Bem estar autoconfiança 04-11-12

1,258 views
1,084 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,258
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
68
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Bem estar autoconfiança 04-11-12

  1. 1. 2 / São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Poesia Oswaldo GrecoDIÁRIO DA REGIÃO Flores Não quero que a vida 13 Edvaldo Santos Me pegue na estrada Qual folha caída, Perdida no vento. Nem quero que o tempo A correr lá fora Editor-chefe Nas asas da tarde Fabrício Carareto fabricio.carareto@diarioweb.com.br Me faça partir. Há um desejo estranho Editora-executiva Rita Magalhães De sonho e de luzes rita.magalhaes@diarioweb.com.br Nos olhos da face Coordenação De quem quer viver. Ligia Ottoboni ligia.ottoboni@diarioweb.com.br E a flor despetala Editor de Bem-Estar e TV Nas mãos de quem perde Igor Galante Por força dos fatos Cardiologista estabelece uma relação igor.galante@diarioweb.com.br A vez de sorrir. entre a tireoide (glândula na região do Editora de Turismo Cecília Demian Por isso é que tento pescoço) e problemas ligados ao cecilia.demian@diarioweb.com.br Compondo meus versos coração, como arritmia e hipertensão Editor de Arte Ouvir nos espaços César A. Belisário As vozes do ser... Televisão 16 cesar.belisario@diarioweb.com.br Vagar pelas tardes Pesquisa de fotos Mara Lúcia de Sousa E pelos canteiros No pólen das almas Diagramação Pedro Paulo Figueiredo/Divulgação Cristiane Magalhães Que podem sentir. Tratamento de Imagens Genildo Mota Nunes Arthur Miglionni, Humberto Pereira e Luciana Nardelli Matérias Editorial Agência Estado Agência O Globo TV Press Competência pessoal A autoconfiança é uma virtude, uma competência pessoal das mais valiosas para nos encorajar a andar sempre para frente, em direção à nossa verdadeira missão aqui na Terra. A vida, no entanto, muitas vezes nos impõe dificuldades, a princípio tão intransponíveis, que são capazes de levar nossa autoconfiança Aos 32 anos e com muita bagagem de embora. Na reportagem de capa desta edição, psiquiatra, tevê, Caio Blat, no ar em “Lado a Lado”, psicólogo, terapeuta e neurologista com uma visão mais holística prepara-se para estrear como diretor da vida ouvidos pela revista ensinam como reforçar ou resgatar essa força interior e, tão importante quanto isso, como não Turismo confundir autoconfiança com arrogância ou “egoconfiança”, que causa falsa felicidade. Fique em paz! 24 Agência O Globo/Divulgação ESPIRITUALIDADE TERCEIRA IDADE Escritora chilena Irmgard Idosos estão mais conscientes Radefeldt Fonck diz que a quanto à importância do exercicio humanidade está mergulhando físico e das atividades em grupo em uma nova era de luz. Veja o para o prolongamento da boa que isso significa saúde do corpo e da mente Páginas 6 e 7 Páginas 10 e 11 NUTRIÇÃO LIVRO Especialistas em alimentação Escritor Paulo Coelho lança opinam sobre os benefícios da “Manuscrito encontrado em dieta sem carne, mas com Accra”, com ensinamentos ressalvas quanto à reposição voltados ao amor, à superação e Zurique (Suíça) é mais cara do que de nutrientes essenciais à mudança, entre outros temas Tóquio para morar, mas o turista pode Páginas 8 e 9 Página 12 conhecê-la sem ir à falência
  2. 2. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 / 3Autoconhecimento Um novo começo Em vez de reagir com preocupação, podemos optar pela calma. Quando tornamos isso um hábito, aumentamos a certeza de que comandamos o nosso próprio destino. A negatividade tem poder sobre nós apenas quando permitimos Yehuda Berg mais felicidade e menos sofri- Quando surgir alguma difi- A negatividade tem poder mento. É importante entender culdade, podemos utilizar re- sobre nós apenas quando per- Existe uma mudança espiri- que nosso verdadeiro objetivo curso kabalísticos para agir mitimos. tual acontecendo no Universo, é felicidade sem fim, livre da através de um estado de cons- Escolher felicidade em lu- que parece impulsionar todos montanha-russa e dos altos e ciência mais elevado, sabendo gar de preocupação não signifi- nós a nos tornarmos seres baixos que muitos de nós pas- que tal desafio indica a existên- ca apenas tirar o melhor de mais evoluídos e melhores ver- uma situação ruim. Trata-se sam ao longo da vida. cia de uma grande quantidade de uma tecnologia que traz a sões de nós mesmos. Se nossa realidade precisa de Luz a ser revelada naquele Luz para qualquer situação Dos e-mails que recebo mudar, esta transformação momento! A solução ainda po- que pareça obscura. li que muitos estudantes de não virá de fatores externos, de estar oculta, mas é possível Como diz Rav Berg, líder Kabbalah estão em novos mas de como encaramos esse se esforçar e enxergar o moti- espiritual do Kabbalah Cen- empregos, novos relaciona- cenário em um processo inter- vo pelo qual a oportunidade tre: “Simplesmente diga ao mentos, novos filhos, ou tal- no. Resumindo: é a nossa cons- surgiu. Ao invés de reagir com Oponente – termo kabalísti- vez em um novo entendi- ciência que precisa ser revista. preocupação, podemos optar co que designa os nossos im- mento sobre o que é viver Esse processo se inicia quando pela calma. É possível esco- pulsos negativos – que ele verdadeiramente a sabedo- nos comprometemos a enxer- lher não permitir que a negati- não foi convidado. Se disser- ria que estudamos e a tecno- gar a dor, as dificuldades e os vidade se instale e, consequen- mos isso, ele tem que ir em- logia espiritual que usamos. desafios como nossas maiores temente, impedir que ela se bora! A única condição é ter- Esse é um tempo de novos oportunidades de exterminar prolifere. Quando tornamos is- mos certeza de que temos o poder de bani-lo”. começos para todos nós. a escuridão existente no mun- so um hábito, aumentamos a Nem sempre é fácil, mas es- O que desejamos tem que do, um processo que os kabalis- certeza de que comandamos o se é o segredo da felicidade ser muito maior do que apenas tas chamam de “revelar Luz”. nosso próprio destino. sem fim. I Divulgação Raio X Yehuda Berg é codiretor do The Kabbalah Centre e já escreveu mais de 30 livros sobre assuntos que abordam desde depressão e capacitação, até relacionamentos e a Bíblia. Dois de seus maiores best-sellers, “O Poder da Kabbalah” e “Os 72 Nomes de Deus”, foram traduzidos para 20 e 14 idiomas, respectivamente. www.kabbalahcentre.com.br
