Liderança Para Alta Performance

4,447
-1

Published on

Palestra do professor Daniel de Carvalho Luz no Centro Paula Souza.

Published in: Business, Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,447
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
380
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Liderança Para Alta Performance

  1. 1. Liderança para Alta Performance Como resolver Problemas Difíceis de Desempenho de uma maneira Rápida… e PermanenteProfessor Daniel de Carvalho luzSeminário avançado para liderança para alta Performance
  2. 2. O Mundo dos Negócios“Somente10% da população tem o que sechama “vontade de aprender”. 90% nãofazem nada para melhorar suas habilidades enquanto o item“aprendizado” não fizer parte da descrição do seucargo.” Estudo feito pela Harvard Business School publicado em Março de 2007.
  3. 3. O Mundo dos Negócios“Você não tem escolha , não tem para onde fugir. Omundo vai lhe alcançar de uma forma ou de outra, e a únicaopção inteligente é se preparar para ele. Estamosfalando do excitante, enfadonho, heróico, canalha, pequeno,grandioso mundo dos negócios. O mundo real.”David Cohen – Antigo editor da revista Exame
  4. 4. Mais de 3.000 novos livros sãopublicados a cada dia
  5. 5. A palavra de Grandes Executivos A capacidade deaprender mais rápido que seus concorrentes podeser a única vantagem competitiva sustentável. Arie De Geus, Chefe de Planejamento da Shell
  6. 6. Liderança para alta Performance Evite o Caminho dos quatro I’s
  7. 7. Liderança de alto Impacto Evite o Caminho dos quatro I’sgnorância
  8. 8. Liderança para alta Performance Evite o Caminho dos quatro I’snflexibilidade
  9. 9. Liderança para alta Performance Evite o Caminho dos quatro I’snconsistência
  10. 10. Liderança para alta Performance Evite o Caminho dos quatro I’sndiferença
  11. 11. Áreas Críticas de Tomadas deDecisãoPessoas Na vida, as habilidades que você usa e as pessoas que escolhe podem determinar seuSUCESSO ou FRACASSO. 1 Beginner’s mindQuem Trabalha para você? 2 SimplicityProcessos 3 Visualization Reduzir a variabilidade sem podarj a CRIATIVIDADE e INOVAÇÃO.EstratégiaA temática VALOR AGREGADO deve ocupar papel central na discussão da estratégia.No início da discussão os executivos devem responder as seguintes questões:Se a empresa fechasse as portas quem se importaria – e por quê?Quanto tempo levaria para que outra empresa ocupasse a brecha?
  12. 12. A palavra de Grandes Empresários “Há dois tipos de pessoas que nãointeressam a uma boa empresa. As que não fazem oque se manda e as que só fazem o que se manda” Henry FordIndustrial Americano 1863- 1974
  13. 13. What Inhibits Execution? National Survey of 4,000 Senior Executives4. Inability to work together as an effective team (21%)3. Company culture that allows mediocrity (23%)2. Economic climate (29%)1. Holding onto the past / unwillingness to face and embrace CHANGE (35%)
  14. 14. A melhor parte de ser um Líder? Lidar com pessoas! A pior parte de ser um Líder?A mesma resposta! 16
  15. 15. DEFINIÇÕES DE LIDERANÇA“Liderança é influência – nada mais, nada menos.“ John C Maxwell“Liderança é o processo de persuasão através doqual um indivíduo induz um grupo a tomar ações deacordo com o propósito do líder, ou com osobjetivos compartilhados.” John W. Gardner“Líder é alguém a quem os outros optam por seguirpara levá-los a um lugar onde não conseguiriam levá-chegar sozinhos.” Joel Barker
  16. 16. Definição de Liderança “Liderança é a arte de mobilizar outros para querer lutar por aspirações compartilhadas.” compartilhadas.” —Jim KouzesThe Leadership Challenge, Third Ed.
  17. 17. Liderança “ Liderar não émanipular, liderar é influenciar.”Não se deixe manipular, é vocêquem determina seu Valor!
