• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Jornal da FETAEP - Edição 86 - Nov. e Dez. de 2010
 

Jornal da FETAEP - Edição 86 - Nov. e Dez. de 2010

on

  • 1,088 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,088
Views on SlideShare
1,050
Embed Views
38

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

2 Embeds 38

http://www.fetaep.org.br 35
http://fetaep.wordpress.com 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Jornal da FETAEP - Edição 86 - Nov. e Dez. de 2010 Jornal da FETAEP - Edição 86 - Nov. e Dez. de 2010 Document Transcript

    • Envelopamento autorizado. Pode ser aberto pela ETC Edição 86 | Novembro/Dezembro 2010 Filiada àInformativo da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do ParanáENcoNTro EsTADuAl Do ProgrAmAEmPrEENDEDor rurAl 2010 rEuNIumAIs DE 4.500 TrAbAlhADorEs rurAIs Convidados e autorida- des durante o Encontro Estadual do Programa Empreendedor Rural Chegou a época de renovar 2010. Entre eles, o nossas esperanças e presidente da Fetaep, expectativas para o futuro. Ademir Mueller e o governador eleito, Beto Por isso, aproveite o Natal Richa. com a alegria de quem terá um novo ano repleto de realizações. Esses são os votos da FETAEP para você. Fala do presidente da Fetaep, que foi uma DEstaquEs fEtaEp das entidades organi- zadoras do evento. Aviso prévio fora da lei poderá serO presidente da Fetaep, Ademir Mueller, par- mos o ‘Mulher Atual’, o ‘Jovem Agricultor Apren- cumprido novamente. + Pág. 4ticipou – no dia 03 de dezembro – do Encontro diz’ e, mais particularmente, o ‘Programa Empre-Estadual de Empreendedores Rurais. O evento endedor Rural’ – que é uma excelente ferramenta 10 plenárias regionais e o congressoaconteceu no Expotrade, em Pinhais (Região Me- de estímulo aos jovens e às mulheres”, salientou. Estadual dos Trabalhadores rurais.tropolitana de Curitiba), e premiou os melhores + Pág. 6 e 7projetos do programa Empreendedor Rural, de- Também participaram da abertura, o presidentesenvolvido pelo Senar-PR e Sebrae, em parceria da Faep, Ágide Menegheti, o diretor-superinten- 136 sTTrs do Pr já estão credenciadoscom Fetaep e Faep. Dez trabalhos foram selecio- dente do Sebrae-PR, Allan Marcelo de Campos para a realização do cadastro donados e os três primeiros colocados ganharam Costa, além de parlamentares estaduais e fede- segurado Especial. + Pág. 8uma viagem técnica. rais. O objetivo do encontro foi promover a in- tegração entre os agricultores, compartilhando beto richa anunciou novo secretário daDurante a solenidade de abertura, Mueller elogiou experiências e ao mesmo tempo reafirmando as Agricultura. + Pág. 10o programa e as mudanças que ele proporcionou inúmeras perspectivas de trabalho e oportunida-ao meio rural. “Parabenizo todos os agricultores e des oferecidas pelo espaço rural. Os diretores datrabalhadores, homens e mulheres, aqui presen- Fetaep, Jairo Correa, Mercedes Demore e Marcos Projeto de lei do reenquadramentotes que participaram de cursos de qualificação Brambilla também prestigiaram o evento. (Conti- sindical. + Pág. 11profissional do Senar, dentre os quais destaca- nua na página 10).
    • 4Agenda fEtaEp 4Editorial fEtaEpNovembroDia ações participantes 2010 – Um ano 03 04 Reunião com BSBIOS, na Fetaep Reunião em Guarapuava sobre DAP, associação e STTR Diretores Mário Plefk de muitas ações 04 Solenidade de premiação do 9° concurso Café Qualidade Paraná Jairo Correa e Aparecido Calegari O ano de 2010 foi, sem dúvidas, um ano repleto de muitas Mercedes Demore, Marucha Vettorazi e04 a 08 Curso de Formação para Mulheres, na Contag Helica Regina Gomes conquistas e com a realização de eventos de grande porte. Imagens: Assessoria de Imprensa FETAEP 05 Reunião na Ocepar, em Curitiba, sobre biodiesel Marcos Brambilla e Paulo Macedo 05 Micro 09 – Encontro Regional de Mulheres Mário Plefk Entre eles, destacamos as atividades voltadas às mulhe- 08 I Encontro Territorial de Juventude Rural em Ibaiti Marcos Brambilla res – que mobilizou mais de 20 mil trabalhadoras rurais 09 Reunião Fundepar Mário Plefk em março e abril -, o lançamento do Cadastro Nacional do 09 Reunião Conselho Consultivo do Senar Mariléia Tonietto Segurado Especial em Cascavel – que reuniu 1000 traba- 09 Reunião da Comissão Ampliada da Marcha das Margaridas, na Contag Mercedes Demore lhadores -, as plenárias regionais e as assembleias prepa- 11 Plenária Regional 02 Diretores e assessores ratórias para o 1° Congresso Estadual dos Trabalhadores 12 Plenária Região 01 Diretores e assessores e Trabalhadoras Rurais – que mobilizaram cerca de 4 mil 16 Conselho Fiscal do Senar Mário Plefk e Jairo Correa pessoas em todo Estado e também a mobilização em torno 17 Plenária Região 05 Diretores e assessores da reeleição do nosso deputado federal, Assis do Couto. Enfim, foram várias as atividades que muito enriquece- 18 Plenária Região 08 Diretores e assessores Seminário Regional de Segurança Alimentar e Nutricional, no auditório ram a nossa luta pelos trabalhadores rurais. 19 Marcos Brambilla do Emater 19 Reunião da Comissão Estadual de Assalariados Jairo Correa e Ademir Mueller E, com toda a certeza, 2011 não será diferente. Já temos21 a 23 Conselho Fiscal da Contag Ademir Mueller uma série de eventos programados, entre eles destacamos: Coletivos de Políticas Sociais, Assalariados, Agrícolas, Agrária, Ju- o Show Rural, assembleias com a base, o Congresso Esta- Diretores, assessores e funcionários da22 a 24 ventude, Formação, Organização Sindical, Finanças e Juventude em dual dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Grito da Fetaep Brasília, na Contag Terra Nacional e Estadual, Marcha das Margaridas. Além Ademir Mueller, Mário Plefk, Jairo desses também realizaremos, como de costume, cursos de24 a 26 Conselho da Contag Correa e Mercedes Demore capacitação, seminários e oficinas. Ou seja, teremos uma 26 I Encontro de Mulheres do Territorio Noroeste Mercedes Demore e Ademir Mueller agenda repleta de atividades. 