Your SlideShare is downloading. ×
0
PASSADOR DE 1ª e 2ª PASSAGEM
MAÇAROQUEIRA
PSICROMÊTRO GIRATÓRIO e TERMOHIGRÓGRAFO
MEDIÇÕES REALIZADAS COM O APARELHO PSICROMÊTRO
GIRATÓRIO E TERMOHIGRÓGRAFO
PASSADOR I

TEMPERATURA, UMIDADE RELATIVA E UMI...
MEDIÇÕES REALIZADAS COM O APARELHO PSICROMÊTRO
GIRATÓRIO E TERMOHIGRÓGRAFO
PASSADOR II

TEMPERATURA, UMIDADE RELATIVA E UM...
MEDIÇÕES REALIZADAS COM O APARELHO PSICROMÊTRO
GIRATÓRIO E TERMOHIGRÓGRAFO

MAÇAROQUEIRA

TEMPERATURA, UMIDADE RELATIVA E ...
INSTRUMENTOS DE MEDIÇÕES
VELOCIDADE ANGULAR DOS PRINCIPAIS ÓRGÃOS
CALCULADA ATRAVÉS DO DIAGRAMA DA MÁQUINA
PASSADOR I E II

ORGÃOS
PRIMEIRO CILINDR...
VELOCIDADE ANGULAR DOS PRINCIPAIS ÓRGÃOS
CALCULADA ATRAVÉS DO DIAGRAMA DA MÁQUINA
MAÇAROQUEIRA

ORGÃOS
PRIMEIRO CILINDRO
F...
PASSADOR I E II
VALORES OBTIDOS ATRAVÉS DE ENSAIO UTILIZANDO PAPEL CARBONO

DISTÂNCIA DOS PONTOS DE PINÇAGEM ENTRE OS PARE...
MAÇAROQUEIRA
VALORES OBTIDOS ATRAVÉS DE ENSAIO UTILIZANDO PAPEL CARBONO

DISTÂNCIA DOS PONTOS DE PINÇAGEM ENTRE OS PARES D...
MAÇAROQUEIRA
NÚMERO DE ESPIRAS POR UNIDADE DE COMPRIMENTO
Tex
621,05

Ne
0,95

αtex

αe

1,296
t/m
52
t/m
51

1,35
t/in
1,...
MAÇAROQUEIRA
TORÇÕES POR UNIDADE DE COMPRIMENTO
TÍTULO NOMINAL DO PAVIO

Tex
621,05

Ne
0,95

COEFICIENTE DE TORÇÃO RECOME...
PASSADOR I E II
MEDIDO PELO PAQUÍMETRO PRISMÁTICO

DISTANCIA DOS EIXOS DOS CILINDROS CANELADOS
Pares de cilndros
Distancia...
PASSADOR I e II
MEDIDO PELO DURÔMETRO E PAQUÍMETRO

DIÂMETRO E DUREZA DOS CILINDROS REVESTIDOS DE BORRACHA (CILINDROS DE P...
MAÇAROQUEIRA

NÚMERO DO CILINDRO REVESTIDO DE BORRACHA

1

2

3

4

Diâmetro (mm)
Dureza (Shore)
Valores encontrados
Press...
PASSADOR I E II

CARACTERÍSTICAS DO FUNIL CONDENSADOR
FUNIL RECOMENDADO FUNIL UTILIZADO
NÚMERO DO FUNIL
4,2 mm
4,2 mm
DIÂM...
MAÇAROQUEIRA

CARACTERÍSTICAS DOS FUNIS DA MAÇAROQUEIRA
FUNIL RECOMENDADO FUNIL UTILIZADO
Funil de alimentação do último c...
FIBRÓGRAFO 2,5% S.L.
PASSADOR I

LEITURA DO FIBRÓGRAFO EM 2,5 % S.L. (mm)
AMOSTRA DA ENTRADA AMOSTRA DA ZONA TRASEIRA AMOSTRA DA ZONA PRINCIPAL...
PASSADOR I
PASSADOR II
PASSADOR II
MAÇAROQUEIRA

LEITURA DO FIBRÓGRAFO EM 2,5 % S.L. MAÇAROQUEIRA (mm)
NÚMERO DA AMOSTRA DA ENTRADA AMOSTRA DA ZONA TRASEIRA ...
MAÇAROQUEIRA
APARELHO NATI
FITA CARDA
ANALISADA NO APARELHO NATI

corpo de prova
1
2
3
4
X
̅
σ
CV %
Somatório

Amostras Fita Carda
Número de NEPS/gra...
FITA PASSADOR I
ANALISADA NO APARELHO NATI

Amostras Lata Passador 1ª Passagem
Número de NEPS/grama e Trash/grama
NEPS
TRA...
PASSADOR I

EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE NEPS E TRASH (EFICIÊNCIA DE LIMPEZA)
NÚMERO DE NEPS/GRAMA E TRASH/GRAMA (NATI).
Relaç...
PASSADOR I
PASSADOR I
PASSADOR II

corpo de prova
1
2
3
4
X
̅
σ
CV %
Somatório

Amostras Fita 2ª Passagem
Número de NEPS/grama e Trash/grama
NEP...
PASSADOR II

EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE NEPS E TRASH (EFICIÊNCIA DE LIMPEZA)
NÚMERO DE NEPS/GRAMA E TRASH/GRAMA (NATI).
Rela...
PASSADOR II
PASSADOR II
MAÇAROQUEIRA

Amostras do material de entrada (pavio maçaroqueira)
Número de NEPS/grama e Trash/grama
NEPS
TRASH
corpo de ...
MAÇAROQUEIRA

EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE NEPS E TRASH (EFICIÊNCIA DE LIMPEZA)
NÚMERO DE NEPS/GRAMA E TRASH/GRAMA (NATI).
Som...
MAÇAROQUEIRA
MAÇAROQUEIRA
PASSADOR I

Amostras Pneumafil Passador 1
Número de NEPS/grama e Trash/grama
NEPS
TRASH
corpo de prova
≥0,5mm ≥0,7mm ≥1,0m...
PASSADOR II

Amostras Pneumafil Passador 2ª
Número de NEPS/grama e Trash/grama
NEPS
TRASH
corpo de prova
≥0,5mm ≥0,7mm ≥1,...
MAÇAROQUEIRA

Amostras Pneumafil maçaroqueira
Número de NEPS/grama e Trash/grama
NEPS
TRASH
corpo de prova
≥0,5mm ≥0,7mm ≥...
Analisador Shirley
PASSADOR I

ENSAIO DE EFICIÊNCIA DE LIMPEZA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY
ANÁLISE SHIRLEY
PONTOS DE COLETA
(%) Material nã...
PASSADOR I
PASSADOR I
PASSADOR II

ENSAIO DE EFICIÊNCIA DE LIMPEZA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY 2ª PASSAGEM
PONTOS DE COLETA
DAS AMOSTRAS
Mater...
PASSADOR II
PASSADOR II
MAÇAROQUEIRA

ENSAIO DE EFICIÊNCIA DE LIMPEZA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY
PONTOS DE COLETA
DAS AMOSTRAS
Material de
alim...
MAÇAROQUEIRA
MAÇAROQUEIRA
PASSADOR I

ANÁLISE QUANTITATIVA E QUALITATIVA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY
VALOR ABSOLUTO EM
VALOR RELATIVO (%)
MATERIAI...
PASSADOR II

ANÁLISE QUANTITATIVA E QUALITATIVA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY 2ª PASSAEM
VALOR ABSOLUTO EM
MATERIAIS
VALOR...
MAÇAROQUEIRA

