Qualidade de Software e Métodos Ágeis

3,306 views
3,109 views

Published on

Apresentação sobre Qualidade de Software e Métodos Ágeis, desenvolvida por alunos da Universidade Federal de Sergipe para a disciplina de Qualidade de Software.
Este trabalho tem o intuito de apresentar a metodologia ágil e relacioná-la com a qualidade de software.

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,306
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
17
Actions
Shares
0
Downloads
71
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Qualidade de Software e Métodos Ágeis

  1. 1. Universidade Federal de Sergipe Departamento de Computação Sistemas de Informação Qualidade de Software e Métodos Ágeis Diego Armando, Felipe J. R. Vieira
  2. 2. “ Desenvolvedor ágil é o profissional que aplica os ideais do manifesto ágil em seus projetos. É um profissional focado mais em resultados do que em extensas documentações burocráticas, isso não quer dizer que as documentações sejam dispensáveis, mas não são mais importantes do que o sistema em si” Vinícius Osiro - TotalIP
  3. 3. Valores do Manifesto Ágil ● Indivíduos e interações, ao invés de processos e ferramentas. ● Software funcional, ao invés de documentação abrangente. ● Colaboração do Cliente, ao invés de negociação. ● Resposta a mudanças, ao invés de seguir um plano.
  4. 4. Fatores de Qualidade de Software (McCall) Revisão do Produto Implantação do Produto - Manutenibilidade - Portabilidade - Flexibilidade - Reusabilidade - Testabilidade - Interoperabilidade Operação do Produto - Corretude - Confiabilidade - Eficiência - Integridade - Usabilidade
  5. 5. NBR 13596 (ISO/IEC 9126) Funcionalidade Satisfaz às necessidades? Confiabilidade É imune a falhas? Usabilidade É fácil de usar? Eficiência É rápido e “enxuto”? Manutenibilidade É fácil de modificar? Portabilidade É fácil de usar em outro ambiente?
  6. 6. XP – eXtreme Programming
  7. 7. XP – eXtreme Programming ● Comunicação ● Simplicidade ● Feedback ● Coragem
  8. 8. Scrum
  9. 9. Scrum ● Iterações ● Remoção de impedimentos ● Inspeção e Adaptação ● Autonomia ● Times Multifuncionais
  10. 10. TDD – Test Driven Development
  11. 11. TDD - Test Driven Development ● Desenho Simplificado e Evolucionário ● Refatoração ● Feedback Constante ● Suíte de Testes (Regressão) ● Documentação Para Programadores
  12. 12. Referências - Astels, D. (2003). Test-Driven Development: A Practical Guide. Prentice Hall PTR. - Lewis, W. E. (2004). Software Testing and Continuous Quality Improvement. Auerbach, 2 edition. - www.scrumalliance.org acessado em 06/04/2010 - Freire, Flávia (2009). Desenvolvendo com agilidade. Revista TI Digital nº 9.
  13. 13. Obrigado! :)

×