2 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO                                                    Poesia  ...
DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 3Espiritualidade   AMAR O LABORIOSO     O espírito nos envia ...
4 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO MudançaTRABALHE FELIZ                                      ...
DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 5sempregado, colocar em che-            uma reserva para sobr...
6 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO    ComportamentoTRAIÇÃO ON-LINEGisele Bortoletogisele.borto...
DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 7Desconfie     Se o parceiro passou a entrar em sites que   c...
8 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO    Relacionamento                                          ...
DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 9Aprenda com os erros    “Quando falamos de amor, estamos nos...
10 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO    Análise Transacional                                   ...
DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 11ção e do respeito que provocam por suacoerência entre discu...
12 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO    FamíliaPresentes de Deus                               ...
DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 13Marcos Antonio Lelis Moreira                               ...
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Bem estar  13-05-2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Bem estar 13-05-2012

1,053

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,053
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Bem estar 13-05-2012"

  1. 1. 2 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Poesia Marcos LelisDIÁRIO DA REGIÃO DOAÇÃO 13 Rubens Cardia Quero dar para você Muito do que tenho em mim Quero dar o meu carinho Quero dar minha vivência Quero aplainar seu caminho. Editor-chefe Quero dar os meus acertos Fabrício Carareto fabricio.carareto@diarioweb.com.br Tirando os meus desconcertos... Editora-executiva Fé na vida eu quero dar. Rita Magalhães Olhos para conter rita.magalhaes@diarioweb.com.br Tanta beleza de ver. Coordenação Ligia Ottoboni Quero dar e agradecer ligia.ottoboni@diarioweb.com.br Por tudo que já vivi Editor de Bem-Estar e TV Por tudo que aprendi Espiritualista diz que só o amo pleno, Igor Galante Na soma destas andanças. ensinado por Jesus, irá nos igor.galante@diarioweb.com.br Quero ajudar a enxugar fortalecer para vencer os conflitos Editora de Turismo existenciais que vivenciamos Cecília Demian Lágrimas, pranto, tristeza... cecilia.demian@diarioweb.com.br E transformar em doçura Editor de Arte Tanto momento assim. César A. Belisário Heloisa Sigaud Furquim, em “Av.3” Televisão 16 cesar.belisario@diarioweb.com.br Diretora Superintendente Rosana Polachini rosana.polachini@diarioweb.com.br Pesquisa de fotos Editorial Jorge Rodrigues Jorge/Divulgação Mara Lúcia de Sousa Diagramação Cristiane Magalhães Foto capa Guilherme Baffi Tratamento de Imagens Arthur Miglionni, Humberto Pereira e Yan Desidério Fim e recomeço Não está legal? Mude! Na edição deste domingo, pelo Matérias: menos duas reportagens estão fundamentadas em cima Agência Estado desta recomendação. A primeira trata da importância de Agência O Globo TV Press investirmos em uma atividade profissional que proporcione de fato bem-estar e felicidade. Não que seja fácil jogar tudo para o alto. Por isso, leia nossas dicas de como você pode ir se preparando e o que deve se perguntar antes de partir para a grande virada. Coragem e confiança em um futuro Com “Tapas & Beijos”, Fernanda melhor também valem para o amor, quando ele acaba - Torres comemora o bom momento na tema de nossa outra reportagem. Muitos se prendem a um tevê após o sucesso de “Os Normais” relacionamento fracassado por estar condicionados a viver na companhia do outro, mas vínculo não é amor, você Turismo merece mais do que isso. Use as lições da antiga relação como aprendizado, aceite o fim. E aceite o recomeço. 24 Agência O Globo/Divulgação COMPORTAMENTO CORPORATIVO Com a popularização das redes Destaque de fórum de análise sociais e dos sites de transacional em Rio Preto, Rosa relacionamento, a internet tem se Krauz diz que o bom líder deve ter tornado campo fértil para o “affair respeito pelo ser humano e força virtual” e a “traição on-line” para enfrentar desafios Páginas 6 e 7 Páginas 10 e 11 RELACIONAMENTO FAMÍLIA Saber seguir em frente quando a A presença de um filho traz relação acaba depende de crescimento e aprendizado autoconhecimento. Considere que sobre amor incondicional: “O sua felicidade está no futuro e não sentimento de ser pai e mãe é Em Roma, o bairro da moda é Monti, no passado se um amor acaba intraduzível”, diz psicóloga cenário do novo filme de Woody Allen, Páginas 8 e 9 Página 12 “Para Roma, com Amor”
  2. 2. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 3Espiritualidade AMAR O LABORIOSO O espírito nos envia continuamente ajuda para a purificação dos Dicas Para a purificação dos sentidos materiais sentidos materiais, da memória, Não se inclinar ao mais fácil nem fugir do trabalhoso. Não buscar o da imaginação e da vontade saboroso, mas reconhecer no insípido um campo de treinamento da adaptabilidade Não alimentar a inércia. Buscar o equilíbrio entre dar o necessário José Trigueirinho Netto O espírito nos envia conti- repouso aos corpos e não estar procurando descanso nuamente ajuda para essa puri- Em nosso caminho ascen- ficação. Leva a nossa personali- Não almejar consolo nem compensações, pois ajudas vêm por si, no momento certo, enviadas pelo espírito dente, é preciso aprender a dade à incerteza pelo resultado amar o laborioso, amar o que dos trabalhos que realiza. Isso é Nada acumular em quantidade, mas observar em tudo a qualidade - e exige adaptações e transforma- saudável, pois a torna humilde nisso incluem-se as companhias ções. Não se trata apenas de e pronta a invocar a ajuda do aceitar e admitir o que o desti- Essa purificação leva ao gosto pelo que é elevado e dá forças para mundo interno. colaborar com a alma no cumprimento do Plano Evolutivo no traz, mas de verdadeiramen- Todo verdadeiro instrutor te amar a prova. Quando se che- espiritual indica a necessidade Para a purificação da memória e da imaginação ga a amar a dificuldade, recebe- de não abandonarmos as pro- se um toque do espírito. E isso vas, de amá-las e de trabalhar- Saber em que momentos é necessário cuidar das coisas da vida é o que dá, para sempre, segu- mos com empenho para perma- externa bem pontualmente e em que momentos se deve esquecer delas rança para viver a vida tal qual necer neutros diante delas. As- Discernir que conhecimento deve ser absorvido pelo próprio ser, é, sem jamais retroceder. O ele- sim, essas ajudas chegam e tendo em conta que assuntos alheios ocupam o lugar de coisas mais vado toque do