Your SlideShare is downloading. ×

Bem estar 190812

887

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
887
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 2 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Poesia Mara LúciaDIÁRIO DA REGIÃO Passagem Madureira 13 Guilherme Baffi passar assim como um fluir de água o murmurar tranquilo de um regato plácido bailando doce ao sabor do vento a espelhar na superfície calma a paisagem que desfila efêmera Editor-chefe e a refletir o sol que resplandece ao longe Fabrício Carareto fabricio.carareto@diarioweb.com.br e ser tão só esse momento vago sem deixar mais nada além do aroma úmido Editora-executiva Rita Magalhães e sem levar não mais que umas leves flores rita.magalhaes@diarioweb.com.br que aqui e ali vicejam em suas verdes margens Coordenação Ligia Ottoboni e que afoitas buscam se mirar nas águas ligia.ottoboni@diarioweb.com.br Marilda Soares Editor de Bem-Estar e TV Psicóloga defende a importância de Igor Galante não trocar a coragem, fé, motivação igor.galante@diarioweb.com.br Editorial e sede de saber pela insegurança, Editora de Turismo acomodação e repetição Cecília Demian cecilia.demian@diarioweb.com.br Editor de Arte César A. Belisário cesar.belisario@diarioweb.com.br Diretora Superintendente Rosana Polachini Enriqueça a vida Televisão 16 rosana.polachini@diarioweb.com.br Pesquisa de fotos Mara Lúcia de Sousa Diagramação de felicidade Luiza Dantas/Divulgação Cristiane Magalhães Os artigos da jornalista Leila Ferreira e da psicóloga Mara Lúcia Tratamento de Imagens Madureira estabelecem um diálogo interessante com a Arthur Miglionni, Humberto Pereira e Luciana Nardelli reportagem de capa desta edição de Bem-Estar. Porque todos Matérias remam no mesmo sentido e nos convidam a uma reflexão: “Será Agência Estado Agência O Globo mesmo que precisamos daquilo que parece nos faltar para ser TV Press feliz?” Leila alerta que o desejo de querer ser, ter e parecer pode virar uma perigosa obsessão. Na busca pelo “melhor”, a insatisfação se torna um estado permanente, enquanto a vida passa. Mara alerta que o preço da vida está inflacionado. “A garantia de pertencer a alguma esfera social exige que o cidadão mediano compre mais do que necessita e gaste mais do que consegue ganhar”, diz. São comportamentos que vão contra a Depois de se consagrar levando o felicidade sustentável. O caminho para reverter este quadro pode humor para o futebol, apresentador Tadeu Schmidt investe em fantasmas estar nas palavras de Yonatan Shani, que ministra palestra sobre a cabala este mês em Rio Preto: “Nunca saberemos o que é ter um propósito verdadeiro na vida enquanto continuarmos acumulando Turismo experiências de curta duração”. Vamos pensar sobre isso? 24 Agência O Globo/Divulgação COMPORTAMENTO EDUCAÇÃO Diferentes do ponto de vista Harvard, Oxford, Yale... as cognitivo e comportamental, melhores universidades do homens e mulheres podem mundo têm atraído cada vez alimentar uma amizade sincera mais brasileiros em busca de sem atração sexual? uma formação diferenciada Páginas 6, 7 e 8 Páginas 10 e 11 LIVRO TERAPIA Sandro Bosco lança “Posturas Naturologia, ciência que cuida do Restauradoras de Yoga - Guia de equilíbrio do ser humano por meio Saúde para Iniciantes e de métodos naturais, pode ajudar Praticamentes”, com estudantes em fase de ensinamentos sobre como pré-vestibular, por exemplo, a Um programa diferente e exótico restabelecer a próprio energia conter o estresse e a ansiedade é conhecer as Ilhas Maurício, no Página 9 Página 12 Oceano Índico
  • 2. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 3Reflexão PERIGOSA OBSESSÃO Quando só queremos o melhor, passamos a viver inquietos, numa espécie de insatisfação permanente. Não desfrutamos do que temos ou conquistamos, porque estamos de olho no que falta conquistar ou ter Leila Ferreira lhor e dez vezes mais caro? O ca- beleireiro do meu bairro tem mes- Estamos obcecados com “o mo que ser trocado pelo “melhor melhor”. cabeleireiro”? Não sei quando foi que come- Tenho pensado no quanto es- çou essa mania, mas hoje só que- sa busca permanente do melhor tem nos deixados ansiosos e nos remos saber do “melhor”. impedido de desfrutar o “bom” Tem que ser o melhor compu- tador, o melhor carro, o melhor Sofremos demais pelo que já temos. A casa que é peque- na, mas nos acolhe. O emprego emprego, a melhor dieta, a me- lhor operadora de celular, o me- pouco que nos falta e que não paga tão bem, mas nos enche de alegria. A TV que está lhor tênis, o melhor vinho.Bom alegramo-nos pouco velha, mas nunca deu defeito. O homem (mulher) que tem defei- não basta. O ideal é ter o top de linha, pelo muito que temos tos, como nós, mas nos faz mais felizes do que os(as) homens(mu- aquele que deixa os outros para trás e que nos distingue, nos faz lheres) “perfeito(a)s”. As férias sentir importantes, porque, afi- que não vão ser na Europa, por- de olho no que falta conquistar zes, é mais do que suficiente.Se que o dinheiro não deu, mas vão nal, estamos com “o melhor”. ou ter. não dirijo a 140, preciso realmen- me dar a chance de estar perto de Isso até que outro “melhor” Cada comercial na TV nos te de um carro com tanta potên- quem amo... O rosto que já não é apareça e é uma questão de dias convence de que merecemos ter cia? Se gosto do que faço no meu jovem, mas carrega as marcas das ou de horas até isso acontecer. histórias que me constituem. O mais do que temos. Cada artigo trabalho, tenho que subir na em- Novas marcas surgem a todo corpo que já não é mais jovem, que lemos nos faz imaginar que presa e assumir o cargo de chefia mas está vivo e sente prazer. instante. Novas possibilidades tam- bém. E o que era melhor, de repen- os outros (ah, os outros...) estão vi- que vai me matar de estresse por- Será que a gente precisa mesmo te, nos parece superado, modesto, vendo melhor, comprando me- que é o melhor cargo da empresa? de mais do que isso? Ou será que is- aquém do que podemos ter. lhor, amando melhor, ganhando E aquela TV de não sei quantas so já é o melhor e, na busca do “me- O que acontece, quando só melhores salários. Aí a gente não polegadas que acabou com o espa- lhor”, a gente nem percebeu? I queremos o melhor, é que passa- relaxa, porque tem que correr ço do meu quarto? O restaurante atrás, de preferência com o me- onde sinto saudades da comida de Leila Ferreira é uma jornalista mos a viver inquietos, numa espé- mineira, com mestrado em Letras cie de insatisfação permanente, lhor tênis. casa e vou porque tem o “melhor e doutora em Comunicação, em num eterno desassossego. Não Não que a gente deva se aco- chef”? Aquele xampu que usei du- Londres. Apesar disso, optou por desfrutamos do que temos ou modar ou se contentar sempre rante anos tem que ser aposenta- viver uma vidinha mais simples, conquistamos, porque estamos com menos. Mas o menos, às ve- do porque agora existe um me- em Belo Horizonte
  • 3. 4 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO EspiritualidadeFerramenta internaPalestra este mês em Rio Preto traz ensinamentos da cabala, filosofiaque indica ao ser humano o caminho da plenitude e da felicidade duradouraGisele Bortoleto Segundo ele, ninguém vai do em 1922, em Israel, e se espa-Gisele.bortoleto@diarioweb.com.br mudar internamente do dia pa- lhou pelo mundo. ra a noite estudando a cabala, A cabala ou kabbalah é uma mas ela pode permitir que isso Bem-Estar - O que a cabalasabedoria milenar que revela ocorra um dia se quisermos. prega?como o universo e a vida fun- “Tudo na vida é um processo e Shani - O objetivo é ajudarcionam. No sentido literal, kab- vejo com um pouco de cautela o ser humano como indivíduobalah significa “receber”. Nes-te caso, como receber energia tudo o que vem de um dia para e, depois, ajudá-lo como cida- dão para que junto à humanida- Com frequência, tentamos o outro. Mudar coisas verda-de forma duradora. Muito na moda depois que deiras e internas leva tempo e de consiga atingir um único propósito: o de construir um trazer uma sensação de envolve fracassos no cami-famosos como Madonna, DemiMoore e Naomi Campbell pas- nho”, diz Shani. O mesmo acontece com a cabala. “Te- mundo melhor. Com frequência, tentamos trazer empolgação a nossas vidassaram a falar dela, a cabala tematraído cada dia mais a atenção mos de trabalhar bastante para conseguir resultados perma- uma sensação de empolgação a nossas vidas por meio de al- por meio de algum tipo dedos brasileiros. É a ciência so-bre como alcançar a plenitude. nentes, que ficam.” Para explicar um pouco gum tipo de estímulo exterior, mas nunca saberemos o que é estímulo exterior, mas nunca Retiradas de ensinamentosexistentes há mais de 4 mil mais sobre os mistérios dessa fi- losofia, Yonatan Shani falou ter um sentido e um propósito verdadeiro na vida enquanto saberemos o que é ter umanos, as ferramentas cabalísti-cas, quando aplicadas, ajudam com exclusividade com a revis- ta Bem-Estar. continuarmos acumulando ex- periências de curta duração. sentido e um propósitoo ser humano a se tornar supe- Todos nós desejamos algumarior às limitações do mundo fí- Revista Bem-Estar - O que é a cabala? coisa, quer seja amor, dinheiro, verdadeiro na vida enquantosico e auxiliam a remover o fama. Se estamos sempre infeli-caos de suas vidas e a vencer ba-talhas pessoais. Yonatan Shani - É uma sa- bedoria milenar que oferece as zes e ansiosos é porque nossos continuarmos acumulando desejos não são constantemen- Segundo seus ensinamen-tos, todos nós já experimenta- ferramentas necessárias para que as pessoas consigam se ele- te preenchidos pela luz. Essa experiências de luz na cabala significa a mesmamos flashes de felicidade, maspara nos conectarmos com a var acima das limitações do mundo físico e atingir a pleni- coisa que Deus ou o universo curta duração ou o que cada um acredita.energia de plenitude devemos tude duradoura. Ela defende que Yonatan Shani Quando estamos conectadossustentar essa conexão de ma- o ser humano é feito de desejo e o com a luz, não temos medo, an-neira ininterrupta. Ela ensina que diferencia uma pessoa da ou- siedade ou insegurança a respei-que todos os ramos de nossas vi- tra é o que ela deseja, porém, odas - saúde, relacionamentos, to do futuro. A cabala também desejo precisa ser “refinado”. ensina que viemos a este mun-negócios - emanam do mesmo O preenchimento verdadeirotronco e da mesma raiz. É toda do para resgatar nosso desejo e duradouro só ocorre por de receber mais pelos nossosuma nova maneira de olhar pa- meio do trabalho espiritual,ra o mundo. próprios méritos e não simples- que contém parte do controle mente por receber. Para chegar Para falar sobre cabala, Yona- e refinamento desse desejo. a esta etapa, enfrentamos desa-tan Shani, do Kabbalah Centre doBrasil, organização educacional e Bem-Estar - Como surgiu? fios, obstáculos e dificuldadesinternacional sem fins lucrativos, Shani - O primeiro cabalis- nos caminhos percorridos, po-vai estar pela primeira vez em Rio ta foi Abraão, que escreveu o rém, no final, a satisfação daPreto, no dia 28 deste mês, para Livro da Formação. Depois, conquista é infinita, prazerosauma palestra. veio Moisés, e a tradição foi e reconfortante, uma verdadei- Shani lembra que, para es- transmitida no decorrer dos ra sensação de dever cumprido.tudar o assunto, não é preciso anos. Cerca de 2 mil anos atrás, Rav Shimon Bar Yochai escre- Serviçoque abandonemos nossa fé ou Palestra Kabbalah, com Yonatan Shani.caminho religioso. Cabala não veu o texto principal da Kabba- Dia 28 de agosto, às 18 horas, no CCLi,é uma religião. Ela ajuda o ser lah, o Zohar, que decodifica os em Rio Preto. Pontos de vendas: CCLi-humano a potencializar sua es- ensinamentos da Bíblia. O pri- (17) 3222-4026 e Preludiopiritualidade. meiro Kabbalah Centre foi cria- Joias (17) 3229-2500
  • 4. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 5 Princípios da cabala Não acredite numa única gera faíscas intensas de luz, palavra que ler. Teste as mas deixa em seu rastro por lições aprendidas fim a escuridão Existem duas realidades Os obstáculos são nossa básicas: nosso mundo de 1% oportunidade de nos da escuridão e o âmbito dos conectarmos com a luz 99% da luz Quanto maior o obstáculo, Tudo o que uma pessoa maior a luz em potencial realmente deseja na vida Quando os desafios é luz espiritual parecem insuperáveis, injete O objetivo da vida é a certeza. A luz está sempre transformação espiritual, presente passar de ser reativo para ser Todas as características proativo negativas que você identifica Nunca coloque a culpa em em outras pessoas são outras pessoas ou em eventos simplesmente um reflexo de externos suas próprias características negativas. Somente Resistir aos nossos consertando a si mesmo você impulsos reativos cria luz pode mudar os outros permanente Fonte: Livro “O Poder da O comportamento reativo Cabala”, de Yehuda BergLivro será distribuído O Kabbalah Centre do Bra- Berg apresenta no livro 13sil, para reforçar seu objetivo lições simples para auxiliar ode contribuir para a elevação ser humano a mudar suas atitu-da consciência das pessoas e des e alcançar a plenitude.ajudar na criação de um maior “Quando escrevi este livro, ti-senso de direção, independen- nha em mente uma obra quetemente de religião, etnia, gê- fosse tanto leve como profun-nero ou idade, traçou uma no- da, de forma que, ao lê-la, a pes-va meta para o Projeto Jovem soa pudesse vivenciar entreteni-Consciente em 2012. A ação vi- mento e ‘insight’ ao mesmosa a distribuir, somente este tempo. Sabedoria não precisa ser complexa e pesada”, afirma.ano, 400 mil exemplares do li- Os livros também podemvro que é considerado uma das ser retirados sem custo algummaiores referências do assun- na sede do Kabbalah Centreto, “O Poder da Kabbalah”, de (Alameda Itu, 1.561, São PauloYehuda Berg, gratuitamente. - SP) ou pelo site www.kabba-“Em seis meses, já foram doa- lahcentre.com.br (somente odas mais de 50 mil publica- custo do frete). Organizaçõesções“, explica Yonatan Shani. interessadas em receber exem-Além dos jovens, o foco do pro- plares devem fazer a solicitaçãojeto também são os órgãos go- pelo telefone 0800-772-3272 ouvernamentais, os bancos e as pelo e-mail kcsaopaulo@kab-bibliotecas. balah.com. I (GB)
  • 5. 6 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃOComportamentoFeitos um para o outro(mas não é o que vocêestá pensando...) Novas pesquisas tentam saber se é possível a amizade verdadeira entre um homem e uma mulher Gisele Bortoleto Pesquisas recentes buscam enten- Gisele.bortoleto@diarioweb.com.br der melhor as implicações entre pes- soas de sexo diferente. O vídeo vai ao “Entre um homem moço e uma encontro do que concluiu uma pesqui- mulher bonita, a amizade pura, a ami- sa norte-americana, segundo a qual zade intelectual existe ao menos um pequeno nível de é impossível. O atração na maioria das amizades entre homem e a mu- sexos opostos, e que os homens em ge- lher são, funda- ral demonstram estar mais atraídos pe- mentalmente, ir- las amigas do que elas por eles. A redutivelmente, maioria considerou, também, essa inimigos. Só se apro- atração um malefício aos namoros, ximam para se amar - mas, ainda assim, as amizades interse- ou para se devorar”, dis- xuais são preferência de muitos. se o escritor, médico e di- Comuns nos dia de hoje, as amiza- des homem-mulher não eram assim plomata português Júlio tão bem vistas e discutidas abertamen- Dantas (1876-1962). te no passado. Na verdade, a interação O tabu da amizade entre ho- amistosa entre os sexos é um fenôme- mens e mulheres, que há séculos mo- no recente. Até a metade do século 19, tiva discussões, levou os produtores a amizade entre os sexos opostos era independentes Jesse Budd e Patrick considerada um mal e só se solidifi- Romero a produzir um vídeo que já cou nos anos 1970, após a entrada fe- foi visto por mais de 6 milhões de pes- minina no mercado de trabalho. Até soas. Eles procuraram mostrar a dife- então, elas só conviviam com homens rença entre as opiniões feminina e de suas relações familiares. masculina sobre esse tipo de relação. “Em outros tempos, a amizade en- No vídeo, um universitário pergunta tre homens e mulheres era difícil ou às colegas de faculdade se elas acredi- impossível. Mas mesmo com a mudan- tam ser possível essa amizade. “Sim, ça dos tempos, essa crença ainda per- claro” é a resposta de todas. Quando siste em ambos os sexos”, lembra o psi- faz a mesma pergunta aos homens, a cólogo cognitivo-comportamental resposta: “hummm... não”. Alexandre Caprio.
