Dívida ecológica
“Ecologismo dos pobres” de Joan Martínez Alier, São Paulo, Editora Contexto,
2012.
Conceitualização
 Origem em dois conflitos distributivos diferentes: - não compensação de
custos pelas externalidades dos...
Quantificação da dívida ecológica
 Intercâmbio ecológico desigual + utilização desproporcional do espaço ambiental.
Tenta...
Os ecoimpostos e o conflito
Norte/Sul
As Redes de Comércio Justo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Ri justiça ambiental dívida ecológica

171

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
171
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ri justiça ambiental dívida ecológica

  1. 1. Dívida ecológica “Ecologismo dos pobres” de Joan Martínez Alier, São Paulo, Editora Contexto, 2012.
  2. 2. Conceitualização  Origem em dois conflitos distributivos diferentes: - não compensação de custos pelas externalidades dos países do Sul no comércio de matérias primas ; - não compensação de custos dos países ricos ou do Norte no plano ambiental.  Alcance da noção de “ecologia da restauração”  Intercâmbio ecologicamente desigual: reconhecimento de que a produção provoca degradação e destruição do meio ambiente. O conceito destaca a pobreza e a debilidade do poder político das regiões exportadoras, sua falta de opções quanto à exportação de bens com menor impacto local.  Dumping ecológico = precificação que deixa de lado as externalidades ou o esgotamento dos recursos naturais.  Preços e mecanismos de mercado não permitem uma troca justa e recíproca.  PASSIVOS AMBIENTAIS: Conceito surge em América Latina para caracterizar casos concretos de atividade mineradora e da extração de petróleo.  Importância da contribuição da teoria da CEPAL sobre os termos de troca.
  3. 3. Quantificação da dívida ecológica  Intercâmbio ecológico desigual + utilização desproporcional do espaço ambiental. Tentativa de expressão monetária. P. 304  Objeções à dívida ecológica? Lógica dos contratos. Também a redução “monetarista”  Critério mais adequado= justiça ambiental  Importância para a aferição das relações Norte/Sul  Dívida do carbono. Imposição dos fatores socioambientais estruturais. Questionamento se o cálculo econômico seria suficiente para uma avaliação integral. Necessidade de valores não econômicos.  Dificuldade dos países “pobres” ou do Sul para se posicionar diante da desigualdade do intercâmbio com o Norte. Contradição com o “produtivismo” e o “desenvolvimentismo”. P. 313  Relações Norte/Sul. Contradições entre lógicas de Estado x lógicas de grupos sociais (do Norte e do Sul).  Armadilha do conceito de condicionalidade ecológica. Ex. Banco Mundial. A solução Sul/Sul
  4. 4. Os ecoimpostos e o conflito Norte/Sul As Redes de Comércio Justo
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×