• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Aula inicial algebra das proposiçoes
 

Aula inicial algebra das proposiçoes

on

  • 1,753 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,753
Views on SlideShare
1,753
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
14
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Aula inicial algebra das proposiçoes Aula inicial algebra das proposiçoes Document Transcript

    • Aula Proposições para vídeo Aulas visite WWW.raciociniomaislogico.com.br(GEFAZ/MG-2005) A afirmação “Não é verdade que, se Pedro está em Roma, então Pauloestá em Paris” é logicamente equivalente à afirmação:a) É verdade que ‘Pedro está em Roma e Paulo está em Paris’.b) Não é verdade que ‘Pedro está em Roma ou Paulo não está em Paris’.c) Não é verdade que ‘Pedro não está em Roma ou Paulo não está em Paris’.d) Não é verdade que “Pedro não está em Roma ou Paulo está em Paris’.e) É verdade que ‘Pedro está em Roma ou Paulo está em Paris’.ProposiçõesSão sentenças declaradas por meio de palavras ou símbolos.Deverá ser VERDADEIRA ou FALSA - Valor lógico.Exemplos:O Brasil fica na America do Sul.São Paulo tem fronteira com Minas Gerais.A capital de Pernambuco é Porto Alegre.Manuel é mais alto que Pedro.5>37<2não são proposições:feliz aniversario!Até breve!este livro é muito bom?boa sorte na provaAs proposições DEVEM ser sentenças DECLARATIVASque tenham um valor lógico - FALSO ou VERDADEIROas proposições são representadas por letras minúsculas (p, q, r, s etc)
    • Aula Proposições para vídeo Aulas visite WWW.raciociniomaislogico.com.brexemplos de proposiçõesp: Pedro é médico.q: 5 < 8r: Lisboa é a capital do Brasil.VL(p)=V VL(q)=V VL(r)= FPRINCIPIOSPrincípio da identidadeUma proposição verdadeira é verdadeira; uma proposição falsa é falsa.Princípio da Não-ContradiçãoNenhuma proposição poderá ser verdadeira e falsa ao mesmo tempo.Princípio doTerceiro ExcluídoUma proposição ou será verdadeira, ou será falsa: não há outra possibilidade.Proposições podem ser ditas simples ou compostas.Proposições simpless: Carla foi ao mercadop: Júlio é engenheiro.q: 5 > 9t: Carla NÃO foi ao mercado ~ su: Júlio NÃO é engenheiro. ~ pProposições compostasCarla foi ao mercado E Júlio é engenheiro. s∧pCarla foi ao mercado OU Júlio é engenheiro. sVpSE Júlio é engenheiro, ENTÃO Carla foi ao mercado. s→p Júlio é engenheiro SE E SOMENTE SE Carla foi ao mercado. s ↔p OU Júlio NÃO é engenheiro OU Carla foi ao mercado. ¬s v p
    • Aula Proposições para vídeo Aulas visite WWW.raciociniomaislogico.com.brse for composta é formada por conetivosos conectivos são nome SIMBOLOe CONJUNÇÃO ∧ou DISJUNÇÃO Vse ... Entao... CONDICIONAL →se e somente se BICONDICIONAL ↔ou .... Ou DISJUNÇÃO EXCLUSIVA vNÃO Negação ~ ou ¬Proposições simpless: Carla foi ao mercadop: Júlio é engenheiro.CONJUNÇÃO Carla foi ao mercado E Júlio é engenheiro. sDISJUNÇÃO Carla foi ao mercado OU Júlio é engenheiro. s DISJUNÇÃO Carla foi ao mercado OU Júlio é engenheiro. sCONDICIONAL SE Júlio é engenheiro, ENTÃO Carla foi ao mercado. s ANTECEDENTE CONSEQUENTE condição condição suficiente necessaria
    • Aula Proposições para vídeo Aulas visite WWW.raciociniomaislogico.com.brBICONDICIONAL Júlio é engenheiro SE E SOMENTE SE Carla foi ao mercado. sDISJUNÇÃO EXCLUSIVA OU Júlio é engenheiro OU Carla foi ao mercado.NEGAÇÃO t: Carla NÃO foi ao mercado s u: Júlio NÃO é engenheiro. pCONJUNÇÃOPaulo foi ao mercado E José é engenheiroP: Paulo foi ao mercadoq: José é engenheiro.p∧q TABELA VERDADE p∧q p q p∧q V V V V F F F V F F F FDISJUNÇÃOPaulo foi ao mercado OU José é engenheiroP: Paulo foi ao mercadoq: José é engenheiro. p∨q p q p∨q V V V V F V F V V F F F
    • Aula Proposições para vídeo Aulas visite WWW.raciociniomaislogico.com.brCONDICIONAL S NSE nasci em São Paulo ENTÃO sou brasileiroSE Paulo foi ao mercado ENTÃO José é engenheirop: Paulo foi aoMercado condição suficienteq: José é engenheiro. condição necessaria p→q p q p→q V V V V F F F V V F F VBICONDICIONAL Paulo foi ao mercado SE E SOMENTE SE José é engenheiroSE Paulo foi ao mercado ENTÃO José é engenheiroSE José é engenheiro ENTÃO Paulo foi ao mercadop↔q = (p → q) e (q → p) p q p↔q V V V V F F F V F F F VDISJUNÇÃO EXCLUSIVAOU Paulo foi ao mercado OU José é engenheirop: Paulo foi ao mercadoq: José é engenheiro.
    • Aula Proposições para vídeo Aulas visite WWW.raciociniomaislogico.com.brpVq p q pvq V V F V F V F V V F F FTABELA VERDADE GERAL CONJUNÇÃO DISJUNÇÃO CONDICIONAL BICONDICIONAL DISJUNÇÃO SE E EXCLUSIVA E OU SE ENTAO SOMENTE SEp q p∧q p∨q p→q p↔q pvqV V V V V V FV F F V F F VF V F V V F VF F F F V V F