Your SlideShare is downloading. ×
Meios fisicos emil
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Meios fisicos emil

394

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
394
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Cabos elétricosOs cabos elétricos de potência em baixa tensão são os responsáveis pelatransmissão de energia em circuitos de até 1000 volts.Os principais componentes de um cabo de potência em baixa tensão sãoo condutor, a isolação e a cobertura, conforme indicado na figura 1.Figura 1: Cabo elétrico de potência em baixa tensão típicoAlguns cabos elétricos podem ser dotados apenas de condutor e isolação,sendo chamados então de condutores isolados, enquanto que outrospodem possuir adicionalmente a cobertura (aplicada sobre a isolação),sendo chamados de cabos unipolares ou multipolares, dependendo donúmero de condutores (veias) que possuem. A figura 2 mostra exemplosdesses três tipos de condutores elétricos.Figura 2: Tipos de cabos elétricos de potência em baixa tensão
  • 2. Par trançadoDois fios de cobre enrolados em espiral.Vários pares dentro de um cabo.Objetivo:Reduzir ruído e manter constante as propriedadeselétricas ao longo de toda a extensão.Melhor desempenho que um par em paralelo para distânciasgrandes. Transmissão podeser analógica ou digital. Taxas de transmissão – até gigabits/s. Depende da: distância,técnica de transmissão,qualidade do cabo, diâmetro,comprimento das tranças.Tipos UTP – não blindado STP – blindadoCategoria dos Cabos UTP: Padronizados pelas normas da EIA/TIA-568-B; São divididos em 9 categorias; Levando em conta: o nível de segurança e a bitola do fio;Obs: números maiores indicam fios com diâmetros menores, veja abaixo um resumosimplificado dos cabos UTP.Categoria CAT 5e É uma melhoria da categoria 5. Pode ser usado para frequências até 125 MHz em redes 1000BASE-T gigabitethernet. Ela foi criada com a nova revisão da norma EIA/TIA-568-B. (CAT5e é recomendado pela norma EIA/TIA-568-B).Categoria: CAT 6a - augmented (ampliado) Melhoria dos cabos CAT6. Suportam até 500 MHz Podem ter até 55 metros no caso da rede ser de 10.000 Mbps, caso contrario podem ter até 100 metros. Para que os cabos CAT 6a sofressem menos interferências os pares de fios são separados uns dos outros, o que aumentou o seu tamanho e os tornou menos flexíveis. Essa categoria de cabos tem os seus conectores específicos que ajudam à evitar interferências.Categoria (CAT 7)
  • 3. Permitir a criação de rede 10 gigabit Ethernet Distância: 100m usando fio de cobre Frequência de 600 MhzVantagens Meio de transmissão de menor custo porcomprimento.Ligação ao meio simples e barata.Desvantagens Suscetível a ruídos. Gerada por interferência eletromagnética (motores,geladeiras, quadros de luz, lâmpadas fluorescentes).Minimizada com a blindagem.Cabo STP O cabo de par trançado blindado (STP) combina as técnicas de blindagem, cancelamento e trançamento de fios. Cada par de fios é envolvido por uma malha metálica. Os dois pares de fios são totalmente envolvidos por uma malha ou folha metálica. Geralmente é um cabo de 150 Ohm. Conforme especificado para utilização nas instalações de rede Token Ring, o STP reduz o ruído elétrico dentro dos cabos como ligação dos pares e diafonia. O STP reduz também ruídos eletrônicos externos dos cabos, por exemplo a interferência eletromagnética (EMI) e interferência da frequência de rádio (RFI). O cabo de par trançado blindado compartilha muitas das vantagens e desvantagens do cabo de par trançado não blindado (UTP). O STP oferece maior proteção contra todos os tipos de interferência externa, mas é mais caro e difícil de instalar do que o UTP. É importante entender a maioria das referências feitas a STP hoje na verdade referemse a cabeamento blindado de quatro pares. É altamente improvável que o verdadeiro cabo STP seja usado em um trabalho de instalação de cabos.
  • 4. Cabos coaxiaisDescrição e característicasO cabo coaxial é formado por dois condutores separados e envoltos por um materialisolante. O primeiro condutor, normalmente o cobre, é mais rígido e está envolto pelosegundo condutor, este em forma de malha e normalmente de alumínio. Este segundocondutor, além de ajudar na transmissão é também responsável por proteger o primeirocondutor contra interferências magnéticas. O cabo coaxial pode ser classificado de duasformas dependendo do material do condutor em malha.Quando este material é o alumínio o cabo é dito Cabo Coaxial Grosso (Resistência de75 ohms, transmissão numa velocidade de até 10 mbps a uma frequência de 10 Ghz).Quando esse material é cobre o cabo é dito Cabo Coaxial Fino (Resistência de 50 ohms,transmissão numa velocidade até 10 mbps a uma frequência de 2 Ghz).Vantagens: Suporta taxas de transmissão maiores do que o partrançado para a mesma distância.Desvantagens: Mau-contato nos conectores.Cabo rígido – difícil manipulação.Problema da topologia (barramento).Custo/metro maior do que o par trançado.
