20 anos após a Conferência de Estocolmo e teve grande importância para reforçar e ampliar essa nova abordagem ambiental, que já vinha sendo discutida em documentos anteriores. II – A Conferência aprovou cinco acordos oficiais internacionais: a Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento; a Declaração de Florestas; a Convenção-Quadro sobre Mudanças Climáticas; a Convenção sobre Diversidade Biológica. O fato a se lamentar foi a não aprovação da Agenda 21, um documento que propunha novos modelos políticos para o mundo em busca do desenvolvimento sustentável. III – A Rio-92 Fez história ao chamar a atenção do mundo para uma questão nova na época: a compreensão de que os problemas ambientais estão intimamente ligados às condições econômicas e à justiça social. Reconheceu a necessidade de integração e equilíbrio entre as questões sociais e econômicas para a sobrevivência da vida humana no Planeta. Reuniu 103 chefes de estado e um total de 182 países e centenas de organizações da sociedade civil cuja ação teve relevante impacto ao demonstrar claramente os limites da exploração dos recursos naturais. Com relação às afirmações acima podemos afirmar: B-As questões I e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre a posição brasileira em relação a Educação Ambiental: I – Na a década do “milagre brasileiro” e os investimentos governamentais em grandes obras eram consideradas prioritários, a rodovia Transamazônica, a Ponte Rio - Niterói, a Usina de Energia Nuclear de Angra, entre outros, ampliavam a infra-estrutura que, por sua vez, possibilitava o crescimento desenfreado que exigia ainda mais infra-estruturas de base. Novas estradas, novos portos, novas fronteiras agrícolas, imensos conjuntos habitacionais e assim consecutivamente. Não era de se estranhar, portanto que, diante das discussões em Estocolmo, os representantes brasileiros não tenham reconhecido a gravidade dos problemas ambientais.
  • 5. II – Mesmo enfrentando discordâncias, a Conferência de Estocolmo representou um avanço nas negociações mundiais e tornou-se o marco para o entendimento dos problemas planetários e para a emergência de políticas ambientais em muitos países, adotando o slogan “Uma Única Terra” e propondo a busca de uma nova forma de desenvolvimento para o mundo. No mesmo Plano de Ação, foi recomendado o desenvolvimento de novos métodos e recursos instrucionais para a Educação Ambiental e a capacitação de professores. III – Paralelamente à Rio-92, o governo brasileiro, através do Ministério da Educação e Desporto – MEC organizou um workshop, no qual foi aprovado um documento denominado “Carta Brasileira para a Educação Ambiental”, enfocando o papel do estado, estimulando, em particular, a instância educacional como as unidades do MEC e o Conselho de Reitores Com relação às afirmações acima podemos afirmar: D=As questões I, II e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre os Conceitos de Educação Ambiental: I – Na Conferência de Tbilisi (1977), a Educação Ambiental foi definida como “uma dimensão dada ao conteúdo e à prática da educação, orientada para a resolução dos problemas concretos do meio ambiente, através de enfoques multidisciplinares e de uma participação ativa e responsável de cada indivíduo e da coletividade”. II – Os que convivem com a Educação Ambiental se depararam com uma surpreendente diversidade sob o guarda-chuva dessa denominação. Atualmente, podemos encontrar uma gama imensa de conceitos, práticas e metodológicas que, por sua vez, ora se subdividem, ora se antagonizam, ora se mesclam. III – Não é tarefa fácil analisar, qualificar e adjetivar a educação ambiental. Suas práticas têm sido categorizadas de muitas maneiras: Educação Ambiental popular, crítica, política, comunitária, formal, não formal, para o desenvolvimento sustentável, para a sustentabilidade, conservacionista, socioambiental, ao ar livre, entre tantas outras. Com relação às afirmações acima podemos afirmar: D-As questões I, II e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre os Conceitos de Educação Ambiental referente ao Conservacionismo: I – Com significativa presença nos países menos desenvolvidos, ganha grande impulso com a divulgação dos impactos sobre a natureza causados pelos atuais modelos de desenvolvimento. Sua penetração no Brasil se dá a partir da atuação de entidades conservacionistas como a UIPA e a FBCN, e da primeira tradução para o português de um livro (Tanner, 1978) sobre educação ambiental. II – Esta corrente é mantida no país especialmente por ONGS de origem internacional que se dedicam à proteção, conservação e