• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Análise do caso Hyundai vs Kia
 

Análise do caso Hyundai vs Kia

on

  • 1,261 views

Trabalho apresentando na disciplina de Ética e Legislação, ministrada pelo Profº Dr. Leandro Leonardo Batista, na Escola de Comunicações e Artes da USP, durante o segundo semestre de 2009.

Trabalho apresentando na disciplina de Ética e Legislação, ministrada pelo Profº Dr. Leandro Leonardo Batista, na Escola de Comunicações e Artes da USP, durante o segundo semestre de 2009.

Statistics

Views

Total Views
1,261
Views on SlideShare
1,261
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
6
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Análise do caso Hyundai vs Kia Análise do caso Hyundai vs Kia Document Transcript

    • Fernando Carvalho Tabone Nº USP: 6805440ANÁLISE DO CASO HYUNDAI VS KIA Trabralho da disciplina Ética e Legislação, Curso de Publicidade e Propaganda, Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turísmo, Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo. Prof.º Leandro Leonardo Batista São Paulo Setembro/2009
    • Análise do caso Hyundai vs Kia A Kia Motors do Brasil divulgou, dia 25 de agosto de 2009, uma notadenunciando o uso indevido de informações de vendas globais por parte daHyundai Caoa Brasil. Recentemente, a agência Automotive News divulgou que ogrupo Hyundai-Kia ultrapassou a Ford em número de vendas no mundo, tornando-se a 4ª maior montadora mundial. A Hyundai e a Kia fazem parte de um únicogrupo de montadoras na Coréia do Sul, o grupo Hyundai-Kia Motors AutomotiveGroup, porém aqui no Brasil, as montadoras atuam de formas independentes, setornando concorrentes no mercado brasileiro. Diante desse quadro, a Kia alegaque a Hyundai manipulou a seu favor a informação de 4ª maior montadoramundial em certos anúncios ao dizer que ela, Hyundai, teria alcançado sozinha o4º lugar no ranking de maiores montadoras do mundo, superando a Ford, semmencionar a contribuição da Kia quando os dados estatísticos mencionados levamem consideração o Grupo formado pelas duas montadoras, ou seja, omitindo aparticipação da Kia. Ao analisarmos o caso descrito de acordo com o Código Brasileiro deAutorregulamentação Publicitária do CONAR, a Hyundai estaria infringindo osseguintes artigos do código: Seção 3, Honestidade, Artigo 23; ao explorar a falta de conhecimento do consumidor em relação ao verdadeiro dado estatístico. Seção 5, Apresentação Verdadeira, Artigo 27, §2 – Alegações; por comparação indevida com a concorrência. Seção 5, Apresentação Verdadeira, Artigo 27, §7º - Pesquisas e Estatísticas; ao levar o consumidor a conclusões distorcidas em relação ao dado estático original. Seção 7, Propaganda Comparativa, Artigo 32; em razão da má utilização de propaganda comparativa, quando o anúncio acaba por não esclarecer o consumidor totalmente, gerar confusão entre empresas concorrentes e
    • denegrir a imagem da concorrência. Segundo o próprio código, no Capítulo V, Infrações e Penalidades, Artigo50, por desrespeitar o código, a Hyundai estaria sujeita as seguintes penalidades: a. advertência; b. recomendação de alteração ou correção do Anúncio; c. recomendação aos Veículos no sentido de que sustem a divulgação do anúncio; d. divulgação da posição do CONAR com relação ao Anunciante, à Agência; c. recomendação aos Veículos no sentido de que sustem a divulgação do anúncio; e. ao Veículo, através de Veículos de comunicação, em face do não- acatamento das medidas e providências preconizadas. Cabendo ao Conselho de Ética do CONAR apreciar e julgar as infrações epenalidades a serem consideradas.BibliografiaCódigo Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária do CONAR, Disponível em:<http://www.conar.org.br/>. Acesso em 07/08/2009.ISHIKAWA, Marcio. “Kia denuncia anuncio da Hyundai”, 2009. Disponível em:<http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/190941_p.shtml>. Acesso em 07/08/2009.ISHIKAWA, Marcio. “Kia registra queixa contra Hyundai no Conar”, 2009.Disponível em: <http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/151968_p.shtml>. Acessoem 07/08/2009.