29 Reunião sobre biodiesel, em Francisco Beltrão Mário Plefk 30 Abertura do Salão da Juventude Rural no Paraná, em Bocaiúva do Sul Ademir Mueller e Marcos Brambilla Neste final de ano, em nome da diretoria da Fetaep, deixo 30 Posse do Conselho Estadual da Mulher, Escola de Governo, Curitiba Mercedes Demore meu agradecimento aos nossos assessores, funcionáriosDezembro e também aos nossos parceiros: dirigentes sindicais e seus funcionários, delegados sindicais, Contag, Emater eDia ações participantes Senar. Com a ajuda e o trabalho de vocês conseguimos Seminário da Atividade Industrial de Leite no Paraná, auditório superar as dificuldades e obter forças para continuar lu- 01 Ademir Mueller e Mário Plefk Emater tando. Marcos Brambilla, Ana Paula Conter01 e 02 Salão da Juventude Rural no Paraná, em Bocaiúva do Sul Lara e Paulo Macedo Desejo a todos um 2011 repleto de realizações e vitórias.01 e 03 Curso para funcionários dos STTRs, na sede da Fetaep Diretores, assessores e funcionários Encerramento das atividades das turmas do Programa Empreendedor Ademir Mueller, Jairo Correa, Mercedes 03 Feliz Natal e um forte abraço Rural, em Pinhais Demore e Marcos Brambilla à família trabalhadora rural! 06 Reunião com a regional 04 sobre habitação para assalariados Aristeu Ribeiro 06 Reunião da Afubra, em Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul Benedito Pinto e Paulo Macedo Ademir mueller Mercedes Demore, Ademir Mueller e 07 Encontro da Comissão Estadual de Mulheres, na Fetaep, em Curitiba Presidente da Fetaep Marcos Brambilla 07 Reunião com a Comissão de Habitação Aristeu Ribeiro 08 Reunião da diretoria geral da Fetaep, em Curitiba Todos os diretores 4Expediente 08 Reunião da Comissão de Finanças, em Curitiba Todos os diretores 08 Reunião da Comissão Organizadora do 1° CETTR/PR Todos os diretores INFORMATIvO DA FEDERAçãO DOS TRABAlhADORES NA AGRICulTuRA DO ESTADO DO PARANá09 e 10 Assembleia com o Conselho da Fetaep Diretores, assessores e funcionários Av. Silva Jardim, 775 – Rebouças – Curitiba (PR) – Fone: (41) 3322-8711 13 Reunião do Conselho Fiscal do Senar Mário Plefk Presidente: Ademir Mueller; vice-presidente: Mário Pléfk; Secretário: Aristeu Ribeiro; 14 Dia Nacional do Extensionista Rural Ademir Mueller Tesoureiro: Jairo Corrêa de Almeida; Coordenadora de mulheres: Mercedes Panassol; 15 Reunião do Cedraf Mário Plefk e Mercedes Demore Coordenador de jovens: Marcos Brambilla. 16 Reunião Regional 04 Ademir Mueller Jornalista responsável: Renata Souza - 5703 SRTE/PR - e-mail: imprensa@fetaep.org.br 17 Jantar de confraternização da Fetaep Diretores, assessores e funcionários Projeto gráfico e diagramação: Eduardo Rozende - RDO Brasil - (41) 3338-7054 22 Encerramento das atividades do ano de 2010 Impressão: Maxigráfica e Editora LTDA | Tiragem: 9 mil exemplares | Apoio: Senar-PR 2 FETAEP
    • 4Notas fEtaEpComissão Estadual de Mulheres e assessor da Fetaep, Marcos Maciel, que destacou a importância da formação e ca-Debater tópicos acerca da organização pacitação dos jovens rurais. “Atualmente,das mobilizações em torno do Dia Inter- a juventude representa 18% da populaçãonacional das Mulheres (08 de março) e da rural na faixa dos 16 aos 28 anos. E, jus-Marcha das Margaridas (16 e 17 de agosto) tamente por serem os sucessores naturaisforam os objetivos da Comissão Estadual dos empreendimentos rurais, é que se fazde Mulheres, que esteve reunida no dia 07 necessária a capacitação”, comenta.de dezembro, na Fetaep. O lema principaldas atividades é “2011 razões para mar- Assis Chateaubriand – 40 anos do STRchar por desenvolvimento sustentável comjustiça, autonomia, igualdade e liberda-de”. Ambas as atividades têm o caráter dedenunciar as condições de desigualdade,pobreza, violência e exclusão que se en-contram as mulheres do campo.Projetos de financiamento agrícola Os 40 anos de atividades do STTR de Assis foram comemorados no dia 21 de novembro com a presença dos ex-presidentes, asso- ciados e amigos do Sindicato. Ao todo, 500 pessoas envolvidas direta e indiretamen- te ao Movimento Sindical participaram da comemoração. O evento foi organizado por diretores e funcionários do STR. Na fotoNo dia 24 de novembro, o STTR de Assis acima, encontram-se o atual presidente daChateaubriand, em parceria com o Institu- entidade, João Aparecido Pegoraro, com an-to Emater, realizou um encontro para a as- tigos presidentes e alguns representantes.sinatura de projetos de financiamento agrí-cola, o Pronaf, safra 2010/2011. Estiveram Conselho Estadual de Mulherespresentes 80 trabalhadores e trabalhadorasrurais. A reunião foi organizada pelo presi- A coordenadora estadual de Mulheres dadente João Aparecido Pegoraro que apro- Fetaep, Mercedes Demore, participou da so-veitou para falar da importância da atua- lenidade de posse do Conselho Estadual deção do Sindicato, da Federação, da Contag, Mulheres (Cemp), que aconteceu no dia 30 deassim como das conquistas do Movimento novembro, durante a Escola de Governo. NaSindical Rural para os trabalhadores e para ocasião, as integrantes do Conselho assina-a agricultora familiar. Na ocasião, sua fala ram a ata que deu posse a Terezinha Pereirase deu como representante do 2° itinerário como presidente. Elza Campos e Elza Correaestadual da Enfoc, e já faz parte de uma foram escolhidas como primeira e segundadas metas do Grupo de Estudos Sindicais vice-presidentes. O Cemp, antes composto porque é a de divulgar as ações do Movimento 42 representantes, tem agora 32 integrantesnos municípios. titulares, nomeadas pelo governador Orlando Pessuti, com mandato de dois anos. A Fetaep éAssentamento Rural Bananas uma das entidades participantes do Conselho.No dia 16 de novembro, cerca de 150 jovens Erratae adultos - assistidos pelo Programa de As-sessoria Técnica Social e Ambiental, execu- Com relação à matéria “Trabalhadora ru-tado em parceria entre Emater, MDA, Fun- ral mobiliza campanha de medula óssea”,dação Terra e o município de Guarapuava publicada na edição de outubro, a Fetaep- reuniram-se no Assentamento Bananas informa que Vicentina da Luz é suplentepara comemorar uma série de conquistas. e não a coordenadora de mulheres da Re-O evento contou com uma palestra motiva- gião 07. A coordenadora de Mulheres dacional proferida pelo engenheiro agrônomo Região 07 é Olivia Pereira de Oliveira.
