Datasul 11.5.2 - 2012

18,003 views
17,732 views

Published on

Evolução de solução

Published in: Technology
3 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
18,003
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
18
Actions
Shares
0
Downloads
101
Comments
3
Likes
9
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Usabilidade dá retorno?Aumento da satisfação de clientes e usuários (recompra) Redução de erros Redução de custos de treinamento e suporte Aprendizado mais rápido Eficiência e produtividade - usuários otimizados Documentação simplificadaNão ter usabilidade pode significar o fracasso de um produto, assim como o contrário pode significar o sucesso – Apple,Google,…
  • Datasul 11.5.2 - 2012

    1. 1. EVOLUÇÃO DE SOLUÇÃO- TOTVS 11 FABIO PIMENTA
    2. 2. Futuro do software TOTVS: quais são as diretrizes?OBJETIVOS DO EVENTO 2
    3. 3. NOVAS TECNOLOGIAS; SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS; INFORMAÇÕES E FERRAMENTAS ESTRATÉGICAS; PROATIVIDADE DE SOLUÇÕES E GARANTIA DE ATENDIMENTO INDEPENDENTE DO TAMANHODESEJO DOS GESTORES DAS EMPRESAS QUE POSSUEM ERP’S
    4. 4. O QUE PODEMOS PROPOR – NEGÓCIOO QUE PODEMOS PROPOR?
    5. 5. Gestão do Controle de Acesso Relacionamento Pessoal • Indivíduos e Empresas • Indivíduos e suas Relações Autenticadas e Certificadas Disponibilidade• Smartphones / Tablets • Em qualquer Lugar Platafoma de Negócios • Troca de Informações • e-commerce • Interação, Gestão do Compartilhamento e Relacionamento Colaboração • Interface Natural • TOTVS Store • Empresas e suas Relações Gestão Empresarial Gestão de Processos e • ERP Back-office • ERP Segmento Conteúdo • Controle de Atividade/Workflow • Gestão de Documentos Gestão do Consumidor • Produtividade Corporativa • Atendimento Personalizado • Auto-atendimento Gestão do Capital Humano • Análise do Comportamento (Social CRM) Apoio a Tomada de Decisão • BI / DW / SGI / BSC / BA • Cultura Empresarial • Desenvolvimento Organizacional NÃO É APENAS ERP, SOLUÇÕES PARA SOCIEDADE DO CONHECIMENTO
    6. 6. BY YOU – COMPARTILHANDO CONHECIMENTO
    7. 7. A SOLUÇÃODATASUL 11
    8. 8. UM DOS FOCOS 8
    9. 9. HCM EMS 2 EMS 5 GPSUNIFICAÇÃO DE MENU E FOUNDATION – FACILIDADES TI E NEGÓCIOS 9
    10. 10. Usabilidade no produto Manufatura após análise da Usabilidade passou de 30 telas para 1 tela 30 telas no EMS DATASUL 2011REDUÇÃO DE TEMPO EM NAVEGAÇÃO 10
    11. 11. FULL WEB* - 60% JÁ NA NOVA VISÃO – REDUÇÃO DE TERCEIROS-WTS 11
    12. 12. Item 146 Item 158 Item 169 Item 190TAREFAS DO ERP NA CENTRAL DE TAREFAS 12
    13. 13. Relatorio_vendas.pdf 220 Kb 10/10/2010 Planilha_detalhada_vendas.xls 154 Kb 10/10/2010EMC-GED TOTALMENTE INTEGRADO 13
    14. 14. INFORMAÇÕES PARA SUPORTE 14
    15. 15. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO – PLATAFORMA BI 15
