Web 2.0 Como A Internet Transforma O Comportamento Do Consumidor

3,459 views
3,382 views

Published on

Todos nós vivemos a web 2.0 e sofremos com as mudanças em nosso comportamento como consumidores e como empresários.

Published in: Business
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,459
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
39
Actions
Shares
0
Downloads
186
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • A falta de confiança – na segurança dos Serviços Financeiros e na entrega correta de produtos no Comércio Eletrônico – explica a baixa utilização desses serviços29% dos usuários declaram ter tido algum problema relacionado a segurança na InternetO número de problemas relatado é alto porque inclui vírus e malware(94% das pessoas que relataram problemas)Apenas 1% dos que declararam problemas de segurança mencionaram fraudes financeiras
  • Web 2.0 Como A Internet Transforma O Comportamento Do Consumidor

    1. 1. Semana do Engenheiro Empreendedor – Inatel 2009 Marketing e Tecnologia Ferramentas da Internet Fabiana Gomes A. Calil - Abril 2009
    2. 2. e-Eu • Graduada em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Taubaté • Pós-graduada em Administração de Marketing pela FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado de São Paulo-SP • 9 anos de experiência na área de marketing • Sócia executiva da Opte Comunicação - agência e consultoria de comunicação e marketing • Responsável pelo departamento de marketing de empresas como a Leucotron Telecom • Com cursos na FDS – Fundação Dom Cabral, ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing e outras instituições que permitiu a especialização em planejamento de marketing e comunicação empresarial com ênfase em internet.
    3. 3. AGENDA 1) Introdução 2) Os números da internet 3) As mudanças no comportamento do consumidor provocadas pela Web 2.0 4) Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web 5) Conclusão Fabiana Gomes A. Calil - Abril 2009
    4. 4. Por que se preocupar com a internet?
    5. 5. A internet ... ...não seria apenas uma rede de informações? ...não seria apenas um passa-tempo?
    6. 6. “Internet é como água encanada, um serviço essencial” Fugita Techbits
    7. 7. Olhando pra dentro • Quantos aqui acessam a internet todos os dias? • Quanto tempo passam navegando por dia? • O que mais acessam na web? • Como procuram por uma informação na web?
    8. 8. Como empreendedor: • Fazer essas perguntas • Responder a essas perguntas pensando no consumidor Será que ele é igual a vocês nessa sala?
    9. 9. NÃO! • Cada ser humano é único e único em cada um dos mundo: online e offline. • As regras de segmentação de mercado precisam ser revistas porque o mesmo consumidor navega pelos 2 mundos simultaneamente. • Por de trás do computador cada ser humano internauta tem um comportamento diferenciado do que o do mundo off-line. • Eu posso não ser Eu.
    10. 10. Empreender não é só ter uma grande idéia • Transformar uma idéia em negócio • Colocar o produto / serviço no mercado • Convencer os clientes a comprá-lo E hoje isso não se faz sem a internet, definitivamente.
    11. 11. Os números da internet
    12. 12. Penetração de Internet no Brasil Usuários (milhares) 120,000  A penetração de Internet no Brasil está crescendo rapidamente, saltando de 32 100,000 97,524 milhões de usuários em 2006 para quase 50 milhões de usuários em 2008 – 26% da população 80,000 69,660  Numa estimativa conservadora, mantido o crescimento atual, em 2010 o número de 60,000 usuários se aproximará de 100 milhões – 49% 49,757 da população 40,000 33,146  A longo prazo a tendência é a penetração de Internet se estabilizar próximo a 60% 20,000  Conclusão: a Internet está se tornando uma mídia mainstream 0 2007 2008 Estim. 2009 Estim. 2010 Fonte: Ibope/Nielsen NetRatings, 2007 e DataFolha, 2008 Estimativas Makesys
