Desenho e Marco Lógico para Avaliação de Programas   Victor Maia Senna Delgado – Fundação JoãoPinheiro - MG II Seminario d...
Introdução. <ul><li>O marco lógico resgata princípios da política de  planejamento estratégico . </li></ul><ul><li>Todo pr...
Introdução. <ul><li>Vontade Política. </li></ul><ul><li>Recursos Financeiros. </li></ul><ul><li>Contexto. </li></ul><ul><l...
Introdução. <ul><li>Todo projeto tem implícito um modelo causal, uma hipótese ou conjunto de hipóteses que orientam a inte...
Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores
Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados
Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados Avaliação
Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados Avaliação
Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados Avaliação
Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados Avaliação
Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados Avaliação
O Ciclo da Política Pública Fase 1 Identificação do Problema Fase de Desenvolvimento da Política Análise Ex-ante  Fase de ...
Processo de desenvolvimento de uma política Análise de custo-benefício Os impactos são alcançados com um custo razoável? E...
Planejamento e Marco Lógico. <ul><li>A construção de um marco lógico é muito auxiliada pelos itens de planejamento. </li><...
Marco Lógico. <ul><li>Bamberguer (2006) ressalta que o marco lógico deve nos servir para pensar de forma mais analítica so...
Marco Lógico. <ul><li>O Roteiro (Plano de Trabalho) proporcionado pelo marco lógico permite identificar também possíveis f...
Desenho do Programa. Insumos Atividades Produtos Objetivos Quais os insumos necessários para operar o programa? Esses insu...
Desenho do Programa. Desenho Insumos Processo de Imple- mentação Produtos Resultados Impactos Sustentabi- lidade Contexto ...
<ul><li>Entender os componentes do Desenho do Programa e de seu marco lógico é fundamental para que se possa então medir s...
Mulheres tem acesso limitado a oportunidades econômicas devido à falta de acesso ao crédito e outros recursos produtivos e...
Ferramentas para o Diagnóstico:  <ul><li>Identifica os atores envolvidos no problema (indivíduos ou instituições que podem...
Ferramentas para o Diagnóstico:  <ul><li>Identifica o problema central e estabelece as relações de causalidade envolvidas....
A B C 1 2 3 4 5 6 7 Ano E F E I T O Início do projeto Final do projeto Diferentes cenários para a variação dos efeitos do ...
Ferramentas para o Diagnóstico:  <ul><li>Muitos projetos são bem desenhados, mas não conseguem alcançar seus impactos por ...
Ferramentas para o Diagnóstico:  <ul><li>O Marco Lógico e o desenho são aliados que auxiliam na metodologia da avaliação d...
Conclusões. <ul><li>Marco Lógico e desenho do programa são importantes ferramentas de implementação e avaliação </li></ul>...
Obrigado!
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Desenho e Marco Lógico para Avaliação de Programas

10,809

Published on

O marco lógico resgata princípios da política de planejamento estratégico.
Todo programa necessita de um planejamento que o insira em um plano maior de estado ou de governo. Além de ser também necessário inseri-lo em uma teoria que justifique sua atuação. Mas o principal motivador para o surgimento de programas é o componente político.

Published in: Education, Sports, Business
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
10,809
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
309
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Desenho e Marco Lógico para Avaliação de Programas