    • mulheres e jovens do meio ruralconcluíram curso de formaçãoEnfoc voltada às mulheres estadual de Mulheres, Mercedes Demore, pela o protagonismo das mulheres no movimento 2º vice-presidente, Marucha Vetorazi, e pela sindical e também em todas as realidades debuscou fortalecer o jovem de Ortigueira, Helica Regina Gomes. A suas vidas.protagonismo feminino no formatura aconteceu no dia 07, no auditório 02 da Contag. Segundo a diretora da Fetaep, entre os temas, ameio sindical questão mais discutida girou em torno das polí- Durante os três módulos do curso, as mulheres ticas de cotas e sucessão rural, que para ela sãoO primeiro curso de Formação Política para discutiram questões pertinentes aos eixos pe- fundamentais para a efetiva participação dasMulheres e Jovens Trabalhadores Rurais da dagógicos: Sociedade, Patriarcado e Feminismo; mulheres e dos jovens, assim como da 3º ida-Contag foi concluído com a presença de 62 mu- Relações de Gênero e Desenvolvimento Rural de, no movimento sindical. No início das ativi-lheres e jovens de todo o Brasil. O 3º módulo Sustentável e Solidário, Sucessão Rural, Mulhe- dades, as mulheres participaram da solenidadeaconteceu de 04 a 09 de novembro, em Brasília, res no MSTTR, trajetórias, perspectivas e desa- de criação do Fórum Nacional de Educação doe o Paraná foi representado pela coordenadora fios. O principal objetivo da Enfoc foi fortalecer Campo, no Congresso Nacional.3° módulo do Enfoc estadual visitou assentamentos de congonhinhasÚltima etapa do itinerário estadual aconteceu em Londrina de 25 a 29 de outubroO 3° módulo da Enfoc Estadual, realizado em nomia local, beneficiando, também, o comércio abordou o tema “O Projeto Alternativo de De-Londrina de 25 a 29 de outubro, com a temática e a indústria do município. senvolvimento Rural Sustentável e Solidário“Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidá- (PADRSS)”.rio”, visitou os assentamentos rurais do Progra- Segundo os participantes, os assentamentosma Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) e de ainda estão em fase de implantação e neces-reforma agrária do município de Congonhinhas, sitam de apoio para produção e infraestruturano dia 27 de outubro. por parte do poder público local – “que tem de- sempenhado papel fundamental para a consoli-Durante a visita, os 25 participantes da Escola dação dos assentamentos”, destacam.puderam perceber a importância da política dereordenamento fundiário para o desenvolvimen- Já as atividades realizadas em Londrina con-to do município. Além disso, o grupo também taram com os formadores: Antenor Lima, que Os 25 participantes da Enfoc perceberam aconstatou que, ao terem acesso à terra, os as- falou sobre “Desenvolvimento Sustentável”; e importância da política de reordenamento fundiáriosentados e seus familiares incrementam a eco- José Cadoná, da Regional Sul da Contag, que para o desenvolvimento do município.Aviso prévio fora é válido o aviso dado sem a redução de duas horas diárias ou então sem a concessão de sete riam sair em busca de um novo emprego”, des- taca o assessor jurídico da Fetaep, João Batistada lei poderá ser dias abonados (art. 488 da CLT), uma vez que Toledo. Segundo ele, dessa forma o aviso nãocumprido novamente não propicia que o trabalhador busque novo cumpriria a sua função. emprego - frustrando dessa forma a finalidadeDecisão do TRT da 15ª Região garante Em razão disso, a Fetaep também faz um alerta do benefício”, cita a ementa do relator José Pe-novo cumprimento de aviso prévio dro de Camargo Rodrigues de Souza (processo aos presidentes dos Sindicatos dos Trabalha-irregular. Fetaep faz um alerta aos 228500-54.2009.5.15.0028 RO). dores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) para que fiquem atentos às homologações realizadas nosSindicatos dos Trabalhadores Rurais Sindicatos. “Eles devem observar se o aviso pré- Diante disso, a Fetaep ressalta que, aos traba- vio foi cumprido conforme determina a lei, casoA decisão do Tribunal Regional do Trabalho da lhadores rurais, aplica-se o abono dos sete dias contrário o trabalhador poderá buscar o cumpri-15ª Região (Campinas/SP), de julho de 2010, corridos do aviso. “Na maioria das vezes, os mento desse aviso junto à Justiça do Trabalho”,possibilita a busca de um novo aviso prévio para trabalhadores do meio rural moram em regiões explica Toledo, dizendo ainda que os Sindicatosaqueles trabalhadores que tiveram seus direi- distantes do trabalho e se fossem liberados duas que perceberem algum erro deverão homologartos desrespeitados. A decisão afirma que “não horas antes do término da jornada não consegui- as rescisões com as devidas ressalvas. 4 FETAEP
    • Contrato de curta duraçãoPrograma desenvolvido pela Fetaesc e sTTrs da cultura da ceboladeverá facilitar a vida do agricultor familiar que contrata diaristaSistema deverá gerar recibos e guias de recolhimento, além de efetuar cálculos referentesaos encargos sociais, tributários e trabalhistaA previdência social e a legislação trabalhista do duração. “Recibos, guia de recolhimento e cálculo os cálculos referentes à contratação do diarista”,trabalhador com contrato de curta duração – diaris- dos encargos sociais, tributários e também tra- salienta Ribeiro.ta – foram temas do encontro realizado em Florianó- balhistas são algumas das facilidades trazidaspolis, no dia 13 de outubro. Participaram do evento, pelo sistema desenvolvido pela Fetaesc”, comenta Em Santa Catarina o programa já foi colocado emque foi organizado pela Federação dos Trabalha- Ribeiro. Para ele, até o momento, esta ferramenta prática na região da cebola, que fica no municípiodores na Agricultura no Estado de Santa Catarina é a que melhor se enquadra à realidade do traba- de Ituporanga e proximidades, como experiência(Fetaesc), representantes da Fetaep, da Fetag-RS, da lhador diarista. agrícola. A partir de agora, se der certo, a Contag e o INSS deverão estudar a implementação do pro-Contag