    16. 16. Informação sintética dos processos. Usuários mais táticos!PAINÉS DE GESTÃO E OPERAÇÃO 16
    17. 17. Cliente Financeiro Requisitante de EstoqueFornecedor Financeiro Gerente de Produção Supervisor de SACRepresentante de Vendas Técnico de Manutenção Industrial Supervisor de Back-OfficePlanejador de Manutenção Gerente de Manutenção Industrial Atendente de SACInd. Engenheiro de Manutenção Ind. Atendente de Back-OfficeAprovador de Manutenção Ind. Separador Faturamento Analista Satisfação doCliente de Manutenção Faturista ClienteIndustrial Preparador FaturamentoAnalista de Custo Analista de Pedido VendasCliente de Compras Cliente PedidoPlanejador de Produção Implantador de Pedido de VendasEngenheiro de Produto Comprador InternoRequisitante de Compras Administrador de MateriaisAlmoxarife Digitador de InventárioCoordenador Analista de QualidadeFuncionário Coordenador de SACRH Coordenador de Back-OfficeAnalista FinanceiroGerente FinanceiroPERFIS DISPONÍVEIS 17
    18. 18. CRMNOVO CRM – GESTÃO DE RELACIONAMENTOS E SUPORTE 18
    19. 19. Mobilidade MOBILIDADE Gestão Comercial Territorial + Sales Force Automation• União da mobilidade com gestão comercial territorial - Georeferenciamento• Mapeamento de prospects e clientes geograficamente• Gestão da equipe de vendas tanto no dispositivo móvel quanto no Portal 19
    20. 20. GEOSALES – PORTAL DE GESTÃO 20
    21. 21. • Rotas, metas, políticas de desconto, brindes, bonificações e conta corrente do representante• Estoque, Atendimento,Títulos, Consultas e Solicitações• Rastreamento via GPS• Porte: Android, Iphone iOS, WindowsMobile, BlackBerry OS e Palm OS mobileVISÃO MOBILE 21
    22. 22. PLANEJAMENTO DE PRODUÇÃO AVANÇADO - APS 22
    23. 23. FOCO EM EFICIÊNCIA GLOBAL -OEE 23
    24. 24. RASTREABILIDADE TOTAL 24
    25. 25. ERP por Segmento: ManufaturaVISÃO DE CUSTOS CENTRALIZADAS 25
    26. 26. VISÃO DE COORDENAÇÃO DE PESSOAS 26
    27. 27. CONTROLE DE ACESSO-TSA 27
    28. 28. INTEGRAÇÃO ATIVA COM O ECM-WORKFLOW 28
    29. 29. CADASTRO ITEM VIA WORKFLOW
    30. 30. FRETE EMBARCADORExpedição e Recebimento de CargasControle de Pátios e PortariasRegistro de Ocorrências
    31. 31. PROPOSTAS POR ÁREA EMPRESARIALCONTROLE
    32. 32. CONTROLADORIA E FINANÇAS META DA EMPRESA: VISÃO GLOBAL DO NEGÓCIO PARA TOMADA DE DESCISÃONOVIDADES DA VERSÃO TOTVS11UNIFICAÇÃO DE CONCEITOSCONTA CONTÁBIL E CENTROS DE CUSTOS;MELHORIA NO CÁLCULO DE COMISSÃO;CONSOLIDAÇÕES FINANCEIRAS POR NEGÓCIO;APROVAÇÕES DOS PROCESSOS FINANCEIROS - IMPLEMENTAR;MELHORIAS NAS RESTRIÇÕES DE ACESSOS;MELHORIAS NOS MÓDULOS DE ORÇAMENTO E EXECUÇÃO - IMPLEMENTARMELHORIAS NA GERAÇÃO DE SPED;IMPLEMENTAÇÃO DE NOVOS CONCEITOS IFRS CPC27-RATEIO DE DEPRECIAÇÃO PORBEM;VISÃO DE CUSTOS CENTRALIZADA.
