• Like
A formação contínua e as TIC - Fernanda Ledesma
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

A formação contínua e as TIC - Fernanda Ledesma

  • 1,297 views
Published

A formação contínua e as TIC - Fernanda Ledesma, no XII Congresso Nacional Centros de Formação de Associação de Escolas E - Casa de História Paula Rego, em Cascais,

A formação contínua e as TIC - Fernanda Ledesma, no XII Congresso Nacional Centros de Formação de Associação de Escolas E - Casa de História Paula Rego, em Cascais,

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
1,297
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9

Actions

Shares
Downloads
14
Comments
4
Likes
7

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A Formação Contínua e as TIC Cascais, 14 de março de 2014 Formar ou Trans(formar) os professores!
  • 2. O Professor hoje… Competências relacionais científicas socioculturais pedagógicas curriculares digitais
  • 3. Percurso das TIC em Portugal 1985 Projeto Minerva 2014 29 anos de percurso das TIC na educação em Portugal
  • 4. Atitude do professor face às TIC (Con)formaram Formaram (Trans)formaram Três atitudes/estádios dos docentes relativamente à sua ação/reação no domínio das competências em TIC Organização minha
  • 5. Atitude do professor face às TIC / Inovação A Metáfora do Lápis The Leaders São os primeiros a assumir a tecnologia. Os pioneiros costumam documentar e entusiasticamente partilhar o que experimentaram. The sharp ones São os que veem o que os pioneiros fizeram, de bom grado pegam no nessas experiências, aprendem com os erros dos outros e fazem grandes coisas com seus alunos. The wood Usam a tecnologia se alguém (Sharp ou Leader) lhes der apoio com o equipamento, configurando-o , mantendo-o a funcionar e também lhes dê formação (treino). Tudo o que precisam é de um pouco de ajuda para conseguirem trabalhar com a tecnologia. The Ferrules Apegam-se firmemente ao que sabem. Mantêm um forte controle sobre suas práticas de ensino tradicionais e sentem que não há lugar para a tecnologia na sala de aula The eraser Esforçam-se para desfazer o trabalho feito pelos líderes The hangers-on Parasitas conhecem toda a linguagem, assistem todos os seminários, mas simplesmente não fazem nada.
  • 6. Cenário em 2009 Modelo de Formação e Certificação TIC Competências digitais Nível 1 Aquisição Competências pedagógicas e profissionais com TIC Nível 2 Integração Competências avançadas Nível 3 Inovação A Portaria 731/2009 considerava toda a formação contínua realizada no domínio das TIC, desde o ano 2000 até 2010 (ano em que inicia o modelo) para requerer a Certificação em Competências Digitais (Nível 1) 10 anos 50 horas de formação no domínio das TIC
  • 7. Áreas de Formação Ano 2010 2011 2012 Áreas/escala 0 1 2 3 0 1 2 3 0 1 2 3 Didática das áreas curriculares 7% 7% 13% 73% 0% 7% 53% 40% 7% 7% 67% 20% Gestão/ desenvolvimento escolar 47% 27% 27% 0% 33% 33% 33% 0% 40% 33% 27% 0% Necessidades educativas especiais 13% 40% 47% 0% 47% 27% 20% 7% 27% 40% 20% 13% TIC 0% 0% 13% 87% 7% 20% 53% 20% 7% 13% 53% 27% Multiculturalismo 73% 27% 0% 0% 87% 13% 0% 0% 67% 27% 7% 0% Gestão dos conflitos/ comportamentos 47% 27% 20% 7% 40% 20% 33% 7% 40% 20% 20% 20% Bibliotecas escolares 20% 33% 40% 7% 20% 40% 40% 0% 20% 40% 40% 0% Outras 53% 7% 40% 0% 53% 33% 13% 0% 67% 13% 20% 0% Distribuição das áreas, nas quais, os Centros de Formação têm desenvolvido ações de formação nos anos 2010, 2011 e 2012. Junho 2013 Escala: 0. Não houve; 1. Pouco; 2. Regulamente; 3. Muito