    13. 13. Penetração de Internet comparada a outros meios % da População  No Brasil a penetração de Internet é de TV por Assinatura 20% 26%, maior que a da TV por assinatura › América Latina = 23% Internet 26% › EUA = 73% › Europa = 47% Cinema 28% › Ásia =14% › Oceania = 57% Revista 60%  Em 2007, pela primeira vez, foram vendidos Jornal 61% mais computadores que televisores no Brasil Rádio 87%  A Internet é um meio de comunicação e serviços de duas mãos TV Aberta 97% 0% 20% 40% 60% 80% 100% 120% Fonte (BrasilI: Comitê Gestor de Internet – Governo Federal, 2007 Fontes (Internacional): Internet World Stats, 2008
    14. 14. Locais de acesso à internet % por Local de Acesso  O número de usuários com acesso residencial Outros 2% à Internet é de cerca de 22 milhões Centro Público 6%  É importante notar o peso dos acessos a partir de lan-houses na formação do número total de Escola 16% pessoas com acesso à Internet Residência 3o. 24%  82% dos usuários residenciais – 18 milhões – usam serviços de banda larga Trabalho 24%  O uso de banda larga é um fator determinante para o consumo de anúncios em Rich Media Lan House 49% (que usam vídeo, Flash ou Silverlight) Residência 50% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% Fonte: Comitê Gestor de Internet – Governo Federal, 2007
    15. 15. Distribuição demográfica  A Classe C está experimentando um crescimento acelerado no acesso à Internet, tanto residencial, devido à disponibilidade de computadores de baixo custo, quanto no trabalho e em lan houses % dos Usuários de Internet Classes D/E 5% Classe C 24% Classe B 45% 51% 49% Masculino Feminino Classe A 26% 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 35% 40% 45% 50% Fonte: Ibope/Nielsen NetRatings, 2007 e Marplan, 2007
    16. 16. Distribuição Geográfica % Usuários  A distribuição geográfica de usuários é Sul Norte diretamente relacionada à distribuição 13% 18% populacional nas regiões do país Centro- Oeste  Não existe relação entre renda regional e 9% penetração de acesso à Internet Nordeste Sudeste 25% 35% Fonte: Comitê Gestor de Internet – Governo Federal, 2007 e DataFolha, 2008
    17. 17. Tempo de uso - browser Tempo de Uso (Horas/Mês)  Brasileiros tem uma média de utilização mensal de Internet de 23h51m, a maior do Japão 20.21 mundo  Esse perfil se reflete no sucesso de ferramentas de Rede Social, como o Orkut EUA 20.24 França 21.30 Brasil 23.51 18 19 20 21 22 23 24 Fonte: Ibope/Nielsen NetRatings, 2008
    18. 18. Uso de Mensagens Instantâneas Incluindo Sem Aplicativos Aplicativos  O uso de ferramentas de comunicação (ex. (apenas instantânea, como o Windows Live Messenger) browser) Messenger, eleva o número médio de horas mensais na Internet no Brasil para 37h38m Sessões/Visitas por Pessoa 31 29 Domínios Visitados por Pessoa 57 57 Páginas Vistas por Pessoa 1989 1989 Tempo no Computador por Pessoa 37:38:36 23:51:10 Duração de uma Página Vista 00:00:43 01:00:43 Fonte: Ibope/Nielsen NetRatings, 2008
    19. 19. Produção de Conteúdo % Usuários Tipo de Conteúdo Pago 0% Publicou Não 42% Respondeu 2% Comentário 5% Divulgação 7% Não Relacionamento 33% Publicou 56% 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 35% Quem tem blog? Quem já fez algum tipo de comentário na internet?