e de entidades ligadas ao governo como Mi- grama nos demais Estados brasileiros.nistério Público do Trabalho (MPT) e Ministério da Além disso, o programa também facilitará a im-Previdência Social. plementação da Lei Previdenciária 11.718 de 2008 De antemão, a Fetaep já adianta que deverá ser – que alterou algumas regras de custeio e de aces- uma das primeiras Federações a utilizá-lo. NosSegundo o secretário geral da Fetaep e diretor da so aos benefícios previdenciários antes previstos dias 22 e 23 de novembro, durante o Coletivo deárea Previdenciária, Aristeu Ribeiro, a Fetaesc nas leis 8.212/91 e 8.213/91 – e também a vida do Políticas Sociais da área Previdenciária, a dis-apresentou um programa informatizado que faz agricultor familiar, “já que este não precisará con- cussão acerca da implementação do programa foitodos os cálculos referentes ao contrato de curta tratar os serviços de um contador para realizar retomada.uma nova forma de agir foi o foco das discussões do gEsGrupo de Estudos Sindicais debateu uma nova forma de pensar o Movimento SindicalApós a conclusão dos três módulos estaduais da centro desse emaranhado de barbante e todos as necessidades dos trabalhadores e trabalhado-Escola Nacional de Formação (Enfoc), os enfo- deveriam, em conjunto, tentar inseri-la dentro ras rurais”, salienta.quianos se reuniram para traçar as estratégias de uma garrafa. “Todos concordaram que, assimde implementação dos Grupos de Estudos Sindi- como o fio que seguravam, estavam unidos pelacais (GES). O encontro aconteceu na Fetaep nos luta em prol dos trabalhadores e trabalhadorasdias 18 e 19 de novembro e reuniu 25 partici- rurais e que cada um deveria segurar a sua pon-pantes – entre eles estavam os participantes de ta para levar adiante a formação e a capacitaçãotodos os itinerários (2008, 2009 e 2010). sindical”, comenta Mariléia. Cada participante expôs a sua expectativa com relação ao GES eDe acordo com a assessora de Formação da à formação.Fetaep, Mariléia Tonietto, a criação dos GES,que também faz parte dos itinerários da Enfoc, Na sequência, já em sala de aula, o Grupo deba-possibilitará a formação de uma rede de educa- teu acerca dos objetivos da Política Nacional de Barbante uniu os participantes e demonstrou adores que têm o papel de compartilhar com os Formação (PNF) e do Projeto Político Pedagógico importância de cada um segurar a sua ponta fazendo a sua parte.trabalhadores e trabalhadoras da base os co- (PPP) da Enfoc. A mensagem transmitida a to-nhecimentos adquiridos durante os itinerários dos foi a de que a ideia não é impor uma novada Escola. “Nosso propósito é avançar também forma de pensar, mas sim levar elementos paranos municípios, não ficando apenas com as eta- que cada um possa refletir o Movimento Sindi-pas nacional, regional e estadual. Além disso, o cal de forma diferenciada.GES também se configura como lugar de diálo-go que visa à formação de educadores capazes Segundo Ademir Mueller, que também é dire-de atuar nos municípios”, acrescenta. tor da área de Formação, com o evento a Fetaep buscou subsidiar o militante para que ele possaAs atividades foram iniciadas com a realização encabeçar o Projeto Alternativo de Desenvolvi-de uma dinâmica de grupo, em que todos deve- mento Rural Sustentável e Solidário (PADRSS) Encabeçar o Projeto Alternativo de Desenvolvimentoriam segurar a ponta de um barbante, forman- como referencial político. “Além disso, estamos Rural Sustentável e Solidário (PADRSS) comodo uma rede. Após, uma caneta foi pregada ao buscando que cada um veja sob uma nova ótica referencial político é uma das metas do GES. 5 FETAEP
    • FETAEP ENcErrA um cIclo DE 10 PlENárIAs rEgIoNAIsE o Foco AgorA é o coNgrEsso EsTADuAl DosTrAbAlhADorEs rurAIsEleições da diretoria da Fetaep acontecerão em conjunto com o 1° Congresso Estadualdos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Paraná, em março de 2011 Região 10 Região 07 Região 06 Região 03 Região 04 Região 09 Região 01 Região 02 6 FETAEP
    • Região 08 Região 05Durante os meses de outubro e novembro, a mulheres e 20 da terceira idade. Além destes, há “Algumas políticas serão melhoradas, enquantoFetaep realizou 10 plenárias regionais prepara- também os seis atuais diretores da Fetaep como outras ainda devem ser conquistadas. Após atórias para o 1º Congresso Estadual dos Traba- delegados nato, ficando um total de 264. Todos aprovação da plenária do Congresso, as inclui-lhadores e Trabalhadoras Rurais do Paraná, que estão aptos a concorrerem às eleições da Fetaep, remos em nosso plano de lutas”, informa Muel-será encerrado com as eleições sindicais da en- que ocorrerão ao término do Congresso. ler. Os debates englobarão todas as políticas detidade. O evento acontecerá em março de 2011, ação que a Fetaep já atende, como, por exemplo,de 16 a 18, e as plenárias foram fundamentais A organização do Congresso foi dividida em dois assalariados rurais, previdência social, agrícola,para a análise do documento base - que pautará momentos. Primeiramente, a diretoria, com o agrária, meio ambiente, saúde, mulheres, for-o evento – e para a eleição dos delegados que apoio de assessores e funcionários da Fetaep, ela- mação, entre outras.participarão do Congresso e que também pode- borou o documento base - que também recebeurão integrar as chapas eleitorais. contribuições da Contag e de toda a base. “Este “Além disso, também manteremos a mesma li- documento, após a aprovação em Congresso, fun- nha de atuação com relação ao fortalecimentoAs plenárias passaram pelos municípios de Curi- cionará como uma espécie de planejamento estra- do Movimento Sindical por meio da formação.tiba, Ibaiti, Arapongas, Umuarama, Paranavaí, tégico, pois deverá nortear a atuação da próxima Nosso propósito é de que o dirigente sindical se torne um agente cada vez mais politizado e atu-Faxinal, Toledo, Pato Branco, Campo Mourão e gestão. Qualquer que seja a diretoria que venha ante”, salienta.Guarapuava