Your SlideShare is downloading. ×
Apresentação juiz de fora 2011
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Apresentação juiz de fora 2011

291
views

Published on

Apresenta o Discurso do Sujeito Coletivo como proposta qualiquantitativa para as pesquisas de opinião ou representação social. …

Apresenta o Discurso do Sujeito Coletivo como proposta qualiquantitativa para as pesquisas de opinião ou representação social.
Os principais aspectos da metodologia são apresentados.
Entre em contato pelo email flefevre@usp.br ou alefevre@usp.br

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
291
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Que pensam do serviço do Restaurante ... seus frequentadores 28/11/11
  • 2. Que acham do atendimento do Hospital ....os pacientes 28/11/11
  • 3. Que pensam os hóspedes sobre o atendimento do Grande Hotel... 28/11/11
  • 4. Que pensam as assistentes sociais da Prefeitura... sobre o Programa de Saúde da Familia 28/11/11
  • 5. Que pensam as donas de casa do bairro de Santana sobre o uso de células tronco em pesquisas 28/11/11
  • 6. Que pensam seus eleitores sobre o desempenho do vereador... 28/11/11
  • 7. Em qualquer campo ou ramo do conhecimento, boas respostas para este tipo de questão aportam informações muito importantes para avaliação de serviços, de processos, de cursos, de campanhas, de comportamentos, etc. 28/11/11
  • 8. o No entanto, não é tarefa fácil obter, por meio de pesquisas, estas boas respostas 28/11/11
  • 9. P Por quê? 28/11/11
  • 10. Porque, em geral, a pesquisa qualitativa produz respostas verdadeiras mas não representativas enquanto a pesquisa quantitativa produz respostas representativas mas superficiais 28/11/11
  • 11. P Para se obter as boas respostas parece claro então que é preciso conciliar as duas coisas: a verdade e a representatividade, ou seja, o qualitativo e o quantitativo 28/11/11
  • 12. d Este o desafio que o Discurso do Sujeito Coletivo vem buscando enfrentar 28/11/11
  • 13. O DISCURSO DO SUJEITO COLETIVO COMO TÉCNICA QUALI QUANTITATIVA 28/11/11 FERNANDO LEFEVRE ANA MARIA CAVALCANTI LEFEVRE
  • 14. O Discurso do Sujeito Coletivo ou DSC é um método qualiquantitativo de processamento de depoimentos para ser usado em pesquisas de opinião, desenvolvido por seus criadores na Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública da USP
  • 15. Ele foi criado no final da década de 90 e desde esta época vem sendo aperfeiçoado e aplicado a um grande número de trabalhos em diversas áreas de conhecimento e setores de atividade 28/11/11
  • 16. Desde meados de 2000 foram associados a esta técnica o software de processamento de depoimentos Qualiquantisoft e o software QlQon-line para captaçao de respostas à distância, ambos desenvolvidos na Universisade de São Paulo 28/11/11
  • 17. ALGUNS PRESSUPOSTOS DO DSC 28/11/11
  • 18. PESQUISA QUALITATIVA COM QUESTÕES ABERTAS 28/11/11
  • 19. Sempre que se deseja saber, através de pesquisa empírica, o que pensam ou o que opinam as pessoas, é necessário realizar uma investigação qualitativa... 28/11/11
  • 20. ... por meio de perguntas abertas que levem à produção de depoimentos discursivos... 28/11/11
  • 21. ... que são expressões da qualidade chamada “opinião 28/11/11
  • 22. Mas isso evidentemente não basta: para obter a opinião coletiva é preciso somar estes depoimentos 28/11/11
  • 23. SOMA DE DEPOIMENTOS 28/11/11
  • 24. Mas como seria possível somar depoimentos? 28/11/11
  • 25. Há três alternativas convencionais de resposta para esta questão 28/11/11 Resposta convencional
  • 26. O pesquisador enuncia previamente as alternativas de resposta e o pesquisado escolhe uma delas 28/11/11 Primeira: quantitativa
  • 27. O pesquisador deixa a questão aberta que é processada por categorização de respostas 28/11/11 Segunda: “qualitativa”
  • 28. Estas duas alternativas tem o pressupostos falsos 28/11/11
  • 29. PRESSUPOSTOS FALSOS Todas as escolhas da alternativa “a” são “a” Todos os elementos da categoria “a” são iguais Todos os elementos de uma categoria (conteúdos discursivos) encontram sua expressão suficiente na categoria 28/11/11