  3. 3. 4 / São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO AutoconhecimentoDESPERTE SUAFORÇA INTERIORExercite a autoconfiança, instrumento poderoso capaz de nos nutrirde convicção e tolerância para corrermos atrás de nossos sonhosGisele Bortoleto nho, a convicção de saber fazer algu- ta as perdas, as frustrações, as an- que se acumulam em nossas estan-gisele.bortoleto@diarioweb.com.br ma coisa, de fazê-lo bem, de conse- gústias de certas derrotas que, ao tes. Ela está na nossa crença de que guir alcançar alguma coisa, de supor- longo da vida, são inevitáveis”, podemos ser ou fazer qualquer coi- No mundo moderno de competi- tar as dificuldades e de poder pres- complementa Daher. sa, desde que persigamos nossos ob-ção e busca pela excelência, quase cindir de algo. E tolerância não tem nada a ver jetivos até merecê-los e conquistá-sempre somos obrigados a jogar pe- “A autoconfiança é uma virtude com aceitação passiva das perdas e los”, diz Caprio.la janela uma força que viemos cons- que quase foi perdida na sociedade frustrações: ela só revela nossa capa- Cada erro é um degrau que se for-truindo desde que somos crianças. voltada para as coisas exteriores”, cidade de observar a perda e não fi- ma diante de nós, e cada acerto, umEstamos falando da autocon- diz M.J. Ryana, autora de “O Poder car apenas lamentando, mas sim lu- passo a mais na grande escadaria defiança. Esta, dizem, é a convicção da Autoconfiança” (ed. Sextante). tando para dar a volta por cima. nosso desenvolvimento pessoal.que uma pessoa tem de ser capaz Não podemos nos esquecer que ela é A autoconfiança depende muitode fazer ou realizar alguma coisa. nosso moderador de realidade no dia a do exercício cotidiano de nos visuali- Não à egoconfiançaO problema é que, muitas vezes, dia. Com ela, sabemos o que podemos zarmos como indivíduos, vivendona hora que mais precisamos acre- dar conta, se houver fracasso, como po- em meio a uma coletividade da qual “Existe egoconfiança x au-ditar em nós, essa convicção fo- demos enfrentar, o que realmente po- fazemos parte. “A autoconfiança in- toconfiança. A primeira é umge. Os motivos podem ser os demos controlar e quanto nossos senti- terfere diretamente na forma como certo tipo deturpado de auto-mais diversos para isso: não fo- mentos afetam nossas decisões. Não é nos apresentamos aos outros, na nos- confiança, que na verdademos estimulados o suficiente na fácil, mas se priorizarmos uma postura sa fala, postura e decisões do dia a não é autoconfiança, mas seinfância ou pela cobrança e pres- autoconfiante verdadeira, é importan- dia”, diz o psicólogo cognitivo-com- veste de”, diz o professor desões a que somos submetidos dia- te treinar sempre. portamental Alexandre Caprio. meditação e autoconhecimen-riamente. O fato é que, quando “É fruto de duas fontes: a ina- Para que uma pessoa seja autocon- to Sambodh Naseeb, terapeu-mais precisamos dela, encontra- ta e a adquirida. Ou seja: aliada à fiante, ela precisa ter convicção de sua ta corporal e músico. A socie-mos no espelho nossa imagem nossa personalidade, à gênese de capacidade. Ter a certeza de que todos dade diz: “Você tem de sersubmissa refletida. nossas possibilidades, a vivência os problemas têm soluções e que sem- forte, saber dominar, compe- O termo é muitas vezes usado co- cotidiana nos ensinará muito a pre é possível encontrá-las. tir e ganhar. É isso que sem-mo sinônimo de autoestima e de respeito dela”, diz o psiquiatra Um grande exemplo disso pode pre ensinaram às crianças des-autoaceitação. Mas especialistas que Wilson Daher, autor de livros co- ser visto no filme “À Procura da Fe- de que o mundo é mundo. Se-fazem sempre uma análise mais deta- mo “Ser o que Sou. Isto é possí- licidade”. Nele, Will Smith interpre- ja um guerreiro e nunca umlhada de seu uso garantem, no entan- vel?” (ed. Biblioteca 24 horas). ta Chris Gardner, homem pobre, en- músico. Passam a ideia de queto, que autoconfiança refere-se sem- Autoconfiança e autoestima se dividado, que se vê diante da possi- você tem de ser forte para ter su-pre à competência pessoal, enquan- confundem, pois, naturalmente, nin- bilidade de trabalhar com uma im- cesso: isso é egoconfiança.” Ela nãoto autoestima é um termo mais am- guém é uma coisa sem ser a outra, portante corretora de ações. Em sua é baseada em si, depende dos outros.plo. Já autoaceitação possui um uso ou seja, minha autoconfiança está entrevista de emprego, Gardner diz: Do que os outros falam, do que ospróprio, mais restrito, e está mais re- na razão direta de minha autoesti- “Não posso prometer a resposta ime- outros comentam. “Egoconfiança élacionado com o conceito de “aceita- ma. “Mas autoestima não pode ser diata de qualquer pergunta que fa- viver separado, com medo, mas ten-ção incondicional”. É também um considerada uma exaltação do ego. çam, mas eu garanto que se não sou- tando parecer a todos que a felicida-dos pilares para o aumento da au- Ela é o resultado de um amadureci- ber, irei procurar até encontrá-la”. de impera em você”, diz. “Autocon-toestima e pode ser definida como mento ao longo da vida, que nos “Essa cena demonstra que a essên- fiança é bem diferente. É uma con-uma postura positiva com relação às leva a nos exultarmos com as vitó- cia da autoconfiança não está no ma- fiança em direção ao centro de sipróprias capacidades e desempe- rias e a tolerarmos de forma adul- quinário que temos, nem nos livros mesmo”, completa.
