FETAEP Jornal da FETAEP - Edição 97 - Janeiro e Fevereiro de 2012

2,344 views
2,321 views

Published on

FETAEP Jornal da FETAEP - Edição 97 - Janeiro e Fevereiro de 2012

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,344
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

FETAEP Jornal da FETAEP - Edição 97 - Janeiro e Fevereiro de 2012

  1. 1. Envelopamento autorizado. Pode ser aberto pela ETC Edição 97 | Janeiro/Fevereiro 2012 Filiada àInformativo da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do ParanáShow Rural Coopavel 2012 Seis mil trabalhadores visitaram o estande da Fetaep durante o Show RuralEvento representa um momento de aproximação entre Movimento Sindical,autoridades e trabalhadores rurais.4Durante a semana 122, caravanas das mais diversas regiões do Estado foram levadas ao Show Rural pelo Movimento Sindical, em parceria com Senar e Emater. Seis mil trabalhadores rurais vindos de de novas técnicas de produção para asdiversas regiões do Estado, principalmente propriedades rurais e também enalteceram DEstaques fetaepda região Oeste, visitaram o estande da a atuação dos parceiros da Fetaep – Senar,Fetaep durante o Show Rural Coopavel Emater, Iapar e Coopavel – que muito2012. Todos foram recepcionados pela contribuíram para a participação de todos Pelo 7º ano consecutivo, Fetaepdireção da Fetaep – Ademir Mueller, Mário os trabalhadores nesta edição do Show marca presença no Show RuralPlefk, José Carlos Castilho, Marucha Rural. Além disso, também apresentaram em Cascavel + pág. 4Vettorazzi, Marcos Brambilla, Aristeu algumas das ações do Movimento SindicalRibeiro e Mercedes Demore – e por outros e suas principais conquistas como, pordirigentes sindicais da região Oeste. Em exemplo, a política de reajuste do salário Destaques no Show Rural 2012 + pág. 5média, foram 24 caravanas por dia, sendo mínimo que utiliza o PIB (Produtoao todo 122. Interno Bruto) do ano anterior somado à Durante uma pequena saudação de boas inflação, que beneficiou diretamente os Fetaep e Banco do Brasil firmamvindas, os dirigentes sindicais ressaltaram trabalhadores rurais assalariados e os convênio inédito no Brasil + pág. 6a importância do evento para o aprendizado aposentados e pensionistas, entre outras.■
  2. 2. 4Agenda | FETAEP 4Editorial FETAEPJaneiro 2012 – Boas Expectativas Imagens: Assessoria de Imprensa FETAEP Dia Ações Participantes01 a 22 Férias coletivas Fetaep. Diretores e funcionários Mais um ano se inicia e junto com ele nascem gran- 23 Reunião do Conselho Fiscal do Senar. Jairo Correa des expectativas para as futuras realizações e con- 24 Reunião do Conselho Administrativo do Senar. Ademir Mueller quistas que estão por vir. Sem dúvidas, 2012 será um25 a 27 Reunião do Coletivo de Assalariados da Contag. Jairo Correa e Clodoaldo Gazola ano de muito trabalho e também de muita colheita. 26 Inauguração do Palácio do Iguaçu do Paraná. Ademir Mueller Começamos o ano participando pela 7ª vez conse- 26 Reunião com Banco do Brasil na Fetaep. Ademir Mueller, Jairo Correa e José cutiva do Show Rural em Cascavel, onde mobilizamos Carlos Castilho 30 1ª Reunião do Grupo Executivo da Mecanização da Cana. Jairo Correa e Clodoaldo Gazola 5,4 mil trabalhadores rurais. Para a Fetaep, o Show Preparação e publicação do edital de retificação de fundação do STTR de Rural é uma grande escola a céu aberto na vida dos 30 Mário Plefk Ivaí. agricultores familiares, tendo em vista que proporcio- Ademir Mueller, José Carlos Castilho, 30 Reunião da diretoria e do jurídico da Fetaep com a OAB. na muitos aprendizados. Confira, nas páginas 4 e 5, Jairo Correa e João Batista 31 Posse da nova diretoria da Fetaesc, em São José - SC. Ademir Mueller e Jairo Correa como foi a nossa participação. 