ANÁLISE QUANTITATIVA E QUALITATIVA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY MAÇAROQUEIRA
VALOR ABSOLUTO EM
MATERIAIS
VA...
PASSADOR I
ANÁLISE QUANTITATIVA DO PNEUMAFIL ELIMINADO PELO PASSADOR DE 1ª
PASSAGEM
VALOR ABSOLUTO VALOR RELATIVO
MATERIAI...
PASSADOR II

ANÁLISE QUANTITATIVA DO PNEUMAFIL ELIMINADO PELO PASSADOR DE 2ª
PASSAGEM
VALOR ABSOLUTO VALOR RELATIVO
MATERI...
MAÇAROQUEIRA

ANÁLISE QUANTITATIVA DO PNEUMAFIL ELIMINADO PELA MAÇAROQUEIRA
MATERIAIS

VALOR ABSOLUTO VALOR RELATIVO
EM QU...
PASSADOR II
MAÇAROQUEIRA
FIBRÓGRAFO
VALORES DOS COMPRIMENTO DE EXTENSÃO OBTIDOS NO
FIBRÓGRAFO
DESPERDÍCIO
MATERIAL
ALGODÃO DAS FITAS DE DESPERDÍCIO
FIBROSO DO...
VALORES DOS COMPRIMENTO DE EXTENSÃO OBTIDOS NO
FIBRÓGRAFO 2ª PASSAGEM
DESPERDÍCIO
MATERIAL
ALGODÃO DAS FITAS DE DESPERDÍCI...
PASSADOR II
VALORES DOS COMPRIMENTOS DE EXTENSÃO OBTIDOS NO FIBRÓGRAFO
(MAÇAROQUEIRA)
DESPERDÍCIO
DESPERDÍCIO
DESPERDÍCIO
DAS FITAS DE...
MAÇAROQUEIRA
COMPRIMENTOS DE EXTENSÃO ( FIBRÓGRAFO)
% S.L.

ALGODÃO
EM PLUMA

MANTA DE
ALIMENTAÇÃO
DAS CARDAS

FITA DE
CARDA

FITAS DE
...
MAÇAROQUEIRA
VALORES DOS COMPRIMENTOS DE EXTENSÃO OBTIDOS NO
FIBRÓGRAFO (MAÇAROQUEIRA)
DESPERDÍCIO
MATERIAL
DAS FITAS DE
DESPERDÍCIO
AL...
MAÇAROQUEIRA
PASSADOR I
ENSAIO DA VARIAÇÃO DE CORTE DE DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO)
Corpos de prova (g)
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Média (...
PASSADOR II
ENSAIO DA VARIAÇÃO DE CORTE DE DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO)
Corpos de prova (g)
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Média ...
MAÇAROQUEIRA
ENSAIO DA VARIAÇÃO DE CORTE DE DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO)
Corpos de prova (g)
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Média...
PASSADOR I

ENSAIO DA VARIAÇÃO DA MASSA DE CORTE EM DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO)
Numero das latas produzidas
Corpos de ...
PASSADOR II

ENSAIO DA VARIAÇÃO DA MASSA DE CORTE EM DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO)
Numero das latas produzidas
Corpos de...
MAÇAROQUEIRA

ENSAIO DA VARIAÇÃO DA MASSA DE CORTE EM DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO)
Numero das maçarocas produzidas
Corp...
PASSADOR I

PARÂMETROS ESTATÍSTICOS DO TÍTULO DA FITA DE PASSADOR DE
1ª PASSAGEM
Título nominal das fitas produzidas
Títul...
PASSADOR II

PARÂMETROS ESTATÍSTICOS DO TÍTULO DA FITA DE PASSADOR 2ª
PASSAGEM
Título nominal das fitas produzidas
Título ...
MAÇAROQUEIRA

PARÂMETROS ESTATÍSTICOS DO TÍTULO DO PAVIO DA
CORTE DE DEZ
MAÇAROQUEIRA
METROS
Título nominal dos pavios pro...
RPM (orgãos, polias e engrenagens), produção (m/min calandra de saída) e comprimento de onda PASSADOR I E II
Orgãos, polia...
RPM (orgãos, polias e engrenagens), produção (m/min calandra de saída) e comprimento de onda -Maçaroqueira
Orgãos, polias ...
MENSAGEM
APRENDENTES
ARTHUR - CARLOS HENRIQUE - FÁBIO CERQUEIRA - FELIPE NANI - FELIPE PETRONI - GLEYDSON
KARLA - MÁRCIO TÚLIO - MÁ...
Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)
Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)
Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)
Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)
Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)
Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)
Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)
Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)
Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)

1,114

Published on

Apresentação do trabalho de controle d o processo Fiação, desenvolvido pelos aprendentes do curso técnico têxtil em fiação Senai CETIQT 2013

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,114
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
27
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Controle do processo Fiação (passador I, passador II e maçaroqueira)"