  • 6. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 7 Depoimento Hamilton Pavam “Eu morava em Pontes Gestal e já conhecia a família do Marcel. Conheço ele praticamente desde que nasceu. Conforme ele foi crescendo, fomos nos tornando muito amigos. Essa nossa amizade já dura uns 15 anos. Ele é tão meu amigo que namora uma afilhada minha. Ele é meu amigo e confidente. Conto tudo para ele. Ele me dá conselhos, puxa minha orelha, me apoia. Dividimos alegrias e tristezas. Quando eu estou triste, ligo para ele. Gosto da ideia de ter amigos homens. Acho que, de maneira geral, eles são mais leais, mais sinceros e não existe competição. Quando ele me dá conselhos, é bom levar a sério. Não nos vemos todos os dias ou nos falamos. Isso se resume a umas poucas vezes por mês e também não preciso disso para manter nossa amizade. Nunca rolou nada entre a gente e não existe a menor possibilidade de que isso aconteça, apesar de eu ter consciência de que ele é um cara bonito e ele também me achar bonita. Difícil explicar o que fez com que nos tornássemos tão amigos, apesar de ele ser mais novo do que eu. Acho que somos muito parecidos.” Fabiana Giraldelli, 37 anos, auxiliar administrativa, amiga de Marcel Dias Leite, 21 Sexo entre amigos 20% dos homens e das mulheres dizem ter transado com um(a) amigo(a) pelo Vantagens nina, que já não condizem mais com a menos uma vez na vida realidade atual. Uma série de estudos recentes compro- É possível e cada vez mais frequente Deste total, 76% garantem que a amizade ficou melhor depois dissovam diferenças cognitivas e comportamen- a amizade entre homens e mulheres Cerca de 50% começaram a namorar com o, até então, amigotais entre homens e mulheres. Característi- além da atração sexual. Nas relações decas fisiológicas, hormonais, educacionais e amizades intersexuais, é comum a moti- Fonte: Pesquisadora Heidi Reeder, da Boise State University (EUA)culturais contribuem para essa diferencia- vação inicial ser impulsionada pelo inte-ção. Todas essas variáveis ajudam a compor resse sexual, porém, com a possibilida-a percepção do indivíduo e fazem com que de de sexo descartada, a relação assumeos gêneros tenham habilidades e interpreta- o caráter de amizade e pode se perpe- vos sexuais”, garante. Pessoas se sentem atraídas pelas ou-ções distintas em relação a um determina- tuar. “A simplicidade do pensamento O desejo sexual, ressalta, pode estar tras por várias razões, normalmente al-do evento. generalista, que julga todos os casos a presente em muitas relações mas não go que o outro tenha a oferecer ou tro- “Devido a isso, a amizade entre um partir de alguns exemplos, ignora a rea- significa único ou principal motivo pa- car. “Esse interesse pode ser físico, co-homem e uma mulher pode tornar-se ex- lidade além de seus pressupostos e im- mo a atração física e sexual. Mas podem ra relacionamento. Muitas vezes a ami-tremamente produtiva para ambos. A possibilita a compreensão e a aceitação ser também interesses comuns e virar zade prevalece porque o intercâmbio deunião dessas percepções permite a troca da amizade sem envolvimento sexual uma amizade e não um namoro”, diz ade informações e criação de conceitos to- entre diferentes gêneros”, diz a psicólo- informações e a riqueza de benefícios su- peram a atração física. psicóloga cognitivo-comportamentaltalmente novos, ampliando a visão e as ga cognitivo-comportamental Mara Lú- Ana Cristina Lopes Kfouri Trazzi. Paravantagens de cada um em qualquer cia Madureira. “Amizade entre pessoas de sexos di- que seja amizade mesmo, os dois devemárea, como ambiente de trabalho e rela- “Relações de amizade entre homem ferentes é muito rica e saudável, na ver- pensar da mesma forma, diz ela.ções interpessoais”, explica Caprio. e mulher implicam pensamentos e inte- dade complementar”, defende a psicólo- O psicólogo Josinel Braga CarmonaTambém auxilia no desenvolvimento resses afins: pensar parecido, gostar das ga Karina Rodrigues. As ideias de am- acredita ser possível que duas pessoasda empatia (a capacidade de se colocar mesmas coisas, estar disponível para ofe- bos podem se tornar uma experiência que tenham se envolvido em algo maisno lugar do outro), o que traz diversas recer suporte social ou afetivo, compar- de enriquecimento: podem entender possam manter a amizade. “Porém, sevantagens no convívio social. A desvan- tilhamento de informações profissio- muito melhor juntos vários comporta- essa relação evolui para aspectos sexuaistagem, se existe, está ainda na intolerân- nais, religiosas ou de entretenimento mentos. Isso sem contar que é uma rela- e/ou românticos, fica mais difícil man-cia, incredulidade e incompreensão de são razões suficientes e legítimas para ção onde não há intrigas, inveja e con- ter o vínculo livre das implicações douma fatia da sociedade ainda presa aos manter o interesse de uma pessoa por corrências comuns entre pessoas do namoro. Uma amizade verdadeira éantigos estereótipos de submissão femi- outra, independente ou acima de moti- mesmo sexo. sempre vantagem”, explica.
  • 7. 8 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Interferência sexual Na ficção, quase sempre No livro “Apena Bons amigos de sexos opostos aca- Amigos”, ainda sem publica- bam se descobrindo apaixo- ção no Brasil, a norte-ameri- nados (veja arte). Mas será cana Lillian Rubin diz que que em uma relação entre ho- aceitar que o parceiro amoro- mem e mulher sempre preci- so tenha uma amizade com o sa existir uma pitada amoro- sexo oposto não é tarefa fácil sa ou mesmo sexual? para a maioria das pessoas. Não é de hoje que estu- Ela fala sobre alegrias e tris- diosos tentam descobrir se tezas inerentes às amizades uma relação de amizade en- tre homens e mulheres pode intersexuais. ser de fato verdadeira. Pro- A professora R.C, 30 fessores da Wiscosin-Eau anos, trabalhava com o dese- Claire, nos Estados Unidos, nhista J.A., 32, havia seis fizeram uma pesquisa com anos e eram muito amigos. 400 adultos, com idades en- Após o término de um ro- tre 18 e 52 anos, que manti- mance, ele vivia brincando nham amizade com pessoas com ela que ninguém o que- do sexo oposto. A maioria de- ria, e ela começou a corres- clarou sentir ao menos um ponder às brincadeiras.Saiba pouco de atração por seu amigo ou amiga. No entan- Uma noite, após uma saída com a turma e ida a um bar,OS TIPOS MAIS COMUNS DE AMIZADE pessoas que têm amigos do sexo oposto to, os homens se mostraram os dois acabaram ficandoENTRE HOMENS E MULHERES confessaram que cultivam ou cultivaram mais dispostos a ter um en- juntos. A “amizade colori- sentimentos românticos em relação ao outro contro amoroso com amigas da” durou algum tempo atéAtração amistosa do que elas com eles. Atração subjetiva ou sexual pelo outro que, por ser muito amiga de- Amizade pura e simples, igual à interação Os mesmos pesquisado- le, se deu conta de que ele Quase um terço das pessoas que têm res, em outro estudo, convi-entre amigos do mesmo sexo. Os dois gostam da amigos do sexo oposto já se sentiram atraídas ainda era louco pela ex e ela daram os 400 participantescompanhia um do outro, mas não nutrem atração por um colega a nomear benefícios e male- não pretendia investir emfísica ou sentimentos românticos. É o tipo mais fícios da amizade entre os uma relação assim. “Conti- Atração objetiva física ou sexualcomum de amizade entre pessoas de sexos sexos. A maioria declarou nuamos apenas amigos e ho-diferentes - 96% das pessoas que têm amigos do Quando ao menos um dos amigos reconhece enxergar mais coisas positi- je o grau da nossa amizade ésexo oposto afirmaram se enquadrar ou já terem que o outro pode ser atraente para as outras vas do que negativas nesta muito mais íntimo”, relata.se enquadrado nestas características pessoas, mas não nutre atração física por ele. relação. No entanto, a atra- Se rolar uma nova oportuni- Esse tipo de amizade já foi vivenciado por mais dade? “Ficaremos juntos deAtração romântica de 50% das pessoas com amigos do sexo oposto ção sexual foi considerada mais um malefício do que novo, sem que isso atrapalhe Quando um dos amigos gostaria de Fonte: Pesquisa feita por Heidi Reeder, um benefício. em nada”, diz. (GB)transformar a amizade em namoro - 14% das pesquisadora da Boise State University O cinema e as amizades O CASAMENTO DO MEU MELHOR AMIGO (1997) UM DIA (2011) Ao sabe que seu amigo Michael O filme acompanha 20 anos da vida (Dermond Mulroney) irá se casar, Juliane de Emma (Anne Hathaway) e Dexter (Jim (Julia Roberts) percebe que está Sturgees), amigos que se conheceram apaixonada por ele. Ao ser convidada na faculdade, transaram no baile de para ser madrinha do casamento, ela faz formatura e cultivam uma relação ora de tudo para separá-lo de Kimberly próxima, ora distante I (Cameron Diaz), futura esposa dele AMIZADE COLORIDA (2011) Cansados de decepções amorosas do passado, os amigos Jamie (Mila HARRY E SALLY (1989) Kunis) e Dylan (Justin Timberlake) decidem fazer um pacto: serão parceiros Nesta comédia romântica, Harry sexuais sem compromisso. Ao poucos, (Billy Cristal) e Sally (Meg Ryan) brigam porém, eles começam a se interessar e se divertem até se apaixonarem um pelo outro
  • 8. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 9 LivroEnergia restauradoraAutor apresenta sequência de posturas de ioga para melhorar problemas de saúdeJéssica Reis (fluxo), menstruação (TPM), olhos can- cal ou órgão prejudicado, pois a circu-jessica.reis@diarioweb.com.br sados, pele, pressão alta, refluxo, resfria- do e gripe, rinite e sinusite, ronco e ten- lação sanguínea é a fonte de vitalidade do corpo. “O ioga considera não só o Posturas A prática de ioga pode propor-cionar bem-estar e paz interior. Mas o dinite. Cada um desses tem uma ou mais sequências de exercícios que po- sangue, mas o próprio prana, que é um nome que os iogues antigos deram invertidasque muitos não sabem é que o ioga vai dem ajudar no tratamento e até na cura. para a energia vital, que o sol traz paraalém, trazendo benefícios também pa- Existem diversas posturas de ioga, a atmosfera e que todos os seres vivos Para Sandro Bosco, asra a saúde física. O livro “Posturas Res- entre elas as versões restauradoras. O absorvem pela luz e calor”, explica. posturas invertidas sãotauradoras de Yoga – Guia de Saúde segredo, de acordo com o livro, está na O segundo fator é o sistema nervo- muito benéficas para o sis-para Iniciantes e Praticantes” (Matrix forma como são praticadas. Essas pos- so, pois de acordo com o autor qual- tema nervoso, porque irri-Editora), de Sandro Bosco, mostra co- turas podem recuperar a energia vital, quer organismo mais calmo funciona gam o sistema nervosomo a técnica pode ajudar a amenizar eliminar cansaço físico e mental, que melhor, assim, o metabolismo tam- central. Por exemplo, noalguns sintomas que prejudicam a saú- auxiliam no bem-estar e na saúde. bém fica melhor. A terceira forma estresse, o emissor dessade física e mental. Sandro Bosco, que ensina ioga há com que as posturas atuam é espe- informação é o hipotála- O livro traz mais de 30 sintomas mais de 40 anos, diz que o livro é indi- cificamente no local, ou seja, mas- mo, que é tranquilizadoque podem ser tratados com as postu- cado para praticantes e não pratican- sageando o local que tem o proble- durante a prática das pos-ras de ioga: ansiedade e estresse, baixa tes de ioga. “Cada palavra foi escolhi- ma. “Através da compressão e de- turas invertidas. “Issoimunidade, cansaço mental, depres- da para que possa facilitar o entendi- pois liberação, aquela região fica significa que, com o tem-são, desidratação, diarreia, digestão, mento de um público maior, que prati- hiperpressionada. Por exemplo, po, vai aumentar o bem-dor ciática, dor de cabeça, dor nos joe- ca qualquer linha de ioga, o público se você almoçar em uma posição estar à medida que dimi-lhos, dor nos ombros e pescoço, dores que nunca praticou, mas conhece, e muito curvada, depois vai preci- nui o que a gente chamanas costas, flatulência, inchaço nas per- mesmo o público que não conhece o sar caminhar para liberar o estô- de resposta do relaxa-nas, insônia, intestinos constipados, ioga”, afirma. mago, porque você comprimiu aque- mento”, explica.jet lag, labirintite, memória fraca, me- O objetivo da obra é que as pessoas le órgão”, diz. A resposta do relaxa-nopausa e climatério, menstruação possam conhecer a eficiência das pos- Para o especialista, a prática mento é o tempo que uma turas de ioga quando feita pessoa demora para sair diária de ioga proporciona dois de uma forma específica. do estado de tensão, exaus- benefícios: de alívio e de pre- tão e nervoso para chegar Para o autor, um dos venção. A prática regular atua a um estado de relaxamen- grandes inimigos da cura na circulação, no fortaleci- to. Quanto mais tempo é acostumar-se com os sin- mento muscular, na vi- praticar o ioga, mais cur- tomas e não ter atitude so- talidade dos órgãos, to será o tempo de respos- bre eles. Quando esses sin- tranquilização ta do relaxamento. “O be- tomas são recorrentes, por do sistema nefício é maravilhoso, exemplo, as pessoas po- nervoso. porque a gente sabe que dem se habituar. “ U m a um organismo mais cal- O ioga atua de manei- boa aula mo é sinônimo de mais ras diferentes nos proble- de ioga, saúde física e mental. mas de saúde. Uma das for- de uma ho- Quando um organismo co- mas, segundo Bosco, é por ra e meia, meça a viver com mais meio da reenergização da tem até 48 horas de en- tranquilidade com a práti- circulação sanguínea do lo- feito benéfico.” ca regular, tem um efeito mais eficaz e mais rápido, porque o organismo está mais receptivo.” Raio X A meditação também é muito importante. Se- www.sxc.hu/Divulgação gundo Bosco, as pessoas Sandro Bosco nem sempre associam a me- Conheceu o ioga no início desse movimento. Nos anos dicação com a saúde física e 1970, viveu nos Estados Unidos, onde aprendeu meditação mental. “É importante sa- e ensinou ioga. Desde então, tem se dedicado a escrever ber que a meditação mexe sobre o assunto e ensinar as postura de ioga para saúde, com o cérebro. Ioga e medi- cura e autoconhecimento tação estão intimamente li- gados”, conclui. I (JR)
  • 9. 10 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO EducaçãoFormação no exteriorEnsino diferenciado e contato comvárias culturas estão entre as vantagensde se fazer faculdade fora do BrasilElen Valereto “Os pré-requisitos eram o TOEFL, SAT (pro-elen.valereto@diarioweb.com.br vas de inglês e matemática) e análise do currí- culo escolar do colegial”, conta. Estudar em uma universidade conceitua- Segundo ela, um dos diferenciais da uni-da é o sonho de consumo de milhões de estu- versidade brasileira e norte-americana é que odantes espalhados pelo país. Mas o desejo pe- método de avaliação do aluno não é baseado ape-la educação de ponta já ultrapassou fronteiras nas em provas, mas também em trabalhos, com-e se expande cada vez mais para a conquista portamentos e participação. “A universidadede uma vaga em instituições no exterior. tem uma estrutura que envolve os alunos de tal Harvard, Princeton e Yale, nos Estados forma que eles ficam mais interessados e compro-Unidos, estão entre as mais requisitadas. Tan- metidos com os estudos”, destaca Thaís.to que integram a Ivy League, um grupo de oi- Outro atrativo são as atividades extra-to universidades privadas top da região nor- curriculares. De acordo com a jovem,deste dos EUA. A lista engloba ainda Brown, elas conseguem proporcionar conheci-Columbia, Cornell, Dartmouth e Pensilvânia. mento na área específica, mas tam- O caminho que os candidatos percorrem pa- bém socialização dos alunos na ins-ra uma tão disputada vaga é longo, independente tituição. “A participação nessesda nacionalidade. Para os brasileiros, é até maior grupos é muito valorizada e im-que a porta de entrada para a Universidade de portante para o currículo. ComSão Paulo (USP), a melhor da América Latina, certeza valeu a pena, pelo de-na 178ª posição - segundo ranking da revista Ti- senvolvimento pessoal, expe-mes Higher Education (THE), que classifica as riências e conhecimentos aca-400 melhores do mundo. dêmico e cultural”, diz. O crescente interesse dos estudantes brasi-leiros em estudar fora do país tem se dado pelo Qualidadeensino amplo e diferenciado oferecido pelas uni-versidades estrangeiras. A possibilidade de cur- Para o livre-docente emsar disciplinas diferentes, participar de progra- Educação Regis de Morais, pro-mas avançados de pesquisas e ainda ter contato fessor aposentado pela Unicampcom culturas de todo o mundo pelas diferentesnacionalidades dos estudantes que se encontram e autor do livro “Um abominávelali são alguns dos atrativos. mundo novo? O ensino superior Tanto conhecimento e o nome de peso de atual” (editora Paulus), o que maisuma universidade no exterior garantem pontos a incentiva brasileiros a buscar o en-mais para uma colocação profissional. As oportu- sino no exterior é a qualidade.nidades até aumentam, afinal, toda empresa Segundo ele, esses alunos são clas-quer um colaborador bem qualificado. sificados como “excepcionais”, são A aprovação no início do ano da jovem bem preparados no ensino médio e pos-paulistana Tabata Amaral de Pontes, 18 anos, suem um excelente ambiente cultural emem seis das melhores universidades america- família. “Os cursos superiores feitos fora donas reacendeu a vontade de estudantes brasi- Brasil dão maior prestígio, há aperfeiçoa-leiros de ingressar em instituições fora do mento do idioma e da cultura local”, destacapaís. Em Rio Preto, a administradora de em- o professor.presas Thaís Lemos escolheu a Universidade A fuga de um ensino superior menos qua-de San Diego, nos Estados Unidos, para fazer lificado também é uma das razões dos estu-o curso de Administração e Economia, onde dantes brasileiros. Apesar das boas exceções,permaneceu por cinco anos. Morais afirma que os cursos universitários Ela teve de estudar um ano de inglês para brasileiros ainda sofrem por um empresaria-adquirir fluência, em San Diego, um dos pré- do desrespeitoso, mercadológico e deficienterequisitos para admissão na universidade. em gestões acadêmicas.
