Your SlideShare is downloading. ×
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Modelagem de Sistemas - (01) Processo Unificado (Iterativo e Incremental) - Produto RUP

2,068

Published on

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,068
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
47
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Modelagem de Sistemas Processo Unificado (Iterativo e Incremental) – Produto RUP Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 117/8/2013
  • 2. Objetivos  Diferenciar mundo real e mundo simbólico;  Listas as fases do Processo Unificado;  Definir uma iteração;  Analisar aspectos importantes para a Modelagem de Sistemas;  Aprender sobre o Produto RUP para Modelagem. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 217/8/2013
  • 3. Mundo Real e Mundo Simbólico O homem foi colocado no mundo real. É o mundo que existe. Para poder sobreviver, o homem desenvolveu um outro mundo, onde guarda as informações do mundo real. Esse mundo é chamado mundo simbólico. O mundo real é percebido pelos sentidos, e suas informações são "armazenadas" nas nossas estruturas mentais ou em dispositivos que ampliam o nosso conhecimento, tais como, livros, filmes, pen drives, etc. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 317/8/2013
  • 4. Mundo Real e Mundo Simbólico O mundo simbólico de cada pessoa é construído a partir das experiências vividas e existe na "cabeça" de cada pessoa. Nele estão os fatos, as regras de inferência e outras estruturas que permitem tomar decisões no nosso dia a dia. Uma empresa também precisa ter estruturas, fatos e regras para se tomar decisões. É o mundo simbólico da empresa. Toda empresa tem seu mundo simbólico. O mundo simbólico não se repete. Cada empresa tem o seu, assim como cada pessoa tem o seu. E mais, o mundo simbólico da empresa pode ser influenciado pelas pessoas. Portanto, sempre temos situações diferentes, nas empresas, para um mesmo fato. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 417/8/2013
  • 5. Mundo Real e Mundo Simbólico Resumindo... Mundo real é o que existe fora da gente, é diferente a cada momento; Mundo simbólico é o mundo das representações e manuseio de informações. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 517/8/2013
  • 6. Processo de Software Para se produzir alguma coisa, por exemplo, uma camisa, é necessário saber os passos da fabricação. O mesmo ocorre no software, isto é, o que chamamos de processo de software. Dependendo das características do software que pretendemos desenvolver, podemos escolher um dos diversos tipos de processos. Prototipação, Cascata, Espiral e XP são algumas das propostas de processos de software. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 617/8/2013
  • 7. Processo de Software Neste momento, estamos interessados apenas em um tipo de processo chamado de Processo Unificado. Esse processo tem uma abordagem diferente, permitindo que se possa fazer o desenvolvimento aos poucos e que mudemos definições de etapas. Assim, podemos desenvolver o projeto de forma estratégica, entregando partes do sistema para o usuário, até o seu término. Ou podem-se, também, incrementar modificações, que são naturais, no desenvolvimento de projetos mais demorados e que ocorrem por necessidades da empresa ou do próprio projeto. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 717/8/2013
  • 8. Processo de Software O Processo Unificado implementa o que chamamos de estilo interativo, que consiste em subdividir o projeto em subconjuntos de funcionalidade, preferencialmente as que podem trazer ganhos para o usuário. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 817/8/2013 ATENÇÃO! Processo de Software é o conjunto de atividades organizadas para o desenvolvimento de um software. Processo Unificado (PU) é uma forma de processo de software.
