• Like
Palestra na FCAT em 20090515
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Palestra na FCAT em 20090515

  • 400 views
Published

Educação na Sociedade da Informação: Mobilidade como Ferramenta de Ruptura de Paradigma

Educação na Sociedade da Informação: Mobilidade como Ferramenta de Ruptura de Paradigma

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
400
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
3
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. “ Educação na Sociedade da Informação: Mobilidade como Ferramenta de Ruptura de Paradigma” Ézyo Lamarca da Silva Presidente da AUSLA 15 /05/2009 – I Semana dos Cursos Superiores em Tecnologia FCAT – Castanhal / PA Grupo Linux Pai d'Égua
  • 2. Agenda A Educação na Era da Informação Mudança... Será? Cabanagem Cabanagem Digital Tecnobrega O que é Software Livre? O Projeto GNU e a FSF Quatro Liberdades O Kernel Linux Cultura Livre Creative Commons Mobilidade Perguntas?
  • 3. A Educação na Era da Informação Corrida de Comitê
  • 4. Mudança... Toda mudança deve ser lenta, gradual e firme! Stephen Jay Gould - *10/09/1941 +20/05/2002 Paleontólogo, biologista evolucionista e divulgador científico
  • 5. Será?
      • “ Desenvolvimento sem a Internet seria o equivalente a industrialização sem eletricidade na era industrial. É por isso, que a declaração freqüentemente ouvida sobre a necessidade de se começar com 'os problemas reais do Terceiro Mundo' – designando com isso: saúde, educação, água, eletricidade e assim por diante – antes de chegar a Internet, revela uma profunda incompreensão das questões atuais relativas ao desenvolvimento. Porque, sem uma economia e um sistemas de administração baseados na Internet, qualquer país tem pouca chance de gerar os recursos necessários para cobrir suas necessidades de desenvolvimento, num terreno sustentável – sustentável em termos econômicos, sociais e ambientais.”
    Prof. Manuel Castells – Universidade da Califórnia, Berkeley - “ A Galáxia da Internet ” (2001:269).
  • 6. Cabanagem
      • Movimento que ocorreu na província do Grão-Pará, entre os anos de 1835 e 1840. Pode ser vista como um prosseguimento da Guerra da Independência na região.
      • 7. Cabanos: índios destribalizados, chamados de tapuios, índios aldeados, negros forros, escravos e mestiços. Dispersos pelo interior e nos arredores de Belém, viviam marginalizados em condições miseráveis, amontoados em cabanas à beira dos rios e igarapés e nas inúmeras ilhas do estuário do rio Amazonas. Usados como mão-de-obra, em regime de semi-escravidão, pela economia da Província, baseada na exploração das “drogas do sertão” ( cravo, pimenta, plantas medicinais, baunilha), na extração de madeiras, e na pesca;
      • 8. 3 Fases: luta política, luta social e luta de resistência;
      • 9. Calcula-se que foram mortos mais de 30 mil cabanos.
  • 10. Cabanagem Digital
    • No Século XXI, a Informação passa a ser o bem mais valioso;
    • 11. A tecnologia permite a apropriação da produção e a disseminação do conhecimento pelos indivíduos, a revelia das tentativas de manutenção dos latifúndios grilados analógicos.
    “ Se eu consegui enxergar mais longe, foi porque me apoiei nos ombros de gigantes” Isaac Newton, Carta a Robert Hooke 5 de Fevereiro de 1675, referindo-se a Copérnico, Galileu, Kepler e Brahe.
  • 12. Tecnobrega
  • 13. O que é Software Livre?
    • A filosofia do Software Livre encontra as suas raízes na livre troca de conhecimentos e de pensamentos que podem tradicionalmente ser encontrado no campo científico. Tal como as idéias, os programas de computador não são tangíveis e podem ser copiados sem perda. A sua distribuição é a base de um processo de evolução que alimenta o desenvolvimento do pensamento.
  • 14. O Projeto GNU e a FSF
    • Richard M. Stallman lançou o projeto GNU e criou a "Free Software Foundation" em 1984 (projeto de kernel próprio, o Hurd).
    • 15. A licença do projeto GNU: Licença Geral Pública GNU (GNU General Public License) ou GPL.
  • 16. Quatro Liberdades
    • Liberdade 0: A liberdade de executar o software, para qualquer uso.
    • 17. Liberdade 1: A liberdade de estudar o funcionamento de um programa e de adaptá-lo às suas necessidades.
    • 18. Liberdade 2: A liberdade de redistribuir cópias.
    • 19. Liberdade 3: A liberdade de melhorar o programa e de tornar as modificações públicas de modo que a comunidade inteira se beneficie da melhoria.
  • 20. O Kernel Linux
    • Linus Torvalds escreveu um kernel sobre o Minix e no dia 05 de outubro de 1991 anunciou a primeira versão "oficial" do Linux, versão 0.02.
    • 21. Ele rodou com sucesso bash, gcc, gnu-make, gnu-sed, compressão, programas do Projeto GNU.
  • 22. Cultura Livre
      • O Movimento do Tecnobrega possui valores semelhantes ao do Movimento do Software Livre:
      • 23. São os indivíduos e grupos organizados que produzem o “conhecimento”: orgulho de ver o trabalho apreciado pelos “bacanas”: Benezinho X – Mega Pai d'Égua;
      • 24. A livre circulação do que é produzido é incentivada: novo modelo de produção (distribuição através dos “pirateiros” X liberdade de redistribuir cópias – GPL);
      • 25. Produção sem a pressão do monopólio: nada de produtos “beta” no mercado;
      • 26. Utilização do modelo Bazar: produção “caseira” de músicas X trabalho voluntário;
      • 27. Fenômeno da Hidra Digital: tentativas de cooptação e meritocracia;
      • 28. Compartilhamento, colaboração e reutilização: versões, apologia entre as aparelhagens;
      • 29. Existem várias “tribos”: Tupinambá, Pop Som, Rubi X Debian, Ubuntu, Slackware;
      • Diferença: conscientização em relação ao modelo de ruptura utilizado.
  • 30. Creative Commons
      • O Creative Commons Brasil é um projeto sem fins lucrativos que disponibiliza licenças flexíveis para obras intelectuais.
    http://www.creativecommons.org.br/
  • 31. Mobilidade
  • 32. Perguntas? Visite: http://www.cabanagemdigital.com.br http://www.ausla.com.br Contato: ezyo@lamarca.eng.br “ Não fazemos outra coisa Impossível é o pão em cada boca Uma justiça de olhos lúcidos Uma terra sem lobos Um encontro com a fonte no fim do dia Somos realistas companheiro Queremos o impossível” Obrigado!