2012 também será o ano de colocar em prática todasFevereiro as deliberações do 1º Congresso Estadual dos Traba- Dia Ações Participantes lhadores e Trabalhadoras Rurais como, por exemplo, 03 Posse da nova diretoria da Fetase – Sergipe. Ademir Mueller algumas mudanças estatutárias – que deverão ocorrer 03 Reunião da Câmara Técnica PNCF na Seab. Marcos Brambilla, Ana Paula Conter e em busca da transparência e da democracia. Matheus Ramos Reunião da Comissão Organizadora Pela 1ª vez, realizaremos neste ano a 1ª Mobilização 06 Ana Paula Conter do Plano Operativo Anual do PNCF. Nacional dos Assalariados e Assalariadas Rurais, que06 a 10 Show Rural Cascavel. Diretoria deverá reunir 5 mil assalariados em Brasília. A ação Ademir Mueller, José Carlos Castilho, 07 Reunião com BSBIOS durante o Show Rural. Marucha Vettorazzi e Marcos Brambilla acontecerá no dia 20 de março e tem como garantida 07 Reunião com a Regional 09 no STTR de Jardim Alegre. Jairo Correa e Clodoaldo Gazola a participação da Fetaep e dos STTR´s, assim como a 08 Reunião com a Regional 05 no STTR de Campo Mourão. Jairo Correa e Clodoaldo Gazola dos assalariados. 09 Reunião com a Regional 07 no STTR de Santo Antonio da Platina. Jairo Correa e Clodoaldo Gazola Seguimos também com a nossa agenda usual com 09 1ª reunião da Câmara Setorial do Café, em Londrina. José Carlos Castilho as mobilizações em torno do Dia Internacional da Mu- 13 Reunião da coordenação do Pacto de Erradicação do Trabalho Jairo Correa e Clodoaldo Gazola lher, do Grito da Terra Brasil e do Grito da Terra Para- Escravo na Procuradoria do Trabalho, em Curitiba. ná, entre outras envolvendo as secretarias da Fetaep. Reunião da Comissão Organizadora do Plano Operativo Anual do 13 PNCF. Ana Paula Conter Enfim, 2012 será – assim como os demais - um ano13 e 14 Capacitação Técnica para a cultura da canola promovida pela José Carlos Castilho de muito trabalho. Apesar das dificuldades que já en- BSBIOS. frentamos no início do ano devido à seca e à estiagem,13 e 14 Reunião do Conselho Fiscal do Senar. Jairo Correa desejamos que todos os prejuízos sejam recuperados 13 Reunião de elaboração do estatuto da Fetaep e dos STTR´s. Diretoria 14 Reunião com a Regional 04 em Paranavaí. Jairo Correa e Clodoaldo Gazola durante o ano. E, no que tange à Fetaep, já estamos 15 Reunião com a Regional 03 no STTR de Umuarama. Jairo Correa e Clodoaldo Gazola em contato com a Contag mobilizando algumas ações 15 Reunião do Conselho de Previdência Social, no INSS em Curitiba. Marucha Vettorazzi para dirimir as perdas. Marcos Brambilla, Ana Paula Conter e Que todos tenham um bom ano.■15 e 16 Capacitação de assessores da Fetaep. Matheus Ramos 16 Reunião com a Regional 06 no STTR de Arapongas. Jairo Correa e Clodoaldo Gazola Ademir Mueller Marucha Vettorazzi, Antonio Mio- 16 Reunião com a Previdência Social da Gerência de Londrina. zzo, Milton Preseziniuk e Aparecido Presidente da Fetaep Calegari. Ademir Mueller, Marcos Brambilla, 16 Reunião sobre Projeto Sustentável do Norte Pioneiro. Mercedes Demore, Marucha Vettorazzi e Aristeu Ribeiro 17 Reunião da Câmara Técnica PNCF. Ana Paula Conter e Matheus Ramos 4Expediente22 e 23 Reunião de planejamento da Fetaep. Diretores, assessores e funcionários Reunião da Comissão Organizadora Marcos Brambilla, Ana Paula Conter e INFORMATIvO DA FEDERAçãO DOS TRABAlhADORES 24 do Plano Operativo Anual do PNCF. Matheus Ramos NA AGRICulTuRA DO ESTADO DO PARANá 26 Inauguração da nova sede do STTR de Colorado. Ademir Mueller Av. Silva Jardim, 775 – Rebouças – Curitiba (PR) – Fone: (41) 3322-8711 Reunião do Grupo de Trabalho da Mecanização da Cana, 27 Jairo Correa e Clodoaldo Gazola Presidente: Ademir Mueller; Vice-presidente: Mário Pléfk; 2º Vice-presidente: José Carlos na Secretaria do Trabalho. Castilho; 3º Vice-presidente: Maria Marucha Vettorazzi; Secretário: Aristeu Ribeiro; 27 Reunião do Conselho Fiscal da Contag. Ademir Mueller Tesoureiro: Jairo Corrêa de Almeida; Coordenadora de mulheres: Mercedes Panassol; Coordenador de jovens: Marcos Brambilla. 28 Reunião da diretoria geral da Fetaep. Diretoria geral 28 Reunião da Comissão de Mulheres na Fetaep. Mercedes Demore Jornalista responsável: Renata Souza - 5703 SRTE/PR - e-mail: imprensa@fetaep.org.br Projeto gráfico e diagramação: RDO Brasil - (41) 3338-7054 28 Posse do Conselho de Saúde da Secretaria Estadual de Saúde. Marucha Vettorazzi Impressão: Gráfica AJIR | Tiragem: 5 mil exemplares | Apoio: Senar-PR 28 1º Conferência Territorial de Ater. Ademir Mueller e José Carlos Castilho 2 FETAEP