  • 10. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 11 O que atrai A vivência comum no campus garante maior envolvimento e conhecimento da cultura do país e de outros estudantes estrangeiros. As oportunidades acadêmicas e extracurriculares oferecidas garantem um aprendizado mais amplo e diversificado para os alunos Avaliação completa Todas as melhores universi- pouco tempo antes da conclu- dades estrangeiras usam prati- são do curso que fazia em São camente os mesmos critérios Paulo, após se inscrever para para selecionar seus alunos. Os um convênio que a faculdade profissionais que avaliam os pe- dele tinha com a de San Jose didos de admissão querem in- State University (SJSU), na formações que vão além dos re- Califórnia. sultados em provas. Durante esse período fora, Arquivo pessoal Eles buscam estudantes ta- ele ficou hospedado na Interna- lentosos, com curiosidade inte- tion House, onde teve contato lectual e que estão envolvidos com cerca de 70 alunos de 25 em atividades extracurricula- nacionalidades diferentes. “A universidade dava todo apoio res e voluntárias em suas comu- para a integração dos alunos, nidades. Para receber um realizava eventos para todos se “sim”, os candidatos a um cur- conhecerem, além de ativida- so de graduação, por exemplo, des beneficentes no bairro para devem também ter um históri- arrecadar dinheiro, para man- co que comprove seu compro- ter a casa e para viagens na re- misso e interesse com a socieda- gião”, conta o jovem. de fora dos bancos escolares. O aprendizado e o conheci- Quem aprovou esses crité- mento da cultura ajudaram Ha- rios e metodologia fora do Bra- ddad Neto a determinar o tema sil foi o empresário rio-preten- de seu Trabalho de Conclusão se Anísio Haddad Neto. A expe- de Curso (TCC), hoje seu negó- riência dele durou seis meses, cio em Rio Preto. (EV) Mas não sai barato Além de toda a dedicação e Harvard, o mesmo ano letivoRio-pretense Anísio Haddad Neto (último à direita) disciplina, estudar em uma uni- fica em aproximadamente 58com colegas de outras partes do mundo, na Califórnia versidade no exterior tem altos mil dólares, com mais 5 mil custos. Embora esses valores te- para possíveis viagens. nham diminuído se compara- Para quem não pode ban- do a um investimento em uma car os altos valores - não im- faculdade privada no Brasil, o porta se é americano, brasilei- preço para chegar a um diplo- ro ou de outra nacionalidade - ma conceituado é salgado. as universidades oferecem aju- Em Princeton, nos Esta- da financeira integral ou par- dos Unidos, por exemplo, cial, indicam trabalhos remu- uma das mais concorridas uni- nerados no campus e possuem versidades, o ano letivo um fundo de verba onde os 2012-2013 custa cerca de 55 pais de universitários com mil dólares, valor que inclui mais rendimentos contri- matrícula, moradia, taxas e buem anualmente. Ainda há a despesas diversas, mas não in- possibilidade de conseguir clui viagens. bolsas de estudos dentro da Já na também americana comunidade. I (EV)
  • 11. 12 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Terapia alternativaMuita calma nessa horaNaturologia www.sxc.hu/Divulgação do programa, pois há terapiasajuda a controlar específicas para cada fase da TPV. “Por exemplo, no segun- Floraisansiedade de do bimestre, é comum quei- xas como o cansaço, desânimo tranquilizam e a ansiedade, que acabam di-estudantes antes minuindo o rendimento da ro- As terapias podem au- tina de estudos. Já às vésperas xiliar de diversas formasdo vestibular da prova a ansiedade e insô- os estudantes. Uma delas nia são as queixas mais co- são os florais de Bach, sis- muns”, diz. tema de tratamento desen-Jéssica Reis Para a esteticista ejessica.reis@diarioweb.com.br volvido por Edward Ba- naturóloga Arlete Cestari, de ck, médico inglês, por São Paulo, o objetivo da natu- meio de essências extraí- Vestibular, concursos pú- rologia para esse público espe- das de flores, que tem co-blicos, provas importantes co- cífico é tornar este momento mo objetivo equilibrar no-mo a da OAB (Ordem dos Ad- competitivo o mais natural possível, deixando o aluno sas emoções, sentimentosvogados do Brasil) precisam e pensamentos.de muito empenho, disciplina mais tranquilo, autoconfiante e seguro. “Diante da tensão, ca-e, claro, estudo para ter bons da um reage de uma ma-resultados. Mas não é só isso. A naturóloga Arlete Cesta- ri explica que a naturologia neira, de acordo com suaDurante o preparo para reali- personalidade e sua expe-zar com sucesso as provas, as nasceu da necessidade de res- gatar técnicas naturais milena- riência de vida. Por isso,pessoas passam por ansieda- os florais são indicados res e atuais. Tem como objeti-de, nervosismo, medo, cansa- através das características vo equilibrar o estado emocio-ço, desânimo, falta de concen- de cada personalidade e nal, mental e físico do homemtração, indecisão, falta de con- moderno. Entre as técnicas do estado mental ou emo-fiança em sua capacidade, mu- naturais estão fitoterapia, aro- cional apresentado. Paradança de humor, tensão mus- materapia, florais, shiatsu, o estudante, o floral corre-cular, preocupação excessiva, meditação, terapia de cristais, to é uma ferramenta pode-insônia, náuseas e dores de es- entre outros. “A naturologia rosa, pois promove o equi-tômago, sintomas que podem pode auxiliar os alunos que so- líbrio, tranquilidade e se-surgir na fase conhecida co- frem com a pressão do vestibu- gurança neste momentomo “TPV”, ou tensão pré-ves- lar através de uma ou mais téc- de expectativas e mudan-tibular, segundo a naturóloga nicas. O floral é bastante indi- ças”, explica Tylá PillottoTylá Pillotto Duarte, pós-gra- cado, pois visa a equilibrar as Duarte.duada em acupuntura. emoções”, explica. Arlete Cestari diz que, Uma maneira de amenizar Tylá diz que o diferencial segundo Bach, o floraltodos esses sintomas é por do programa dedicado aos Wild Oat, por exemplo, émeio da naturologia, uma vestibulandos é a união de vá- indicado para os que que-ciência da área da saúde que rias terapias, criando uma te- rem, mas não sabem exata-utiliza métodos naturais, tra- rapêutica única. Os florais de mente que profissão esco-dicionais e modernos de cui- Bach geralmente são a tera- lher. Nessa linha, a natu-dado com a qualidade de vida pia de base, pois atuam direta- rologia ainda oferece prá-e o equilíbrio do ser humano. mente no estado emocional. A aromaterapia é utilizada ticas naturais que auxi-“Por meio das terapias natu- liam o estudante que está tanto no consultório comorais personalizadas para cada em dúvida sobre qual pro- durante os estudos ou na ho-caso, o tratamento de naturo- fissão seguir. ra de dormir. “Cada pacientelogia promove equilíbrio emo- tem uma combinação de aro- “A naturologia ofere-cional, diminuindo sintomas objetivos do programa de na- sam aparecer”, afirma. ce práticas naturais que turologia para vestibulandos A especialista diz que é ne- mas específicos de acordoe preocupações que possam com a avaliação”, afirma. promovem o autoconhe-vir a atrapalhar a rotina de es- e concursos são justamente es- cessário uma avaliação de ca- cimento e a percepção Outras terapias, como a detudos e também bom desem- tes, o equilíbrio emocional do da paciente para que sejam se- de si, para ver o que real- pedras quentes, também é bas-penho na prova”, explica. estudante, maior rendimento lecionadas as terapias natu- tante utilizada, pois promove mente gosta de fazer, fa- A naturóloga criou um pro- e concentração nos estudos, rais adequadas a cada necessi- relaxamento intenso com efei- cilitando assim esta esco-grama específico para auxiliar melhora na qualidade do so- dade. Tylá explica que quanto to antiestresse e vitalizante, lha tão importante”, afir-quem vai prestar o vestibular no, bem-estar, autoconfiança, mais cedo for feita a avaliação proporcionando ânimo para ma Tylá. I (JR)e concursos. “Os principais entre outros sintomas que pos- melhores serão os resultados cumprir a rotina de estudos.
  • 12. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 13Mara Lúcia Madureira Psicóloga Guilherme Baffi É PRECISO SONHAR, SABER E AGIR O melhor acontece aos que acreditam e agem. A iniciativa é mágica, promove o incrível www.sxc.hu/Divulgação A humanidade sempre se va- perdido a tolerância às frustra- leu de entorpecentes, ilusões e con- ções, não ter aprendido a enca- sumo para anestesiar as dores, os rar quedas como escalas para vi- temores e desamores. O abuso de tórias, não conseguir se apaixo- substâncias psicoativas, os delírios nar por si mesma, por alguém de poder e a ganância são velhas ou por algo. parceiras dos seres humanos. A Muitos de nós perdemos o res- procura por drogas lícitas e ilícitas peito pela vida, pelos outros e por e o incontrolável desejo de ter, seja nós mesmos. Tornamo-nos víti- lá o que for, são crescentes e cada mas de nossas escolhas, escolhe- vez mais democráticos. Atingem mos medidas práticas e rápidas todas as classes, sem distinção para remediar a situação, embala- etária, étnica, de credo, gênero, ní- das para viagem em frascos, blis- vel sócio-econômico ou cultural. ters, cápsulas ou imersão conecti- Um “paraíso artificial” hodier- va. Queremos receitas para ema- no se faz com cápsulas, redes so- grecer, para entorpecer, para es- ciais, espetáculos e compras. Nes- quecer, para não viver. se universo, muitos se refugiam, Imploramos inutilmente por mas principalmente os desertores respostas prontas, pela preguiça da responsabilidade, os descrentes de pesquisar, pensar e de mudar. de si e os assustados e perturbados Mudar a compreensão, a direção por males imaginários. e a nossa história. O desenraiza- O preço da vida está inflaciona- mento mental das facilidades e in- felicidades requer a moderniza- do. A garantia de pertencer a algu- ção do sistema de pensamento ma esfera social exige que o cida- das massas, cada vez mais aneste- dão mediano compre mais do que siado por substâncias psicoativas, realmente necessita, gaste mais do mídias comerciais, redes sociais e que consegue ganhar e aparente gem, criatividade, fé, motivação, hormônios e dinheiro para torrar bens de consumo não-duráveis. ser mais do que o razoável. da sede de saber e das paixões. irracionalmente melhor! Auto- A ditadura de fast-novidades e su- O que nos leva a negar, camu- As políticas e as mídias de matizamos tudo para gastar calo- perconsumo deve cair de moda flar e dissimular a realidade é o massificação, ditadores das “socie- rias em academias. Cimentamos cedo ou tarde e, como deve ser medo. Como na canção do Capi- dades civilizadas”, determinam o quintal para comprar cheiro- mais tarde... Um brinde aos van- tal Inicial: “O medo de não conse- os modos de pensar e agir das ca- verde com agrotóxicos. Come- guardistas do bom senso! guir dinheiro para comprar sem madas sociais. São elas os pais das mos fast-foods para, quando obe- A capacidade de realização se vender”, ou como nos versos esteiras de produção em série de sos ou bariatricamente operados, de um ser humano é proporcio- de Drummond: “o medo que es- corpos, mentes, aparências e me- aprendermos a preparar refeições nal à sua fé, capacidade de plane- teriliza os abraços (...), o medo dos. Uma esteira cor-de-rosa para caseiras. Abrimos mão da indivi- jamento e tomadas de decisões. dos ditadores, o medo dos demo- as barbies-patricinhas. Uma estei- dualidade, autoridade, dignidade O sucesso não está reservado aos cratas (...), o medo da morte e o ra de Neymar ou cantor sertanejo e dos nossos direitos básicos para gênios, mas aos inteligentemen- medo de depois da morte”. Medo para o sonho da riqueza e fama comprar tratamentos médicos, te ousados. Autoestima e felicida- da vida, medo de si e dos outros, instantâneas pelo talento e popu- psicológicos e farmacológicos. Re- de dependem do modo de pen- o medo de perder e de ganhar, me- laridade. Uma arena de rodeio pa- nunciamos as responsabilidades sar, conceituar as coisas e do mo- do de sofrer, medo de ser, de não ra os brutos e rústicos, para a cate- para arcar com consequências ad- do como nos relacionamos com ser e de sofrer. goria vegetal uma esteira de mu- versas. Elegemos maus governan- pessoas e fatos. O melhor aconte- Tenho sérias razões para su- lher-melancia, samambaia e ou- tes para pagar pela corrupção. ce aos que acreditam e agem. Ini- por que a insegurança, a padroni- tras abobrinhas. Para lideranças e Uma significativa parcela de ciativa é mágica, promove o in- zação global da mente humana, a empreendedorismo às avessas, os pessoas parece ter se esquecido crível. A iniciativa é filha do co- acomodação e a repetição toma- patrões do narcotráfico. dos princípios básicos de saúde, nhecimento, neta dos sonhos e ir- ram o lugar dos sonhos, da cora- Quanto menos cérebro, mais bem-estar e felicidade. Parece ter mã gêmea da felicidade. I
  • 13. TV - 14 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO PerfilBELEZA SELVAGEMJuliana Paes teve de deixa a vergonha e a malícia de lado para atuar em “Gabriela” DivulgaçãoTV Press Protagonizar “Gabriela” é, Com uma personagem Instantâneasde longe, o trabalho mais difí- tão “natural” em mãos, Antes de atuar emcil da carreira de Juliana Paes. Juliana teve de quebrar a “Laços de Família”, JulianaA complicação vai além da tão timidez para gravar Paes foi figurante nafalada responsabilidade de revi- cenas sensuais temporada de 1998 dever um personagem icônico e já de- “Malhação”fendido por Sônia Braga na primei-ra versão da trama, de 1975, e no fil- O primeiro contato da atriz com a obra de Jorgeme de 1983. Juliana teve de abrir Amado foi ainda nosmão da vaidade e dos momentos tempos de escola. “Tive decom o pequeno Pedro, seu filho de ler ‘Capitães de Areia’ paraum ano e meio de idade. “É o tipo fazer uma prova”, relembra.de personagem que não é só colo-car o figurino e atuar. Houve uma Em 2010, Julianaintensa preparação. Entrega total mostrou sua porção apresentadora no “realitymesmo. Gabriela é primitiva. Não show” “Por Um Fio”, dose encaixa nos padrões. Tive de ir GNT. Ao lado do “hairatrás disso”,valoriza. Logo que sou- stylist” Tiago Parente, elabe que iria dar vida à personagem, comandava a disputa deaprimeira atitude deJuliana foi dei- superação e criatividadexar cabelos e sobrancelhas ao natu- entre 12 cabeleireirosral e tomar muitos banhos de sol. Em “Caminho dasJá pensando nas inúmeras cenas Índias”, o par românticosensuais coerentes com o papel, ela Rio. É sintomático que o sota- que criticaram sua escalação gem principal foi em 2009, na formado pelosredobrou os cuidados com o corpo. que e as gírias de Gabriela pas- dentro e fora da Globo. A come- pele da destemida Maya, de personagens Maya e“Queria ficar despreocupada. Afi- sem a fazer parte da vida de Ju- çar pela idade avançada de Ju- “Caminho das Índias”. No en- Bahuan, de Juliana enal, em uma cena mais ‘caliente’, liana. “Voltei para casa depois liana, que tem 33 anos, em rela- tanto, desde sua estreia em no- Márcio Garcia não deuposso ser vista em ângulos que po- de 20 dias gravando no inte- ção à personagem escrita por velas, na pele da provocante Riti- certo. No entanto, a partirdem não favorecer muito se algo Jorge Amado. “Não me abalei. nha, de “Laços de Família”, de da amizade que nasceu nos rior do Piauí e da Bahia. Co- bastidores, Márcioestiver fora do lugar”, explica, às mecei a estranhar meu jeito Confiei no meu taco e segui em 2000, a atriz vem ganhando cadagargalhadas. convidou a atriz para de falar perto do ‘carioquês’ frente. Fui criticada, mas tam- vez mais destaque na emissora. protagonizar “Amor Por Enquanto se preparava fisica- bém elogiada. A própria Sônia “Não ligo para o tamanho dos habitual da minha família”, Acaso”, de 2010, comédiamente, intensificava cada vez Braga me mandou um recado meus personagens. Quero apenas destaca, aos risos. romântica com produçãomais as aulas de História – afi- supercarinhoso, me parabeni- ter a possibilidade de mostrar americana e falada em Com uma personagem tão na-nal, o romance no qual a novela zando”, gaba-se. Por orienta- meu trabalho. Não existe uma fór- inglês, que marcou a tural em mãos, Juliana confessaé inspirada, “Gabriela Cravo e ção do autor, Walcyr Carrasco, mula de sucesso, o papel simples- estreia do ator na direçãoCanela”, de Jorge Amado, retra- quetambém teve de quebrar a timi- e do diretor-geral da adaptação, mente cai na boca do povo. Quan-ta uma Ilhéus do início dos anos dez e a vergonha em gravar cenas Mauro Mendonça Filho, Julia- do poderia adivinhar que a Riti-1920 –, e prosódia, na busca de sensuais. Personagens como a peri- na parou de assistir cenas do fil- nha mudaria minha carreira?”,estofo e sotaque ideal para a per- guete Jaqueline, de “Celebridade”, me e da primeira versão da no- questiona a atriz. Em 2008, Juliana teve de sairsonagem. Durante a pesquisa, o ou a ambígua Creusa de “América” vela. Algo que não diminuiu A repercussão como a sen- antes do previsto da trama decaráter instintivo e selvagem da já tinham mostrado os atributos fí- sua inspiração. “De uma forma sual empregada na trama de “A Favorita” para descansarpersonagem conquistaram Julia- sicos da atriz, mas nenhuma com a ou de outra, iriam comparar. Manoel Carlos, aliada ao tipo fí- sua imagem e ressurgir nona. “São detalhes que fizeram exposição de Gabriela. “Aceitei o Estou fazendo a Gabriela do sico bem brasileiro da atriz, fi- ano seguinte como a moci-muita diferença e me ajudaram a convite sabendo da liberdade de meu jeito, mas não deixa de ser zeram Juliana voltar sua car- nha de “Caminho das Ín-ter mais segurança na hora de Gabriela. Por isso, deixo a vergo- uma homenagem ao que a reira a papéis que evidencia- dias”. “Fui paciente e soubegravar”, conta. nha emcasa. Quando entro noestú- Sônia fez”, admite. ram seu apelo “sexy”, em fo- aproveitar as oportunidades. O resultado de toda a dedi- dio, parece que baixa uma coisa em lhetins como “Celebridade”, As coisas não acontecem por mim”, entrega. acaso. Levei muitos ‘nãos’ ecação pode ser visto tanto na te- Certezas no caminho “América” e “Pé na Jaca”. batalhei muito para construirvê quanto no cotidiano da Para a atriz, muito de seu “Foram novelas gostosas de minha trajetória”, analisa. Iatriz, natural de Rio Bonito, in- empenho para “Gabriela” foi Juliana Paes demorou a vi- fazer, onde pude flertar comterior fluminense, mas criada na tentativa de fazer um traba- rar protagonista de produções o humor e tornar meu nome “Gabriela” – Globo –em São Gonçalo, no Grande lho que servisse de resposta aos globais. Seu primeiro persona- mais conhecido”, acredita. de terça a sexta, às 23h