espírito cancela transformam a nossa vida. profundas toda possibilidade de fuga e li- berta a alma que decide não Serviço Para a purificação da vontade abandonar o labor. Extraído da série “Sinais de Figueira” O gozo de coisas materiais (Irdin Editora), de Trigueirinho Perder o interesse por tudo o que leva à desunião obscurece o entendimento (www.trigueirinho.org.br). Palestras do autor poderão ser ouvidas, Dirigir a vontade para o mundo espiritual. Se for dirigida das coisas do espírito. Para erroneamente só para coisas externas, a pessoa pode tornar-se gratuitamente, no site: www.irdin.org.br, que a personalidade possa co- presunçosa e soberba, vulnerável a elogios e adulações - o que é um ou no grupo de estudos, que se reúne laborar com a alma, deve assu- às quartas-feiras, às 20 horas, na rua descaminho mir um trabalho ativo de puri- Porfírio Pimentel, 55, Bom Jesus, (2ª ficação dos sentidos mate- travessa acima da Av. Alberto Andaló Não se distrair com a mente nem permitir que criaturas a povoem, riais, da memória, da imagina- com a rua Marechal Deodoro). Mais pois isso tira a atenção do essencial I ção e da vontade. informações: dgalviolli@gmail.com Quem é José Trigueirinho Netto é filósofo espiritualista, autor de 77 livros, com cerca de 2,5 milhões de exemplares publicados até o momento, e mais de 1,7 mil palestras gravadas ao vivo
  3. 3. 4 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO MudançaTRABALHE FELIZ Gisele Bortoleto Gisele.bortoleto@diarioweb.com.br para sobreviver, montou um sacolão de verduras e legumes 1990, é diferente. Eles bus- cam a tranquilidade do cam- em uma área nobre da cidade. po ou da praia, mas não Em 1991, o engenheiro A filha nasceu e ele partiu em abrem mão do conforto, e fa- agrônomo Luís Henrique Ri- busca do novo destino, segui- zem escolhas mais indivi-Com planejamento beiro, então com 28 anos, dei- do três meses depois pela mu- duais do que coletivas. xou para trás uma promissora lher. “O sacolão foi a primeira Cada vez mais os profissio-e perseverança, é carreira de gerente de uma usi- prova de que, se a pousada não nais das metrópoles têm busca- na de açúcar e álcool na região desse certo, eu poderia sobrevi- do o estilo “slow living” (vidapossível reconstruir de Rio Preto e partiu em busca ver de outra forma”, explica. desacelerada, mais leve), que de um sonho: ele comprou um Sem nada concreto, comprou o prega uma vida mais tranquilaa vida e recomeçar terreno entre um lixão e um ce- terreno que o dinheiro permi- e longe do estresse, das cobran- mitério e construiu o que se tia e começou hospedando tu- ças e da agitação das cidadesem uma atividade tornaria anos depois uma pou- ristas estrangeiros que procura- grandes. São pessoas que bus- sada conhecida nacional e in- vam o cenário paradisíaco. cam não apenas compensaçãoprofissional ternacionalmente pelos cuida- Após muito trabalho e investi- financeira e sucesso, mas quali- dos com a natureza, a Toca da mento, conseguiu remover o dade de vida e equilíbrio entrepautada pela Coruja, na Praia de Pipa, no li- lixão e inovou na prática hote- o pessoal e profissional. toral do Rio Grande do Norte. leira, o que deu resultado. “A infelicidade é um dosfelicidade e o Após pedir demissão do empre- Ribeiro, hoje com 48 anos, principais motivos para que es- go escondido da família e com faz parte do segundo grupo de ta mudança drástica de estilobem-estar a mulher grávida, concordou brasileiros que, cansados da ro- de vida aconteça, uma vez que em ficar em Rio Preto até o nas- tina estressante dos grandes todos nós precisamos enxergar cimento da crian- centros, jogaram tudo para o al- sentido naquilo que fazemos, e ça. Enquanto isso, to em busca do seu sonho e de estar feliz é essencial neste pro- uma vida mais simples. cesso”, diz José Roberto Mar- A primeira geração surgiu ques, presidente do Instituto nos anos 1960 e 1970, inspira- Brasileiro de Coaching (IBC). da pela filosofia hippie, quan- Passar por essa mudança de do o desapego era o caminho forma não traumática exige para a felicidade. Essa nova tur- que o profissional assuma cer- ma, que surgiu nos anos 1980 e tos riscos, que incluem ficar de-
  4. 4. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 5sempregado, colocar em che- uma reserva para sobreviver e mudar e ser mais feliz, masque sua estabilidade financeira manter o mesmo padrão ante- se o problema estiver em vo-e a de sua família e não alcan- rior”, diz Ana Carolina Verdi cê e não no seu trabalhoçar, de imediato, o sucesso que Braga, administradora e consul- atual, daqui a um tempo vo-deseja com a nova empreitada. tora empresarial em treinamen- cê poderá verificar o mesmo“Para que essa decisão seja to- to e educação corporativa do desgaste”, diz o coach e con-mada de forma consciente, o Cegente, de Rio Preto. Conhe- sultor empresarial Paulo Cé-processo de coaching auxilia o ça antes a cidade, veja se terá sar Martins Guimarães, daprofissional a identificar as me- uma boa adaptação, se as coisas Humana Consultoria Empresa-lhores maneiras de passar por vão acontecer como o planeja- rial, de Belo Horizonte (MG).tão significativa mudança e os do (e somente depois leve a fa- O mais importante é a pessoamelhores meios para alcançar o mília) é a dica de Ana Carolina. se encontrar com o que acredita eobjetivo planejado de forma as- Assim, o risco de as coisas da- com o que considera ser bom pa-sertiva e feliz”, diz Marques. rem errado é menor. ra ela. Quem tentou garante que “Para isso, precisamos de É importante, porém, iden- vale a pena. “Pelo menos vocêplanejamento financeiro, pois tificar se o que o incomoda está tem de tentar descobrir do que vo-pode ser que as coisas não acon- no que você faz ou na forma co- cê gosta, porque aí não vai ser tra-teçam da forma que imagina- mo está encarando a vida. “Te- balho e sim prazer”, diz Luísmos e, com isso, precisamos de nha em mente que você pode Henrique Ribeiro.Saiba mais Antes de partirPerguntas que ajudam adescobrir se o que você O ambiente de trabalho é positivo para que eu possa para o plano Bestá fazendo atualmente é me realizar? Questione:a melhor escolha O que eu poderia fazer que Porque eu quero mudar de vida? Eu estou ganhando o me daria mais prazer?que queria? O quanto eu quero mudar de vida? Eu ficaria feliz se mudasse Sobra tempo e dinheiro de emprego? Serei feliz adotando outro estilopara atividades prazerosas como de vida?viagens e cursos? Por que ainda estou trabalhando aqui? Tenho condições de bancar meu Me sinto realizado fazendo novo estilo de vida? Vou trabalhar animado eo que estou fazendo agora? volto para casa feliz? Minha família, meus amigos, A missão da minha vida namorada(o) estão prontos para fazer Me vejo fazendo a mesma esta mudança comigo?tem a ver com a da empresa que coisa nos próximos anos?eu trabalho? Qual o prazo para me estabelecer Me identifico com os neste novo contexto? O que realmente faz com colegas e com a empresa naque eu goste do meu atual qual trabalho? Desejo realmente fazer esta trabalho? mudança? Gosto realmente do que faço? Planeje: Eu me sinto reconhecido É importante planejar com pelo que faço? antecedência cada passo, definir os objetivos Fonte: Reportagem Faça um orçamento e mensure cada resultado para começar uma vida nova de forma mais centrada e equilibrada, sem os mesmos estresses do estilo de vida anterior e mais feliz Mudar de estilo de vida inclui assumir novas posturas em relação à vida, alimentar novos comportamentos, como pensar menos em si e dedicar mais atenção aos familiares e amigos, cultivar hábitos como cordialidade, gentileza, paciência, perdão, rir de si mesmo, permitir-se errar, valorizar as pequenas coisas e buscar acumular mais experiências pessoais do que bens materiais I Fonte: José Roberto Marques, do Instituto Brasileiro de Coaching