  1. 1. PASSADOR DE 1ª e 2ª PASSAGEM MAÇAROQUEIRA
  2. 2. PSICROMÊTRO GIRATÓRIO e TERMOHIGRÓGRAFO
  3. 3. MEDIÇÕES REALIZADAS COM O APARELHO PSICROMÊTRO GIRATÓRIO E TERMOHIGRÓGRAFO PASSADOR I TEMPERATURA, UMIDADE RELATIVA E UMIDADE ABSOLUTA DA SALA DE PASSADORES I (PRIMEIRA PASSAGEM) VALORES ENCONTRADOS SALA DE PASSADORES I Temperatura (°C) 26 °C Umidade Relativa (%) 71% Umidade absoluta (g/Kg) 11,8 g/kg VALORES RECOMENDADOS SALA DE PASSADORES I Temperatura (°C) 23 °C Umidade Relativa (%) 55% Umidade absoluta (g/Kg) 9,5 g/kg
  4. 4. MEDIÇÕES REALIZADAS COM O APARELHO PSICROMÊTRO GIRATÓRIO E TERMOHIGRÓGRAFO PASSADOR II TEMPERATURA, UMIDADE RELATIVA E UMIDADE ABSOLUTA DA SALA DE PASSADORES 2 (SEGUNDA PASSAGEM) VALORES ENCONTRADOS SALA DE PASSADORES II Temperatura (°C) 24 °C Umidade Relativa (%) 69% Umidade absoluta (g/Kg) 13,12 g/kg VALORES RECOMENDADOS SALA DE PASSADORES II Temperatura (°C) 23 °C Umidade Relativa (%) 55% Umidade absoluta (g/Kg) 9,5 g/kg
  5. 5. MEDIÇÕES REALIZADAS COM O APARELHO PSICROMÊTRO GIRATÓRIO E TERMOHIGRÓGRAFO MAÇAROQUEIRA TEMPERATURA, UMIDADE RELATIVA E UMIDADE ABSOLUTA DA SALA DE MAÇAROQUEIRA VALORES ENCONTRADOS SALA DE MAÇAROQUEIRA (1º dia) SALA DE MAÇAROQUEIRA (2º dia) Temperatura (°C) 32,5 °C 27 °C Umidade Relativa (%) 68% 78% Umidade absoluta (g/Kg) 16,38 g/kg 15,14g/kg VALORES RECOMENDADOS SALA DE MAÇAROQUEIRA Temperatura (°C) 23°C Umidade Relativa (%) 55% Umidade absoluta (g/Kg) 9,5 g/kg
  6. 6. INSTRUMENTOS DE MEDIÇÕES
  7. 7. VELOCIDADE ANGULAR DOS PRINCIPAIS ÓRGÃOS CALCULADA ATRAVÉS DO DIAGRAMA DA MÁQUINA PASSADOR I E II ORGÃOS PRIMEIRO CILINDRO CALANDRAS DE SAÍDA VELOCIDADE ANGULAR DOS PRINCIPAIS ÓRGÃOS VELOCIDADE ENCONTRADA (rpm) VELOCIDADE RECOMENDADA (rpm) 3106 3106 2282 2282
  8. 8. VELOCIDADE ANGULAR DOS PRINCIPAIS ÓRGÃOS CALCULADA ATRAVÉS DO DIAGRAMA DA MÁQUINA MAÇAROQUEIRA ORGÃOS PRIMEIRO CILINDRO FUSOS VELOCIDADE ANGULAR DOS PRINCIPAIS ÓRGÃOS MAÇAROQUEIRA VELOCIDADE ENCONTRADA (rpm) VELOCIDADE RECOMENDADA (rpm) 199 199 907 907
  9. 9. PASSADOR I E II VALORES OBTIDOS ATRAVÉS DE ENSAIO UTILIZANDO PAPEL CARBONO DISTÂNCIA DOS PONTOS DE PINÇAGEM ENTRE OS PARES DE CILINDROS PARES DE CILINDROS DISTÂNCIA DOS PONTOS DE PINÇAGEMUTILIZADA DISTÂNCIA DOS PONTOS DE PINÇAGEMLIMITES (3/3) / (2/2) 39 mm 39 mm (2/2) / (1/1) 39 mm 39 mm
  10. 10. MAÇAROQUEIRA VALORES OBTIDOS ATRAVÉS DE ENSAIO UTILIZANDO PAPEL CARBONO DISTÂNCIA DOS PONTOS DE PINÇAGEM ENTRE OS PARES DE CILINDROS MAÇAROQUEIRA PARES DE CILINDROS DISTÂNCIA DOS PONTOS DE PINÇAGEM UTILIZADA DISTÂNCIA DOS PONTOS DE PINÇAGEM LIMITES (1/1) / (2/2) 35 mm 35 mm (2/2) / (3/3) 49 mm 49 mm (3/3) / (4/4) 46 mm 46 mm
  11. 11. MAÇAROQUEIRA NÚMERO DE ESPIRAS POR UNIDADE DE COMPRIMENTO Tex 621,05 Ne 0,95 αtex αe 1,296 t/m 52 t/m 51 1,35 t/in 1,31 t/in 1,3 αtex αe 1,284 1,35 NÚMERO DE ESPIRAS POR POLEGADA RECOMENDADO 47,98 8,11 NÚMERO DE ESPIRAS POR POLEGADA REAL 48,45 7,99 TÍTULO NOMINAL DO PAVIO COEFICIENTE DE TORÇÃO RECOMENDADO PELO FABRICANTE DA MÁQUINA TORÇÕES NOMINAIS POR METRO OU POR POLEGADA TORÇÕES REAIS POR METRO OU POR POLEGADA COEFICIENTE DE TORÇÃO REAL
  12. 12. MAÇAROQUEIRA TORÇÕES POR UNIDADE DE COMPRIMENTO TÍTULO NOMINAL DO PAVIO Tex 621,05 Ne 0,95 COEFICIENTE DE TORÇÃO RECOMENDADO PELO FABRICANTE DA MÁQUINA TORÇÕES NOMINAIS POR METRO OU POR POLEGADA αtex αe 1296 t/m 52 1,35 t/in 1,31 VELOCIDADE ANGULAR DOS FUSOS (rpm) 907 907 VELOCIDADE ANGULAR DO PRIMEIRO CILINDRO (rpm) 199 199 COMPRIMENTO PRODUZIDO (m) 18375,4 18363,6 TORÇÕES REAIS POR METRO OU POR POLEGADA t/m 51 t/in 1,3 αtex αe 1284 1,35 COEFICIENTE DE TORÇÃO REAL
  13. 13. PASSADOR I E II MEDIDO PELO PAQUÍMETRO PRISMÁTICO DISTANCIA DOS EIXOS DOS CILINDROS CANELADOS Pares de cilndros Distancia dos eixos dos cilindros canelados (3/3) / (2/2) 38,5mm (2/2) / (1/1) 37mm
  14. 14. PASSADOR I e II MEDIDO PELO DURÔMETRO E PAQUÍMETRO DIÂMETRO E DUREZA DOS CILINDROS REVESTIDOS DE BORRACHA (CILINDROS DE PRESSÃO) NÚMERO DOS CILINDROS 1º 2º 3º REVESTIDOS DE BORRACHA DIÂMETRO ENCONTRADO 38 mm 38 mm 38 mm DUREZA ENCONTRADA 86 shore 86 shore 86 shore DIÂMETRO RECOMENDADO mínimo 36 mm 36 mm 36 mm DUREZA RECOMENDADA 74 a 83 shore 74 a 83 shore 74 a 83 shore
  15. 15. MAÇAROQUEIRA NÚMERO DO CILINDRO REVESTIDO DE BORRACHA 1 2 3 4 Diâmetro (mm) Dureza (Shore) Valores encontrados Pressão (cor- kgf) Clips do suporte do manchão (cor e altura em mm) Diâmetro (mm) Dureza (Shore) Valores Pressão (cor- kgf) Rencomendados Clips do suporte do manchão (cor e altura em mm) 28 84 Verde- 9,0 28 84 verde- 25,0 28 84 verde-15,0 28 84 verde-15,0 Azul- 4,5mm Azul- 4,5mm Azul- 4,5mm Azul- 4,5mm 28 84 Verde- 9,0 28 84 verde- 25,0 28 84 verde-15,0 28 84 verde-15,0 Azul- 4,5mm Azul- 4,5mm Azul- 4,5mm Azul- 4,5mm
  16. 16. PASSADOR I E II CARACTERÍSTICAS DO FUNIL CONDENSADOR FUNIL RECOMENDADO FUNIL UTILIZADO NÚMERO DO FUNIL 4,2 mm 4,2 mm DIÂMETRO DO FUNIL 4,0 mm 4,0 mm
  17. 17. MAÇAROQUEIRA CARACTERÍSTICAS DOS FUNIS DA MAÇAROQUEIRA FUNIL RECOMENDADO FUNIL UTILIZADO Funil de alimentação do último cilindro 13,7 mm 13,7 mm Funil de alimentação do primeiro cilindro 6 mm 6 mm Condensadores (rotafil) 9 mm 9 mm
