Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais

1,769
-1

Published on

O Curso de Redes Sociais tem como objetivo instruir os participantes sobre a importância dos novos meios de comunicacão da sociedade, e mostrar como utilizá-las como uma poderosa ferramenta de marketing.
Ao realizar o curso, os participantes estarão aptos a:
Entender o contexto da era digital de web 2.0
Planejar a gestão das redes sociais
Planejar a integração com o seu publico alvo.
Gerenciar conteúdos
Entender as principais redes sociais, como: Twitter, Facebook, YouTube e Blogs.
Desenvolver estratégias de Marketing Digital.

Published in: Education
0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,769
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
138
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • conclusões baseadas em entrevistas com executivos, gerentes de produto e estrategistas das 24 empresas a seguir: Appirio, Cisco Eos, Dell, Facebook, Federated Media Publishing, Flock, Gigya, Google (Open Social/stack team), Graphing Social Patterns (Dave McClure), IBM (SOA Team), Intel (social media marketing team), KickApps, LinkedIn, Meebo, Microsoft (Live team), MySpace, OpenID Foundation (Chris Messina), Plaxo, Pluck, Razorfish, ReadWriteWeb, salesforce.com, Six Apart e Twitter.
  • Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais

    1. 1. Gestão de Redes Sociais Fernando Souza
    2. 2. publicitário, blogueiro e empresário. No mercado digital desde 2002. 29 anos, Fernando Souza
    3. 4. Agenda <ul><li>Conceitos sobre Social Media </li></ul><ul><li>Planejando ações de Social Media </li></ul><ul><li>Como iniciar as ações de Social Media </li></ul><ul><li>Social CRM </li></ul><ul><li>Resultados e Métricas </li></ul><ul><li>Cases </li></ul><ul><li>Conselhos </li></ul><ul><li>Referências bibliográfica, ferramentas e pesquisas </li></ul>
    4. 5. Social Media é mania ou revolução?
    5. 6. Todo mundo fala sobre Redes Sociais
    6. 7. MAS O QUE É UMA REDE SOCIAL? Uma estrutura (real ou virtual) projetada para permitir que usuários se encontrem, se comuniquem, compartilhem conteúdo e desenvolvam comunidades.
    7. 8. Mudança de paradigmas O que mudou com as redes sociais?
    8. 9. Social media é revolução, é mudança de paradigma! Mensagem Canal Receptor Mensagem Canal Receptor + Propagador + Produtor Tradicional Web social
    9. 10. “ A revolução não acontece quando a sociedade adota novas ferramentas. Acontece quando a sociedade adota novos comportamentos” Clay Shirky
    10. 11. Evolução da web e relações sociais Fonte: Forrester Research Início: 1995 Maturidade: 2003 a 2007 Início: 2007 Maturidade: 2010 a 2012 Início: 2009 Maturidade: 2011 Início: 2010 Maturidade: 2012 Início: 2011 Maturidade: 2013 Relações Sociais: Pessoas se conectam e compartilham Funcionalidade Social: Redes sociais se tornam como o sistema operacional Colonização Social: Toda experiência online pode ser compartilhada em SNS Contexto Social: Conteúdo personalizado e preciso em sites e redes sociais Comércio Social: Comunidades e sites se tornam o mesmo terreno e relações sociais definem o futuro dos produtos e serviços
    11. 12. Estamos falando de Pessoas Relacionamento e conversação na última potência
    12. 13. <ul><li>As pessoas usam as redes sociais para compartilhar, idéias, experiências e perspectivas em vários formatos, textos, fotos, vídeos, áudios... </li></ul>
    13. 14. Fonte: TGI A Penetração do meio internet já é maior que alguns meios tradicionais Consumo dos meios TV Aberta Radio OOH Jornal Internet Revista TV Paga Cinema
    14. 15. Comparativo de usuários ativos Milhões (000) Fonte: ComScore Maio/2011
    15. 16. O Brasil é o #1 em time spend online : 45 horas mensais e ¼ é utilizando redes sociais. Fonte: ibope Perfil dos Internautas
    16. 17. 4º PAÍS onde mais se lê BLOGS. 5º PAÍS com o maior número de CONEXÕES À INTERNET. Fonte: ibope , Wave 5 e datafolha Brasil Perfil dos Internautas
    17. 18. O acesso às redes foi incorporado à rotina da maioria. 60% usam as redes há três ou mais anos Perfil dos Internautas
    18. 19. Wave 5 – Universo : Internautas &quot;Pensando na internet, quais atividades a seguir você já realizou alguma vez?” O que o brasileiro faz?
