Your SlideShare is downloading. ×
Pesquisa de autor
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Pesquisa de autor

121
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
121
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Pesquisa de AutorRui Simões Comunicação e Multimédia Produção Audiovisual Fábio Sigre Leirós nº 41050
  • 2.  Biografia......................................................................sl.3 Técnica e Equipamento…………………………………………..sl.4 Portfólio do Autor…………………………………………………..sl.5 Webgrafia………………………………………………………………sl.12
  • 3. Nasceu em Lisboa, a 20 de Março de 1944. Cineasta que se destaca na área do documentário histórico (cinemamilitante, de intervenção política) e pela realização de documentários emvídeo, de bailado e de gravações de peças de teatro. Terminado o ensinosecundário, frequentou um curso de ballet no Teatro Nacional São Carlos, emLisboa e em 1966, deixou o país para fugir ao serviço militar e hámobilização para a guerra colonial. Seguiu para paris durante algumtempo, mas viria a ser em Bruxelas que se viria a fixar, frequentando a ÉcoleOuvriére Supérieure, um curso de História na Université Libre de Bruxellese ainda o curso de Realização Cinema e Televisão do Institut dês Arts deDiffusion. Regressou a Portugal após o 25 de abril. Trabalha na firmaAnimatógrafo como diretor de produção, exerce funções pedagógicas emcursos de formação de várias instituições, como o Núcleo de CineastasIndependentes, em escolas superiores de educação, na Quaser-Centro, naAcademia de Artes e Tecnologias, na Universidade de Lisboa e naUniversidade Independente. Actualmente, lecciona também nos EstadosUnidos, nas Universidades de Havard8Carpenter Center), Comnel(Departamento de Historia e Antropologia) e em Berckley (pacific FilmsArchives). É ainda o responsável pela produtora Real Ficção, emLisboa, onde desenvolve também atividades pedagógicas no campoaudiovisual e multimédia.
  • 4. Rui Simões, utiliza material bastante simples, como uma Canon Xl1que é utilizada na maioria das suas filmagens. Trabalha emHDV, permitindo-lhe fazer produções em HD de baixo custo. Visto quea sua produção é praticamente toda ela documental, trabalha comsteadicam e ao uso de gruas para as filmagens com movimento teremmais estabilidade.Devido a esse estilo mais documental não utiliza muitaluminosidade, trabalhando essencialmente com luz natural.
  • 5. 1976 – Deus, Pátria, Autoridade 110min A partir do célebre discurso de Salazar feito em 1936 o filme procura de forma didáctica mostrar os alicerces do regime fascista durante os 48 anos da sua existência até ao 25 de Abril de 1974. O funcionamento da sociedade portuguesa e a sua história desde 1910, a ideologia Salazarista, o apoio à Igreja, a repressão e a guerra colonial até à libertação de Abril são os temas principais.
  • 6. 1980 – Bom Povo Português 135minEste filme procura traçar a história dos acontecimentos entre o 25 de Abril de 1974 e o 25 de Novembro de 1975, tal como ela foi sentida pela equipa que, ao longo deste processo, foi ao mesmo tempo espectador, ator, participante, mas que, sobretudo, se encontrava comprometida com o processo revolucionário em curso.
  • 7. 2002 - Se Podes Olhar, Vê. Se Podes Ver, Repara 40min “Se pode olhar vê, se podes ver repara” é um forte e emotivo documentário, resultante do estágio de preparação de “Ensaio sobre a cegueira” - espectáculo d’O Bando a partir da obra de Saramago, onde, numa cumplicidade única, a câmara revela o embrião de um espectáculo que, uma vez mais, demonstra que “a Arte representa as coisas de uma forma mais pertinente e acutilante que a realidade.
  • 8. 2003 -Teatro de Sonhos 50min Em Lisboa, no Hospital Psiquiátrico Júlio de Matos, existe desde 1968 um Grupo de Teatro Terapêutico, dirigido pelo encenador João Silva. Temos acompanhado este projeto desde 1974 e tivemos a oportunidade de filmar em 16mm as primeiras apresentações públicas do Grupo, assim como gravações em vídeo dos espetáculos e debates mais recentes, sempre com a esperança de um dia vir a fazer um documentário sobre este Grupo. Agora vamos acompanhar de perto os ensaios da nova peça “Sonhos sem Freud”, e tentar saber, através da equipa médica, dos terapeutas, e dos pacientes, qual a função do teatro no tratamento das doenças mentais, e organizar as imagens que recolhemos ao longo dos últimos 26 anos.
  • 9. 2006 - Ensaio sobre o Teatro 90min Documentário sobre a adaptação teatral pelo grupo de teatro O Bando da obra literária do Prémio Nobel José Saramago "Ensaio sobre a Cegueira". Um documentário sobre todo o processo criativo até à estreia, constituindo em si um ensaio sobre a arte de fazer teatro.
  • 10. 2010 - Ilha da Cova da Moura 81min Cova da Moura é sinónimo de problema, de violência, de degradação social. No ano de 2005, dois acontecimentos tornaram este bairro dos arredores de Lisboa num caso de interesse mediático: o homicídio de um polícia que patrulhava as ruas locais, em Março, e o célebre arrastão que nunca existiu, no dia 10 de Junho, cuja autoria foi desde logo imputada a jovens daquele lugar. O bairro da Cova da Moura tornou-se tema de debate público, passando de bairro problemático a lugar de interesse sociológico. Descobriu-se então a verdadeira Cova da Moura, habitada por uma maioria cabo-verdiana, que ali repete os modos e costumes das ilhas de que são oriundos como forma de combater o desenraizamento e estigma social. Vislumbrou-se um bairro em luta contra a violência e o tráfico de droga nele implantados e contra o preconceito sociocultural que os rodeia. Uma ilha de Cabo Verde naufragada em terras portuguesas, a braços com o pesado conceito de exclusão. Ilha da Cova da Moura, segue o quotidiano deste bairro, descobrindo nele reflexos de Cabo Verde e procurando os modos como a exclusão social se combate ou perpetua nas vidas dos seus moradores.
  • 11.  http://ccbarreiro.blogspot.pt http://cinema.sapo.pt/filme/deus-patria-e-autoridade http://www.dvdpt.com/b/bom_povo_portugues_o_fil me_da_revolucao http://filmesportugueses.com/ilha-da-cova-da- moura_edicao_especial.php http://www.realficcao.com