  18. 18. FIBRÓGRAFO 2,5% S.L.
  19. 19. PASSADOR I LEITURA DO FIBRÓGRAFO EM 2,5 % S.L. (mm) AMOSTRA DA ENTRADA AMOSTRA DA ZONA TRASEIRA AMOSTRA DA ZONA PRINCIPAL Amostras B.F. B.T. B.F. B.T. B.F. B.T. 1 24,6 26,51 26,08 26,76 26,35 28,28 2 25,58 27,8 26,26 27,76 27,98 28,93 3 27,2 28,7 26,76 28,39 26,52 28,4 4 27,54 27,93 28,2 29,21 28,34 28,91 (Média - X̅ ) 26,23 27,74 26,83 28,03 27,30 28,63
  20. 20. PASSADOR I
  21. 21. PASSADOR II
  22. 22. PASSADOR II
  23. 23. MAÇAROQUEIRA LEITURA DO FIBRÓGRAFO EM 2,5 % S.L. MAÇAROQUEIRA (mm) NÚMERO DA AMOSTRA DA ENTRADA AMOSTRA DA ZONA TRASEIRA AMOSTRA DA ZONA CENTRAL AMOSTRA B.F. B.T. B.F. B.T. B.F. B.T. 1 28,11 28,27 29,3 28,46 28,97 29,66 2 29,05 29,65 28,45 28,48 27,81 29,55 3 29,29 29,53 28,93 31,57 31,36 29,53 4 28,90 29,21 28,7 28,52 27,68 29,44 (Média - X̅ ) 28,84 29,17 28,85 29,26 28,96 29,55 AMOSTRA DA SAÍDA B.F. 29,07 29,18 29,64 29,32 29,30 B.T. 29,65 29,58 30,16 29,73 29,78
  24. 24. MAÇAROQUEIRA
  25. 25. APARELHO NATI
  26. 26. FITA CARDA ANALISADA NO APARELHO NATI corpo de prova 1 2 3 4 X ̅ σ CV % Somatório Amostras Fita Carda Número de NEPS/grama e Trash/grama NEPS TRASH ≥0,5mm ≥0,7mm ≥1,0mm ≥0,25mm ≥0,5mm 118 41 5 64 7 112 37 6 68 16 95 37 8 180 43 108 36 6 438 29 108,25 37,75 6,25 187,50 23,75 9,743 2,217 1,258 175,441 15,692 9,0 5,9 20,1 93,6 66,1 152 211
  27. 27. FITA PASSADOR I ANALISADA NO APARELHO NATI Amostras Lata Passador 1ª Passagem Número de NEPS/grama e Trash/grama NEPS TRASH corpo de prova ≥0,5mm ≥0,7mm ≥1,0mm ≥0,25mm ≥0,5mm 1 81 24 3 136 24 2 112 53 8 92 22 3 125 41 7 104 24 4 122 47 9 117 13 X ̅ 110,00 41,25 6,75 112,25 20,75 σ 20,116 12,500 2,630 18,839 5,252 CV % 18,3 30,3 39,0 16,8 25,3 Somatório 158 133
  28. 28. PASSADOR I EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE NEPS E TRASH (EFICIÊNCIA DE LIMPEZA) NÚMERO DE NEPS/GRAMA E TRASH/GRAMA (NATI). Relação dos pontos Somatório Eficiência Somatório Eficiêcia de materiais e das de de remoção de remoção de máquinas neps/grama de neps (%) trash/grama trash (%) Amostras do material 152 211 de entrada (fitas de carda) Amostras do material 158 133 de saída(fitas de passador I) PASSADOR DE PRIMEIRA PASSAGEM (PASSADOR I) -3,95 36,97
  29. 29. PASSADOR I
  30. 30. PASSADOR I
  31. 31. PASSADOR II corpo de prova 1 2 3 4 X ̅ σ CV % Somatório Amostras Fita 2ª Passagem Número de NEPS/grama e Trash/grama NEPS TRASH ≥0,5mm ≥0,7mm ≥1,0mm ≥0,25mm ≥0,5mm 127 56 8 97 20 109 31 4 117 17 113 33 5 136 23 110 39 7 118 18 114,75 39,75 6,00 117,00 19,50 69,000 129,000 33,300 254,000 7,000 1,66 3,10 1,80 4,60 2,78 161 137
  32. 32. PASSADOR II EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE NEPS E TRASH (EFICIÊNCIA DE LIMPEZA) NÚMERO DE NEPS/GRAMA E TRASH/GRAMA (NATI). Relação dos pontos Somatório Eficiência de Somatório Eficiêcia de materiais e das de remoção de de remoção de máquinas neps/grama neps (%) trash/grama trash (%) Amostras do material 158 133 de entrada (fitas de passador 1ª passagem) Amostras do material 161 137 de saída(fitas de passador 2ª passagem) PASSADOR DE SEGUNDA PASSAGEM (PASSADOR II) -1,90 -3,01
  33. 33. PASSADOR II
  34. 34. PASSADOR II
  35. 35. MAÇAROQUEIRA Amostras do material de entrada (pavio maçaroqueira) Número de NEPS/grama e Trash/grama NEPS TRASH corpo de prova ≥0,5mm ≥0,7mm ≥1,0mm ≥0,25mm ≥0,5mm 1 147 52 8 108 20 2 130 48 9 120 29 3 130 48 8 107 23 4 172 63 11 129 30 X ̅ 144,75 52,75 9,00 116 25,50 σ 19,856 7,089 1,414 10,488 4,796 CV % 13,7 13,4 15,7 9,0 18,8 Somatório 207 142
  36. 36. MAÇAROQUEIRA EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE NEPS E TRASH (EFICIÊNCIA DE LIMPEZA) NÚMERO DE NEPS/GRAMA E TRASH/GRAMA (NATI). Somatório Eficiência Somatório Eficiêcia de Relação dos pontos materiais de de remoção de remoção de e das máquinas neps/grama de neps (%) trash/grama trash (%) Amostras do material de entrada (fitas de passador II) 161 137 Amostras do material de saída(pavios produzidos pela maçaroqueria) 207 142 MAÇAROQUEIRA -28,57 -3,65
  37. 37. MAÇAROQUEIRA
  38. 38. MAÇAROQUEIRA
  39. 39. PASSADOR I Amostras Pneumafil Passador 1 Número de NEPS/grama e Trash/grama NEPS TRASH corpo de prova ≥0,5mm ≥0,7mm ≥1,0mm ≥0,25mm ≥0,5mm 1 1063 542 186 56 13 X̅ 1063 542 186 56 13 σ CV % Somatório 1791 69
  40. 40. PASSADOR II Amostras Pneumafil Passador 2ª Número de NEPS/grama e Trash/grama NEPS TRASH corpo de prova ≥0,5mm ≥0,7mm ≥1,0mm ≥0,25mm ≥0,5mm 1 328 128 18 40 3 X̅ 328 128 18 40 3 σ CV % Somatório 474 43
  41. 41. MAÇAROQUEIRA Amostras Pneumafil maçaroqueira Número de NEPS/grama e Trash/grama NEPS TRASH corpo de prova ≥0,5mm ≥0,7mm ≥1,0mm ≥0,25mm ≥0,5mm 1 215 117 40 164 43 X̅ 215 117 40 164 43 σ CV % Somatório 372 207
  42. 42. Analisador Shirley
