Eu e os Outros

  • 1,344 views
Uploaded on

 

More in: Education , Technology , Travel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,344
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A IDENTIDADE
    Eu e os Outros
    La Clairvoyance, 1936
    1
  • 2. Preâmbulo
    O processo de construção da identidade constitui o fio condutor para as quatro actividades que apresentamos, intitulando-se estas:
    • O meu retrato/ o retrato do outro
    • 3. Eu e os meus sentimentos
    • 4. Eu no futuro
    • 5. Eu dentro de uma história
    Partimos, desta forma, de um processo de construção de identidade para si, (Dubar, 1997) ou seja, um diálogo consigo próprio, (que homem ou mulher eu quero ser) articulado de seguida com o processo de identificação construído pelas instituições e pelas pessoas com quem se interage (que homem ou mulher eu sou), isto é de identidade para o outro (idem), evidenciando por um lado que ambos os processos são inseparáveis, pois “ eu só sei quem eu sou através do olhar do outro” (idem, p. 104) e por outro lado que a identidade “não é estática, mas algo que se actualiza em dinâmicas diversificadas” (idem, p.129).
  • 6. 3
    O retrato ou auto-retrato da primeira actividade refere-se à construção da imagem que o “Eu” faz de si mesmo manifestando gostos, orientações e rotinas, ou seja, à projecção do “Eu” no exterior.A segunda actividade apresenta a construção da identidade numa relação de proximidade com o outro, definindo quem é o “Eu” através da vivência de sentimentos e emoções.
    O “Eu” no futuro manifesto na terceira actividade corresponde às expectativas relativamente a si próprio, onde é visível a transacção entre a identidade para si e a identidade para o outro, num jogo estratégico de conformidade ou de singularidade com as expectativas sociais.A quarta actividade possibilita a identificação do “Eu” com o Outro, explorando o mundo imaginário e criativo da obra literária.
  • 7. 4
    • Desenvolver competências de discriminação auditiva;
    • 8. Promover o pensamento crítico através da música;
    • 9. Valorizar diferentes estilos e culturas musicais;
    • 10. Promover a boa convivência e o respeito com o outro
    • 11. Desenvolver competências de interpretação e comunicação através de abordagens sensoriais;
    • 12. Propiciar a expressão de emoções e sentimentos;
    • 13. Desenvolver competências criativas;
    • 14. Promover o pensamento musical e m articulação com o texto literário
    • 15. Ampliar o quadro de referências artísticas e culturais;
    • 16. Valorização do património artístico;
    Competências no âmbito da interligação da música com áreas humanísticas e tecnológicas
  • 17. O Meu Retrato e o Retrato do Outro
    5
    Saberes a desenvolver
    A Descrição física e psicológica
    Gostos e preferências pessoais
    A rotina diária
    Criação de retrato ou auto-retrato
  • 18. 1º- Divide-se a turma em 3 grupos( A,B,C). Contextualização do vídeo em termos artísticos (identificação do compositor, da banda sonora e do filme a que pertence).
    2º Passo: visionamento do vídeo MyDailyRoutine alusivo à construção da identidade nas pequenas rotinas diárias com a indicação de uma tarefa para cada grupo:
    • grupo A regista 30 nomes do campo semântico da rotina diária
    • 19. O grupo B regista 30 adjectivos para a caracterização física e psicológica
    • 20. O grupo C regista 30 formas verbais alusivas a acções do quotidiano, gostos e preferências
    • 3º Passo: Reformulação dos grupos em que um elemento de cada grupo integra o seguinte adicionando as suas palavras às dos outros elementos do seu novo grupo
    • 21. 4º Passo: 2º- Visionamento do vídeo
    • 22. 5° Passo: cada grupo constrói um retrato utilizando, entre 60 e 90 palavras das que constam na lista.
    • 23. 6º Passo: leitura dos três retratos acompanhada da música inicial
    Sugestão de outras actividades:
    Depois da audição da música, os alunos, em trabalho de pares, elaboram frases simples , no presente ou no passado, referindo o maior número possível de acções.
    Visionamento do filme e debate sobre o relacionamento entre os protagonistas e a importância da memória na formação da identidade.
  • 24. Eu e os meus sentimentos
    8
    Saberes a desenvolver
    Expressão de sentimentos /emoções
    Construção de texto narrativo
    Leitura dramatizada ou dramatização
  • 25. 9