    19. 20. E as redes sociais são? <ul><li>Novas; </li></ul><ul><li>Orgânicas; </li></ul><ul><li>Multimídia; </li></ul><ul><li>Colaborativas; </li></ul><ul><li>Participativas; </li></ul><ul><li>Segmentadas; </li></ul><ul><li>Diversificadas; </li></ul><ul><li>Tem muita gente; </li></ul><ul><li>Democráticas; </li></ul><ul><li>São perfeitas? Não sei, mas são boas... </li></ul>
    20. 21. E o que mudou com as redes sociais? <ul><li>A relação entre as pessoas; </li></ul><ul><li>As pessoas estão mais exigentes ; </li></ul><ul><li>Estão mais informadas ; </li></ul><ul><li>Pesquisam mais; </li></ul><ul><li>Questionam mais; </li></ul><ul><li>Se agrupam por interesses ; </li></ul><ul><li>Não há mais barreiras geográficas, demográficas ou raciais; </li></ul><ul><li>Se mobilizam ; </li></ul><ul><li>E principalmente falam sobre sua marca ! </li></ul>
    21. 22. É necessário entender o processo. <ul><li>Na prática, as redes sociais não revolucionaram a forma com que as pessoas se comunicam, apenas facilitaram a comunicação , aumentaram a velocidade e o alcance das informações. </li></ul><ul><li>Com isso em mente, a tecnologia utilizadas torna-se secundária . Para aproveitar bem o poder das redes sociais, o que importa é entender o processo como as pessoas se comunicam. </li></ul>
    22. 23. É fato que... <ul><ul><li>64% das empresas julgam as mídias </li></ul></ul><ul><ul><li>sociais importantes para os negócios. </li></ul></ul>2010 Deloitte - Mídias sociais nas empresas
    23. 24. É fato que... <ul><ul><li>86% das empresas que não investem, </li></ul></ul><ul><ul><li>pretendem investir nos próximos 3 anos . </li></ul></ul>2010 Deloitte - Mídias sociais nas empresas
    24. 25. COMO ATUAR NAS REDES SOCIAIS?
    25. 26. Planejando! <ul><li>Conhecer muito bem a empresa; </li></ul><ul><ul><li>Missão, valores, posicionamento e objetivos. </li></ul></ul><ul><li>Identificar os concorrentes; </li></ul><ul><li>Definir qual o objetivo da empresa nas redes sociais; </li></ul><ul><ul><li>Venda, relacionamento, lançamento de produto, monitoramento, suporte a clientes e fornecedores, desenvolvimento de produtos... </li></ul></ul>
    26. 27. Vou te contar! <ul><li>Já estão falando de sua marca/produto, você só precisa entender o que estão falando. </li></ul>
    27. 28. Monitorar <ul><li>Público </li></ul><ul><li>Concorrentes </li></ul><ul><li>Segmento </li></ul>
    28. 29. Já conheci o cenário... <ul><li>Com base na análise de seu monitoramento, inicia-se a fase de planejamento estratégico de como sua marca irá entrar nas redes sociais; </li></ul>
    29. 30. Objetivos <ul><ul><li>Qual a contribuição das mídias sociais para sua marca? </li></ul></ul>Qual o objetivo da sua marca?
