Inovação, ação inovadora e  financiamento à inovação Arena de Inovação e Negócios IEL-MG – julho de 2009
Inovação é qualquer coisa diferente de “mais do mesmo” Inovações devem, necessariamente, ser   disponibilizadas   no merca...
Ação Inovadora A estratégia competitiva baseada em inovação leva à gestão de um portifólio de projetos.
Ação Inovadora A estratégia competitiva baseada em inovação leva à gestão de um portifólio de projetos. Vaca Leiteira Amad...
Ação Inovadora Cada projeto dentro do portifólio pode apresentar, em diferentes graus, elementos de 4 naturezas : Gestão P...
Ação Inovadora Cada fonte de recursos têm sua “vocação” e suas regras de acesso. Estratégia de captação é a adequação das ...
Ação Inovadora Em resumo : UMA CULTURA DE PROJETOS É FUNDAMENTAL PARA QUE A GESTÃO DA INOVAÇÃO POSSA SER FEITA ATRAVÉS DO ...
Instrumentos FINEP Receita Operacional Bruta < R$ 10,5 milhões Receita Operacional Bruta > R$ 10,5 milhões Operando de 0 a...
Alexandre Cabral DPRO – Departamento de Promoção Institucional [email_address] Grato por seu tempo  Grato por sua atenção
Financiamento à inovação Operações Reembolsáveis Inova Brasil Foco:   PII – Plano de Investimento em Inovação das empresas...
Programas mobilizadores em áreas estratégicas Energia Biotecnologia Nanotecnologia TIC Saúde Defesa Programas para consoli...
Financiamento à inovação Operações Reembolsáveis Juro Zero Foco:   inovação do produto, processo e/ou serviço que contribu...
Financiamento à inovação Operações Não Reembolsáveis Subvenção Econômica Foco:  projetos de  inovação do produto, processo...
Financiamento à inovação Operações Não Reembolsáveis PAPPE  Subvenção Foco:  projetos de  inovação do produto, processo e/...
Financiamento à inovação Operações Combinadas PRIME Foco:  Oferecer condições para que empresas nascentes consigam consoli...
Investimento em empreendimentos Inovadores INOVAR <ul><li>A FINEP não investe diretamente em empresas, mas é cotista de fu...
Reconhecimento do esforço inovador
Alexandre Cabral DPRO – Departamento de Promoção Institucional [email_address] Grato por seu tempo  Grato por sua atenção
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

20090715 64congresso B H Alexandre Cabral

437

Published on

Published in: Automotive, Sports
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
437
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
21
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