  5. 5. 6 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO ComportamentoTRAIÇÃO ON-LINEGisele Bortoletogisele.bortoleto@diarioweb.com.br Com redes sociais específicas para “amizades” extraconjugais, soas ocupadas acharem o que pre- cisam de um jeito mais fácil. E as redes sociais que oferecem possi- O relações públicas P.S., internet vira um campo fértil para puladinhas de cerca bilidade de traição para casados38 anos, conheceu Maria (no- facilitou essa busca, uma vez queme fictício). “Ela me achou todos os que estão lá procuram ainteressante e eu a achei boni- A relação amorosa, mes- envolvendo do mesmo jeito, por- nam virtualmente em 18 países mesma coisa.ta, por isso começamos a con- mo que seja recheada de su- que sempre termina num encon- de todos os continentes, aponta o Para o psicólogo Carlos Boe-versar”, disse. Foram três me- cesso no amor e na constru- tro pessoal”, explica. Brasil como recordista no que diz chat, sexólogo e terapeuta de famí-ses de conversas, que foram ção familiar, não extingue o No Brasil, desde o ano passa- respeito ao número de pessoas lia, o aumento no número de sitesse tornando mais íntimas até desejo sexual. Sexo e amor do, existem redes sociais como a que buscam namoro ou sexo na de relacionamento que favore-decidirem partir para as via são coisas separadas. É pos- norte-americana Ohhtel Brasil, a internet. Na lista dos países anali- cem a infidelidade conjugal la-de fato e marcarem um encon- sível amar o parceiro e a fa- canadense Ashely Madison e a sados estão Canadá, China, Aus- mentavelmente atende a uma de- mília e sentir desejo por ou- holandesa Second Love, destina- trália, Espanha, Estados Unidos, manda existente, fruto da fragili-tro num motel. Tanta discri- tra pessoa. das a pessoas que desejam procu- França, Inglaterra e Japão. dade emocional no mundo de ho-ção tinha um motivo: ambos E como hoje a internet faz par- rar “amizades” extraconjugais – Quando questionados se a je. “Na verdade, as pessoas estãosão casados e usam a internet te da vida das pessoas, obviamen- que na palavra mais popular é a fa- prática de manter relaciona- muito imaturas, achando que po-da mesma forma que um nú- te trair por meio dessa ferramen- mosa relação entre amantes. mento virtual é considerada dem trocar o outro com facilida-mero crescente de brasileiros ta traz a ideia errada de que, num Já são cerca de 740 mil ca- traição, 56% dos brasileiros de e que a pessoa nova e desconhe-que vai para a frente do com- primeiro momento, consiga ga- dastrados nas três redes. As disseram que sim. Pelo me- cida deverá trazer a felicidade per-putador: para dar uma “esca- rantir uma certa separação entre mulheres podem se cadas- nos 32% assumiram que já feita”, diz. Isso provém de umpadinha”. a relação amorosa real e o desejo trar de graça, enquanto os ho- traíram o parceiro desta for- conceito errado e de fantasias de A internet tem sido usada ca- sexual. “As pessoas acham que mens pagam uma taxa que va- ma. Em segundo lugar, estão que não podemos ter frustraçõesda dia mais como pano de fundo através da internet elas conse- ria de R$ 29,90 a R$ 60. os malaios (29%). ou dor, que levam a uma grandepara repaginar velhos comporta- guem manter um pouco o contro- Uma outra rede social que Se os celulares criaram um ca- insatisfação, e a achar que, bus-mentos, afinal, histórias de infide- le da situação”, diz Ana Canosa, tem servido de meio-de-campo nal direto para que os amantes cando outro, será melhor, o quelidade sempre permearam os rela- psicóloga clínica, terapeuta se- para quem quer conhecer novas possam marcar encontros extra- não é verdade.cionamentos amorosos. O desejo xual e educadora sexual, que este- pessoas é conhecida como Badoo. conjugais sem precisar ligar para Esses sites de relacionamen-de trair já existia. O que tem mu- ve à frente do reality show “SOS Em muitos casos, esse “barzinho a casa ou trabalho do(a) outro(a) to na verdade trazem mais ilu-dado são as ferramentas para que Casamento”. virtual” para adultos também é para marcar um encontro, a inter- sões nas possibilidades das pes-a traição ocorra. Muitas graças à Mesmo nos casos em que essa visto como uma oportunidade pa- net avançou ainda mais. Os servi- soas que, embora estejam nelesinternet. E Maria não foi a única traição é motivada pelo desgaste ra quem busca sexo casual. O site ços de troca de mensagens como para a prática sexual, trazem em-mulher que P.S., casado há 16 da relação e pela falta de novida- tem 10 milhões de usuários ati- MSN, Gtalk ou Skype, por exem- butido o desejo de encontrar al-anos, conheceu no mundo vir- de, escolher trair para alimentar vos só no Brasil, onde tem sua plo, ajudam o contato que as re- g u é m melhor e de ser feliz. Otual. Já houve outras casadas e sol- essa energia que falta é um passo maior audiência. No mundo, são des sociais como o Facebook per- resultado no desprepa-teiras. “Para a traição, a internet é difícil, porque envolve o senti- 35 milhões de usuários. mitem garimpar. Tanto valem co- ro de homens e mulhe-uma ferramenta e tanta, porque é mento de outra pessoa, o contrato Uma pesquisa feita pela Glo- nhecidos novos ou antigos. res em lidar com situa-mais fácil fugir e evitar encon- de fidelidade com seu parceiro(a) bal Market Insite (GMI), que ana- Os sites servem como ções novas como essas, natros”, explica. e o risco da descoberta. “As pes- lisou o comportamento de 18 mil ponto de encontro opinião de Boechat, é o au- P.S. diz já ter interrompido soas acham que se escolherem homens e mulheres com idade en- para pes- mento da solidão, insatisfa-relacionamentos porque a pes-soa começou a “pegar no pé”, um parceiro virtual alimentam es- tre 18 e 64 anos e que se relacio- ção e destruição das relaçõescontrariando a proposta do caso se lado e se protegem dos transtor- amorosas e sociais.rápido, e até mesmo por medo nos que podem ocorrer em umade se envolver emocionalmente, relação ao vivo, mas não é na-já que assim como grande parte da disso, você acaba sedas pessoas que trilham o mes-mo caminho na web ele não temo menor interesse em colocarfim no casamento.