    33. 33. INFORMAÇÕES FINANCEIRAS E OPERAÇÃO NO MESMO LOCAL
    34. 34. MENOS CÁLCULOS, MAIS PRECISÃO E DETALHAMENTO-COMISSÃO 34
    35. 35. SIMULAÇÃO DE EMPRÉSTIMO E APLICAÇÕES 35
    36. 36. APF-WEB– DOCUMENTOS FINANCEIROS 36
    37. 37. Segurança por estabelecimento• A partir de agora é possível restringir o acesso das informações nas consultas e relatórios dos módulos de Contas a Pagar e a Receber de acordo com a permissão do acesso do usuário ao estabelecimento.MELHORIAS DE RESTRIÇÕES DE ACESSO 37
    38. 38. • Sem matriz de tradução para conta e centro de custos• Unificado o conceito de conta contábil entre todos os módulos do sistema, passando a tratar conta e centro de custo.• Seus formatos passarão para 20 posições para cada um.• Agilidade na gestão dos planos de contas.UNIFICAÇÃO DE CONCEITOS - Simplificação 38
    39. 39. ORÇAMENTO E EXECUÇÃO 39
    40. 40. IFRS (CPC 27 – Ativo Imobilizado) – Estoque • Moeda alternativa no Estoque 1 ou 2 - Contabilidade • Custos horários por centro de custo 40INTERNACIONALIZAÇÃO DE REGRAS
    41. 41. MÁXIMO DETALHAMENTO DE CUSTOS E FECHAMENTOS
    42. 42. CAPITAL HUMANO META DA EMPRESA: APROVEITAR TODO O POTENCIAL DAS PESSOASNOVIDADES DA VERSÃO TOTVS11PORTAIS COORDENADOR E FUNCIONÁRIOS;SOLICITAÇÕES DE FÉRIAS, SIMULAÇÕES DE FÉRIAS E RESCISÕES;INTEGRAÇÕES COM O ECM E HCM - RASTREABILIDADE TOTAL DAS SOLICITAÇÕES;NOVO MÓDULO DE CONTROLE DE ACESSO VIA WEB;
    43. 43. DESCENTRALIZAÇÃO DE INFORMAÇÕES 43
    44. 44. • Consulta Envelope de Pagamento Possibilita a consulta e a impressão de envelope de pagamento em formato .pdf.DETALHAMENTO DA FOLHA DO COLABORADOR 44
    45. 45. • Planejamento de Férias Através dessa função é possível simular um cálculo e realizar uma solicitação de férias ao coordenador.SOLICITAÇÕES DIRETAMENTE PELO PORTAL Papel Colaborador 45
    46. 46. • Gerenciamento de benefícios Consulta e solicita alteração de benefícios sociais ao coordenador da equipe.BENEFÍCIOS Papel Colaborador 46
    47. 47. • Consulta de Informações Cadastrais Consulta informações pessoais, históricos, etc. Realiza alteração de endereço, dentre outras informações.INFORMAÇÕES CADASTRAIS Papel Colaborador 47
    48. 48. • Consulta e justificativa de divergências Possibilita ao colaborador justificar suas divergências de cálculo de ponto, enviando-as para apreciação do seu coordenador.JUSTIFICATIVAS PARA APROVAÇÃO Papel Colaborador 48
    49. 49. VISÃO DO COORDENADOR Papel Coordenador 49
    50. 50. • Monitoramento e planejamento de férias Permite ao coordenador monitorar as situações de férias dos seus colaboradores, efetuando o planejamento quando necessário.VISÃO DE FÉRIAS POR EQUIPE Papel Coordenador 50
    51. 51. • Monitoramento de ausências e banco de horas Visão resumida das horas de banco e ausências dos colaboradores.MONITOR DE AUSÊNCIAS E BANCO DE HORAS 51