  4. 4. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 / 5Está dentro de você A boa notícia é que a auto- los. Ele não se sente inferiori-confiança, essa força que nos zado por errar, porque com-faz dar uma passo à frente dos preende a falha como parte deoutros, pode ser resgatada. Bas- seu desenvolvimento pessoal.ta que estejamos dispostos a in- Normalmente, está engajadovestigar as causas das nossas in- em projetos que estejam sinto-seguranças. Por vezes, desafios nizados com suas metas e so-complexos podem se tornar de- nhos. Por isso, dedica maiorgraus grandes demais para se- quantidade de tempo e esforçorem superados. Se a pessoa se em tudo que faz. Quando nãosente impotente diante do pro- acreditamos no que estamos fa-blema apresentado, pode ter zendo, deixamos de acreditaruma queda de sua autocon- em nós mesmos e passamos afiança. “Procure olhar para a ter problemas também comquestão de outras formas”, nossa autoestima.aconselha o psicólogo Alexan- “As pessoas vivem fazendodre Caprio. Em algumas oca- coisas que não gostam e nãosiões, precisamos dar um passo aprovam. Trabalham para em- presas com políticas com aspara trás para dar dois para quais não concordam. A todofrente. A solução poder estar instante, traem suas convic-na nossa frente, pedindo ape- ções e ultrapassam linhas mo-nas um pouco de reflexão ou ou- rais e éticas. Tornam-se aquilotro ângulo de visão. Uma pes- que reprovavam quando eramsoa pode dizer, por exemplo, mais jovens e, por isso, a auto-que pular um muro alto sem confiança as abandona. Nãouso de uma escada é impossí- podemos trair nossos ideais.vel, enquanto outra empilha- Traição destrói confiança”,ria blocos e cadeiras para complementa.cumprir o objetivo. “Embora Direcionar nossas energiastenhamos o hábito de focar para aquilo que nos motiva éno objeto que nos impede de afirmar um compromisso consi-seguir, a solução pode não es- go mesmo e com a sociedadetar necessariamente nele”, ex- em que vivemos. É a autoesti-plica. No exemplo do muro, a ma gerando autoconfiança.porta lateral, que dá acesso Não há autoconfiança que es-ao outro lado, poderia estar moreça em um homem quesimplesmente aberta sem nin- acredita em seus talentos e osguém ter se dado conta disso. materializa. “Em outras pala- O autoconfiante admite vras, fazer o que nasceu para fa-seus erros sem precisar ocultá- zer”, afirma. (GB) Sem arrogância Apesar de ser uma força duas. Arrogância não é exces- motora importante, é preci- so de confiança e sim uma so tomar cuidado. O excesso distorção dela. O arrogante pode afastar as pessoas, uma quer sempre ser melhor que o vez que ninguém gosta de outro, o que segundo o coach conviver com alguém arro- Salvador Hernandes revela bai- gante ou presunçoso. Apren- xa autoestima e sensação de der a confiar em si mesmo é menos valia. antes de tudo aprender a co- A autoconfiança nasce do nhecer a própria realidade, prazer de ser feliz e ver os outros expandindo essa nova reali- que nos rodeiam felizes como a dade através da esperança, gente. Enquanto isso, a arrogân- que é o desejo do possível, cia nasce do desejo de ter poder mesmo que além do real. sobre os outros para que se sin- É preciso diferenciar as tam inferiores. (GB)
  5. 5. 6 / São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO EspiritualidadeERA DE LUZEm passagem por Rio Preto, chilena Irmgard Radefeldt Fonck fala sobrecomo praticar a respiração consciente e conectar-se com nosso ser internoJéssica Reis ria e do nível de consciência que a hu- Irmgard - A importância maior é co- Irmgard - A desarmonia que aflige ajessica.reis@diarioweb.com.br manidade tem. Os campos morfogenéti- laborar com a transformação essencial humanidade é basicamente uma falta cos ou consciência coletiva da espécie do comportamento humano com nossa de contato com sua espiritualidade. O século 21 tem sido marcado por contêm informações compartilhadas mãe Terra e seus reinos. Nós transfor- Não a religião. Qualquer pessoa podediversas doenças psicológicas, como a com todos os membros diretamente, de mamos o perecer. Estamos neste ponto ter uma vida equilibrada, estimulandodepressão. Por outro lado, a oferta de consciência a consciência, que nos per- sagrado, que nos empurra a dar um sal- o seu desenvolvimento físico, energéti-tratamento tanto psicológico quanto es- mitem reconhecer, saber e aplicar os to evolutivo. co, mental, emocional, sentimental e es-piritual também cresceu. Quando a pes- atributos que caracterizam uma huma- Bem-Estar - Qual a diferença dos piritual. Somos um ser holístico comsoa necessita ou deseja, ela pode iniciar nidade que pode alcançar o equilíbrio valores humanos e espirituais? existência e manifestação múltipla, co-essa viagem no seu interior, com o obje- com todos ao seu redor. Nesta era que Irmgard - Os valores humanos são mo podemos entender e quando só nostivo de se entender e compreender me- começa, é necessário parar de sentir-se aqueles próprios de sua condição e edu- concentramos no aspecto físico e mate-lhor o mundo. vítima das circunstâncias, negando as- cação que lhe permitem viver em uma rial, excluímos a riqueza e o potencial Para falar sobre essa nova era, cha- sim o poder que temos para modificar a sociedade de respeito, amor, solidarieda- da nossa anatomia ultrafísica. Isso cau-mada de era de luz, a chilena Irmgard realidade que vivemos, para criar novos de, serviço. Mas também consideramos sa depressão, desarmonia, sensação deRadefeldt Fonck, presidente internacio- padrões de conduta e hábitos que são como um valor a formação que adquiri- vazio, frustração e desequilíbrio. As pes-nal da Federação Internacional das As- elevados e respeitados no meio ambien- mos, nas posições que temos, nos objeti- soas podem ter a experiência do espiri-sociações de Ajuda Social, Ecológica e te e na vida em geral. vos para alcançar na vida. Os valores es- tual, aprendendo a se conectar comCultural, a Fiadasec, esteve em Rio Pre- Bem-Estar - Como as pessoas po- pirituais são aqueles do eterno, da alma, seu ser interior e, para isso, vocêto em outubro para realizar a palestra dem alcançar abertura para uma nova da consciência e do divino, que não aca- tem de saber se identificar com“Uma nova era de luz” e o seminário consciência de luz? bam nunca. Grande parte da humanida- o lado de fora e começar um“Da essência à presença”. Irmgard - As informações da cons- de tem se centrado em valores humanos processo simples de conta- Em entrevista à revista Bem-Estar, ciência não necessitam de internet para e esqueceu os valores espirituais. Para to interno e de vida aIrmgard, que também é coaching em va- ser conhecidas. Estão disponíveis nos entender melhor: “Só é meu aquilo que partir do eterno elores humanos e espirituais, fala sobre campos de consciência de cada espécie, eu posso levar quando deixar a maté-como vivenciar essa nova era de luz, en- no que pratica e vive um grupo de pes- ria.” Quanta vida, espaço e tempo dedi-trar em conexão com o ser interno, prati- soas no mundo. A atenção é uma facul- co ao contato com a minha alma, minhacar a respiração consciente, entender o dade que temos de aprender a utilizar. consciência, meu ser? Com aquilo que éque são valores humanos e espirituais, Onde coloco minha atenção, eu incluo nossa identidade eterna? Outra refle-entre outros temas. na minha vida? Se eu colocar a minha xão: “O que é o contrário da morte?” Revista Bem-Estar - Como define atenção em um novo comportamento Muitas pessoas respondem que é a vida.essa nova era de luz? da humanidade, o positivo cresce e au- Não é assim: o contrário da morte é o Irmgard Radefeldt Fonck - A nova menta, e se eu fizer isso no negativo, ele nascimento. A vida é eterna, sem-era de luz é o momento planetário que também cresce. pre existiu e existirá.os seres da Terra estão vivendo, ao con- Bem-Estar - Qual a importância Bem-Estar - É impor-jugar eventos cósmicos que variam e ele- das pessoas vivenciarem essa cons- tante ter uma vivênciavam as frequências vibratórias da maté- ciência de luz? espiritual?