20090715 64congresso B H Alexandre Cabral

  1. 1. Inovação, ação inovadora e financiamento à inovação Arena de Inovação e Negócios IEL-MG – julho de 2009
  2. 2. Inovação é qualquer coisa diferente de “mais do mesmo” Inovações devem, necessariamente, ser disponibilizadas no mercado, aplicadas nas organizações ou transferidas para a sociedade . A capacitação para a inovação mais significativa é o conhecimento acumulado pela empresa (...) resultado de processos de aprendizado que são conscientes e propositais, dispendiosos e demorados, não lineares, dependentes de trajetória e cumulativos . (Manual de Oslo - pg. 160 – parag. 511) Inovação
  3. 3. Ação Inovadora A estratégia competitiva baseada em inovação leva à gestão de um portifólio de projetos.
  4. 4. Ação Inovadora A estratégia competitiva baseada em inovação leva à gestão de um portifólio de projetos. Vaca Leiteira Amadurecimento Conceito (E se?...) Novo Negócio Commodity Prospecção de Negócio Prospecção tecnológica Obsolescência “ Destruição Criativa”
  5. 5. Ação Inovadora Cada projeto dentro do portifólio pode apresentar, em diferentes graus, elementos de 4 naturezas : Gestão P,D&I Mercado Produção Gestão P,D&I Mercado Produção Gestão P,D&I Mercado Produção Gestão P,D&I Mercado Produção
  6. 6. Ação Inovadora Cada fonte de recursos têm sua “vocação” e suas regras de acesso. Estratégia de captação é a adequação das demandas de recursos às “vocações” e regras das fontes disponíveis. BDMG Gestão P,D&I Mercado Produção FINEP CNPq BNDES FAPEMIG Recursos Próprios Venture Capital Projeto Fonte A Fonte B
  7. 7. Ação Inovadora Em resumo : UMA CULTURA DE PROJETOS É FUNDAMENTAL PARA QUE A GESTÃO DA INOVAÇÃO POSSA SER FEITA ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE UM PORTIFÓLIO DE PROJETOS UM BOM PROJETO OU PLANO DE NEGÓCIOS NÃO NASCE FRUTO DE UMA OFERTA DE RECURSOS, MAS TEM COMO UM DE SEUS COMPONENTES CRUCIAIS A ESTRATÉGIA DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS EM DIVERSAS FONTES, ACENTUANDO SUA ADERÊNCIA À VOCAÇÃO E REGRAS DE ACESSO DE CADA UMA DELAS
  8. 8. Instrumentos FINEP Receita Operacional Bruta < R$ 10,5 milhões Receita Operacional Bruta > R$ 10,5 milhões Operando de 0 a 24 meses Operando há mais de 24 meses PRIME Primeira Empresa JURO ZERO INOVA BRASIL PAPPE SUBVENÇÃO (FAPEMIG) SUBVENÇÃO ECONÔMICA (FINEP) PROGRAMA INOVAR PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO
  9. 9. Alexandre Cabral DPRO – Departamento de Promoção Institucional [email_address] Grato por seu tempo Grato por sua atenção
  10. 10. Financiamento à inovação Operações Reembolsáveis Inova Brasil Foco: PII – Plano de Investimento em Inovação das empresas Privilegia a estratégia (portifólio) ao projeto isolado Projetos submetidos em fluxo contínuo Financiamento de 90% do PII (de R$ 1 a R$ 100 milhões) Taxa de juros fixa : 4 a 8% a.a. (conforme projeto) 20 meses de carência / 80 meses de amortização Garantias reais Ideal para médias e grandes empresas
  11. 11. Programas mobilizadores em áreas estratégicas Energia Biotecnologia Nanotecnologia TIC Saúde Defesa Programas para consolidar e expandir liderança Siderurgia Papel e Celulose Petróleo, Gás e Petroquímica Mineração Aeronáutico Calçados e Couro Madeira e móveis Programas para fortalecer competitividade Complexo Automotivo Plásticos Têxtil e Confecções Indústria Naval e Cabotagem Construção Civil Bens de capital Higiene, Perfumaria Complexo de Serviços Agroindústrias Carnes 4% 4,5% 5%
  12. 12. Financiamento à inovação Operações Reembolsáveis Juro Zero Foco: inovação do produto, processo e/ou serviço que contribua para a melhoria da competitividade da organização Privilegia a estratégia (portifólio) ao projeto isolado Projetos submetidos em fluxo contínuo a um agente regional De R$ 100 a R$ 900 mil Taxa de juros fixa : IPCA sem carência / 100 meses de amortização Sem garantias reais Apenas para micro e pequenas empresas
  13. 13. Financiamento à inovação Operações Não Reembolsáveis Subvenção Econômica Foco: projetos de inovação do produto, processo e/ou serviço com alto risco tecnológico que resulte em clara alavancagem competitiva Privilegia o projeto, mas acoplado à estratégia Projetos submetidos em edital nacional, com temas pré-definidos Mínimo R$ 500 mil (micro e pequenas empresas) Mínimo R$ 1 milhão (médias e grandes empresas) Máximo R$ 10 milhões APENAS DESPESAS CORRENTES Empresas de qualquer porte Contrapartida obrigatória, variável conforme porte da empresa
  14. 14. Financiamento à inovação Operações Não Reembolsáveis PAPPE Subvenção Foco: projetos de inovação do produto, processo e/ou serviço com alto risco tecnológico que resulte em clara alavancagem competitiva Privilegia o projeto, mas acoplado à estratégia Projetos submetidos em edital de um parceiro regional, com segmentos pré-definidos Valores mínimo e máximo definidos pelo parceiro regional APENAS DESPESAS CORRENTES (recursos FINEP) DESPESAS DE CAPITAL, se permitidas pelo parceiro Apenas para micro, pequenas e médias empresas Contrapartida obrigatória, conforme porte da empresa
  15. 15. Financiamento à inovação Operações Combinadas PRIME Foco: Oferecer condições para que empresas nascentes consigam consolidar com sucesso sua fase inicial de desenvolvimento, através do custeio de recursos humanos qualificados e serviços de consultoria especializada Projetos submetidos em editais das incubadoras-âncora R$ 120 mil no 1º. ano (subvenção) As empresas poderão candidatar-se a um empréstimo do Programa Juro Zero no 2º. ano As empresas também poderão ser alavancadas por outros programas, em especial o programa INOVAR Semente Empresas com 0 a 24 meses de vida
  16. 16. Investimento em empreendimentos Inovadores INOVAR <ul><li>A FINEP não investe diretamente em empresas, mas é cotista de fundos de investimento. Mantém ações de estímulo ao mercado de capital empreendedor no Brasil </li></ul><ul><li>Fórum Brasil Capital de Risco </li></ul><ul><li>Seed Forum Brasil </li></ul><ul><li>Incubadora de Fundos INOVAR </li></ul><ul><li>Portal Capital de Risco Brasil </li></ul><ul><li>www.capitalderisco.gov.br </li></ul><ul><li>Rede de investidores-anjo </li></ul>
  17. 17. Reconhecimento do esforço inovador
  18. 18. Alexandre Cabral DPRO – Departamento de Promoção Institucional [email_address] Grato por seu tempo Grato por sua atenção
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×