    52. 52. • Monitoramento de justificativas Monitora e permite tomada de decisão sobre justificativas de divergências de cálculo de ponto enviadas pelos colaboradores.ANÁLISE DE JUSTIFICATIVAS Papel Coordenador 52
    53. 53. • Rescisão de contrato de trabalho Solicitação de rescisão de contrato de trabalho de um colaborador da sua equipe.SOLICITAÇÃO DE RESCISÃO Papel Coordenador 53
    54. 54. CENTRAL DE SOLICITAÇÕES Papel RH 54
    55. 55. • Cadastro de Visitantes: efetua o gerenciamento de visitantes, controlando o horário de chegada, horário previsto de saída e o horário de saída.• Permite controlar a pessoa visitada, o autorizador da visita, a empresa, veículo e observações gerais do visitante.• É possível selecionar perfis de acesso previamente liberados.CONTROLE DE ACESSOS 55
    56. 56. • Movimentos de Solicitações de Gestão de Quadro de Pessoal que possuem integração com ByYou ECM: – Requisição Pessoal (GQ0010). – Admissão de Pessoal (GQ0020). – Cancelamento de Requisição (GQ0030). – Mudança de Posição/Transferência (GQ0040). – Solicitação de Desligamento (GQ0060). – Promoção/Aumento Salarial (GQ0070). – Solicitação de Cargos (GQ0100). – Simulação de Férias (FP1802).INTEGRAÇÕES COM O ECM 56
    57. 57. MANUFATURA META DA EMPRESA: CONTROLAR PARA OTIMIZARNOVIDADES DA VERSÃO TOTVS11IMPLEMENTAÇÃO APS – PLANEJAMENTO DE LINHA DE PRODUÇÃO CONSIDERANDORESTRIÇÕES;INDICADORES ATIVOS PARA O GESTOR DE PRODUÇÃO – OEE – SFC;INTEGRAÇÃO COM ECM – WORKFLOW DE ITENS;SEGURANÇA POR ESTABELECIMENTO;MELHORIAS NA APURAÇÃO DE CUSTOS;
    58. 58. IMPLEMENTAÇÃO DE OPERAÇÕES-SFC 58
    59. 59. INDICADORES OEE 59
    60. 60. WORKFLOW DE ITEM – ASSSERTIVIDADE INCLUSIVE NA CONTROLADORIA 60
    61. 61. SEGURANÇA POR ESTABELECIMENTO 61
    62. 62. AO EXECUTAR UM REPORTE DE PRODUÇÃO, OU AINDA, INTEGRARUM REPORTE PODEMOS GERAR AS EMBALAGENS E SUGESTÃO DEARMAZENAGENS. RASTREABILIDADE 390 É O NUMERO DA O.P.APONTAMENTO DE PEÇAS SE TORNANDO EMBALAGENS WMS 62
    63. 63. AMPLA VISÃO DE CUSTOS 63
    64. 64. COMÉRCIO EXTERIOR META DA EMPRESA: ASSERTIVIDADE E CONTROLE DE PROCESSOS E DOCUMENTAÇÕESNOVIDADES DA VERSÃO TOTVS11EMISSÃO DE NOTA FISCAL CONFORME DI-IMPORTAÇÃO;REVISÃO DA DOCUMENTAÇÃO GERADA PELO MÓDULO EXPORTAÇÃO;GERAÇÃO DE ARQUIVOS PARA O SISCOMEX PERFIL IMPORTADOR E EXPORTADOR
    65. 65. PROCESSO DE EXPORTAÇÃO 65
    66. 66. ACOMPANHAMENTO DE PROCESSOS 66
    67. 67. DOCUMENTAÇÃO EXPORTAÇÃO 67
    68. 68. ARQUIVO XML NOVOEX 68
    69. 69. Geração automática/Manual da Declaração de Importação-DI Ordens Vinculações DI Pedidos Embarques Quebra automática das adições!“Determine os embarques, vincule e gere a DI.”IMPORTAÇÃO NOVIDADES 69
    70. 70. NVE – Nomenclatura de Valor Aduaneiro e Estatística A NCM é composta de 6 grupos numéricos. “A NVE vem detalhar cada um desses grupos.”ALINHAMENTO À LEGISLAÇÃO 70
    71. 71. Emissão de extrato da Declaração de Importação-DI“Antecipa avisualização dosvalores e tributos danacionalização.”SUPORTE PARA ANÁLISES Novas funcionalidades do Portal do Prestador 71