  43. 43. PASSADOR I ENSAIO DE EFICIÊNCIA DE LIMPEZA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY ANÁLISE SHIRLEY PONTOS DE COLETA (%) Material não (%) Material fibroso (%) Material não DAS AMOSTRAS fibroso invisível ( (F) fibroso visível (Rv) Rinv) ou (Perda) Material de 97,90 0,39 1,71 alimentação ( Fitas de Carda) Material produzido 98,38 0,37 1,25 (fitas de passador 1º passagem). EFICIÊNCIA DE LIMPEZA 22,86 DO PASSADOR 1º PASSAGEM (%) TOTAL DE MATERIAL NÃO FIBROSO 2,10 1,62
  44. 44. PASSADOR I
  45. 45. PASSADOR I
  46. 46. PASSADOR II ENSAIO DE EFICIÊNCIA DE LIMPEZA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY 2ª PASSAGEM PONTOS DE COLETA DAS AMOSTRAS Material de alimentação ( Fitas de passador 1ª passagem) Material produzido (fitas de passador 2º passagem). EFICIÊNCIA DE LIMPEZA DO PASSADOR 2º PASSAGEM (%) Material fibroso (F) ANÁLISE SHIRLEY (%) Material não (%) TOTAL DE (%) Material não fibroso invisível ( MATERIAL NÃO fibroso visível (Rv) Rinv) ou (Perda) FIBROSO 98,38 0,37 1,25 1,62 98,25 0,50 1,25 1,75 -8,02
  47. 47. PASSADOR II
  48. 48. PASSADOR II
  49. 49. MAÇAROQUEIRA ENSAIO DE EFICIÊNCIA DE LIMPEZA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY PONTOS DE COLETA DAS AMOSTRAS Material de alimentação ( Fitas de passador 2ª passagem) Material produzido (pavios de maçaroqueira) EFICIÊNCIA DE LIMPEZA DA MAÇAROQUEIRA (%) Material fibroso (F) ANÁLISE SHIRLEY (%) Material não (%) TOTAL DE (%) Material não fibroso invisível ( MATERIAL NÃO fibroso visível (Rv) Rinv) ou (Perda) FIBROSO 98,25 0,50 1,25 1,75 98,07 0,81 1,12 1,93 -10,29
  50. 50. MAÇAROQUEIRA
  51. 51. MAÇAROQUEIRA
  52. 52. PASSADOR I ANÁLISE QUANTITATIVA E QUALITATIVA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY VALOR ABSOLUTO EM VALOR RELATIVO (%) MATERIAIS GRAMAS (g) RESÍDUO (PNEUMAFIL) - (corpo de prova) 2,72 100,00 MATERIAL FIBROSO (F) 1,51 55,51 MATERIAL NÃO FIBROSO VISÍVEL (Rv) 0,40 14,71 MATERIAL NÃO FIBROSO INVISÍVEL (Rinv) 0,81 29,78 TOTAL DO MATERIAL NÃO FIBROSO (Rt) 1,21 44,49
  53. 53. PASSADOR II ANÁLISE QUANTITATIVA E QUALITATIVA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY 2ª PASSAEM VALOR ABSOLUTO EM MATERIAIS VALOR RELATIVO (%) GRAMAS (g) RESÍDUO (PNEUMAFIL) - (corpo de prova) 11,27 100,00 MATERIAL FIBROSO (F) 7,79 69,12 MATERIAL NÃO FIBROSO VISÍVEL (Rv) 1,15 10,20 MATERIAL NÃO FIBROSO INVISÍVEL (Rinv) 2,33 20,67 TOTAL DO MATERIAL NÃO FIBROSO (Rt) 3,48 30,88
  54. 54. MAÇAROQUEIRA ANÁLISE QUANTITATIVA E QUALITATIVA ATRAVÉS DO ANALISADOR SHIRLEY MAÇAROQUEIRA VALOR ABSOLUTO EM MATERIAIS VALOR RELATIVO (%) GRAMAS (g) RESÍDUO (PNEUMAFIL) - (corpo de prova) 3,60 100 MATERIAL FIBROSO (F) 3,41 94,72 MATERIAL NÃO FIBROSO VISÍVEL (Rv) 0,10 2,78 MATERIAL NÃO FIBROSO INVISÍVEL (Rinv) 0,09 2,50 TOTAL DO MATERIAL NÃO FIBROSO (Rt) 0,19 5,28
  55. 55. PASSADOR I ANÁLISE QUANTITATIVA DO PNEUMAFIL ELIMINADO PELO PASSADOR DE 1ª PASSAGEM VALOR ABSOLUTO VALOR RELATIVO MATERIAIS EM QUILOS (kg) (%) PESO DAS FITAS PRODUZIDAS (PESO 41,190 97,03 DAS LATAS CHEIAS E LATAS VAZIAS) PESO DO RESÍDUO (PNEUMAFIL) 0,003 0,01 ELIMINADO PELO PASSADOR PESO DOS DESPERDÍCIOS 1,260 2,97 ACIDENTAIS GERADOS DURANTE O PROCESSAMENTO. SOMATÓRIO DOS PESOS DAS FITAS PRODUZIDAS COM OS 42,453 100,00 DESPERDÍCIOS E COM O RESÍDUO (PNEUMAFIL) ELIMINADO
  56. 56. PASSADOR II ANÁLISE QUANTITATIVA DO PNEUMAFIL ELIMINADO PELO PASSADOR DE 2ª PASSAGEM VALOR ABSOLUTO VALOR RELATIVO MATERIAIS EM QUILOS (kg) (%) PESO DAS FITAS PRODUZIDAS (PESO 30,69 89,73 DAS LATAS CHEIAS E LATAS VAZIAS) PESO DO RESÍDUO (PNEUMAFIL) 0,011 0,03 ELIMINADO PELO PASSADOR PESO DOS DESPERDÍCIOS 3,500 10,23 ACIDENTAIS GERADOS DURANTE O PROCESSAMENTO. SOMATÓRIO DOS PESOS DAS FITAS PRODUZIDAS COM OS 34,201 100,00 DESPERDÍCIOS E COM O RESÍDUO (PNEUMAFIL) ELIMINADO
  57. 57. MAÇAROQUEIRA ANÁLISE QUANTITATIVA DO PNEUMAFIL ELIMINADO PELA MAÇAROQUEIRA MATERIAIS VALOR ABSOLUTO VALOR RELATIVO EM QUILOS (kg) (%) PESO DOS PAVIOS PRODUZIDOS (PESO DAS CANELAS CHEIAS - PESO DAS CANELAS VAZIAS) 11,650 93,09 PESO DO RESÍDUO (PNEUMAFIL) ELIMINADO PELA MAÇAROQUEIRA 0,007 0,06 PESO DOS DESPERDÍCIOS ACIDENTAIS GERADOS DURANTE O PROCESSAMENTO. 0,858 6,86 SOMATÓRIO DOS PESOS DOS PAVIOS PRODUZIDOS COM OS DESPERDÍCIOS E COM O RESÍDUO (PNEUMAFIL) ELIMINADO 12,515 100,00
  58. 58. PASSADOR II
  59. 59. MAÇAROQUEIRA
  60. 60. FIBRÓGRAFO
  61. 61. VALORES DOS COMPRIMENTO DE EXTENSÃO OBTIDOS NO FIBRÓGRAFO DESPERDÍCIO MATERIAL ALGODÃO DAS FITAS DE DESPERDÍCIO FIBROSO DO % S.L. EM ALIMENTAÇÃO DAS FITAS RESÍDUO PLUMA (FITAS DE PRODUZIDAS (PNEUMAFIL) CARDA) POSIÇÕES NO S.L.1 (2,5%) PASSADOR I 45,0 50,0 55,0 60,0 66,6 70,0 75,0 80,0 85,0 90,0 95,0 99,0 14,68 13,99 13,87 13,21 12,88 12,43 12,10 11,70 10,92 10,80 10,44 10,31 9,63 9,62 8,80 8,87 7,97 8,11 7,03 7,24 6,01 6,19 5,07 4,94 13,46 12,75 12,02 11,36 10,39 10,07 9,40 8,67 7,94 7,07 6,09 4,89 8,76 8,19 7,61 7,19 6,71 6,52 6,18 5,86 5,54 5,18 4,77 3,81 POSIÇÕES NO S.L.2 (50 %) 1,0 2,5 7,5 10,0 12,5 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 42,5 29,71 28,76 27,45 26,50 24,40 23,14 23,16 21,97 22,20 21,06 21,66 20,23 20,27 18,85 18,84 17,65 18,17 16,63 17,11 15,73 16,34 14,89 15,72 14,74 28,90 26,42 22,89 21,73 20,71 19,95 18,59 17,33 16,60 15,17 14,58 14,47 23,68 20,47 16,53 15,22 14,26 13,53 12,34 11,43 10,87 10,23 9,28 8,79
