• Save
Tabela Matriz   1ª SessãO
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Tabela Matriz 1ª SessãO

on

  • 730 views

 

Statistics

Views

Total Views
730
Views on SlideShare
729
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 1

http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Tabela Matriz   1ª SessãO Tabela Matriz 1ª SessãO Presentation Transcript

  • Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão Conhecimento na área Biblioteca escolar (Sec. José Régio, Vila do Conde) Aspectos críticos que a Literatura Desafios. Acções Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças identifica a implementar Perfil muito exigente e qualificado. Um profissional com Reforço do papel Alargar formação na Currículo com competências em 3 da BE, quando o área das TIC; deficiências nas TIC; grandes áreas: prof.bib. tem este Oferta formativa Bibliotecnologia perfil; reforço das Um profissional de aprendizagens dos informação e alunos; comunicação; dominando o acesso, o uso e a Competências do comunicação/difusão da professor bibliotecário informação; Gestão Terá que gerir todos os recursos, o espaço,os Dificuldade em vencer equipamentos, os Capacidade de Excessiva carga certas resistências recursos humanos e a mobilização e de burocrática sobre o Estabelecer relacionadas com o informação; como bom liderança; membro prof. bibliotecário; prioridades e planos peso dos exames gestor deve ainda ser activo na de acção faseados no nacionais numa Esc. proactivo, líder, Comunidade Portaria 756/2009 tempo. Secundária. carismático, promotor do Educativa. trabalho colaborativo, conector,visionário,
  • Conhecimento na área Biblioteca escolar (Sec. José Régio, Vila do Conde) avaliador de práticas; ser o exemplo da aprendizagem contínua ao longo da vida; Pedagogia/didáctica Nunca bastará ser um bom profissional nas duas áreas anteriores; porque estamos numa Escola e porque é um professor bibliotecário, deve possuir competências próprias da missão educativa: Falta de tempo para criar cumplicidades e tarefas e necessidades empatia, facilitar a tão gigantescas. aprendizagem, dominar as linhas principais do sistema educativo. Gestão no sentido da A BE assume-se Projecto Educativo Participação na optimização dos como importante muito vago acerca do revisão do Projecto processos e dos recursos parceiro na papel da BE; Educativo da Escola; para produzirem construção do Organização e Gestão da melhores resultados e conhecimento; BE um impacto mais significativo na qualidade dos serviços da BE.
  • Conhecimento na área Biblioteca escolar (Sec. José Régio, Vila do Conde) A Escola (RI) Dificuldades em gerir inclui a BE na tamanha quantidade e Novas instalações formulação e tipos de informação; decorrentes do desenvolvimento projecto de Dispersão de da sua missão; modernização das energias, escolas secundárias; especialmente num O prof. ano de instalação e bibliotecário tem reorganização(devido assento no C. às várias mudanças Pedagógico; Partilha de sucessos, de espaço…). insucessos e Organização da nova problemas ( com a BE. A BE deve ter um equipa, a direcção e programa forte, com a escola ); entrelaçado com o Projecto Educativo da Trabalho Escola. colaborativo e de Dificuldade em grande coesão na acompanhar as Equipa necessidades da nova Dinamizadora da oferta educativa da BE; escola (CNO, EFAs, CEFs e Profissionais ); A BE adequa os seus objectivos, recursos e Necessidade de actividades ao horário mais alargado currículo nacional ( abertura no período dos dois ciclos: nocturno ). básico e secundário;
  • Conhecimento na área Biblioteca escolar (Sec. José Régio, Vila do Conde) A BE dispõe de uma colecção variada, adequada aos gostos e interesses dos utilizadores; A BE dispõe de uma verba anual Escassez de recursos para o seu Repensar o papel da digitais; Definir documento Necessidade urgente de funcionamento, BE na sociedade da orientador da Politica diversificar os suportes; para renovação de informação; de Desenvolvimento equipamento e da Colecção; para actualização da colecção; Gestão da Colecção Necessidade de Actualização da O fundo reforço/actualização colecção, de acordo com documental está da área das Ciências e a diversidade cada vez organizado da nova oferta maior dos utilizadores. segundo um educativa da Escola, Diversificar os sistema de nomeadamente ligada suportes. classificação ao ensino não regular. normalizado, obedecendo à CDU e N.Portug. de Catalogação; Catálogo on-line; Parceria com a BIB. Parceria com a Municipal: catálogo Bib. Municipal; concelhio, partilha do GIB.