  • 14. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 15 - TV Zapping TV Press Jorge Rodrigues Jorge/Divulgação elenco da substituta de “Salve Jorge”, próxima nove- disso, a atriz renovou contrato com a Globo. Ela é ex- la das nove da Globo. Atores como Antônio Fagun- clusiva da emissora pelos próximos quatro anos. des, Christiane Torloni, Cássia Kiss Magro, Elizabe- th Savalla e Giovanna Lancellotti, entre outros, es- tão reservados para o folhetim que só estreia em mea- dos de 2013. A trama é escrita por Walcyr Carrasco, Tudo verde que estreia na faixa. A Record estuda a possibilidade de realizar uma série sobre sustentabilidade. A produção deverá ter uma parceria da produtora holandesa Ende- Multifuncional mol e deve ser realizada na Amazônia. O objeti- vo é mostrar iniciativas que deram certo em mu- Enquanto a apresentadora titular do “Sábado à nicípios que antes desmatavam e agora são sus- Noite com Patrícia Abravanel”, novo programa tentáveis. Victor Fasano, apresentador do “reali- do SBT, está de férias, cabe à diretora Leonor ty show” “Amazônia”, está cotado para coman- Corrêa gravar alguns quadros da produção. Leo- dar o programa, que deve estrear em setembro. nor já comandou programas na RedeTV!, e recen- temente era responsável pela direção do progra- ma “Eliana”. Agora, ela realiza testes para cinco Senhora do destinoPesos e medidas novos quadros no programa. O primeiro piloto com Patrícia Abravanel está agendado para se- Priscila Sol será Sandra em “Lado a Lado”, substitu- tembro. ta de “Amor Eterno Amor”, da Globo. Na trama, as-Adriana Londoño só tem elogios para a trama de sinada por João Ximenes Braga e Claudia Lage, aMargareth Boury, autora de “Rebelde”, da Record. Na pri- personagem é melhor amiga de Laura, de Marjoriemeira temporada, Leila, sua personagem, tinha uma tramairrisória. “Era apenas a mãe do Tomás”, lembra, referindo- Sem parar Estiano, e uma mulher à frente do tempo. Ela é do tipo que não sonha em casar e ter filhos, mas estudarse ao personagem de Chay Suede. Desde a estreia da segun- Juliano Cazarré, o Adauto de “Avenida Brasil”, está e se tornar uma professora. As gravações estão bemda temporada, em março, a história de Leila ganhou desta- reservado para o elenco de “O Canto da Sereia”, pró- avançadas. A história estreia em setembro.que quando ela assumiu o posto de vice-diretora do colégio xima minissérie da Globo. A trama será protagoniza-Elite Way. “Diferentemente do carrasco Jonas, de Floria-no Peixoto, ela é mais companheira dos alunos. Ele tempulso firme e assume a figura do pai. A minha personagem da por Ísis Valverde e narra a história do assassinato de uma cantora de axé no Carnaval. Juliano interpre- tará Augustão, um policial que tem a missão de in- Casos de famíliaé uma mãezona. Mais compreensiva e tolerante”, compara, vestigar o crime. Os trabalhos estão previstos para Raoni Carneiro já gravou suas primeiras cenasaos risos. começar em outubro e a estreia é em janeiro de 2013. em “Gabriela”, da Globo. Ele teve aulas de prosódia, mudou o corte do cabelo e deixou o bi-À flor da pele Passado a limpo gode crescer para a novela de Walcyr Carrasco. Na trama, o ator vive Osório, que chega a Ilhéus em busca de justiça pelo assassinato do irmão Os-Rafael Calomeni já começou a gravar “Balacobaco”, substi- Sandy é a convidada de estreia do “Viva o Sucesso”, mundo, de Erik Marmo. Osório enfrentará os co-tuta de “Máscaras”, que estreia em outubro, na Record. Na novo programa do Canal Viva que vai ao ar a partir ronéis da cidade e, para isso, contará com a ajudatrama, assinada por Gisele Joras, ele será um empresário do próximo dia 31, às 21:15 h. A produção mostrará de Mundinho Falcão, de Mateus Solano.que volta ao Brasil após uma temporada trabalhando em sempre uma personalidade contando sua trajetória,Londres. “Ele é um homem sério, honesto e casado com apersonagemda Ingra Liberato”,adianta. Parao ator, foi im-portante ficar este tempo distante da tevê – seu mais recen- os obstáculos que enfrentou e como alcançou o auge na carreira. Além de cantores, participam atores, es- critores, diretores, esportistas, jornalistas, entre ou- Bem parecidote trabalho foi em “Ribeirão do Tempo”, em 2010. “Pude tros. A direção é de Pablo Uranga. Estreia em janeiro “Pé Na Cova”, novo “sitcom”me dedicar mais à minha família e especialmente ao meu da Globo. A produção é assinada e protagonizadafilho”, gaba-se, referindo-se a Matheus, de 1 anos e 8 meses. por Miguel Falabella. Ele interpretará um agente Procura-se funerário que vive com sua família em uma fune-Subiu no telhado A Band ainda não definiu o apresentador que fará dupla com Adriane Galisteu no comando do “Miss rária em Irajá, Zona Norte do Rio. A diretora Ci- ninha de Paula já foi até o bairro para fazer pes- quisas para retratar as ruas da região na cidade ce-O “Sexo a 3” não emplacou. Por causa disso, a inten- Brasil 2012”. O evento acontecerá no dia 29 de se- nográfica da produção no Projac.ção da emissora é de não continuar com o programa em tembro e será transmitido ao vivo, diretamente desua grade no próximo ano. A produção tem registrado bai-xíssima audiência e, mesmo com eventuais mudanças, osefeitos foram mínimos. Com esta iniciativa, a emissora de- Fortaleza. Aproximadamente 100 profissionais esta- rão envolvidos na cobertura. Adiantadoverá aproveitar a participação do apresentador Robert Rey Mesmo que o “remake” de “Dancin’ Days” não es-em outras produções do canal. Ele, que também é cirur-gião, é contratado da RedeTV! até 2014. Rindo à toa treie em breve. Gilberto Braga já sabe com quais ato- res irá trabalhar. Por enquanto, a escolhidas foram Distante das novelas desde o fim de “Caminho das Camila Pitanga, que interpretará Júlia Matos, e Gló- Índias”, em 2009, Letícia Sabatella já tem novo tra- ria Pires, que será Yolanda Pratini. “Dancin’ Days”Sem perder tempo balho. Ela está reservada para “Sangue Bom”, título provisório da substituta do “remake” de “Guerra deve ser aprovada para ir ao ar na faixa das 23 h, de- pois de “Saramandaia”, principal cotada para substi-Wolf Maya trabalha a todo vapor na escalação do dos Sexos”, próxima novela das sete da Globo. Além tuir “Gabriela”. I
  • 15. TV - 16 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO EntrevistaBOLA ASSOMBRADATadeu Schmidt divide atenções entre o esporte e as assombrações do “Phantasmagoria”, no “Fantástico” Luiza Dantas/DivulgaçãoTV Press O esporte está para o jorna-lismo como a comédia está pa-ra um ator: ambos aproximamo público de seus ídolos. MasTadeu Schmidt garante ter en-contrado um meio de fazercom que as pessoas se sintam àvontade para falar com ele so-bre outro ponto: fantasmas.Desde pequeno, ele sentia me-do de se deparar com alguma as-sombração e passou a se interes-sar pelo assunto. Dessa curiosi-dade veio a vontade de produ-zir a série “Phantasmagoria”,atualmente no ar no “Fantásti-co”. “Quem nunca viu algo es-tranho ou conhece alguém queafirma ter passado por uma ex-periência dessas? Esse é um te- “Eu,ma instigante, as pessoas se in- particularmente,teressam por tudo que não con- não acredito. Masseguem explicar”, opina. Mas a morro de medo”,experiência distante da edito- diz Tadeu Schmidtria de Esportes e o posto de em relação aapresentador, que desempenha fantasmas”desde a saída de Patrícia Poetapara o “Jornal Nacional”, nãosignifica que Tadeu pense em acontecesse durante esse pro- ideia e fomos a quatro lugares assiste escolhe em que acredi- taxa: “isso é verdade” ou “issose afastar da área que o consa- cesso, correríamos atrás de jus- com fama de assombrados. tar. Queremos dar suporte pa- é mentira”. No “Phantasmago-grou no programa. Tanto que tificativas. Se um fantasma apa- Pergunta – Vocês chega- ra justificar cada uma das si- ria”, não. Até porque a ciênciajá tem em mente um novo pro- recesse e desse tchau para a câ- ram a pensar em procurar lo- tuações mostradas. não tem como provar que algojeto para sugerir, focado nas mara, iríamos mostrar. Se não cais fora do Brasil? Pergunta - Foi noticiado não existe. Procuramos formasOlimpíadas de 2016. “Está mui- apareceu, se foi algo que se ex- Schimdt – Eu acho que se- que grupos religiosos se mani- de se explicar os fenômenosto cedo e o martelo ainda não plica e pode não ser fantasma- ria muito legal. Quem sabe em festaram contra a abordagem que algumas pessoas acreditamfoi batido. Mas é algo grandio- górico, também. uma próxima temporada? do quadro e que vocês esta- serem sobrenaturais. Mas nãoso e que acho que vai ser bem Acho que depende de como vai riam revendo o texto da série. podemos afirmar com certeza Pergunta – Quando surgiubacana”, desconversa. funcionar o balanço final do O que aconteceu? se são mesmo isso ou não. essa ideia? Pergunta – De onde partiu quadro. Por enquanto, nada foi Schimdt – Olha, não recebe- Pergunta – Você se tornoua ideia de apresentar o qua- Schimdt – Fiquei pensando conversado. mos nada disso aqui. Eu tam- conhecido no jornalismo atra-dro “Phantasmagoria”? nisso um tempão, desde uns Pergunta – Você acredita bém li isso. Fico chateado quan- vés do esporte. Pensar em Tadeu Schmidt – A primei- dois anos atrás. Ficava enchen- realmente nessas histórias do publicam coisas assim por- pautas e quadros que fujamra ideia foi minha. Era tentar do o saco do nosso chefe de re- de assombrações? que não tenho ideia de onde ti- dessa editoria é uma forma deregistrar alguma coisa sobrena- dação no Rio de Janeiro. Até Schimdt – Eu, particular- raram isso. Não é verdade. tentar mostrar que pode fun-tural com as nossas câmaras e que um dia ele disse que faría- mente, não acredito. Mas mor- Pergunta – Sua experiên- cionar em outras áreas?explicar. Queria ir para algum mos. Ele se reuniu com o mági- ro de medo! Bom, acho que cia com o quadro “Detetive Schimdt – Acho que essa élugar considerado assombrado co Kronnus, que tinha uma posso estar exagerando um Virtual” influenciou de algu- uma movimentação normal.para filmarmos o tempo todo ideia semelhante à minha. De- pouco. Na verdade, realizar o ma forma na hora de pensar Não fico preocupado em bus-até aparecer algo. As pessoas fa- pois veio a sugestão de envol- quadro me fez muito bem. Eu no “Phantasmagoria”? car projetos que tenham rela-lam muito que existem locais ver pessoas. Se não tivesse gen- tinha bastante medo de fantas- Schimdt – De certa forma, ção direta com o esporte, assimem que acontecem coisas, co- te ali, contaríamos só com nos- mas até então. Mas a gente não sim. Mas a grande diferença en- como também não fico atrás es-mo portas que se fecham e baru- sas câmaras e não seria a mes- diz se é um fantasma ou não, tre os dois quadros é que no pecificamente de coisas quelhos. De acordo com o que ma coisa. Desenvolvemos a apresentamos opções. Quem “Detetive Virtual” a gente vai e não tenham. Qualquer ideia
  • 16. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 17 - TV Início esportivo Tadeu nasceu em Natal, no se às quatro da manhã todas Rio Grande do Norte. Sua car- as segundas. Às vezes, até vi- reira como jornalista começou rando noites. “Quando você em Brasília, como repórter do gosta do que faz, o sacrifício “DF TV”, da Globo. Sempre li- é compensado”, defende. gado nas pautas de esportes, não demorou para que conquis- Sonho de atleta tasse espaço e fizesse matérias para o “Globo Esporte”, “Es- Assim como o irmão Oscar porte Espetacular” e outros pro- Schmidt, ex-jogador de basque- gramas que, por algum motivo, te, Tadeu sonhava mesmo com abordassem o assunto. “Natu- a vida de atleta. Ao contrário ralmente, tenho uma afinidade de Oscar, Tadeu buscou espaço grande com esse tema. É natu- no vôlei. Mas ainda na adoles- ral que eu sugira mais pautas cência, aos 17 anos, depois de nessa área”, aponta. ser cortado de uma viagem da Tadeu começou a se desta- seleção infantojuvenil, largou car nacionalmente ao se tornar as quadras. Foi a deixa para en- o apresentador dos resultados contrar uma forma de conti- do futebol do “Bom Dia Bra- nuar envolvido com o esporte, sil”, em 2005. Sempre com um mas por outro ângulo: prestar toque de humor, logo surgiu o vestibular para Jornalismo. convite para desempenhar a “Viajariam 12. Fiquei entre os mesma função no “Fantásti- 15, mas não entre os 12 que fo- co”. A jornada dupla fazia ram. Éramos três levantadores com que trabalhasse até e só foram escolhidos dois. Eu 23h30 de domingo e acordas- sobrei”, lembra.Schmidt ao lado do mágico Kronnus, que ajuda o apresentador a desvendar os mistérios do novo quadroque surja é uma ideia. Já dei pe do “Fantástico”. Por isso, ma mais o jornalista do públi-muitas sugestões para o esporte acho que não gerou uma gran- co, é bem diferente de econo-e também para outras edito- de surpresa. Eu já participava a mia, política... Mas vai porrias. Talvez agora apareçam semana inteira do programa, es- mim: aposto que em setembro, Patrícia,mais porque quando eu não era tava lá com eles todos os domin- se a gente conversar de novo, Camargo,apenas do “Fantástico”, só fa- gos. Já tinha feito o “Detetive vou dizer para você que as pes- Renata ezia esportes. Então, tudo que Virtual” também, que é meu soas estão me parando muito Schmidt,eu pensava fora dessa editoria até hoje. mais para falar de fantasmas do os titularesera sugerido para outras pes- Pergunta – Mas quando o que de futebol. atuais dosoas, eu não executava. Agora público conversa com você Pergunta – E você já tem “Fantástico”não, sou da equipe do progra- nas ruas sobre o seu trabalho, algum outro projeto pessoalma e, entre outras coisas, faço o esporte ainda é o assunto para ser trabalhado dentro dotambém esporte. mais comentado? “Fantástico”? Pergunta – De alguma for- Schimdt – Sim. Acho que Schimdt – Tenho, mas éma, a saída da Patrícia Poeta nunca vão me desassociar do es- bem para frente. É para as Olimpíadas de 2016. Uma coi- Trajetória televisivapara o “Jornal Nacional” porte. Só se um dia eu pararabriu mais espaço para você mesmo de fazer. As mulheres sa que já venho pensando há “DF TV” (Globo, 1997) - 2006” (Globo, 2006) -sugerir quadros e pautas continuam me dizendo que pas- bastante tempo e que vou apre- Repórter Cobertura do eventomais autorais? saram a assistir aos VTs dos sentar na nossa reunião de fi- nal de ano. Ainda tenho de pas- TV Globo - Rio (Globo, “Espaço Aberto” Schimdt – Não. Basicamen- gols por minha causa e fico (Globonews, 2007) -te, o que aconteceu é que agora bem feliz com isso. A mudança sar esse plano para o papel, 2000) - Repórter da editoria de esportes para programas Apresentadorsomos três. Antes havia dois que promovemos nessa área do apresentar para a direção e ver se vão gostar. Acho difícil que como “Globo Esporte”, “Fantástico” (Globo,apresentadores e eu era um “Fantástico” foi muito forte e não topem. “Esporte Espetacular”, 2007) - Apresentador doapresentador da parte de espor- ainda gera impacto no público. “Fantástico”, “Bom Dia Brasil”te que, eventualmente, fazia ou- Mas esse quadro pode mudar Pergunta – Mas se é para esporte as Olimpíadas de 2016, por e “Jornal Nacional”, entretras coisas. Agora, sou um dos essa situação. outros “Olimpíadas de Pequim”três apresentadores do “Fantás- Pergunta – Por quê? que sugerir em 2012? (Globo, 2008) - Cobertura do Schimdt – Porque é algo “Esporte Espetacular”tico”. Só não houve uma apre- Schimdt – Acho que, a par- evento bem grandioso. Seria para co- (Globo, 2004) - Apresentadorsentação oficial. tir de agora, muita gente vai meçar a ser produzido agora, “Copa do Mundo de Pergunta – Por que essa passar a me parar para falar de mas para exibirmos apenas em “Bom Dia Brasil” (Globo, 2010” (Globo, 2010) -formalidade foi dispensada? fantasmas. Já começou até, mas 2016. Torço para que dê certo e 2005) - Apresentador do Cobertura do evento Schimdt – Foi uma mudan- deixa o quadro ir todo ao ar pa- a emissora tope. esporteça sutil e normal. Na verdade, ra a gente ver. Esse é um tema “Fantástico” (Globo,os telespectadores já processa- que gera sempre um debate lon- “Fantástico” - Globo - “Copa do Mundo de 2012) - Apresentador Ivam que eu fazia parte da equi- go. É claro que o esporte aproxi- Domingo, às 20h45