  62. 62. VALORES DOS COMPRIMENTO DE EXTENSÃO OBTIDOS NO FIBRÓGRAFO 2ª PASSAGEM DESPERDÍCIO MATERIAL ALGODÃO DAS FITAS DE DESPERDÍCIO FIBROSO DO % S.L. EM ALIMENTAÇÃO DAS FITAS RESÍDUO PLUMA (passador 1ª PRODUZIDAS (PNEUMAFIL) passagem) POSIÇÕES NO S.L.1 (2,5%) PASSADOR II 45,0 50,0 55,0 60,0 66,6 70,0 75,0 80,0 85,0 90,0 95,0 99,0 14,68 13,87 12,88 12,10 10,92 10,44 9,63 8,80 7,97 7,03 6,01 5,07 13,46 12,75 12,02 11,36 10,39 10,07 9,40 8,67 7,94 7,07 6,09 4,89 14,06 13,19 12,50 11,77 10,84 10,41 9,65 8,85 7,97 7,11 6,09 4,84 11,35 10,75 10,20 9,46 8,77 8,40 7,72 7,20 6,72 6,10 5,48 4,60 POSIÇÕES NO S.L.2 (50 %) 1,0 2,5 7,5 10,0 12,5 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 42,5 29,71 27,45 24,40 23,16 22,20 21,66 20,27 18,84 18,17 17,11 16,34 15,72 28,76 26,50 23,14 21,97 21,06 20,23 18,85 17,65 16,63 15,73 14,89 14,74 29,61 26,66 23,33 22,03 21,09 20,33 19,01 17,78 16,77 15,77 14,91 14,72 26,87 24,17 20,48 19,13 18,23 17,39 15,82 14,53 13,53 12,67 11,84 11,88
  63. 63. PASSADOR II
  64. 64. VALORES DOS COMPRIMENTOS DE EXTENSÃO OBTIDOS NO FIBRÓGRAFO (MAÇAROQUEIRA) DESPERDÍCIO DESPERDÍCIO DESPERDÍCIO DAS FITAS DE DE PAVIOS ALGODÃO DAS MECHAS % S.L. ALIMENTAÇÃO PROCESSADOS PNEUMAFIL EM PLUMA NA SAÍDA DO (passador 2ª NO 1º CILINDRO passagem) ANALISADOR POSIÇÕES NO S.L.1 (2,5%) MAÇAROQUEIRA 45,0 50,0 55,0 60,0 66,6 70,0 75,0 80,0 85,0 90,0 95,0 99,0 14,68 13,87 12,88 12,10 10,92 10,44 9,63 8,80 7,97 7,03 6,01 5,07 14,06 13,19 12,50 11,77 10,84 10,41 9,65 8,85 7,97 7,11 6,09 4,84 13,25 12,49 11,68 10,90 9,92 9,45 8,75 7,95 7,03 6,29 5,45 4,45 14,41 13,49 12,65 11,82 10,99 10,25 9,52 8,76 7,88 7,21 5,96 4,81 13,66 12,79 12,18 11,22 10,22 9,61 8,97 8,16 7,42 6,58 5,62 4,77 31,41 28,90 25,26 24,00 22,96 22,04 20,72 18,98 17,74 16,89 14,35 13,52 28,78 26,51 23,36 22,07 21,19 20,4 19,09 17,12 16,62 15,97 15,18 14,80 POSIÇÕES NO S.L.2 (50 %) 1,0 2,5 7,5 10,0 12,5 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 42,5 29,71 27,45 24,40 23,16 22,20 21,66 20,27 18,84 18,17 17,11 16,34 15,72 29,61 26,66 23,33 22,03 21,09 20,33 19,01 17,78 16,77 15,77 14,91 14,72 28,98 26,74 23,10 21,75 20,80 19,99 18,74 17,56 16,25 15,19 13,80 13,58
  65. 65. MAÇAROQUEIRA
  66. 66. COMPRIMENTOS DE EXTENSÃO ( FIBRÓGRAFO) % S.L. ALGODÃO EM PLUMA MANTA DE ALIMENTAÇÃO DAS CARDAS FITA DE CARDA FITAS DE PASSADOR I FITAS DE PASSADOR II MECHAS NA SAÍDA DO PRIMEIRO CILINDRO DA MAÇAROQUEIRA 14,06 13,19 12,50 11,77 10,84 10,41 9,65 8,85 7,97 7,11 6,09 4,84 13,25 12,49 11,68 10,90 9,92 9,45 8,75 7,95 7,03 6,29 5,45 4,45 29,61 26,66 23,33 22,03 21,09 20,33 19,01 17,78 16,77 15,77 14,91 14,72 29,98 POSIÇÕES NO S.L.1 (2,5%) 45,0 50,0 55,0 60,0 66,6 70,0 75,0 80,0 85,0 90,0 95,0 99,0 14,68 13,87 12,88 12,10 10,92 10,44 9,63 8,80 7,97 7,03 6,01 5,07 14,89 13,99 14,03 13,21 13,22 12,43 12,42 11,70 11,35 10,80 10,8 10,31 9,94 9,62 9,08 8,87 8,17 8,11 7,19 7,24 6,03 6,19 4,79 4,94 13,46 12,75 12,02 11,36 10,39 10,07 9,40 8,67 7,94 7,07 6,09 4,89 POSIÇÕES NO S.L.2 (50 %) 1,0 2,5 7,5 10,0 12,5 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 42,5 29,71 27,45 24,40 23,16 22,20 21,66 20,27 18,84 18,17 17,11 16,34 15,72 31,08 28,76 28,16 26,50 24,72 23,14 23,52 21,97 22,64 21,06 21,81 20,23 20,38 18,85 19,13 17,65 18,23 16,63 17,03 15,73 15,8 14,89 15,53 14,74 28,90 26,42 22,89 21,73 20,71 19,95 18,59 17,33 16,60 15,17 14,58 14,47 26,74 23,10 21,75 20,80 19,99 18,74 17,56 16,25 15,19 13,80 13,58
  67. 67. MAÇAROQUEIRA
  68. 68. VALORES DOS COMPRIMENTOS DE EXTENSÃO OBTIDOS NO FIBRÓGRAFO (MAÇAROQUEIRA) DESPERDÍCIO MATERIAL DAS FITAS DE DESPERDÍCIO ALGODÃO EM FIBROSO DO % S.L. ALIMENTAÇÃO DE PAVIOS PLUMA RESÍDUO (FITAS PRODUZIDOS (PNEUMAFIL) PASSADOR II ) POSIÇÕES NO S.L.1 (2,5%) MAÇAROQUEIRA 45,0 50,0 55,0 60,0 66,6 70,0 75,0 80,0 85,0 90,0 95,0 99,0 14,68 13,87 12,88 12,10 10,92 10,44 9,63 8,80 7,97 7,03 6,01 5,07 14,06 13,19 12,50 11,77 10,84 10,41 9,65 8,85 7,97 7,11 6,09 4,84 14,41 13,49 12,65 11,82 10,99 10,25 9,52 8,76 7,88 7,21 5,96 4,81 13,66 12,79 12,18 11,22 10,22 9,61 8,97 8,16 7,42 6,58 5,62 4,77 POSIÇÕES NO S.L.2 (50 %) 1,0 2,5 7,5 10,0 12,5 15,0 20,0 25,0 30,0 35,0 40,0 42,5 29,71 27,45 24,40 23,16 22,20 21,66 20,27 18,84 18,17 17,11 16,34 15,72 29,61 26,66 23,33 22,03 21,09 20,33 19,01 17,78 16,77 15,77 14,91 14,72 31,41 28,90 25,26 24,00 22,96 22,04 20,72 18,98 17,74 16,89 14,35 13,52 28,78 26,51 23,36 22,07 21,19 20,4 19,09 17,12 16,62 15,97 15,18 14,80
  69. 69. MAÇAROQUEIRA