  • 30. Como os pressupostos são falsos, as alternativas quantitativas e qualitativas tradicionais acabam equalizando artificialmente os depoimentos prejudicando consideravelmente a integridade e consistência da opinião coletiva resultante 28/11/11
  • 31. Nesta “solução” cria-se pequenos grupos , onde a opinião coletiva parece “brotar” do grupo, que é identificado com o social 28/11/11 Terceira alternativa: o pequeno grupo
  • 32. O pequeno grupo como simulacro do social
    • Pela suposta impossibilidade de acessar a qualidade da opinião numa escala macrossocial, acredita-se que a exploração em profundidade de um tema, através da discussão livre por um pequeno grupo socialmente homogêneo, resgata o essencial da qualidade da opinião da categoria social inclusiva
    28/11/11
  • 33. Acredita-se numa oposição irredutível entre quantificação que se dá no plano superficial da extensão e qualificação , que se dá no plano profundo da intensidade 28/11/11
  • 34. Anatomia x Fisiologia da opinião
    • Mesmo quando se trata de resgatar e descrever a opinião de um pequeno grupo, fazê-lo através da discussão em grupo coloca problemas muito complexos para o necessário isolamento da “anatomia” da opinião, separando-a do seu funcionamento “fisiológico”
    28/11/11
  • 35. As alternativas convencionais levam, pois, a jogar o bebê junto com água do banho 28/11/11
  • 36. 28/11/11 A PROPOSTA DO DSC
  • 37. A proposta do Discurso do Sujeito Coletivo ou DSC para a questão da soma dos depoimentos busca superar estas limitações, sem equalizar artificialmente as opiniões e sem confundir grupo com sociedade 28/11/11 O DSC como superação das limitações
  • 38. No DSC as opiniões são coletadas individualmente e não são equalizadas 28/11/11
  • 39. As opiniões com sentidos semelhantes são agrupadas em categorias e somadas tanto qualitativa quanto quantitativamente 28/11/11
  • 40. SOMA QUALITATIVA
    • Acredito que tenho vocação suj.1 , pois sempre, durante toda minha vida, quis ser médico, suj.20 por achar essa profissão muito bonita suj.13 ; desde criança até o presente somente me vejo trabalhando como médico suj.4 , nunca quis ter outra profissão. suj.1
    • * Ignarra R (2004)
    28/11/11
  • 41. Este Discurso do Sujeito Coletivo, que tem como Idéia Central a vocação , foi composto pela soma qualitativa do conteúdo de vários depoimentos de alunos ( c o r e s diferentes) que participaram de uma pesquisa sobre as razões da escolha do curso de medicina 28/11/11
  • 42. 28/11/11 Mas estas pesquisas com DSC,que permitem representar qualitativamente o pensamento coletivo, precisam, também, de um fundamento quantitativo SOMA QUANTITATIVA
  • 43. 28/11/11 O fundamento quantitativo é necessário porque qualquer pesquisa de opinião tem que dar chance para que apareçam todas as opiniões presentes na consciencia dos indivíduos pertencentes a uma comunidade ou sociedade Fundamento quantitativo
  • 44.
    • Assim, estando a comunidade ou sociedade adequadamente representada na pesquisa, pode-se saber a proporção de individuos que participaram da construção de cada um dos DSCs, quantos são homens, quantos são mulheres, etc .
    28/11/11
  • 45. Soma Quantitativa Intensidade Amplitude 28/11/11
  • 46. Intensidade
    • Grau de compartilhamento de uma Opinião
    28/11/11
  • 47. Amplitude
    • Grau de espalhamento de uma Opinião no campo
    28/11/11
  • 48. QUATRO POSSIBILIDADES DO DSC 28/11/11 INTENSIDADE AMPLITUDE
  • 49. 28/11/11 Em suma, o DSC/ Qualiquantisoft é uma nova ferramenta do arsenal metodológico que permite tornar mais confiáveis as pesquisas de opinião
  • 50. 28/11/11 Tais pesquisas precisam ser ao mesmo tempo qualitativas e quantitativas porque todo pensamento coletivo é, inseparavelmente, pensamento , ou seja, qualidade e coletivo , ou seja quantidade PENSAMENTO =QUALIDADE COLETIVO=QUANTIDADE
  • 51. PARA SABER MAIS SOBRE O DSC... Lefevre F; Lefevre AMC. O Discurso do Sujeito Coletivo. Um novo enfoque em pesquisa qualitativa (Desdobramentos) Caxias do Sul: Educs 2003 Lefevre F; Lefevre AMC. Depoimentos e discursos. Uma proposta de análise em pesquisa social . Brasília: Liberlivro Editora. 2005 Lefevre F; Lefevre AMC. Pesquisa de Representação Social. Um enfoque qualiquantitativo . Brasilia: Liberlivro Editora, 2011 www.ipdsc.com.br (banco de DSCs) 28/11/11

×