  • 17. TV - 18 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO InsideFOCO QUALITATIVO Jorge Rodrigues Jorge/DivulgaçãoO diretor Alexandre Avancini - O texto dessa minis- série tem muita ação dramática,Avancini investe em que também é ação. Não são duas pessoas lutando com espada, masnovas tecnologias os personagens duelam o tempo in- teiro com o texto da Vivian de Oli-para fazer tevê com veira, com a intenção dos persona- gens, com seus dramas pessoais.imagem de cinema Tanto que trouxe o (preparador) Avancini SérgioPenna para ficar 20 dias mol-na Record força Record dando o elenco para eles se arma- a investir em rem com mais ferramentas para de-TV Press tecnologia senvolverospersonagens. Mastam- para realizar bém temos cenas de ação. O olhar inquieto de Alexandre trabalhos Pergunta - Você nunca ha-Avancini transmite verdade quan- com melhor via dirigido sua irmã, Andréado o diretor conversa sobre lentes e qualidade de Avancini. Como tem sido con-novos equipamentos. E se destaca imagem duzi-la na minissérie?ainda mais diante da fala branda e Avancini - Tudo em família.do jeito tranquilo ao analisar seus Somos da mesma escola, que foiquase 30 anos como diretor na te- ção tecnológica na minis- cial sempre foi o cinema. Quan- ções são mais próximas e isso facili- meu pai (Walter Avancini), ovê. Envolvido nas gravações de “Jo- série “José - De Escravo a do você consegue realizar ce- ta. Fora isso, vamos viajar com 30, maior diretor de atores do Brasil,sé- DeEscravo a Governador”, pró- Governador”? nas em novelas de uma forma 40 atores. É muita gente! Mas o sem sombra de dúvidas. Tambémxima minissérie bíblica da Record Alexandre Avancini - A Arri mais cinematográfica, elas mar- Chile é perto. São apenas três, qua- tem minha mulher, a Nanda Zie-- que estreia em janeiro de 2013 -, o Alexa, uma câmara que é o mais re- cam muito, se sobressaem. Ho- tro horas de viagem. Pergunta - E o Egito? gler e vários atores que já trabalhei,diretorpaulistano se orgulha de tra- cente lançamento no cinema mun- je temos uma convergência como o Ângelo Paes Leme, Denisezer as mais recentes inovações de dial. Com ela, o longa “A Invenção principalmente técnica entre ci- Avancini - O Egito tem um pe- so muito grande. Ele entra a par- Del Vecchio, Bianca Rinaldi, queHollywood em equipamentos para de Hugo Cabret” (de Martin Scor- nema e televisão. Em “Vidas tir do capítulo 6. A Record está são atores que se entregam. Temos estúdios do RecNov. Afinal, em sese) ganhou o Oscar de Fotogra- em Jogo”, minha última nove- construindo uma cidade ceno- ator que quando vai fazer tevê, ligaseus 22 anos como diretor na Glo- fia. “Os Vingadores” (de Joss Whe- la, a única diferença do cinema gráfica enorme do Egito em Ilha a “chave tevê”. Quando faz cine-bo, o filho do saudoso WalterAvan- don) também foi filmado com ela, era a captação. Ou seja, as câma- de Guaratiba, na Zona Oeste do ma, liga a “chavinha cinema”. E es-cini se sentia engessado na emisso- além da série “Game of Thrones”. ras eram de televisão. Agora atéra, sem perspectivas de crescimen- Pergunta - No seriado “A Rio de Janeiro. É um visual mui- se elenco está mais acostumado a as câmaras são de cinema. Tra-to. “A Globo foi minha escola, mas Lei e o Crime” você já usava balhamos com tudo igual, des- to rico e diferente. trabalhar em tevê com a “chavinhaeu queria crescer e não conseguia”, câmaras de cinema. Qual o di- de carrinhos, refletores, tudo Pergunta - O que você cinema”. É uma atuação mais es-lembra. Até que há sete anos a Re- ferencial que este equipamen- como em Los Angeles. Isso adianta das gravações no merada.cordacenou como cargo dediretor- to traz em relação a outros uti- agrega ao produto uma qualida- Egito? Pergunta - Você já assu-geral e a autonomia para imprimir lizados em seus trabalhos an- de grande e ajuda a contar a his- Avancini - Vou para lá gravar miu que tem vontade de imagens das pirâmides. O legal é não só dirigir, mas tambémsua marca nas tramas da emissora. teriores na Record? tória, imprimir uma narrativa que o Egito nunca foi mostrado em escrever para o cinema. OE não parou por aí. Avancini con- Avancini - Em “A Lei e o Cri- mais cinematográfica, brincar umaprodução brasileira.Nossa his- que planeja?venceu a Record de um constante me”usei a (câmara)Viper, mas ago- com o foco e o desfoque. tória se passa há mais de 3 mil anos Avancini - Sou mais amigo deinvestimento em equipamentos de ra estamos com um equipamento Pergunta - Você já gravou e, nessa época, as pirâmides já ti-ponta. Dessa forma, o diretor de 47 muito superior. Uma câmara como na cidade cenográfica do Rec- autores que dos diretores. Tenho nham mais de mil anos. Elas vão uns projetinhos. Quem sabe umanos passou a acompanhar de per- a Alexa ajuda a contar a história. Nov. Como estão estrutura- aparecer na história “maquiadas”to as feiras e eventos de cinema em Compramos cinco no exterior. Ca- das as locações no exterior? dia, quando eu acalmar na Record, porque estavam mais novinhas. consiga botar a mão na massa. Es-Los Angeles. “Isso me abriu hori- da uma no valor de 80 mil dólares, O que já está definido? Vai ser legal o público poder assis-zontes. Essa aproximação maior fora as lentes. É um investimento Avancini - Vou fazer “stock crever é um trabalho árduo. Estive tir a minissérie e ver que não sãocom o cinema me fez ter acesso aos que faz toda a diferença na ima- shots” para computação gráfica imagens de computação gráfica. em Los Angeles ano passado fazen-melhores equipamentos para aper- gem. O equipamento que a gente e imagens no Egito e em Israel. Também farei imagens do Rio Ni- do uma pesquisa. Tenho o projetofeiçoar meu trabalho. É enriquece- usa aqui é 100% utilizado nos fil- Ficarei uns 10 dias filmando lá. lo, dos campos de Israel, os vales e de um filme sobre o universo dosdor ter acesso a essas informações e mes americanos. Também definimos as locações montanhas. Isso dá um gostinho paparazzi. Tenho amigos papara-poder assistir a palestras do James Pergunta - Durante toda a no Atacama. Se tudo der certo, de verdade para o trabalho. zzi em Los Angeles. É um uni-Cameron na primeira fila”, destaca sua trajetória na tevê, você sem- estamos indo para o Atacama Pergunta - Como diretor, verso muito rico. Fiz laborató-Avancini, citando o diretor de pre tentou se aproximar da lin- em setembro com a equipe in- você se especializou em ce- rio. Fiquei duas semanas com“Avatar”, longa com maior fatura- guagem do cinema. Por quê? teira e o elenco todo. nas de ação. Mas “José” eles perseguindo os atores nomento da história do cinema. Avancini - Essa sempre foi Pergunta - Por que a esco- tem bem menos ação que meio da rua. Foi divertido, mas Pergunta - O que você minha busca. Foi o que desta- lha do Atacama, no Chile? “Rei Davi”. O que você pre- perigoso também (risos). Esse épretende trazer de inova- cou meu trabalho. Meu referen- Avancini - Porque lá as loca- tende explorar? o meu projeto pessoal. I
  • 18. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 19 - TV Circuito InternoPEQUENAS CAUSASHistórias focadas no público infantojuvenil estão em alta na televisão abertaTV Press Instantâneas Há tempos as crianças não estão en- Em “Amor Eterno Amor”, atre as prioridades das emissoras abertas personagem Clara, de Klara Castanho, ébrasileiras. Ainda mais diante do cresci- um dos papéis mais importantes domento da tevê a cabo no país e o aumen- folhetim. A menina possui dons ligados àto cada vez maior de canais segmenta- espiritualidade, temática central da tramados para o público infantil entre os pa- Leonardo Miggiorin estreou na tevêgos. Mas, quando o assunto é teledrama- na novelinha “Flora Encantada”, que eraturgia, a coisa muda de figura. Nos últi- exibida dentro do infantil “Angel Mix”,mos anos muitos foram os projetos de comandado por Angélica, na Globosucesso que foram criados de olho nesse “Chiquititas” foi responsável pornicho. Principalmente em adaptações revelar diversos talentos que hoje fazemde originais estrangeiros, como “Chiqui- sucesso na tevê. Foi dali que surgiramtitas”, “Rebelde” e, mais recentemente, atores como Bruno Gagliasso, Kayky Brito,“Carrossel”. Esta última, aliás, vem in- Sthefany Brito e Jonatas Farocomodando a concorrência, marcandoquase sempre médias para o SBT entre Antes de “Chiquititas”, em 1996, o13 e 15 pontos de audiência. Um dos me- SBT exibiu a novela “Colégio Brasil”,lhores resultados atualmente da emisso- também voltada para o público infantojuvenil. Foi a estreia de Palomara de Sílvio Santos, atraindo, segundo Bernardi na tevê – que só voltaria a atuarpesquisas, um público que não é só de novamente em “Caminhos do Coração –crianças, mas também de adolescentes e Os Mutantes” – e a segunda novela deadultos. “A ideia foi da minha filha Da- Carla Diaz, hoje no elenco de “Rebelde” eniela (Beyruti diretora artística e de pro- que também marcou presença emgramação do canal). Ela lembrava dela “Chiquititas”assistindo com a gente e pensou em al-go que pudesse reunir mais uma vez a fa-mília inteira na frente da tevê”, resumeÍris Abravanel, responsável pela adapta- gravou a adaptação nacional de “Chiqui- sariamente para o público infantojuve- ças. Escrever para esse público é uma ca-ção da novela mexicana que chegou a in- titas”, projeto que chegou a ter quatro nil caem no gosto desse perfil. Quando racterística que varia de autor para au-comodar o “Jornal Nacional” quando temporadas. “A gente era feliz e sabia”, começou a escrever “Caminhos do Cora- tor e, também, de novela para novela”,foi exibida, em 1991. lembra Flávia Monteiro, intérprete da ção”, em 2007, na Record, Tiago Santia- explica. Atualmente, “Carrossel” por vezes bondosa Carolina, que dirigia um orfa- go tinha uma trama policial que envol- Assim como Tiago Santiago, Filipealcança mais que o dobro da audiência nato na trama. Mas o mercado voltou a via um assassinato, um casal romântico Miguez e Izabel de Oliveira, que escre-da segunda temporada da concorrente se abrir mesmo para esse tipo de e um grupo de mutantes com poderes vem “Cheias de Charme”, não estão ne-“Rebelde”, versão brasileira feita pela segmentação no Brasil depois que a sobrenaturais. Sabia que, caso algo não cessariamente interessados em segmen-Record do sucesso da Televisa. Coinci- Band conseguiu êxito na sua versão de desse certo, tinha para onde carregar tar a novela. Mas o folhetim das 19 ho-dentemente ou não, em agosto, sua auto- “Floribella”, estrelada por Juliana Sil- mais as tintas. E se tornou um dos auto- ras da Globo, além de ser todo coloridora Margareth Boury adicionou persona- veira e escrita por Patrícia Moretzsohn res com um dos mais longos trabalhos e cheio de personagens caricatos, ga-gens mais novos que os adolescentes e Jaqueline Vargas. “Acho que quebrou no ar. Com três temporadas, sua trilogia nhou recentemente um colégio entreque protagonizam suas histórias. Segun- um paradigma mostrando que é possí- “Mutantes” permaneceu quase dois seus cenários fixos, garantindo novos personagens e conflitos infantojuvenisdo ela, uma forma de dar um gás na tra- vel falar com o público infantojuvenil anos ininterruptos em exibição. Foram para a trama. “Isso estava previsto. Nos-ma e se preparar para o que ainda pode de maneira menos didática e atrain- justamente as habilidades especiais de sas histórias centrais já foram desenvol-vir. “Precisávamos de gente nova, de do também a família. Talvez isso te- muitos de seus personagens que garanti- vidas e podemos partir para contar ou-histórias que continuassem a chamar a nha inspirado outras produções”, su- ram médias acima de 20 pontos em al- tras secundárias agora”, explica Fili-atenção do nosso publico, que é de põe Patrícia, que participou da equi- guns capítulos, mesmo quando dispu- pe. Os dois defendem que escrevemcrianças. Por que não trazer rebeldes mi- pe que escreveu a primeira tempora- tou a atenção dos telespectadores com a para todas as faixas etárias, sem serins? Continuamos com os protagonis- da de “Malhação”, da Globo, quando novela “A Favorita”, da Globo. Mas ex- preocupar em focar em outro públi-tas a todo vapor e ainda temos apostas ainda era uma adolescente. E por fa- plorar o universo infantojuvenil sem- co. “Nossa novela tem uma estéticapara o futuro”, justifica-se. lar no seriado, a nova temporada, que pre foi uma característica de Tiago, que bem colorida, leve e divertida. En- As apostas em folhetins focados no estreou no último dia 13, voltou a ser trabalhou como colaborador de tramas tão, não nos surpreende que ela te-público infantil não são novidades. An- ambientada em um colégio, assim co- como “Vamp”, “Olho no Olho” e “Uga nha cativado parte do público degélica fez isso em seu programa na Glo- mo “Carrossel” e “Rebelde”. Uga”, na Globo. “Na minha próxima no- crianças e adolescentes desse horá-bo, na década de 1990, e o SBT mesmo Mas nem só as tramas escritas neces- vela do SBT, também terei muitas crian- rio”, analisa Izabel. I