  • 8. Regime das ações de formação Ano 2010 2011 2012 Regime/escala 0 1 2 3 0 1 2 3 0 1 2 3 Presencial 0% 0% 0% 100% 0% 0% 7% 93% 0% 0% 0% 100% b-learning 80% 7% 13% 0% 60% 20% 20% 0% 47% 47% 7% 0% e-learning 100% 0% 0% 0% 87% 13% 0% 0% 73% 27% 0% 0% Distribuição, do regime, das ações de formação que os Centros de Formação realizaram no ano 2010, 2011 e 2012 Junho 2013 Escala: 0. Não houve; 1. Pouco utilizado; 2. Regulamente utilizado; 3. Muito utilizado
  • 9. Ainda o b-learning 3% 13% 17% 67% % Professores inquiridos Pré-escolar 1º Ciclo 2º Ciclo 3º Ciclo Secundário Idade Freq. Relativa 31-40 23% 41-50 67% 51-60 10% Total 100% Diversos grupos Curriculares Outubro 2011 Na perspetiva do professor
  • 10. Ainda o b-learning 97% 3% % Professores inquiridos Sim Não Aceitava frequentar formação nesta modalidade Outubro 2011
  • 11. Ainda o b-learning Outubro 2011 Questão Média Pensa que está preparada(o) para frequentar uma formação nesta modalidade? 4,23 Considera-se preparado(a) para aceder a conteúdos digitais disponibilizados numa formação b-learning? 4,30 Pensa que está preparada(o) para comunicar em tempo real através de plataformas numa formação realizada nesta modalidade? 4,27 Pensa que está preparada(o) para realizar as atividades autonomamente, solicitadas numa formação realizada nesta modalidade? 4,20 Escala: de 1 a 5, na qual 1 significa não estou preparado(a) e 5 estou completamente preparado(a)
  • 12. Uma questão complexa na formação DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DO PROFESSOR NO DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM DOS ALUNOS
  • 13. As TIC já estão na sala de aula
  • 14. As integração das TIC sala de aula Literacias Tecnológicas Vs Digitais Manejar a máquina Saber retirar partido das potencialidades das TIC em prol do ensino e aprendizagem Literacia Tecnológica Literacia Digital Literacia informativa e Literacia mediática Que desenvolvem a capacidade de fazer face aos desafios colocados pela sociedade de informação e do conhecimento
  • 15. Literacias: os mapas e a bússola Desenvolvimento de capacidades de procura, localização, avaliação, tratamento e utilização da informação disponível.
  • 16. Literacias: os mapas e a bússola Desenvolvimento de capacidades de expressão, produção, enunciação de informação e perspetivas individuais, bem o domínio dos processos e formas de as editar e difundir no ciberespaço “Fornecer os MAPAS de um mundo complexo e perpetuamente agitado e a BÚSSOLA que permita nele navegar “. Relatório Delors
  • 17. Artigo “A ESCOLA QUE QUEREMOS TER ” PÚBLICO 1 de setembro 2013 Formar para a cidadania
  • 18. Estádios: Tecnologia Vs Pedagogia Unesco, realizado por Anderson (2010) Modelo de estádios de adoção e utilização das TIC pelos professores
  • 19. Estádios: Tecnologia Vs Pedagogia O meu estádio de adoção e TIC (José Lagarto, 2013) TIC’opitecus tempo Proficiência digital TIC’ omaníaco
  • 20. Aprendizagem com as TIC O Ponto de ancoragem Adaptado: Relação entre os componentes principais e a interacção (Wang, 2008:412). Componentes principais do processo Interação com pessoas Interação com Conteúdos Interação com interfaces Interacção Social Tecnologia Pedagogia
  • 21. A integração das TIC
  • 22. Evolução TecnoSocial e de Conhecimento Ampliação da zona de desenvolvimento proximo TIC TAC TEP P L N P L E P L E P Tecnologias de Empoderamento e da Participação Tecnologias da Aprendizagem e do Conhecimento Tecnologias de Informação e Comunicação REDE PESSOAL DE APRENDIZAGEM AMBIENTE PESSOAL DE APRENDIZAGEM AMBIENTE PESSOAL DE APRENDIZAGEM E PARTICIPAÇÃO Dolors Reig (2012)
  • 23. Fernanda Ledesma Escola Secundária de D. João II / Associação Nacional de Professores de Informática ◦ Email: ferlede@gmail.com ◦ Blogue: http://perolastic.blogspot.pt/ ◦ Facebook: https://www.facebook.com/fernandapledesma ◦ Twitter: https://twitter.com/ferlede Obrigado O que é Transversal é Nuclear