  6. 6. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 / 7verdadeiro, da consciência, e não dos quando precisamos ou temos dificulda- na matéria física, na terceira dimensão do o momento presente.sentidos físicos e de personalidade que des respiratórias é que prestamos aten- de manifestação da existência. É o elo Bem-Estar - Como alcançar a aber-contêm a programação recebida. ção. Quando encarnamos no corpo que que existe entre nosso corpo físico e os tura do coração? Bem-Estar - Como ter essa cone- temos como um ser individual, inspira- corpos sutis que sempre existiram e exis- Irmgard - O centro do coração ouxão com o ser interno? mos pela primeira vez, e quando deixa- tirão, mas o corpo físico deixa de exis- energia que abriga o átomo de vida, o Irmgard - A conexão com o ser inter- mos o corpo, expiraremos pela última tir. A respiração consciente é feita obser- ser interior de cada um, é abertono surge se relaxarmos e prestarmos vez. A respiração é o que permite que a vando de forma contínua como inspira- quando somos capazes de perdoar,atenção a ele, que é o átomo de vida vida, a alma, a consciência, o mos e expiramos, sem modificar nada. de aceitar, confiar, para usar a nossae consciência que acompanha cada ser, ingressem Isso permite que a atenção esteja con- visão interior e criar um mundo me-ser humano. Observando a respira- centrada no coração e na raiz do nariz, lhor. Visão interna é um laboratórioção, como inspiramos e expiramos, dois dos pontos sagrados de ancoragemvamos sentindo a presença espiri- onde criamos novas realidades e é ge- da vida e da consciência no corpo. Pode ralmente usado incorretamente. Ve-tual, energética e consciente. À me- praticar realizando 30 a 40 respiraçõesdida que permanecemos realizan- mos internamente, com os olhos físi- estando presente, observando, sem irdo esta observação, vamos entran- cos fechados, muitas imagens, positi- com a mente em outro lugar.do em contato com o ser espiri- Bem-Estar - Como elevar a vas e negativas, e esse é o laborató-tual. frequência existencial para a cone- rio da criação, é um dos poderes que Bem-Estar - O que é uma xão com o ser? a humanidade precisa aprender a uti-respiração consciente? Irmgard - Realizando práticas que fo- lizar nesta nova era de luz. Somos Irmgard - A respiração cam de forma fácil e natural com o que criadores quando vemos encarnadoconsciente é sermos observado- é. Criando espaços sagrados em harmo- aquilo que queremos que se manis-res da respiração. Inspirar e ex- nia e paz, na natureza, praticando a res- feste, e sentimos gratidão e amor.pirar sabendo que o fazemos. A piração consciente, a meditação, o diálo- Também criamos tudo aquilo negati-respiração inconsciente é a que go com o ser espiritual, realizando dan- vo que podemos ver, e sentimos dor,realizamos normalmente, que ças sagradas, mantras ou músicas ale- medo, raiva, diante dessa imagemnão percebemos. Vivemos sem gres e positivas, lendo livros com ensi- que estamos vendo com nossa visãosaber que respirarmos e só namentos de mestres espirituais e viven- interna. I Divulgação Raio X Irmgard Radefeldt Fonck é escritora e presidente internacional da Fiadasec, Federação Internacional das Asociações de Ajuda Social, Ecológica e Cultural. Dedica-se ao trabalho de investigação da personalidade contando com mais de 200 conferências gravadas em áudio sobre técnicas para o autoconhecimento, melhorar a autoestima, superar traumas e temores do inconsciente, saber manejar o estresse, relaxamento, meditação e outros trabalhos de ampliação da consciência humana
  7. 7. 8 / São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO NutriçãoA vida sem carneEspecialistas dizem que é possível abolir o bife da mesa. Desde que seja substituídopor alimentos capazes de abastecer o corpo com os mesmos nutrientesJéssica Reis Mundial de Saúde. O consumo marinhas, amendoim e pasta apresentarem menores quan- sa”, diz.jessica.reis@diarioweb.com.br de carnes, vermelhas e brancas, de grão-de-bico. “A dieta vege- tidades de gordura saturada e A especialista ainda explica se associam à maior incidência de tariana, como muitas pessoas te- colesterol. que o excesso de álcool dificul- Muitas pessoas não vivem doenças cardiovasculares, diabe- mem, não é pobre em nutrien- A digestão da carne branca ta a absorção deste nutriente. Esem carne vermelha, principal- tes e câncer”, alerta. tes; pelo contrário, quando também pode ser melhor para al- mesmo que haja grandes quan-mente aquelas que não dispen- Para a nutricionista funcio- bem equilibrada, traz muitos gumas pessoas. “Os peixes, especi- tidades de vitamina B12 no san-sam o churrasco do fim de se- nal Sandra Reis, é possível ter benefícios para a saúde intesti- ficamente, são fontes de ácidos gue, pessoas alcoólatras podemmana. O consumo de carne é uma alimentação sem carne. nal, cardiovascular, entre ou- graxos insaturados, principal- apresentar deficiência nas reser-um assunto que faz especialis- “O importante é monitorar es- tros”, diz. mente ômega 3, que apresentam vas em seus tecidos.tas terem opiniões divergentes. sa nova forma de alimentação: A nutricionista alerta que importantes benefícios à saúde”, Cacilta também alerta so-Para alguns, o excesso desse ti- não basta excluir a carne, é ne- apenas inserir carne na alimen- explica a especialista. bre a importância do equilíbriopo de alimento pode ser preju- cessário que se substitua os ali- tação diária e deixar de ingerir Segundo Sandra, todos os ali- alimentar, não de apenas umdicial à saúde; outros afirmam mentos”, afirma. A substitui- outros alimentos não é garantia mentos de origem vegetal são im- alimento específico. “Todas asque a proteína vegetal não é tão ção da carne por outros alimen- de uma alimentação adequada. portantes para quem deseja se- pessoas, vegetarianas ou não,bem absorvida quanto a de ori- tos deve ser feita com a supervi- “Pessoas carnívoras podem guir uma dieta sem carne. precisam ingerir alimentos degem animal, por isso é preciso são de um nutricionista. “Este apresentar anemias, taxas alte- Mas alerta: “Outro ponto a todos os grupos, diariamente,ingerir carne. profissional tem todos os recur- radas de ferro no fígado, sofrer ressaltar é que dentro desta no- ou seja, precisamos comer car- O especialista em nutrolo- sos para propor as mudanças le- com intestino preso, alterações va proposta alimentar tem