  18. 18. Teamwork
  19. 19. "As únicas coisas que acontecemnaturalmente dentro de uma equipe são atritos, confusão e má performance. Todas as outras coisas sãoresultados de liderança". Peter Drucker
  20. 20. Doenças – Patologias dos grupos Como diagnosticar? 22
  21. 21. Doenças – Patologias dos grupos O que acontece quando a equipe ficaFalta de comprometimentoAusência de integridade doente?Falta de respeito mútuoPessimismoDesuniãoMediocridadeNão realização 23
  22. 22. Doenças nas equipes e suas conseqüências
  23. 23. Doenças nas equipes e suas conseqüências
  24. 24. Doenças nas equipes e suas conseqüências
  25. 25. Doenças nas equipes e suas conseqüências
  26. 26. Doenças nas equipes e suas conseqüências
  27. 27. Doenças nas equipes e suas conseqüências
  28. 28. Doenças nas equipes e suas conseqüências
  29. 29. Doenças nas equipes e suas conseqüências
  30. 30. Doenças nas equipes e suas conseqüências
  31. 31. Doenças nas equipes e suas conseqüências
  32. 32. Entrementes Nesta Altura18% estão realmente atentos ao apresentador25% dos estão tendo pensamentos eróticosAcontecimentos57% estão pensando outras coisas
  33. 33. sCompetênciaConsistênciacuidado
  34. 34. Primeiro VOCÊ Autoestima Em caso de despressurização da cabine, máscaras de oxigênio cairão automaticamente do compartimento de cima de sua cabeça. Por favor, coloque a máscara de oxigênio primeiramente em você antes de auxiliar crianças pequenas e outras pessoas que precisem de ajuda. Aviso de segurança das empresas aéreas
  35. 35. Autoimagem e Autoestima Respirando primeiroVocê não pode ajudar ninguém se desmaiar por falta de oxigênio.
  36. 36. Princípios Básicos de Liderança Aprendizado Ensino Exemplo Disciplina Sociabilidade
  37. 37. Posturas dos Lideres Efetivos EMPATIA O ato de se colocar na posição do outro, compreendendo-o. Diferente da atitude de egocentrismo, prepotência, etc. AFETIVIDADE É a capacidade de se relacionar com o outro com igualdade, sem qualquer preconceito. Primeiro procure compreender e depois ser compreendido. ALAVANCAGEM É o ato de gerar ações positivas nos outros sempre que perceber problemas.Wilson Cerqueira – COMUNICAÇÃO INTEGRADA
  38. 38. Um Lider Efetivo é... Pesquisa com 53.700 pessoas Motivador 3000 Dedicado 3000 Outros 3600 Toma decisões 4500 Afetivo 5600 Visionário 5800 Gente 6200 Comunicador 7000 Integro 15000LIDERAZGO CENTRADO EN PRINCIPIOS by Luis Roberto Guanes García
  39. 39. Postura e asserção AssertivoPassivo Agressivo
  40. 40. Espírito armado
  41. 41. O (D) Efeito Gerente “when people leave companies, they tend not to quit the company, they are morelikely to have quit the boss.” Ken Blanchard
  42. 42. Capital IntelectualO intangível mais importante daOrganização.
  43. 43. Feedback – método sanduíche Elogio Crítica EncorajamentoAviso: Muito Apimentado; Este sanduíche de crítica deve ser lidado com cuidado45
  44. 44. Comunicação “O futuro não depende das ciências físicas. Depende de quem está tentandocompreender e lidar com as interações entre os seres humanos.” Carl Rogers
  45. 45. Pessoas Melhores, Melhores Resultados.
  46. 46. Capital humano“A habilidade de tomar boas decisõesno que se refere às pessoasrepresenta uma das últimas fontesconfiáveis de vantagem competitiva,já que poucas organizações sãocapazes de fazer isso.” Peter Drucker
  47. 47. Qual o perfil do profissional classe “A”?
  48. 48. Profissional Classe “A” Classe B- B- Classe A “Babaca” Babaca” Pró ativo Asshole Classe C Classe B+BAIXO NÍVEL DE ADEQUAÇÃO ALTO NÍVEL DE ADEQUAÇÃO Variável COMPORTAMENTO