  6. 6. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 7Desconfie Se o parceiro passou a entrar em sites que comportamento, como distanciamento ou Affair virtualnão visitava irritabilidade, e também mudanças na rotina diária, como sumiços repentinos Em uma das primeiras pu- nal e prejudica, sim, o relacio- Se o histórico de páginas visitasestá sempre vazio blicações a abordar a traição namento, porque quando um virtual, em 2001, “Infidelida- parceiro se interessa fortemen- Se os horários de uso do computador de na Internet - Relaciona- te por um terceiro, perde o in-mudaram mentos virtuais, traição real” teresse e a energia em relação Caso haja mudanças de (em tradução livre), as auto- ao parceiro oficial. ras Marlene Matheu e Rona A traição é a segunda Subotnik estimavam que maior causa de separação no 20% dos internautas usas- mundo, segundo um estudo sem o mundo virtual para realizado em 186 culturas pe- fim sexual. E a maioria de- la antropóloga Laura Betzig, les era comprometida ou ca- da Universidade de Michi- sada. Nesta época, ainda gan, nos Estados Unidos. Só não haviam sido criadas fer- perde para a esterilidade. ramentas populares como o A proposta dos sites é ofe- Facebook, que surgiu em recer um vasto cardápio de op- 2004, e também os grandes ções para a traição. Alguns sites de traição ainda não ti- usuários limitam o contato a nham vindo para o Brasil. bate-papos e sexo virtual. No “Todos nós estamos sujei- entanto, uma grande parte tos à traição amorosa, uma quer mais do que um affair on- vez que a infidelidade sempre line. Um estudo da Universi- acompanhou os relacionamen- dade de Nebrasca, nos Esta- tos amorosos em qualquer dos Unidos, com mais de 5,8 contexto e cultura”, diz o psi- mil usuários entrevistados, cólogo clínico Ailton Amélio mostra que 66% não se conten- da Silva, professor do Institu- tam apenas com seus jogos pe- to de Psicologia da Universi- la web. dade de São Paulo (USP), E esse fast-food do sexo autor do livro “Relaciona- também trouxe à tona diver- mento Amoroso” (ed. Publi- sas ferramentas que podem folha). Nos dias atuais, são ser usadas para rastrear a vida vários os motivos que levam do parceiro, e também criou a trair, já que, com a libera- uma legião de inseguros, que ção sexual, a traição perdeu passam o dia vasculhando as sua aura de proibida e o sta- páginas dos parceiros à procu- tus de ter apenas um parcei- ra de pistas da infidelidade. ro enfraqueceu muito. Uma Existem também detetives vir- conversa pela internet pode tuais que podem ser contrata- ser o primeiro passo. dos pela própria internet. No entanto, é importante Eles são especialistas em de- lembrar que a traição está lon- tectar movimentações suspei- ge de ser considerada algo ba- tas na rede. I (GB)
  7. 7. 8 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Relacionamento Ninguém investe em um relacionamento desejandoQuando o que ele dê errado ou termine, mas é melhor por um fim do que viver a experiência da “solidão a dois”amor acabaGisele Bortoleto de, existe risco de autossabotagem. outro, o afastamento gera uma espécie mos lidar com elas no momento da per-Gisele.bortoleto@diarioweb.com.br Com o propósito de reduzir a ansieda- de abstinência. Podemos sentir falta de da. Saber seguir em frente quando uma de, pegamos a imagem da pessoa que uma relação ruim se estivermos condi- relação termina depende de autoconhe- O amor é assim: você conhece al- acabamos de conhecer e a preenchemos cionados a ela, da mesma forma que vi- cimento. Quando compreendemos ver-guém e começam a conversar, a rir jun- com todas as características que gosta- ciamos em hábitos nocivos ou até desa- dadeiramente o fracasso de uma rela-tos de qualquer coisa e, algum tempo de- ríamos que ela tivesse. Em suma, quere- gradáveis por mera prática rotineira. Es- ção, temos um trunfo e não uma perda:pois, descobre que está apaixonado(a). mos passar o carro adiante dos bois, sa abstinência é, muitas vezes, confundi- significa que nossa felicidade está no fu-Tudo passa a ser diferente, muda sua transformando essa pessoa em algo dife- da com amor. Devido a isso, muitos ca- turo e não no passado. Cabe a nós nosperspectiva de vida e o mundo parece rente do que realmente é, antes mesmo sais reatam depois de semanas ou meses reerguemos, limpar a poeira das rou-até mais colorido. Mas um dia, por qual- de se ter um reconhecimento de suas e podem passar a vida como cães e ga- pas, olhar para frente e começar a an-quer motivo, as coisas mudam: entra qualidades ou defeitos. “As máscaras tos, pensando que a abstinência do vín- dar novamente em direção a ela.uma terceira pessoa na história, ele(a) que vestimos quando iniciamos uma re- culo é amor. “Quando a paixão não dá certo, nãodescobre que não era exatamente isso lação (temos o hábito de ocultar nossas A depressão pode se instalar nesses há porque me culpar, eu não me per-que esperava, as coisas esfriam, o encan- falhas e salientar nossas qualidades) re- casos e o desinteresse em sair e conhe- mito chorar, já não vai adiantar, e re-tamento termina e o romance vai por forçam essa rede de suposições que um cer novas pessoas reforça a ideia que começo do zero sem reclamar”, diz aágua abaixo, mesmo contra a sua vonta- cria do outro. Mas o tempo descortina o(a) ex era, de fato, a pessoa certa e que, música “Coração Pirata”, interpreta-de ou que você tente lutar contra isso. as falhas e elas se chocam com a ima- por isso, não haverá chance de ser feliz da pelo grupo Roupa Nova. São poucas as pessoas que lidam gem do príncipe encantado (ou da prin- com outra pessoa. “Esse pensamento ébem com a separação. A maioria sofre cesa encantada)”, ressalta. potencialmente perigoso, porque gera Lutomuito, fica abalada, deprimida, tem difi- O que acontece a partir daí? A admi- emoções e comportamentos que acen-culdades em recomeçar a vida nova- ração e o desejo vão sendo substituídos tuam o isolamento social e destroem O fim de um relacionamento amo- roso representa um tipo de luto, ummente. A separação desperta diferen- pela decepção. A insatisfação nos faz pouco a pouco a vida profissional”, diz momento para sepultar esperanças etes emoções, e