  • 19. TV - 20 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO CloseOUTRO OLHAREm “Malhação”, Alice Wegmann vive jovem rebelde e despojada que é o oposto de sua personalidade Luiza Dantas/DivulgaçãoTV Press ca Alice. Para criar o perfil trans- tornado, a atriz buscou referên- Unhas malfeitas, mechas cias em alguns filmes que abor- Alice Wegmann estreou naazuis no cabelo e roupas despoja- dam conflitos dos adolescentes, tevê em “Malhação”,das. É com esse visual, oposto ao como “Sexta-feira Muito Louca” em 2010. Agora, volta aoseu estilo, que Alice Wegmann se e “The Runaways”, por exemplo. folhetim juvenil na condiçãodestaca como protagonista na no- Além disso, o visual da atriz tam- de protagonista,va temporada de “Malhação”. Na bém passou por mudanças. “Fiz na pele da rebelde Liapele da rebelde Lia, a atriz está de um corte moderno, mas que, aovolta ao folhetim. Foi nesta pro- mesmo tempo, deu a impressãodução que Alice estreou na televi- de que foi ela quem cortou. Colo-são, em 2010. Mas essa é a primei- quei algumas mechas de apliquera vez que Alice participa da tra- e o esmalte está sempre descascan-ma desde o início, o que a faz fes- do”, frisa. Alice, que tem sempretejar a nova fase da carreira. “Co- um kit de manicure em casa, estámo fui convidada na época de tentando se adaptar ao novo vi-escalação do elenco, estou tendo sual. “Meu Deus, não tirei o es- malte! A primeira coisa que te-uma preparação especial, que está nho de avisar é que a unha é parasendo ótima para mim”, come- a personagem”, diverte-se a atriz.mora. O segundo papel na tele- Atuar como protagonistavisão foi em “A Vida da Gen- requer atenção e dedicação aindate”, em que deu vida à tenista maior de Alice. A personagemSofia, irmã de Bárbara, persona- também foi construída através degem de Pietra Pan. A dupla “workshop”, de leituras com omostrou que tem afinidade e elenco e encontro com os princi-agora revive o parentesco na te- pais parceiros de atuação. A atrizvê, com Pietra no papel de Ta- ainda não conhecia o seu par ro-tá, a irmã mais nova de Lia. mântico da trama. Para construir Na trama, a personagem de a afinidade entre os dois, ela eAlice vive um confuso triângulo Guilherme passaram a conversaramoroso, que promete esquentar também fora dos estúdios. “Deucom os conflitos adolescentes. Di- super certo. Além de ser inteli-nho, do protagonista Guilherme gente e ligado com a arte, ele éPrates, já ficou com Lia, mas uma pessoa incrível”, elogia.quem vai sentir atração mesmo Alice divide seu tempo entrepelo rapaz é Ju, melhor amiga de as gravações e o colégio. Aos 16Lia, interpretada por Agatha Mo- anos, a jovem entende bem as ins-reira. Amigas desde os tempos de tabilidades da carreira de atriz.criança, uma não abre mão da Por isso, não abre mão de um pla-companhia da outra. “A Ju é a no B. “Hoje estou bem e traba-única pessoa que a Lia consegue lhando, mas depois de uns mesesse abrir. Ela dá colo para a amiga, posso estar sem saber o que fazer.porque só ela sabe o que a minha Já vi muitos jovens preocupadospersonagem sofreu”, revela a com isso e eu vou fazer de tudo pa-atriz sem entregar o mistério do ra evitar”, assegura. Da preocupa-folhetim. ção com o futuro, veio a certeza A rebeldia da personagem de de cursar uma faculdade em ou-Alice vem de um trauma familiar tra área. “Não sei se Publicidade,que ela ainda não conseguiu supe- Jornalismo ou Cinema, mas pro- vavelmente é um desses cursosrar. “A Lia se fechou um pouco que vou fazer para ter uma segun-para qualquer tipo de relaciona- da opção”, planeja a atriz. Imento. Ela tem amigos, mas temdificuldade, principalmente, em “Malhação” - Segunda a sexta,se relacionar com garotos”, expli- às 17h45, na Globo
  • 20. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 21 - TV CríticaO básico que funcionaNova temporada de “Malhação” evita exageros e acerta na escolha dos protagonistas DivulgaçãoTV Press Ousar sem perder a essên-cia foi o grande desafio das últi-mas temporadas de “Malha-ção”. Prestes a completar 18anos no ar, a “novelinha” vemperdendo seu público gradati-vamente e registrou seus pioresíndices em 2009, 2010 e 2011.Em especial, a última tempora-da – com trama intrincada, ins-pirada em filmes americanosde suspense e estética mais pró-xima do cinema – amargou 11pontos no ibope e foi a pior au-diência na história da produ-ção. Como objetivo de reverteresse quadro, a “nova” “Malha-ção” aposta em uma volta às ori-gens e se deu bem, com 21 pon-tos na estreia. Com históriasem muitas nuances e bem aogosto do publico infantojuve-nil, as autoras Rosane Svart-man e Glória Barreto não ape-lam para coincidências ou nú-meros misteriosos. De forma“batida”, mas eficiente, a duplaapóia a trama em um simpático Maria Paulatriângulo amoroso entre a ro- está entre osqueira Ju, o garanhão Dinho e veteranos quea delicada Lia, interpretados defendemdepor Alice Wegmann, Guilher- forma eficazme Prates e Agatha Moreira. seus papéis São nítidos o carisma e a sin- na novatonia dos três estudantes do en- temporada desino médio do Colégio Qua- “Malhação”drante. Dos protagonistas, aúnica realmente “novata” éAgatha. Alice já pôde ser vista retorno da história ao ambien- aparece como um investimento meira temporada de “Malha- cessos comuns a quem assumeem “A Vida da Gente”, enquan- te escolar evocam a memória da produção para garantir con- ção”, de 1995, em nada valori- a produção cheio de novasto Guilherme estreou na tevê afetiva ao telespectador, e lem- sistência e audiência. O “cas- zou o diálogo dos novos episó- ideias. Ao repensar a estéticaem “Vidas em Jogo”, novela de bram muito as idas e vindas en- ting” adulto conta com nomes dios com a origem da história. para os novos episódios, Alva-2010, exibida pela Record. Por tre Letícia, Gustavo e Natacha, como Danielle Winits, Leonar- Ironicamente, a falta de no- renga aperfeiçoou o andamen-já terem alguma experiência, a de Juliana Didone, Guilherme do Miggiorin, Maria Paula e vidades no formato e no con- to das sequências e evitou a fo-dupla tira a impressão de des- Berenguer e Marjorie Estiano, Vanessa Lóes defendendo de teúdo evidenciam a qualidade tografia escura e os efeitos es-preparo nos protagonistas mais integrantes da Vagabanda, na forma eficaz personagens de desta “nova” “Malhação”. peciais da temporada passada,recentes de “Malhação”. O temporada de 2004, a melhor destaque. Felizmente, a atua- Com as arestas devidamente investindo em cenas leves ebom desempenho também en- audiência da história recente ção de André Marques ficará aparadas, tudo funciona me- com apuro visual, perfeita pa-fraquece a sensação de “déjà da novelinha – com picos de 42 restrita à primeira semana da lhor. Inclusive, deixar a dire- ra destacar o colorido da cida-vu” da trama. O perfil dos per- de do Rio de Janeiro. I pontos no ibope. trama. A participação especial ção de núcleo novamente a car-sonagens principais, a trilha A aposta em um elenco do ator e apresentador na pele go de José Alvarenga Jr. evitou “Malhação” – Segunda a sexta –embalada por rock juvenil e o mais experiente e conhecido de Mocotó, personagem da pri- que outro diretor cometesse ex- às 17h40, na Globo
  • 21. TV - 22 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Resumo das novelasGLOBO MALHAÇÃO - 17H15Segunda-feira - Ju fica arrasada ao ver Terça-feira - Fatinha fica surpresa com Quarta-feira - Lia tenta se explicar para um atropelamento, mas o menino Sexta-feira - Mathias descobre que Mo-Fatinha e Dinho aos beijos e é consola- a atitude de Lia. Mario leva Tico para o Ju. Dinho reclama com Orelha por ter foge. Dinho segue o ônibus em cotó sumiu do colégio. O verdadeiroda por Lia. Lorenzo tenta falar com Lia seu trabalho. Orelha se desculpa com divulgadoa foto na internet. Bruno con- que ele entra. orientador vocacional se apresenta esobre Raquel. Orelha publica no TV Rafael. A assistente social elogia o tra- Quinta-feira - Tico chega à praça e Ju o ta para Ju que terminou o namoro. Mo- os alunos ficam pasmos. Leandro falaOrelha comentários provocativos so- balho de Mocotó na praça e resolve fa- reconhece. Dinho avisa que o irmãobre Mocotó, Rafael e Fatinha. Fatinha cotó fica preocupado ao saber que foi encontrado e todos ficam aliviados. mal de Mocotó para Isabela. Os alu- zer uma festa para homenageá-lo. Ro- Mathias também foi convidado pa- nos confessam que fizeram todo o tra-elogia a festa para Ju, que tenta disfar- bson conta para Mathias que Mocotó Tico conta para Ju sobre a viagem queçar a chateação. Mocotó mostra o ví- ra a festa de reinauguração da pra- o irmão pretende fazer. Dinho elogia balho de Mocotó e o juiz fica perplexo.deo de sua dança aos professores du- faz apresentações em um show de co- Ju e deixa a moça contente. Mario re- média. Rita chega à escola. Dinho pe- ça. Tico foge após Mario não ter Mocotó conta a verdade e todos serante a festa. Mathias exige que Ore- comprado o brinquedo que ele preende Tico. Lia garante que ajudará sensibilizam. Todos os alunos do colé-lha peça desculpas pelos comentá- de para conversar com Ju. Rita recla- Ju a ficar com Dinho. Isabela fica en- ma com a mãe por ir buscá-la no fim queria. Mathias repreende Rob- gio prestigiam Mocotó no teatro.rios que fez. Mocotó fica apreensivo cantadacom acoragem de Mocotó pa-quando Ju comenta que seu irmão o da aula. Isabela dispensa Mocotó. Ta- son por reclamar de Mocotó. Ma- ra salvar Tico. O verdadeiro orientador Verônica aceita sair com Mocotó. Ma-viu em um show de comédia. Lia desa- tá mostra para Lia a sua foto beijando rio não conta para Bárbara o sumi- vocacional aparece no colégio e Moco- thias apresenta Marcela, a nova pro-fia Fatinha a defender Ju. Dinho na TV Orelha. ço do filho. Mocotó salva Tico de tó se esconde ao vê-lo com Robson. fessora de Educação Física. AMOR ETERNO AMOR - 18H15Segunda-feira - Melissa obriga Virgílio drigo. Jacira deixa Tobias com ciúme. com Fernando. Gil elogia Gracinha e estão Miriam e Rodrigo e invade o delino teme por sua vida. Henri-a revelar o paradeiro de Angélica. Laudelino vê Angélica ferida e corre Tobias ouve. Elisa conta para Fernan- quarto deles. Elisa destrata Gracinha. que fica incomodado com Laura.Uma freira coloca a carta de Angélica para levá-la ao hospital. Laudelino afir- do que Rodrigo e Miriam viajaram jun- Fernando sente fortes dores na colu- Sábado - Rodrigo afirma a Elisa queno correio. Rodrigo vê Lexor em sua ma que Rodrigo atirou em Angélica. tos. Melissa fica tensa ao pensar que na. Jacira confirma sua gravidez. se casará com ela. Fernando diz aoregressão. Rodrigo se declara para Valéria implica com Elisa. Marlene so- Angélica pode ter sobrevivido. Josué Sexta-feira - Miriam recobra a cons- pai que vai se casar com Regina. Já-Miriam e os dois se beijam. Clara con- fre por Laís ter perdoado Eduardo. comenta com Tobias que tentará es- ciência. Kléber não gosta quando Pris- qui pede desculpas a Laura por suas atitudes com Priscila. Fernando en-ta para Miriam que Lexor a ajudou a Pedro fica incomodado ao ver quecer Valéria. Bruno se surpreende cila comenta sobre fazer uma espe- frenta Melissa e apresenta Regi-se acertar com Rodrigo. Gracinha pe- Gracinha com Jair. Melissa exi- quando Juliana o convida para viajar. cialização fora do país. Pedro faz na como sua noiva. Bruno confes-de ajuda a Jair. Elisa percebe a troca ge que Elisa pegue a carta que Quinta-feira - Rodrigo e Miriam tro- elogios a Gracinha e Jair estra- sa a Juliana que ainda gosta dede olhares entre Rodrigo e Miriam. Angélica enviou para Rodrigo. cam juras de amor. Dimas conta para nha. Virgílio não conta para Melis- Cris. Laís diz que só perdoaráTerça-feira - Angélica se sente mal Quarta-feira - Josué fica com ciúme Melissa que Fernando voltou a andar sa que Angélica está viva. Regina Marlene se ela reatar com Eduar-perto de Melissa. Fernando se aproxi- de Rodrigo e destrata Valéria. Elisa fi- e avisa que ele saiu transtornado de chega à pousada e Fernando exi- do. Pedro conversa com Gracinhama de Miriam para tentar provocar Ro- ca furiosa por não conseguir falar casa. Fernando vai até o local onde ge que ela o leve para casa. Lau- sobre Jair e fica perturbado. CHEIAS DE CHARME - 19H15Segunda-feira - Rosário não percebe jantar em sua casa. Lygia pensa no bei- das Empreguetes para Elano. Fabian ra Chayene. Brunessa se insinua para Sábado - Tom pede para Chayene pro-que Inácio está se passando por Fa- jo que trocou com Gilson. Inácio/Fa- não gosta de saber que Rosário se Humberto. Lygia e Penha fazem as pa- longar a sua apresentação. Elano con-bian. Sidney estranha o interesse de bian beija Rosário. Sandro paga a pen- aproximou de Inácio. Máslova procura zes. Cida decide dar uma chance para ta para Stela que estava envolvido comRomana em Fabian. Socorro conta pa- são de Patrick. Branca procura Sandro Cida. Stela confessa a Elano que está Conrado. outra pessoa. Penha e Cida não conse-ra Chayene que Kleiton e Tom estão ca- e Sônia não gosta. Brunessa conta interessada nele. Cida encontra com Sexta-feira - Tom acaba com a coletiva guem chegar para o show e Rosário en-da vez mais distantes. Elano vê a foto para Cida que viu Elano com uma Conrado. Chayene expulsa Eloy de ca- e culpa ndalo para tentar se promover. trasozinhanopalco. Chayene comemo- Lygia se incomoda em deixar a filha via- ra a vitória sobre as Empreguetes. Ro-de Cida com a família Sarmento e fica garota no Chopeokê. Rosário conta sa. Sônia aconselha Isadora a se insi- jar com Alejandro. Kleiton deixa de serdecepcionado. Cida recebe a Liga das para Penha e Cida que gostou do bei- nuar para Olavinho. o produtor das Empreguetes. Chayene sário termina o show arrasada e lem-Patroas. Branca se surpreende ao ver jo de Fabian. Quinta-feira - Conrado confessa para bola um plano para sabotar a viagem bra da promessa que ela, Penha e CidaSônia como empregada. Lia e Ariela bri- Quarta-feira - Conrado implora para fi- Isadora que nunca gostou dela e Cida de Penha e Cida. Tom reclama da falta fizeram. Sarmento dá um presente pa-gam por causa de Gracinha. car com Cida. Máslova se impressiona escuta. Cida percebe o interesse entre de profissionalismo das Empreguetes. ra Cida. Socorro volta a morar comTerça-feira - Tom afasta Rosário de Iná- com a sinceridade de Conrado ao falar Valdae Olavo.Neide defende Penha pa- Penha avisa a Tom que ela e Cida es- Chayene. Rosário decide deixar as Em-cio/Fabian. Elano convida Stela para da empreguete. Kleiton mostra o clipe ra Lygia. Socorro entrega o pendrive pa- tão muito longe do local do show. preguetes. AVENIDA BRASIL - 21H00Segunda-feira - Jorginho não acredita da de Leleco. Muricy flagra Zezé mas- conde. Nilo procura Jorginho e diz que cha. Jorginho encontra Serjão, o se- Sábado - Tufão fica surpreso com a de-nas explicações de Nina. Lucinda cha- sageando Adauto. Os homens do Divi- Nina é inocente. Nina exige que Carmi- questrador de sua mãe. cisão de Carminha. Jorginho pede parama Ivana para levar Max para casa. no invadem o campo onde Suelen faz nha se separe de Tufão. Sexta-feira - Janaína ouve Nina dando Iran ficar com Débora. Tufão pede paraCarminha sugere que Max volte para as fotos. Tufão pergunta a Carminha Quinta-feira- Nina faz intrigas de Carmi- prazo para Carminha sair de casa. Jor- Zezé morar com Carminha. Nina nãomansão e Tufão estranha. Max se co- de onde Max conhece Lucinda. Débora nha para Ivana. Adauto e Tessália pro- ginho confirma com Serjão que Carmi- gosta de saber que Carminha não vaimove com os elogios de Ivana. Nina se diverte com Iran. Jorginho procura curam Muricy pela casa. Jorginho pede nha e Max forjaram o sequestro. Tufão se separar do marido. Darkson desco-avisa a Carminha que não quer que Débora. que Zezé o leve ao local que foi usado descobre que Carminha saiu de casa bre que Leleco está escondido em suaMax volte para amansão. Jorginho des- Quarta-feira - Nina afirma a Lucinda como cativeiro de Carminha. Sem dar sem dizer para onde foi. Jorginho tenta casa e se insinua para Tessália. Ronitrata o pai e Nina fica tensa. Jorginho que fará Carminha deixar a casa de Tu- o flagra no casal, Adauto e Tessália se desculpar com Nina. Tessália pas- oferece a sua casa para Leandro mo-defende Nina e Débora se entristece. fão. Jorginho tenta beijar Débora, mas vão embora de Cabo Frio. Silas sente sa a reparar em Darkson e se impres- rar temporariamente. Tufão se chateiaJorginho segue Nina e a vê com Max. ela o afasta. A casa de Nilo pega fogo e ciúme doarquiteto, quepaquera Mona- siona com o jeito do rapaz. Leandro ao saber que Nina tem um novo namo-Terça-feira - Jorginho tenta brigar com Nina o salva. Zezé comenta com Adau- lisa. Iran e Débora se beijam. Cadinho diz a Suelen e Roni que voltará pa- rado. Carminha diz a Max que Nina fi-Max, mas Nina impede. Os moradores to que Leleco também viajou. Tessália dorme durante uma reunião de traba- ra Goiás. Jorginho manda Carmi- cou com o dinheiro do sequestro. Lele-do Divino tentam evitar que Suelen fa- rejeita Darkson. Muricy e Leleco che- lho e perde um cliente. Leleco e Muricy nha sair da mansão. Tufão procura co tenta convencer Tufão a se declararçaas fotos para a revista. Tessália con- gam a Cabo Frio. Aduto e Tessália tam- se escondem na casa de Silas. Ivana Max. Carminha diz ao marido que para a cozinheira. Jorginho pede Ninafessa para Olenka que está desconfia- bém chegam ao local e Muricy se es- descobre que Max comprou uma lan- quer sair de casa. em casamento.