e atingiram as representações sin- a assumir a Fetaep, ela deverá seguir os rumosdicais de todas as regiões próximas aos municí- traçados pelo documento”, comenta Mueller. É a primeira vez que a Fetaep realiza suas elei-pios. “Realizamos um debate aberto em que todos ções por meio do Congresso - atendendo às de-puderam opinar e sugerir melhorias”, comenta o Já o segundo momento, de acordo com o presi- liberações dos Congressos Nacionais da Contag.presidente da Fetaep, Ademir Mueller. Ao todo, dente da Fetaep, consistirá no debate propria- “Nosso propósito é fazer, cada vez mais, eleiçõessaíram das plenárias 258 delegados da base, mente dito das políticas públicas voltadas aos transparentes e democráticas”, salienta o presi-sendo destes 50 representantes de jovens, 69 de agricultores familiares e assalariados rurais. dente da Fetaep. DELEGADOS/AS ELEITOS 1° CETTR REGIÃO QUANTIDADE DE DELEGADOS O 1° Congresso Estadual dos Trabalha- 1 11 dores e Trabalhadoras Rurais (CETTR) 2 55 tem como tema principal a necessidade 3 42 de repensar a prática sindical do meio 4 30 rural e, entre os objetivos, destaca-se a 5 22 busca por uma atuação mais efetiva do 6 27 movimento em prol dos trabalhadores. O 7 10 evento acontecerá de 16 a 18 de março 8 13 de 2011, na ala de eventos e no auditório 9 22 do Restaurante Madalosso, em Curitiba. O encerramento será às 18h do dia 18, 10 26 com a divulgação do resultado das elei- Fetaep 6 ções. A expectativa da Fetaep é de que TOTAL 264 300 lideranças sindicais participem. 7 FETAEP
    • Coletivos em Brasília136 sTTrs do Pr já estão credenciados para a realizaçãodo cadastro do segurado EspecialEm nível nacional, Paraná está em 2º lugar com relação à quantidade de sindicatoscredenciados e em 4º quando o quesito é a quantidade de cadastros efetuadosDurante o Coletivo de Políticas Sociais da área rior do Estado divulgando o programa de CadastroPrevidenciária, a Contag divulgou que o Paraná, Nacional dos Segurados Especiais”, conta Ribeiro.por meio de Sindicatos dos Trabalhadores e Tra- As informações também foram repassadas duran-balhadoras Rurais, já cadastrou 293 segurados te o curso de funcionários dos STTRs, realizado naespeciais. Ao todo, o Estado possui 136 STTRs Fetaep. Os dados divulgados pela Contag foram re-aptos a realizar o cadastro e já está em 2º lugar transmitidos aos funcionários dos STTRs durante ose comparado com a quantidade de Sindicatos ca- curso de atualização.dastrados nas demais unidades da federação. OsSTTRs paranaenses já efetuaram 293 cadastrose, mais uma vez, o Paraná se destaca, ficando em Também estiveram reunidos os Coletivos4° lugar. No Brasil, já são 8.332 trabalhadores de: Assalariados, Agrária, Agrícola, Juven-devidamente cadastrados. tude, Formação, Organização Sindical, Fi- nanças e Terceira Idade. Além disso, dentroPara o diretor da área previdenciária da Fetaep, do Coletivo de Políticas Sociais também fo-Aristeu Ribeiro, esses dados só vem a demonstrarque a Fetaep tem feito um bom trabalho junto à ram debatidos as temáticas de Saúde e debase. “Fomos, inclusive, elogiados pela Contag devi- Meio Ambiente. Ao fundo, os assessores Milton Preseziniuk e Lucianado aos diversos encontros que realizamos pelo inte- Polizeli e o diretor da área previdenciária, Aristeu Ribeiro.Formação e Organização Sindical 2010 deve ser comemorado O coletivo de Formação e Organização Social “Uma avaliação que temos de 2010 é a de co- iniciou as atividades no dia 23 de novembro memoração. Todas as nossas agendas e pro- com um balanço das representações das regio- postas foram cumpridas com qualidade e no nais sobre as ações que vêm sendo implemen- tempo previsto. No processo da perspectiva tadas nas bases sindicais. O objetivo foi inte- para 2011, a gente também tem boas proje- grar as federações e ajudar no fortalecimento ções, mesmo sabendo da agenda intensa de e na cooperação das atividades. Após essa atividades, como os cursos regionais e o nos- análise, o grupo realizou uma plenária e deu so 3º Enafor”, avaliou o secretário de Forma- sequência às atividades da tarde com a discus- ção e Organização Sindical, da Contag, JuraciAo fundo, a funcionária do departamento deOrganização Sindical, Maristânia Izê. são sobre a agenda de 2011. Souto.conselho Deliberativo selho já planejaram as grandes ações para o pró- ximo ano, como as diretrizes para o Grito da Terra do Conselho. Segundo ele, o resultado obtido nas urnas foi fruto de uma grande mobilização feitada contag avaliou Brasil, Marcha das Margaridas e Plenária Nacional. pela Fetaep. “Nossa militância trabalhou, volun-conquistas e aprovou a Durante o encerramento, o plenário fez uma aná- tariamente, com afinco e, em virtude disso, conse- guimos bons resultados”, disse.previsão orçamentária lise da conjuntura e das perspectivas do novopara 2011 cenário eleitoral formado nas últimas eleições. O presidente da Fetaep, Ademir Mueller falou em Ademir Mueller também destacou o apoio e as orientações que a Contag deu às bases, citando nome do Estado e relatou que os trabalhadores e como exemplo a carta enviada aos sindicatos. OReunidos desde o dia 24, o Conselho Deliberativo trabalhadoras rurais do Paraná se envolveram em encerramento da reunião ficou a cargo da vice-da Contag encerrou, no dia 26 de novembro, com peso durante o processo eleitoral. “Nós comemo- presidente e Relações Internacionais da Contag,avaliação positiva das lutas e conquistas de 2010 e ramos muito a reeleição do deputado federal Assis Alessandra Lunas, que deixou uma mensagem detambém aprovaram a previsão orçamentária para do Couto (PT-PR) - que sempre foi comprometido esperança a todos que militam na luta sindical e2011. Além disso, os dirigentes que integram o con- com a nossa luta”, destacou Mueller aos membros desejou a todos um bom fim de ano. 8 FETAEP