elas podem ser reduzi- pensar que escolhemos mal ou (isso é Alexandre Caprio. continuar a vida, apesar do fim. Quan-das a uma enorme e insuportável dor. clássico) que o outro mudou. Mas a ver- Dificilmente uma pessoa percebe as do existe amor, a impossibilidade de le-A sensação, nessa hora, é de que a dor dade é que ninguém mudou. Nós é que mazelas que sua própria mente cria. De- var adiante a relação dói muito”, diznunca mais vai passar. Mas é preciso nos permitimos iludir para sanar nossas pois de instalada, a depressão também a psicóloga Mara Lúcia Madureira,ter consciência de que o fim de um próprias expectativas. Com a sensação atrapalha o raciocínio lógico, o que pio- especialista em terapia cognitivoamor não é o fim do mundo, e que ou- de ter sido enganado e não de ter se en- ra as coisas. É importante que amigos e comportamental. Mas a dor, nesse ca-tros amores virão, basta um pouqui- ganado, alguns acham justo desrespei- parentes se mobilizem para encontrar so, é essencial para forçar a mente aonho de boa vontade da sua parte. tar e até trair o parceiro. A posição de ví- ajuda. “É necessária uma clareza de crescimento, à superação, já que cons- Ninguém investe em um relaciona- tima é cômoda e não exige esforço nem ideias e estar bem consigo mesmo para titui o principal sintoma de demasia-mento desejando que ele dê errado ou revisão de conceitos. Grande parte das que se possa encontrar a pessoa certa. do apego ao outro.termine. Estamos sempre procurando pessoas não reconhece esse mecanismo Se estivermos constantemente ansio- “Relações que duram para semprefazer as coisas darem certo, tanto na vi- de autossabotagem e sequer imagina sos e apressados para resolver a vida não são sinônimos de sentimentos eter-da profissional quanto social e afetiva. que é vítima dele. amorosa, escolheremos as pessoas por namente duráveis. Duas pessoas podem“Todos nós temos ideais, e nas relações necessidade e pressa”, diz Caprio. O en- coabitar um espaço físico ou cumpriramorosas isso também é assim”, diz o Vínculo não é amor volvimento amoroso é um processo na- protocolos relacionais por longos perío-psicólogo cognitivo comportamental tural e não há como “forçar” a naturali- dos depois da extinção do amor, porém,Alexandre Caprio. Procuramos um per- Por mais que a relação tenha se des- dade. Ela imediatamente se esvanece, quando isso ocorre, costuma ser pior dofil que, no nosso entendimento, nos fa- gastado e seja ruim, ela gera vínculo. como quando tomamos consciência de que o fim. É a experiência da solidão aça felizes. Quando conhecemos alguém, Mas é importante entender que vínculo um “dèjá-vu”. dois. Existem sim relações boas paradesejamos que aquele seja o perfil ideal. não é amor. Quando uma pessoa está É importante que aprendamos a clas- sempre, mas não se iluda, são exce-Se esse desejo transforma-se em ansieda- condicionada a viver na companhia do sificar nossas emoções para que possa- ções”, complementa Mara Madureira.
  8. 8. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 9Aprenda com os erros “Quando falamos de amor, estamos nos refe- te, quando não somos capazes de reconhecer arindo a uma capacidade e, como toda capacida- nós mesmos e nos amar, ficamos a mercê dode, também o amor depende do exercício de er- amor do outro e, muitas vezes, seguimos nosros e acertos para que possa se desenvolver”, diz mantendo em relacionamentos falidos, por me-o professor e psicoterapeuta Renato Dias Marti- do das consequências da solidão”, explica o psi-no, autor do livro “Para Além da Clínica” (ed. In- coterapeuta. Impossibilitados de amar a nós mes-teligência 3). Como só se aprende acertar erran- mos, ficamos propensos a sofrer de forma arreba-do, também só se aprende amar amando. A cada tadora na situação da perda do outro.amor perdido, por mais dolorida que possa ser aexperiência, é justamente aí que teremos a chan- Aceite o fimce de amadurecer afetivamente e nos tornamosmais capazes de amar. Além disso, é justamente Aceitar o fim é reconhecer a possibilidadena perda que temos a chance de reconhecer nos- de, em algum tempo, ficar bem sem aquela pes-sos próprios limites, o que será muito útil nas soa, encontrar outras gratificações, ter mais tem-próximas escolhas afetivas. po para conhecer gente nova, resgatar a alegria, alterar a rotina, os pensamentos e refazer a vida. A condição para lidar melhor com a perda es- A aceitação, elaboração do luto, superação datá justamente na qualidade do vínculo que se es- dor e restabelecimento afetivo evidenciam umtabeleceu com o amor que foi perdido. Quando o estado de normalidade da saúde mental. Quan-modelo de ligação afetiva, ressalta Martino, este- do o sofrimento demora a passar e a pessoa nãove na ordem de certa dependência, ou seja, na si- consegue superar o fim, vêm os problemas. É di-tuação do outro encontrar-se demasiadamente fícil saber se a pessoa se tornou infeliz por per-apossado do amor do eu, quando ele se afasta, o manecer aprisionada ao passado ou se já havia se“eu” sente-se impossibilitado de gostar de si tornado infeliz por outras razões e, por isso, nãomesmo. Passa então a se culpar pela solidão sem consegue tocar a vida com dignidade após o tér-aquele que tanto amava. mino de um relacionamento. O apego às lem- Para que a perda do outro não seja catastrófi- branças anula qualquer pensamento de felicida-ca, devemos impreterivelmente ser capazes de de futura e as obsessões se apoderam dos pensa-amar a nós mesmos. Isso garantirá uma forma mentos alimentando ódio, rancor, ilusões e espe-menos drástica dessa experiência. “Não obstan- ranças vãs. (GB)
