Projetos Rh

23,337 views
23,012 views

Published on

3 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
23,337
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
11
Actions
Shares
0
Downloads
394
Comments
3
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projetos Rh

  1. 1. FACULDADE DECISION DE NEGÓCIOSprojetosRecursos humanos<br />Fernando, Natasha, Pedro e Gustavo<br />
  2. 2. Roteiro<br />A Empresa<br />Objetivos<br />Plano de Ação<br />Processo<br />Termo de Abertura<br />SWOT<br />Escopo<br />Macro Plano<br />EAP<br />Cronograma<br />Gantt<br />Qualidade<br />Custos<br />Recursos Humanos<br />Comunicação<br />Fluxo de Caixa<br />
  3. 3. A Empresa<br />A empresa West é uma das maiores fabricantes de calçados injetados do estado do Rio Grande do Sul. <br />A empresa tem sede na cidade de Ivoti e foi fundada em 1987. É uma empresa que atende principalmente o mercado interno. <br />Nos últimos tempos tem enfrentado concorrência direta com os produtos chineses que chegam a custar 20% menos que os calçados brasileiros. <br />Encontrou um estado do nordeste disposto a receber a sua nova fábrica e ainda oferecendo incentivos fiscais e de financiamento.<br />A companhia pretende fechar as atividades operacionais no estado do Rio Grande do Sul, mantendo apenas a equipe de criação de novos produtos, marketing entre outros.<br />O estado do ceará não possui nenhuma fábrica de calçados injetados, ou seja, a possibilidade de que exista mão-de-obra qualificada naquela região é nula.<br />Desenvolver um projeto de DESENVOLVIMENTO E CAPACITAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS<br />A diretoria executiva disponibilizou um orçamento inicial de R$ 385 mil.<br />
  4. 4. Objetivos do projeto<br />Encontrar, selecionar e treinar a mão-de-obra local para atividades operacionais e administrativas na nova fábrica da West.<br />Criar um centro de treinamento e aperfeiçoamento<br />Adaptar as políticas de recursos humanos da empresa<br />Promover um ambiente de aprendizado constante<br />Atuar no desenvolvimento da região<br />
  5. 5. Plano de Ação Macro do Projeto<br />
  6. 6. Processo Macro do Projeto<br />
  7. 7. Termo de abertura<br />NOME DO PROJETO<br />Capacita RH<br />GERENTE DO PROJETO<br />Fernando<br />OBJETIVO<br />Encontrar, selecionar e treinar a mão-de-obra local para atividades operacionais e administrativas na nova fábrica<br />
  8. 8. Termo de Abertura<br />METAS<br />Capacitar 300 colaboradores para iniciar as operações fabris e construir um centro de treinamento.<br />PREMISSAS<br />A empresa busca qualificar os seus profissionais operacionais para obter a maior produtividade possível com o menor desperdício. A competitividade nesse setor é alta é manter os custos baixos permite a empresa investir em design e tecnologia.<br />
  9. 9. Termo de Abertura<br />RESTRIÇÕES<br />O projeto deve terminar na data final<br />Os custos não podem exceder o orçamento inicial <br />RISCOS<br />- Não formar parcerias para a implantação de um centro de treinamento<br />- Dos futuros colaboradores não se engajarem<br />- De não manter pelo menos a mesma qualidade nos produtos<br />- Das diferenças culturais<br />
  10. 10. Termo de Abertura<br />PRAZO<br />01/06/2010<br />INVESTIMENTO<br />R$ 385 MIL<br />PRINCIPAIS ENVOLVIDOS<br />Diretoria de RH, Financeira e de Produção<br />
  11. 11. Análise SWOT<br />
  12. 12. Escopo<br />OBJETIVO DO PROJETO<br />O objetivo do projeto e desenvolver e capacitar à mão-de-obra local para realizar principalmente atividades operacionais. A necessidade desse projeto de justifica principalmente pela baixa qualificação das populações do nordeste e pelas novas máquinas e tecnologias adotadas pela nova fábrica.<br />A nossa preocupação não é apenas em treinar os colaboradores para as atividades da fábrica, mas também fornecer conhecimentos em leitura, escrita, português, matemática e informática.<br />PADRÕES DE ACEITAÇÃO<br />O projeto será aceito desde que não ultrapasse o limite disponibilizado pela empresa. O projeto deve ser executado, pois a instalação da fábrica é inevitável restando apenas ao gerente do projeto não ultrapassar o limite de recurso orçado e garantir que o projeto seja executado da melhor maneira possível entregando o resultado final positivo.<br />
  13. 13. Escopo<br />ENTREGA<br />Ao final do projeto, os 300 colaboradores iniciais devem estar aptos a desenvolver suas atividades.<br />RESTRIÇÕES<br />O projeto não pode ultrapassar os recursos financeiros já orçados e respeitar as datas do cronograma, pois o prazo final é curto.<br />PREMISSAS<br />Reduzir custos operacionais;<br />Garantir a mesma qualidade ou superior ao da antiga fábrica;<br />Minimizar o desperdício;<br />Aumentar a competitividade dos produtos da West<br />
