Museu de artes e ofícios

  • 699 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
699
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
5
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. ERA VIRTUAL: Visando a ampla divulgação e promoção dos museus brasileiros e deseus acervos, iniciou-se em 2008 o desenvolvimento de projetos de visitaçãovirtual a diversas instituições culturais. Estes projetos foram e continuam sendo resultado da percepção deque nessa nova era da tecnologia das informações é essencial inovar, rever ereconstruir o modo de promover a cultura. Em constante mutação, a plataforma interativa de visitação virtualaos museus adotados tem como principal objetivo ampliar consideravelmenteo alcance sócio-cultural das exposições. A estratégia baseia-se em dois pilares: modernizar a linguagem comintuito de potencializar a comunicação com as crianças e jovens edemocratizar o acesso utilizando-se a Internet e da distribuição gratuita deDVD-roms.
  • 2. O Museu de Artes e Ofícios é um museu brasileiro localizado na cidade de BeloHorizonte. Inaugurado em 14 de dezembro de 2005, é o primeiro empreendimento museológico brasileiro dedicado integralmente ao tema do trabalho, das artes e ofícios no país. Com 9.000 m² de área, o museu está instalado no conjunto histórico da antiga Estação Central da Estrada de Ferro Central do Brasil, naPraça Rui Barbosa, mais conhecida como Praça da Estação. No mesmo local funcionam ainda hoje uma estação de
  • 3. História do MuseuO museu é uma iniciativa do Instituto Cultural Flávio Gutierrez - ICFG e foi desenvolvido a partir da doação ao patrimônio público de uma coleção de mais de 2.000 peças, dos séculos XVIII ao XX, pela empreendedoracultural Angela Gutierrez, que também atuouna formação do Museu do Oratório, em Ouro Preto. A coleção mostra a riqueza da produção popular na era pré-industrial: osfazeres, artes e ofícios que deram origem às profissões contemporâneas. Ao percorrê-la,com o suporte de recursos museográficos e de ações educativas, o visitante poderá ver um amplo painel da história e das relações
  • 4. Museu de artes e ofícios: Estação abandonada vira museu.Primeiro museu de artes ofícios do país é inaugurado em Minas Gerais Cláudia de Castro Lima | 01/02/2006 00h00 O local é inusitado: uma antiga estação de trem reformada. A linha do metrô corta o prédio bem nomeio. Duas enormes vitrines de vidro, que podem ser vistas por quem está nas plataformas de embarque, dão um gostinho do que há lá dentro. Quem visita o Museu de Artes e Ofícios, inaugurado em dezembro em Belo Horizonte, Minas Gerais, também interagecom o lado de fora: a visão (e o barulho) do trem e dometrô que passam pelos trilhos faz parte do charme.
  • 5. O museu, primeiro do gênero no país, conta com um acervo catalogado de 2 147 objetos – fora os “vários”,segundo a museóloga Célia Corsino, que não entraram no cálculo. São ferramentas, roupas, meios detransporte, utensílios, equipamentos e diversos outrosobjetos de antigos comerciantes, ourives, ambulantes,tropeiros, mineiros, marceneiros e trabalhadores afins. Tudo dos séculos 18 e 19 e início do 20, antes da industrialização. Ao lado de cada módulo da exposição, uma estação multimídia (que funcionacomo um caixa eletrônico de banco, com um toque na tela) dá mais informações sobre o ofício em questão, conta a história dos trabalhadores e de determinados objetos, traz mapas e mostra como a atividade funciona hoje em dia.
  • 6. Os dois prédios que abrigam o museu são interligados por um túnel, que passa por baixo da linha do metrô. Eles foram construídos em 1922, para servir como a estação central de Belo Horizonte. “O local estavatotalmente degradado e subutilizado”, diz Célia Corsino.“Seu restauro impulsionou a recuperação de toda a áreaao redor, como a praça da Estação.” Para o projeto todo do Museu de Artes e Ofícios, que levou quatro anos, foram gastos 18 milhões de reais.
  • 7. O acervo foi doado pela empresária Angela Gutierrez, fundadora do Instituto Cultural Flávio Gutierrez, que leva o nome de seu pai e mantém o museu. “Comprei os móveis e os objetos todosdurante 30 anos, mas sem a intenção de montar uma coleção. Quando percebi, ela já estava pronta”, afirma. “Costumava viajar com meu pai paracomprar antiguidades pelo interior do país. Quando entrávamos nas casinhas para procurar objetos, ele me dizia que não bastava olhar para as peças queestavam nas salas – o que estava nas cozinhas e nos quintais era tão importante quanto o que estava à vista.”
  • 8. . Museu de Artes e Ofícios – Belo Horizonte – MG.
  • 9. Cabaças que retrata a pluralidade cultural brasileira
  • 10. Meio de transporte de época.
  • 11. Corredor onde lê-se: “Veja com quantos ofícios se faz um museu”
  • 12. Armas e ferramentas de trabalho. Armas e ferramentas de trabalho.
  • 13. Roda de Fiar