que boidratos, gorduras saudáveis,gia Eric Slywitch, autor de “Ali- vando em conta até mesmo os de colesterol, entre outros pro- se observar o fornecimento de proteínas, frutas, verduras e le-mentação sem carne – Guia prá- gostos, a disponibilidade e fun- blemas de saúde.” vitamina B12. A deficiência gumes. Nosso organismo traba-tico” (editora Alaúde) e diretor cionalidade da nova proposta.” Para os que desejam apenas desta vitamina pode levar anos lha em sinergismo, onde os nu-do Departamento de Medicina Cacilda de Bôrtole Ribeiro, excluir a carne vermelha do car- para ser percebida, já que as do- trientes que ingerimos traba-e Nutrição da Sociedade Vege- nutricionista e autora do livro dápio, a opção é substituir pe- ses mínimas exigidas são bem lham em conjunto para mantertariana Brasileira, diz que o “Guia de Orientação Nutricio- las carnes brancas, como aves e pequenas, entretanto, assim nossas funções básicas em or-consumo excessivo de carne nal para Crianças, Adolescen- peixes. Segundo Márcia Ta- que se acabam as reservas do or- dem e, dessa forma, favorecer avermelha é comprovadamente tes e seus Pais” (THS Editora), naka, nutricionista clínica do ganismo e os sintomas apare- saúde como um todo”, reco-nocivo à saúde. “A maioria das de Rio Preto, explica que a car- Hospital Albert Einstein, em cem, os problemas poderão apa- menda.pessoas ingere carne em quanti- ne é fonte de gorduras, proteí- São Paulo, as carnes brancas recer de forma rápida e inten-dades maiores do que preconi- nas, ferro e vitaminas do com- apresentam basicamente oszado pelo Ministério da Saúde, plexo B, entre outros nutrien- mesmos nutrientes da carneque recomenda o consumo má- tes. Mas a substituição desse ali- vermelha, como proteí-ximo de 100 gramas por dia, mento pode ser feita com todos nas de alto valor bioló-quantidade maior que o dobro já os tipos de feijões, castanhas, gico, ferro, zinco,preconizado pela Organização ovos, leite e derivados, algas com a vantagem de
  8. 8. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 / 9Risco é o consumo excessivo A nutricionista Márcia Ta- de carne vermelha e de carnes colha de cortes muito gordos, quenaka destaca que a carne verme- processadas à incidência de al- contêm grande quantidade delha é um alimento rico em nu- guns tipos de câncer, porém isso gordura saturada. “A carne ver-trientes, fonte de ferro, importan- não pode ser considerado fator de melha contém inúmeros nutrien-te para a prevenção de anemia, risco isolado, pois o câncer é de- tes que, consumidos na medidaprincipalmente nos grupos de ris- corrente de múltiplos fatores. O certa, são importantes para oco como crianças, gestantes e ido- American Institute for Cancer Re- bom funcionamento do organis-sos em geral. Além disso, a carne search (AICR) recomenda um li- mo”, afirma.é fonte de proteínas, essencial pa- mite no consumo de carne verme- Sandra Reis explica que tan-ra o crescimento de músculos, ór- lha que não deve ultrapassar 300 to a alimentação com carnes ougãos e todos os tecidos. E tam- gramas por semana”, acrescenta a sem carnes podem ser boa oubém fornece zinco, mineral com nutricionista. ruim. “O que classificamos co-grande importância para o bom Para Ana Paula Noronha Bar- mo alimentação saudável é a ali-funcionamento do metabolismo rére, também nutricionista clíni- mentação que fornece ao longode proteínas, carboidratos, li- ca do Hospital Albert Einstein, do dia todos os nutrientes ne-pídios e ácidos nucleicos. em São Paulo, os malefícios desse cessários para manutenção, re- “Há pesquisas que relacio- alimentos estão mais relaciona- paração e o bom funcionamen-nam a alta ingestão de consumo dos ao consumo excessivo ou es- to do organismo.” (JR) Benefícios da alimentação sem carne Redução das mortes por de medicamentos, redução do doença cardiovascular em “colesterol ruim” e da perda 31% em homens vegetarianos de proteína pelos rins e 20% em mulheres (microalbuminúria) vegetarianas (reunião de 5 Probabilidade duas vezes estudos prospectivos menor de apresentar pedras totalizando 76 mil indivíduos) na vesícula nas mulheres Níveis sanguíneos de vegetarianas (estudo com 800 colesterol 14% mais baixos mulheres entre 40 e 69 anos) em ovo-lacto-vegetarianos do Os onívoros têm um risco que nos onívoros 54% maior de ter câncer de Níveis sanguíneos de próstata (estudo com 34.198 colesterol 35% mais baixos indivíduos adventistas) em veganos do que nos Os onívoros têm um risco onívoros 88% maior de ter câncer de Menor pressão arterial intestino grosso (cólon e reto). (redução de 5 a 10 mmHg) A carne vermelha ou branca nos vegetarianos está vinculada (de forma independente) com o risco Redução de até 50% do aumentado de câncer de risco de apresentar intestino grosso (estudo com diverticulite nos vegetarianos 34.198 indivíduos adventistas) Onívoros têm o dobro do risco de apresentar diabetes Redução da incidência de quando comparados com obesidade em vegetarianos. O vegetarianos (estudo com estudo EPIC-Oxford avaliou 34.198 indivíduos 33.883 onívoros e 31.546 adventistas) vegetarianos e constatou que a obesidade estava presente Há estudos recentes em 7,1% dos homens e 9,3% demonstrando que os das mulheres onívoras, contra diabéticos, quando adotam 1,6% dos homens e 2,5% das uma dieta vegana com baixo mulheres veganas, teor de gordura (comparados respectivamente I com os que adotam uma dieta preconizada pela Associação Fonte: Eric Slywitch, especialista em de Diabetes Americana), têm nutrologia, diretor do Departamento o dobro de benefícios com de Medicina e Nutrição da relação à perda de peso, uso Sociedade Vegetariana Brasileira