preservação de espécies, ecossistemas e do Planeta como um todo; à conservação da biodiversidade; às questões do aquecimento global e o efeito estufa; ao enfrentamento da questão da rápida deterioração dos recursos hídricos; ao diagnóstico e análise dos grandes fenômenos de degradação da natureza, incluindo a espécie humana como parte da natureza; ao estudo e formulação de banco de dados que sirvam de base para a conservação e utilização dos recursos naturais. III – Na última década, no entanto, a atuação destas instituições no Brasil tem se alterado substancialmente. Com freqüência, elas mantêm programas de Educação Ambiental, com as comunidades do entorno de suas áreas de atuação, com caráter prioritário de disponibilizar informações sobre os ecossistemas em estudo, mas também agregando projetos de inclusão social e emancipação política. Com relação às afirmações acima podemos afirmar: c-As questões II e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre os Conceitos de Educação Ambiental referente ao Desenvolvimento Sustentável e/ou a Economia Ecológica: I – Vertente que surge na década de 70, inspirada no conceito de ecodesenvolvimento e no “O negócio é ser pequeno”. Ganha grande impulso na segunda metade da década de 80, quando governos e organismos internacionais começam a se preocupar com o futuro da vida no Planeta e passam a publicar
  • 6. documentos como “Nosso futuro comum” , a propor mecanismos de regulação do uso dos recursos naturais, a criar novas legislações. Se expressa hoje, sobretudo no chamado “Capitalismo Natural” e no Ecodesign, entendido como planejamento das intervenções antrópicas no ambiente, utilizando tecnologias e materiais desenhados ecologicamente. II – De grande influência nos países do hemisfério norte, esta corrente representa um grande avanço no uso racional dos recursos naturais, na redução do consumo de energia, na minimização de emissão de gases poluentes, na redução e no tratamento dos resíduos, na ecoeficiência etc. Exerce grande influencia nos bancos internacionais e nos organismos multilaterais e em especial em documentos do PNUMA, FAO, UNESCO entre outros. III – Seu sucesso está intimamente relacionado ao surgimento dos conceitos de “responsabilidade social e desenvolvimento sustentável”, frutos de décadas de trabalho dos movimentos da sociedade civil, especialmente o movimento feminista, de direitos humanos e o ambientalista que forjaram consumidores, eleitores e investidores mais exigentes. Com relação às afirmações acima podemos afirmar: d-As questões I, II e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre os Conceitos de Educação Ambiental referente à Ecopedagogia: I – Ecopedagogia tem como fundamento a concepção de Paulo Freire da educação como ato político que possibilita ao educando perceber seu papel no mundo e sua inserção na história. A ecopedagogia prega um olhar global a partir das práticas do cotidiano. II – Na Ecopedagogia a noção de natureza está embasada na Hipótese de Gaia, de James Lovelock e no pensamento de Fritjof Capra e Leonardo Boff e está associada a elementos espirituais. Assim, os referencias teóricos que fundamentam suas práticas são: o holismo, a complexidade e a pedagogia freireana. III – As duas últimas características da Ecopedagogia, dão o tom da abordagem metodológica desta vertente que busca contribuir para a não alteração dos valores tradicionais para uma sociedade de consumo. Compreende a educação a partir de uma concepção ”dinâmica criadora e racional onde a harmonia ambiental supõe tolerância, respeito, da economia e da biodiversidade”. Com relação às afirmações acima podemos afirmar: A=As questões I e II estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre os Conceitos de Educação Ambiental referente à Educação para Sociedades Sustentáveis: I – Apresenta-se como uma possibilidade única de reconstruir nossa história, nossa relação com a natureza, como o desejo de construir uma nova globalização, verdadeira, solidária capaz de gerar valores que ofereçam novo sentido à existência humana no Planeta. A falência do modelo de desenvolvimento adotado pelos humanos nos últimos dez mil anos, a compreensão de que a dimensão social, econômica, ambiental, política e cultural de cada sociedade estão absolutamente interconectadas, a percepção de que a sustentabilidade só pode ser construída coletivamente através de um grande processo de mudança cultural aponta os caminhos para esta vertente da EA no Brasil, que apresenta características bastante peculiares e inovadoras. II – Tomando como referência contribuições que a ciência e a