    • comissão de Assalariado debate tópicos da ccT e dos AcTs ano base 2011 salariados, Jairo Correa, o índice definido foi o A Comissão também aprovou o envio a todos os INPC mais um aumento real de 2,5% sobre o piso STTRs de um documento recomendatório sobre pedido pela categoria no ano passado, no valor como os dirigentes devem proceder perante o de R$ 714,56. Todas as decisões que saíram da patronal durante as negociações. “Visamos uma Comissão deverão ser apresentadas durante a boa negociação com a conquista de mais benefí- assembleia geral de fevereiro. cios ao trabalhador”, diz.Tesoureiro geral e diretor da área de assalariados,Jairo Correa, coordenou os trabalhos. Uma das demandas que surgiu do encontro foi De acordo com o presidente da Fetaep, Ademir a de aumentar a pressão sobre o INSS e sobre a Mueller, que também acompanhou a reunião daEm Curitiba, na sede da Fetaep, membros da Receita Federal para que eles emitam uma GFip Comissão, a Federação tem noção de que não éComissão de Assalariados se reuniram no dia 19 simplificada (Guia de Recolhimento do Fundo de fácil lidar com o patronal e de que na maioriade novembro para debater as cláusulas da Con- Garantia por Tempo de Serviço e Informações à das vezes é preciso brigar para a conquista devenção Coletiva de Trabalho, dos Acordos Cole- Previdência Social) para facilitar o recolhimento um benefício. “No entanto, reconhecemos o tra-tivos, assim como os índices de reajuste para a das contribuições desses trabalhadores. “Tal me- balho de vocês na base e já estamos percebendoCCT geral e para a da cana. Segundo o tesoureiro dida facilitaria em muito a vida do agricultor fami- uma significativa melhora em nossas negocia-geral da Fetaep e diretor do departamento de As- liar e também do assalariado”, comenta Correa. ções”, elogia.Venda de soja para a produção de biocombustívelé tema de encontro em Francisco beltrão Francisco Beltrão, no dia 29 de novembro, com entre a BSBIOS e as cooperativas COAGRO a presença de 20 participantes, entre eles o (Cooperativa Agropecuária de Capanema), CO- vice-presidente da Fetaep e diretor do departa- PAGRIL (Cooperativa Agroindustrial de Mare- mento de Política Agrícola, Mário Plefk. chal Cândido Rondon) e COASUL (Cooperativa Agroindustrial LTDA de São João)”, conta Ple- Segundo ele, a reunião também sanou dúvi- fk. No entanto, a BSBIOS pretende ampliar a das acerca da obtenção do Selo Combustível base de compra para o ano de 2011. Social – destinado às empresas que adquirem produtos da agricultura familiar para a produ- Em visita à Fetaep, no dia 03 de novembro,Em visita à Fetaep, no dia 03 de novembro, ção de biodiesel – e também informou detalhes representantes da indústria demonstraram in-representantes da BSBIOS demonstraram interesse referentes ao percentual de soja que deve ser teresse em renovar a parceria para o ano queem renovar a parceria para o ano que vem. oriundo do pequeno produtor. “Ou seja, de que vem. Porém, não sinalizaram de forma positivaEncontro entre cinco cooperativas da Região de pelo menos 30% da matéria-prima seja prove- quanto à nossa solicitação de aumento do bô-Francisco Beltrão, Ocepar, Delegacia do Minis- niente da agricultura familiar”. nus, que atualmente é de R$ 1,00 por saca detério de Desenvolvimento Agrário e o próprio soja adquirida do agricultor familiar. “Levan-MDA, além da Fetaep, discutiu as formas de A Fetaep já tem parceria com a BSBIOS e tem tamos essa discussão, mas eles alegaram quecontrato de parceria com empresas que produ- sido procurada por outras indústrias do seg- não têm condições atualmente para aumentarzem biodiesel a partir da soja proveniente da mento que também estão interessadas em fir- esse valor”, informa o diretor da área de Políti-agricultura familiar. O evento aconteceu em mar convênio. “Já avalizamos três contratos ca Agrícola da Fetaep.lançamento da marcha das margaridas Durante o Seminário Nacional da Marcha das Margaridas, na Contag, em Brasília, foi lança- da oficialmente a Marcha das Margaridas, que será realizada nos dias 16 e 17 agosto. Entre os temas discutidos estavam a produção de mate- riais, as tarefas políticas, as formas de envolvi- mento da direção das Federações e a constru- ção de parcerias nos Estados. 9 FETAEP
    • beto richa anunciou novo secretárioda AgriculturaNorberto Ortigara foi o indicado. Fetaep comemorou a indicaçãoO governador eleito do Paraná, Beto Richa, anun- com pessoas ligadas ao governociou durante o evento Norberto Ortigara como novo de que Norberto seria uma óti-secretário da Agricultura, Abastecimento e Pecuária ma indicação. “Ficamos muitodo Paraná. O anúncio foi feito para 4.500 produto- contentes com a indicação dores rurais e lideranças sindicais que estavam no En- governador”, disse Mueller.contro Estadual do Programa Empreendedor Rural2010. Segundo Beto Richa, a escolha atende a cri- Norberto Ortigara é economista,térios técnicos e também às sugestões das próprias nascido em Frederico Westpha-lideranças sindicais. “É uma pessoa com capacida- len (RS) e está no Paraná háde, competência e que tem atuado no setor de forma quatro décadas. Segundo ele,sempre democrática e transparente”, disse Richa, a Agência de Desenvolvimento,referindo-se à atuação de Ortigara na secretaria de confirmada pelo futuro governa-Abastecimento da Prefeitura de Curitiba. dor, “buscará oportunidade co- merciais, recursos para manejarO governador eleito também anunciou a criação incentivos fiscais e todo suporteda Agência de Desenvolvimento do Paraná e a para que agroindústrias sejamimplantação do Instituto de Defesa Agropecuá- atraídas e fortalecidas em todoria. “Meu governo dará ênfase especial a essas o Estado”. so Mulher Atual. Em paralelo, acontecem asduas questões fundamentais. A Agência de De- apresentações dos projetos empreendedores quesenvolvimento foi proposta por entidades repre- Na sequência, os participantes assistiram à pa- concorrem ao Concurso Melhor Projeto Empre-sentativas da agricultura e será um suporte aos lestra da cientista política e colunista da rádio endedor