Lição 01 Doutrina da Criação

4,029 views
3,786 views

Published on

LIÇÃO 01 - CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA IBADEP
TEOLOGIA SISTEMÁTICA 2

Published in: Spiritual
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,029
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
288
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Lição 01 Doutrina da Criação

  1. 1. ANJOS / HOMEM / PECADO / SALVAÇÃO
  2. 2. CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA DOUTRINA DA CRIAÇÃO PROF. FABIO JOSÉ DA SILVA
  3. 3. INTRODUÇÃO “No princípio criou Deus...”
  4. 4. INTRODUÇÃO • O termo “criação”, tem origem no hebraico “barah” e do lat. “creationem”. • Ato exclusivo de Deus, pois Ele é o único ser que pode suscitar alguma coisa do nada. • Eis o texto bíblico que mais luz esparge sobre o ato criativo de Deus:
  5. 5. INTRODUÇÃO • Os gregos, ao contrário, acreditavam na existência de uma matéria original, da qual procederam todas as coisas. • Todavia, Deus não necessitou de nenhuma pré matéria para criar o Universo; sua palavra foi suficiente.
  6. 6. A EXISTÊNCIA DE DEUS
  7. 7. A EXISTÊNCIA DE DEUS • De todas as doutrinas apresentadas nas Escrituras Sagradas, sem dúvida alguma a mais importante, a principal de todas é a doutrina que trata especificamente da Pessoa de Deus. • Sendo Deus a origem de tudo e de todos, forçoso é que nos voltemos para ele antes de tratarmos de conhecer qualquer segmento do abundante conteúdo teológico do Livro Santo.
  8. 8. A EXISTÊNCIA DE DEUS • Neste mister, vale ressaltar que careceríamos de muitíssimo tempo e espaço para discorrer sobre Deus, posto que dele está cheia toda a Bíblia. • Basta dizer, introdutoriamente, que os 7 nomes ou títulos principais de Deus aparecem nada menos de 10.775 vezes no texto sagrado.
  9. 9. A EXISTÊNCIA DE DEUS • O fato mais primário das Escrituras é a menção da existência de Deus. • Nunca se trata de prová-la, senão apenas expô-la, posto ser ela explicitamente auto-evidente. • A Bíblia inicia com a informação de que no princípio Deus criou os Céus e a Terra.
  10. 10. A EXISTÊNCIA DE DEUS • Ela não começa seu texto como milhares de livros de ficção: Era uma vez. Não. No princípio Deus. • À guisa de informação, e sem qualquer propósito de descer a detalhes, vale mencionar que somente no versículo primeiro do primeiro capítulo de Gênesis emanam nada menos de 7 importantes doutrinas relacionadas com a pessoa de Deus, a saber:
  11. 11. A EXISTÊNCIA DE DEUS 1ª) A existência de Deus. “No princípio criou Deus ...” 2ª) A eternidade de Deus. “No princípio ...” 3ª) O poder de Deus. “Criou ...” 4ª) A soberania de Deus. “No princípio criou Deus ...” 5ª) A vontade de Deus. “No princípio criou Deus ...” 6ª) A sabedoria de Deus: “Criou os céus e a terra” 7ª) A providência de Deus. “No princípio criou Deus os céus e a terra”
  12. 12. A EXISTÊNCIA DE DEUS • Assim, vemos que as primeiras palavras da Bíblia, Gn 1.1 declaram de modo natural que Deus criou os céus e a terra. • Este é um atestado peremptório da existência de Deus, independentemente de qualquer tipo de argumentação. • É um fato tão natural sua existência que se revela auto-evidente. • É uma doutrina que sempre emerge espontaneamente nas páginas das Escrituras.
  13. 13. A EXISTÊNCIA DE DEUS • A Bíblia não foi escrita para provar que Deus existe; ela é uma revelação desse Deus que sempre existiu. • Os homens são exortados a crer em Deus, para seu próprio bem, Hb 11.6. • Negar a existência de Deus é um ato de insensatez, uma loucura declarada. Deus é real.
  14. 14. A EXISTÊNCIA DE DEUS • É preciso, tão somente, que cada criatura o conheça por fé. • A fé é questão moral, e não intelectual. • É uma questão de coração e não de mente. • Naturalmente, a doutrina da existência de Deus é fundamental. • As bases da verdadeira teologia estão assentadas firmemente sobre os fundamentos inabaláveis da existência de Deus, uma doutrina rigorosamente bíblica.