  • 9. Processo Unificado O Processo Unificado é iterativo e consiste em subdividir o projeto para sua implementação por partes. O PU é constituído de atividades divididas em quatro fases: I. Fase da Concepção; II. Fase da Elaboração; III. Fase da Construção; IV. Fase de Transição. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 917/8/2013
  • 10. Processo Unificado Nesta fase se "imagina" o produto, o que fará. Seu objetivo e suas principais funções. Pode-se fazer uma estimativa, ainda que "grosseira" de prazos e custo. Pode-se imaginar como funcionária a sua função principal. Nessa fase, decide-se se o produto é viável ou não. Pode-se dizer que, nessa fase, definimos o escopo do produto, definindo o que faz e quais as suas limitações. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 1017/8/2013 I. Fase da Concepção
  • 11. Processo Unificado Nesta fase pegamos cada função, segundo o escopo do produto, e lhe damos um tratamento técnico, definindo como será feito. Nesta fase, o que se "imaginou" na fase anterior deve ganhar forma, isto é, deve ser viabilizado. Inicia-se a identificação de requisitos funcionais (necessidades do usuário) e não funcionais (necessidades técnicas), para implementar as funções do produto. Nessa fase surge o projeto. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 1117/8/2013 II. Fase da Elaboração
  • 12. Processo Unificado As definições feitas na fase de elaboração são construídas. No caso do software, nesta fase fazemos a programação, definimos arquivos, testamos o que se "imaginou" virar realidade. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 1217/8/2013 III. Fase da Construção
  • 13. Processo Unificado Após o produto pronto, ele precisa ser disponibilizado. Nessa fase, fazem- se os ajustes necessários para viabilizar o uso do produto. No caso de software, fazem-se as implantações, ajustes em programas e arquivos existentes, testes de integração e de aceitação. Essa fase é responsável por disponibilizar o produto para uso. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 1317/8/2013 IV. Fase de Transição
  • 14. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Primeira etapa: Identificamos as tarefas mais evidentes nas fases.  Concepção  Elaboração  Construção  Transição Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 1417/8/2013
  • 15. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Missão do Produto: Apoiar o controle de livros da biblioteca. Funções:  Registrar o acervo de livros;  Controlar os empréstimos. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 1517/8/2013 Concepção
  • 16. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software  Fazer o diagrama de contexto, identificando atividades e atores.  Fazer o diagrama de caso de uso para registrar acervo de livros.  Fazer diagrama de caso de uso para controlar empréstimos.  Fazer o protótipo de telas identificadas para cada função.  Fazer o diagrama de estados para cada tela.  Fazer o modelo de dados.  Fazer análise de risco para cada requisito.  Fazer o plano de desenvolvimento para o projeto. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 1617/8/2013 Elaboração
  • 17. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software  Fazer o desenho do software para a função de controlar acervo (1). • Implementar tabelas (1). • Implementar telas (1). • Implementar programas (1). • Testar integração (1).  Fazer o desenho do software para a função de controlar empréstimo (2). • Implementar tabelas (2). • Implementar telas (2). • Implementar programas (2). • Testar integração (2).  Integrar o sistema. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 1717/8/2013 Construção
  • 18. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software  Implantar módulo de acervo.  Testar com demais sistemas.  Treinar o usuário no uso do sistema.  Implantar o módulo de empréstimo.  Modificar arquivos do módulo de treinar usuário.  Testar com os demais sistemas.  Treinar o usuário. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 1817/8/2013 Transição
  • 19. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Segunda etapa: Divisão em iterações. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 1917/8/2013
  • 20. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Na fase de concepção, vamos considerar uma única iteração. Normalmente, é a regra geral, pois, se entrega o documento que define o escopo do projeto. Em algumas situações podemos ter outras iterações como, por exemplo, se tivéssemos contratado um estudo de viabilidade. Nesse caso, teríamos duas iterações. Concepção – alguns chamam de iniciação. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 2017/8/2013 Concepção
  • 21. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 2117/8/2013 Concepção Iteração Concepção c.1 Missão do Produto: - Apoiar o controle de livros da biblioteca. Funções: - Registrar o acervo de livros - Controlar os empréstimos. Produto Documento de escopo do produto.
  • 22. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software A elaboração é um pouco mais trabalhosa, pois vamos definir vários artefatos que serão usados na construção. Assim, vamos definir, nesse exemplo, três iterações. Não esqueça que esperamos terminar cada iteração no prazo máximo de 20 dias (aproximadamente). Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 2217/8/2013 Elaboração
  • 23. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 2317/8/2013 Elaboração Iteração Elaboração e.1 - Fazer diagrama de contexto identificando atividades e atores. - Fazer o diagrama de caso de uso para registrar acervo de livros. - Fazer o diagrama de caso de uso para controlar empréstimos. Produto Conjunto de diagramas de caso de uso e o respectivo dicionário.