  • 5. Cabos de Fibra ÓticaOs cabos de fibra óptica são filamentos de vidro ou de materiais poliédricos comcapacidade de transmitir sinais digitais sob a forma de sinais luminosos. Tal filamentopode apresentar diâmetros variáveis, dependendo da aplicação, indo desde diâmetrosínfimos, da ordem de micrómetros (mais finos que um fio de cabelo) até váriosmilímetros. Graças a essa característica, são cabos que conseguem ter uma velocidadeilimitada, se comparados com cabos eléctricos.Também torna seu uso desejável quando existe a necessidade de transmitir dados agrandes distâncias. Outra característica interessante destes tipos de cabos é que eles nãosofrem interferência de campos electromagnéticos. São cabos com custo mais alto, ecom certa dificuldade de manuseio. Entretanto, seu uso vem se disseminando cada vezmais, com a necessidade cada vez maior de velocidades mais altas.Seu custo também diminui dia após dia, e a matéria-prima para a construção do cabo éabundante. Os cabos de fibra óptica são compostos por dois fios(um para a recepção eoutro para a transmissão) formados por minúsculos cilindros de vidro. Possui duascamadas: Núcleo (vítreo) e Revestimento (Silicone).Tipos:Multimodo DegrauAqui, o núcleo e o revestimento estão claramente definidos. O núcleo é formado por umúnico tipo de material, tendo então índice de refracção constante, e diâmetro variável.Os raios de luz reflectem no revestimento em vários ângulos, resultando emcomprimentos de caminhos diferentes para o sinal. Isto causa o espalhamento do sinalao longo do cabo e limita a largura de banda do cabo. Este fenómeno é chamado dedispersão modal. A atenuação é alta, fazendo com que essas fibras sejam utilizadas emtransmissão de dados em curtas distâncias e iluminação.Banda: até 35 Mhz.km
  • 6. Núcleo: entre 50 e 400 mmAtenuação: maior que 5 dB/kmMultimodo Refracção GradualNeste tipo de fibra óptica, a interface entre o núcleo e o revestimento é alterada parapropiciar índices de refracção diferentes dentro do núcleo e do revestimento. Os sinaisluminosos viajam no eixo do cabo encontrando uma grande refracção, tendo umavelocidade de transmissão baixa. Os raios que viajam na mesma direcção do cabo têmum índice de refracção menor e são propagados mais rapidamente. Com isso, todos osmodos do sinal poderão viajar a uma mesma velocidade efectiva no cabo, de maneira areduzir a dispersão modal. É normalmente empregada nas telecomunicações.Banda: até 500 Mhz.kmNúcleo: entre 125 e 50 mmAtenuação: 3 dB/kmMonomodoCom um diâmetro de núcleo diminuto, o índice núcleo/revestimento permite que apenasum modo seja propagado através da fibra, o que diminui a dispersão do pulso luminoso.A emissão de sinais em fibras do tipo monomodo só é possível com a utilização delaser. Contudo, o equipamento como um todo é mais caro que o dos sistemasmultimodo. Esse tipo de fibra possui grande emprego em sistemas telefónicos.Banda: até 100 GHz.kmNúcleo: 8 micrómetros (µm)Atenuação: entre 0,2 dB/km e 0,7 dB/km
  • 7. VantagensAs vantagens dos sistemas ópticos sobre os sistemas convencionais são: Grande largura de faixa, maior capacidade de transmissão; Baixa atenuação, menores perdas e maior espaçamento entre repetidoras; Imunidade a ruídos e interferências (EM/RFI); Insensibilidade à descargas atmosféricas; Segurança quando a "grampeamentos"; Cabos leves e de diâmetro reduzido; Disponibilidade de matéria-prima.DesvantagensAs vantagens dos sistemas ópticos sobre os sistemas convencionais são: As fibras ópticas são mais caras que os cabos UTP Conectores para fibras ópticas também são mais caros Placas de rede, hubs e switches para fibras ópticas são mais caros A montagem de cabos é uma operação muito especializada, que requer treinamento e equipamentos sofisticados. Apesar das desvantagens, você precisa ter noções sobre fibras ópticas, pois poderá precisar lidar com este tipo de cabeamento.
  • 8. Transmissão ondas de rádioNeste tipo de transmissão utilizamos varias características físicas que as ondas de rádiopodem oferecer. Elas são fáceis de serem geradas, atravessam paredes, contornamobjectos, são reflectidas pela atmosfera e percorrem longas distâncias. É muito útilquando se quer construir uma rede em regiões onde esticar cabos é coisa complicada,como em uma cidade cheia de prédios, ou dentro de um prédio ou em regiõesmontanhosas.BluetoothAs redes bluetooth (chamadas de rede PicoNet) têm suas vantagens e desvantagens nãoestão aqui. Dentre suas vantagens, está o preço bem acessível dos adaptadoresbluetooth, baixo consumo de energia, e a possibilidade de usar esses mesmosadaptadores para fazer a conexão com diversos gadgets do dia-a-dia. Comodesvantagem, a velocidade da conexão bluetooth raramente passa de 700kb/s, o alcanceé de máximo 10 metros, e só podem ser ligados 8 acessos simultâneos.
  • 9. Wireless Infravermelho- Até 16 Mbps de velocidade- Exige visada sem obstáculos- Frequência de transmissão pode atingir até 100 TeraHertzWireless Laser- Conexões ponto a ponto ou multiponto de longa distância- Visada directa- Não pode haver obstáculos

×