    30. 31. Onde estarei? <ul><li>Quais os canais sociais apropriados para sua marca? </li></ul><ul><ul><li>Vou criar um blog... </li></ul></ul><ul><ul><li>Conhecer bem as redes sociais que você vai utilizar. </li></ul></ul>
    31. 32. Construção e reputação... <ul><li>Como eu quero que as pessoas vejam a minha marca? </li></ul><ul><ul><li>Quero ser divertido, sério, prestativo, amigão? </li></ul></ul><ul><ul><li>Criar um perfil editorial é fundamental. </li></ul></ul>
    32. 33. Lembre-se sempre <ul><li>A empresa precisa ser transparente; </li></ul><ul><li>Ter habilidades sociais; </li></ul><ul><li>Não é uma brincadeira de ranking; </li></ul><ul><li>Para vender precisa se relacionar; </li></ul><ul><li>Ter ética e responsabilidade; </li></ul><ul><li>Saber ouvir; </li></ul><ul><li>Saber falar; </li></ul><ul><li>Não deixar tudo na responsabilidade do estagiário; </li></ul><ul><li>Achar que trabalhar com mídias sociais é pra qualquer um; </li></ul><ul><li>Mídias sociais não é coisa de adolescente ou “vagabundo”; </li></ul>
    33. 34. Estratégia de Diálogo <ul><li>Posso participar das conversas já existentes ou é melhor iniciar uma nova discussão? </li></ul>
    34. 35. Todos devem saber <ul><li>Ao introduzir a marca nas redes sociais, todos os colaboradores da empresa devem tomar conhecimento desse fato. </li></ul>
    35. 36. Colaboradores <ul><li>É necessário criar um manual de conduta ou vamos apostar no bom senso de cada um? </li></ul>
    36. 37. Colaboradores National Geographic Brasil
    37. 38. Ponta pé inicial - Conteúdo <ul><li>Todos os canais devem iniciar com conteúdo relevante e clareza dos objetivos da empresa ; </li></ul><ul><li>O discurso deve ser o mesmo em todos as redes sociais , mas é necessário adequar a linguagem em cada canal. </li></ul><ul><li>Atualização desse conteúdo é fundamental. </li></ul><ul><li>Não importa quantidade de redes e sim qualidade onde sua marca estiver. </li></ul>
    38. 39. Em busca de interação <ul><li>A marca sempre deve ser convidativa, dê espaço para o usuário participar, estimule essa participação. </li></ul>
    39. 40. Engajamento <ul><li>Engajar o usuário é tarefa difícil , ofereça algo em troca. </li></ul>
    40. 41. Não há limites <ul><li>Se o seu público precisa de algo que ainda não existe, crie. </li></ul><ul><ul><li>Aplicativos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Games; </li></ul></ul><ul><ul><li>Comunidades. </li></ul></ul>
    41. 42. Social Game
    42. 43. Aplicativos <ul><li>Emirates iLingual </li></ul><ul><ul><li>São 400 frases em árabe, francês ou alemão. </li></ul></ul>
    43. 44. Um capítulo a parte. <ul><li>Social CRM. </li></ul><ul><ul><li>O que é CRM? </li></ul></ul><ul><ul><li>Customer Relationship Management ou Gestão de Relacionamento com cliente. </li></ul></ul><ul><ul><li>Social CRM é a gestão do relacionamento com cliente 2.0, o novo comportamento dos clientes graças à Internet e às Mídias Sociais demanda uma nova estratégia, uma segmentação diferenciada, novos canais, mensagens customizadas e novos processos de negócio. </li></ul></ul><ul><ul><li>A integração do CRM já existente com as redes sociais é fundamental, para que ocorra a integração e relacionamento esperado. </li></ul></ul>
    44. 45. Evolução do CRM
    45. 46. Na Prática
    46. 47. Resultados <ul><li>Como mensurar os resultados? </li></ul>
    47. 48. Definição de métricas <ul><li>Visibilidade </li></ul><ul><li>Engajamento </li></ul><ul><li>Influência </li></ul>
    48. 49. Definição de métricas <ul><li>Visibilidade: </li></ul><ul><ul><li>Métricas quantitativas que demonstram o quanto sua marca está sendo vista nas redes sociais: </li></ul></ul>
    49. 50. Definição de métricas <ul><li>Visitas </li></ul><ul><li>Quantas visitas você tem, quantos retornam ao seu blog, comunidade? </li></ul><ul><li>Seguidores: </li></ul><ul><li>Quem são? Eles interagem tem relação direta com seu target? </li></ul><ul><li>Membros nas comunidades; </li></ul><ul><li>Quantos membros tem na comunidade? Não limite-se a oficial, quem mais fala da sua marca? </li></ul><ul><li>Fãs: </li></ul><ul><li>Quanto fãs sua marca tem no Facebook? Eles participam, além de sua página eles estão aonde? </li></ul><ul><li>Assinantes de feeds: </li></ul><ul><li>As pessoas assinam meus feeds? Quantos assinam? Qual a periodicidade disso? </li></ul>