    1º Passo – Dividir a turma em grupos. Contextualização da actividade a nível musical (identificação dos cantores)
    2º Passo – Visionamento do vídeo «À quoiçasertl’amour»
    3º Passo: cada grupo redige um texto narrativo a partir do vídeo.
    4º Passo: cada grupo organiza-se para fazer uma dramatização ou uma leitura dramatizada das histórias criadas.
    Sugestão de outras actividades
    Fazer uma pesquisa sobre grandes nomes da música francesa e seleccionar uma delas para criar um vídeo alusivo à vida da escola.
    Criar um título para o vídeo e a partir do título criar uma história colectiva.
    Criar pequenos slogans sobre a definição do Amor.
  • 26. Eu no futuro
    10
    Saberes a desenvolver
    Produção de uma BD
    O tempo verbal thefuture
    O texto poético
  • 27. 11
    1º Passo: Audição da música “WhenI’m 64” dos Beatles.
    2º Passo: Dividir a turma em 4 grupos
    3º Passo:. Distribuir uma parte da letra do poema por cada grupo e trabalhar o poema a nível formal e morfo-sintáctico
    4º Passo: Cada grupo cria uma BD, com a parte do poema que trabalhou ouvindo a música em simultâneo
    5º Juntar todos os trabalhos integrando a música inicial, numa apresentação em suporte informático, de modo a formar uma história em BD
    6º passo: visualizar o seguinte filme para mostrar outras criações com a mesma musica.
  • 28. Eu dentro de uma história
    12
    Saberes a desenvolver
    O texto literário – a sua dimensão simbólica
    A personagem – criação de laços de pertença
    Exploração de valores e sentimentos
    Reflexão sobre si próprio através do processo de identificação
  • 29. Eu dentro de uma história
    13
    “Como se encontrava na zona dos asteróides[...] começou por ir visitá-los[...]. No primeiro vivia um rei. O rei, vestido de púrpura e arminho, encontrava-se refastelado num trono muito simples, mas majestoso.
    • Ah! Cá temos um súbdito! – exclamou o rei, mal avistou o principezinho.
    E o principezinho pensou com os seus botões:
    “Como é que pode saber quem eu sou se nunca me tinha visto?”
    Ainda não tinha aprendido que, para os reis, [...] todos os homens são súbditos.
    • Aproxima-te , para eu te ver melhor [...].
    O principezinho olhou à procura de um sítio para se sentar. Mas o planeta estava todo ocupado pelo magnífico manto. Portanto ficou em pé e, como estava cansado bocejou.
    • É contra a etiqueta bocejar à frente de um rei – Proíbo-te que bocejes!
    • 30. Não consigo – respondeu o principezinho, muito atrapalhado. - Fiz uma longa viagem e ainda não dormi...”
  • 14
    • 1º Passo: breve contextualização da obra, seguida da leitura do excerto seleccionado
    • 31. 2º Passo: divisão da turma em dois grandes grupos. Enquanto um grupo fica na sala o outro aguarda num espaço isolado
    • 32. 3º Passo: audição da primeira composição musical , pelo primeiro grupo
    • 33. 4º Passo: audição da 2ª composição musical, pelo segundo grupo da turma
    • 34. 5º Passo: a turma é subdividida em 4 grupos devendo cada um continuar o texto relatando o que aconteceu nessa longa viagem do principezinho. O texto deve obrigatoriamente ter diálogo.
    Sugestão de outras actividades
    Identificação dos instrumentos presentes em cada música e pesquisa sobre os mesmos
    Actividade de enriquecimento sobre a biografia e obra dos compositores John Williams e YannTiersen
    Exploração comparativa dos filmes LeFabuleuxDestinD’améliePoulain e Empireofthe Sun, sob a perspectiva do crescimento das personagens principais , o valore da amizade, a solidão...
  • 35. Referências
    15
    PAQUET, Marcel( 2004) René Magritte, O pensamento tornado visível, Germany,Taschen.
    DUBAR, C. (1997), A Socialização Construção das Identidades Sociais e Profissionais, Porto, Porto Editora.
    MyDailyroutine - música de JonBrion – do filme Eternal Sunshine of the Spotless Mind ( o DespertardaMente, 2004) realizadoporMichelGondry.
    http://www.youtube.com/watch?v=3KkGzm4Gc7Y&feature=related
    Clair de lune , Debussy http://www.youtube.com/watch?v=LlvUepMa31o
  • 36. 16
    Referências
    À quoiÇasertl’amourde EdithPiafetTéoSarapo
    http://www.youtube.com/watch?v=GOUruREitI0
    WhenI’m 64” dos Beatles.  
    http://www.youtube.com/watch?v=aDOiWOlltzI&feature=related
    EXUPÉRY, S.(1987), O Principezinho, Lisboa, Caravela
    Banda sonora do filme LeFabuleuxDestinD’améliePoulaindeYannTiersen,
    Banda sonora do filme Empireofthe Sun deJohn Williams