  49. 49. The no Asshole RuleO PROFESSOR ROBERT SUTTON, DE 53 ANOS, DAUniversidade Stanford, nos Estados Unidos, não tempudor de dizer claramente o que pensa. Mesmo queprecise usar palavrões para se fazer entender. Umaprova disso é o título que escolheu para seu novolivro The no Asshole Rule (A Regra de não AceitarBabacas), lançado no mercado americano emfevereiro e já disponível no país. No livro, Suttonmostra da forma mais direta possível o que devemosfazer para sobreviver num ambiente de trabalhodirigido por chefes brutais. Segundo ele, os babacascustam caro às empresas. Diminuem a capacidadedas equipes de inovar, não sabem manter ostalentos e ainda podem levar as organizações apagar indenizações por processos de assédio moral.Para sobreviver a chefes assim, ele recomendadistanciamento emocional e o cultivo da indiferença.
  50. 50. “O talento pode ser atraído para uma empresa, por causa do carisma de seus líderes, pelos benefícios generosos e pelos programas de treinamentos, mas o tempo que ele permanece produtivo, criativo e comprometido é determinado pela relação que ele tem com seu superior imediato.”Research from thousands of employeesMarcus Buckingham ‘First Break All The Rules’
  51. 51. RESULTADO ATRAVÉS DE DIVERSIDADE Baby boomers: boomers: individualismo / carreira Nascidos entre 1946 e 1964 (46 a 64 anos) Geração X: flexibilidade Nascidos entre 1968 e 1979 (31 a 42 anos) Geração Y: echo- echo-boomers Nascidos após 1982 (28-) Gitman & McDaniel “The future of business”
  52. 52. Conflito de GeraçõesGeração Y Baby Boomers Versus No Ambiente de Trabalho
  53. 53. Equilíbrio e Alinhamento dos Três Verbos do SUCESSO Ser Querer Dever
  54. 54. Equilíbrio e Alinhamento dos Três SUCESSO Verbos do 3Cs Ser COMPETÊNCIA Dever CONSCIÊNCIA Classe “A” Querer COMPROMETIMENTO
  55. 55. Equilíbrio e Alinhamento dos Três Verbos do SUCESSO Ausência do Querer Ser COMPETÊNCIA Dever CONSCIÊNCIA
  56. 56. Equilíbrio e Alinhamento dos Três Verbos do SUCESSO Ausência do Querer Ser COMPETÊNCIA Dever CONSCIÊNCIA SOFRIMENTO
  57. 57. Equilíbrio e Alinhamento dos Três Verbos do SUCESSO Ausência do Ser Dever CONSCIÊNCIA Querer COMPROMETIMENTO
  58. 58. Equilíbrio e Alinhamento dos Três Verbos do SUCESSO Ausência do Ser FRUSTRAÇÃO Dever CONSCIÊNCIA Querer COMPROMETIMENTO
  59. 59. Equilíbrio e Alinhamento dos Três Verbos do SUCESSO Ausência do Dever Ser COMPETÊNCIA Querer COMPROMETIMENTO
  60. 60. Equilíbrio e Alinhamento dos Três Verbos do SUCESSO Ausência do Dever Ser COMPETÊNCIA TRANSGRESSÃO Querer COMPROMETIMENTO
  61. 61. Equilíbrio e Alinhamento dos Três Verbos do SUCESSO Equilíbrio Ser COMPETÊNCIA Dever CONSCIÊNCIA Classe “A” Querer COMPROMETIMENTO
  62. 62. Equilíbrio
  63. 63. Para Reflexão“Quem quer fazer algumacoisa, encontra um meio. Quem não quer fazer nada encontra uma desculpa.” _ Provérbio Árabe
  64. 64. Para reflexão“I don’t want any yes-men around me. I yes- want people who will tell me the truth even if it costs them their jobs.” Samuel Goldwyn
  65. 65. Lembre-se... Lembre-se...Todo estudo, Toda pesquisa, todo conhecimento é depouco uso…se você não aplicar o que você aprender!
  66. 66. Multiplicando Conhecimento Uma boa maneira de dominar um assunto é ENSINANDO Conhecimento tácito e Aprender Aprender conhecimento explicito Multiplicar em sala ou no local de Ensinar trabalho Evidencias que o conhecimento Aplicar contribui com resultados Ensinar AplicarEu posso lhe dar um diploma,...mas eu não posso lhe dar umcérebro. O mágico de Oz
  67. 67. Managers Will Not Hear What Workers Will Not Speak Why people leave: what managers believe vs. the reality. Source: Unpublished Saratoga Institute research, 2003. 89% 11% of managers believe employees of managers believe employees leave for more money. leave for other reasons. 12% of 88% employees leave for more money. of employees leave for reasons other than money.

×