  • 24. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 2417/8/2013 Elaboração Iteração Elaboração e.2 - Fazer o protótipo de telas identificadas para cada função. - Fazer o diagrama de estados para cada tela. Produto - Apresentar telas e diagrama de estados; - Apresentar um protótipo.
  • 25. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 2517/8/2013 Elaboração Iteração Elaboração e.3 - Fazer o modelo de dados. - Fazer análise de risco para cada requisito. - Fazer o plano de desenvolvimento para o projeto. Produto - Apresentar o diagrama de dados e o seu dicionário. - Apresentar o plano de desenvolvimento para o projeto.
  • 26. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software As iterações da construção devem atender uma estratégia do projeto, tal como implementar uma funcionalidade para o usuário. Vamos trabalhar no primeiro momento com três iterações. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 2617/8/2013 Construção
  • 27. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 2717/8/2013 Construção Iteração Construção c.1 - Fazer o desenho do software para a função de controlar acervo (1). - Implementar tabelas (1). - Implementar telas (1). - Implementar programas (1). - Testar integração (1). Produto - Apresentar o módulo de cadastrar acervo.
  • 28. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 2817/8/2013 Construção Iteração Construção c.2 - Fazer o desenho do software para a função de controlar empréstimo (2). - Implementar tabelas (2). - Implementar telas (2). - Implementar programas (2). - Testar integração (2). Produto - Apresentar o módulo de cadastrar empréstimo.
  • 29. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 2917/8/2013 Construção Iteração Construção c.3 - Integrar o sistema. Produto - Apresentar o sistema.
  • 30. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software A transição deve garantir que o sistema funcione. Para isto, deve garantir a implantação e testes finais, além do treinamento. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 3017/8/2013 Transição
  • 31. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 3117/8/2013 Transição Iteração Transição t.1 - Implantar módulo de acervo: - Testar com demais sistemas. - Treinar o usuário no uso do sistema. Produto - Testes de aceitação do usuário realizados.
  • 32. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 3217/8/2013 Transição Iteração Transição t.2 - Implantar módulo de empréstimo: - Modificar arquivos do módulo de treinar usuário. - Testar com os demais sistemas. - Treinar o usuário. Produto - Testes de aceitação do usuário realizados.
  • 33. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Terceira etapa: Ao trabalhar na fase de transição, verificou-se que nada foi definido para a identificação do usuário. Foi uma falha na modelagem. Nesse caso, vamos voltar na fase de elaboração e colocarmos as iterações necessárias para corrigir o problema. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 3317/8/2013
  • 34. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 3417/8/2013 Elaboração Iteração Elaboração e.4 - Fazer diagramas de caso de uso: - Fazer telas de logon. - Definir modelo de dados para identificar usuários. Produto - Apresentar o diagrama de dados e o seu dicionário. - Apresentar o plano de desenvolvimento para o projeto.
  • 35. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 3517/8/2013 Elaboração Iteração Elaboração e.1 - Fazer diagrama de contexto identificando atividades e atores. - Fazer o diagrama de caso de uso para registrar acervo de livros. - Fazer o diagrama de caso de uso para controlar empréstimos. Produto Conjunto de diagramas de caso de uso e o respectivo dicionário.
  • 36. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 3617/8/2013 Elaboração Iteração Elaboração e.2 - Fazer o protótipo de telas identificadas para cada função. - Fazer o diagrama de estados para cada tela. Produto - Apresentar telas e diagrama de estados; - Apresentar um protótipo.