    20. 20. Distribuição por Faixa Etária Percentual da População Online Acima de 65 anos 1.55%  Excluindo-se crianças e idosos, a população na Internet brasileira é distribuida quase linearmente pelas principais faixas etárias 50 a 64 anos 11.81% 35 a 49 anos 22.43%  A soma dos grupos etários considerados como Economicamente Ativos (18 a 64 anos) é de 68% dos usuários da Internet no Brasil 25 a 34 anos 17.49% 18 a 24 anos 16.63% 12 a 17 anos 19.35% 2 a 11 anos 10.73% 0% 5% 10% 15% 20% 25% Fonte: Ibope/Nielsen NetRatings, 2008
    21. 21. Perfil de Uso por Atividade Percentual da População Online Receita Comércio Eletrônico (R$ Milhões) 9,000 Comércio Eletrônico 13.00% 7,773 8,000 7,000 Serviços Financeiros 18.00% 6,219 6,000 4,975 5,000 Treinamento e Educação 73.00% 3,980 4,000 3,280 Busca de Informação 87.00% 3,000 2,000 Lazer 88.00% 1,000 0 Comunicação 89.00% 2006 2007 Estim. 2008 Estim. 2009 Estim. 2010 0% 20% 40% 60% 80% 100% Fonte: Comitê Gestor de Internet – Governo Federal, 2007, Associação Brasileira das Empresas de Marketing Direto, 2007
    22. 22. Uso para Comércio Eletrônico % da População na Classe que Compra  A Classe A tem penetração de Comércio Eletrônico elevada; Classes D/E 4%  A falta de confiança – na segurança dos Serviços Financeiros e na entrega correta de Classe C 9% produtos no Comércio Eletrônico – explica a baixa utilização desses serviços  29% dos usuários declaram ter tido algum Classe B 21% problema relacionado a segurança na Internet (majoritariamente infecção por vírus) Classe A 52% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% Fonte: Comitê Gestor de Internet – Governo Federal, 2007
    23. 23. Uso para Pesquisa de Compra % da População na Classe que Pesquisa  O uso da Internet para pesquisas relacionadas à compra de produtos e serviços aumenta com Classes D/E 23% a classe social  Usuários de classes mais altas respondem Classe C 32% mais a publicidade online Classe B 43% Classe A 68% 0% 20% 40% 60% 80% Fonte: Comitê Gestor de Internet – Governo Federal, 2007
    24. 24. A internet e o comportamento do consumidor
    25. 25. Web 2.0 Evolução ou Revolução?
    26. 26. Evolução ou Revolução
    27. 27. Evolução ou Revolução
    28. 28. Evolução ou Revolução
    29. 29. Evolução ou Revolução
    30. 30. Evolução ou Revolução
    31. 31. Evolução ou Revolução
    32. 32. Evolução ou Revolução
    33. 33. Evolução ou Revolução Na internet: • acontecimentos ganham a velocidade da luz • notícia ruim toma proporção maior • notícias que antes não seriam divulgadas ganham destaque • uma informação pode passar despercebida no meio de tantas outras No meio de tanta informação é muito importante ser relevante
    34. 34. Em que Era vivemos agora? Na Era da COLABORAÇÃO Web 2.0
    35. 35. Colaboração Web 2.0 O termo web 2.0 descreve atividades, sites ou aplicações online que possibilitam a interação dos usuários: comunidades, troca direta de informações e compartilhamento de conteúdo próprio. Em todo o mundo 420 milhões de consumidores visitam sites de web 2.0, como: Blogs, Wikis, Orkut, Myspace, YouTube, Flickr, Podcasting, Videocasting, VoIP , Second Life, Twitter... Fonte: Entrevistas e empresas e pesquisa Booz Allen Hamilton. Fev/2007 (prévia)
    36. 36. Colaboração Web 2.0 Este cenário provoca a transformação do comportamento do consumidor e demanda mudanças nas estratégias empresariais... • mudança na forma de se relacionar • Ações institucionais e comerciais a partir da internet • TAM entra no Second Life (2007)
    37. 37. Mudanças no consumidor Se comunicação sempre existiu, o que muda então? Os principais pontos sempre foram: - Emissor - Receptor - Mensagem - Meio de Comunicação - Resposta (feedback) Todos e tudo - são tudo, o tempo todo.
    38. 38. Mudanças no consumidor A tecnologia rompeu as barreiras entre emissores e receptores. As cadeias de produção e relacionamento foram afetadas e as antigas equações já não funcionam mais. As formas de distribuição, produção, venda, relacionamento, desenvolvimento de produtos foram integradas. Isto vale para todas as relações humanas e institucionais. Conclusão: o usuário tem o poder! Não existem mais donos da informação.
    39. 39. Mudanças no CONSUMIDOR Antes Hoje Comunicação de Comunicação de um para muitos. muitos para muitos.
    40. 40. Mudanças no CONSUMIDOR Com a palavra PhilipKotler: “Tradicionalmente, os consumidores são céticos em relação às empresas e meios de comunicação e grande parte deste ceticismo procede. Não é ser cético em relação aos produtos, mas em relação à maneira como as empresas exageram os benefícios de um produto, tratam mal os funcionários (downsizing), manipulam políticos por meio do lobby no congresso, manipulam as informações e assim por diante.” A tecnologia contribuiu com o CETICISMO: Na compra de seu próximo Gadget você confia mais em: Opinião de usuários de uma comunidade do Orkut, comentários o sobre o produto na Amazon e blogs especializados ? OU Anúncios em revistas de grande circulação ?
