Your SlideShare is downloading. ×
Metas de Aprendizagem na área das TIC
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Metas de Aprendizagem na área das TIC

7,925

Published on

Apresentação de base à conferência que realizei no Funchal, no 3º Encontro de Professores Inovadores organizado pela MSFT Portugal …

Apresentação de base à conferência que realizei no Funchal, no 3º Encontro de Professores Inovadores organizado pela MSFT Portugal
Setembro 2011

Published in: Education
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,925
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. METAS DE APRENDIZAGEM NAS TIC
  • 2. METAS DE APRENDIZAGEM NAS TICPorquêe paraquê?
    Fernando Albuquerque CostaUNIVERSIDADE DE LISBOA
  • 3. www.metasdeaprendizagem.min-edu.pt/
  • 4. Contexto nacional
    • Superficialidade com que as TIC são assumidas no Currículo Nacional [Cruz, 2009]
    • 5. Indefinição sobre o papel e função das TIC
    • 6. Capitalização do trabalho de “referencialização” das competências profissionais dos professores em TIC [GEPE, 2008]
    • 7. Capitalização do esforço de apetrechamento das escolas...
  • Contexto curricular
    Abordagem curricular baseada nos resultados
    (a partir dos anos 90)
    LEARNING OUTCOMES
    METAS DE APRENDIZAGEM
    TARGETS
    STANDARDS
    Exigência de racionalização
  • 8. Questões essenciais
    • Que competências digitais se espera que os jovens adquiram na escola?
    • 9. Como é que essas competências podem ser trabalhadas?
    • 10. Em que contextos?
    • 11. Quando? ...
  • 12.
  • 13. The Technological Paradox (Trivializing a Good Thing)
    The Technocentric Focus (or How Omnipotence Becomes Impotence)
    Misguided Research (or the price of not learning lessons from the past)
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17. Desafios aos professores
    Romper com lógicas de trabalho individuais…
    Avaliar e refletir…
    Pensar “curricularmente” sobre o ensino, a aprendizagem, a avaliação…
    Selecionar estratégias e recursos tecnológicos apropriados…
    Identificar as metas em que as TIC poderão trazer mais-valia…
    Definir os passos necessários para alcançar as aprendizagens consideradas importantes…
  • 18. Pressupostos para elaboração das metas TIC
    …a aquisição de competências em TIC é um imperativo da escola em resposta aos desafios do mundo do trabalho e da sociedade em geral.
    … a relação natural que os mais jovens têm com as tecnologias digitais constitui um factor de motivação e indução de desenvolvimento intelectual e social.
    …a aquisição e o desenvolvimento de competências digitais devem estar presentes ao longo de toda a escolaridade.
  • 19. Perspectivas
    As TIC como competências instrumentais ao serviço dos outros saberes disciplinares
    As TIC como estratégia de desenvolvimento intelectual e social dos indivíduos
  • 20. Perspectivas
    As TIC como um fim em si mesmo saber usar
    As TIC como competências instrumentais ao serviço dos outros saberes disciplinares
    saber usar para aprender o currículo
    As TIC como estratégia de desenvolvimento intelectual e social dos indivíduossaber usar para pensar, decidir e agir
  • 21. Planos considerados nas metas TIC
    (II)
    (I)
    (III)
    saber usar para aprender o currículo
    saber usar para pensar, decidir e agir
    saber usar
    META-APRENDIZAGEM
    INFORMAÇÃO
    AUTO-AVALIAÇÃO
    COMUNICAÇÃO
    AUTO-REGULAÇÃO
    TECNOLOGIAS
    EXPRESSÃO
    PRODUÇÃO
    CRIATIVIDADE
    SEGURANÇA
    ÉTICA…
  • 22. Competências transversais em TIC
    saber o quêsaber com quê saber comosaber ser
    COMUNICAÇÃO
    INFORMAÇÃO
    PRODUÇÃO
    saber o quê saber com quê saber comosaber onde
    saber quem
    saber ser
    saber o quêsaber com quêsaber comosaber ser
    SEGURANÇA
    saber o quêsaber com quê saber como
    saber ser
  • 23. Estrutura global de desenvolvimento das metas na área das TIC
  • 24. Emsíntese…
    Mais do que um currículo autónomo, a ideia nuclear é a de que estas metas constituam o referencial a considerar por cada professor na sua área específica,
    numa óptica de desenvolvimento global do aluno,
    permitindo-lhe compreender em que matérias, para que fins e como será pertinente e adequado mobilizar as TIC.
  • 25. Quadro-síntese das metas finaispor nível de escolaridade
  • 26. Referências
    Costa, Fernando (2010)  Metas de Aprendizagemnaárea das TIC: Aprender Com Tecnologias. in Fernando Costa et al (2010). I EncontroInternacional TIC e Educação. Inovação Curricular com TIC. Lisboa. Instituto de Educaçãoo da Universidade de Lisboa. (931-936).  (http://aprendercom.org/miragens/wp-content/uploads/2010/11/398.pdf)
    Costa, F., Cruz, E., Fradão, S., Soares, F., & Trigo, V. (2010). Metas de Aprendizagem na área das TIC.DGIDC/ME http://www.metasdeaprendizagem.min-edu.pt/ensino-basico/metas-de-aprendizagem/
    Cruz, E. (2010). Contributos para a Integração das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação Pré-Escolar. In F. Costa, G. Miranda, J. Matos, I. Chagas & E. Cruz (Org.). Actas do I Encontro Internacional de TIC e Educação. Inovação Curricular com TIC (pp. 931-936). Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.
  • 27. Professor Auxiliar no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.Licenciado em Psicologia e doutorado em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de LisboaActividade académica e de investigação na área das TIC em contexto educativo. Em 2010 coordenou a equipa de especialistas responsável pela elaboração das Metas de Aprendizagem na área das TIC.Integra o Conselho Científico do Observatório do Plano Tecnológico da Educação da Universidade Católica Portuguesa e é responsávelpelacriação e manutenção do Portal Aprender Com Tecnologias.Coordenaatualmente o projeto de Ensino a Distânciapara a Itinerância
    Fernando Albuquerque Costa
    fc@ie.ul.pt
    UNIVERSIDADE DE LISBOA
    Instituto de Educação

×