  • Conhecimento na área Biblioteca escolar (Sec. José Régio, Vila do Conde) Fundo documental 100% tratado; A BE promove difusão da informação: bole- tim , placards, blogue… Boa articulação/comu- Dificuldade em nicação da BE transformar com as estruturas informação em pedagógicas; conhecimento: Modelos de ensino condutistas dão lugar a Ensino de Produzir materiais A BE como espaço de modelos construtivistas, competências para Insistir nas parcerias Falta prática de educativos em conhecimento e centrados no aluno e no o uso da BE; desenvolvidas com trabalho colaborativo; trabalho colaborativo aprendizagem. Trabalho desenvolvimento de Área de Projecto, com os competências. Dificuldades em 12º ano; Excesso de reuniões Departamentos; colaborativo e articulado Trabalho envolver certos grupos de professores(cada com Departamentos e articulado com os disciplinares. vez se perde mais docentes. Departamentos e Reforçar o trabalho tempo na Escola com Novos recursos com as Áreas articulado com o burocracias e com o Continuar a apostar educativos, apoiados no Curriculares Não director de turma. “não essencial”…); na boa difusão da uso das TIC, num Disciplinares; informação. ambiente cooperativo. O PAA da BE é Mudanças muito parte integrante do rápidas. PAA da Escola;
  • Conhecimento na área Biblioteca escolar (Sec. José Régio, Vila do Conde) Desenvolvimento sistemático de actividades de promoção da leitura; Promoção de concursos com o Desenvolvimento de objectivo de competências promover a escrita Projecto Educativo Novas instalações; imprescindíveis para Formação para a leitura e Contribuir para o ,a oralidade e muito vago no papel Pressão dos exames a construção do para as literacias sucesso educativo e para outras literacias da BE e do nacionais(extensão conhecimento; o desenvolvimento das associadas ao acto desenvolvimento das dos programas….); literacias de ler; literacias; Projectos e linhas sistema de ensino imprescindíveis na nossa orientadoras do PNL valoriza sociedade. Parcerias com: Promoção da leitura e da RBE. excessivamente o Bib. Municipal V. em ambientes digitais. produto final. Preparar os nossos Conde alunos para um PNL mundo em mudança. Correntes d’Escritas, Póvoa de Varzim ; Encontros com escritores; Dificuldade em Usar os novos ambientes transformar BE e os novos ambientes como instrumentos informação em digitais. facilitadores das conhecimento; aprendizagens; inserir a
  • Conhecimento na área Biblioteca escolar (Sec. José Régio, Vila do Conde) BE nos novos ambientes Complexidade do e- digitais . Complexidade do ambiente; Envolvimento no e-ambiente. PTE; Falta de sentido Rentabilizar as crítico para ferramentas Web. questionar a informação da Web. A problemática da avaliação dos serviços A BE implementa e do impacto nas um sistema de aprendizagens é algo Aperfeiçoar os auto-avaliação do novo, que precisa de modelos de recolha Provar que a BE oferece seu desempenho e percorrer um longo Mais uma difícil e de evidências; Gestão de evidências/ soluções com impacto na divulga os caminho, até se tornar Esta formação. demorada tarefa para avaliação. qualidade das resultados junto numa prática habitual. a BE. Dedicar mais tempo a aprendizagens. da Comunidade recolher e tratar esses Escolar(C.Pedagó dados. gico e Conselho Geral). Dificuldade em monotorizar certos resultados.
  • Conhecimento na área Biblioteca escolar (Sec. José Régio, Vila do Conde) Gestão da mudança SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias Face à evolução do paradigma tecnológico, a BE passou a ser um espaço de trabalho e de construção do conhecimento. Qualidade das instalações e dos equipamentos; Segundo R.Todd, um espaço de Dificuldades em transpor para o contexto Continuar a contribuir para a promoção das knowledge ,connectios, actions educativo esta mudança de paradigma: esta aprendizagens ao longo da vida; contribuir and evidences. alteração não abarca apenas os conteúdos, mas para a globalização dos recursos informativos, Saber canalizar para a “nossa causa” todos os também a forma; tecnológicos e humanos. apoios: internos e externos; Tempo para desenvolver estas múltiplas Papel preponderante da BE na formação para tarefas. Potenciar sinergias. as literacias, para o acompanhamento curricular e nas aprendizagens dos alunos.