    41. 41. Mudanças no CONSUMIDOR Os consumidores estão apenas a um clique do concorrente. • Comparações de preço em diferentes lojas virtuais (os preços podem variar até 20%). • As pessoas estão se reagrupando em comunidades • Isso reflete nas vendas do mundo off-line Se a empresa não colabora com o consumidor outros colaboram e ganham a preferência.
    42. 42. Mudanças no CONSUMIDOR Isso significa que a publicidade tradicional morreu? Não. Buzz de marketing Comunicação integrada Faturamento dos veículos com publicidade na internet: De janeiro a julho de 2008 = R$ 383,2 milhões Representa 3,37% da participação publicitária, a que mais cresceu em relação ao mesmo período de 2007 = 44,4% Fonte: Projeto Inter-meios
    43. 43. Mudanças no CONSUMIDOR O óbvio em xeque! Diversas formas de passar a mesma informação porque elas são geradas por diversas pessoas. • Dos Top 100 clips do Youtube, apenas 2 são de agências • 1/3 da audiência da internet americana é no YouTube
    44. 44. Mudanças no CONSUMIDOR Além disso tudo, o consumidor de vanguarda – formador de opinião: • Tem vida acadêmica – estuda ou leciona • Lê 5 revistas por mês • Trabalha mais de 48 horas por semana • Lê jornal diariamente • + 100 canais de TV disponíveis
    45. 45. Comunidades
    46. 46. TV no computador Séries de TV produzidas especialmente para a internet. Disponibilização de conteúdo original pelos detentores dos direitos autorais. - site americano Hulu criado pelas emissoras Fox e NBC Universal - reúne trechos e episódios completos de programas como Saturday Night Live, Friends, Os Simpsons e Heroes.
    47. 47. Pessoas se juntando para investir pela internet Você começa com apenas 10 libras É seguro
    48. 48. Pessoas estão online o tempo todo China Acesso a web pelo celular = 340 milhões 3x mais que pelo computador África Acesso a web pelo celular = 28 milhões 7x mais que pelo computador EUA Acesso a web pelo celular = 22,4 milhões crescimento de 107% em 1 ano
    49. 49. Pessoas estão online o tempo todo Brasil Fevereiro de 2009 = 152,4 milhões de celulares Uma densidade de 80 cel/100 hab. • A chegada do 3G tem grande potencial de alavancar o quot;target advertising“ • Baixíssimo número de acessos à internet via celular: preço alto, o serviço ineficiente e lento acaba afugentando a navegação. Fonte: Teleco /Valor Econômico
    50. 50. Mudanças no CONSUMIDOR Será que dá saudades? • Três marcas de carro (Ford, Chevrolet e Volkswagen) • Dois canais de Televisão (Globo e Tupi) Um mundo… + atraente + dinâmico + desafiador + possibilidades + resultado
    51. 51. Infelizmente não acaba por aqui!
    52. 52. Mudanças no FABRICANTE Ditadura da transparência • Informação em tempo real ou instantânea Não • As pessoas estão ligadas com o que está acontecendo naquele instante, com seus amigos ou no mundo. posso mais • A notícia errada logo será desmentida errar? ENTÃO Esqueça de enganar ou esconder algo dos consumidores! Você pode não saber, mas isso que você escondeu estará no Orkut, no Twitter antes mesmo que você tente fazer alguma coisa.
    53. 53. Marketing voltado para o Cliente Ditadura da transparência • Os clientes estão se tornando mais instruídos - compra com mais discernimento. • É hora de ouvir e se relacionar com os consumidores como nunca foi possível antes. Cara-a-cara se fala menos do que tela-a-tela. • Apple, Ikea, StarBucks, Zara, Dior, Google: estruturas enxutas de inteligência e criação, com foco nos clientes e desenvolvimento de produtos, voltados para o mundo 2.0. • Os colaboradores são gestores de • Net – TV a Cabo informação e inteligência ou apenas Grupo de funcionários só para solucionar funcionários de uma linha de problemas postados pelos usuários do montagem? serviço no Twitter
    54. 54. Marketing , Internet e Tecnologia E agora, perdemos o controle? Não, a resposta é se transformar em uma e-empresa ou empresa 2.0
    55. 55. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Estando atento e fazendo uso das aplicações Web 2.0:
    56. 56. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Ferramentas de Colaboração Participativa • Redes Sociais: Um serviço de Rede Social se foca na construção de comunidades online de pessoas que compartilham interesses e atividades. A maioria desses serviços é baseada na Web, e oferece meios variados de comunicação e troca de informação, como listas de discussão, mensagens, correio eletrônico, perfis, blogs e álbuns de fotos.