  3. 3. 4Notas FETAEPHomenagem à Fetaep era vista com estranheza. “Faço votos de que esses alunos levem o aprendizado para resto da vida”, destaca.■ Wenceslau Braz inaugura Centro de Informação Foi inaugurado, no dia 18 de novembro O Sindicato dos Médicos Veteriná-rios do Paraná (Sindivet) homenageoua Fetaep, no dia 09 de dezembro de2011, pelo trabalho que a entidade vem de 2011, o Centro de Informação e Ca-desempenhando em prol da agropecu- pacitação dos Agricultores Familiares do ■ária familiar e dos assalariados rurais. Município de Wenceslau Braz, que estáO diploma foi entregue ao presidente da localizado na Comunidade Bairro Patri-Federação, Ademir Mueller, que ficou mônio São Miguel. O Centro, que pos-muito honrado com o reconhecimento sui um espaço de 120 m², será utilizadodos médicos veterinários.■ para capacitação de agricultores fami- liares em tecnologias de produção e emSTTR de São Miguel do Iguaçu gestão da propriedade, além de orientá- -los acerca da comercialização tendo em vista que a comunidade é a maior produ- tora de tomate, pimentão e pepino do município. A inauguração contou com a presen- ça do prefeito Wenceslau Braz, Ataíde Ferreira do Santos Junior, do delegado do MDA, Reni Denardi, do vice-presi- dente da Fetaep, Mário Plefk, do chefe Regional da SEAB de Jacarezinho, Fer- nando Emanuel Vieira, do gerente localO Sindicato dos Trabalhadores e Traba- do Instituto Emater, Luiz Carlos Pereiralhadoras Rurais de São Miguel do Igua- e do presidente do STTR de Wenceslauçu entregou, no dia 06 de dezembro, Braz e coordenador do Colegiado do Ter-Certificados de Conclusão do Curso de ritório Integração Norte Pioneiro, Anto-Informática Básica para trabalhadores nio de Souza Alves.■rurais da 3ª idade. Essa é a primeira Informações de Valter Coffaniturma formada do projeto, que teve aduração de 6 meses e contou com 30 Dicas de saúde da Fetaepalunos associados ao Sindicato. Eles ti- Em 2012...veram aulas de informática básica que 1 – Beba muita água.incluiu Word, Excel Power Point e In- 2 – Durma 8 horas por dia.ternet. “Estamos muito satisfeitos com 3 – Faça caminhadas de 20 a 60mais esta conquista do Sindicato junta- minutos por dia. Sorria enquantomente aos nossos associados”, disse o caminha.presidente do Sindicato Claudio Apare- 4 – Coma mais o que nasce em árvorescido Rodrigues. Segundo ele, esta é mais e plantas; e menos comida industrializada.uma etapa vitoriosa é de fundamental 5 – Viva com Energia, Entusiasmoimportância para eles que agora terão e Empatia.■o domínio de uma tecnologia que antes Secretaria de Saúde da Fetaep. 3 FETAEP
  4. 4. Pelo 7º ano consecutivo, Fetaep marca presençano Show Rural em CascavelShow Rural – espaço de grandes aprendizados. Trabalhadores aproveitam a oportunidade para aprender novas técnicas de produção durante o evento. Mais uma vez a Fetaep se fez presente duran- Durante a recepção aos trabalhadores, o pre- enquanto o secretário de Agrárias e de Juventu-te a semana de Show Rural, em Cascavel. Como sidente da Fetaep, Ademir Mueller, agradeceu o de, Marcos Brambilla, reforçou a necessidade detodos os anos, o Movimento Sindical dos Traba- empenho de todos os STTR´s que levaram as ca- os trabalhadores participarem das ações dos Sin-lhadores e Trabalhadoras Rurais da região Oes- ravanas até Cascavel. “Graças a esse tipo de mo- dicatos dos Trabalhadores Rurais.