  9. 9. 10 / São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Terceira IdadeENVELHEÇA BEMIdosos mostram-se mais conscientes da importância da qualidadede vida, fazem planos e buscam a integração em grupos Edvaldo Santos 29/10/2012Elen Valereto efeito, vou continuar.”elen.valereto@diarioweb.com.br Encorajamento “Saber envelhecer é uma ar-te, isso eu sei, modéstia à par- Um artigo publicado na Re-te”, canta um samba de Adoni- vista da Escola de Enfermagemran Barbosa. E o brasileiro tem da Universidade de São Pauloseguido à risca tal verso, mos- (USP), em 2010, apontou quetrando que os 70 anos de déca- nos grupos de voluntários jádas atrás já não são os mesmos havia tanto sentimento dede hoje. preconceito com o avanço da Com o avanço da medicina, idade, mas também sensaçãoa melhor infraestrutura das ci- de bem-estar. Memória fra-dades e conscientização sobre ca, necessidade de tomar re-vida saudável, a expectativa da médio, sentir dor, ser despre-vida do brasileiro hoje chega a zado e solitário eram algu-73 anos, segundo o último cen- mas das reclamações.so do Instituto Brasileiro de A rejeição à velhice temGeografia e Estatística (IBGE). como significado o fim da vi-A pesquisa apontou que 21 mi- da, de inutilidade e de doen-lhões de brasileiros têm idade ças, de perda da independên-igual ou superior a 60 anos, e es- cia. Cresce o medo de nãotudos afirmam que até 2025 se- ser mais aceito em uma socie-rão 32 milhões. Há 10 anos, a dade que supervaloriza a ju-classe da terceira idade não che- ventude, a beleza e a produ-gava a 15 milhões. ção. Por outro lado, parte O principal segredo está na dos idosos participantes dobusca de envelhecer bem, ocu- levantamento afirmou que sepando a mente e o corpo. Um sentiam ativos, responsáveisgrande exemplo de manter-se por si mesmos, felizes, com for-ativo é o arquiteto brasileiro Professora aposentada, Lenita Câmara, 67, anda quatro quilômetros e faz alongamentos todos os dias ça física, disposição e gostavamOscar Niemeyer, que tem 104 de buscar atividades de lazer eanos, mas nunca parou de pro- que proporcionassem diversão.duzir seus desenhos e projetos tar mais presente na vida dos fi- ta especialista em medicina pre- das opções da professora apo- A informação de que é possí-ousados e admirados no mun- lhos, netos e amigos, dedicar- ventiva Hélio Bergantini, de Rio sentada Lenita Luzin Câmara, vel envelhecer com qualidadedo todo. se à leitura, voltar a estudar, Preto. 67 anos, para o corpo e a men- de vida, segundo Canineu, está O sentimento de querer um continuar trabalhando ou até Essa mudança de pensamen- te. Ela percorre quatro quilôme- entre a principal responsávelavanço de idade agradável está investir em um novo negócio. to sobre a aceitação da terceira tros, faz alongamentos pela ma- por essa realidade que só cres-centrado em realizar atividades Todos os planos e sonhos idade está sobrepondo a ideia an- nhã todos os dias da semana ou- ce. A atenção acaba sendo fatorque proporcionam bem-estar, ajudam a motivar os idosos a terior – mas que ainda resiste – vindo música e ainda encontra primordial para querer e sabersaúde física e mental. Para isso, ter mais vontade de viver, pois de que ficar velho é sinônimo de e faz novos amigos. “Quando envelhecer melhor.é preciso ter projetos de vida, o querem desfrutar de tudo que ficar doente e perder a indepen- mais jovem, fazia academia, e “Ainda não se fala muitoque não significa querer dar a está ao alcance deles e das facili- dência. “Envelhecer é estar mais agora faço as caminhadas. Nem em sentido da vida. Mesmo quevolta ao mundo ou estipular ob- dades que há décadas não exis- frágil, mas é bem diferente que fi- sinto a distância, pois é relaxan- seja demorado, depois que as pes-jetivos que demandem muito tiam. “Hoje, eles querem ver os car doente”, afirma o geriatra e te”, diz. soas ficam mais velhas, tomamtrabalho. bisnetos, fazem planos a longo gerontólogo Paulo Renato Cani- A recomendação para a ati- consciência de que viver mais é Pode ser a integração em prazo, investem em turismo, neu, vice-presidente da Socieda- vidade veio do médico para aju- uma oportunidade de se encon-um grupo de dança, ginástica querem comer bem, conhecer o de Brasileira de Geriatria e Ge- dar no tratamento de dores na trar mais. O que fazemos hoje vaiou caminhada. Viajar mais, ir a Brasil e outros países. Se aven- rontologia (SBGG). coluna e tendinite. “Quase nun- repercutir após outros anos. Serum bom restaurante, ver filmes turar, sem ficar com medo de O envolvimento com a prá- ca tomo remédio. Enquanto (as velho é um privilégio”, destaca oe peças de teatro agradáveis, es- passar mal”, conta o angiologis- tica de exercícios físicos é uma atividades) estiverem fazendo geriatra e gerontólogo.
  10. 10. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 / 11Exercite-se Aos 20 anos: faça mais atividades ganham equilíbrio para entrar na menopausaaeróbicas Aos 30 anos: valorize o alongamento para A partir dos 50 anos: hidroginástica e danças com alongamentos dão força e disposição Para ter boa saúdeter mais flexibilidade e ritmo metabólico Fonte: Hélio Bergantini Filho, angiologista e médico de Aos 40 anos: pratique musculação. As medicina preventiva; Paulo Renato Canineu, geriatra e Uma coisa que todos os da”, diz.mulheres, principalmente, reforçam os ossos e gerontólogo profissionais de saúde defen- O geriatra e gerontólogo dem é a prevenção, sendo o Paulo Renato Canineu conta www.sxc.hu/Divulgação melhor caminho para ter que há essa atenção para o uma saúde de ferro. Afinal, envelhecimento saudável para que tratar uma doença quando surge a tomada de ou qualquer outro problema providências o quanto antes. com remédios e restrições re- No Brasil e em países em de- pentinas quando é possível senvolvimento, no entanto, manter uma boa saúde com a ideia de prevenção ainda soluções bem mais tranqui- não é tão segmentada como las e baratas? em nações consideradas de Cinco fatores são impor- primeiro mundo. tantes para garantir uma boa “Mas vivemos em situa- saúde, informa o angiologis- ções diferentes, principal- ta e médico de medicina pre- mente na região sudeste. ventiva Hélio Bergantini Fi- Há mais acesso às mídias, lho. São eles: 1) dieta e nutri- troca de informações entre ção; 2) manejo do estresse; as pessoas e busca por provi- 3) atividade física; 4) suple- dências de mudanças na ali- mentos alimentares, e 5) re- mentação, atividades, en- posição hormonal. “Se a pes- volvimento social e cultu- soa conseguir levar a vida ral. Os 70 anos de 20 anos com um ponto de equilíbrio atrás e os 70 de hoje são os entre esses fatores, consegui- mesmos, mas a forma de en- rá ir na direção do envelheci- carar e viver é diferente”, mento com qualidade de vi- destaca Canineu. (EV) O sol e a vitamina D Muitas pessoas, quando en- corpo também não consegue tram na terceira idade, come- sintetizar o cálcio, que acaba çam a ter um turbilhão de quei- provocando osteoporose, entre xas. São dores, fraquezas, cansa- outras doenças, o que acaba ge- ços, pele mais flácida e cabelos rando a reposição hormonal”, e unhas quebradiços. Grande diz Bergantini