    57. 57. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Ferramentas de Colaboração Participativa “Redes Sociais não são uma moda. Nem são algo a que sua empresa pode ficar alheia. Gradualmente, as Redes Sociais vão ter impacto em praticamente todos os negócios de todas as empresas. As empresas têm que ver a adoção de Redes Sociais como um processo contínuo de aprendizado, adotando as melhores práticas das empresas e serviços pioneiros.” - Forrester Research Mesmo que não haja “cultura web 2.0” é preciso ter atenção e fazer tudo o que for possível para se aproximar ao máximo do consumidor 2.0.
    58. 58. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web “Para ter sucesso na era das Redes Sociais as “Redes Sociais em serviços corporativos oferecem um empresas devem abandonar táticas top-down ambiente aberto e livre que: (1) estimulam a de comunicação e vendas, adicionar participação dos clientes em larga escala, através de elementos de comunidade aos seus serviços interações informais; e (2) agregam essas interações usar funcionários e parceiros como em uma estrutura emergente que reflete as atitudes evangelistas e tornar-se parte de um tecido coletivas, disposição e conhecimento dos vivo de ‘amigos da marca’.” 1 participantes.” 2 “Executivos das maiores corporações do mundo estão investindo em Web 2.0 para melhorar a comunicação com clientes e parceiros de negócios, e encorajar a colaboração entre os funcionários.”3 1 Fonte: Forrester Research, Inc. “How Networks Erode Institutional Power, And What to Do About It” , Fevereiro de 2006 2 Fonte: Apresentação da Gartner, “Wikis and Social Software: How to Create and Harvest Value from Informal People Networks” por Nikos Drakos, Março de 2007 3 Fonte: McKinsey & Company, “How Businesses are Using Web 2.0”, 2007
    59. 59. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Demo – Dell IdeaStorm Empresas pagam para que fóruns de discussão apresentem soluções para os problemas de produtos e serviços.
    60. 60. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Criar perfil corporativo em redes sociais: • Abre a possibilidade de interação com os usuários satisfeitos e insatisfeitos. • Quem quer reclamar fará isso, mas pode fazer para a empresa diretamente. • Mesmo que o problema exista, se a resposta for direta e transparente, contribui para o aumento da credibilidade.
    61. 61. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Ferramentas de Colaboração Participativa • Wikis Mais conhecido: Wikipédia No Brasil 471 mil verbetes + artigos. Empresas como o Banco do Brasil e IBM fazem uso de ferramentas de Wiki para gerir a informação que “roda” na empresa. Publicar e organização de documentos internos realizados pelos funcionários responsáveis pelo conteúdo. - Gestão de projeto - Recursos Humanos
    62. 62. Tecnologia Fonte: Alberto Luiz Gerardi - Banco do Brasil
    63. 63. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Ferramentas de Colaboração Participativa • Blogs: conversação virtual, feedback instantâneo. “Quase 9 milhões de pessoas acessam e lêem blogs, de acordo com dados do Ibope/NetRatings de agosto de 2008, o que representa 46% do número de internautas ativos no mês.” IDG Now Blogs diferentes para cada público-alvo
    64. 64. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Ferramentas de Colaboração Participativa Blogs são legais, mas devemos ter um? Já vimos este tipo de pergunta antes... Devemos ter email? Devemos ter um website? É preciso ter conteúdo, gerar informação e interação com o usuário, ou seja, tem que ser estratégico e relevante.