“Continuemte e de todo o Paraná se mobilizou para levar o bilização e de atuação é que temos conquistado sendo parceiros dos Sindicatos, pois um Sin-maior número possível de trabalhadores ao even- melhorias. Isso demonstra que temos uma estru- dicato só é bom quando conta com a partici-to. O principal motivo da iniciativa é atuar na tura sindical forte que, pelo 7º ano consecutivo, se pação do trabalhador”, enfatizou Brambilla.formação e na capacitação do agricultor que, ao dedica para que vocês possam participar do Show Já a coordenadora estadual de Mulheres e se-visitar o Show Rural, encontra inúmeras novida- Rural”, destacou. Mueller focou sua fala nas ques- cretária de 3ª Idade da Fetaep, Mercedes Demore,des que podem melhorar e ampliar as condições tões em torno da estrutura sindical e das princi- enalteceu a participação das mulheres que, cadade trabalho e renda. Durante a semana de 06 a pais conquistas do MSTTR oriundas dos Gritos da vez mais, têm atuado em parceria com os compa-10 de fevereiro, foram mais de 400 expositores Terra – nacional e estadual – como, por exemplo, nheiros dentro das propriedades rurais. “Sempreque focaram suas ações na apresentação de no- o Pronaf, a previdência rural e o salário mínimo. notamos o casal unido em busca de novidades”,vas tecnologias e na sustentabilidade do campo. Para Aristeu Ribeiro, secretário de Habita- disse Demore, que aproveitou a ocasião para ção Rural, a participação dos trabalhadores re- divulgar as comemorações do Dia Internacio- presenta um momento de aproximação com a nal da Mulher, comemorado no dia 8 de março. Fetaep, além de um dia de muito aprendizado Por fim, o vice-presidente da Fetaep e se- para o sistema de produção. Já Marucha Vet- cretário de Formação e Organização Sindical, torazzi, secretária de Previdência e de Saúde, Mário Plef k, recomendou aos trabalhadores salientou a importância dos trabalhadores man- que encarassem a ocasião como um momento terem o Cadastro do Segurado Especial atuali- de trabalho e não de passeio. “Embora pareça zado com vistas à aposentadoria. “Não devemos um momento de lazer, vocês devem ficar aten- nos esquecer de pensar no futuro”, ponderou. tos para todas as novidades em busca de me- O secretário de Política Agrícola, José Carlos lhores condições de renda e trabalho”, desta- Castilho, destacou as políticas agrícolas e também cou, dizendo ainda que daí se faz importante a recomendou que os trabalhadores visitassem os atuação dos coordenadores das caravanas em estandes da Emater, do Iapar e da Embrapa – to- esclarecer e conscientizar os trabalhos dian-Mais de 400 expositores participaram do Show Rural. dos de grande interesse da agricultura familiar; te daquilo que vão encontrar no Show Rural.■ 4 FETAEP
  5. 5. Destaques do Show Rural 2012Embrapa - Minimilho é alternativa de renda para pequeno produtor O minimilho pode se tornar uma alternati- A exploração comercial do minimilho não é va interessante de cultivo para os produtores complicada. Pequenas agroindústrias familiares rurais brasileiros. Ele nada mais é do que a têm nessa cultura uma opção de renda. A venda espiga ainda jovem do milho, colhida antes da para supermercados e restaurantes, por exem- polinização, ou seja, da formação dos grãos. A plo, pode ser um dos filões de mercado. Conside- colheita pode ser realizada até aos 45 dias (nos rada uma hortaliça, o minimilho tem tudo para meses de verão) ou até aos 70 dias (durante passar a ser consumido cada vez mais e fazer o inverno). Portanto, o tempo do plantio até a parte da dieta alimentar dos brasileiros.