  1. 1. Desenho e Marco Lógico para Avaliação de Programas Victor Maia Senna Delgado – Fundação JoãoPinheiro - MG II Seminario de Avaliacao de Políticas Publicas FEE-RS 28 - Setembro de 2009 Porto Alegre
  2. 2. Introdução. <ul><li>O marco lógico resgata princípios da política de planejamento estratégico . </li></ul><ul><li>Todo programa necessita de um planejamento que o insira em um plano maior de estado ou de governo. </li></ul><ul><li>Além de ser também necessário inseri-lo em uma teoria que justifique sua atuação. </li></ul><ul><li>Mas o principal motivador para o surgimento de programas é o componente político. </li></ul>
  3. 3. Introdução. <ul><li>Vontade Política. </li></ul><ul><li>Recursos Financeiros. </li></ul><ul><li>Contexto. </li></ul><ul><li>Estrutura. </li></ul><ul><li>Teoria. </li></ul>
  4. 4. Introdução. <ul><li>Todo projeto tem implícito um modelo causal, uma hipótese ou conjunto de hipóteses que orientam a intervenção! </li></ul><ul><li>A formulação do modelo causal não é tarefa simples! Problemas sociais são multifacetados, com causas múltiplas que interagem. Exemplo: Pobreza. </li></ul><ul><li>É difícil estabelecer as cadeias de causalidade. </li></ul><ul><li>Assim, às vezes é difícil definir os mecanismos necessários para enfrentar o problema! </li></ul><ul><li>Frequentemente, as bases teóricas que sustentam as intervenções são frágeis! </li></ul>
  5. 5. Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores
  6. 6. Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados
  7. 7. Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados Avaliação
  8. 8. Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados Avaliação
  9. 9. Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados Avaliação
  10. 10. Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados Avaliação
  11. 11. Planejamento: Objetivos Metas Ações Indicadores Resultados Avaliação
  12. 12. O Ciclo da Política Pública Fase 1 Identificação do Problema Fase de Desenvolvimento da Política Análise Ex-ante Fase de Avaliação de Política Análise Ex-post Fase 2 Formulação da Política Fase 3 Implementação da Política Fase 6 Feedback Fase 5 Pesquisa de Avaliação Fase 4 Desenho da Avaliação
  13. 13. Processo de desenvolvimento de uma política Análise de custo-benefício Os impactos são alcançados com um custo razoável? Eficiência do Programa Avaliação de Impacto O programa está tendo os efeitos desejados? Resultados do programa Avaliação de processo, monitoramento A operação está de acordo com o planejado? Operação do programa Avaliação de processo Como o programa deve operar? Implementação do programa Avaliação ex-ante, simulações Qual é a melhor abordagem? Seleção de programa Desenvolvimento e avaliação da teoria do programa Quais intervenções poderiam produzir as mudanças desejadas? Design de alternativas para o programa Avaliação de necessidade O que precisa ser feito? Estabelecimento de objetivos Avaliação de necessidade, trabalho diagnóstico Qual é o problema e quais são as necessidades? Avaliação do problema e das necessidades Estratégia de Avaliação Pergunta Estágio do Programa
  14. 14. Planejamento e Marco Lógico. <ul><li>A construção de um marco lógico é muito auxiliada pelos itens de planejamento. </li></ul><ul><li>Mas não se constitui exatamente o planejamento. Nem mesmo é um projeto do programa. </li></ul><ul><li>Marco Lógico é um conjunto de estruturas e modelos que nos permitem compreender o programa por inteiro. </li></ul><ul><li>Ele exige que haja definição de público-alvo , métodos e maneiras de implementação , avaliação de recursos (Humanos e de Capital), definição clara de objetivos e dos resultados . </li></ul>
  15. 15. Marco Lógico. <ul><li>Bamberguer (2006) ressalta que o marco lógico deve nos servir para pensar de forma mais analítica sobre causa e efeito do programa: </li></ul><ul><li>identificar relações entre componentes do programa (considerar relações internas do programa)‏ </li></ul><ul><li>Clarificar os objetivos e metas de longo prazo do programa. </li></ul><ul><li>Identificar os principais indicadores para M&A. </li></ul><ul><li>Identificar as principais premissas que fundamentam o programa. </li></ul><ul><li>Desenvolver nossas perguntas para avaliação. </li></ul><ul><li>visualizar um programa dentro do contexto (considerar fatores no ambiente social/físico que são externos ao programa, mas podem influenciar os resultados do programa)‏ </li></ul>
  16. 16. Marco Lógico. <ul><li>O Roteiro (Plano de Trabalho) proporcionado pelo marco lógico permite identificar também possíveis falhas do programa. </li></ul><ul><li>O marco lógico permite esclarecer à sociedade e planejadores (“por no papel”) tudo que os gestores do programa estão pensando. </li></ul><ul><li>Já o desenho do programa é a identificação de como o programa ira atuar, prevendo a cadeia de atuação da maneira mais completa possível. </li></ul><ul><li>Identificando possíveis incentivos contrários ao funcionamento ao programa juntamente com outros pontos críticos . </li></ul>