Filho. parte dessas reclamações pode- Embora haja o medo dos ria nem existir se fosse preveni- raios solares prejudicarem a pe- da com doses suaves e a longo le, vale lembrar que até às 9h e prazo de investimento de uma depois das 16h tomar um pou- vida saudável. co de sol é saudável. Com a alte- Em uma constatação diária ração para o horário de verão, feita em consultório pelo angio- as horas mudam para até às 10h e apenas depois das 17h. logista e médico de medicina “O ideal, tanto para a tercei- preventiva Hélio Bergantini Fi- ra idade como para qualquer Dicas para aproveitar a vida lho, a cada 10 pacientes, pelo menos oito estão com os níveis faixa etária, é reduzir o consu- mo de alimentos com radicais peixe, carne branca, legumes, verduras, frutas e de vitamina D do organismo livres, como conservantes e re- Mantenha a interação social, seja com a muito baixos. E a vitamina po- frigerantes. O interessante é família, vizinhos ou amigos. Ela evita o risco de laticínios depressão e demência e oferece de ser encontrada em grande priorizar alimentos orgânicos, mais felicidade Procure comer em pequenas porções abrangência pelos raios solares. buscar ter pratos bem colori- durante mais vezes ao dia O médico explica que to- dos, com baixa ingestão Coloque em prática uma atividade regular mando sol pelo menos de 15 a calórica, com legumes, verduras, Respire profundamente Esteja em paz com a consciência 20 minutos por dia o corpo con- fibras e frutas, além do consumo segue estabelecer a quantidade de ômega 3, que ajuda muito no Cuide da alimentação. Consuma mais Tenha fé e procure renová-la sempre suficiente de vitamina D. “Se reforço da imunidade”, ensina o há deficiência de vitamina D, o profissional. I (EV)
  11. 11. 12 / São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO LivroLições em pergaminhoEm “Manuscrito encontrado em Accra”, Paulo Coelho reflete sobre superação e forçade vontade: “Não desista. Geralmente é a última chave do chaveiro que abre a porta”Elen Valereto palavras”, diz um trecho do livro.elen.valereto@diarioweb.com.br Haverá satisfação em conseguir ul- trapassar as barreiras das dificulda- Ensinamentos preciosos que in- des e transmitir a outras pessoasdependem dos séculos foram encon- tais ensinamentos, que constituem:trados em um antigo pergaminho, paciência, sabedoria e orgulho dasdatado de 1307, perto de Nag Ham- próprias cicatrizes. Já o verdadeiromadi, no Alto Egito. Estudos mais derrotado consegue evitar as cicatri-aprofundados descobriram então zes, a humilhação e o sentimento desua origem: a cidade de Accra, em desamparo. Tudo isso porque nun-Gana, na África. ca lutou e jamais ganhará uma bata- O documento, escrito em escrito lha da vida.em árabe, hebreu e latim, serviu de O medo de mudar é outra cons-inspiração para o escritor Paulo Coe- tante na vida das pessoas. Todos têm receio de alterar a rota a que es-lho, que lançou recentemente “Manus- tão habituados pelo medo do desco-crito encontrado em Accra” (editora nhecido e, por isso, vivem apenas noSextante), publicação do que seria a sonho, pois este não impõe riscos.transcrição do pergaminho. O texto Até que um primeiro passo, mesmocomeça com uma discussão do povo com medo, é dado, e tudo se transformade Jerusalém, que decidiu ficar na – com ou sem dificuldades –, tudo pelo desejo incontrolável da aventura. “A ca-cidade e lutar contra tropas france- da curva do caminho sentem-se maissas que ameaçavam tomar e “liber- amedrontados. Entretanto, surpreen-tar” o local. Reprodução dem-se com eles mesmos: estão mais for- A tal libertação seria em nome de tes e mais alegres. (…) Se estamos ale-Deus, pois a cidade era povoada gres, estamos no caminho certo”.por muçulmanos, judeus e cristãos Todos vemos o amor como umaque viviam em perfeita harmonia dádiva, e ele realmente é. Mesmoaté o momento. Entre essa tensão e quando traz dor e sofrimento, é me-o medo de morrer, alguém surge co- lhor ter amado do que nunca ter co-mo líder, o grego Copta, que não se- nhecido esse sentimento. É possí-gue nenhuma das religiões, mas vel manter o coração aberto, pois o amor liberta, cura, purifica, ape-acredita em um deus desconheci- sar das contradições e dos confli-do, a “Energia Divina”. Um grupo tos. São eles que fazem o amorde homens e mulheres escuta com amadurecer, fortalecer e ser pas-atenção o que Copta tem a dizer. sado adiante. Os assuntos discutidos são atuais: Os valores que temos em vidadificuldades da vida e do cotidiano são dispostos e desenvolvidos pordas pessoas. A derrota é um deles. Em- nós mesmos, embora em momen- Alguns ensinamentosbora ninguém goste de perder, é preci- tos de fraqueza, tristeza ou desespe-so compreender que ela é parte do ci- rança. Tudo isso fortalece. Após ca- Tenha paciência para esperar o A lealdade é uma escolha que só osclo da vida e não deve ser vista com da tempestade, é sempre bom olhar momento certo de agir espíritos fortes têm coragem de fazertristeza, mas apenas uma etapa neces- para trás e ver tudo o que já pas- sou, mas hoje é diferente. Busque sabedoria para não deixar a O maior dom que Deus deu foi osária. Se não conquistou o que queria poder de nossas decisõesagora, é porque na próxima tentativa “O manuscrito encontrado em Ac- próxima oportunidade escapar cra” demonstra exatamente como as Só entende a própria dignidadeestará ao alcance e outros frutos mais perdas sofridas, as crises de existência Orgulhe-se de suas cicatrizes, pois aquele que foi capaz de honrar cada umnobres serão colhidos. e os amores vividos (e perdidos) po- de seus passos elas são medalhas da experiência da vida Depois desses momentos de triste- dem conduzir a um verdadeiro conhe-za “descobrimos a força desconhecida Veja a dificuldade como uma antiga O mundo não se divide entre cido sobre si mesmo e instigar pela inimigos e amigos, mas entre fracosque existe em cada um de nós, a força busca da sabedoria. Um outro trecho ferramenta para nos ajudar a definir e fortes Ique nos surpreende e aumenta o res- destaca bem isso, que pode ser coloca- quem somospeito por nós mesmos. Olhamos ao re- do em vários setores da vida: “Não de- Fonte: Livro “Manuscrito encontrado emdor e dizemos a nós mesmos. ‘Eu so- sista. Geralmente é a última chave do O amor pode transformar e curar Acrra” (editora Sextante), de Paulo Coelhobrevivi’. E nos alegramos com nossas chaveiro que abre a porta”, ensina.