  • 22. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 23 - TV Resumo das novelasGLOBO GABRIELA - A PARTIR DE 22H00Terça-feira - Zarolha vai até Nacib para con- da ao delegado para encontrar Lindinalva. guém sobre Lindinalva. Machadão estra-tar que Gabriela está dançando às escon- Zarolha conta a Nacib que Gabriela está nha a facilidade com que Pirangi conseguedidas, mas é impedida por Manoel. Glória dançando na rua da feira. Fagundes e Cle- dinheiro para pagar a conta de Lindinalvaajuda Josué a sair sem que Coriolano o ve- mente encontram Lindinalva e descobrem no Bataclan. Arminda aconselha Gabriela que ela está viva. Osório pede ajuda a Mun- a não dançar mais na rua. Iracema confes-ja. Teodora conta para Berto que o irmão sa à mãe que não é mais virgem. Gabrielafugirá de Ilhéus com Lindinalva. Juvenal se dinho para colocar Jesuíno na cadeia pela morte de Osmundo. Teodora acha que Ber- conta a Nacib que dançou na rua.despede de Gerusa. Jesuíno tira Iracema Sexta-feira - Nacib proíbe a esposa de dan- to pode estar envolvido com o desapareci-da sala de aula, sob os protestos de Malvi- çar na rua. Nacib se desculpa com Zaro- mento de Lindinalva. Gabriela vai à reu-na. Gerusa diz a Mundinho que Juvenal vai lha, mas deixa claro que o seu coração é nião das senhoras católicas. Nacib não en- de Gabriela. Arminda diz a Iracema que vaiembora de Ilhéus e que eles ficarão livres contra Gabriela na rua da feira.para viver um romance. Ramiro se encon- arrumar solução para Jesuíno não desco- Quinta-feira - Nacib proíbe Zarolha de falar brir que ela não é mais virgem. Mauríciotra com Anabela. Doroteia finge passar sobre Gabriela. A cozinheira demonstra fal- aceita ser advogado de Jesuíno. Mundinhomal para que Juvenal não saia de casa. ta de entusiasmo durante a reunião das repreende Rômulo por ser casado e namo-Berto e três jagunços cercam Lindinalva. senhoras católicas. Manoel presenteia Za- rar Malvina. Conceição flagra Gerusa comQuarta-feira - Berto entrega Lindinalva aos rolha com uma joia. Malvina conta para Ge- Mundinho. Jesuíno avisa à família de Irace-jagunços. Anabela não aceita dinheiro de rusa que Rômulo é casado. Fagundes e ma que quer apressar o casamento. Ga-Ramiro, e ele desconfia. Juvenal pede aju- Clemente combinam de não contar a nin- briela janta na casa de Tonico. Mateus Solano interpreta Mundinho FalcãoRECORD REBELDE - 20H30Segunda-feira - Leila se surpreende Terça-feira - Binho não acredita que Quarta-feira - Após saber que sua me- Elite Way e pensa em Pilar. nho espera Pilar quando é flagradoao ver Lucy no quarto de Pilar. Artur Jonas o expulsou do colégio. Lucy sada será cortada pela metade, Ro- Quinta-feira - Lucy afirma para Carla por Diego.diz a Becky que pedirá o divórcio a Ci- continua sendo doce com Pilar. Guto berta afirma que não sairá do Elite que sabe do namoro no porão. Jonas Sexta-feira - Binho pede para Diegolene. Alice pede dica para as amigas e Bernardo vêem fotos de outra garo- Way. Tatiana diz a Leila que mudou manda Binho ficar longe de Pilar. Mi- não dedurá-lo. Leila pergunta a Pilarpara a sua festa de aniversário. Eva ta no computador e Vitória fica irrita- os remédios de Lucy sem a aluna sa- guel diz a Lucy que está preocupado quem é o verdadeiro pai do bebê.descobre que seu ex-marido casou da. Jonas e Leila ficam aliviados após ber. Nina e Arturzinho pensam em com um possível retorno de Binho ao Diego conta aos rebeldes que Binhonovamente e se preocupa com a pen- a melhora de Lucy. Eva diz a Franco uma maneira de juntar Cilene e Artur. colégio. Beatriz muda o comporta- está no Elite Way. Diego e Roberta le-são de Roberta. Beatriz diz a Aline que o ex-marido vai cortar mesada de Vicente e Tadeu discutem quando mento e deixa João preocupado. Ar- vam Pilar até Binho. O ex-aluno é cer- cado pelos seguranças quando Pilarque Raul irá correr atrás de Mariana. Roberta pela metade. Leila não con- Marcelo chega. Leila diz aos rebeldes tur não consegue se declarar para Ci- chega. As rebeldes tentam consolarLucy dá um par de sapato de bebê pa- corda com a expulsão de Binho. Ma- que eles só poderão usar o porão du- lene e fica triste. Sílvia compra ingres- Pilar. Roberta desconfia de Miguel,ra Pilar. Becky escorrega e cai no ria se surpreende com a notícia de rante duas horas. Nina e Arturzinho sos para o show de Dulce Maria em por achar que ele está sendo muitochão da cozinha. Os alunos suspei- que Márcia pode estar grávida. Pilar escrevem uma carta para entregar Buenos Aires. Binho tenta despistar carinhoso com Pilar. Pilar conversatam que Márcia esteja grávida. Vitória tenta ir atrás de Binho. Rosa Maria pe- a Cilene. Marcelo comemora a os seguranças do Elite Way para en- sobre sua gravidez com Roberta ese arruma para tirar fotos de biquíni. ga um ônibus para voltar para casa. saída de Tadeu do loft. Miguel vai trar no colégio. Miguel visita Pilar. Ta- Lucy ouve tudo. Miguel diz a LucyOs rebeldes tentam consolar Miguel. Miguel diz a Lucy que pretende se vin- até a casa de Jonas visitar Pilar. tiana troca os remédios de Lucy. Leila que pretende colocar uma câmeraBinho é expulso do Elite Way. gar de seu inimigo. Binho fica revoltado após sair do chama Pilar para uma conversa. Bi- no porão dos rebeldes. MÁSCARAS - A PARTIR DE 22H00Segunda-feira - Eneida e Pulga via- fazenda e destrata Olivia e Babá. lância. Em seguida, liga para Big os gritos de socorro de Dinorá. vado. Décio revela a Manuela quejam para o Mato Grosso do Sul. Maria se oferece para Otávio Blond e avisa que o atentado fra- Quarta-feira - Valéria procura por a futura mulher do empresário fazLuma e Johnny discutem por tele- (Martim), que a rejeita pensando cassou. Décio chega com os re- Dinorá e não a encontra. Eliza liga parte da Organização. Novais dei-fone. Elvira finge estar com gripe em Eliza. Mario se aproxima de médios. Edu tenta se livrar de Dé- para Otávio (Martim) e exige a sua xa Dinorá sem comida. Décio levapara Sotero. Décio leva Tônia pa- helicóptero com Régis na mira. cio. Eliza e Valeria saem para ven- mãe de volta. Novais e Johnny Caio até Manuela, que revela ara casa e Edu explode ao ver os Eneida nota o movimento e mira der as joias. Big One aceita a pro- pressionam Dinorá, mas ela diz verdade sobre Eneida.dois juntos. Tônia explica que po- em Mario. posta de Martim (Otávio), de 50 que só fala na presença de Otávio Quinta-feira - Até o fechamentode perder o bebê e pede a Décio Terça-feira - Régis nota o atirador milhões de dólares e o Tavinho pe- (Martim). Décio faz o jantar para desta edição, a emissora não di-que fique com ela. Yara e Fausto no helicóptero e tenta fugir. Enei- la fazenda. Régis diz a Jairo que Tônia e Edu fica com ciúmes. Letí- vulgou o resumo do capítulo.decidem levar Tavinho ao pedia- da atira em Mario, que dispara não vai mais ser o laranja. Jairo o cia e Marco Antônio procuram Mi- Sexta-feira - Até o fechamentotra. Tônia diz que não sabe mais em direção a Régis. Toga se apro- ameaça. Dinorá vê Novais pelo rella para saber de Régis, mas ela desta edição, a emissora não di-se quer ter o bebê. Régis chega à xima de Régis e pede uma ambu- olho mágico. Eliza escuta apenas diz que ele deve ter fugido do noi- vulgou o resumo do capítulo.SBT CARROSSEL - 20H30Segunda-feira - Nina, a dona de cachorro é dele. Carmen retorna à Olívia é informada que Helena es- ma a Jaime que ele terá que me- Terça a sexta-feira - Até o fe-Rabito, vê seu cachorro com Má- escola. Helena amanhece o dia tá com uma virose. Paulo ouve Jai- lhorar seu rendimento nas pro- chamento dessa edição, ario. Ela o chama de Malhado e Má- no sofá e não se sente bem. Cris me contando a Valéria que colou vas. A turma fica sem entender, emissora não divulgou o resu-rio fica nervoso, afirmando que o avisa que a professora irá faltar. na prova e o ameaça. Olívia afir- já que ele teve a melhor nota. mo dos capítulos.
  • 23. TURISMO - 24 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO TurismoSubstantivoplural: MaurícioMultifacetada ilha do Índico tem atrações muito além das(belíssimas) praias de águas claras e areias brancas
  • 24. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 25 - TURISMOAgência O Globo A ilha foi visitada pela primeira vez por portugueses (1510), coloniza- O nome parece estar errado à pri- da por holandeses (1598), que a batiza- Agência O Globomeira vista: Ilhas Maurício é como ram em homenagem a Maurício dechamamos apenas uma ilha, a princi- Nassau. Depois foi ocupada por fran-pal do Arquipélago de Mascarenhas, ceses (1715) e britânicos (1810). E ho-composto também por Rodrigues e je lá convivem cidadãos de origem in-outras ilhotas não habitadas. diana (60% da população), africana, Conhecer este território de ori- chinesa e francesa.gem vulcânica, isolado no Oceano A mistura étnica se reflete nasÍndico e protegido do mar aberto ruas, um caleidoscópio a céu abertopela terceira maior barreira de co- por onde circulam hindus, muçulma-rais do mundo, é descobrir um país nos e cristãos, falando inglês, francês,realmente plural, que vai além do crioulo (que mescla ao francês as lín-clichê de praias de água azul-tur- guas usadas em Madagascar e outrosquesa e areia branca. países da África).