  9. 9. 10 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO Análise Transacional Palestrante de fórum em agosto,Liderança em Rio Preto, socióloga Rosa Krauz diz que o líder eficaz influencia por meio da admiração e do respeito que provoca por suasustentável coerência entre discurso e ação: “Ao influenciar menos, acaba influenciando mais”Jéssica Reis Em entrevista a Bem-Estar, Rosa que poderá estimular a cooperação ou a to de experiências que se dão durante ajessica.reis@diarioweb.com.br Krauz falou sobre a importância da lide- competição, a harmonia ou o conflito trajetória de vida e se tornam intrínse- rança. Para a especialista, “liderança é a entre as pessoas. Líderes eficazes têm cas ao indivíduo através da aprendiza- “Caminhos para o equilíbrio nas re- capacidade de influenciar, direta ou in- plena consciência de que liderança não gem vivenciada e incorporada. Certoslações humanas”. Este é o tema do 7º diretamente, a ação de outros”. é privilégio, nem abuso de poder. treinamentos poderão aperfeiçoar o po-Fórum Brasileiro de Análise Transacio- Bem-Estar – O quanto pesa a auto- tencial de liderança, mas dificilmentenal, que acontece nos dias 3 e 4 de agos- Revista Bem-Estar - Qual a im- confiança para liderar um grupo? transformar alguém num líder.to, no Ipê Park Hotel, em Cedral. O portância da liderança nas organi- Rosa - Posições de liderança exi- Bem-Estar - Ser líder é o mesmoevento é realizado a cada dois anos, in- zações? gem, em primeiro lugar, equilíbrio in- que ser chefe?tercalado com o Congresso Brasileiro Rosa Krauz - A liderança tem sido terno para poder lidar construtivamen- Rosa - O termo líder tem sido utili-de Análise Transacional. objeto de centenas de livros, artigos e te com a turbulência externa provocada zado com tal liberalidade que passa a A psicóloga Kátia Ricardi de Abreu, cursos. Trata-se de um fenômeno mun- por mudanças constantes, pela imprevi- ser confundido com palavras como che-presidente da comissão organizadora dial que corre o risco de banalizar uma sibilidade, pela profunda modificação fe, gerente, supervisor, etc. Gerente,do Fórum, afirma que o evento é um en- questão muito séria, que é a convivên- de padrões de comportamento e valores coordenador, supervisor denotam posi-contro científico com o objetivo de esti- cia humana produtiva e gratificante. Li- provocados, entre outros fatores, pelo ções na estrutura hierárquica das organi-mular a participação dos associados e in- derança é a capacidade de influenciar, avanço da tecnologia e dos meios de co- zações. Líder não é cargo, nem função,teressados em análise transacional. Se- direta ou indiretamente, a ação de ou- municação de massa. Além disso, preci- embora seja usado em muitas empresasgundo a psicóloga, nos dias 1 e 2 de agos- tros. Nas organizações e nos grupos, se sa estar sensibilizado para conviver pro- para designar posições de liderança.to acontece o pré-fórum, com palestras os que ocupam posições de liderança dutivamente com a diversidade de cul- Faz-se necessário esclarecer, entretan-e workshops para qualquer pessoa inte- não tiverem desenvolvido esta capacida- turas, perfis de personalidade, gerações, to, que muitos ocupantes de posições deressada no conhecimento e desenvolvi- de de influenciar as ações dos seus mem- profissões, expectativas e necessidades liderança pressionam em vez de influen-mento das relações sociais, interpes- bros, inspirando-os e estimulando-os de diferentes pessoas, grupos, níveis hie- ciar seus colaboradores, fazendo-o desoais em suas várias áreas de atuação para que estes se automotivem a agir de rárquicos. Esta versatilidade é construí- forma ineficaz através do velho contro-profissional ou até mesmo para a vida modo a contribuir para o alcance dos ob- da no decorrer da vida de uma pessoa le/comando. Líderes eficazes não preci-pessoal. jetivos estabelecidos, a alternativa será através de um processo de aprendiza- sam necessariamente ocupar posições Para Kátia, a realização do fórum adotar um estilo de comando/controle. gem contínua, de reflexão, de de liderança para influenciar sempela primeira vez em uma cidade próxi- Embora este estilo de liderança fosse o autossuperação. No entanto, nem sem- pressão, através do diálogo, doma a Rio Preto é uma conquista dos predominante no passado, hoje não é pre pessoas que ocupam posições de li- relacionamento interpes-profissionais que atuam nessa região. mais compatível com os valores e as ex- derança possuem estas características. soal eficaz, da admira-“Esta é uma oportunidade para estu- pectativas das novas gerações, nem com Bem-Estar – Para tornar-se umdantes e profissionais conhecerem essa a natureza do trabalho da era do conhe- bom líder, é necessário treinamento?abordagem criada por Eric Berne e pra- cimento, do mundo globalizado e da rea- Rosa – Primeiramente, uma combi-ticada pelos seus discípulos com resul- lidade virtual. A liderança é um dos fato- nação de autoconhecimento, humilda-tados positivos nas áreas clínica, educa- res do sucesso ou do fracasso das organi- de, respeito pelo ser humano, tempera-cional, organizacional, jurídica, enfim, zações e dos grupos de trabalho, qual- do com disposição para enfrentar desa-em qualquer área de atuação profissio- quer que seja sua natureza. fios, aprender com os próprios erros, sa-nal”, afirma. Bem-Estar - O que falta para que ber ouvir, ser empático, autêntico e Na programação, a organizadora des- as organizações tenham líderes efi- estabelecer relacionamentos in-taca a presença da socióloga Rosa cazes? terpessoais construtivos.Krauz, que participa do evento durante Rosa - Perfil adequado, sensibilida- Não creio que treina-os dois dias com atividades voltadas pa- de, autoconhecimento, humildade e mentos formem líde-ra discussão de temas na área clínica e consciência da condição de interdepen- res. Mais do queorganizacional, como “Relacionamento dência que existe em qualquer grupo ou técnica, lide-de Casais”, “Contratos”, “Scripts nas organização produtora de bens e servi- rança éOrganizações”, “Emoções e Estados de ços, onde todos são, simultaneamente, fru-Ego”, “Psicopatologia: Reflexões Con- clientes e fornecedores, consumidores etemporâneas”, entre outros temas. produtores, cocriadores de um clima