    50. 51. Definição de métricas <ul><li>Visibilidade tem que ser crescente se isso não acontecer, </li></ul><ul><li>algo está errado. </li></ul>
    51. 52. Definição de métricas <ul><li>Engajamento: </li></ul><ul><ul><li>Métricas qualitativas que demonstram o envolvimento do usuário com a marca: </li></ul></ul>
    52. 53. <ul><ul><li>Engajamento: </li></ul></ul><ul><ul><li>Respostas e Comentários; </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Qual o tom da resposta? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Parabéns e Excelente são ótimos, resultado de um bom trabalho, mas estimule o usuário participe da discussão. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Tem comentários negativos? </li></ul></ul></ul>Definição de métricas
    53. 54. <ul><li>Engajamento: </li></ul><ul><ul><li>Contribuições / Colaboração: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Enviam fotos, vídeos, colaboram com conteúdo? </li></ul></ul></ul>Definição de métricas
    54. 55. <ul><li>Engajamento: </li></ul><ul><ul><li>Reviews; </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Geram conteúdo sobre seu produto? </li></ul></ul></ul>Definição de métricas
    55. 56. <ul><li>Engajamento: </li></ul><ul><ul><li>Membros ou fãs ativos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Os usuários participam nas comunidades? Observe os mais engajados, retribua valorize essa dedicação. </li></ul></ul></ul>Definição de métricas
    56. 57. <ul><li>Engajamento: </li></ul><ul><ul><li>Downloads Aplicativos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Você tem algum aplicativo? Quantas vezes ele já foi baixado? </li></ul></ul>Definição de métricas
    57. 58. <ul><li>Engajamento: </li></ul><ul><ul><li>Deve ser acompanhado dia a dia e estimulado a todo momento. </li></ul></ul>Definição de métricas
    58. 59. Definição de métricas Engajamento é envolvimento, transforme clientes em advogados da marca.
    59. 60. <ul><li>Influência: </li></ul><ul><li>Métricas qualitativas que expressam o poder de influência e mobilização da sua marca no segmento. </li></ul>Definição de métricas
    60. 61. <ul><li>Influência: </li></ul><ul><li>Cliques e Retuites: </li></ul><ul><li>Elas confiam em seu conteúdo e espalham a informação? </li></ul><ul><li>Referência em outros sites: </li></ul><ul><li>O que sua marca diz, serve como inspiração e conteúdo para outras pessoas? </li></ul><ul><li>Prêmios: </li></ul><ul><li>Sua empresa já ganhou algum prêmio por presença on-line? </li></ul>Definição de métricas
    61. 62. <ul><li>Influência: </li></ul><ul><ul><li>Participação em listas: </li></ul></ul><ul><ul><li>De forma espontânea o nome da sua marca está em listas relevantes do segmento que atua? </li></ul></ul>Definição de métricas
    62. 63. Vamos ver na prática <ul><li>Case Lancôme </li></ul>
    63. 64. Case Revista Máxima Mostrar a um mailing seleto Profissionais de Mídias das Agências de Publicidade quem é a Mulher Máxima Duas Semana de pesquisa prévia. Uma semana de ação. Entramos no Dia-a-dia dos profissionais com informações personalizadas sobre a rotina dessa Mulher
    64. 65. Equipe Revista Máxima + de 10 profissionais envolvidos + de 2 semanas de pesquisa + de 1800 perfis pesquisados
    65. 66. Ação Revista Máxima + de 200 postais escritos à mão + de 900 mensagens personalizadas
    66. 67. Ação Revista Máxima 200 cartas escritas à mão explicando a ação e contando para cada mídia quem é a mulher Máxima
    67. 68. 35.000 pessoas impactadas Elogios
    68. 69. Vamos ver na prática <ul><li>#PumaFail </li></ul>
    69. 70. Conselhos <ul><li>Sem Spam; </li></ul><ul><li>Use ferramentas para monitorar; </li></ul><ul><li>Seja claro nos relatórios; </li></ul><ul><li>Não faça relatório de dados e sim de análises; </li></ul><ul><li>Mais interação; </li></ul><ul><li>Envie sua idéia para 5 amigos e veja o que eles acharam, antes de aplicá-la; </li></ul><ul><li>Conheça as redes sociais, teste antes de usar para sua marca; </li></ul><ul><li>Customize suas redes sociais (Twitter, Youtube, MySpace); </li></ul><ul><li>Conheça a equipe que irá trabalhar com as mídias sociais; </li></ul><ul><li>Use as Api’s disponíveis; </li></ul><ul><li>Crie seu próprio aplicativo, se necessário; </li></ul><ul><li>Não compre sua audiência; </li></ul><ul><li>Não use robôs; </li></ul>Respeite os influenciadores, pois eles são adultos e profissionais.