    72. 72. Exportação dos dados da DI para o sistema SISCOMEX Geração IntegraçãoRedução de tempo e custos detranscrição de dados.AGILIDADE 72
    73. 73. MANUTENÇÃO INDUSTRIAL E FROTAS META DA EMPRESA: ALTA DISPONIBILIDADENOVIDADES DA VERSÃO TOTVS11VISUALIZAÇÃO TÁTICA DE INDICADORES;MELHORIAS NA PROGRAMAÇÃO DE MÃO DE OBRA;CONTROLE DE GARANTIAS;FMEA DE EQUIPAMENTOS;CONTROLE DE GARANTIA DE SERVIÇOS;IMPLEMENTAÇÃO DE CONTROLE DE EQUIPAMENTOS RODANTES
    74. 74. VISÃO DO GERENTE DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL 74
    75. 75. PLANEJADOR DE MANUTENÇÃO-VISÃO GERAL 75
    76. 76. FMEA PARA EQUIPAMENTOS 76
    77. 77. PLANEJAMENTO DE MÃO DE OBRA – NOVA VISÃO DE AGENDA 77
    78. 78. Características Sistema•Módulos – Abastecimento e Lubrificação – Pneus – Manutenção Mecânica – Componentes – Gerencial Frota (Custos)
    79. 79. VISÃO DO PLANEJADOR DE MANUTENÇÃO 79
    80. 80. MATERIAIS META DA EMPRESA: TER INFORMAÇÕES ÁGEIS E OTIMIZARNOVIDADES DA VERSÃO TOTVS11IMPLEMENTAÇÃO DO NOVO MÓDULO DE CONTROLE DE QUALIDADE-FOCO EMRASTREABILIDADE TOTAL;IMPLEMENTAÇÃO DE APROVAÇÕES PROCESSOS LOGÍSTICOS;CENTRAL DE COMPRAS E RELAÇÃO COM O FORNECEDOR;MULTIPLAS UNIDADES DE MEDIDAS POR FORNECEDOR;WMS-VISÃO DE PALLETS E CONTROLE VIA CÓDIGO DE BARRAS;
    81. 81. VISÃO DO COMPRADOR INTERNO 81
    82. 82. ACESSO VIA WEB DO FORNECEDOR E COMPARATIVOS 82
    83. 83. APROVAÇÕES VIA EMAIL E PORTAL MLA 83
    84. 84. RESSUPRIMENTOS MAIS ÁGEIS 84
    85. 85. IMPLEMENTAÇÃO DA GESTÃO DE ARMAZÉNS
    86. 86. Conceitos de FIFO, LIFO e FEFOENTRADA DA ORDEM DE PRODUÇÃO
    87. 87. Seguindo as regras de retiradas definidas anteriormente.SUGESTÃO DE SAÍDAS
    88. 88. Gestão Centralizada dasAtividades do ArmazémGESTÃO DE MOVIMENTAÇÃO
    89. 89. FARDOS ABERTOS, TEMPOS, MOVIMENTAÇÕES 89
    90. 90. INVENTÁRIO COM MAIORES CONTROLES E FACILIDADES 90
    91. 91. RASTREABILIDADE E INFORMAÇÕES DE QUALIDADE 91
    92. 92. COMERCIALMETA DA EMPRESA: MAIOR MARKET SHARE, MOBILIDADE, INFORMAÇÕES PRECISAS E RELACIONAMENTONOVIDADES DA VERSÃO TOTVS11SOLUÇÃO DE MOBILIDA DE TABLET, CELULAR, PORTAL REPRESENTANTE;NOVO CRM – TOTALMENTE REMODELADO E COM NOVIDADES;NOVO CONTROLE DE COMISSIONAMENTO-ELIMINAÇÃO DE RECÁLCULOS;VISUALIZAÇÃO DE COTAS POR QUANTIDADE VIA PORTAL REPRESENTANTE;
    93. 93. Mobilidade MOBILIDADE Gestão Comercial Territorial + Sales Force Automation• União da mobilidade com gestão comercial territorial - Georeferenciamento• Mapeamento de prospects e clientes geograficamente• Gestão da equipe de vendas tanto no dispositivo móvel quanto no Portal 93
    94. 94. REPRESENTANTE WEB-DESCENTRALIZAÇÃO DA CARTERIA 94
    95. 95. PEDIDO WEB – ANÁLISE DE MARGEM HABILITADA 95
    96. 96. AGILIDADE COM AS POLÍTICAS 96
    97. 97. TELAS DAS MELHORIAS CONFORME NEGÓCIO-ANÁLISE DE PEDIDO CONFORME PARAMETRIZAÇÃO 97