  10. 10. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 11ção e do respeito que provocam por suacoerência entre discurso e ação. O gran-de paradoxo é que, ao influenciar me- Raio Xnos, acabam influenciando mais. Este éo tema do meu livro “Compartilhando Rosa Krauz é socióloga, mestre em Ciênciaso poder nas organizações”. Sociais pela USP, doutora em Saúde Pública (USP), teaching and supervising transactional Bem-Estar - Uma liderança eficaz analyst association, membro didata organizacionalpode trazer benefícios para os funcio- e educacional da UNAT-Brasil, consultora emnários e a empresa? treinamento e desenvolvimento de talentos Rosa - Em princípio sim, depen- humanos, diretora da INTELECTUS (Programasdendo do conteúdo desta influência. de Treinamento e Criações Intelectuais) eRecentemente, tivemos um exem- especialista em coaching de executivos. Éplo interessante. Movimentos também fundadora e presidente da Associação Brasileira de Coaching Executivo e Empresarialde protesto contra a corrupção (Abracem) e autora de livros “Coachingaconteceram simultaneamente Executivo - A Conquista da Liderança” (Nobel);em várias capitais brasileiras “Administre Bem O Seu Tempo” (Nobel);por iniciativa de uma ou mais “Compartilhando O Poder Nas Organizações”pessoas através da internet. Pre- (Nobel), e “Trabalhabilidade” (Nobel)sumimos que se trata de um mo-vimento preocupado com a éticae a justiça social. Por outro la-do, usando dos mesmos meiosde comunicação, tivemos movi-mentos que arregimentaramtorcedores para confrontos en-tre times de futebol que acaba-ram causando mortes e agres-sões.Lembro que liderança efi- ganizações. Quando os princípios e se vestir, apresentar-se, falar com as pes-caz poderá ser utilizada a favor objetivos forem construtivos, etica- soas, etc. Nestes casos, estamos dianteou contra pessoas, grupos ou or- mente aceitáveis, certamente trarão da síndrome do conflito de gerações, ou benefícios para todos os envolvidos. seja, padrões de comportamento de che- Bem-Estar - No meio empresarial, fes não coincidem com os dos seus é comum funcionários queixarem- “subordinados”, causando tensões se da chefia e vice-versa. Isso no processo de ajustamento ao am- acontece por falta de preparo biente de trabalho. Mais do que falta de ambos para lidar com este ti- de preparo, parece ser falta de conhe- po de relacionamento? cimento, de experiência, de tolerân- Rosa – Infelizmente, estas cia mútua, de respeito pela diversida- queixas, insatisfações de parte de e de identificação com os resultados à parte são comuns não ape- do trabalho coletivo. nas por dificuldades de rela- Bem-Estar - Como será sua partici- cionamento interpessoal, pação no Fórum Brasileiro de Análise mas também pelo impacto Transacional? de outros fatores, como Rosa - Fui convidada a fazer a pales- políticas de RH, legisla- tra inaugural, convite este que foi, a um ção trabalhista obsole- tempo, surpreendente e honroso. Terei ta, despreparo dos ges- a oportunidade de participar das bancas tores, desinteresse dos de certificação e estarei à disposição da colaboradores... As Coordenação do Fórum para quaisquer gerações mais jo- outras solicitações que se façam necessá- vens nem sempre rias. Contribuir de alguma forma para a estão familiariza- realização de eventos desta natureza é das com a chama- uma das maneiras de divulgar a Análise da etiqueta do Transacional em nosso país e permitir ambiente de tra- que mais pessoas possam beneficiar-se balho, ou seja, deste conhecimento. I questões co- Serviço mo pontuali- Pré-Fórum de Análise Transacional, dias 1 e 2 de dade, ade- agosto, e Fórum Brasileiro de Análise Transacional, quação na dias 3 e 4 de agosto, no Ipê Park Hotel, em Cedral. maneira de Informações e inscrições pelo site www.unat.org.br
  11. 11. 12 / São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 DIÁRIO DA REGIÃO FamíliaPresentes de Deus www.sxc.hu/Divulgação conta até a espiritualidade naFilhos ensinam construção integral do ser. “Um filho vai trazer repercus-lições sobre vida, sões em todas as dimensões do ser humano”, explica. Ele trazamor, propósito, desde mudanças biológicas - e as mais visíveis são no corpo dasignificado e mulher, até mesmo do homem. A ocitocina, hormônio queprioridade maneja as nossas relações de vínculos afetivos, fica totalmen- te diferenciada quando o ho-Gisele Bortoleto mem se torna pai. “Do pontoGisele.bortoleto@diarioweb.com.br O que eles de vista psicológico, ainda é muito complicado nos dias de “Os filhos são mestres que a pensam hoje explicar como podemos amar alguém que nunca vimosExistência envia para que te-nhamos novas oportunidades sobre filhos antes, mas explicamos porque ali está o sangue do nosso san-de aprendizado e renovação”,disse uma vez o psiquiatra escri- gue ou numa relação de adoção “Não devemos moldar está a vontade de ser pai”, com-tor e conferencista Roberto os filhos de acordo com os plementa. No filho não resideShinyashiki. Para ele, o verda- nossos sentimentos; apenas a figura de outro ser hu-deiro crescimento se dá quan- Devemos tê-los e amá-losdo pais e filhos estão abertos pa- mano mas reside a figura dos do modo como nos foram pais. A maior prova disso é ora o aprendizado, quando dados por Deus.” (Johannquem ensina sabe que, em sua que a neurociência nos explica Goethe) através dos neurônios espe-tarefa, existe sempre a grandeoportunidade da descoberta. “Os filhos tornam-se lhos, que são grupamentos de Para o espiritismo, doutri- para os pais, segundo a células nervosas extremamentena que acredita na pluralidade educação que recebem, ativas nas crianças, que elasdos mundos e na reencarnação, uma recompensa ou um usam para espelhar principal-a maternidade e a paternidade castigo.” (J. Petit Senn) mente o comportamento dossão missões. A primeira ques- mais próximos, principalmen-tão dentro do ponto de vista es- “Não deverão gerar te dos pais. Existe uma imagempiritual é que os filhos são espí- filhos quem não quer dar-se especular miniaturizada daque- ao trabalho de criá-los e les dois seres, a transmutação eritos eternos e propostos aos educá-los.” (Platão) a materialização do amor.pais por Deus para auxiliar naevolução deles, sempre dentro “Os filhos são para as “A sociedade passa a verde importantes critérios. “Se in- mães as âncoras da sua não somente um casal que seterpretado como oportunidade vida.” (Sófocles) uniu, mas um pai e uma mãe,de crescimento e aprendizado um signo, um símbolo detanto para pais e filhos, eles po- maior responsabilidade”, dizdem ser considerado um presen- Para os especialistas, os mo- condicional, um amor que não mental da Universidade Fede- Monezi.te de Deus”, diz