  • 25. TURISMO - 26 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Ilhas MaurícioPort Louis, a capitalNas reservas naturais, há tartarugas, crocodilos e lembrança do dodo (ou dodô), um pássaro extintoAgência O Globo perfumada no primeiro piso co. Melhor ainda, um caldo de for seu destino, é bom saber e reintroduzidas na ilha por re- por frutas, legumes, temperos e cana-de-açúcar (com ingredien- que as distâncias na ilha são comendação de Charles Da- É mais fácil acabar em séga, baunilha. tes como limão, gengibre, men- sempre grandes. rwin, depois que as nativas fo-a dança de movimentos meio la- No segundo andar, repleto ta, tamarindo, manga ou cerve- Tudo fica a pelo menos ram extintas no século 18.tinos e meio caribenhos, típica de sáris e hijabs cruzando os ja local), num simpático quios- meia-hora, 45 minutos dos ho- Isto porque os marinheirosde Maurício, e não em samba corredores em meio a vestimen- que do Caudan Waterfront, es- téis ou do aeroporto. Alugar franceses as capturavam para le-um roteiro por essa ilha de tas ocidentais, ficam barracas pécie de shopping à beira-mar. carro é uma opção, mas é bom vá-las em seus navios a fim de2.040 metros quadrados e 330 de artesanato e tecidos. O copo custa 100 rúpias (R$ lembrar que em Maurício a aproveitar a carne e o óleo - asquilômetros de costa. A palavra de ordem é pe- 6,50), e o prazer de se sentar de mão é inglesa. Vale pegar um tá- tartarugas podiam ficar meses No inverno, de junho a chincha. Se não tem intenção frente para o porto da cidade xi ou contratar um tour quan- embarcadas quietinhas, sem co-agosto, faz entre 20 e 25 de comprar, melhor nem per- de 150 mil habitantes e jogar do a intenção for visitar várias mer ou beber.graus Celsius. No verão, de guntar quanto é. O mesmo vale conversa fora não tem preço. atrações turísticas numa mes- Na reserva de La Vanille senovembro a janeiro, entre 30 para a Chinatown ali ao lado: No local há 170 lojas, restauran- ma região. pode montar nelas. A mais ve-e 35 graus Celsius. pechinche na sucessão de lojas tes, cinemas, cassino, hotéis e Quer priorizar a natureza? lha tem 97 anos e mais de 275 Na capital, Port Louis, está entremeadas por restaurantes um museu. Não deixe de ir ao La Vanille quilos. Outra atração são os cro-o Mercado Central, coração pul- chineses em ruas estreitas. A parada é obrigatória pa- Réserve des Mascareignes, ao codilos do Nilo, importados desante, uma construção antiga Depois da imersão na cultu- ra pensar: onde começar a co- Sul, onde vivem 800 tartarugas- Madagascar, que podem serem uma área pobre, colorida e ra mauriciana, vale um refres- nhecer Maurício? Seja qual gigantes, vindas das Seychelles apreciados vivos e mortos. Fotos: Agência O Globo O roteiro pelas Ilhas Maurício pode começar em Port Louis
  • 26. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 27 - TURISMO Vai um crocodilo aí? No restaurante cujo nome bém é possível ter outra expe- quer dizer Crocodilo Faminto, riência mais radical: uma cami- num varandão entre árvores e nhada com três gerações de com pássaros visitando as me- leões. sas, são servidas especialidades Mas se selvagem para você é como curry de crocodilo, croco- só praia, sempre há uma a seu dilo agridoce em arroz gosto nos 330 quilômetros de cantonês, bife de crocodilo costa das Ilhas Maurício, onde com legumes, brochete de cro- em tese elas são todas públicas codilo com baunilha e até desde a década de 1970. hambúrger de crocodilo, com Os resorts têm fiscais nas queijo, tomate, alface, cebola e faixas de areia que consideram batata frita. suas para perguntar aos banhis- Outro bom encontro com a tas o número do quarto em que natureza é visitar o Parque Na- estão hospedados. Quem não tural de Casela, espécie de jar- quer passar por esse constrangi- dim zoológico que exibe mais mento pode optar por praias de 2 mil pássaros de 148 espé- bem longe dos complexos turís- cies do oeste da ilha. ticos. As aves são o forte do Entre as preferidas da popu- país, que foi habitat de uma lação local está Péreybère, pe- linhagem única, já extinta: o quena, de águas azuis profun- dodô (ou dodo), hoje vivo das e cercada de bares e restau- apenas no brasão oficial da rantes. Na estreita faixa de ilha e em suvenires. areia, há vendedores de amorasPasseio: sem cilindro de oxigênio, é possível andar a três metros de profundidade, num mundo diferente Grande como um ganso, vermelhíssimas, escultores de lento, com asas muito curtas, areia e banhistas. que não conseguiam fazê-lo Já Flic en Flac (contração voar, o dodo não tinha inimi- de free and flat land, algo co- gos naturais e vivia sossegado mo “terra livre e plana” em até a chegada dos holandeses, tradução livre) e Le Morne famintos. são mais amplas. A primeira, Em 1693, menos de cem a maior da ilha, é boa para na- anos após o início da coloniza- dar. A segunda, por causa dos ção, todos os exemplares da es- ventos, tornou-se a favorita pécie já haviam sido devora- dos kitesurfistas. dos. Atualmente, para contar a E tem ainda Mont Choisy, história do dodo restam apenas Trou aux Biches, Belle Mare, desenhos feitos por naturalis- Blue Bay. Todas ficam api- tas, uma pata no Museu de His- nhadas nos fins de semana, tória Natural de Londres e com direito a kombis e barra- uma cabeça no Museu de Zoolo- cas de camping. Mas durante gia da Universidade de Oxford. a semana, em geral, são quase No Parque de Casela tam- desertas. (AG) De bandeja: Caudan Waterfront: lojas, Caudan Waterfront: lojas, ambulante restaurantes e museu em restaurantes e museu em vende shopping a céu aberto à shopping a céu aberto à amoras aos beira-mar beira-mar banhistas na Praia de Péreybère
  • 27. TURISMO - 28 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Ilhas MaurícioNas vilas Quilombo,lago sagrado e Em Le Morne (‘mistura’, em crioulo), 200 escravosmesquitas viviam isolados numa comunidade até 1835Agência O Globo Resistência: a montanha Le Os mauricianos costumam Morne, que abrigou umdizer que é nas vilas que está a quilombo, hoje é PatrimônioMaurício real. Para ter este su- da Humanidadeposto choque de realidade, noentanto, nem é preciso dar ascostas para as paisagens de so-nho da ilha. Um bom exemploé rumar para o Sudoeste, em di-reção a Chamarel e Le Morne,terras de negros cristãos. Ambas surgiram comoquilombos, no início do sé-culo 19, quando os escravosafricanos fugiam das fazen-das de cana-de-açúcar parase esconder de seus senho-res na montanha que se tor-nou símbolo de resistência àescravidão. Em Le Morne (palavracrioula que significa ‘mistura’),200 escravos viviam isoladosnuma pequena comunidadequando, em fevereiro de 1835,soldados chegaram para avisarda abolição. Achando que estavam sen-do atacados, e sentindo-se semchances de reação, eles comete-ram suicídio coletivo atirando-se montanha abaixo. O local - em frente à praia cas e se come a legítima comida um fenômeno geológico: a la- cou conhecido como Bad a queda d’água, de cem metrosde mesmo nome, que é ponto crioula, num clima mais quen- va que um dia desceu do vul- Land (terra ruim). de altura, é observar a mon-de kitesurfe - acabou sendo de- te e de vegetação seca. cão Trou aux Cerfs, que deu No caminho para a Terra tanha mesclada cortada porclarado Patrimônio da Huma- Também se pode aproveitar origem à ilha (a última erup- de Sete Cores está uma cascata, ela: os diferentes tons dasnidade pela Unesco e hoje é para conhecer lugares curiosos, ção foi há 600 mil anos), em alimentada pelos rios Saint De- camadas de lava basal emarcado por um pequeno mo- como a Terra de Sete Cores, contato com o clima quente nis e Viande Salié, que têm areia mostram as várias ida- des geológicas do terreno.numento. propriedade privada onde é e úmido da região, oxidou água de dezembro a abril, perío- Também vale parar num Chamarel e Le Morne se possível apreciar a beleza de metais dando cor à terra. do de chuvas e ciclones (embo- dos restaurantes simples da re-mantêm como vilas de pescado- um tipo de solo raro, colorido, O roxo, por exemplo, é ra nos últimos seis anos não se gião onde, na época de caça queres que concentram negros e que lembra aquelas garrafinhas alumínio; o vermelho, fer- tenha tido sinais deste fenôme- começa em julho, é possívelseus costumes e tradições. É on- de areia do Nordeste do Brasil. ro. Ali não cresce nada que no na ilha). provar deliciosos pratos de car-de se veem mais igrejas católi- O efeito é resultado de se plante. Por isto o lugar fi- Tão interessante quanto ver ne de porco.
  • 28. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 29 - TURISMO O chá e as florestas Mais ao sul, o clima muda. em território mauriciano o A paisagem também. O tempo que se vê é uma mistura étni- esfria, fica mais úmido. Saem ca que ora parece ter mais in- as plantações de cana-de-açú- gredientes de uma, ora de ou- car, e o que se vê é chá de um la- tra cultura. do e florestas do outro. Não poderia ser diferente. Entre um e outro destaca-se A ilha, que até o início do sé- uma estátua gigante de Shiva, culo 16 era desabitada, com doada pelo governo da Índia e os colonizadores franceses e erguida entre 2005 e 2007 ao la- ingleses ganhou escravos vin- do do Ganga Talao ou Grand dos da África para trabalhar Bassin, lago natural que fica na nos canaviais. cratera aberta há milhares de Com a abolição da escra- anos pelo extinto vulcão que vatura, a mão de obra africa- originou a ilha. na foi substituída pela india- Considerado sagrado, em na e chinesa, povos que tra- suas águas não é permitido balharam ainda em outras nem pescar. Estamos no distri- culturas, como a do chá e a to de Savanne, 1.800 metros aci- da baunilha, também produ- ma do nível do mar, lugar de pe- tos típicos de Maurício. regrinação de mauricianos de Com os ciclos migratórios fé hindu. Cerca de 600 mil pes- de seres humanos de tradições soas visitam o local num festi- tão distintas, a terra que origi- val que costuma ocorrer entre nalmente era dos pássaros foi fevereiro e março. formando sua identidade múlti- Já ao norte, onde estão as pla, que hoje salta aos olhos, e mais lindas entre as mais lin- também aos ouvidos de quem das praias, pode-se ver mais chega. muçulmanos e suas mesquitas. A população de mais de 1,3 Mas os traços árabes não es- milhão de habitantes fala ofi- tão tão bem marcados numa vi- cialmente francês e inglês, mas zinhança específica. O fato é nas ruas o que se ouve mais sãoLugar sagrado: no Lago Ganga Talao, no distrito de Savanna, não se pode nem pescar em suas águas que, por onde quer que se ande o francês e o crioulo. (AG) Fotos: Agência O Globo Um dos resorts das Ilhas Maurício Templo: exemplo de diversidade na paisagem da ilha, 50% hinduísta
  • 29. TURISMO - 30 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Ilhas MaurícioUM TEMPLO PARACHAMAR DE SEUUm dos mais tradicionais é oVishnu Kchetre Mandir, em PortLouis, aberto em 1932Agência O Globo Templo Nem o menos religioso dos turistas resiste à tenta- multicoloridoção de passar por alguns dos templos espalhados pe-las ruas sem pelo menos parar, entrar e fotografar. Opaís tem o hinduísmo como religião predominante,praticado por pouco mais de 50% dos habitantes; oscatólicos são 30% e os muçulmanos, quase 20%. Os hindus são os que mais chamam a atenção,principalmente os tamil, multicoloridos e com escul-turas de deuses e animais. Um dos mais tradicionaisé o Vishnu Kchetre Mandir, em Port Louis, abertoem 1932. Já as mesquitas muçulmanas em geral são brancascom tons de verde. As mais antigas e imponentes deMaurício são a Al Aqsa e a Mesquita Jummah (Gran-de Mesquita), ambas em Port Louis. Al Aqsa, do início do século 19, demorou a serconstruída. A primeira tentativa foi em 1798, quandoa pequena comunidade muçulmana da ilha (de imi-grantes da Índia e do Paquistão) manifestou o desejode erguer ali um templo, mas encontrou oposição doscolonos franceses. Somente na terceira tentativa, em 1805, os muçul-manos conseguiram ver o sonho realizado. A constru-ção começou no mesmo ano e, até 1852, quando aJummah foi erguida, Al Aqsa permaneceu como oúnico templo da religião em Maurício. Também se destacam na paisagem pagodes chine-ses como o Kwan Tee, que pertence à Sociedade Co-han Thai Bui, construído em 1832. Mais familiares para os ocidentais, as catedrais deSaint Louis e de Saint James, do século 18, comple-mentam a ambiência multirreligiosa da capital.ServiçoComo chegar - A South African Airways sai de São Paulo e leva a PortLouis, com conexão em Johanesburgo, a partir de R$ 3.232,35. AEmirates sai do Rio e faz conexão em Dubai. Os bilhetes custam apartir de R$ 4.988. Preços pesquisados com taxas para segundaquinzena de setembro.
  • 30. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 / 31 - TURISMONo mar e no ar Sobrevoo de parasailing chega a 25 Algumas das melhores atra- ri e tem princípios parecidos: metros de altitude,ções de Maurício estão além senta-se confortavelmente na puxado por lanchados limites de seu território de moto e respira-se livremente2.040 quilômetros quadrados e num grande capacete transpa-do espírito de aventura de seus rente e com vista panorâmicavisitantes. para duas pessoas: o motorista É no mar de ondas azuis e o carona.que se concentram programas Assim, é possível inclusivesubmarinos que ganham de la- se comunicar com seu parceirovada do simples snorkel. Os embaixo d’água. Por seguran-passeios podem ser de submari- ça, um mergulhador guia o tra-no, a pé ou de scooter, a três me- jeto, de 30 minutos.tros de profundidade. O passeio de scooter pode Quem prefere o caminho ser feito até por quem não diri-oposto pode optar por subir aos ge ou não sabe nadar. O pilotocéus, de parasailing, flutuando tem que ter acima de 16 anos, ea 25 metros de altura, de para- o passageiro, mais de 8 anos.quedas, preso a um barco. A aventura não é permitida O passeio submarino sim- para grávidas ou pessoas comples é oferecido por hotéis doenças cardiovasculares.de luxo e consiste em uma Os menos aventureiros de-caminhada submersa, de 25 vem optar pelo submarino, tam-minutos, entre peixes e co- bém oferecido pela Blue Safari,rais. E respirando normal- para ter a experiência de descermente, graças a um capacete mais de 35 metros e ver os co-que pesa 14 quilos. rais de perto, além da âncora de Ele está conectado a um bar- um galeão do século 17.co por um cano estreito que No ar, há atividades como orenova o oxigênio em seu in- parasailing, oferecidas por ho-terior. A pressão não deixa téis. O voo pode ser individualque a água suba além do quei- ou duplo, e custa entre 1.500 exo de quem se aventura. Fora 2.500 rúpias (R$ 100 e R$ 165).o capacete, é preciso usar um Maurício tem 115 resorts,cinto de pedras com mais oi- com atrações como passeios deto quilos. O peso extra garan- pedalinho, caiaque e windsur-te que não se flutue. fe, passeios de barco com fundo Já o passeio de scooter é ofe- de vidro até a barreira proteto-recido pela empresa Blue Safa- ra de corais. (AG) Fotos: Agência O Globo Rum e chá nas fábricas da ilha As poucas fábricas de Maurí- coquetéis ou puro, com uma taça da visita, pode-se parar na varan- cio merecem uma visita. Não tan- de café. Tudo está à venda na da da casa de chá emoldurada por to pelas linhas de produção e charmosa lojinha, que tem itens um lago para degustação. montagem, mas principalmente como chutney de banana, outro Ali perto, está Saint Aubin, ca- pelas degustações. produto abundante nas Ilhas sa colonial de 1819 onde se desfru- Um passeio à linda Rhumerie Maurício. ta uma típica refeição mauricia- Chamarel, de rum, é imperdível O chá é a bebida nacional. De na, com frango ao molho de bau- para quem visita os arredores de preferência, o de baunilha. Para nilha entre as opções. Em Saint Le Morne. Na Chamarel é possí- prová-lo, vale ir até a fábrica Bois Aubin, é possível visitar uma estu- vel ver todas as etapas da produ- Chéri, de 1892, onde 3 mil tonela- fa de orquídeas que dão a bauni- ção da bebida. Ali são feitas 250 mil garrafas por ano, sendo 100 das de folhas são transformadas lha, e saber um pouco mais sobre mil delas para exportação. em 700 toneladas de chá por ano, os bastões vegetais que têm chei- Vale provar os thé rhuns, mis- 15% delas para exportação. ro ruim para quem espera sentir turas de rum com baunilha, aba- O mesmo chá (thea sinesis, da aquele odor adocicado. caxi, coco, limão e caramelo. família da camomila) pode ga- Após fervidos, passam por vá- Outro destaque é o Vanilla Li- nhar vários sabores, com acrésci- rios processos de secagem. Pron- quer (feito com o Premium mo de essências de maracujá, tos, custam 15 rúpias (R$ 1) por Rum), que pode ser tomado em menta, coco e baunilha. Ao fim grama. I (AG) Ritual do chá: degustação depois da visita à fábrica Bois Chéri
  • 31. 32 / São José do Rio Preto, 19 de agosto de 2012 DIÁRIO DA REGIÃOPaulo Coelho Escritor HISTÓRIAS SOBRE A VELHICE Um guerreiro da luz nunca colhe o fruto enquanto ele ainda está verde, porque sabe que o tempo é seu aliado e não seu inimigo Hi Um guerreiro da luz nunca tem pressa. O Lá chegando, cruzou no meio da rua com o jo- tempo trabalha a seu favor; ele aprende a domi- vem que, alguns meses antes, resolvera pagar nar a impaciência, e evita gestos impensados. uma fortuna por seus segredos. Andando devagar, nota a firmeza de seus pas- - E então? – perguntou. – Como foi a tempora- sos. Sabe que participa de um momento decisivo da de caça? da história da humanidade e precisa mudar a si - Não consegui pegar uma só raposa. mesmo antes de transformar o mundo. O velho ficou surpreso e confuso: Um guerreiro da luz nunca colhe o fruto en- - Mas você seguiu meus conselhos? quanto ele ainda está verde, porque sabe que o Com os olhos fixos no chão, o rapaz respon- tempo é seu aliado e não seu inimigo. deu: - Bem, na verdade não segui. Achei que seus métodos estavam ultrapassados e terminei desen- volvendo – por mim mesmo – uma melhor ma- Descobri um novo neira de caçar raposas. método Um velho caçador de raposas – considerado o Descobrindo o melhor da região – resolveu finalmente se apo- sentar. Juntou seus pertences e resolveu partir Amazonas em direção ao sul do país, onde o clima era mais O jesuíta Anthony Mello nos conta a história ameno. de um homem que, depois de muito viver e mui- Entretanto, antes que terminasse de empaco- to viajar, voltou ao seu povo. Reuniu os amigos e tar suas coisas, recebeu a visita de um jovem. começou a discorrer sobre as maravilhas da Ama- - Quero aprender suas técnicas – disse o re- zônia. cém-chegado. – Em troca, compro a sua loja, a Todos ficaram muito entusiasmados, e o ex- sua licença de caçador, e ainda pagarei por todos plorador deixou com eles um mapa, sugerindo os segredos que o senhor conhece. que visitassem o local. O velho concordou; assinaram o contrato, e Anos depois, voltou à sua terra, e viu o mapa ensinou ao rapaz tudo que sabia sobre o te- emoldurado na prefeitura. Um funcionário lhe ma. Com o dinheiro recebido, comprou uma disse: bela casa no sul, onde passou o inverno intei- - Isto é o Amazonas. ro sem precisar preocupar-se em juntar le- - Não, isto é um mapa do Amazonas! Vocês nha para calefação, já que o clima era muito não foram visitá-lo? agradável. - Para que? - respondeu o funcionário. – Já es- Na primavera, sentiu saudades de sua aldeia, tamos velhos, decoramos cada cachoeira, rio, e resolveu voltar para ver os seus amigos. montanha. Por que perder tempo indo até lá? I

×