  14. 14. Escopo<br />RISCOS<br />Não encontrar parceiros para a implantação de um centro de treinamento;<br />Dos futuros colaboradores não se engajarem;<br />De não manter pelo menos a mesma qualidade nos produtos;<br />Das diferenças culturais<br />MARCO INICIAL<br />A diretoria de recursos humanos, junto com a diretoria de produção, deve entregar ao gerente e a equipe do projeto o levantamento das necessidades de recursos humanos, contendo todos os cargos, requisitos, funções e etc.<br />REQUISITOS DE APROVAÇÃO<br />Todos os envolvidos devem estar engajados e comprometidos com o resultado do projeto e conseqüentemente com a continuidade da empresa, disponibilizando tempo para a realização das tarefas propostas.<br />
  15. 15. Equipe de Gerenciamento<br />
  16. 16. Estrutura Organizacional<br />
  17. 17. Macro plano<br />PLANO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO<br />O gerente do projeto trabalhará próximo aos gerentes funcionais para garantir que as atividade sejam realizadas dentro do prazo estabelecido.<br />Ferramentas e técnicas já são normatizadas pela empresa<br />Como os processos funcionarão: conforme descrito no WBS.<br />Dependências e interações das etapas: conforme descrito no WBS.<br />O controle e monitoramento das tarefas serão realizados pela auxiliar do gerente do projeto e a aprovação de mudanças será realizada a partir de uma decisão conjunta desta com o gerente do projeto.<br />A partir do início do projeto, o gerente do projeto deverá dispor de 20 horas semanais para o gerenciamento do projeto.<br />COM SERÃO DEFINIDOS E MONITORADOS OS ITENS DE CONTROLE: DEVERÃO ATENDER AOS SEGUINTES CRITÉRIOS:<br />Tempo: para que o projeto seja finalizado dentro do prazo estipulado, as tarefas devem ser supervisionadas periodicamente, a fim de se verificar se estão sendo realizadas dentro do cronograma.<br />Qualidade: os novos funcionários devem ser capacitados de acordo com os padrões de qualidade da empresa, para isso será necessário um alto investimento no centro de treinamento da nova fábrica.<br />Rentabilidade: os custos não podem ultrapassar o que foi orçado e o controle dos custos ficará sob a responsabilidade do gerente financeiro. <br />TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO ENTRE AS PARTES INTERESSADAS: <br />serão realizadas reuniões com os gerentes envolvidos após o termino de cada etapa, a fim de avaliar como está o andamento do projeto.<br />
  18. 18. EAP<br />
  19. 19. EAP<br />
  20. 20. EAP<br />
  21. 21. Cronograma<br />
  22. 22. Gantt<br />Ver arquivo pdf<br />
  23. 23. Rede<br />Ver arquivo pdf<br />
  24. 24. Mapa das Atividade – PERT/CPM<br />Ver arquivo em Excel<br />
  25. 25. Rede – PERT/CPM<br />5<br />F<br />4<br />15<br />3<br />G<br />J<br />100<br />9<br />E<br />10<br />I<br />24<br />N<br />C<br />S<br />T<br />1<br />2<br />8<br />20<br />6<br />7<br />4<br />10<br />13<br />O<br />10<br />L<br />87<br />P<br />12<br />Q<br />K<br />34<br />20<br />
  26. 26. Gerenciamento da Qualidade<br />O gerenciamento da qualidade será realizado com base nos padrões operacionais da fábrica matriz.<br />Todas as reclamações de entrega devem ser tratadas com ações corretivas.<br />Serão consideradas mudanças nos padrões de qualidade apenas medidas corretivas influenciadoras no sucesso do projeto.<br />Inovações e novos níveis de qualidade não serão considerados pelo gerenciamento da qualidade.<br />Todas as solicitações de mudança de qualidade devem ser feitas por escrito ou e-mail, conforme descrito no plano de comunicações do projeto. <br />
  27. 27. Gerenciamento da Qualidade<br />
  28. 28. Gerenciamento de Custos<br />
  29. 29. Gerenciamento de Custos<br />CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO DO PROJETO<br />
  30. 30. Gerenciamento de Custos<br />GRÁFICO DE DESEMBOLSO DO PROJETO<br />
  31. 31. Gerenciamento de Recursos Humanos<br />
  32. 32. Gerenciamento de Recursos Humanos<br />Legenda:<br />R – Responsável<br />A – Apoio<br />S - Suplente<br />
  33. 33. Gerenciamento das Comunicações<br />O gerenciamento das comunicações do projeto será realizado através dos processos de comunicação formal, estando incluídos nessa categoria:<br />E-mails,<br />Site do Projeto,<br />Memorandos,<br />Documentos Impressos,<br />Reuniões com Ata Lavrada.<br />Todas as reuniões formais serão realizadas as segundas-feiras.<br />Todas as informações devem ser atualizadas de modo constante no site do projeto.<br />Todas as solicitações de mudanças devem ser feitas por e-mail ao gerente do projeto e aprovados pelo gerente do projeto.<br />
  34. 34. Gerenciamento das Comunicações<br />Eventos de Comunicação<br />Reunião Inicial do Projeto<br />Reunião de Controle<br />Reunião de Avaliação de Equipe<br />Reunião de Avaliação de Fornecedores<br />Reunião de Avaliação dos Planos de Projeto<br />Reunião de Encerramento do Projeto<br />
  35. 35. Demonstração do Resultado<br />
  36. 36. FIM<br />

×