Rural 2010 e atividades com os partici-novos empreendedores”, ressaltou Richa. CBN, Lúcia Hippolito. Na parte da tarde, a pro- pantes do programa Jovem Agricultor Aprendiz gramação incluiu palestra para as lideranças (JAA). Os diretores da Fetaep, Marcos BrambillaA Fetaep comemorou a indicação e se sentiu mui- sindicais com o escritor Carlos Alberto Almeida e Mercedes Demore, participaram das atividadesto valorizada, uma vez que já havia comentado e de Nelma Penteado para as mulheres do cur- do período da tarde. Governador eleito reforça compromissos assumidos com a Fetaep Em rápida conversa, o governador eleito do Paraná, Beto Richa, reforçou os compromissos assu- midos com a Fetaep durante o período eleitoral – momento este que a Federação encaminhou à equipe do candidato um documento com propostas e reivindicações da agricultura familiar e dos assalariados. Na ocasião, Beto agradeceu o presidente da Fetaep, Ademir Mueller, pelo apoio que recebeu e também pediu desculpas por não ter tido tempo de fazer um agradecimento formal. Em nome da Fetaep, Mueller solicitou ao governador eleito a realização de uma reunião entre ele e sua equipe. “Beto prontamente atendeu ao nosso pedido e recomendou que procurássemos o Nor- berto Ortigara para o agendamento”, fala o presidente da Fetaep. O objetivo do encontro é reforçar os anseios da agricultura para a gestão do governador.75 funcionários de sTTrs fizeram cursos de atualização na FetaepA Fetaep realizou, nos dias 01 e 02 de dezembro, cursos de atualização para os funcionários dosSindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais. Ao todo, participaram 75 funcionários, quereceberam informações sobre organização sindical, Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), finan-ças, administração, arrecadação, previdência e assalariados, entre outros.Segundo Ademir Mueller, os funcionários dos STTRs são o braço direito da Fetaep e do Sindicatoe precisam estar sintonizados com o Movimento. “Por isso é que a presença de vocês aqui hoje étão importante. Esperamos que todos aproveitem bem e tirem aqui todas as suas dúvidas com a Palestra sobre DAP, com Sérgionossa equipe de trabalho – que é formada por ótimos profissionais”, elogiou. A diretoria executiva Alfilger do Instituto Emater.da Fetaep acompanhou os dois dias de atividades. 10 FETAEP
    • Mais um passoDeputado Assis comemora aprovação do Projeto delei do reenquadramento sindicalO PL 751/03 propõe novos critérios de enquadramento da atividade rural para fins derecolhimento da contribuição sindicalA Comissão de Trabalho e Administração de O PL tem total apoio do movimento sindical dos mente porque passa a impedir que a Confedera-Serviço Público da Câmara Federal aprovou, no trabalhadores e trabalhadoras rurais (MSTTR) ção Nacional da Agricultura (CNA) continue co-dia 08 de dezembro, o Projeto de Lei 751/2003 da Confederação Nacional dos Trabalhadores brando as contribuições sindicais dos produtoresdo deputado federal Assis do Couto (PT-PR), que na Agricultura (Contag) - que é favorável ao ar- familiares, amparada na legislação vigente.trata do enquadramento sindical. O PL 751/03 gumento de que o enquadramento sindical devepropõe novos critérios de enquadramento da seguir os parâmetros definidos pela Lei da Agri- Somente no Paraná, estima-se que cerca de 30atividade rural para fins de recolhimento da cultura Familiar (11.326/2006), também de au- mil agricultores estão com pendências na justiçacontribuição sindical, mudando de dois módu- toria do deputado Assis, e também das Leis da por não terem recolhido esta contribuição sindi-los rurais para quatro módulos fiscais, alteran- Previdência e do Pronaf - que enquadram como cal. “Muitos agricultores foram acionados na jus-do o enquadramento para os trabalhadores ru- agricultores familiares os proprietários de imó- tiça, que cobra deles uma contribuição sindicalrais. Com isso, explica Assis, os produtores com veis com até quatro módulos fiscais. que eles não devem, porque nunca tiveram em-até quatro módulos fiscais serão dispensados dopagamento da contribuição sindical patronal, Para o deputado, trata-se de um projeto de lei de pregados, nunca foram empregadores”, protestadevendo pagar a contribuição dos trabalhadores altíssima relevância para a agricultura familiar e o deputado Assis. Com a aprovação, o PL segue– que possui um valor mais baixo. trabalhadores e trabalhadoras rurais, essencial- para a Comissão de Finanças e Tributação.1° salão Estadual da Juventude rural“Jovens apontaram uma série de situações que julgam importantes para o meiorural, entre elas, a criação dos coletivos de jovens nos territórios rurais, maisinfraestrutura e, principalmente, condições de renda e trabalho”, informa Brambilla “Eles apontaram uma série de situações que jul- gam importantes para o meio rural, entre elas, a criação dos coletivos de jovens nos territórios Encontro preparatório – No dia 08 rurais, mais infraestrutura e, principalmente, de novembro, o município de Ibaiti se- condições de renda e trabalho”, informa Bram- diou o encontro que discutiu a organiza- billa. De acordo com ele, muitos julgam que a ção da juventude rural do Norte Pioneiro. renda é mais importante, “no entanto senti- “Provocamos um debate entre os 87 par- mos que, primeiramente, eles querem ter seu ticipantes oriundos de 29 municípios doProporcionar o intercâmbio de experiências e próprio negócio para depois conquistar, como Território da Cidadania Integração Norteapresentar as políticas públicas voltadas aos jo- consequência, uma renda decente”, destaca. Pioneiro”, conta o coordenador estadualvens do meio rural foram alguns dos objetivos do da Juventude da Fetaep, que falou sobre1° Salão Estadual da Juventude Rural, que acon- O evento foi promovido pelo Ministério de De- o “Protagonismo da Juventude Rural eteceu de 30 de novembro a 02 de dezembro, em senvolvimento Agrário (MDA), em parceria com Organizações Sindicais dos Trabalhado-Bocaiúva do Sul (Região Metropolitana de Curiti- Fetaep, Conselho Estadual de Desenvolvimen- res Rurais”. Este encontro foi uma reali-ba). Segundo o coordenador estadual de Jovens, to Rural e Agricultura Familiar (Cedraf), Secre- zação da Emater e da Fetaep.Marcos Brambilla, o encontro foi muito bom para taria Estadual de Agricultura e Abastecimentoconhecer os anseios e as expectativas dos jovens. (Seab) e Instituto Emater. 11 FETAEP