  15. 15. A EXISTÊNCIA DE DEUS • Existem 4 fontes universalmente reconhecidas como origem do conhecimento de Deus, a saber: Intuição, Tradição, Razão e Revelação. • Intuição – significa conhecimento direto, nato, auto-consciente, compreensão sem aprendizagem ou razão, conhecimento pelo instinto. • Tradição – é a soma de conhecimentos recebidos de diferentes fontes. É um conhecimento indireto.
  16. 16. A EXISTÊNCIA DE DEUS • Razão – é a faculdade de raciocinar, de extrair conclusões pelo pleno exercício do intelecto. – É o conhecimento desenvolvido. • Revelação – é o ato divino de comunicar ao homem aquilo que de outra maneira ele nunca poderia saber perfeitamente. – É o conhecimento outorgado.
  17. 17. A CRIAÇÃO É OBRA DO DEUS TRINITÁRIO ( Gn 1; Hb 11.3) • As obras de Deus revelam seu poder criador. – Seu poder pessoal, Gn 1.1; Jó 38.4; II Rs 19.15. – O poder de sua palavra, Hb 11.3 – O poder de sua vontade, Ap 4.11; Ef 1.11. – Um poder ilimitado, Jr 27.5; Am 5.8; 9.6.
  18. 18. A CRIAÇÃO É OBRA DO DEUS TRINITÁRIO ( Gn 1; Hb 11.3) • As obras de Deus foram feitas por toda a Trindade – O Pai é Criador, I Co 8.6. – O Filho é Criador, Jo 1.3; Cl 1.16,17; Hb 1.1012. – Espírito Santo é Criador, Gn 1.2; Jó 26.13; 33.4; Sl 33.6; 104.29,30. – O Deus Trino (Elohim) é Criador, Gn 1.1,26.
  19. 19. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • Como podemos definir a Providência Divina ? “Resolução tomada de antemão por Deus visando a consecução de seus planos e decretos, a preservação de tudo quanto ele criou e a salvação do ser humano. Acha-se a providência divina fundamentada nos atributos metafísicos e morais de Deus”.
  20. 20. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • As quatro faces da providencia divina: – Providência preventiva, Gn 20.6 – Providência permissiva, Dt 8.2; II Cr 32.31; Os 4.17; Rm 1.24,28. – Providência diretiva, Gn 50.20; Sl 76.10. – Providência determinativa, Rm 12.2
  21. 21. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • A afirmativa bíblica de que Deus sustenta pela palavra do seu poder todas as coisas criadas, faz cair por terra o “DEÍSMO”. • Definição de DEISMO: – Crença que, apesar de admitir a existência do Supremo Ser, ensina não estar ele interessado no curso que a história toma, ou venha a tomar. – Noutras palavras, Deus limitou tão somente a criarmos, abandonando-nos a seguir à própria sorte.
  22. 22. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • A Bíblia ensina-nos, porém, estar o bondoso Deus preocupado com a humanidade. – No Salmo 104, por exemplo, Davi mostra quão solícito é o Criador para com as suas Criaturas. • E o que dizer da mensagem de João 3.16? – Deus jamais enviaria seu Unigênito a morrer por nós, caso não estivesse interessado em nosso bem-estar!
  23. 23. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • Sendo assim concluímos que o “DEÍSMO” é: – O paganismo travestido de piedade. – É a distorção do “TEÍSMO”. • Definição de “TEISMO”: – Doutrina que, baseada na teologia natural e revelada, admite a existência de um Deus pessoal e presente.
  24. 24. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • As obras de Deus têm propósitos definidos: – Elas manifestam a glória de Deus, Sl 19.1 – Elas resultam na glorificação de Deus, Is 60.21; 43.7 – Elas resultam na adoração do nome de Deus, Ap 4.11. – Elas resultam na felicidade pessoal do homem.
  25. 25. DEUS CONTROLA E PRESERVA SUAS OBRAS ATRAVÉS DA PROVIDÊNCIA • Deus é infinito, ou seja, ele é: – Auto-existente; – A causa primária de tudo que existe. – Deus não depende de nada e nem de ninguém.