    65. 65. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Blog Sun “The perception of Sun as a faithful and authentic tech company is now very strong. What blogs have done has authenticated the Sun brand more than a billion dollar ad campaign could have done.” Jonathan Schwartz • CEO • Sun Microsystems quot;A percepção da Sun como uma fiel e autêntica empresa de tecnologia agora é muito forte. O que os blogs fizeram foi dar autenticidade a marca Sun mais que uma campanha de um bilhão de dólares poderia ter feito. “
    66. 66. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web
    67. 67. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Ferramentas de Colaboração Participativa • Microblogging Twitter: rede social que permite que os usuários enviem atualizações pessoais contendo apenas texto em menos de 140 caracteres via SMS, mensageiro instantâneo, e-mail, site oficial ou programa especializado. Foi fundado em março de 2006 pela Obvious Corp. em São Francisco por Jack Dorsey
    68. 68. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Ferramentas de Colaboração Participativa Twitter • 6 milhões de usuários no mundo, a maioria nos EUA e Japão • O Brasil já está entre os 10 mais. • O Serviço cresceu 900% em um ano. • Perfis como o de Barack Obama tem 370 mil seguidores. • O Brasil já é o sétimo país que mais acessa o Twitpic.com (site que serve para enviar fotos para o twitter) com 160 mil visitas diárias. Fonte: Publicações (Exame PME – Editora Euopa – Caderno Link do Estadão)
    69. 69. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Twitter • São enviados 3 milhões de tweets por dia • Atrai 1,2 milhões de pessoas por mês • Mesmo com a crise internacional, recebe investimentos de US$ 20 milhões • Fofocas: O Google já está negociando a compra do Twitter por algo em torno de 250 milhões de dólares. No ano passado, o Twitter recusou uma proposta do Facebook que beirava o dobro desse preço. * o YouTube, comprado por 1,65 bilhão de dólares em 2006 Fonte: Publicações (Exame PME – Editora Euopa – Caderno Link do Estadão - Blog TechCrunch)
    70. 70. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Como empresas estão usando o Twitter Grandes empresas multinacionais: • JetBlue – Empresa aérea americana Divulgação de promoções de passagens aéreas • Dell Oferece máquinas de segunda mão recondicionadas Pequenas e médias empresas brasileiras: • César Pinbela – Aliz Recrutamento de profissionais • Marcos Gomes - Boo-box Alertas sobre o que os internautas pensam e falam sobre sua empresa Fonte: EXAME PME – Fevereiro – Março 2009
    71. 71. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Ferramentas de Colaboração Participativa • Mashups / RSS: agregação customizada e filtro, personalização da web Mashups: conjunto de aplicativos interativos que possuem conteúdos oriundos de diversas fontes de dados externos, criando um serviço inteiramente novo. Um exemplo é o uso do #REDIRECT Google Maps em sites de imobiliárias para facilitar a localização de imóvel a venda RSS: É usado principalmente em sites de notícias e blogs. A tecnologia do RSS permite aos utilizadores da internet se inscreverem em sites que fornecem quot;feedsquot; (alimentadores ou fontes) RSS. Estes são tipicamente sites que mudam ou atualizam o seu conteúdo regularmente. Para isso, são utilizados Feeds RSS que recebem estas atualizações, desta maneira o utilizador pode permanecer informado de diversas atualizações em diversos sites sem precisar visitá-los um a um.