■ colheita do minimilho é, em média, a metade Com informações da Embrapa do tempo normal para a cultura do milho, queKarina Yamada / Divulgação fica em torno de 120 dias. A condução e o manejo da lavoura de mini- milho têm várias diferenças em relação à la- voura de milho, sendo a principal a densidade de semeadura que, no caso do minimilho, pode ser até três vezes maior que a do milho. Con- forme o local, as condições de solo e clima e aO minimilho é a espiga jovem do milho, colhida antes cultivar escolhida, podem ser feitos até cincoda formação dos grãos. plantios de minimilho no mesmo ano. Diretores da Fetaep também buscaram novos aprendizados.Emater - Olericulturas: importante fonte de renda da agricultura familiar Dentre os temas apresentados pelo Institu- orientações por parte dos agrônomos acerca to Emater, a Fetaep destaca as olericulturas da importância do planejamento da produção, produzidas em ambientes fechados - tomate, estratégias de semeadura, tratos culturais, co- melão, minimelancia e alface - e as produzi- lheita e rendimento. Além disso, também rece- das a céu aberto - repolho, cenoura, beterraba, beram informações referentes às políticas pú- abobrinha e pepino. Os visitantes receberam blicas de governo.■ Iapar - Manejo correto do solo gera efeitos positivos Devido à importância do tema, todos os anos Foram implantadas culturas como soja, milho, pé- o Iapar aborda a conservação de solo. Desta vez, -de-galinha e crotalária. As duas primeiras foram o Instituto Agronômico do Paraná demonstrou escolhidas porque são as mais comuns no verão. como as trincheiras (buracos de um metro de O pé-de-galinha destaca-se por ser uma gramínea profundidade) geram efeitos positivos no desen- com sistema radicular bastante agressivo. A cro- volvimento das raízes das plantas. A ideia do talária tem grande capacidade de fixar nitrogênio Iapar foi demonstrar ao agricultor como se com- no solo, nutriente indispensável para o crescimento porta o sistema radicular das plantas quando se da planta. Com esses experimentos, o Iapar reforça usa o sistema correto de manejo do solo. “Não é a importância e a necessidade do uso de técnicas novidade para o produtor, mas é uma coisa que conhecidas e eficazes de manejo do solo. “Usando geralmente ele não vê. Visualizando ele conhece técnicas como plantio direto, terraço, plantas de co- a diferença que faz o uso das técnicas corretas”, bertura e rotação de cultura, o produtor certamen- disse a pesquisadora Graziela Barbosa. te terá bons resultados”, afirma Graziela Barbosa.■ Com informações do Iapar. 5 FETAEP
  6. 6. Fetaep e Banco do Brasil firmamconvênio inédito no BrasilEm 2012 os STTR´s que operarem o CFC receberão um incentivo para ajudar nas despesas da entidade Foi assinado, no dia 19 de dezembro, um convê- Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR´s) to pelo atendimento de uma proposta sua feita aonio inédito no Brasil entre a Fetaep e o Banco do Brasil a operarem o Canal Facilitador de Crédito (CFC). Banco em 2010, quando Paulo Meinerz e Césarque incentivará financeiramente os Sindicatos dos Agora, com o incentivo, a expectativa é descentra- Ramos visitaram a Fetaep. lizar ainda mais o acesso ao crédito e facilitar a Já Meinerz salientou a importância do apoio vida do agricultor, que não precisará mais ir até dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais na des- ao Banco para ter acesso aos benefícios financei- centralização do crédito e que o benefício nada ros. “Basta que se dirija até o Sindicato”, comenta mais é do que uma forma de recompensá-los pelo o presidente da Fetaep, Ademir Mueller. trabalho desenvolvido. “Estamos com o canal de Atualmente, o Paraná possui cerca de 40 Sin- comunicação aberto e a nossa meta é agradar dicatos que já operam o crédito. “Porém, com o a longo prazo. Desde já contamos com o apoio incentivo esse número aumentará rapidamente”, de vocês”, afirmou o superintendente do Banco comemora. do Brasil, que também aproveitou para elogiar O convênio foi assinado por Mueller e pelo a organização e a representatividade da Fetaep. superintendente do Banco, Paulo Meinerz, na Praticamente toda a diretoria da Fetaep também sede da superintendência. Durante a assinatura, esteve presente. Mueller agradeceu toda a equipe do Banco e disse A partir de 2012, a Fetaep e o Banco do Brasil estar confiante no sucesso da parceria. “Com cer- vão concentrar esforços para capacitar o maior teza muitos Sindicatos, que antes nãooperavam número de sindicatos possível. “Temos pressa emAssinatura do convênio entre Fetaep e BB facilitará a vida o CFC, passarão a se interessar e procurarão se disponibilizar o crédito aos pequenos agriculto-dos trabalhadores rurais. capacitar”, destacou, dizendo ainda estar satisfei- res”, disse o superintendente.