    98. 98. INFORMAÇÕES DE COMISSÃO 98
    99. 99. Controle de comissões Várias melhorias foram realizadas na rotina de comissões:– Flexibilizar origem do movimento de comissão (associado a um motivo de comissão).– A espécie de documento passa a identificar se gera, ou não, comissão.– Passa a calcular a rescisão contratual e indenização do representante.– Há mais precisão no cálculo das comissões, pois o número de casas decimais aumentou no percentual de comissões (4 casas decimais).– Na situação de efetuar um abatimento onde a antecipação e a duplicata tenham valores de comissão, o sistema recalcula o percentual e permanece apenas com o saldo pendente a pagar.– Pode-se configurar para que o representante receba a comissão somente se o cheque utilizado para pagamento foi compensado.– Controlar o percentual máximo e o mínimo de comissão por representante. 99
    100. 100. ESTATÍSTICAS FINANCEIRAS CENTRALIZADAS 100
    101. 101. METAS POR QUANTIDADE E PRODUTOS 101
    102. 102. METAS POR QUANTIDADE E PRODUTOS 102
    103. 103. O CRM está dividido em processos de negócio, que possuem as seguintes funcionalidades: • Marketing – Segmentação de públicos – Gestão de campanhas – Portal agente de marketing • Vendas – Gestão de contas – Gestão de oportunidades – Portal do representante de vendasMETAS POR QUANTIDADE E PRODUTOS 103
    104. 104. • Serviços – SAC e pós-vendas – RECLAMAÇÕES E PROBLEMAS COM O CLIENTE. – Gestão do fluxo de atividades – Base do conhecimento – Portal agente de atendimento• Relacionamento – Registro e histórico de ações – Agendamento e consulta de tarefas (próximas ações) – Histórico de relacionamento – PRFV 104
    105. 105. • Miscelânea – Hierarquia de times – Notificação por e-mail – Controle de processos – Localização com Google Maps 105
    106. 106. Marketing• Portal agente de marketing Painel de indicadores para gerenciar a operação do agente de marketing. 106
    107. 107. Vendas• Resumo de contas Inovação para visualizar informações da conta selecionada diretamente na área de trabalho do usuário. A partir desse resumo, também é possível chamar o cadastro ou a pesquisa das contas.
    108. 108. • Transição de classe Funcionalidade que permite a classificação automática ou manual das contas de acordo com o processo existente na empresa. Cliente Cliente Cliente Prospect Cliente Bronze Ouro VIP 108
    109. 109. Vendas• Registro do comportamento e potencial das contas Função que permite associar características que evidenciam o comportamento e o potencial dos leads, prospects, clientes e contatos armazenados no CRM. 109
    110. 110. Vendas• Portal do representante O representante pode gerenciar melhor sua carteira de clientes com novos indicadores de CRM que agora fazem parte do seu portal. 110
    111. 111. Serviços• Portal do agente de atendimento Inovação em formato de “Painel de indicadores” para gerenciar a operação do agente de atendimento.