  70. 70. PASSADOR I ENSAIO DA VARIAÇÃO DE CORTE DE DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO) Corpos de prova (g) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Média (x̅) g Desvio padrão (σ)g CV w% Q95%(±) Limite inferior Llimite superior Média (x )g ̅ Desvio padrão (σ)g CV b% ou CV t% Q95% (±) Limites 1 51,09 50,89 51,07 51,09 50,87 50,85 51,03 50,72 50,90 50,86 50,94 0,126 0,2 0,09 50,85 51,03 Inferior 2 49,43 49,09 49,36 49,06 54,17 59,06 49,18 49,29 49,08 49,05 50,68 3,338 6,6 2,39 48,29 53,06 3 50,92 50,85 50,91 50,93 50,64 50,70 50,62 50,96 50,68 50,58 50,78 0,148 0,3 0,11 50,67 50,89 51,03 Número das latas produzidas 4 5 6 52,16 52,29 52,05 51,93 52,12 52,95 52,12 52,17 52,66 51,72 52,30 51,90 51,92 52,00 51,60 51,75 52,13 51,98 51,97 53,08 51,62 51,57 53,00 51,49 51,81 52,13 51,62 51,85 51,66 51,63 51,88 52,29 51,95 0,180 0,435 0,491 0,3 0,8 0,9 0,13 0,31 0,35 51,75 51,98 51,60 52,01 52,60 52,30 51,28 1,234 2,4 0,26 Superior 7 50,87 50,72 50,78 50,74 50,47 50,66 50,55 50,13 50,46 50,41 50,58 0,220 0,4 0,16 50,42 50,74 8 51,41 51,27 51,89 51,70 51,49 51,06 51,32 50,92 51,07 50,95 51,31 0,322 0,6 0,23 51,08 51,54 51,54 9 51,42 51,33 51,22 51,33 51,26 50,92 51,12 51,02 50,89 51,07 51,16 0,182 0,4 0,13 51,03 51,29
  71. 71. PASSADOR II ENSAIO DA VARIAÇÃO DE CORTE DE DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO) Corpos de prova (g) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Média (x̅) g Desvio padrão (σ)g CV w% Q95%(±) Limite inferior Llimite superior Média (x )g ̅ Desvio padrão (σ)g CV b% ou CV t% Q95 % (±) Limites 1 49,69 49,14 49,22 49,32 49,46 49,3 49,48 49,37 49,12 49,19 49,33 0,177 0,4 0,13 49,20 49,46 Inferior 2 49,27 49,34 49,09 49,29 49,1 49,3 49,43 49,37 49,12 49,18 49,25 0,120 0,2 0,09 49,16 49,33 3 49,31 49,2 49,55 49,36 49,27 49,24 49,35 49,4 49,37 49,47 49,35 0,105 0,2 0,08 49,28 49,43 49,39 Número das latas produzidas 4 5 6 49,2 49,32 50,15 49,13 49,36 50,42 49,26 49,32 50,59 49,1 49,24 50,12 49,19 49,25 50,51 49,16 49,43 50,1 49,22 49,41 50,23 49,12 49,41 50,45 49,1 49,31 50,03 49,24 49,44 50,08 49,17 49,35 50,27 0,058 0,072 0,204 0,1 0,1 0,4 0,04 0,05 0,15 49,13 49,30 50,12 49,21 49,40 50,41 49,50 0,508 1,0 0,11 Superior 7 50,95 50,4 50,74 50,03 50,79 50,53 50,21 50,02 50,4 50,16 50,42 0,326 0,6 0,23 50,19 50,66 8 49,19 49,66 49,08 49,28 49,34 49,7 49,43 49,53 49,64 49,56 49,44 0,212 0,4 0,15 49,29 49,59 49,60 9 48,73 48,48 48,85 49,04 48,94 48,94 48,91 49,04 49,1 48,89 48,89 0,179 0,4 0,13 48,76 49,02
  72. 72. MAÇAROQUEIRA ENSAIO DA VARIAÇÃO DE CORTE DE DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO) Corpos de prova (g) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Média (x̅) g Desvio padrão (σ)g CV w% Q95%(±) Limite inferior Llimite superior Média (x )g ̅ Desvio padrão (σ)g CV b% ou CV t% Q95% (±) Limites 1 6,28 6,3 6,24 6,29 6,28 6,28 6,29 6,30 6,24 6,22 6,27 0,028 0,4 0,02 6,25 6,29 Inferior 2 6,31 6,28 6,27 6,23 6,27 6,31 6,34 6,28 6,25 6,3 6,28 0,032 0,5 0,02 6,26 6,31 Número das maçarocas produzidas 3 4 5 6 6,38 6,28 6,45 6,25 6,34 6,28 6,43 6,25 6,34 6,3 6,45 6,29 6,35 6,26 6,38 6,31 6,3 6,26 6,39 6,31 6,35 6,29 6,42 6,33 6,32 6,29 6,47 6,31 6,34 6,28 6,41 6,26 6,36 6,27 6,46 6,27 6,35 6,29 6,46 6,32 6,34 6,28 6,43 6,29 0,022 0,013 0,031 0,030 0,3 0,2 0,5 0,5 0,02 0,01 0,02 0,02 6,33 6,27 6,41 6,27 6,36 6,29 6,45 6,31 6,31 0,053 0,8 0,01 6,30 Superior 7 6,32 6,30 6,26 6,28 6,27 6,28 6,29 6,26 6,27 6,32 6,29 0,022 0,4 0,02 6,27 6,30 8 6,33 6,30 6,26 6,28 6,32 6,32 6,30 6,32 6,32 6,35 6,31 0,026 0,4 0,02 6,29 6,33 6,32 9 6,33 6,34 6,35 6,28 6,32 6,32 6,30 6,32 6,32 6,35 6,32 0,022 0,3 0,02 6,31 6,34
  73. 73. PASSADOR I ENSAIO DA VARIAÇÃO DA MASSA DE CORTE EM DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO) Numero das latas produzidas Corpos de prova (1) 1 2 3 4 5 6 7 8 Somátorio da massa dos dez corpos de prova por lata (g) Média(x̅ )g 509,37 506,77 507,79 518,80 522,88 512,84 Desvio padrão (σ)g 6,189 Coeficiente de variação (CVb% ou CVt) 1,2 Q95%(±) Limite Inferior Limite Superior 4,76 508,08 517,60 519,50 505,79 513,08 9 511,58
  74. 74. PASSADOR II ENSAIO DA VARIAÇÃO DA MASSA DE CORTE EM DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO) Numero das latas produzidas Corpos de prova (1) 1 2 3 4 5 6 7 8 Somátorio da massa dos dez corpos de 493,29 prova por lata (g) Média(x̅ )g 492,49 493,52 491,72 493,49 494,97 Desvio padrão (σ)g 5,074 Coeficiente de variação (CVb% ou CVt) 1,0 Q95%(±) Limite Inferior Limite Superior 3,90 491,07 498,87 502,68 504,23 494,41 9 488,92
  75. 75. MAÇAROQUEIRA ENSAIO DA VARIAÇÃO DA MASSA DE CORTE EM DEZ METROS (VARIAÇÃO DE TÍTULO) Numero das maçarocas produzidas Corpos de prova (1) 1 2 3 4 5 6 7 8 Somátorio da massa dos dez corpos de prova por lata (g) Média(x̅ )g 62,72 62,84 63,43 62,80 64,32 63,13 Desvio padrão (σ)g 0,501 Coeficiente de variação (CVb% ou CVt) 0,8 Q95%(±) Limite Inferior Limite Superior 0,39 62,75 63,52 62,90 62,85 63,10 9 63,23
  76. 76. PASSADOR I PARÂMETROS ESTATÍSTICOS DO TÍTULO DA FITA DE PASSADOR DE 1ª PASSAGEM Título nominal das fitas produzidas Título real ou efetivo das fitas produzidas ( média aritmética - x̅ ) Desvio padrão do título (σ) Coeficiente de variação do título (CV%) Desvio do título efetivo em relação ao título nominal Título nominal das fitas de carda (alimentação) Título nominal das fitas de carda (média-x̅ ) Duplicação Estiragem prática nominal Estiragem prática nominal CORTE DE DEZ METROS 0,120 0,115 0,004 3,0 4,13 0,120 0,109 8 8 8,44 CORTE DE CEM METROS 0,120 0,115 0,004 3,0 4,13 0,120 0,109 8 8 8,44