  12. 12. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 / 13Oswaldo Tadeu Greco Cardiologista Edvaldo Santos Tireoide e coração: uma relação perigosa Problemas mais comuns provocados pela glândula são aumento da frequência cardíaca, redução da resistência cardiovascular, arritmia e hipertensão arterial Comumente atrelada a variações no cesso de seus hormônios ou, no oposto, sua além de problemas como arritmia e hi- ganho de peso, pesquisas recentes com- paralisação. Em ambos os casos, o organis- pertensão arterial. provam a íntima relação entre a tireoi- mo tende a interpretar a tireoide como uma Nas pessoas idosas, a primeira manifesta- de e problemas cardíacos. Distúrbios ameaça e passa a recusar sua presença – é a ção do hipertireoidismo é a fibrilação atrial, nesta glândula em formato de borbole- chamada doença autoimune. uma espécie de descompasso cardíaco mani- ta podem gerar problemas em todo o or- Mas quais as relações entre a tireoide e festado por cansaço extremo, suores e mau- ganismo e evoluir até para a depressão. o coração? Os hormônios tireoideanos estar. No geral, além dos sintomas cardiovas- Descoberta pelo anatomista Andreas exercem efeitos diretos sobre o funciona- culares, doenças na tireoide se manifestam Vesalius (1514-1564), que fez a primeira mento do coração, como uma espécie de com nervosismo, insônia, transpiração exces- combustível adicional responsável pelo rit- siva, intolerância ao calor, fadiga fácil, fra- descrição científica da tireoide ainda no mo dos batimentos, potência de contração queza muscular, perda de peso, aumento do século 16, a glândula jamais saiu dos ho- muscular e bombeamento sanguíneo. Alte- apetite, hiperdefecação (geralmente sem lofotes da medicina. Nos últimos anos, rando a quantidade destes combustíveis, o diarreia), sintomas oculares. porém, os distúrbios tireoidianos têm si- funcionamento cardíaco também fica preju- Qualquer que seja sua origem, o hiperti- do cada vez mais estudados e os proble- dicado, o que pode alterar o resultado final reoidismo deve ser controlado, seja de mas acarretados por eles podem atingir dos batimentos e todo seu funcionamento. maneira medicamentosa ou cirúrgica. todo o organismo. Em geral, os problemas mais comuns ao Controle de alimentação sempre será Na base de todos os problemas, além da coração provocados pela glândula um expediente indicado e, nestes predisposição genética, o consumo exagera- são o aum e n t o d a casos, com atenção redobra- do ou extremamente reduzido de iodo, en- frequência cardíaca da ao consumo de indus- contrado no sal de cozinha, é a alavanca que e redução da resis- trializados, pré-prontos e destrava o descompasso da tireoide. Um dos tência cardio- temperos industriais. I problemas mais comuns é a produção em ex- vascular, Divulgação
  13. 13. TV - 14 / São José do Rio Preto, 4 de novembro de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO PerfilSem medo do batenteGuilhermina Guinle se destaca com personagem desequilibrada e fútil em “Guerra dos Sexos” Pedro Paulo Figueiredo/DivulgaçãoTV Press O gestual delicado e o jeito Instantâneassofisticado logo denunciam A personagemque Guilhermina Guinle tem preferida de Guilherminaboa linhagem. Neta de Octávio Guinle na tevê foi MaggieGuinle, fundador do tradicio- Sampaio, da minissérienal Hotel Copacabana Palace, “JK”, na Globo. “Foi umano Rio, e membro de uma das produção menos industrial.famílias mais badaladas do As cenas são feitas compaís, a atriz se orgulha de se sus- muito mais calma em umtentar de seu trabalho e não vi- trabalho assim”, comparaver como dondoca. Ou seja, é A atriz, que durantecompletamente diferente de parte da infância criançaManuela, personagem que no estudou em colégio“remake” “Guerra dos Sexos”, americano, em São Paulo,da Globo. Fútil, sem profissão, fez faculdade de Teatro naperua e esquizofrênica com um Emerson College, emciúme doentio do marido, a per- Boston, nos Estados Unidos. Lá estudou música,sonagem escrita há 30 anos, pa- cinema, dança, literaturara a primeira versão da história americana e psicologiade Silvio de Abreu, parece inve-rossímil para os dias atuais. Guilhermina GuinleMas recebeu algumas adapta- tem o mesmo nome de suações. Em vez de ser uma alcoó- bisavó paterna, que foi Apesar da origem abastada, Guilhermina Guinle é diferente de sua personagem fúti de “Guerra dos Sexos” homenageada com nomelatra, o que seria inviável no ho- de rua em Botafogo, narário das sete pela classificação Zona Sul do Rio de Janeiroindicativa, a personagem mistu- fíceis de encontrar no Brasil, Ti” e “O Astro” anteriormente de Christiane Torloni. Daí nãora pílulas para dormir, remé- mas achei legal fazer uma coisa -, Guilhermina faz um balanço parou mais. “O difícil não é fa- Guilhermina moroudios para emagrecer e antide- dos cinco aos sete anos diferente, menos naturalista”, de sua carreira de 16 anos na te- zer sucesso, mas se manter na de idade em Buenos Aires,pressivos com muitas tragadas observa. vê, que começou no SBT com a ativa nesta profissão, trabalhan- na Argentina, ondede cigarro a cada cena. “Ela Além dos longas, a paulista- novela “Antônio Alves - O Ta- do em todos os meios e experi- se alfabetizounão faz nada da vida. A frase de- na de 38 anos também ganhou xista”, onde conheceu seu pri- mentando personagens diver-la é ‘cabeça vazia, oficina do de presente os 200 capítulos da meiro marido e protagonista sas”, valoriza. Guilhermina é aDiabo’. Achei que faria uma primeira versão de “Guerra dos da produção, Fábio Jr. Em se- única mulher na famíliaHeleninha Roitman e achei o de quatro irmãos Sexos”, a que assegura ter assis- guida, se frustrou ao ir para a Contornos comedidosmáximo quando soube que ela tido com assiduidade. “Na no- extinta Manchete atuar emseria uma bêbada. Mas corta- vela, todo mundo fumava o “Brida”. A trama, dirigida por A estética sempre foi umaram a história do álcool”, diver- tempo inteiro! De uns 15 anos Walter Avancini, terminou no preocupação recorrente de Gui-te-se Guilhermina, citando a para cá, quase não lembro de meio com a falência da emisso- lhermina Guinle. Habituada a começo da minha carreira, opersonagem de Renata Sorrah personagens fumando!”, desta- ra. “As camareiras, que ganha- mudar de visual como quem (Miguel) Falabella me falou:em “Vale Tudo”. ca a atriz, que já se prepara pelo vam R$ 300 por mês na época, troca de roupa, a atriz estreou ‘corta esse cabelo! Tá parecen- Para compor a personagem “bombardeio politicamente estavam há três meses sem rece- na tevê com longos cabelos cas- do uma Maria Madalena!’. Cor-desequilibrada e insegura, Sil- correto” que em breve deve co- ber. Pensava como aquelas pes- tanhos, mas foi tosando as ma- tei e isso mudou minha vida”,vio de Abreu conduziu Guilher- meçar a atingir sua persona- soas conseguiam chegar no tra- deixas até chegar a raspar as la- lembra, aos risos.mina sugerindo uma longa lis- gem. “Sou filha de fumantes, balho! Lembro do Avancini terais, em “Ti-Ti-Ti”. Foi Já o corpo esguio se man-ta de filmes dos anos 50 e 60, co- mas odeio cigarro. Nem ál- reunindo todo mundo nos gal- quando viveu a descolada dona tém com sessões de pilates, RPG,mo “I Will Cry Tomorrow”, de ioga e caminhadas. Avessa a ma- cool eu bebo. Mas, para a per- pões e falando para a gente con- de agência de modelos Luiza. lhar em academias, GuilherminaDaniel Mann. Além de inspira- sonagem, é importante mes- tinuar. Tentei tirar proveito de Para a atriz, que já foi morena, também não se descuida de umação em algumas atrizes, como mo que ela fume para mos- tudo”, lembra. loura e teve cortes diversos na alimentação pouco calórica, comSusan Hayward, protagonista trar o marido sentindo nojo A experiência rendeu fru- tevê, o visual de cada persona- muita ingestão de saladas e car-de “I Want To Live”. Ou seja, dela, dizendo que o cheiro é tos. Cinco anos depois, Guilher- gem é definido por ela mesma nes magras e grelhadas. “Me cui-produções densas que trariam horroroso”, defende. mina estreou na Globo, em junto com a equipe de figurino do por causa da saúde. Amo tudoa dramaticidade necessária à Em seu terceiro “remake” “Mulheres Apaixonadas”, co- e caracterização das produções. que é de dieta. Por isso, não so-personagem. “Foram filmes di- consecutivo - atuou em “Ti-Ti- mo secretária da personagem “Eu invento cores e cortes. No fro”, jura. I

×