    70. 71. #Entendam <ul><ul><li>Não existe mais barreiras entre o real e virtual! </li></ul></ul>
    71. 72. #Entendam <ul><ul><li>Nem tudo é o que parece </li></ul></ul>
    72. 73. ( John L .  Beckley ) <ul><ul><li>&quot;A maioria das pessoas não planeja fracassar, fracassa por não planejar.&quot; </li></ul></ul>
    73. 74. Ferramentas que irão auxiliar no dia a dia. <ul><li>Google Analytics </li></ul><ul><li>http://tweetstats.com </li></ul><ul><li>http://tweetlevel.edelman.com </li></ul><ul><li>http://twitteranalyzer.com </li></ul><ul><li>http://twitalyzer.com </li></ul><ul><li>http://klout.com/ </li></ul><ul><li>http://buzzvolume.com </li></ul><ul><li>http://socialmention.com </li></ul><ul><li>www.radian6.com </li></ul><ul><li>http://www.blogpulse.com </li></ul>
    74. 75. Bagagem literária, não faz mal a ninguém <ul><li>LI, Charlene and BERNOFF, Josh. Fenômenos Sociais nos Negócios : Groundswell. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009. </li></ul><ul><li>CARR, Nicholas. A Grande Mudança - Reconectando o mundo, de Thomas Edison ao Google.. São Paulo: Landscape, 2008. </li></ul><ul><li>QUALMAN, Erik. Socialnomics : how social media transforms the way we live and do business. New Jersey: John Wiley & Sons, 2009. </li></ul><ul><li>ANDERSON, Chris. Free - O futuro dos preços . Rio de Janeiro: Elsevier, 2009. </li></ul><ul><li>RECUERO, Raquel. Redes Sociais na internet . Porto Alegre: Sulina, 2009. </li></ul><ul><li>AMARAL, Adriana; RECUERO, Raquel; MONTARDO, Sandra (orgs.) Blogs.com : estudos sobre blogs e comunicação. São Paulo: Momento Editorial, 2009. </li></ul><ul><li>JENKINS, Henry. Cultura da Convergência . São Paulo: Aleph, 2008. </li></ul><ul><li>TAPSCOTT, Don. Wikinomics : como a colaboração em massa pode mudar o seu negócio; trad. Marcello Lino. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2007. </li></ul><ul><li>SANTAELLA, Lucia. Navegar no ciberespaço : o perfil cognitivo do leitor imersivo. São Paulo: Paulus, 2004. </li></ul><ul><li>ANDERSON, Chris . A Cauda Longa . Rio de Janeiro: Elsevier, 2006. </li></ul><ul><li>LÉVY, Pierre. A ideografia dinâmica : rumo a uma imaginação artificial?; 2a ed. São Paulo: Boitempo, 2006. </li></ul><ul><li>LÉVY, Pierre. A Inteligência Coletiva . 4a ed. São Paulo: Loyola, 2003. </li></ul><ul><li>CASTELLS, Manuel. A Galáxia da Internet . 1a ed. Rio de Janeiro: Jorge Zaher Editor, 2003. </li></ul>
    75. 76. Dados de Pesquisa <ul><li>Deloitte </li></ul><ul><li>eMarketer </li></ul><ul><li>comScore </li></ul><ul><li>IBOPE </li></ul><ul><li>Datafolha </li></ul><ul><li>Nielsen NetRatings </li></ul><ul><li>Forrester Research </li></ul>
    76. 77. Compreender mais a fundo as necessidades e motivações do consumidor é a chave para a real compreensão da mídia social .
    77. 78. Perguntas
    78. 79. Fernando Souza @fernandosouza [email_address]

    ×