  77. 77. PASSADOR II PARÂMETROS ESTATÍSTICOS DO TÍTULO DA FITA DE PASSADOR 2ª PASSAGEM Título nominal das fitas produzidas Título real ou efetivo das fitas produzidas ( média aritmética - x̅ ) Desvio padrão do título (σ) Coeficiente de variação do título (CV%) Desvio do título efetivo em relação ao título nominal Título nominal das fitas de passador 1ª passagem (alimentação) Título nominal das fitas de passador 1ª passagem (média-x̅ ) Duplicação Estiragem prática nominal Estiragem prática nominal CORTE DE DEZ METROS 0,120 0,119 0,001 0,5 0,668 0,120 0,115 8 8 8,29 CORTE DE CEM METROS 0,120 0,119 0,001 0,5 0,668 0,120 0,115 8 8 8,29
  78. 78. MAÇAROQUEIRA PARÂMETROS ESTATÍSTICOS DO TÍTULO DO PAVIO DA CORTE DE DEZ MAÇAROQUEIRA METROS Título nominal dos pavios produzidos 0,95 Título real ou efetivo dos pavios produzidos ( média aritmética - x̅ ) 0,93 Desvio padrão do título (σ) 0,011 Coeficiente de variação do título (CV%) 1,2 Desvio do título efetivo em relação ao título nominal 1,6 Título nominal das fitas de passador 2ª passagem (alimentação) 0,120 Título nominal das fitas de passador 2ª passagem (média-x̅ ) 0,119 Estiragem prática nominal 7,92 Estiragem prática real 7,85 CORTE DE CEM METROS 0,95 0,93 0,011 1,2 1,6 0,120 0,119 7,92 7,85
  79. 79. RPM (orgãos, polias e engrenagens), produção (m/min calandra de saída) e comprimento de onda PASSADOR I E II Orgãos, polias e engrenagens RPM dos orgãos e polias Motor Polia motora DM e polia DA Polias ø 24mm e do motor variador84mm Polias ø 30mm e 31mm Polia NW ø 29mm e Polia NW2 (PE) ø 38mm Polia Z ø 36mm e polia W3 ø 50mm Polia W2 ø 33mm e polia W1 ø 23mm Cilindros alimentadores e polias ø 25mm Engrenagem cônica 22dentes e 51dentes Polia W8 ø 55mm e W9 ø 20mm Polias ø 21mm e AW2 ø 36mm Polias ø 31mm, 31mm e 3º cilindro canelado Polias ø 29mm, 20mm e 2º cilindro canelado Polias ø 21mm e AW1 ø 23mm 1º cilindro canelado Conjunto de engrenagens cônicas (1,5:1) Polia ø 23mm,20mm, 18mm,18mm e Calandrinhas Polia ø 113,9mm e prato superior Engrenagem W5 29 dentes e prato inferior 3600 3401,57 971,88 3291,85 741,70 534,02 766,21 766,21 230,36 1468,56 1984,25 741,70 977,69 3105,79 2976,38 2281,89 946,95 648,98 Produção(m/min da calandra de saída) 394,08 Comprimento de onda em m (ʎ) ʎ/2 ʎ/3 0,116 0,405 0,120 0,531 0,738 0,514 0,514 1,711 0,268 0,199 0,531 0,403 0,127 0,132 0,173 0,416 0,607 0,058 0,203 0,060 0,266 0,369 0,257 0,257 0,855 0,134 0,099 0,266 0,202 0,063 0,066 0,086 0,208 0,304 0,039 0,135 0,040 0,177 0,246 0,171 0,171 0,570 0,089 0,066 0,177 0,134 0,042 0,044 0,058 0,139 0,202
  80. 80. RPM (orgãos, polias e engrenagens), produção (m/min calandra de saída) e comprimento de onda -Maçaroqueira Orgãos, polias e engrenagens RPM Motor Polias ø128mm e ø200mm Engrenagens 50 dentes e 66 dentes Engrenagens EMT( 44 dentes) e 40 dentes Engrenagens 24 dentes e 90 dentes 1º cilindro canelado Engrenagens 18 dentes e 19 dentes 2º cilindro canelado Engrenagens 22 dentes e 82 dentes Engrenagens EMEF(35 dentes) e 57 dentes 3º cilindro canelado Engrenagens 28 dentes e 55 dentes Engrenagens EMT(38 dentes) e 25 dentes 4º cilindro canelado Engrenagens 18 dentes e 60 dentes Engrenagens 60 dentes e 34 dentes Polias ø15mm, ø15mm e cilindro alimentador Polias ø30mm e ø39mm Engrenagens cônicas 44 dentes, 33 dentes e fuso Engrenagens 40 dentes e 50 dentes Conjunto polias ø23mm e ø23mm (2) Engrenagens 45 dentes e 36 dentes Engrenagens cônicas 44 dentes, 33 dentes e Canela Cones TC e BC Engrenagens 30 dentes e 42 dentes Engrenagens 30 dentes e 42 dentes Engrenagens EMB(37 dentes) e 70 dentes Conjunto polias ø23mm e ø23mm (2) Engrenagens 45 dentes e 36 dentes Engrenagens cônicas 13 dentes e 70 dentes Engrenagens cônicas 13 dentes e Gêmeas (100 dentes) Engrenagens EMA(22 dentes) e 50 dentes Engrenagens 40 dentes e 55 dentes Engrenagens 20 dentes e 62 dentes, Cremalheira Do carro (carro) 1775,00 1136,00 860,61 946,67 252,44 252,44 239,16 239,16 67,73 41,59 41,59 21,17 32,18 32,18 9,65 17,04 17,04 873,85 1165,13 908,80 908,80 1136,00 1514,67 946,67 676,19 482,99 255,30 255,30 319,12 125,58 15,07 6,63 4,82 1,56 Produção (m/min da saída do 1º cilindro) 29,89 Comprimento de onda em m (ʎ) ʎ/2 ʎ/3 0,026 0,035 0,032 0,118 0,118 0,125 0,125 0,441 0,719 0,719 1,412 0,929 0,929 3,096 1,755 1,755 0,034 0,026 0,033 0,033 0,026 0,020 0,032 0,044 0,062 0,117 0,117 0,094 0,238 1,984 4,508 6,199 19,217 0,013 0,017 0,016 0,059 0,059 0,062 0,062 0,221 0,359 0,359 0,706 0,464 0,464 1,548 0,877 0,877 0,017 0,013 0,016 0,016 0,013 0,010 0,016 0,022 0,031 0,059 0,059 0,047 0,119 0,992 2,254 3,100 9,609 0,009 0,012 0,011 0,039 0,039 0,042 0,042 0,147 0,240 0,240 0,471 0,310 0,310 1,032 0,585 0,585 0,011 0,009 0,011 0,011 0,009 0,007 0,011 0,015 0,021 0,039 0,039 0,031 0,079 0,661 1,503 2,066 6,406
  81. 81. MENSAGEM
  82. 82. APRENDENTES ARTHUR - CARLOS HENRIQUE - FÁBIO CERQUEIRA - FELIPE NANI - FELIPE PETRONI - GLEYDSON KARLA - MÁRCIO TÚLIO - MÁRIO WILLIAM - PATRÍCIA - SILAS
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×