tecnologia, especialmente na década de 90, trazem à ecologia e aos movimentos ambientalistas, esta nova vertente acrescenta a eles a sensibilidade social e a busca emancipatória advinda dos movimentos sociais. Na prática, busca aplicar cientificidade aos projetos educacionais, incorporando a eles o arcabouço científico da Teoria da Complexidade, da teoria dos Sistemas Vivos e do pensamento sistêmico sem, no entanto, deixar de contemplar a dimensão social, cultural e pedagógica da sustentabilidade. III – Um dos pontos principais deste pensamento fundamenta-se nos princípios do respeito à diversidade, na inclusão, na horizontalidade e no trabalho em rede. É nesta corrente que está abrigada a pedagogia formulada pelo físico, ecologista e pensador Fritjof Capra, a alfabetização ecológica, que parte do pressuposto que a sobrevivência da nossa espécie no Planeta está diretamente vinculada à nossa capacidade de entender os princípios de organização que os ecossistemas desenvolveram para sustentar a teia da vida e assim obter o conhecimento e o comprometimento necessários para desenhar comunidades humanas sustentáveis. Com relação às afirmações acima podemos afirmar: d-As questões I, II e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre a Agenda 21: I – A Agenda 21 é um documento gerado a partir do protocolo de Quioto para implantação global, prevendo, em mais de 40 tópicos, as possibilidades de desenvolvimento sustentável para o planeta, onde se possa gerar desenvolvimento sem prejuízos à qualidade de vida do ser humano e às condições ambientais.
  • 7. II – Pode-se resumir a Agenda 21 como uma filosofia no encaminhamento das condições de vida do planeta para um ambiente justo e saudável, com o equilíbrio perfeito entre o ser humano, a natureza e a economia, sem prejudicar o desenvolvimento e a qualidade de vida, e sem degradar o ambiente planetário. Esse mesmo documento prevê a implantação da Agenda 21 nacional, que deverá ser implementada, em cada país, observando-se suas características peculiares e, ainda, a Agenda 21 local que, em tese, deve ser implementada em cada cidade ou localidade onde exista um núcleo humano com necessidades de crescimento e de sustentabilidade ambiental e econômica, sem prejuízo da qualidade de vida e da degradação dos ecossistemas. III – As bases lógicas para a implementação das Agendas por país e por localidade são óbvias: não se poderá construir um mundo sustentável, saudável e com um ambiente protegido, sem que as respectivas ações nesse sentido tenham início nas bases dos habitantes que dominam o planeta e são capazes de transformá-lo para melhor ou pior, ou seja, os seres humanos. Daí a adoção do tão alardeado slogan: "pensar globalmente e agir localmente". A soma das boas ações locais vai produzir uma globalização condizente e correspondente Com relação às afirmações acima podemos afirmar: c-As questões II e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre As agendas 21 locais - Estados, municípios, regiões e comunidades - têm, portanto, papel fundamental na elaboração da agenda nacional. Partindo-se do microcosmo para o macrocosmo pode haver participação ativa de todas as comunidades, de todos os habitantes na criação de um plano de sustentabilidade maior e mais abrangente. Afinal, o ser humano, individualmente, é a célula da sociedade, que, por sua vez, forma uma nação, um país, e o planeta. I – A humanidade se encontra em um momento de definição histórica. Defrontamo-nos com a perpetuação das disparidades existentes entre as nações e no interior delas, o agravamento da pobreza, da fome, das doenças e do analfabetismo, e com a deterioração contínua dos ecossistemas de que depende nosso bem-estar. Não obstante, caso se integre as preocupações relativas a meio ambiente e desenvolvimento e a elas se dedique mais atenção, será possível satisfazer às necessidades básicas, elevar o nível da vida de todos, obterem ecossistemas melhor protegidos e gerenciados e construir um futuro mais próspero e seguro. São metas que nação alguma pode atingir sozinha; juntos, porém, podemos - em uma associação mundial em prol do desenvolvimento sustentável. II – Essa associação mundial deve originar novos estudos a cada novo encontro internacional a se realizar, de forma a excluir os achados anteriores e possir maior flexibilidade para o processo de inovação dos participantes. partir das premissas da resolução 44/228 da Assembléia Geral de 22 de dezembro de 1989, adotada III – A Agenda 21 está voltada para os problemas prementes de hoje e tem o objetivo, ainda, de preparar o mundo para os desafios do próximo