    • Última assembleia do ano lotou auditório da Fetaep Mais de 140 representantes sindicais e o presidente da Contag, Alberto Broch, participaram Abertura dos trabalhos Aprovação da previsão orçamentária 2011Na última assembleia do ano entre Fetaep e seus Sindicatos filiados, nos Mário Plefk, vice-presidente, relatou os últimos acontecimentos sobre políticadias 09 e 10 de dezembro, participaram mais de 140 lideranças sindicais e agrícola; a coordenadora estadual de Mulheres, Mercedes Demore, falou sobreo presidente da Contag, Alberto Broch. O objetivo do encontro foi discutir e 3ª idade, mulheres e fez o lançamento da Marcha Nacional das Margaridas; oaprovar a ata da assembleia anterior, assim como a previsão orçamentária coordenador estadual de Jovens, Marcos Brambilla, apresentou os trabalhospara o exercício de 2011. Alguns informes referentes às políticas de atuação realizados na política agrária e juventude; Aristeu Ribeiro, secretário geral,da Fetaep também foram repassados aos dirigentes. falou sobre meio ambiente, habitação e previdência; e, por fim, Ademir Muel- ler coordenou os trabalhos da organização sindical, formação e eleições 2011.Cada diretor teve uma fala de aproximadamente uma hora, em que cada umfez um breve resumo das ações que realizaram durante o ano de 2010 e já O deputado federal, Assis do Couto, participou do en-aproveitaram para apresentar as projeções para 2011. O tesoureiro geral da cerramento das atividades do dia 09 com um agrade-Fetaep coordenou as atividades sobre finanças, arrecadação e assalariados; cimento pelo apoio recebido, tanto da Fetaep como de todos os trabalhadores rurais, nas eleições. “Graças a vocês estamos indo agora rumo ao nosso 3° mandato, que representa mais quatro anos que quero caminhar ao lado de vocês, encabeçando as lutas em prol dos trabalhadores rurais”, falou. O encerramento da assembleia, no dia 10, foi marcado por muita alegria e descontração, com o sorteio de prêmios aos Sindicatos filiados e em dia com a Fetaep. Foram sorteados uma moto, um notebook, três computadores, trêsSindicatos contemplados com os prêmios. impressoras e três câmeras fotográficas digitais.Presidente da contag mente, o Paraná levava – quando participava – um ou dois ônibus nos eventos de grande representação. Ago- Perspectivas econômicas - O Brasil está em um processo de evolução muito positivo. “Acreditamos que as me-elogia Fetaep ra, vejo a Fetaep com 10, 12 caravanas”, comentou. É lhorias continuem na gestão da presidente eleita, Dil- dessa maneira, continuou ele, que se faz um Movimento ma Rouseff”, comentou. No entanto, continuou Broch,“Estive aqui há alguns anos e hoje vejo que Sindical forte e atuante. “Com as nossas mobilizações, o Movimento Sindical não pode relaxar. “Precisamosestá muito melhor tanto politicamente quanto estamos dando um novo ânimo ao Movimento. Não é continuar lutando, tendo uma atuação forte e capaz deestruturalmente. Parabéns por vocês estarem fácil, mas estamos conseguindo”, falou. A Contag, in- dialogar com propostas qualificadas”, ponderou.investindo na casa do trabalhador rural”, disse clusive, está com grande reconhecimento internacional.Alberto Broch durante a abertura dos trabalhos Para ele, mesmo o Brasil tendo se destacado economi- Broch também destacou a democracia interna que pas- camente em um período de grande instabilidade econô-O presidente da Contag conversou com as lideranças sou a fazer parte das entidades. “Hoje temos mulheres, mica mundial, a agricultura continua em uma condiçãosobre a atual conjuntura política sindical e nacional, desigual, se comparada a outros setores da economia. jovens e idosos atuando em nossas direções. Devemose também fez uma série de elogios à Fetaep e à direto- “Enquanto países da Europa e da América do Norte su- continuar nesse caminho, sempre respeitando e estan-ria, em especial ao presidente Ademir Mueller. Segun- cumbiram, conseguimos atingir um bom índice de cres- do aberto ao debate”, mencionou.do Alberto, o dirigente da Federação desempenhou um cimento. No entanto, nós da agricultura, mesmo compapel fundamental durante o 10º Congresso da Contag todos os avanços que conquistamos, continuamos em O presidente da Contag ficou surpreso ao ver a Fetaep– evento este que o elegeu presidente da Confederação uma situação delicada”, salienta. tão lotada e, principalmente, por verificar todas as me-em 2008. “Parabéns pela liderança que vocês têm aqui, lhorias prediais que foram feitas. “Estive aqui há algunsque durante o nosso processo eleitoral se demonstrou anos e hoje vejo que está muito melhor, quase não reco- O presidente da Contag acredita que, para fortalecer aum grande articulador político. Com toda a certeza, ele nheci”, brincou. Disse ainda que todas essas melhorias agricultura, é preciso investir em dois pontos. “Primei-e sua diretoria, foram responsáveis pela minha vitória”, são o reflexo de uma boa gestão. “Vejo Ademir, que vocês ramente, em assistência técnica rural em tempo inte-revelou Broch. estão investindo na casa do trabalhador rural e também gral para depois pensar em políticas que melhorem a estão avançando cada vez mais na atuação sindical. Fico renda do agricultor – ainda temos muita gente passan-Alberto também valorizou a participação que a Fetaep muito feliz com que vi aqui”, disse ele ao presidente da do fome em nosso país, sendo muitos deles trabalhado-vem tendo nos eventos realizados em Brasília. “Antiga- Fetaep. res rurais”, exemplifica. 12 FETAEP