o promotor e diri- tivos que levam um casal a op- se sente por nada nem por nin- ral de São Paulo (Unifesp), ser Até a própria espiritualidadegente espírita Marcos Antonio tar por ter um filho são vários, guém, é uma extensão de sua pai e ser mãe não é apenas uma das pessoas é alterada. Para a ciên-Lelis Moreira. As grandes lições cia, espiritualidade é o conjunto entre eles está o de realização própria pessoa. “Quando se mudança de status, mas o mo-sobre vida, amor, propósito, signi- de crenças, a fé que a pessoa tem pessoal: sonhar que uma crian- tem filhos, espera-se que pelo mento em que você extrapola aficado e prioridade são para ser nela mesma, na vida ou em algo ça complementa o universo fa- menos os pais aprendam a se natureza de um ser singular pa- que ela acredite ser superior a ela.aprendidas por meio dos filhos,que exigem muita dedicação e in- miliar. “O sentimento de ser doar, a serem menos egocêntri- ra viver na pluralidade de um “Ter um filho também muda a es-vestimento do casal na educação pai ou mãe é intraduzível, é um cos, dividindo sempre. É um ser que você gerou a partir do piritualidade da pessoa, que passamoral e espiritual deles. “Cum- amor que você não sentirá por aprender a se doar sem cobrar, seu amor. Do ponto de vista a acreditar mais na vida. Ela temprir bem essa missão e ver que o nada ou ninguém, é singular”, e um aprender a sentir sem fa- comportamental, o ser humano algo a mais para que se consiga li-filho está evoluindo é um motivo explica a psicóloga Walnei lar, um aprender a escutar e ex- deve ser analisado dentro de gar a algo maior do que ela. Elade júbilo e felicidade para os pais, Arenque. plicar, aprender a tocar e se sua multidimensionalidade. tem fé naquilo que ela produziuporque ninguém quer voltar para Paternidade e maternidade emocionar”, afirma. Ou seja, ele é um ser biológico, e, para que tenha o substrato ne-a espiritualidade e verificar que trazem crescimento e aprendi- Para o psicobiólogo Ricar- psicológico, social e, segundo a cessário para que essa criançaseus filhos ficaram para trás por- zado de maneira intensa, prin- do Monezi, pesquisador do Ins- Organização Mundial de Saú- cresça, ela deve ter uma fé amplia-que você falhou”, explica. cipalmente do que é amor in- tituto de Medicina Comporta- de (OMS), precisamos levar em da nas suas próprias forças. I
  12. 12. DIÁRIO DA REGIÃO São José do Rio Preto, 13 de maio de 2012 / 13Marcos Antonio Lelis Moreira Espiritualista Rubens Cardia O DIVINO MÉDICO O que nos fortalecerá para vencer os conflitos existenciais que vivenciamos é amar as pessoas que compartilham de nossa vida da mesma forma como Ele, Jesus, nos amou e nos ama www.sxc.hu/Divulgação “O meu mandamento é es- te; Que vos ameis uns aos ou- tros, assim como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que este; de dar alguém a sua vi- da pelos seus amigos. Vós se- reis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando...” (João, cap. 15. V. 11a 14) Nunca tivemos tanta neces- sidade de refletir sobre a vida de Jesus como agora. Apesar de tantos avanços, do desenvolvi- mento científico, tecnológico, o homem, em todos os lugares deste planeta, continua insatis- feito, vivenciando conflitos existenciais, chegando a verda- deiros desequilíbrios. Percebe um vazio interior, busca algum complemento para a vida e sen- te-se caminhando num verda- deiro labirinto, incapaz de en- contrar a felicidade. Procura a religiosidade, mas as institui- ções religiosas já não lhe ofere- cem recursos espirituais ple- para a verdadeira fé e indicou amou e nos ama. mandou, amar muito. nos, permitindo-lhe vencer o caminho para chegar até o Nas diferentes situações da Como “amigos de Jesus”, as próprias aflições. O resulta- Criador Celestial, isto é, o co- nossa vida, nas relações inter- poderemos transformar as nos- do deste quadro, infelizmen- nhecimento da verdade. Sua pessoais, nos diferentes luga- sas vidas e resgatar a alegria de te, é o aumento da depressão, própria vida, Seu exemplo de res, devemos perguntar a nossa viver. Não teremos tempo para da angústia, do desânimo, plenitude é a maior lição que consciência, como Jesus agiria as lamentações, nossas ideias se- conduzindo o ser a perder a devemos aprender e colocar agora? E a resposta chegará co- rão esclarecidas, nos voltare- alegria de viver. em prática. mo verdadeiro roteiro para nos- mos para o bem e para o belo. O remédio ideal, eficaz para João, o discípulo amado, sa existência, assim, lembrare- Estaremos em paz com nossas todos nós é, sem dúvida algu- anotou em seu Evangelho o úni- mos de Jesus, nosso modelo e consciências e a nossa espiri- ma, nos voltarmos aos ensina- co mandamento de Jesus que guia, e recordaremos que Suas tualidade estará radiante, em mentos de Jesus, o Divino Mé- ainda não adotamos como nor- ações e reações são ricas de com- sintonia com as forças da di- dico, conhecedor profundo ma de vida: que nos amemos preensão, de tolerância, de afa- vindade, do nosso Pai Celes- da intimidade de nossas al- uns aos outros como Ele nos bilidade, de perdão incondicio- tial, que nos cobrirá de recur- mas. Jesus revolucionou con- amou. Assim, percebemos o nal, de compaixão, e nos esfor- sos espirituais, nos fortale- ceitos da época, sociais e reli- que realmente irá nos comple- çaremos para proceder da mes- cendo para vencer todos os de- giosos, porém não ditou dog- tar, nos satisfazer e nos forta- ma maneira. safios da existência física. mas, nem fundou institui- lecer para vencer todos os Agindo dessa forma, inde- Lembre-se, caro leitor, que pa- ções religiosas, mas nos apre- conflitos existenciais que vi- pendentemente da religião que ra chegar a esta condição de “ami- sentou princípios espiritua- venciamos é o amor pleno, nos vinculamos, seremos verda- go de Jesus” não precisa de sacrifi- listas, universais, ensinando- amar as pessoas que comparti- deiramente considerados “os car sua vida, não, absolutamente, nos a identificar Deus como lham de nossa vida da mesma amigos de Jesus”, porque esta- basta amar muito, como Ele nos nosso Pai, restabeleceu bases forma como Ele, Jesus, nos remos fazendo o que Ele nos amou e nos ama. I

×