■Balanço Conseleite Valores de referência – Janeiro de 2012 * Valores projetados Valores finais Diferença entre aPreços de referência para janeiro Matéria-prima em 17/01/12 - Jan 2012 - projeção e o valor finale projeções para fevereiro I – Leite acima do padrão 0,7733 0,7766 0,0033 Maior valor de referência A diretoria do Conseleite-Paraná, que esteve II – Leite padrãoreunida no dia 14 de fevereiro de 2012, em Curi- 0,6724 0,6753 0,0029 Preço de referênciatiba, aprovou e divulgou o preço de referência do III – Leite abaixo do padrão 0,6113 0,6139 0,0026leite para janeiro de 2012 e a projeção do preço Menor valor de referênciapara o mês de fevereiro de 2012. Confira a tabelaao lado.■ Valores de referência – Projeção Fevereiro de 2012 * Valores projetados Valores finais Diferença entre a Matéria-prima em Jan/2012 - Fev/2012 - projeção e o valor final I – Leite acima do padrão 0,7766 0,7725 - 0,0041 Maior valor de referência II – Leite padrão 0,6753 0,6717 - 0,0036 Preço de referência III – Leite abaixo do padrão 0,6139 0,6106 - 0,0033 Menor valor de referência * Os valores de referência são para a matéria-prima leite “posto propriedade”, o que significa que o frete não deve ser descontado do produtor. Nos valores de referência está inclusa a CESSR (antigo Funrural) de 2,3% a ser descontada do produtor de leite. 6 FETAEP
  7. 7. Governo assinou convênios para construir Governador sancionou11 mil casas no Paraná lei que cria a Agência das em 2012 – fazem parte do Morar Bem Paraná, programa do governo estadual que pretende en- de Defesa Agropecuária tregar 100 mil novas unidades habitacionais até 2014. Para o governador Beto Richa, o convênio mostra que as metas estabelecidas são realistas. Rurais - Para Ademir Mueller, presidente da Fetaep – que assinou convênio com o Estado para a construção de 750 moradias – a parceria com o governo contribui para a diminuição do êxodo rural. “Habitação digna ajuda a manterGovernador assina convênio. Ao fundo, a secretária nacio- o homem no campo. Os pequenos agricultoresnal de Habitação do Ministério das Cidades, Inês Maga- são responsáveis por 75% do alimento produzi-lhães e o presidente da Fetaep, Ademir Mueller. do no Estado e diminuir o déficit habitacional Fetaep esteve presente e também comemorou na zona rural é benéfico para todo o Paraná”, a criação da Agência. Onze mil famílias em todo o Paraná serão afirmou. “As famílias irão mudar o comporta-beneficiadas com os convênios para construção mento ao deixar casas precárias para entrar O governador Beto Richa sancionou no dia 19 dede novas habitações, que foram assinados no em imóveis confortáveis e dignos. Se não fosse dezembro, no Palácio das Araucárias, a lei que criadia 15 de dezembro pelo governador Beto Ri- esse convênio, a Fetaep não teria condições de a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Ada-cha e pelo presidente da Cohapar, Mounir Cha- ajudar essas famílias.” par). A nova autarquia ficará vinculada à Secretariaowiche, juntamente com a secretária nacional O secretário geral e coordenador de Habita- de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab)de Habitação do Ministério das Cidades, Inês ção Rural da Fetaep, Aristeu Ribeiro, afirmou e vai atuar na fiscalização da produção vegetal eMagalhães. As unidades, distribuídas em mais que a aliança do governo Beto Richa com as animal do Estado.de 150 municípios, serão erguidas com investi- entidades de classe é histórica. “Nunca antes na O presidente da Fetaep, Ademir Mueller, participoumentos de R$ 430 milhões. Das 11 mil casas, história do Paraná foi feito um investimento tão da solenidade e destacou a importância da Agência7.739 serão construídas em áreas urbanas e grande na habitação rural. Além da moradia, para os agricultores familiares, que deverão receber3.261 em áreas rurais. o subsídio do Estado nos ajuda a investir em todo um suporte para o seu desenvolvimento sus- As moradias – que começam a ser construí- infraestrutura no campo”, completou.