    112. 112. Relacionamento• Registro e histórico de ações Recurso para registrar e consultar o histórico das ações (interações) efetuadas entre os clientes e o contact center. 112
    113. 113. • Notificação por e-mail Permite enviar e-mail, com ou sem anexo, para usuários do CRM, contas e contatos. Os e-mails podem ser mensagens manuais ou notificações automáticas referente a tarefas e ações de campanhas. 113
    114. 114. • Localização com Google Maps Inovação para o representante visualizar a localização de sua carteira de clientes no Google Maps. 114
    115. 115. FATURAMENTO – EXPEDIÇÃO/CRÉDITO/FATURA META DA EMPRESA: REDUZIR CUSTOS LOGÍSTICOSNOVIDADES DA VERSÃO TOTVS11MÓDULO DE FRETE EMBARCADOR PARA CONTROLAR OS FRETES - COMPRA E VENDA;VISÃO CENTRALIZADA DE INFORMAÇÕES EXPEDIÇÃO;INTELLECTOR – OPÇÃO PARA AUTOMATIZAR O CRÉDITO*;WMS - GESTÃO DE ARMAZÉNS-PALLETIZAÇÃO(FARDOS) E GESTÃO DE MOVIMENTAÇÃO;MELHOR CONTROLE DE FATURAMENTOS E REMESSAS PARA ENTREGA FUTURA
    116. 116. Características Gerais Macro escopo Funcional Processos relacionados aos aspectos físicos das atividades deControle de Cargas movimentação das cargas. Negociação Processos relacionados às negociações comerciais com os de Fretes prestadores de serviços de transporte. Controle de Processos relacionados à rotina diária de administração dos serviços Fretes de transporte contratados. Integrações Processos de integração de informações com os demais sistemas de entre Sistemas gestão. 116
    117. 117. Detalhamento Funcional Expedição e Recebimento de Cargas• Composição das Cargas – Documentos de Carga (Notas Fiscais de Saída, de Compra, de Devolução, etc.) – Composição da Carga (Itens da Carga, Embalagens, etc.) – Itinerário de Transporte (Trechos)• Montagem das Cargas – Criação dos Romaneios – Emissão dos Romaneios (impressão)• Expedição das Cargas – Liberação dos Romaneios (datahora da saída) 117
    118. 118. Detalhamento Funcional Controle de Pátios e Portarias• Controle de Acesso pelas Portarias – Veículos, Motoristas, Ajudantes e Visitantes – Documentos de Carga (Notas Fiscais, etc.) – Indicação de exceções (proibição de entrada, alertas, etc.)• Agendamentos de Entradas e Saídas – Agendamentos Pontuais e Recorrentes (Frequência)• Controle de Tráfego Interno – Configuração de Operações (Coleta, Descarga, Retorno, etc.) – Rotinas dos Pontos de Controle (Pesagem, Inspeção, Descarga, etc.) – Controle de Endereços (Docas, Filas, Portarias, etc.) – Monitor de Tráfego (localização dos veículos, ocupação dos endereços, etc.) 118
    119. 119. Detalhamento Funcional Registro de Ocorrências• Ocorrências de Transporte – Possui controle de aprovação – Categorização por Tipo, Motivo e Provocador – Cálculo de adicionais de frete ou simples registro – Meio de bloqueio de pagamento do frete – Por Documento, Romaneio ou Movimentação de Carga• Ocorrências de Entrega – Por Trecho do Itinerário dos Documentos de Carga – Por Romaneio de Carga – Critério de restrição para composição das pré-faturas 119
    120. 120. Detalhamento Funcional Troca Eletrônica de Dados (EDI)• Envio – Notas Fiscais (Documentos de Carga)• Recebimento – Ocorrências de Transporte (Sinistros, Reentregas, Devoluções, etc.) – Ocorrências de Entrega (datahora da entrega) 120
    121. 121. Detalhamento Funcional Negociação de FretesManutenção de Tabelas de FreteCálculo de FretesEmissão de Pré-faturas
    122. 122. Detalhamento Funcional Tabelas de Frete• Manutenção de Tabelas de Frete – Controle de Validade das Negociações – Categorização por Classificação de Produtos e Tipos de Operação – Carga Fracionada e Carga Fechada (tipos de veículo) – Transportadoras, Cooperativas e Autônomos – Componentes Configuráveis – Opções de Origem e Destino das Rotas: Região, Cidade, UF, Distância e Emitente – Regionalização por transportador – Regiões por grupo de cidades ou faixa de CEP 122