    72. 72. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web SEO – Search Engine Optimization Você não consegue usar o que você não consegue encontrar! Solução= Busca Poder dos Buscadores • 84% das pessoas online usam search engines • 87% desses usuários declararam que encontraram o que estavam buscando • 17 milhões de americanos usam search engines para escolher a escola dos filhos • 21 milhões de americanos usam search engines para escolher cursos de especialização • “Buscaquot; é a 2ª atividade mais popular na web • A tendência é que o uso de buscadores ultrapasse o uso de e-mail em breve. • No Brasil 95% dos internautas usam buscadores antes de acessar qualquer site e 98% das vezes usam o Google. Fonte: Martha Roger
    73. 73. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web SEO – Search Engine Optimization Hábitos dos usuários de buscadores: • Raramente vão além da 1ª página de resultados • 50% abandonam a busca depois da 2ª página • 75% confiam nos resultados de busca obtidos • 81.7% raramente lêem além da 3ª página de resultados
    74. 74. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web SEO – Search Engine Optimization Ditadura dos Top – Necessidade de estar na 1ª página dos resultados • Provoca uma corrida do ouro entre as empresas para tentar melhorar a posição dos seus websites nos resultados de busca para as palavras-chaves mais importantes para os seus negócios. • Uso de técnicas de SEM (Search Engine Marketing) ou MOB (Marketing de Otimização de Buscas): • Envolve todas as ações internas (on-page) e externas (off-page) ao site • As palavras-chaves são o coração do MOB – toda busca começa com pessoas digitando palavras-chaves
    75. 75. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web SEO – Search Engine Optimization Exemplo de um cliente da Opte:
    76. 76. Marketing , Internet e Tecnologia
    77. 77. O impacto da WEB 2.0
    78. 78. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Sites institucionais são irrelevantes? WEB Notícias Informações Reviews Recomendações Blogs Vídeos Podcasts Tags Comentários Dica Site Institucional Ajuda Comunidade Mensagens Comunicação Serviçosfor uma mera coleção de auto- Se Notícias Informações Reviews Recomendações Blogs que são Podcasts Tags elogios, assuntos Vídeos importantes Comentários Dica Ajuda Comunidade Mensagens apenas para os executivos da Comunicação ServiçosNotícias Informações empresa, a resposta é sim. Reviews Recomendações Blogs Vídeos Podcasts Tags Comentários Dica Ajuda Comunidade Mensagens Comunicação Serviços Notícias Ao menos as empresas precisam Informações Reviews Recomendações Blogs entender o comportamento do Vídeos Podcasts Tags Comentários Dica Ajuda consumidor dentro do site e oferecer Comunidade Mensagens Comunicação Serviços melhor navegabilidade e mais conteúdo.
    79. 79. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Sites institucionais são irrelevantes? • Quando os sites corporativos não oferecem meios de discussão de seus produtos e serviços, ela migra para fóruns públicos de discussão. • Segmentos mais afetados • Telecomunicações • Bancos • Montadoras de automóveis • Fabricantes de celulares • Empresas de software • Fabricantes de computadores • Fabricantes de eletrônicos de consumo
    80. 80. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Envolver os consumidores numa cadeia de valor Funcionários Cenários de Uso Promover a troca de Parceiros Comunidade conhecimento de Negócios (não afiliados) Fortalecer o relacionamento Criar comunidades entre os participantes da cadeia de negócios Clientes
    81. 81. Integração Mídia-Site-Análise Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Análise de ROI Análise CRM Métricas Marketing Publicidade Ofertas Serviço
    82. 82. Integração Mídia-Site-Análise Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Análise de ROI A internet permite medir o resultado e analisar o ROI (retorno sobre o investimento) como nenhum outro meio de comunicação. Web Analytics é o nome dado para a técnica de estabelecer e analisar métricas e indicadores de resultados para projetos web (sites, campanhas de email marketing ou banners). • Qual é a página do seu site que mais contribui para a saída do internauta? • Qual é o caminho mais comum que o visitante percorre pelo seu site? • Quantas pessoas vão até a página de contato, mas desistem de se comunicar com a empresa? • Quais os meios de comunicação estão sendo mais vantajosos? Conhecendo o comportamento o consumidor dentro do site é possível melhor se relacionar com ele, oferecer o que ele realmente deseja e assim obter melhores resultados.
    83. 83. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Fazendo parte dessa grande rede Web 2.0 • Não ignorar essa mudança • Viver as mesmas experiências dos consumidores • Ser criativo e analítico • Ceder a ditadura da transparência • Envolver os funcionários nesse universo dos consumidores (intrínseco a cultura)
    84. 84. Marketing, Internet e Tecnologia: o uso corporativo das ferramentas web Fazendo parte dessa grande rede • Ter cuidado com a violação de privacidade • Ter paciência • Estar apto a rápidas mudanças • Informação como fonte de receita • Gerência da infra-estrutura complexa: exige simplificação e automação
    85. 85. Conclusão Hoje o diploma tem prazo de validade. Há espaço nessa Era da Colaboração?
    86. 86. Conclusão Há espaço em qualquer lugar para quem quer fazer algo novo! • Passamos pela 1ª onda da internet: encher a rede de conteúdo • Estamos vivendo a 2ª onda: democratização do conteúdo • A 3ª onda está vindo: organizar e garimpar
    87. 87. Conclusão Atualização não é diferencial, é questão de sobrevivência • Gente criativa • Cultura empreendedora • Inovação no sangue e na alma
    88. 88. Obrigada!

    ×