■ tentável em agropecuária. Mueller também elogiou o governador Beto Richa e a assembleia legislativaAssalariados em pauta pela aprovação e sanção desta lei que valoriza ainda mais a agricultura familiar isentando-a das taxas de fiscalização e das administrativas.Mecanização da lavoura e a 1ª Mobilização Nacional dos Assalariados Rurais Entre as atribuições da agência estão a promoçãoforam discutidas pelo Coletivo Nacional de Assalariados em Brasília da defesa agropecuária e inspeção sanitária dos pro- dutos de origem animal; prevenção, controle e erradi- O Coletivo Nacional de Assalariados da Segundo o secretário de Assalariados da Fe- cação de doenças animais e pragas vegetais, além doContag esteve reunido de 25 a 27 de janei- taep, a Mobilização pretende reunir, no dia 20 controle e fiscalização da regularidade e da qualidadero em Brasília. A Fetaep foi representada de março, 5 mil trabalhadores assalariados dos insumos utilizados na agricultura e pecuária.■pelo secretário de Assalariados, Jairo Cor- em Brasília. A Contag e as Federações terãorea, e pelo assessor Clodoaldo Gazola. Du- uma audiência com todos os ministérios en- Seminário de Canolarante a semana o grupo discutiu uma série volvidos com a causa rural, além da presiden- A Fetaep participou, nos dias 13 e 14 de fevereirode questões importantes para o futuro dos te Dilma Rousseff, em uma agenda integrada em Cascavel, do III Curso Estadual de Capacita-assalariados e assalariadas rurais, como a para a apresentação da pauta de reivindica- ção Técnica para a Cultura da Canola, promovi-realização da 1ª Mobilização Nacional dos ções. “Apesar de termos uma pauta enxuta, do pela indústria de biodiesel BSBIOS. O evento,Assalariados e Assalariadas Rurais, a me- nossas solicitações são significativas, pois se que teve o objetivo de disseminar a cultura dacanização do setor canavieiro e os impactos conquistadas resultarão em grandes benefí- canola, reuniu produtores rurais, estudantes,do excesso de trabalhadores desempregados cios para os assalariados”, salienta Correa. técnicos agrícolas, pesquisadores e agrônomos.em municípios que cultivam cana, habitação Apenas a Fetaep já tem confirmado o envio de A Fetaep foi representada pelo secretário de Po-rural e a nova lei do Aviso Prévio, entre ou- dois ônibus de trabalhadores. Porém, a expec- lítica Agrícola, José Carlos Castilho. Mais infor-tros temas. tativa é de que esse número aumente.■ mações na edição de março.■ 7 FETAEP
  8. 8. 4Aconteceu Especial Show Rural 2012 Durante o Show Rural, o governador Beto Richa fez a entrega de 25 tratores para produtores rurais da região Oeste, adquiridos por meio do programa Trator Solidário, que permite o financiamento de maquinário com redução no preço de compra e atende, preferencialmente, pequenos produtores rurais. Visitas ao estande da Fetaep. Dentre eles, o diretor geral da Itaipu Binacional, Jorge Samek, o deputado estadual, Elton Welter, e o engenheiro agrônomo do Emater, Valter Bianchini. Pela 1ª vez a BSBIOS, que já é parceira da Fetaep na compra de soja oriunda da agricultura familiar, participou do Show Rural Coopavel. Além de demonstrar o trabalho desenvolve no Paraná com a produção de biodiesel, a BSBIOS também apresentou a cultura da canola como uma opção de cultura de inverno rentável. Na foto, o diretor presidente da BSBIOS, Erasmo Carlos Battistella, diretores da Fetaep em visita de cortesia ao estande do Senar e da Faep durante o Show Fetaep e demais membros da equipe da BSBIOS. Rural 2012. 8 FETAEP

×