  26. 26. A DECLARAÇÃO BÍBLICA DA CRIAÇÃO • Quatro verdades estabelecem os fundamentos da obra da criação: – 1. A obra da criação é autoria única do Deus Trino. – 2. A obra da criação foi feita por um ato livre da parte do Criador, Ef 1.11; Ap 4.11 – 3. A obra da criação teve um princípio. A expressão “no princípio” no hebraico é bereshith, que literalmente significa começo. Gênesis 1.1; Ezequiel 28.11; Gênesis 1.2; Isaías 45.18 – 4. A obra da criação foi produzida do nada, Hb 11.3
  27. 27. PROCESSO DA OBRA DA CRIAÇÃO • A) A criação das coisas espirituais: Ne 9.6. • B) A criação das coisas materiais (Universo): Gn 1,2. • C) A criação da vida sobre a terra. – A vida física numa combinação do imaterial com o material.
  28. 28. O MÉTODO DA CRIAÇÃO • A mente humana tem sido bombardeada por inúmeras teorias do aparecimento do Universo. • Se faz necessário frisar que são apenas teorias, especulações e opiniões humanas que nenhum valor tem diante das irrefutáveis afirmações da Bíblia Sagrada, que é a verdade absoluta e revelação do Deus Todo-Poderoso , II Pe 1.21; Jr 1.12.
  29. 29. DEUS CRIOU • Nos dois primeiros capítulos de Gênesis, são usados três vocábulos para descrever os atos criativos de Deus, leia Gn 1.1, 21,27, etc. • “Bara” – que significa criar do nada. • “Asah” – que significa fazer. • “Yatzar” – que significa formar. • Nota: Os dois últimos vocábulos, revela uma matéria pré existente.
  30. 30. DEUS CRIOU POR SUA PALAVRA • “Pela palavra do Senhor foram feitos os céus; e todos os exércitos deles, pelo espírito da sua boca”: Salmos 33.6 • Nisto vemos o grande poder da Palavra de Deus, não podemos esquecer a relação entre ela e o próprio Jesus, que é o Verbo de Deus (logos), a Palavra de Deus: Jo 1.1-3.
  31. 31. DEUS CRIOU POR SUA VONTADE, AP 4.11 • A vontade soberana de Deus não está sujeita a qualquer limitação. Leia Is 43.13.
  32. 32. DEUS CRIOU POR SUA MÃO, IS 66.2 • A mão é símbolo de trabalho, atividade, força, domínio, autoridade, proteção, etc. (Antropomorfismo)
  33. 33. DEUS SUSTENTA O QUE CRIOU, HB 1.3 • Através de leis fixas, Deus sustenta todas as coisas criadas. Leia Is 40.26.
  34. 34. O MÉTODO DA CRIAÇÃO • O relato bíblico da criação revela que Deus desejou de tal maneira o relacionamento com a raça humana que, que sabendo de antemão da queda do homem, pela ação de satanás, na sua presciência, fez o plano de salvação, pelo qual, haveria de redimir a raça humana caída: (Ap 13.8). • O Apocalipse termina dizendo: “... Com eles habitará, e eles serão seu povo, e o mesmo Deus estará com eles e será o seu Deus”: (Ap 21.3).
  35. 35. A ORDEM DOS EVENTOS DA CRIAÇÃO NATURAL
  36. 36. O RELATO BÍBLICO DA CRIAÇÃO NEGA: • A eternidade da matéria. • O ateísmo. • Panteísmo. • Evolucionismo.
  37. 37. O QUE É A TEORIA DA EVOLUÇÃO: • Doutrina formulada pelo inglês Charles Darwin que, em 1859, lançou um livro no qual sugere que as atuais espécies de vida são resultado de um lento e gradativo desenvolvimento. • Ou seja: das formas mais simples às mais elaboradas e complexas. • O evolucionismo não é ciência; é uma mitologia especulativa.
  38. 38. O QUE É A EVOLUÇÃO CRIATIVA? • Uma tentativa de harmonizar o evolucionismo de Darwin com o criacionismo do Gênesis bíblico. • Os partidários desta teoria veem os dias da criação como se fossem eras geológicas constituídas de milhões e milhões de anos.
  39. 39. O QUE É A EVOLUÇÃO CRIATIVA? • Nestas, o Senhor teria cuidado pessoalmente da evolução que se processava na terra. • Esta tentativa, porém, esbarrase na simplicidade, objetividade e congruência do relato bíblico.
  40. 40. O QUE É A EVOLUÇÃO CRIATIVA? • Não houve qualquer tipo de evolução; houve tão somente atos criativos. • E estes independem de eras, mas do tempo determinado pelo Todo-Poderoso.

×