século. Reflete um consenso mundial e um compromisso político no nível mais alto no que diz respeito a desenvolvimento e cooperação ambiental. O êxito de sua execução é responsabilidade, antes de tudo, dos Governos. Para concretizá-la, são cruciais as estratégias, os planos, as políticas e os processos nacionais. A cooperação internacional deverá apoiar e complementar tais esforços nacionais. Nesse contexto, o sistema das Nações Unidas tem um papel fundamental a desempenhar. Outras organizações internacionais, regionais e sub-regionais também são convidadas a contribuir para tal esforço. A mais ampla participação pública e o envolvimento ativo das organizações não-governamentais e de outros grupos também devem ser estimulados. Com relação às afirmações acima podemos afirmar: b-As questões I e III estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre A Agenda 21 escolar. I – A escola é uma comunidade que tem influência efetiva não apenas dentro de seus muros, nos momentos de instrução a seus alunos, mas também em toda a comunidade formada pelos respectivos familiares e moradores de seu entorno. II – A escola, em suas novas atribuições, estabelecidas passo a passo por técnicos do ensino, pode ser considerada o cérebro que comanda um corpo maior, constituído pelos lares dos alunos e pela comunidade em que está inserida, extrapolando em muito as estreitas divisas de seus muros e afetando diretamente a vida de um volume de pessoas extremamente maior do que o mero número de estudantes que a freqüenta, sendo, por isso, também responsável pela avaliação crítica e física dos problemas sociais, pessoais e ambientais dos ramos dela derivados, e pela busca de auxílio em sua solução. III – A escola não è a responsável pela educação que influenciará na vida profissional, social e pessoal do aluno, pois isto é de responsabilidade exclusiva da familiar. A escola influencia e é influenciada pelos movimentos que agitam o seu entorno, como festividades, violência familiar e social, decisões da coletividade, desenvolvimento agrário, industrial e comercial, etc. Além disso, em muitas comunidades, a escola é o órgão ao qual os cidadãos recorrem, como se fosse um organismo de ajuda, apoio e resolução de problemas familiares ou sociais. Com relação às afirmações acima podemos afirmar: A-As questões I e II estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre os Requisitos Básicos da Elaboração da Agenda 21 Escolar
  • 8. I – A adoção de uma metodologia de trabalho que deverá ser buscada por consenso entre representantes do estabelecimento escolar, dos alunos, da coletividade em sua área de influência, do poder público e de organismos não governamentais, voluntários, técnicos, líderes comunitários e religiosos, em reuniões previamente designadas para tanto; II – Envolver o poder público, através das negociações necessárias, para que solucione ou busque soluções para os problemas que são de sua exclusiva atribuição, e para que colabore na solução de outros, que estejam dentro de suas possibilidades governamentais; III – Não devemos mobilizar os setores da sociedade, pois isto pode causar entropia e problemas sociais, principalmente nas comunidades de entorno da escola. Com relação às afirmações acima podemos afirmar: A-As questões I e II estão corretas Analise as afirmações abaixo sobre os Conceitos de Educação Ambiental: I – a agenda deverá ter sempre em mira a sustentabilidade econômica da comunidade, a preservação e implementação de áreas de preservação e os respectivos cuidados, o cunho permanente de educação individual, familiar, social e ambiental, interligados dentro das ações previstas na agenda; o trabalho cooperativo, a criação de núcleos de apoio social, o fortalecimento das instituições oficiais e de liderança da comunidade; II – a agenda 21 nunca termina. Ela é sempre reconstituída, reconstruída, repassada, corrigida dentro dos fóruns de discussão e de acordo com a avaliação dos rumos dos trabalhos, as fontes de financiamento, as parcerias, novos problemas que possam surgir, novas soluções encontradas, etc.; III – os fóruns de discussão são permanentes, devendo a periodicidade ser decidida pela respectiva comissão, e nele deverão ser sempre revistos e repassados os trabalhos do período. Além disso, deverão estar sempre abertos à participação de todos os membros da comunidade, do poder público, da imprensa, de entidades de apoio, de patrocinadores, enfim, do todo a que pretende servir e de quem recebe apoio humano, material ou financeiro; Com relação às afirmações acima podemos afirmar: D-As questões I, II e III estão corretas

×