  • 37. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 3717/8/2013 Elaboração Iteração Elaboração e.3 - Fazer o modelo de dados. - Fazer análise de risco para cada requisito. - Fazer o plano de desenvolvimento para o projeto. Produto - Apresentar o diagrama de dados e o seu dicionário. - Apresentar o plano de desenvolvimento para o projeto.
  • 38. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software A nova iteração na elaboração irá produzir outras iterações na construção. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 3817/8/2013 Construção
  • 39. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 3917/8/2013 Construção Iteração Construção 4.1 - Fazer o desenho do software para a função de controlar usuários. - Implementar tabelas. - Implementar telas. - Implementar programas. - Testar integração. Produto - Apresentar o módulo de logon.
  • 40. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 4017/8/2013 Construção Iteração Construção c.1 - Fazer o desenho do software para a função de controlar acervo (1). - Implementar tabelas (1). - Implementar telas (1). - Implementar programas (1). - Testar integração (1). Produto - Apresentar o módulo de cadastrar acervo.
  • 41. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 4117/8/2013 Construção Iteração Construção c.2 - Fazer o desenho do software para a função de controlar empréstimo (2). - Implementar tabelas (2). - Implementar telas (2). - Implementar programas (2). - Testar integração (2). Produto - Apresentar o módulo de cadastrar empréstimo.
  • 42. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 4217/8/2013 Construção Iteração Construção c.3 - Integrar o sistema. Produto - Apresentar o sistema.
  • 43. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Essa nova iteração gerará uma ou mais iterações na transição. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 4317/8/2013 Transição
  • 44. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 4417/8/2013 Transição Iteração Transição t.3 - Implantar módulo de logon. - Modificar o arquivo de usuários - Modificar o módulo principal do sistema: - Testar com demais módulos. - Treinar o usuário no uso do sistema. Produto - Testes de aceitação do usuário realizados.
  • 45. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 4517/8/2013 Transição Iteração Transição t.1 - Implantar módulo de acervo: - Testar com demais sistemas. - Treinar o usuário no uso do sistema. Produto - Testes de aceitação do usuário realizados.
  • 46. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 4617/8/2013 Transição Iteração Transição t.2 - Implantar módulo de empréstimo: - Modificar arquivos do módulo de treinar usuário. - Testar com os demais sistemas. - Treinar o usuário. Produto - Testes de aceitação do usuário realizados.
  • 47. Exemplo do Planejamento de um Desenvolvimento de Software Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 4717/8/2013 ATENÇÃO! Uma iteração pode ser criada durante o desenvolvimento do sistema. E novas iterações para completar o sistema ou corrigir um problema podem ser incluídas no projeto.
  • 48. RUP IBM Rational Unified Process®, ou RUP®, é uma plataforma de processo de desenvolvimento de software configurável. Esse produto é constituído de um conjunto de "templates" que devem ser gerados durante o desenvolvimento do software. Nesse produto implanta- se o PU (Processo Unificado). Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 4817/8/2013
  • 49. RUP Os "templates" (gabaritos) foram desenvolvidos de forma que o software desenvolvido desta forma possa atender às melhores práticas de gestão e qualidade (CMMI). Do conjunto de templates, podem-se selecionar e implementar apenas os componentes de processo que você precisa para cada estágio de seu projeto. Link: http://www-01.ibm.com/software/rational/rup/ Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 4917/8/2013
  • 50. Processo Unificado (Iterativo e Incremental) – Produto RUP Exercícios de Fixação Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 5017/8/2013
  • 51. Exercícios de Fixação 1. Marque a afirmativa totalmente correta: a) O Mundo Real e o Mundo Simbólico se confundem e sempre se repetem. b) Sistemas existem no Mundo Real, dentro de computadores, assim o processamento é do Mundo Real. Não existe Mundo Simbólico quando se processa com Sistemas de Informação Informatizados. c) O mundo das representações é igual em várias empresas, assim como o conhecimento que cada pessoa tem. d) Cada empresa tem o seu mundo de representações que depende da lei, da cultura e das pessoas que compõem a empresa. e) A Análise de Sistemas trabalha no Mundo Real, assim precisamos observar as coisas do Mundo Real e não como as pessoas usam o conhecimento. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 5117/8/2013