    123. 123. Detalhamento Funcional Cálculos de Frete (cont.)• Comparativo de Fretes – Base histórica ou atual – Avaliação de novos transportadores – Avaliação de alterações em negociações – Comparação entre modais – Concorrência entre Transportadores• Cálculos Eventuais – Reentregas, Devoluções, Estadias, etc.• Cálculos Complementares – De valor e de imposto 123
    124. 124. Detalhamento Funcional Documentos de Frete e Faturas• Registro de Documentos de Frete (Conhecimentos de Frete e Notas Fiscais de Serviço de Transporte) – Tributação (ICMS Presumido, Substituição Tributária, etc.) – Composição com os Documentos de Carga (Notas Fiscais) – Recebimento via EDI (Padrão Proceda –CONEMB)• Registro de Faturas de Frete – Composição com os Documentos de Frete – Data de vencimento, juros e desconto – Recebimento via EDI (Padrão Proceda – DOCCOB)• Integração com ERP – Fiscal, Contas a Pagar e Recebimento 124
    125. 125. Detalhamento Funcional Contratos com Autônomos• Emissão dos Contratos – Contrato Avulso – Contrato por Período – Geração Automática de Contratos – Emissão de RPA – Tributação (INSS, ISS, SEST/SENAT, IRRF)• Integração com ERP – Contas a Pagar, Recebimento e Folha de Pagamento 125
    126. 126. Detalhamento Funcional Auditoria de Fretes• Conferência de Documentos de Frete – Por cálculo de frete – Valores detalhados, totais e agrupamento de notas fiscais – Entrega realizada e existência de ocorrências que bloqueiam – Configuração de tolerâncias – Aprovação manual• Conferência de Faturas de Frete – Por pré-fatura e documentos de frete – Data de vencimento, valores totais e documentos – Configuração de tolerâncias – Aprovação manual 126
    127. 127. Detalhamento Funcional Provisão e Contabilização de Fretes• Provisão pelo Cálculo do Frete• Realização pelo Documento de Frete ou Contrato com Autônomo• Configuração dos lançamentos contábeis – Por filial (transitória de crédito) – Por grupo contábil (conta de débito) – 13 opções de agrupamento em até 7 níveis – Critérios de rateio: peso, valor e volume da mercadoria e quantidade de itens• Relatórios de fechamento mensal – Conciliação do Período, Demonstrativo Contábil e Diário Auxiliar 127
    128. 128. PREPARAÇÃO DE EMBARQUES/FATURAMENTO 128
    129. 129. SEPARAÇÃO DE ESTOQUE E EMBALAGENS 129
    130. 130. FATURISTA 130
    131. 131. AVALIAÇÃO DE CRÉDITO INTELLECTORNÃO APENAS UMA AVALIAÇÃO DE CRÉDITO = UMA SUGESTÃO 131
    132. 132. Solução de Apoio ao Processo Decisório I Construtor de Ambiente para construção de políticas Políticas n t Gestão de políticas, layouts de envio e Portal recebimento de informações, gestão de usuários e l l Simulador Simulador de políticas e c Depurador de Ambiente integrado para execução e depuração Políticas de políticas t o Acesso a bases de dados internas (Aplicações Middleware Legadas) e bases externas (SPC, SERASA, Receita r Comunicação etc) 132
    133. 133. Desenvolvimento de Políticas• Acessos internos • Conjunções Lógicas• Acessos externos E SERASA OU SPC, OUTROS • Comparadores• Comandos = < > > < >= <= SE-ENTÃO SE-ENTÃO-SENÃO • Operadores matemáticos SE-ENTÃO-SENÃO-SE + - = / [ ] RETORNA • Constantes • Variáveis BLOCO • Ações• Comentários Internas Externas Negado• Funções De trabalho Aprovado• Literal Mesa de Crédito 133
    134. 134. Desenvolvimento de Políticas 134
    135. 135. Configuração de Layouts 135
    136. 136. Não é migração – É evolução de solução

    ×