  17. 17. Desenho do Programa. Insumos Atividades Produtos Objetivos Quais os insumos necessários para operar o programa? Esses insumos são usados para realizar as ações necessárias Se as atividades forem feitas de maneira correta, estes produtos serão alcançados Se esses benefícios forem atingidos, espera-se que ocorram estas mudanças na sociedade ou comunidade.
  18. 18. Desenho do Programa. Desenho Insumos Processo de Imple- mentação Produtos Resultados Impactos Sustentabi- lidade Contexto econômico no qual o projeto opera Contexto político no qual o projeto opera Contexto institucional e operacional Características sócio-econômicas e culturais das populações afetadas Ambiente físico
  19. 19. <ul><li>Entender os componentes do Desenho do Programa e de seu marco lógico é fundamental para que se possa então medir seu impacto . </li></ul><ul><li>Ou avaliar o por quê de não ter havido impacto. </li></ul><ul><li>Permite obter um previsão de quais os fatores sociais mediadores são mais importantes e quais não são. </li></ul><ul><li>Além de expor a lógica causal do modelo explícitamente, o que permite até uma avaliação metodológica mais adequada. </li></ul>Ferramentas para o Diagnóstico:
  20. 20. Mulheres tem acesso limitado a oportunidades econômicas devido à falta de acesso ao crédito e outros recursos produtivos e ao controle social O projeto oferece crédito, assistência Técnica e formação em grupo Mulheres criam empresas Mulheres não criam empresas Uso para dote Mulheres pagam as dívidas Marido toma Os lucros Geração de lucros Melhora do bem-estar da família no curto prazo Lucro re-investido Empresa mantida Empresa fracassa Limitações de tempo Falta de demanda Pressões sociais Falta de recursos produtivos Melhora permanente do bem-estar familiar Moradia melhorada Nutrição, saúde, roupas Educação melhorada, especialmente p/ meninas Melhoras econômicas Modelo da Cadeia de Resultados para o Programa de Desenvolvimento de Pequenos Negócios de Mulheres Resultados Positivos Resultados negativos
  21. 21. Ferramentas para o Diagnóstico: <ul><li>Identifica os atores envolvidos no problema (indivíduos ou instituições que podem ser afetados pelo projeto direta ou indiretamente)‏ </li></ul><ul><li>Identifica riscos e conflitos que interferem no êxito de uma intervenção. </li></ul><ul><li>Identifica os interesses dos atores. </li></ul>
  22. 22. Ferramentas para o Diagnóstico: <ul><li>Identifica o problema central e estabelece as relações de causalidade envolvidas. </li></ul><ul><li>Estabelece as causas e conseqüências de determinado problema. </li></ul><ul><li>Auxilia na concepção e previsão de um tempo de maturação de um programa. </li></ul>
  23. 23. A B C 1 2 3 4 5 6 7 Ano E F E I T O Início do projeto Final do projeto Diferentes cenários para a variação dos efeitos do projeto ao longo do tempo
  24. 24. Ferramentas para o Diagnóstico: <ul><li>Muitos projetos são bem desenhados, mas não conseguem alcançar seus impactos por causa de problemas durante a implementação. Esses problemas podem: </li></ul><ul><ul><li>Reduzir a efetividade (reduz a potencialidade). </li></ul></ul><ul><ul><li>Resultar em alguns grupos serem mais beneficiados do que outros (Erro de Vazamento). </li></ul></ul><ul><ul><li>Afetar a sustentabilidade e replicabilidade (não como manter ou realizar o scalling up do programa). </li></ul></ul>
  25. 25. Ferramentas para o Diagnóstico: <ul><li>O Marco Lógico e o desenho são aliados que auxiliam na metodologia da avaliação de impacto. </li></ul><ul><li>São aliados dos gestores para entender e divulgar o processo. </li></ul><ul><li>São aliados da sociedade pois permitem um entendimento mais claro das diretrizes das ações e medidas adotadas. </li></ul><ul><li>No entanto no Brasil são muito pouco utilizados e há muito poucas avaliações de processo e de implementação. </li></ul>
  26. 26. Conclusões. <ul><li>Marco Lógico e desenho do programa são importantes ferramentas de implementação e avaliação </li></ul><ul><li>Podem ser desenvolvidos no âmbito do planejamento e em linha com os planos Plurianuais. </li></ul><ul><li>Comunica informação essencial aos envolvidos no projeto de forma eficiente e estrutura o projeto de forma lógica. </li></ul><ul><li>Auxilia no desenho do plano de avaliação e na determinação das perguntas a serem respondidas. </li></ul><ul><li>Apesar da importância no Brasil, há pouca programação para o seu uso e pouca avaliação dos procedimentos adotados que envolvem o marco lógico de um programa. </li></ul>
  27. 27. Obrigado!
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×