  • 52. Exercícios de Fixação 1. Marque a afirmativa totalmente correta: a) O Mundo Real e o Mundo Simbólico se confundem e sempre se repetem. b) Sistemas existem no Mundo Real, dentro de computadores, assim o processamento é do Mundo Real. Não existe Mundo Simbólico quando se processa com Sistemas de Informação Informatizados. c) O mundo das representações é igual em várias empresas, assim como o conhecimento que cada pessoa tem. d) Cada empresa tem o seu mundo de representações que depende da lei, da cultura e das pessoas que compõem a empresa. e) A Análise de Sistemas trabalha no Mundo Real, assim precisamos observar as coisas do Mundo Real e não como as pessoas usam o conhecimento. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 5217/8/2013
  • 53. Exercícios de Fixação 2. Sobre o processo de desenvolvimento de software pode-se afirmar que: a) É uma burocracia desnecessária, um programador com experiência não precisa disto. b) É sempre igual para todo e qualquer produto de software. c) É uma forma de se controlar o projeto e gera muito mais trabalho. d) O programador inicia o desenvolvimento do código, e não precisa do processo. É muito mais rápido. e) É uma forma de se assegurar que o projeto será feito de forma correta, com método, com qualidade, e pode ser gerenciado. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 5317/8/2013
  • 54. Exercícios de Fixação 2. Sobre o processo de desenvolvimento de software pode-se afirmar que: a) É uma burocracia desnecessária, um programador com experiência não precisa disto. b) É sempre igual para todo e qualquer produto de software. c) É uma forma de se controlar o projeto e gera muito mais trabalho. d) O programador inicia o desenvolvimento do código, e não precisa do processo. É muito mais rápido. e) É uma forma de se assegurar que o projeto será feito de forma correta, com método, com qualidade, e pode ser gerenciado. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 5417/8/2013
  • 55. Exercícios de Fixação 3. Sobre o Processo Unificado escolha a alternativa totalmente correta: a) O Processo Unificado não permite modificações no projeto. b) Na fase de concepção ou iniciação deve-se definir detalhes do que será construído. c) Na fase de elaboração deve-se detalhar os requisitos funcionais do sistema. d) Na fase de construção nada mais pode-se acrescentar, mesmo que se identifique falha. e) A programação e definição de arquivos devem ser feitas na fase de concepção. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 5517/8/2013
  • 56. Exercícios de Fixação 3. Sobre o Processo Unificado escolha a alternativa totalmente correta: a) O Processo Unificado não permite modificações no projeto. b) Na fase de concepção ou iniciação deve-se definir detalhes do que será construído. c) Na fase de elaboração deve-se detalhar os requisitos funcionais do sistema. d) Na fase de construção nada mais pode-se acrescentar, mesmo que se identifique falha. e) A programação e definição de arquivos devem ser feitas na fase de concepção. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 5617/8/2013
  • 57. Exercícios de Fixação 4. Sobre o RUP podemos afirmar com certeza: a) É uma forma de se implementar o processo de cascatas com "templates" (gabaritos). b) É um produto que é constituído de gabaritos escritos em HTML que geram os programas automaticamente. c) Não permite implementar iterações nas fases de concepção. d) Permite definir uma iteração sempre que necessário. e) É um novo processo de desenvolvimento e análise de sistemas, portanto não é um produto. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 5717/8/2013
  • 58. Exercícios de Fixação 4. Sobre o RUP podemos afirmar com certeza: a) É uma forma de se implementar o processo de cascatas com "templates" (gabaritos). b) É um produto que é constituído de gabaritos escritos em HTML que geram os programas automaticamente. c) Não permite implementar iterações nas fases de concepção. d) Permite definir uma iteração sempre que necessário. e) É um novo processo de desenvolvimento e análise de sistemas, portanto não é um produto. Fagner S. de Lima - Modelagem de Sistemas 5817/8/2013

×